SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
PROJETO VALORIZAÇÃO DAS NASCENTES URBANAS NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIBEIRÕES 
ARRUDAS E ONÇA 
VISTORIA: PRÊMIO ANA 2014 
. 
31 DE OUTUBRO DE 2014
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
INTRODUÇÃO 
O Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas é uma iniciativa do Comitê da Bacia 
Hidrográfica do Rio das Velhas e dos Subcomitês dos Ribeirões Arrudas e Onça. Viabilizado por 
meio dos recursos obtidos com a Cobrança pelo Uso das Águas da Bacia do Rio das Velhas - que 
atinge empresas usuárias que retiram água diretamente da natureza - no primeiro momento o 
projeto procurou mobilizar e sensibilizar as comunidades para o cadastramento das nascentes 
urbanas e de seus "cuidadores”. 
Protagonistas de pequenas, mas importantes histórias de conservação e preservação de 
dezenas de nascentes urbanas, os cuidadores são pessoas que, de forma voluntária e 
despretensiosa, contribuem diretamente para a melhoria da quantidade e da qualidade das águas 
da Bacia. Por isso mesmo, precisam ser reconhecidos e valorizados e merecem receber apoio para 
o belíssimo trabalho que já desenvolvem. 
Durante o estudo - que conciliou a parte teórica com um levantamento de campo - as 
áreas foram mapeadas por meio de georreferenciamento e foi feito um diagnóstico das principais 
características de cada nascente, considerando os aspectos ambientais, a distribuição espacial e a 
tipologia. Foram cadastradas 183 nascentes na Bacia do Ribeirão Arrudas e 172 na Bacia do 
Ribeirão Onça. 
Desse total, 60 nascentes foram selecionadas para receberem um plano de ação, metade 
pertencente à Bacia Hidrográfica do Ribeirão Arrudas e outra metade pertencente à Bacia 
Hidrográfica do Ribeirão Onça. Com o desenvolvimento desses planos, o que se pretende é colocar 
em prática um conjunto de iniciativas em prol da recuperação e conservação dessas nascentes. 
Todas as informações contidas nesse roteiro foram retiradas do catálogo digital do projeto 
disponível em http://www.agbpeixevivo.org.br/nascentesurbanas/. Ao navegar por este site você 
poderá saber mais sobre o Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas - que pretende servir de 
modelo para implantação futura em outras bacias - e compreender a importância dessas nascentes 
e de seus cuidadores para a melhoria da quantidade e da qualidade das águas da Bacia do Rio das 
Velhas.
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
ROTEIRO
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
Horário de saída: 08hs 
Local: Rua dos Carijós 150 – Centro – em Frente às sedes do CBH Rio das Velhas e da AGB Peixe 
Vivo 
 Ponto 1: AR 060 - Ribeirão Arrudas - Sub-bacia Córrego Navio Baleia - Rua Alegria 
Distância em relação ao local de saída: 4,3km – tempo estimado de 20min 
 Ponto 2: ON 021 - Ribeirão Onça - Sub-bacia de contribuição direta do Ribeirão Onça - 
Nascente Rua Lírio da Cruz 
Distância em relação ao ponto 1: 15,7km – tempo estimado de 25min 
 Ponto 3: AR 011 - Ribeirão Arrudas - Sub-bacia Córrego Ferrugem - Rua Das Paineiras 
Distância em relação ao ponto 2: 23km – tempo estimado de 35min
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
PONTO 1 
AR 060 - RIBEIRÃO ARRUDAS - SUB-BACIA CÓRREGO NAVIO BALEIA - RUA ALEGRIA 
Cuidador: Ernesto Soares da Conceição (Sr. Nonô) 
Endereço: Endereço para correspondência: Rua Alegria, 164 - Bairro Paraíso - Belo Horizonte – MG 
ESTUDO TÉCNICO 
A nascente AR060 encontra-se localizada na rua Alegria, 164, no Bairro Pompéia, em Belo 
Horizonte, em uma área recuperada e é preservada por uma referência na comunidade local, 
Ernesto Soares da Conceição, conhecido como “Seu Nonô” que há anos realiza diversas 
intervenções na bacia. Trata-se de uma figura emblemática reconhecida pela comunidade que 
transformou toda a realidade de uma área e que desenvolve inúmeras ações para a melhoria 
ambiental na área. 
Dentre as ações implantadas, merecem destaque a criação de uma rede de esgoto 
condominial, que captou os efluentes das residências que despejavam diretamente no córrego na
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
propriedade pertencente a sua mãe. Além disso, ele direcionou o córrego do Joões para essa rede 
haja vista a quantidade de efluentes que o canal transporta. A implantação dessa rede foi 
acompanhada da remoção de toneladas de entulhos e da consequente revitalização do canal fluvial 
dentro do terreno, onde ocorre a exfiltração de água e a formação de um curso d`água com 
