CASO SEVERINO VIANA COLOU
Nascido em Caruaru (PE), em 1930. Severino Viana Colou, ex-presidente
da Associação de Cabos e Sargentos da PM do Estado d...
Ofício assinado pelo Tenente Coronel Ary Pereira
de Carvalho informa que Severino Viana Colou
“encontra-se preso incomunic...
Assinaram o laudo pericial do local de morte os legistas Euler Moreira de
Moraes e Erivaldo Lima dos Santos. De acordo com...
O laudo pericial do local de
morte foi assinado pelos
sargentos Euler Moreira de
Moraes e Erivaldo Lima dos
Santos.

CASO ...
CONCLUSÃO
“(…) efetuou rodopios da esquerda para a direita
até que com essa ação as duas pernas da calça
enrolaram-se, pas...
O corpo de Severino Viana Colou somente deu entrada no IML/RJ em 2
de junho, vindo do Hospital Central do Exército, onde f...
CASO SEVERINO VIANA COLOU
Laudo de necropsia
“Em ambas as pernas, na altura da canela apresentava
ferida contusa e escoriações generalizadas pelo tronco.
Nas nádegas a...
CASO SEVERINO VIANA COLOU
Laudo de necropsia
CASO SEVERINO VIANA COLOU
Laudo de necropsia
CASO SEVERINO VIANA COLOU
Laudo de necropsia
“Segundo entrevista realizada pelo jornalista Elio Gaspari com o tenente-coronel Luiz
Helvécio da Silveira Leite, oficial ...
Apresentação sobre a morte de Severino
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação sobre a morte de Severino

747 visualizações

Publicada em

Nascido em Caruaru (PE), em 1930, Severino Viana Colou, ex-presidente da Associação de Cabos e Sargentos da PM do Estado da Guanabara, foi preso e morreu em uma cela da 1ª Cia. da Polícia do Exército (Vila Militar) no Rio de Janeiro.

De acordo com o IPM 1.478, realizado pelo quartel-general da 1ª Divisão de Infantaria, ele estava preso e foi encontrado morto por volta das 11h35min de 24 de maio de 1969, enforcado com a própria calça, presa em uma das barras da cela.

http://www.cnv.gov.br/

Publicada em: Notícias e política
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação sobre a morte de Severino

  1. 1. CASO SEVERINO VIANA COLOU
  2. 2. Nascido em Caruaru (PE), em 1930. Severino Viana Colou, ex-presidente da Associação de Cabos e Sargentos da PM do Estado da Guanabara, foi preso e morreu em uma cela da 1ª Cia. da Polícia do Exército (Vila Militar) no Rio de Janeiro. De acordo com o IPM 1.478, realizado pelo quartelgeneral da 1ª Divisão de Infantaria, ele estava preso e foi encontrado morto por volta das 11h35min de 24 de maio de 1969, enforcado com a própria calça, presa em uma das barras da cela. CASO SEVERINO VIANA COLOU
  3. 3. Ofício assinado pelo Tenente Coronel Ary Pereira de Carvalho informa que Severino Viana Colou “encontra-se preso incomunicável na 1ª Cia. PEx – Vila Militar”. O ofício é datado de 23 de maio de 1969, um dia antes da morte de Severino nas dependências da PE. CASO SEVERINO VIANA COLOU Ofício comunicando a prisão de Severino Colou
  4. 4. Assinaram o laudo pericial do local de morte os legistas Euler Moreira de Moraes e Erivaldo Lima dos Santos. De acordo com o boletim de março de 1974 da Anistia Internacional e o livro Oposição no Brasil, Hoje, de Marcos Freire, é falsa a versão oficial de que Severino teria se suicidado ao se enforcar em sua cela. Em declarações prestadas à época, em auditorias militares, os presos políticos Antônio Pereira Mattos, Ângelo Pezzuti da Silva e Afonso Celso Lana Leite denunciaram as torturas sofridas por Severino na Vila Militar. CASO SEVERINO VIANA COLOU
  5. 5. O laudo pericial do local de morte foi assinado pelos sargentos Euler Moreira de Moraes e Erivaldo Lima dos Santos. CASO SEVERINO VIANA COLOU Laudo pericial de local de morte
  6. 6. CONCLUSÃO “(…) efetuou rodopios da esquerda para a direita até que com essa ação as duas pernas da calça enrolaram-se, passando a constituir um tirante único. Com a continuação dos movimentos, a pressão produzida passou a agir diretamente sobre o pescoço, causando o desfalecimento.” CASO SEVERINO VIANA COLOU Laudo pericial de local de morte
  7. 7. O corpo de Severino Viana Colou somente deu entrada no IML/RJ em 2 de junho, vindo do Hospital Central do Exército, onde foi feita a necropsia que confirmou a versão de falso suicídio forjada na 1ª Cia. de Polícia do Exército. No laudo da necropsia consta o nome dos médicos Rubens Pedro Macuco Janini e Hargreaves de Figueiredo Rocha. O atestado de óbito teve como declarante José Severino Teixeira e informa que Severino foi enterrado como indigente no Cemitério da Cacuia, na Ilha do Governador, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). CASO SEVERINO VIANA COLOU
  8. 8. CASO SEVERINO VIANA COLOU Laudo de necropsia
  9. 9. “Em ambas as pernas, na altura da canela apresentava ferida contusa e escoriações generalizadas pelo tronco. Nas nádegas apresentava hematomas de formato irregular.” CASO SEVERINO VIANA COLOU Laudo pericial de local de morte
  10. 10. CASO SEVERINO VIANA COLOU Laudo de necropsia
  11. 11. CASO SEVERINO VIANA COLOU Laudo de necropsia
  12. 12. CASO SEVERINO VIANA COLOU Laudo de necropsia
  13. 13. “Segundo entrevista realizada pelo jornalista Elio Gaspari com o tenente-coronel Luiz Helvécio da Silveira Leite, oficial do CIE, sobre a morte de Chael Charles Schreier ocorrida em 21 de novembro de 1969, na 1ª Companhia da PE, era procedimento rotineiro naquele lugar encobrir mortes sob tortura: ‘Fechava-se o caixão, proclamava-se o suicídio e sepultava-se o morto. O método já dera certo duas vezes, naquele mesmo quartel. Em maio, com Severino Viana Colon [sic], e, em setembro, com Roberto Cieto [sic]’.” Retirado do livro Dossiê Ditadura: Mortos e Desaparecidos Políticos no Brasil (1964-1985), p. 137 e 138 CASO SEVERINO VIANA COLOU

×