INHAMBUPE - BA




                Pesquisa Qualitativa e Opinativa




                              Relatório Final




...
Coordenação Geral


   •   Denivaldo da Conceição Fernandes de Oliveira


Coordenação Executiva
   •   Denivaldo da Concei...
Apresentação



      É com grande satisfação e sentimento de dever cumprido que estamos
disponibilizando o Relatório da P...
Sumário

APRESENTAÇÃO........................................................................................................
13.1 Rádio Digital FM 96.3...................................................................................................
2.0 Metodologia

    2.1 Especificação Técnica


         2.1.1 A Pesquisa em Profundidade;


             Esta entrevista...
 Como fonte suplementar de dados para subsidiar programas de
                    intervenção     e     para   elaborar   ...
visando garantir a sua participação e contribuição. Com isso foi possível
          realizar o fracionamento das opiniões ...
Esta pesquisa foi elaborada e conduzida segundo duas modalidades uma já
concluída como acertado no planejamento, e a outra...
2.4 Dos Profissionais Envolvidos


     A equipe responsável pela condução dos trabalhos e pela elaboração do
relatório fi...
sociais são idéias e imagens intermediárias entre cada membro de uma sociedade
e as situações, pessoas, objetos e fenômeno...
entrevistados partilham entre si sobre o presente e o futuro do seu município. E
essas representações são importantes, poi...
•   “Sim, melhorou a entrada do município,
               colocou luzes em todos os lugares, e faz
               casas em...
governar       muito       bem,   mas   não    é
                   humilde.”


              •    “Já tem dois anos que e...
político integrado. Principalmente neste caso especifico de Inhambupe onde se
deve buscar o equilíbrio, que poderá ser a c...
5.0 O MUNICÍPIO DE INHAMBUPE


      É geral a afirmação de que nós últimos 12 anos, todos os prefeitos que
passaram pela ...
Diz um aposentado comparando a atual administração com gestões
passadas.


      Outro tópico importante está relacionado ...
•   Veio a melhorar com o novo governo, não
               vou dizer que é ótimo porque                     em
           ...
•   “Não têm médicos, não tem maternidade;”


          •   “Profissionais desqualificados, farmácia
              do povo...
•   “Implantar     aparelhos,      contratação       de
              profissionais       em     áreas     especificas,
  ...
filhos ficam sem ir à escola por
                  condições financeiras;”


              •   “Está    ruim,     falta   ...
•   “Baixa qualificação dos professores,
                  transporte ruim, falta de estrutura dos
                  colég...
8.0 A COMUNICAÇÃO

      É um tópico importante e vista com nebulosidade. Está relacionada à
divulgação das contas pública...
se trata de cidades pequenas. Isto é basilar em qualquer boa empresa de
comunicação, desde que esta se preocupe com a qual...
9.0 ASSISTENCIA SOCIAL

     De modo geral a avaliação dos serviços prestados pela assistência social do
município é vista...
10. A PREFEITA SIMONE SIMÕES NERI


     Tendo tirado média seis, considerada regular, na consulta feita, a prefeita é
vis...
Referente à prefeita Simone. Pedimos aos entrevistados que citassem alguns
pontos positivos e negativos:


     Pontos pos...
Como complemento da pergunta, perguntamos o porquê do não votar na
prefeita;


            •   “Não, pois ela é muito ving...
11.0 O SECRETARIADO


      11.1 Maria da Graça Guimarães (Gracinha) – Administração e Finanças


      A secretária de Ad...
força de vontade e é honesta, só não tem dinheiro para colocar em prática seus
planos com a educação.
          •   “Não t...
•   “Até hoje conseguiu fazer o que prometeu,
              ajuda muito aos moradores;”
          •   “Tem distribuição de...
•   Promete que vai realizar as obras em um
              determinado tempo quando vamos ver já
              passou da da...
Sua avaliação é Ótima, a maioria da população o considera como uma
pessoa comunicativa, participativa, conhece os problema...
A avaliação da rádio está muito dividida, dos 36 entrevistados 16 tem o
costume de ouvir, e participar com opiniões refere...
•   “Ouço os comentários, pois é super
              importante até mesmo pra saber em quem
              votar no ano seg...
•   “Considero o serviço da Câmara regular,
              falta fiscalização aos órgãos públicos. A
              Câmara é...
lado se entrega fácil às bebidas. Citaremos alguns pontos fortes e fracos desse
candidato:


      Pontos Fortes


       ...
foi trabalhador, mas no resto!!! Só se o
                  povo esqueceu o que ele fez.”


      Pontos Fortes


         ...
Nos    quesitos     de   avaliação     dos    secretários,    merece     destaque     o
desconhecimento por parte da comun...
A prefeita Simone é reconhecida como “vingativa” pelos adversários, mas
goza da simpatia e confiança de alguns, vista como...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

AvaliaçãO Municipal 2007 Ba Inhambupe

1.325 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.325
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