características totalmente diferentes daquelas existentes nos trechos contaminados do córrego do 
Joões. 
Destaca-se que esse processo é acontecido desde o início da década de 1990 e que nos 
últimos anos tem contado com a ajuda de Augusto, que auxilia o “Sr. Nonô” nas atividades 
desenvolvidas e que atualmente reside na propriedade. Além deles, o envolvimento de outras 
pessoas tais como João Geraldo Almeida, conhecido como João Petrobrás e Mércia Inês Pereira do 
Nascimento tem sido de grande importância para a valorização das ações empreendidas. 
No que se refere aos parâmetros analisados pelo IGAM, as nascentes encontram-se em 
bom estado, com exceção da proximidade com equipamentos urbanos e da facilidade de acesso, 
motivo pelo qual são consideradas como de “Classe B”, com bom grau de proteção bom nascentes. 
Cabe destacar ainda, que essa situação se altera completamente durante períodos 
chuvosos, quando o córrego dos Joões aumenta a vazão e parte do volume de água contaminada 
com efluentes e resíduos de diferentes tipos contaminam o trecho no qual Sr. Nonô tem realizado 
as intervenções. Ressalta-se ainda, que Sr. Nonô e Augusto adquiriram uma propriedade a 
montante, no intuito de recuperá-la do ponto de vista ambiental, para qual se prevê a proposição 
de um plano de ação para a recuperação e melhoria ambiental das nascentes. 
No que se refere à qualidade das águas, a nascente AR060 apresentou valores de 
coliformes totais, coliformes fecais e salmonela fora dos parâmetros determinados na Portaria n° 
518 do Ministério da Saúde (14500, 3800 e 200 UFC/100 mL respectivamente), haja vista que essa 
regulamentação propõe a ausência desses parâmetros como limite de potabilidade. Destaca-se 
que o limite de detecção do método de turbidez é de 50 N.T.U., valor superior ao limite de 5 
N.T.U., estabelecido pela regulamentação utilizada. Os demais parâmetros encontram-se dentro 
dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A água associada a essa nascente é fruto do 
esforço de seu cuidador, que tem realizado inúmeras intervenções na área que contribuem 
significativamente para a melhoria da qualidade de parte do córrego dos Joões. Apesar disso, a 
área é constantemente inundada durante eventos chuvosos pela água do rio contaminada por 
esgoto, o que se reflete nos parâmetros microbiológicos.
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
A pedido do cuidador, a água de uma cisterna localizada próxima ao córrego também foi 
analisada e dentre os parâmetros analisados, verificou-se a alteração no pH, cujo valor de 5,44 não 
encontra-se compreendido entre 6 e 9,5 estabelecido pela Portaria n° 518 do Ministério da Saúde. 
Destaca-se que o limite de detecção do método de turbidez é de 50 N.T.U., valor superior ao limite 
de 5 N.T.U., estabelecido pela regulamentação utilizada. Os demais parâmetros encontram-se 
dentro dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A água dessa nascente é utilizada pelos 
moradores para usos que não o consumo humano. 
RESUMO DO PLANO DE AÇÃO 
Instalação de uma rede condominial, por meio de parceria com a Copasa, para direcionar 
os lançamentos de esgoto da vizinhança que atingem a nascente. Além disso, propõe-se parceria 
com a Prefeitura de Belo Horizonte para o desvio de parte do fluxo de água pluvial hoje 
direcionado ao córrego dos Joões para o córrego Navio Baleia. Outra atividade prevista é o plantio 
de árvores nativas e frutíferas que possuem sistema de raízes profundo, com o intuito de evitar 
futuros deslizamentos de terra. O plano também inclui ações de educação ambiental com o 
envolvimento de familiares e vizinhos. 
PONTO 2 
ON 021 - RIBEIRÃO DO ONÇA - SUB-BACIA DE CONTRIBUIÇÃO DIRETA DO RIBEIRÃO ONÇA - 
NASCENTE RUA LÍRIO DA CRUZ 
Cuidador: Itamar de Paula Santos
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
Endereço: Rua Lírio da Cruz, 195 - Ribeiro de Abreu Município: Belo Horizonte - MG 
ESTUDO TÉCNICO 
A nascente ON021 encontra-se localizada na área de uma liderança local - Itamar, onde existe um 
lago utilizado para a criação de peixes. A presença dessa nascente é conhecida por muitos dos 
moradores do bairro, que valorizam as iniciativas do proprietário associadas à proteção da 
nascente. O próprio Itamar demonstra muito conhecimento acerca da importância ambiental das 
nascentes e levanta questionamentos importantes acerca de questões ambientais na comunidade. 
A presença de vegetação alterada, bem como a proximidade da nascente de 
equipamentos urbanos, existência de uso e a facilidade de acesso se refletem no IGAM, motivo 
