SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Baixar para ler offline
Estudo	
  do	
  Alto	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
Thiago	
  Santana	
  
Gerente	
  de	
  Pesquisa	
  e	
  Desenvolvimento	
  de	
  Recursos	
  Hidricos	
  
Telefone:	
  (31)	
  39151126	
  
E-­‐mail:	
  thiago.santana@meioambiente.mg.gov.br	
  
Alto	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
•  SF5	
  –	
  CBH	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
•  Divisão	
  da	
  Bacia	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
•  Vazão	
  Outorgável	
  
SF5	
  –	
  CBH	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
Divisão	
  da	
  Bacia	
  do	
  
Rio	
  das	
  Velhas	
  
Os	
  municípios	
  que	
  fazem	
  parte	
  do	
  Alto	
  
Rio	
   das	
   Velhas	
   são:	
   Ouro	
   Preto,	
  
Itabirito,	
   Nova	
   Lima,	
   Rio	
   Acima,	
  
Raposos,	
  Caeté,	
  Sabará,	
  Belo	
  Horizonte	
  
e	
  Contagem.	
  
	
  
Vazão	
  Outorgável	
  
Outorgas	
  
•  Outorgas	
  e	
  CerZdões	
  Superficiais	
  
•  Mapas	
  das	
  Outorgas	
  
•  Principais	
  Captações	
  Outorgadas	
  
•  Captação	
  COPASA	
  Bela	
  Fama	
  
•  Captação	
  SAAE	
  ITABIRITO	
  
•  PCH	
  Rio	
  de	
  Pedras	
  
Outorgas	
  e	
  Cer>dões	
  Superficiais	
  
Acrescentar	
  tabela	
  com	
  
valores	
  de	
  outorga	
  e	
  
insignificante	
  
Tipo	
  de	
  
registro
Modo	
  de	
  Uso
Quantidade	
  
de	
  registros
Vazão	
  
autorizada	
  a	
  
captar	
  (m³/s)
Captação	
  em	
  corpo	
  de	
  água	
  (rios,	
  lagoas	
  naturais	
  etc) 44 9,9430
Barramento	
  em	
  curso	
  de	
  água,	
  sem	
  captação 23 0,0000
Captação	
  em	
  barramento	
  em	
  curso	
  de	
  água,	
  sem	
  regularização	
  de	
  vazão 20 0,3165
Aproveitamento	
  de	
  potencial	
  hidrelétrico 6 0,0000
Captação	
  em	
  barramento	
  em	
  curso	
  de	
  água,	
  com	
  regularização	
  de	
  vazão 8 0,3212
Dragagem	
  de	
  curso	
  de	
  água	
  para	
  fins	
  de	
  extração	
  mineral 9 0,0978
Barramento	
  em	
  curso	
  de	
  água,	
  sem	
  captação,	
  para	
  fins	
  de	
  regularização	
  de	
  vazão 5 0,0000
Outorga	
  total 115 10,6785
Barramento	
  em	
  curso	
  de	
  água,	
  sem	
  captação 59 0,0000
Captação	
  em	
  corpo	
  de	
  água	
  (rios,	
  lagoas	
  naturais	
  etc) 239 0,1661
Captação	
  em	
  barramento	
  em	
  curso	
  de	
  água,	
  sem	
  regularização	
  de	
  vazão 16 0,0118
Barramento	
  em	
  curso	
  de	
  água,	
  sem	
  captação,	
  para	
  fins	
  de	
  regularização	
  de	
  vazão 3 0,0000
Certidão	
  de	
  Uso	
  Insignificante	
  Total 317 0,1779
432 10,8564
OutorgaCertidão
Total
Mapa	
  das	
  Outorgas	
  
 Principais	
  Captações	
  Outorgadas	
  
Publicação Vencimento Latitude Longitude
2203/	
  2013 17/10/2013 17/10/2048 	
  COPASA NOVA	
  LIMA
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Abastecimento	
  público
CAPTAÇÃO	
  EM	
  CORPO	
  DE	
  
ÁGUA	
  
RIO	
  DAS	
  VELHAS 20º0'32''S 43º49'52''W 8,7710
2265/	
  2012 06/07/2012 06/07/2017 VALE	
  S/A ITABIRITO
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Consumo	
  industrial
CAPTAÇÃO	
  EM	
  CORPO	
  DE	
  