AvaliaçãO Municipal 2007 Ba Inhambupe

  1. 1. INHAMBUPE - BA Pesquisa Qualitativa e Opinativa Relatório Final Salvador – 2007 Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 1
  2. 2. Coordenação Geral • Denivaldo da Conceição Fernandes de Oliveira Coordenação Executiva • Denivaldo da Conceição Fernandes de Oliveira Entrevistadores • Milena Amorim • Amanda Pereira • Bruna Ramos • Carla Suelen • Daniel Ramos Elaboração do Relatório da Pesquisa • Denivaldo da Conceição Fernandes de Oliveira • Redação final: Denivaldo da Conceição Fernandes de Oliveira Design e Formatação Gráfica • Daniel Borges Coordenação de Agendamentos • Rose Oliveira Ribeiro • Daniane de Oliveira Souza Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 2
  3. 3. Apresentação É com grande satisfação e sentimento de dever cumprido que estamos disponibilizando o Relatório da Pesquisa “Avaliação do Governo Municipal de Inhambupe/ Ba.” Esta pesquisa, realizada nos dias 28 de fevereiro, 01 e 02 de março de 2007, mapeou e consolidou as principais percepções, expectativas e propostas dos moradores de Inhambupe a respeito da atual gestão municipal. Estamos certos de que as conclusões desta pesquisa serão muito úteis e agregarão indicações relevantes às agendas e às decisões estratégicas da equipe de marketing. Nesta oportunidade agradecemos à valiosa colaboração das 36 pessoas que contribuíram com seus depoimentos sobre o Município de Inhambupe e também ao esforço dedicado pela equipe de entrevistadores. Denivaldo da C. Fernandes de Oliveira contato@competba.com.br denivaldo_estatistico@hotmail.com Sócio diretor / (71) 8107-2433 Visite nosso site www.competba.com.br Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 3
  4. 4. Sumário APRESENTAÇÃO..............................................................................................................................3 1.0 Objetivos......................................................................................................................................5 2.0 Metodologia.................................................................................................................................6 2.1 Especificação Técnica.........................................................................................................6 2.1.1 A pesquisa em Profundidade.....................................................................................6 2.1.2 Público Pesquisado.....................................................................................................6 2.1.3 Seleção dos entrevistados..........................................................................................7 2.1.4 Quantidade e Perfil dos entrevistados......................................................................7 2.2 Modalidade e Procedimentos Práticos para Utilização das entrevistas.........................8 2.2.1 Recursos Técnicos e Humanos.................................................................................9 2.3 A dinâmica do Funcionamento...........................................................................................9 2.4 Dos Profissionais Envolvidos............................................................................................9 3.0 Considerações Iniciais.............................................................................................................10 4.0 Clima Geral do Município........................................................................................................12 5.0 O Município de Inhambupe......................................................................................................16 6.0 A Saúde......................................................................................................................................18 7.0 A Educação...............................................................................................................................20 8.0 A Comunicação.........................................................................................................................23 9.0 Assistência Social....................................................................................................................25 10.0A Prefeita Simone Simões Néri.........................................................................................26 11.0O Secretariado....................................................................................................................29 11.1 Administração e Finanças.........................................................................................29 11.2 Educação.....................................................................................................................29 11.3 Saúde...........................................................................................................................30 11.4 Ação Social.................................................................................................................30 11.5 Agricultura..................................................................................................................31 11.6 Obras...........................................................................................................................31 12.0 O vice-Prefeito Benony Edward Lelys...................................................................................33 13.0 A Rádio.....................................................................................................................................34 Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 4