pela qual ela é considerada “Classe C”, com grau de proteção às nascentes razoável. 
No que se refere à qualidade das águas, a nascente ON021 apresentou valores de 
coliformes totais e coliformes fecais fora dos parâmetros determinados na Portaria n° 518 do 
Ministério da Saúde (6600 e 600 UFC/100 mL, respectivamente), haja vista que essa 
regulamentação propõe a ausência desses parâmetros como limite de potabilidade. Além disso, os 
valores de cor (25 mg L-1Pt/Co) e turbidez (<100 N.T.U.) estão fora dos limites estabelecidos, que
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
são de 15 mg L-1Pt/Co e 50 N.T.U respectivamente. Os demais parâmetros encontram-se dentro 
dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A água dessa nascente é utilizada pelos 
moradores para criação de peixes. 
Cabe destacar que a área do entorno da nascente apresenta um alto grau de 
impermeabilização. 
RESUMO DO PLANO DE AÇÃO 
As principais ações previstas são a conclusão das obras do muro de arrimo existente no 
terreno e a escavação de um poço de infiltração a montante da nascente, com o objetivo de 
direcionar a água pluvial e facilitar sua infiltração. Para ajudar a garantir a estabilidade do terreno, 
serão plantadas espécies herbáceas sobre o muro. Como medida de educação ambiental será 
realizada uma oficina sobre o cuidado com as águas. 
PONTO 3 
AR 011 - RIBEIRÃO ARRUDAS - SUB-BACIA CÓRREGO FERRUGEM - RUA DAS PAINEIRAS 
Cuidador: Ricardo de Freitas Carvalho 
Endereço: Rua das Paineiras, 1722 – Eldorado - Contagem – MG
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
ESTUDO TÉCNICO 
A nascente AR 011 está situada na Escola Municipal Antônio Carlos Lemos, Rua das 
Paineiras, número 1500, no bairro Eldorado, município de Contagem. Essa escola foi fundada no 
ano de 1998 e atende a 150 estudantes, crianças, adolescentes e jovens, sendo referência em 
Contagem no ensino especial para alunos com algum tipo de deficiência, física ou intelectual. 
Anteriormente o prédio sediava a Secretaria Municipal de Educação de Contagem. 
O terreno em que se localiza a nascente é confrontante ao Parque Ecológico do Eldorado. A 
escola desenvolve atividades relacionadas ao plantio e à manutenção de uma horta com o uso de 
água dessa nascente. 
O grau de impermeabilização do terreno foi avaliado como baixo. A diretora da escola 
mostrou-se empenhada em desenvolver ações que promovessem o envolvimento dos alunos da 
escola e interesse na realização de parcerias com o Parque Ecológico do Eldorado para ações 
conjuntas. 
A nascente encontra-se em local de fácil acesso, próxima à equipamentos urbanos e à 
estruturas da escola.
Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 
Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br 
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA 
DO RIO DAS VELHAS 
De acordo com a metodologia adotada, a qualidade ambiental da nascente foi categorizada 
como de “Classe C”, com razoável grau de proteção, segundo metodologia do IGAM adaptada de 
GOMES et al (2005). Cabe destacar que as nascentes do Parque Ecológico do Eldorado são 
drenadas para a propriedade da escola, formando um córrego que representa o nível de base local 
dessas sub-bacias. O cuidador de sua nascente é Ricardo de Freitas Carvalho. 
No que se refere à qualidade das águas, a nascente AR011 apresentou valores de 
coliformes totais fora dos parâmetros determinados na Portaria n° 518 do Ministério da Saúde 
(2100 UFC/100 mL), haja vista que essa regulamentação propõe a ausência desse parâmetro como 
limite de potabilidade. Destaca-se que o limite de detecção do método de turbidez é de 50 N.T.U., 
valor superior ao limite de 5 N.T.U., estabelecido pela regulamentação utilizada. Os demais 
parâmetros encontram-se dentro dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A água dessa 
nascente não é utilizada pela população para consumo humano. 
RESUMO DO PLANO DO PLANO DE AÇÃO 
Desobstrução da canaleta e instalação de grades para evitar futuros entupimentos. Plantio 
de árvores frutíferas, hortaliças e plantas ornamentais na encosta a montante da nascente, medida 
que melhorará a qualidade do solo, evitando o assoreamento. Foram propostas, ainda, atividades 
de educação ambiental como mutirões de plantio envolvendo educadores e estudantes.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Recuperação, conservação e preservação de nascentes
Recuperação, conservação e preservação de nascentesRecuperação, conservação e preservação de nascentes
Recuperação, conservação e preservação de nascentesCBH Rio das Velhas
 