ÁGUA
RIO	
  ITABIRITO 20º11'0''S 43º48'47''W 0,3020
3367/	
  2010 22/12/2010 22/12/2015 VALE	
  S/A OURO	
  PRETO
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Consumo	
  industrial
CAPTAÇÃO	
  EM	
  CORPO	
  DE	
  
ÁGUA	
  
RIBEIRÃO	
  MATA	
  PORCOS 20º23'7''S 43º51'26''W 0,1670
3466/	
  2010 29/12/2010 29/12/2015 VALE	
  S/A OURO	
  PRETO
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Consumo	
  industrial
CAPTAÇÃO	
  EM	
  
BARRAMENTO,	
  SEM	
  
REGULARIZAÇÃO	
  DE	
  VAZÃO
CÓRREGO	
  DO	
  MEIO 20º24'21''S 43º51'20''W 0,1390
333/	
  1997 19/09/1997 19/09/2017
SERVIÇO	
  AUTÔNOMO	
  
DE	
  ÁGUA	
  E	
  ESGOTO
ITABIRITO
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Abastecimento	
  público
CAPTAÇÃO	
  EM	
  CORPO	
  DE	
  
ÁGUA	
  
CÓRREGO	
  BAÇÃO 20º16'56''S 43º50'5''W 0,1230
3012/	
  2012 25/09/2012 25/09/2032
SERVIÇO	
  AUTÔNOMO	
  
DE	
  ÁGUA	
  E	
  ESGOTO
ITABIRITO
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Abastecimento	
  público
CAPTAÇÃO	
  EM	
  CORPO	
  DE	
  
ÁGUA
RIBEIRÃO	
  DO	
  SILVA 20º17'0''S 43º55'35''W 0,1100
2175/	
  2009 22/08/2009 22/08/2014*
ANGLOGOLD	
  ASHANTI	
  
MINERAÇÃO	
  S/A
NOVA	
  LIMA
OUTORGA	
  
RENOVADA
Consumo	
  industrial
CAPTAÇÃO	
  EM	
  
BARRAMENTO,	
  COM	
  
REGULARIZAÇÃO	
  DE	
  VAZÃO
RIBEIRÃO	
  CAMBIMBE 19º59'21''S 43º49'13''W 0,1099
924/	
  2014 29/05/2014 29/05/2019 VALE	
  S/A ITABIRITO
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Consumo	
  industrial
CAPTAÇÃO	
  EM	
  
BARRAMENTO	
  	
  COM	
  
REGULARIZAÇÃO	
  DE	
  VAZÃO
RIBEIRÃO	
  CONGONHAS 20º13'12''S 43º54'29''W 0,0830
299/	
  2011 16/02/2011 16/02/2016 VALE	
  S/A OURO	
  PRETO
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Consumo	
  industrial
CAPTAÇÃO	
  EM	
  
BARRAMENTO	
  ,	
  SEM	
  
REGULARIZAÇÃO	
  DE	
  VAZÃO
RIBEIRÃO	
  DA	
  PRATA 20º24'40''S 43º51'54''W 0,0500
385/	
  1997 15/10/1997 15/10/2017
SERVIÇO	
  AUTÔNOMO	
  
DE	
  ÁGUA	
  E	
  ESGOTO
ITABIRITO
OUTORGA	
  
DEFERIDA
Abastecimento	
  público
CAPTAÇÃO	
  EM	
  CORPO	
  DE	
  
ÁGUA
CÓRREGO	
  CARIOCA 20º15'21''S 43º50'42''W 0,0470
Data
Portaria Curso	
  D´Água
Coordenadas	
  Geograficas Vazão	
  
Outorgada	
  
(m³/s)
Modo	
  de	
  UsoEmpreendedor Município
Status	
  
Processo
Finalidade
Captação	
  COPASA	
  Bela	
  Fama	
  
Portaria	
  nº	
  02203/2013	
  de	
  16/10/2013.	
  	
  
•  Outorgada/Autorizatária:	
  Companhia	
  de	
  Saneamento	
  de	
  Minas	
  Gerais	
  	
  
•  Curso	
  d’água:	
  Rio	
  das	
  Velhas.	
  	
  
•  Ponto	
  captação:	
  Lat.	
  20º00'32"S	
  e	
  Long.	
  43º49'52"W.	
  	
  
•  Vazão	
  Autorizada	
  (l/s):	
  8.771,0.	
  	