  5. 5. 13.1 Rádio Digital FM 96.3......................................................................................................34 13.2 Rádio Comunitária Inhambupe FM 104.9......................................................................35 14.0 Câmara de Vereadores............................................................................................................36 15.0 Os Opositores..........................................................................................................................37 16.0 Conclusão................................................................................................................................39 1.0 OBJETIVOS Conhecer as avaliações da população a respeito do cenário político- administrativo municipal, identificando particularmente os atributos da imagem da gestora e de seu secretariado, observando a receptividade ao seu nome para o pleito municipal, a partir do trabalho desenvolvido até o momento. E mais:  Principais problemas encontrados atualmente pela população;  Avaliação da atuação da Prefeita;  Analisar os serviços básicos prestados pela Prefeitura;  Desejo de mudança na atual administração municipal;  Identificar os pontos fortes e fracos da administração e eventuais opositores;  Analisar o atendimento, as críticas e as expectativas da comunidade relacionadas ao secretariado;  Fornecer elementos para a elaboração de um plano de ação para os últimos dois anos. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 5
  6. 6. 2.0 Metodologia 2.1 Especificação Técnica 2.1.1 A Pesquisa em Profundidade; Esta entrevista em profundidade foi realizada com formadores de opinião e com cidadãos comuns.  No primeiro caso, professores, líderes de classe e empresários, funcionários públicos etc.  No segundo caso, os cidadãos comuns são eleitores com renda mensal de até 2 (dois) salários mínimos e residentes no município, tidos como: donas de casa, faxineiras ou diaristas, lixeiros, pedreiros, marceneiros, operários, atendentes, telefonistas, balconistas, trabalhadores do campo etc. Com isso, compreendemos a construção das percepções, atitudes e representações sociais de grupos humanos acerca de temas específicos. Esta técnica foi utilizada em duas perspectivas:  Como principal fonte de dados Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 6
  7. 7.  Como fonte suplementar de dados para subsidiar programas de intervenção e para elaborar instrumentos de pesquisa experimental e quantitativa. 2.1.2 Público Pesquisado; População residente no Município de Inhambupe/ Ba. 2.1.3 Seleção dos Entrevistados (elemento de estudo). Os elementos de estudo foram formados por profissionais de diversas áreas da zona urbana e rural. 2.1.4 Quantidade e Perfil dos entrevistados; A seleção das pessoas entrevistadas obedeceu a critérios de relevância, representatividade e impacto de suas opiniões junto à população em geral ou junto aos seus pares, bem como à sua capacidade de influenciar e de expressar as opiniões de seus segmentos. Partiu-se de uma listagem reduzida que foi sendo ampliada com a indicação de novos nomes pelos próprios entrevistados, em uma disseminação em rede. Também foi necessário lidar com os impedimentos de limitações de agenda de vários entrevistados relevantes que foram solicitados a conceder entrevista, mas cujo contato foi impossibilitado por diferentes razões. Do total de 40 pessoas, foram ouvidas 36 presencialmente, o que gerou mais de 12 horas de entrevistas. Este material foi transcrito e arquivado. A todos foi assegurado o anonimato em relação às opiniões fornecidas. Na impossibilidade de contato direto com alguns entrevistados por constrições de agenda, mas Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 7
  8. 8. visando garantir a sua participação e contribuição. Com isso foi possível realizar o fracionamento das opiniões por temas e dimensões. Foram realizadas 36 sessões de entrevista em profundidade com duração média de uma hora e meia cada, distribuídas da seguinte forma: • 09 Comerciantes • Secretária • 08 Professores • Advogado • 03 Vendedores • Gerente de loja • 03 donas de casa • Farmacêutico • 03 Lavradores • Aposentado • Autônomo • Estudante • Empresário • Domestica Cabe salientar que os resultados desta pesquisa, não são estatisticamente representativos, uma vez que a seleção das amostras não seguiu a critérios de estratificação, e estatísticos que permitam sua extrapolação para universos maiores. No entanto, isso não mitiga a riqueza de seus resultados: eles representam um painel das imagens e representações de segmentos relevantes de nossa sociedade. 2.2 Modalidades e Procedimentos práticos para utilização das entrevistas Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 8
  9. 9. Esta pesquisa foi elaborada e conduzida segundo duas modalidades uma já concluída como acertado no planejamento, e a outra a ser acertada, como complemento da primeira, ambas distintas; uma pesquisa qualitativa, com um universo restrito a 36 pessoas, e uma pesquisa opinativa que deverá envolver mais de 380 indivíduos. A pesquisa qualitativa, apoiada por roteiro semi-estruturado, foi conduzida durante os meses de fevereiro e março de 2007 e abrangeu profissionais representativos de segmentos distintos, residentes tanto na zona urbana quanto na zona rural. 2.2.1 Recursos técnicos e Humanos Os recursos técnicos e humanos tiveram variações conforme as modalidades das entrevistas. As considerações descritas neste relatório estão alicerçadas na experiência com pesquisas em profundidade com contato pessoal direto. 2.3 A dinâmica do Funcionamento A dinâmica do funcionamento foi aplicada em três etapas:  Apresentação informal dos participantes;  Introdução da temática principal, conforme roteiro semi-estruturado que teve o objetivo de documentar algumas opiniões pessoais sem a influência do pesquisador, e preparou psicologicamente o participante para a entrevista.  Aplicação do questionário propriamente dito sobre a avaliação da atual gestão, e a continuidade da gestora na administração e de seu secretariado. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 9