Apresentação nascentes original
Apresentação  nascentes   originalApresentação  nascentes   original
Apresentação nascentes originalRodrigo Fernandes
 
Jardim das Aves - Moreirinha
Jardim das Aves - MoreirinhaJardim das Aves - Moreirinha
Jardim das Aves - MoreirinhaRogerio Catanese
 
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BHCBH Rio das Velhas
 
PLANO DE SANEAMENTO BÁSICO DE RIO NEGRINHO - SC
PLANO DE SANEAMENTO BÁSICO DE RIO NEGRINHO - SCPLANO DE SANEAMENTO BÁSICO DE RIO NEGRINHO - SC
PLANO DE SANEAMENTO BÁSICO DE RIO NEGRINHO - SCclaudinor
 
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecapParecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecapCBH Rio das Velhas
 
Apresentacao vilarinho audiencia publica_14-03-2019_final
Apresentacao vilarinho audiencia publica_14-03-2019_finalApresentacao vilarinho audiencia publica_14-03-2019_final
Apresentacao vilarinho audiencia publica_14-03-2019_finalCBH Rio das Velhas
 
Seminario Revitaliza Rio das Velhas - status
Seminario Revitaliza  Rio das Velhas - statusSeminario Revitaliza  Rio das Velhas - status
Seminario Revitaliza Rio das Velhas - statusCBH Rio das Velhas
 
Nascentes do Brasil – Proteção e recuperação de nascentes e áreas de recarga ...
Nascentes do Brasil – Proteção e recuperação de nascentes e áreas de recarga ...Nascentes do Brasil – Proteção e recuperação de nascentes e áreas de recarga ...
Nascentes do Brasil – Proteção e recuperação de nascentes e áreas de recarga ...ambev
 
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ slides-mci
 
Proposta de Metodologia participativa para recuperação de nascentes
Proposta de Metodologia participativa para recuperação de nascentesProposta de Metodologia participativa para recuperação de nascentes
Proposta de Metodologia participativa para recuperação de nascentesAgência Peixe Vivo
 
Projeto hidroambiental ute parauna andamento
Projeto hidroambiental ute parauna andamentoProjeto hidroambiental ute parauna andamento
Projeto hidroambiental ute parauna andamentoCBH Rio das Velhas
 
Monitoramento de agua subterranea
Monitoramento de agua subterraneaMonitoramento de agua subterranea
Monitoramento de agua subterraneaCBH Rio das Velhas
 
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...CBH Rio das Velhas
 
Anexo i cartilha nascentesprotegidas
Anexo i   cartilha nascentesprotegidasAnexo i   cartilha nascentesprotegidas
Anexo i cartilha nascentesprotegidasSúlivan Bernardon
 

Mais procurados (19)

Recuperação, conservação e preservação de nascentes
Recuperação, conservação e preservação de nascentesRecuperação, conservação e preservação de nascentes
Recuperação, conservação e preservação de nascentes
 
Apresentação nascentes original
Apresentação  nascentes   originalApresentação  nascentes   original
Apresentação nascentes original
 
Jardim das Aves - Moreirinha
Jardim das Aves - MoreirinhaJardim das Aves - Moreirinha
Jardim das Aves - Moreirinha
 
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
 
Sma cartilha nascentes_pag1_10
Sma cartilha nascentes_pag1_10Sma cartilha nascentes_pag1_10
Sma cartilha nascentes_pag1_10
 
PLANO DE SANEAMENTO BÁSICO DE RIO NEGRINHO - SC
PLANO DE SANEAMENTO BÁSICO DE RIO NEGRINHO - SCPLANO DE SANEAMENTO BÁSICO DE RIO NEGRINHO - SC
PLANO DE SANEAMENTO BÁSICO DE RIO NEGRINHO - SC
 
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecapParecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
 
Estudo de caso fev2019
Estudo de caso fev2019 Estudo de caso fev2019
Estudo de caso fev2019
 
Apresentacao vilarinho audiencia publica_14-03-2019_final
Apresentacao vilarinho audiencia publica_14-03-2019_finalApresentacao vilarinho audiencia publica_14-03-2019_final
Apresentacao vilarinho audiencia publica_14-03-2019_final
 
Seminario Revitaliza Rio das Velhas - status
Seminario Revitaliza  Rio das Velhas - statusSeminario Revitaliza  Rio das Velhas - status
Seminario Revitaliza Rio das Velhas - status
 
Nascentes do Brasil – Proteção e recuperação de nascentes e áreas de recarga ...
Nascentes do Brasil – Proteção e recuperação de nascentes e áreas de recarga ...Nascentes do Brasil – Proteção e recuperação de nascentes e áreas de recarga ...
Nascentes do Brasil – Proteção e recuperação de nascentes e áreas de recarga ...
 
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
 
Proposta de Metodologia participativa para recuperação de nascentes
Proposta de Metodologia participativa para recuperação de nascentesProposta de Metodologia participativa para recuperação de nascentes
Proposta de Metodologia participativa para recuperação de nascentes
 
Carta vilarinho 2019
Carta vilarinho 2019Carta vilarinho 2019
Carta vilarinho 2019
 
Projeto hidroambiental ute parauna andamento
Projeto hidroambiental ute parauna andamentoProjeto hidroambiental ute parauna andamento
Projeto hidroambiental ute parauna andamento
 
Monitoramento de agua subterranea
Monitoramento de agua subterraneaMonitoramento de agua subterranea
Monitoramento de agua subterranea
 
Copasa
CopasaCopasa
Copasa
 
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
 
Anexo i cartilha nascentesprotegidas
Anexo i   cartilha nascentesprotegidasAnexo i   cartilha nascentesprotegidas
Anexo i cartilha nascentesprotegidas
 

Semelhante a Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014

Catalogo de Nascentes Urbanas - Ribeirão Onça
Catalogo de Nascentes Urbanas - Ribeirão OnçaCatalogo de Nascentes Urbanas - Ribeirão Onça
Catalogo de Nascentes Urbanas - Ribeirão OnçaCBH Rio das Velhas
 
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão OnçaA Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão OnçaCBH Rio das Velhas
 
Minuta Da MoçãO Cbh Velhas Nº 01 2009
Minuta Da MoçãO Cbh Velhas Nº 01 2009Minuta Da MoçãO Cbh Velhas Nº 01 2009
Minuta Da MoçãO Cbh Velhas Nº 01 2009Agência Peixe Vivo
 
