Laudo da necropsia de Chael

808 visualizações

Publicada em

Chael Charles nasceu em 23 de setembro de 1946, na cidade de São Paulo (SP).

Na apresentação, documentos do Hospital Central do Exército que provam que sua morte ocorreu sob tortura.

http://www.cnv.gov.br/

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
808
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Laudo da necropsia de Chael

  1. 1. LAUDO DE NECROPSIA DE CHAEL CHARLES SCHREIER
  2. 2. CASO CHAEL CHARLES SCHREIER Laudo de necropsia
  3. 3. “(...) fratura com infiltração hemorrágica na junção das terceira, quarta, quinta e sexta costelas direitas com a respectiva cartilagem costais e fratura da segunda, terceira, quarta, quinta, sexta, sétima, oitava costelas esquerdas, com infiltração hemorrágicas. [sic]” “(...) no exame do abdome percebe-se sangue líquido em todos os espaços, em grande quantidade; o baço está íntegro; o estômago contém líquido pardo esverdeado e mucosa normal; o fígado e vesícula biliar não apresentam lesões; percebe-se extensas roturas com infiltração hemorrágica nos mesocolon transverso e mesontério ... [sic]” CASO CHAEL CHARLES SCHREIER Laudo de necropsia
  4. 4. CASO CHAEL CHARLES SCHREIER Laudo de necropsia
  5. 5. Feridas descritas no Laudo de Necropsia feito pelo Hospital Central do Exército Parte do corpo Tipo de ferida Localização Mancha azulada com infiltração hemorrágica. Manchas róseas-azuladas com infiltração hemorrágica. Pálpebras. Escoriações pardo-avermelhadas irregularmente ovaladas. Malar esquerdo. Escoriações pardo-avermelhadas irregularmente ovaladas. Zigomática e orbitária direitas. Ferida de bordas irregulares já suturada com fio de náilon. Cabeça e pescoço Pavilhão auricular esquerdo. Região mentoneira (mentoniana) CASO CHAEL CHARLES SCHREIER Laudo de necropsia
  6. 6. Feridas descritas no Laudo de Necropsia feito pelo Hospital Central do Exército Parte do corpo Tipo de ferida Localização Manchas rosadas e irregulares. Escoriação pardo-escura, irregular, em forma do algarismo “3”. Região mamária esquerda em direção ao rebordo costal esquerdo, que estava deprimido, com infiltração hemorrágica. Manchas azuladas, com infiltração hemorrágica. Tórax, Abdome e Dorso Região esternal, hipocôndrios, região epigástrica, flancos e na projeção das espinhas ilíacas ântero-superiores. Na região glútea, na dorsal direita, na escapular direita, na escapular esquerda e na deltoideana esquerda. CASO CHAEL CHARLES SCHREIER Laudo de necropsia
  7. 7. Feridas descritas no Laudo de Necropsia feito pelo Hospital Central do Exército Parte do corpo Tipo de ferida Localização Escoriações pardo-avermelhadas. Manchas rosadas, com infiltrado hemorrágico. Face externa dos terços médio e inferiores do braço esquerdo; e no bordo posterior do antebraço esquerdo. Escoriação pardacenta. Face posterior do cotovelo esquerdo. Escoriação linear pardo-avermelhada. Bordo interno do punho esquerdo. Escoriações irregularmente ovaladas e pardo-avermelhadas e mancha rosada. Na parte anterior deltoideana direita. Manchas ovaladas e róseo azuladas. Na face interna do cotovelo direito e no bordo do terço inferior do antebraço direito. Pequenas escoriações pardoavermelhadas disseminadas. Nas faces anteriores dos joelhos, no segundo pododáctilo direito e na face posterior do terço superior da coxa direita. Manchas azuladas, com infiltração hemorrágica. Membros Região deltoideana esquerda. Face posterior do terço médio da coxa esquerda. CASO CHAEL CHARLES SCHREIER Laudo de necropsia da região
  8. 8. Achados internos do Laudo de Necropsia feito pelo Hospital Central do Exército Sangue em grande quantidade na cavidade peritoneal e no abdome. Fratura com infiltração hemorrágica na junção da terceira, da quarta, da quinta e da sexta costelas do lado direito com a respectiva cartilagem costal. Fratura da segunda, terceira, quarta, sexta, sétima e oitava costelas do lado esquerdo, com infiltração hemorrágica. Infiltrado hemorrágico no tecido subcutâneo da metade superior da região esternal e na altura da região epigástrica. Coração – petéquias sub-epicárdica. Extensas roturas, com infiltração hemorrágica, nos mesocolon transverso e mesentérico. Pequena infiltração hemorrágica no retro peritônio direito. A face profunda do couro cabeludo apresenta infiltração hemorrágica vermelha na metade esquerda. Músculo temporal esquerdo parcialmente infiltrado por sangue, enquanto o direito tem cor pardo-avermelhada. Discreto lençol hemorrágico subdural. CASO CHAEL CHARLES SCHREIER Laudo de necropsia
  9. 9. Causa Morte constatada: Contusão abdominal com roturas do mesocolon transverso e mesentérico, com hemorragia interna, por ação contundente, como respondido no segundo quesito do Laudo. CASO CHAEL CHARLES SCHREIER Laudo de necropsia

×