  10. 10. 2.4 Dos Profissionais Envolvidos A equipe responsável pela condução dos trabalhos e pela elaboração do relatório final, foi composta de 6 (seis) profissionais, sendo cinco especialistas com formações distintas, e um supervisor que foi responsável pelo acompanhamento e fiscalização do grupo. 3.0 Considerações Iniciais Uma pesquisa qualitativa tende a captar o que se poderia denominar de “senso comum” da sociedade, que se reflete particularmente nas grandes convergências. Estas são opiniões criadas pelos formadores de opinião e compartilhadas pela maioria dos membros de uma sociedade, e exprimem uma longa construção social. São construídas e disseminadas ao longo do tempo, de maneira parcimoniosa e permanente. De forma mais precisa, uma pesquisa qualitativa dessa natureza permite fazer duas identificações centrais. A primeira, o “senso comum”, idéias de toda natureza que convivem “harmônicamente” na visão social dos membros de uma sociedade, embora necessariamente não tenham qualquer harmonia. O contraditório, porém, não é percebido, na maioria das vezes, pelos seus detentores. A segunda, o “bom senso”, o núcleo racional do senso comum, não contraditório e empiricamente comprovado. O “senso comum” é construído socialmente pela prática coletiva e individual dos membros de uma sociedade determinada, ao longo do tempo. Como se trata de uma construção empírica e espontânea contém, necessariamente, contradições intrínsecas, pouco ou nada percebidas por seus membros, e que se exprimem por meio de comportamentos e idéias, conhecimentos e saberes. Estes últimos podem ser denominados de representações sociais. As representações Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 10
  11. 11. sociais são idéias e imagens intermediárias entre cada membro de uma sociedade e as situações, pessoas, objetos e fenômenos com que convivem diariamente. Traduzem uma forma de conhecimento prático que religa os sujeitos à realidade que os cerca, física ou mentalmente. Essas representações guiam os comportamentos e os relacionamentos dos membros de uma sociedade entre si, servem como âncora para traduzir situações novas e lhes permitem conforto em face das situações desconhecidas, porque as tornam “mais ou menos conhecidas”. As representações sociais são, ao mesmo tempo, um produto e um processo de uma atividade de apropriação da realidade exterior ao pensamento e de elaboração psicológica e social desta realidade. Não existe representação sem objeto, sem experiências, porém, isso não significa que a representação de um objeto esteja adequada à sua natureza. O mundo objetivo que cerca os indivíduos é apreendido por sua subjetividade. Uma subjetividade que é, simultaneamente, individual e coletiva. É por essa razão que o produto de uma pesquisa qualitativa dessa natureza, ao recolher representações sociais de um grupo que tem em comum o fato de viverem em uma mesma sociedade e se identificar como moradores de Inhambupe, ou seja, composto de membros de uma sociedade particular, não objetiva estabelecer nenhuma verdade ou veracidade objetiva, mas simplesmente registrar, de maneira a mais precisa possível, esse aparato indispensável à convivência humana, e que conforma seus comportamentos, atitudes e relacionamentos: as representações sociais. Esses elementos são importantes para a leitura e interpretação dos resultados da pesquisa. O leitor, por isso, não deve estar preocupado se o que dizem os entrevistados corresponde ou não às estatísticas produzidas a respeito de um fenômeno ou processo. Mas, deve ser movido pelo desejo de identificar e conhecer os sentimentos, idéias e imagens, enfim as representações, que os Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 11
  12. 12. entrevistados partilham entre si sobre o presente e o futuro do seu município. E essas representações são importantes, pois são elas que organizam seus sentimentos, ideais e, sobretudo, decisões e ações. Presentes e futuras. Não surpreende, portanto, que haja uma grande convergência nas falas dos entrevistados, tanto quanto ao presente quanto em relação ao futuro de Inhambupe. 4.0 CLIMA GERAL DO MUNICÍPIO A população de Inhambupe aponta o município como uma cidade pequena que não oferece emprego, o ensino deixa a desejar com a baixa qualificação dos professores e a assistência médica local não tem recursos para atender aos moradores de Inhambupe, tendo os mesmos que se deslocarem para capital. É comum ouvir as pessoas atribuírem êxito da prefeitura em relação às obras para a comunidade. Perguntamos aos entrevistados se a prefeitura tem realizado obras importantes, e se eles poderiam citar algumas, Considerações tidas como Boas, • “Sim, estádio e praça da matriz estão sendo reformados.” • “Com certeza, a formação do campo de futebol, da entrada de Inhambupe e as construções de escolas e praças.” • “Sim, ruas e saneamento básico tem feito. Recuperação de obras, assim como o estádio e ruas.” Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 12
  13. 13. • “Sim, melhorou a entrada do município, colocou luzes em todos os lugares, e faz casas em beneficio ao povo.” • “Sim, Implantação de postos de saúde, construção de unidades escolares, pavimentação de ruas, infra-estrutura e rede de esgoto.” Paralelamente as críticas negativas, • “Não, pois a prefeitura faz coisas fúteis, sem levar em conta que o município precisa de muitas coisas.” • “Até hoje nenhuma, quando chove ninguém consegue sair de casa, a prefeita fala que vai melhorar e nada.” • “Não, a única reforma feita foi o calçamento da Igreja, mas falta ajeitar o esgoto das ruas.” Apesar desta boa impressão acerca das obras, há um entendimento geral de que a administração da prefeita Simone é de boa para regular. Registraram-se poucas citações negativas, porém importantes, pois no entendimento do povo a prefeita Simone está muito ausente, mora em Salvador e dá pouca atenção ao município, e quando dá atenção falta comunicação com o povo, • “Dou nota zero a ela pela falta de atenção, não é simples, sabe até Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 13
  14. 14. governar muito bem, mas não é humilde.” • “Já tem dois anos que eu moro aqui e nunca vi a cara da prefeita.” • “Dou nota cinco a ela, pois ela não participa, não olha pros jovens de forma futura.” Apesar do bom atendimento das repartições públicas, a prefeita Simone é tida como uma pessoa vingativa, determinada e corajosa, e tem como ponto muito positivo a honestidade. • “Ela não aceita opinião de ninguém.” • “Ela é vingativa, fama pelos adversários; durona, porque é determinada, pois assume com seus compromissos.” • “É uma pessoa determinada, ela não dá ouvidos à pressão da sociedade, e enfrenta situações diversas com bravura.” Apesar dessas qualidades, a prefeita Simone tem muitos pontos positivos que se sobressaem aos negativos. O ponto mais negativo é, sem dúvida, a comunicação, a maioria das pessoas especialmente as que gostam de se informar sobre as ações da prefeitura, reclamam da falta de comunicação entre o poder público e a comunidade. Se há ineficiência, deve ser reavaliada. A comunicação não deve só informar, mas convencer. Por isso que o trabalho da comunicação precisa ser percebido e caminhar concomitantemente com o trabalho de marketing Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 14