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito CBH Rio das Velhas
 
Anexo III - Proposta Produtor de Água
Anexo III - Proposta Produtor de Água Anexo III - Proposta Produtor de Água
Anexo III - Proposta Produtor de Água CBH Rio das Velhas
 
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015CBH Rio das Velhas
 
Transposição do rio são francisco
Transposição do rio são franciscoTransposição do rio são francisco
Transposição do rio são franciscoprofleofonseca
 
Gov laudo ceat - gua
Gov   laudo ceat -  guaGov   laudo ceat -  gua
Gov laudo ceat - guaGiovane Alves
 
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes UrbanasProjeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes UrbanasCBH Rio das Velhas
 
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e ContextoPDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e ContextoCBH Rio das Velhas
 
A2 031 Augm Ambiente 2009
A2 031   Augm Ambiente 2009A2 031   Augm Ambiente 2009
A2 031 Augm Ambiente 2009guest445a26
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 5 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 5 (cap. 4)Balanço Final do Governo Lula - livro 5 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 5 (cap. 4)Edinho Silva
 
Apresentacao cbh rio das velhas
Apresentacao cbh rio das velhasApresentacao cbh rio das velhas
Apresentacao cbh rio das velhasCBH Rio das Velhas
 
Bacias hidrográficas: território, saúde, gestão e revitalização - Revitaliza ...
Bacias hidrográficas: território, saúde, gestão e revitalização - Revitaliza ...Bacias hidrográficas: território, saúde, gestão e revitalização - Revitaliza ...
Bacias hidrográficas: território, saúde, gestão e revitalização - Revitaliza ...CBH Rio das Velhas
 

Semelhante a Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014 (20)

Catalogo de Nascentes Urbanas - Ribeirão Onça
Catalogo de Nascentes Urbanas - Ribeirão OnçaCatalogo de Nascentes Urbanas - Ribeirão Onça
Catalogo de Nascentes Urbanas - Ribeirão Onça
 
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão OnçaA Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
 
Oficio Arrudas e Onça
Oficio Arrudas e OnçaOficio Arrudas e Onça
Oficio Arrudas e Onça
 
Minuta Da MoçãO Cbh Velhas Nº 01 2009
Minuta Da MoçãO Cbh Velhas Nº 01 2009Minuta Da MoçãO Cbh Velhas Nº 01 2009
Minuta Da MoçãO Cbh Velhas Nº 01 2009
 
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
 
Anexo III - Proposta Produtor de Água
Anexo III - Proposta Produtor de Água Anexo III - Proposta Produtor de Água
Anexo III - Proposta Produtor de Água
 
Subcomite ribeirão onça
Subcomite ribeirão onça Subcomite ribeirão onça
Subcomite ribeirão onça
 
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
 
Transposição do rio são francisco
Transposição do rio são franciscoTransposição do rio são francisco
Transposição do rio são francisco
 
Projeto bacia Rio Bicudo
Projeto bacia Rio Bicudo Projeto bacia Rio Bicudo
Projeto bacia Rio Bicudo
 
Gov laudo ceat - gua
Gov   laudo ceat -  guaGov   laudo ceat -  gua
Gov laudo ceat - gua
 
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes UrbanasProjeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
 
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e ContextoPDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
 
Artigo_Bioterra_V23_N1_01
Artigo_Bioterra_V23_N1_01Artigo_Bioterra_V23_N1_01
Artigo_Bioterra_V23_N1_01
 
PDRH Rio das Velhas
PDRH Rio das VelhasPDRH Rio das Velhas
PDRH Rio das Velhas
 
A2 031 Augm Ambiente 2009
A2 031   Augm Ambiente 2009A2 031   Augm Ambiente 2009
A2 031 Augm Ambiente 2009
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 5 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 5 (cap. 4)Balanço Final do Governo Lula - livro 5 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 5 (cap. 4)
 
Apresentacao cbh rio das velhas
Apresentacao cbh rio das velhasApresentacao cbh rio das velhas
Apresentacao cbh rio das velhas
 
Bacias hidrográficas: território, saúde, gestão e revitalização - Revitaliza ...
Bacias hidrográficas: território, saúde, gestão e revitalização - Revitaliza ...Bacias hidrográficas: território, saúde, gestão e revitalização - Revitaliza ...
Bacias hidrográficas: território, saúde, gestão e revitalização - Revitaliza ...
 