  
•  Tempo	
  de	
  captação:	
  24:00	
  horas/dia	
  e	
  12	
  meses/ano	
  	
  
•  Finalidade:	
  Abastecimento	
  público.	
  
Condicionantes:	
  
•  Deverá	
  monitorar	
  as	
  vazões	
  captadas	
  com	
  objeto	
  de	
  manter	
  a	
  vazão	
  residual	
  de	
  
3,04098	
  m³/s	
  a	
  jusante	
  da	
  captação	
  durante	
  a	
  validade	
  da	
  Outorga.	
  Na	
  hipótese	
  de	
  
compromeZmento	
  dessa	
  vazão	
  mínima	
  residual,	
  a	
  COPSA	
  deverá	
  diminuir	
  a	
  vazão	
  
de	
  captação	
  para	
  que	
  não	
  haja	
  prejuízo	
  aos	
  demais	
  usuários	
  da	
  bacia.	
  
•  Monitoramento	
  diário	
  das	
  vazões	
  captadas	
  e	
  de	
  jusante,	
  com	
  envio	
  semestral	
  de	
  
um	
  relatório	
  contendo	
  essas	
  medições.	
  
Captação	
  SAAE	
  ITABIRITO	
  
Portaria	
  nº	
  03012/2012	
  de	
  21/09/2012	
  	
  
Outorgada/Autorizatária:	
  Serviço	
  Autônomo	
  de	
  Água	
  e	
  Esgoto	
  de	
  Itabirito	
  
•  Curso	
  d’água:	
  Ribeirão	
  do	
  Silva	
  
•  Ponto	
  captação:	
  Lat.	
  20º17‘00"S	
  e	
  Long.	
  43º55‘35"W.	
  	
  
•  Vazão	
  Autorizada	
  (l/s):	
  110,0.	
  
•  Tempo	
  de	
  captação:	
  24:00	
  horas/dia	
  e	
  12	
  meses/ano	
  	
  
•  Finalidade:	
  Abastecimento	
  público.	
  
Condicionantes:	
  
•  Implantar	
  estação	
  de	
  monitoramento	
  de	
  vazão	
  imediatamente	
  a	
  jusante	
  do	
  ponto	
  
de	
   captação,	
   e	
   realizar	
   leituras	
   diárias	
   nos	
   equipamentos	
   instalados,	
   com	
   envio	
  
semestral	
  de	
  um	
  relatório	
  contendo	
  essas	
  medições	
  à	
  SUPRAM	
  CM	
  
•  Dimensionar	
  o	
  sistema	
  de	
  captação	
  para	
  que	
  a	
  vazão	
  máxima	
  a	
  ser	
  captada	
  não	
  
comprometa	
  a	
  vazão	
  residual	
  de	
  275,0	
  l/s,	
  a	
  ser	
  manZda	
  a	
  jusante	
  da	
  captação.	
  Na	
  
hipótese	
  de	
  compromeZmento	
  da	
  vazão	
  mínima	
  residual,	
  o	
  SAAE	
  deverá	
  diminuir	
  
a	
  vazão	
  de	
  captação	
  para	
  não	
  haver	
  prejuízo	
  aos	
  demais	
  usuários	
  da	
  bacia.	
  
PCH	
  Rio	
  de	
  Pedras	
  
Portaria	
  nº	
  01746/2011	
  de	
  09/06/2011	
  
•  Outorgada/Autorizatária:	
  CEMIG	
  Geração	
  e	
  Transmissão	
  S.A.	
  	
  
•  Curso	
  d’água:	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
•  Ponto	
  captação:Lat.	
  20°12'54"S	
  e	
  Long.	
  43°44'01"W.	
  	
  
•  Finalidade:	
  Geração	
  de	
  energia.	
  	
  
•  Potência	
  instalada	
  de	
  9,28	
  (MW).	
  
•  Município:	
  Itabirito.	
  	
  
Condicionantes:	
  
•  Operar	
   e	
   manter	
   em	
   funcionamento	
   as	
   Estações	
   Fluviométricas	
   descrita	
   nos	
  
Estudos	
   Hidrológicos	
   apresentados	
   e	
   envio	
   dos	
   dados,	
   inclusive	
  
sedimentometricos,	
  ao	
  IGAM/SUPRAM,	
  quando	
  solicitado.	
  