  15. 15. político integrado. Principalmente neste caso especifico de Inhambupe onde se deve buscar o equilíbrio, que poderá ser a chave para o sucesso da mesma e para o êxito eleitoral da atual gestora. Outro ponto negativo foi o secretariado, que teve como principal vilã a secretária Maria da Graça Guimarães Reis (Gracinha) à frente da Secretaria Municipal de Administração e Finanças. Seu desempenho é de ruim para péssimo. Os outros recebem várias críticais, mas, não chegam a esse ponto, que, obviamente merecem ser filtradas pelo nível de insatisfação e comprometimento. A pesquisa demonstrou que os eleitores vêem questões pessoais e de vingança se sobrepondo às questões municipais. Ou seja, a maneira como a prefeita trata um eleitor, é tão mais importante do que uma ação realizada pela prefeitura. Nesta hora, o tratamento dado à população adquire status de questões de estado, pois o bom atendimento gera simpatia e cria expectativas positivas em relação à administração. Conciliar trabalho e bom atendimento é a fórmula apontada pela população para que ela própria aprove a gestão e renove o mandato da gestora. Veremos a seguir que o eleitor sabe diferenciar as características do seu município das cidades com mais recursos. O eleitor espera que a atual prefeita apresente soluções concretas para os problemas; e que ela, pela sua dedicação, coragem e honestidade, esteja à altura deste e de outros mandatos. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 15
  16. 16. 5.0 O MUNICÍPIO DE INHAMBUPE É geral a afirmação de que nós últimos 12 anos, todos os prefeitos que passaram pela prefeitura, e que concluíram seus mandatos, fizeram uma boa administração. Até os atuais opositores que são citados nesta pesquisa têm uma grande aceitação da população, que veremos mais adiante. • “Antigamente, em especial no final de ano, os órgãos governamentais mobilizavam- se para entrega de cestas básicas aos mais necessitados.” Esta é a lembrança de bons tempos de uma vendedora, que gostaria que voltasse este tipo de mobilização. • Antigamente era bom, mas hoje deixa a desejar, mas, tem distribuição de sopão, leite e pães para as pessoas que precisam. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 16
  17. 17. Diz um aposentado comparando a atual administração com gestões passadas. Outro tópico importante está relacionado às festas e a cultura, pois a prefeita não tem dado devida atenção às festas nem faz investimentos para a cultura; • A prefeita não tem dado devida atenção, pois há muito tempo em “termo cultural” não é visto e as festas populares são poucas. • As festas têm diminuído muito, até o São João que era de sete dias agora são quatro dias. • Acabou a micareta que era tradição, a lavagem da Igreja de Nossa Senhora da Conceição é feita pelo povo e a prefeitura deveria apoiar. No que se refere ao atendimento das repartições públicas os moradores de Inhambupe avaliam como bom, a maioria dos entrevistados afirmam que os funcionários precisam de treinamentos para o atendimento se tornar mais eficiente ao público • Apesar de não ser freqüente o atendimento tem sido satisfatório. • O atendimento é rápido em todas as áreas, exceto na saúde. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 17
  18. 18. • Veio a melhorar com o novo governo, não vou dizer que é ótimo porque em Inhambupe é difícil tudo ficar perfeito, até mesmo porque a população não ajuda. 6.0 A SAÚDE Quando o tema é saúde, os sentimentos são de bom para regular, com citações de ruim para péssimo. Tais sentimentos são generalizados e o tema foi eleito por alguns entrevistados como sendo o principal problema do município. A saúde pública de Inhambupe é considerada precária e os termos utilizados para descrevê-la são decadência (infra-estrutura e pessoal), precariedade (equipamentos e especialistas em diversas áreas). A falta da maternidade e de medicamentos foi citada por quase todos os entrevistados. O por quê? • “A marcação da consulta demora e às vezes não tem médico;” • “O hospital Antônio Carlos Magalhães foi erguido em 1945 e até hoje ele se encontra na mesma situação, sem novidades;” Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 18
  19. 19. • “Não têm médicos, não tem maternidade;” • “Profissionais desqualificados, farmácia do povo sem medicamentos.” Deficiências: • “Os pacientes ficam na fila esperando por muito tempo, depois os enfermeiros chegam falando que os médicos estão dormindo e que não podem atender;” • “Faltam médicos e precisamos nos deslocar para fazer cirurgias, pois há carência disso no município;” • “Faltam medicamentos e transportes para locomoção do pessoal da zona rural para zona urbana.” O que falta para melhorar? • “Investimento, reforma no hospital, ampliar o atendimento, pois só atende emergência;” • “Deveria ter fichas e fiscalização para não ter confusão na fila;” Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 19
  20. 20. • “Implantar aparelhos, contratação de profissionais em áreas especificas, atendimento com responsabilidade, pois, às vezes há descasos e falta de ambulâncias”. A falta de maternidade e ambulância foram tópicos lembrados por todos. Embora reconheçam que a saúde no município não é a pior de todas, pois existem cidades piores. 7.0 A EDUCAÇÃO Na questão educação a reclamação mais comum foi o atraso no pagamento dos professores, e o salário, havendo o desestímulo dos professores. Outra reclamação é a falta de reciclagem dos professores. Algumas pessoas identificam a necessidade de fazer cursos profissionalizantes, pois, na cidade há muita dificuldade de se ganhar dinheiro e arrumar emprego. A educação foi qualificada como regular; O por quê? • “O professor já vai trabalhar de má vontade por causa do salário;” • “A educação está péssima, no ensino fundamental ninguém aprende nada, muitas mães levam os filhos para estudar em Salvador, e às vezes os Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 20