Apresentação Copasa
Apresentação CopasaApresentação Copasa
Apresentação Copasa
 

Mais de CBH Rio das Velhas

Mais de CBH Rio das Velhas (20)

Portaria igam n045.2019
Portaria igam n045.2019Portaria igam n045.2019
Portaria igam n045.2019
 
Qualidade agua - FIEMG
Qualidade agua - FIEMGQualidade agua - FIEMG
Qualidade agua - FIEMG
 
Senai
SenaiSenai
Senai
 
Saae
SaaeSaae
Saae
 
Pro mananciais
Pro mananciaisPro mananciais
Pro mananciais
 
Projeto jequitiba
Projeto jequitibaProjeto jequitiba
Projeto jequitiba
 
Trilha agroecologica estudantes
Trilha agroecologica estudantesTrilha agroecologica estudantes
Trilha agroecologica estudantes
 
Apresentacao SEMAD
Apresentacao SEMADApresentacao SEMAD
Apresentacao SEMAD
 
ProfÀgua
ProfÀguaProfÀgua
ProfÀgua
 
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio Maquine
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio MaquineModelo carta de indicacao - Santo Antonio Maquine
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio Maquine
 
Reuniao final fechos 30_04_2019
Reuniao final fechos 30_04_2019Reuniao final fechos 30_04_2019
Reuniao final fechos 30_04_2019
 
Ppt peixe vivo
Ppt peixe vivoPpt peixe vivo
Ppt peixe vivo
 
Ppt feam
Ppt feamPpt feam
Ppt feam
 
Ppt copasa
Ppt copasaPpt copasa
Ppt copasa
 
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em Itabirito
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em ItabiritoEvento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em Itabirito
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em Itabirito
 
Subcomitê Ribeirões Caete Sabara
Subcomitê Ribeirões Caete SabaraSubcomitê Ribeirões Caete Sabara
Subcomitê Ribeirões Caete Sabara
 
Projeto urbanistico pac arrudas
Projeto urbanistico pac arrudasProjeto urbanistico pac arrudas
Projeto urbanistico pac arrudas
 
Dn 07 2006 scbh caete-sabara
Dn 07 2006 scbh caete-sabaraDn 07 2006 scbh caete-sabara
Dn 07 2006 scbh caete-sabara
 
modelo indicacao de representante - Caete Sabara
 modelo indicacao de representante - Caete Sabara modelo indicacao de representante - Caete Sabara
modelo indicacao de representante - Caete Sabara
 
Dn cbh velhas 07 2011 scbh rib cardoso cirstais-macacos-peixes
Dn cbh velhas 07 2011 scbh rib cardoso cirstais-macacos-peixesDn cbh velhas 07 2011 scbh rib cardoso cirstais-macacos-peixes
Dn cbh velhas 07 2011 scbh rib cardoso cirstais-macacos-peixes
 

Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014

  • 1. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS PROJETO VALORIZAÇÃO DAS NASCENTES URBANAS NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIBEIRÕES ARRUDAS E ONÇA VISTORIA: PRÊMIO ANA 2014 . 31 DE OUTUBRO DE 2014
  • 2. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS INTRODUÇÃO O Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas é uma iniciativa do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas e dos Subcomitês dos Ribeirões Arrudas e Onça. Viabilizado por meio dos recursos obtidos com a Cobrança pelo Uso das Águas da Bacia do Rio das Velhas - que atinge empresas usuárias que retiram água diretamente da natureza - no primeiro momento o projeto procurou mobilizar e sensibilizar as comunidades para o cadastramento das nascentes urbanas e de seus "cuidadores”. Protagonistas de pequenas, mas importantes histórias de conservação e preservação de dezenas de nascentes urbanas, os cuidadores são pessoas que, de forma voluntária e despretensiosa, contribuem diretamente para a melhoria da quantidade e da qualidade das águas da Bacia. Por isso mesmo, precisam ser reconhecidos e valorizados e merecem receber apoio para o belíssimo trabalho que já desenvolvem. Durante o estudo - que conciliou a parte teórica com um levantamento de campo - as áreas foram mapeadas por meio de georreferenciamento e foi feito um diagnóstico das principais características de cada nascente, considerando os aspectos ambientais, a distribuição espacial e a tipologia. Foram cadastradas 183 nascentes na Bacia do Ribeirão Arrudas e 172 na Bacia do Ribeirão Onça. Desse total, 60 nascentes foram selecionadas para receberem um plano de ação, metade pertencente à Bacia Hidrográfica do Ribeirão Arrudas e outra metade pertencente à Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça. Com o desenvolvimento desses planos, o que se pretende é colocar em prática um conjunto de iniciativas em prol da recuperação e conservação dessas nascentes. Todas as informações contidas nesse roteiro foram retiradas do catálogo digital do projeto disponível em http://www.agbpeixevivo.org.br/nascentesurbanas/. Ao navegar por este site você poderá saber mais sobre o Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas - que pretende servir de modelo para implantação futura em outras bacias - e compreender a importância dessas nascentes e de seus cuidadores para a melhoria da quantidade e da qualidade das águas da Bacia do Rio das Velhas.
  • 3. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS ROTEIRO
  • 4. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS Horário de saída: 08hs Local: Rua dos Carijós 150 – Centro – em Frente às sedes do CBH Rio das Velhas e da AGB Peixe Vivo  Ponto 1: AR 060 - Ribeirão Arrudas - Sub-bacia Córrego Navio Baleia - Rua Alegria Distância em relação ao local de saída: 4,3km – tempo estimado de 20min  Ponto 2: ON 021 - Ribeirão Onça - Sub-bacia de contribuição direta do Ribeirão Onça - Nascente Rua Lírio da Cruz Distância em relação ao ponto 1: 15,7km – tempo estimado de 25min  Ponto 3: AR 011 - Ribeirão Arrudas - Sub-bacia Córrego Ferrugem - Rua Das Paineiras Distância em relação ao ponto 2: 23km – tempo estimado de 35min
  • 5. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS PONTO 1 AR 060 - RIBEIRÃO ARRUDAS - SUB-BACIA CÓRREGO NAVIO BALEIA - RUA ALEGRIA Cuidador: Ernesto Soares da Conceição (Sr. Nonô) Endereço: Endereço para correspondência: Rua Alegria, 164 - Bairro Paraíso - Belo Horizonte – MG ESTUDO TÉCNICO A nascente AR060 encontra-se localizada na rua Alegria, 164, no Bairro Pompéia, em Belo Horizonte, em uma área recuperada e é preservada por uma referência na comunidade local, Ernesto Soares da Conceição, conhecido como “Seu Nonô” que há anos realiza diversas intervenções na bacia. Trata-se de uma figura emblemática reconhecida pela comunidade que transformou toda a realidade de uma área e que desenvolve inúmeras ações para a melhoria ambiental na área. Dentre as ações implantadas, merecem destaque a criação de uma rede de esgoto condominial, que captou os efluentes das residências que despejavam diretamente no córrego na
  • 6. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS propriedade pertencente a sua mãe. Além disso, ele direcionou o córrego do Joões para essa rede haja vista a quantidade de efluentes que o canal transporta. A implantação dessa rede foi acompanhada da remoção de toneladas de entulhos e da consequente revitalização do canal fluvial dentro do terreno, onde ocorre a exfiltração de água e a formação de um curso d`água com características totalmente diferentes daquelas existentes nos trechos contaminados do córrego do Joões. Destaca-se que esse processo é acontecido desde o início da década de 1990 e que nos últimos anos tem contado com a ajuda de Augusto, que auxilia o “Sr. Nonô” nas atividades desenvolvidas e que atualmente reside na propriedade. Além deles, o envolvimento de outras pessoas tais como João Geraldo Almeida, conhecido como João Petrobrás e Mércia Inês Pereira do Nascimento tem sido de grande importância para a valorização das ações empreendidas. No que se refere aos parâmetros analisados pelo IGAM, as nascentes encontram-se em bom estado, com exceção da proximidade com equipamentos urbanos e da facilidade de acesso, motivo pelo qual são consideradas como de “Classe B”, com bom grau de proteção bom nascentes. Cabe destacar ainda, que essa situação se altera completamente durante períodos chuvosos, quando o córrego dos Joões aumenta a vazão e parte do volume de água contaminada com efluentes e resíduos de diferentes tipos contaminam o trecho no qual Sr. Nonô tem realizado as intervenções. Ressalta-se ainda, que Sr. Nonô e Augusto adquiriram uma propriedade a montante, no intuito de recuperá-la do ponto de vista ambiental, para qual se prevê a proposição de um plano de ação para a recuperação e melhoria ambiental das nascentes. No que se refere à qualidade das águas, a nascente AR060 apresentou valores de coliformes totais, coliformes fecais e salmonela fora dos parâmetros determinados na Portaria n° 518 do Ministério da Saúde (14500, 3800 e 200 UFC/100 mL respectivamente), haja vista que essa regulamentação propõe a ausência desses parâmetros como limite de potabilidade. Destaca-se que o limite de detecção do método de turbidez é de 50 N.T.U., valor superior ao limite de 5 N.T.U., estabelecido pela regulamentação utilizada. Os demais parâmetros encontram-se dentro dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A água associada a essa nascente é fruto do esforço de seu cuidador, que tem realizado inúmeras intervenções na área que contribuem significativamente para a melhoria da qualidade de parte do córrego dos Joões. Apesar disso, a área é constantemente inundada durante eventos chuvosos pela água do rio contaminada por esgoto, o que se reflete nos parâmetros microbiológicos.
  • 7. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS A pedido do cuidador, a água de uma cisterna localizada próxima ao córrego também foi analisada e dentre os parâmetros analisados, verificou-se a alteração no pH, cujo valor de 5,44 não encontra-se compreendido entre 6 e 9,5 estabelecido pela Portaria n° 518 do Ministério da Saúde. Destaca-se que o limite de detecção do método de turbidez é de 50 N.T.U., valor superior ao limite de 5 N.T.U., estabelecido pela regulamentação utilizada. Os demais parâmetros encontram-se dentro dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A água dessa nascente é utilizada pelos moradores para usos que não o consumo humano. RESUMO DO PLANO DE AÇÃO Instalação de uma rede condominial, por meio de parceria com a Copasa, para direcionar os lançamentos de esgoto da vizinhança que atingem a nascente. Além disso, propõe-se parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte para o desvio de parte do fluxo de água pluvial hoje direcionado ao córrego dos Joões para o córrego Navio Baleia. Outra atividade prevista é o plantio de árvores nativas e frutíferas que possuem sistema de raízes profundo, com o intuito de evitar futuros deslizamentos de terra. O plano também inclui ações de educação ambiental com o envolvimento de familiares e vizinhos. PONTO 2 ON 021 - RIBEIRÃO DO ONÇA - SUB-BACIA DE CONTRIBUIÇÃO DIRETA DO RIBEIRÃO ONÇA - NASCENTE RUA LÍRIO DA CRUZ Cuidador: Itamar de Paula Santos
  • 8. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS Endereço: Rua Lírio da Cruz, 195 - Ribeiro de Abreu Município: Belo Horizonte - MG ESTUDO TÉCNICO A nascente ON021 encontra-se localizada na área de uma liderança local - Itamar, onde existe um lago utilizado para a criação de peixes. A presença dessa nascente é conhecida por muitos dos moradores do bairro, que valorizam as iniciativas do proprietário associadas à proteção da nascente. O próprio Itamar demonstra muito conhecimento acerca da importância ambiental das nascentes e levanta questionamentos importantes acerca de questões ambientais na comunidade. A presença de vegetação alterada, bem como a proximidade da nascente de equipamentos urbanos, existência de uso e a facilidade de acesso se refletem no IGAM, motivo pela qual ela é considerada “Classe C”, com grau de proteção às nascentes razoável. No que se refere à qualidade das águas, a nascente ON021 apresentou valores de coliformes totais e coliformes fecais fora dos parâmetros determinados na Portaria n° 518 do Ministério da Saúde (6600 e 600 UFC/100 mL, respectivamente), haja vista que essa regulamentação propõe a ausência desses parâmetros como limite de potabilidade. Além disso, os valores de cor (25 mg L-1Pt/Co) e turbidez (<100 N.T.U.) estão fora dos limites estabelecidos, que
  • 9. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS são de 15 mg L-1Pt/Co e 50 N.T.U respectivamente. Os demais parâmetros encontram-se dentro dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A água dessa nascente é utilizada pelos moradores para criação de peixes. Cabe destacar que a área do entorno da nascente apresenta um alto grau de impermeabilização. RESUMO DO PLANO DE AÇÃO As principais ações previstas são a conclusão das obras do muro de arrimo existente no terreno e a escavação de um poço de infiltração a montante da nascente, com o objetivo de direcionar a água pluvial e facilitar sua infiltração. Para ajudar a garantir a estabilidade do terreno, serão plantadas espécies herbáceas sobre o muro. Como medida de educação ambiental será realizada uma oficina sobre o cuidado com as águas. PONTO 3 AR 011 - RIBEIRÃO ARRUDAS - SUB-BACIA CÓRREGO FERRUGEM - RUA DAS PAINEIRAS Cuidador: Ricardo de Freitas Carvalho Endereço: Rua das Paineiras, 1722 – Eldorado - Contagem – MG
  • 10. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS ESTUDO TÉCNICO A nascente AR 011 está situada na Escola Municipal Antônio Carlos Lemos, Rua das Paineiras, número 1500, no bairro Eldorado, município de Contagem. Essa escola foi fundada no ano de 1998 e atende a 150 estudantes, crianças, adolescentes e jovens, sendo referência em Contagem no ensino especial para alunos com algum tipo de deficiência, física ou intelectual. Anteriormente o prédio sediava a Secretaria Municipal de Educação de Contagem. O terreno em que se localiza a nascente é confrontante ao Parque Ecológico do Eldorado. A escola desenvolve atividades relacionadas ao plantio e à manutenção de uma horta com o uso de água dessa nascente. O grau de impermeabilização do terreno foi avaliado como baixo. A diretora da escola mostrou-se empenhada em desenvolver ações que promovessem o envolvimento dos alunos da escola e interesse na realização de parcerias com o Parque Ecológico do Eldorado para ações conjuntas. A nascente encontra-se em local de fácil acesso, próxima à equipamentos urbanos e à estruturas da escola.
  • 11. Rua dos Carijós, nº 150 – 10° andar / sala 03 – Bairro Centro – Belo Horizonte/MG – CEP 30120-060 Telefones: (031) 3222-8350 – cbhvelhas@cbhvelhas.org.br COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS De acordo com a metodologia adotada, a qualidade ambiental da nascente foi categorizada como de “Classe C”, com razoável grau de proteção, segundo metodologia do IGAM adaptada de GOMES et al (2005). Cabe destacar que as nascentes do Parque Ecológico do Eldorado são drenadas para a propriedade da escola, formando um córrego que representa o nível de base local dessas sub-bacias. O cuidador de sua nascente é Ricardo de Freitas Carvalho. No que se refere à qualidade das águas, a nascente AR011 apresentou valores de coliformes totais fora dos parâmetros determinados na Portaria n° 518 do Ministério da Saúde (2100 UFC/100 mL), haja vista que essa regulamentação propõe a ausência desse parâmetro como limite de potabilidade. Destaca-se que o limite de detecção do método de turbidez é de 50 N.T.U., valor superior ao limite de 5 N.T.U., estabelecido pela regulamentação utilizada. Os demais parâmetros encontram-se dentro dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A água dessa nascente não é utilizada pela população para consumo humano. RESUMO DO PLANO DO PLANO DE AÇÃO Desobstrução da canaleta e instalação de grades para evitar futuros entupimentos. Plantio de árvores frutíferas, hortaliças e plantas ornamentais na encosta a montante da nascente, medida que melhorará a qualidade do solo, evitando o assoreamento. Foram propostas, ainda, atividades de educação ambiental como mutirões de plantio envolvendo educadores e estudantes.