  21. 21. filhos ficam sem ir à escola por condições financeiras;” • “Está ruim, falta educação dos diretores, prometem fazer reuniões sobre o pagamento de salários e acaba que nos, professores, não vamos com vontade de dar aula, só para você ver, passamos natal e ano novo péssimo, pois ninguém recebeu décimo terceiro;” • “A educação está regular, a qualidade não é satisfatória, sendo que o pessoal da noite é bem menos favorecido;” Principais problemas: • “No inicio das aulas os professores fazem exame de gravidez, se der positivo não dão aulas;” • “Se os professores ficarem doentes nós ficamos sem aula;” • “A prefeita promete resolver muitos problemas, diz que vai colocar computadores, ajeitar a biblioteca e não faz nada disso e os alunos estão sendo prejudicados;” Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 21
  22. 22. • “Baixa qualificação dos professores, transporte ruim, falta de estrutura dos colégios ligada à falta de livros e a biblioteca.” Ações para melhorar: • “Melhorar o salário e a qualificação dos professores;” • “Colocar cursos comunitários profissionalizantes para os pais e filhos e demais moradores. Muita gente não tem condições de pagar, e aqui pra arranjar emprego está difícil;” • “Qualificar os professores, investimentos em esportes e estruturar as escolas.” Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 22
  23. 23. 8.0 A COMUNICAÇÃO É um tópico importante e vista com nebulosidade. Está relacionada à divulgação das contas públicas, que é o fator determinante da comunidade para com o poder público. Os entrevistados afirmam que não são informados sobre as obras e realizações da prefeitura. Segundo eles, o boca a boca é o veiculo de comunicação que leva mais informações a comunidade e com isso essa chega deturpada algumas vezes. Todos dizem que falta a prefeita encontrar uma forma eficaz de passar informações, pois as utilizadas não fazem com que a população tenha acesso aos resultados das ações públicas. Alguns citaram as propagandas do rádio e do carro de som como sendo puramente deficientes, sem contribuir em nada para melhor informar a comunidade. Compreendendo-se a comunicação pública como sendo a criação de mecanismos que permitam a troca permanente de informações do poder público para a comunidade e desta para com o poder público, verificamos que esta simbiose não está sendo buscada. É preciso lembrar que a divulgação na grande mídia impressiona, mas não tem real influência nas decisões das massas quando Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 23
  24. 24. se trata de cidades pequenas. Isto é basilar em qualquer boa empresa de comunicação, desde que esta se preocupe com a qualidade do serviço e não com os preços dos serviços. Em regra, descuidar da comunicação significa encurtar o período da gestão. Em seguida veremos o porquê da nebulosidade: • “Não passa quase nada na televisão, carro de som só anuncia festas, rádio não tenho tempo para ouvir.” • “Fico sabendo de muitas coisas através do boca em boca, e como a prefeitura não divulga as suas ações e contas, eu também não tenho tempo de ir ao Tribunal de Contas, devido ao serviço.” • “Ninguém sabe de nada, quando vai à assembléia na câmara um fala mal do outro e ninguém faz nada.” • “Aqui na cidade é estranho; a gente só sabe o que não faz e o que faz eles ocultam.” • “Falta passar mais informações por meio de comunicação como: jornal escrito e principalmente rádio.” Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 24
  25. 25. 9.0 ASSISTENCIA SOCIAL De modo geral a avaliação dos serviços prestados pela assistência social do município é vista como ruim, deixando a desejar. Os moradores se queixam que está havendo apadrinhamento neste órgão, pois excluem as pessoas que realmente precisam e só beneficiam as pessoas que votaram na prefeita. • “Deixa a desejar, pois ela exclui as pessoas que não ajudaram a ela, assim sendo, grande parte da população é dividida, uns são ajudados e outros não.” • “Se vê a todo instante situações que poderiam ser alcançadas e não são observadas.” • “Muitas vezes quem ajuda o povo são os vereadores ou o próprio povo.” Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 25
  26. 26. 10. A PREFEITA SIMONE SIMÕES NERI Tendo tirado média seis, considerada regular, na consulta feita, a prefeita é vista como uma guerreira, sendo honesta e determinada em suas decisões. As respostas aos demais quesitos explicam por que. • “Porque entre altos e baixos consegue fazer uma administração coerente;” • “Ela é simples, honesta e ajuda o povo;” • “O que a prefeita fala ela cumpre, não concordo com o que os outros falam no que ela pode ajudar ela ajuda.” • “Daria nota oito a ela, vale ressaltar que ela não convive com o povo de Inhambupe, está muito ausente, com isso lhe dou nota seis.” Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 26
  27. 27. Referente à prefeita Simone. Pedimos aos entrevistados que citassem alguns pontos positivos e negativos: Pontos positivos • Sabe Administrar; • Valoriza as classes • Boa vontade política; inferiores; • Digna e honesta; • Trabalha pela população; • Competente e inteligente; • Tem força de vontade; • Flexível e humana; • Criativa (acompanha a • Determinada e realista; modernização e a tecnologia) Pontos Negativos • Não mora em • Nervosa; Inhambupe; • Prepotente; • Vingativa; • Pessoa de difícil acesso; • Não se preocupa com o • Atraso de Salário; comércio da cidade; • Falta de contato com os • Não tem contato com a eleitores; população; Perguntados sobre o que mais admiram em um político, os entrevistados citaram, prioritariamente: competência, profissionalismo e realizações. Não lembrados nas respostas da pergunta seguinte como traços marcantes da personalidade da prefeita. Numa análise política da questão, podemos afirmar sem medo que o componente vingativo e ausência no município norteiam os entrevistados quando avalaim a prefeita. Quando perguntamos se votariam na prefeita caso as eleições fossem hoje, os entrevistados disseram que não, quase sendo unânimes. Não podemos tirar conclusões sobre estas opiniões, pois, uma pesquisa opinativa deverá ser feita com o intuito de termos resultados fidedignos e uma análise estatística precisa. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 27
  28. 28. Como complemento da pergunta, perguntamos o porquê do não votar na prefeita; • “Não, pois ela é muito vingativa e ausente;” • “Devido suas carências e falhas, darei oportunidade a outras pessoas;” • “Devido a atual gestão dela que não satisfaz as necessidades do povo, que busca mudanças em novos conceitos de governo;” O resultado atual reflete o quadro de instabilidade da administração quanto ao seu futuro eleitoral. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 28
  29. 29. 11.0 O SECRETARIADO 11.1 Maria da Graça Guimarães (Gracinha) – Administração e Finanças A secretária de Administração e Finanças é considerada péssima pela população, que se queixa que ela não atende de forma receptiva. A maioria afirma que ela é mal educada e não sabe tratar o povo. • “Ela é muito ignorante com o povo, não tem tratamento qualificado com a população;” • “Não tem carisma com a sociedade;” • “O dinheiro fica escondido ninguém sabe como foi gasto.” • “Pois até os próprios funcionários ela trata mal.” 11.2 Adalgiza Helena Rocha Oliveira – Educação A análise do desempenho da secretária é boa. As pessoas falam que ela faz esforço para que seu atendimento com as pessoas seja eficaz e que tem muita Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 29
  30. 30. força de vontade e é honesta, só não tem dinheiro para colocar em prática seus planos com a educação. • “Não tenho contato com ela, mas, fico sabendo através do boca a boca que é uma pessoa boa e tem um ar de liderança e é humilde.” • “Ela veste a camisa da prefeitura, quer tomar a frente para resolver os problemas, isso de certa forma é bom reconhecendo trabalho de todos é claro.” 11.3 Ana Cristina da Cruz Néri (Aninha) - Saúde O trabalho desta é considerado regular. Disseram que ela poderia trazer mais médicos para a cidade, assim fica muito a desejar. • “O básico ela faz, sendo que precisa de melhorias junto à prefeita.” • “Ela atualmente está tomando as providências em relação a médicos e medicamentos, mas a prefeitura não tem dinheiro.” 11.4 Genaide Maria Azevedo Ramos Silva – Ação Social Sua avaliação é tida como boa, as pessoas falam que ela consegue fazer tudo o que promete e que desenvolve com competência os programas sociais. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 30
  31. 31. • “Até hoje conseguiu fazer o que prometeu, ajuda muito aos moradores;” • “Tem distribuição de alimentos para as pessoas que precisam, e tem trabalhos pros jovens talentos onde tem muitos cursos.” 11.5 Tiago Dantas Martins - Agricultura Pouco conhecido. As pessoas nem sequer ouvem falar dele, e os poucos que conhecem falam bem, mas dizem que seu trabalho deixa a desejar. • “Apesar de competente, a prefeita não permitiu que ele realizasse seu trabalho.” • “Infelizmente Inhambupe peca em relação à informação, não temos muito acesso, não o conhecemos.” • “Não tenho acompanhado o trabalho dele, embora escuto falar muito bem do seu trabalho.” 11.6 Rubens Simões Araújo – Obras As pessoas em geral falam mal do seu trabalho, é tido como enrolado, pois sua avaliação é ruim. Muitas pessoas dizem que ele utiliza muito o carro da prefeitura para si próprio. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 31
  32. 32. • Promete que vai realizar as obras em um determinado tempo quando vamos ver já passou da data e está tudo mal feito; • É tido como pessoa enrolada, promete as obras e não cumpre; 12.0 Benony Edward Lelys – Vice – Prefeito Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 32
  33. 33. Sua avaliação é Ótima, a maioria da população o considera como uma pessoa comunicativa, participativa, conhece os problemas da cidade, e apesar de ter sido padre é um bom conselheiro. • “Ele fez muito pela população, acompanha a prefeita Simone nas reuniões, é uma pessoa inteligente;” • “Não tenho o que reclamar, foi padre, eu freqüentava as missas, e hoje ele deveria ser o prefeito da cidade, não falando mal de Simone que é uma ótima pessoa, mas, ele ajuda e dá muito conselho quando precisamos.” • “Pessoa inteligente, mas poderia ter um gabinete para ajudar na atuação da prefeita.” 12.0 A RÁDIO 12.1 Rádio Digital FM 96.3 Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 33
  34. 34. A avaliação da rádio está muito dividida, dos 36 entrevistados 16 tem o costume de ouvir, e participar com opiniões referentes à política de Inhambupe, e 18 não ouvem, pois acham o horário muito cedo, e também não confiam nas opiniões transmitidas pelo entrevistador Ailton. • “Fico informada das coisas que a prefeita faz, humilhando o povo recentemente através de um concurso mal formulado. Também confio muito na rádio, pois a maioria das opiniões é transmitida pela população.” • “Escuto todos os dias, porque as notícias são atualizadas diariamente e tenho super interesse nas questões relacionadas à política. Não sei se as informações ditas pelo apresentador são confiáveis, algumas vezes fico na dúvida em quem confiar. O boca a boca da cidade nem sempre é real.” 12.2 Rádio Comunitária Inhambupe FM 104.9 Os moradores de Inhambupe não têm o costume de ouvir a rádio comunitária da cidade, os mesmos não confiam nas notícias e nas opiniões emitidas pala rádio, mas, uma pequena parcela dos entrevistados ouve e confia nas informações e acha muito importante para saber em quem votar no ano seguinte. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 34
  35. 35. • “Ouço os comentários, pois é super importante até mesmo pra saber em quem votar no ano seguinte;” • “Parei de ouvir e não confio mais nas informações transmitidas pela rádio. Por que quando as denúncias são apuradas, quem faz sempre some;” • “Não gosto desta rádio, porque é influenciada pelo antigo prefeito, prefiro a digital FM.” Dentre as rádios que os entrevistados mais ouvem, estão em destaque a Digital FM, Sociedade de Salvador, FM Serrinha e Morena FM. 13.0 CAMARA DE VEREADORES Os serviços prestados pela Câmara de Vereadores de Inhambupe são satisfatórios, os entrevistados classificam como bons, mas, há muitos comentários sobre a falta de comunicação da prefeita com a Câmara. Disseram nitidamente que a Câmara faz oposição a prefeita. Esta ação é mal vista pelos entrevistados. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 35
  36. 36. • “Considero o serviço da Câmara regular, falta fiscalização aos órgãos públicos. A Câmara é oposta à prefeita, pois possui a maioria dos vereadores, não apóio esses fatos, tem que ser discutidos e avaliados para o beneficio do povo, e não brigas particulares.” • “Os serviços prestados pela Câmara são ótimos, mas sei que alguns vereadores fazem oposição a prefeita, isso pela divisão política, uns são contras e outros a favor, não aprovo essas ações, alguns falam coisas que a prefeita não faz, difamando a sua imagem.” • Eu não aprovo e não aceito a postura da Câmara em relação às ações tomadas contra a prefeita, eles deveriam trabalhar juntos pela comunidade, não deixando transparecer ao público a rivalidade. 14.0 OS OPOSITORES Perguntamos aos entrevistados a opinião sobre os dois eventuais candidatos a prefeito de Inhambupe, se acham que eles podem se tornar prefeito e citar pontos fortes e fracos deles. O Sr. Euberto Luis, por nunca ter sido prefeito, as pessoas apostam em sua candidatura, sendo quase unânime sua aprovação para as próximas eleições de 2008. É tido como comunicativo e carismático, é querido por todos, mas de outro Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 36
  37. 37. lado se entrega fácil às bebidas. Citaremos alguns pontos fortes e fracos desse candidato: Pontos Fortes • Comunicativo • Nunca foi prefeito • Carismático • Trabalhador • Muito Popular • A fraqueza dos • Preparado adversários • Tem visão de • Não é vingativo crescimento • Inteligente • Bom administrador • Mora em Inhambupe Pontos Fracos • Gosta de ganhar dinheiro • Novo na política • Bebe muito • É ausente • O seu partido • Faz política de oba-oba • O social • A inocência • Fácil de manipular • Grosso Já o ex-prefeito possível candidato, Leônidas Simões, teve uma péssima avaliação pessoal e administrativa, é tido como preguiçoso e mau gestor. Foi prefeito por três vezes e deixou a desejar, sua administração é parecida com a de Simone, mas ele é popular e ela não. • “Não voto nele, o ministério público e a justiça eleitoral já disse tudo, porém quando prefeito no primeiro mandato Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 37
  38. 38. foi trabalhador, mas no resto!!! Só se o povo esqueceu o que ele fez.” Pontos Fortes • Acolhedor • Auto-confiante • Popular • Bom demais • Honesto • Fiel a Inhambupe • Liberal • Vive em Inhambupe • Ajuda a população • Caridoso • Estrategista Pontos Fracos • Deixa-se levar por • Acomodado fofocas • Esquece dos amigos • O último mandato quando ganha • Desonesto • Mau administrador • Desorganizado • Liberal • Ambicioso 15.0 CONCLUSÃO Os resultados desta pesquisa qualitativa, onde foi utilizado o método de entrevistas em profundidade, apontam um quadro ruim para a atual gestão municipal. A análise que parece simplista foi extraída de informações da quase totalidade dos entrevistados. E aqui não cabe maquiar os fatos, mas sim analisá- los à luz da ciência política que nos remete a uma conclusão insofismável: a percepção das pessoas é de que a administração é ruim e a prefeitura não dispõe de uma comunicação eficaz com o município, pois, “o tamanho do sucesso de um governo está diretamente ligado à imagem pessoal do gestor”. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 38
  39. 39. Nos quesitos de avaliação dos secretários, merece destaque o desconhecimento por parte da comunidade referente ao senhor Tiago Dantas Secretário de Agricultura. Na maior parte dos casos se avaliou a pessoa do secretário e os seus modos no trato com a população. Mereceu loas a secretária de Educação, Adalgiza Helena Rocha, Genaide Maria, à frente da Secretaria de Ação Social, e o ponto negativo foi à Secretária Maria da Graça (Gracinha), pois a comunidade considera sua administração péssima pela falta de receptividade. As obras mais citadas pelos entrevistados foram a Praça da Matriz, o Estádio e a entrada da cidade. Ficaram patentes nas respostas o desapontamento com o saneamento básico e a ausência de valas para escoamento da água das chuvas. Na saúde, as críticas são diversas, questiona-se a falta de equipamentos, de médicos especialistas, demora na marcação das consultas, desorganização no atendimento e principalmente a falta da maternidade e de medicamentos. Apesar dos problemas citados na Educação, que não foram poucos, o trabalho desenvolvido pela secretária Adalgiza foi bem avaliado, pois tem muita força de vontade para resolver os problemas. Contudo, identificaram a necessidade de capacitar os professores. O atraso do salário, lembrado por quase todos os professores entrevistados, é visto pelos mesmos como principal motivo de desânimo em sala de aula. A comunicação governamental deixa muito a desejar, não havendo, segundo os entrevistados, que afirmam receber as informações pelo tradicional boca a boca. Falta estratégia de impulsão e feedback na comunicação oficial. O cuidado com a comunicação e o marketing se agiganta quando constamos que falta uma marca para a administração da prefeita Simone. Falta elencar prioridades a abrir um canal de diálogo com a população. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 39
  40. 40. A prefeita Simone é reconhecida como “vingativa” pelos adversários, mas goza da simpatia e confiança de alguns, vista como uma mulher guerreira e honesta, mas, não conseguiu ainda transformar esses sentimentos populares com relação a sua pessoa, em satisfação com o governo. Eis o desafio que se impõe a Prefeita Simone neste momento. Rua Francisco Gonçalves, 01 Edf: Reitor Miguel Calmon – Comércio Tel. (71) 3327-0858 contato@competba.com.br Página 40

×