•  PermiZr	
   durante	
   todo	
   o	
   tempo,	
   a	
   jusante	
   do	
   aproveitamento,	
   no	
   mínimo,	
   o	
  
escoamento	
  da	
  vazão	
  equivalente	
  a	
  70%	
  da	
  Q7,10	
  (1,7m³/s)	
  
Estudo	
  de	
  CriZcidade	
  Alto	
  Rio	
  
das	
  Velhas	
  
•  Tributários	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
•  Tabela	
  Tributários	
  
•  Mapa	
  Porcentagem	
  Captada	
  
•  Situação	
  na	
  Calha	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
•  Mapa	
  -­‐	
  Situação	
  na	
  Calha	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
Tributários	
  do	
  Alto	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
Mapa	
  Porcentagem	
  Captada	
  
Situação	
  na	
  Calha	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
Localização	
  dos	
  pontos	
  de	
  analise	
  da	
  calha	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas:	
  
•  Velhas	
  01	
  –	
  Antes	
  da	
  afluência	
  do	
  Ribeirão	
  Funil	
  
•  Velhas	
  02	
  –	
  Após	
  afluência	
  do	
  Rio	
  de	
  Pedras	
  
•  Velhas	
  03	
  –	
  Antes	
  da	
  afluência	
  do	
  Rio	
  do	
  Peixe	
  
•  Velhas	
  04	
  –	
  Antes	
  da	
  Captação	
  de	
  Bela	
  Fama	
  
•  Velhas	
  05	
  –	
  Após	
  Captação	
  de	
  Bela	
  Fama	
  
•  Velhas	
  06	
  –	
  Antes	
  da	
  afluência	
  do	
  Ribeirão	
  Sabará	
  
•  Velhas	
  07	
  –	
  Após	
  a	
  afluência	
  do	
  Ribeirão	
  do	
  Onça	
  
Pontos
Área	
  a	
  montante	
  
(km²)
Rendimento	
  
Especifico	
  
Médio	
  
Q7,10	
  
Vazão	
  
Outorgada
Vazão	
  Uso	
  
Insignificante	
  
Vazão	
  
total
Vazão	
  
Regularizada
Demanda
%	
  captada	
  
da	
  Q7,10
Velhas	
  01 110,64 6,20 0,6860 0,0000 0,0051 0,0051 0,0000 0,0051 1%
Velhas	
  02 541,75 4,39 2,3781 0,1760 0,0308 0,2068 0,0000 0,2068 9%
Velhas	
  03 1198,28 6,03 7,2246 1,1958 0,0665 1,2623 0,2636 0,9987 14%
Velhas	
  04 1672,83 5,36 8,9639 1,4038 0,1034 1,5072 0,3834 1,1238 13%
Velhas	
  05 1672,83 5,36 8,9639 10,1748 0,1034 10,2782 4,8606 5,9229 66%
Velhas	
  06 2006,24 5,05 10,1405 10,3344 0,1382 10,4726 4,9435 6,0344 60%
Velhas	
  07 2738,87 4,74 12,9835 10,6785 0,1779 10,8564 4,9435 6,4192 49%
Situação	
  na	
  calha	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  
Crise	
  Hídrica	
  
•  Vazões	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  ao	
  longo	
  do	
  seu	
  curso	
  d’água	
  
•  Qualidade	
  das	
  Águas	
  -­‐	
  	
  SF5	
  
Vazões	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas	
  ao	
  
longo	
  do	
  seu	
  curso	
  d’água	
  
A	
   tabela	
   demonstra	
   a	
   diminuição	
   da	
   vazão	
  
média	
   no	
   ano	
   de	
   2014,	
   no	
   qual	
   as	
   vazões	
   de	
  
2014	
   representam	
   50%	
   da	
   vazão	
   média	
   de	
  
2012.	
  
Qualidade	
  das	
  Águas	
  -­‐	
  	
  SF5	
  
Ø  Nº	
  de	
  estações	
  de	
  
monitoramento	
  SF5:	
  81	
  
Observa-­‐se	
  a	
  qualidade	
  da	
  água	
  ruim	
  
para	
   médio	
   ao	
   longo	
   do	
   Rio	
   das	
  
Velhas,	
  e	
  uma	
  maior	
  concentração	
  de	
  
pontos	
   de	
   monitoramento	
   com	
  
contaminação	
   por	
   tóxicos	
   alta	
  
próximo	
  a	
  região	
  metropolitana	
  e	
  na	
  
calha	
  do	
  Rio	
  das	
  Velhas.	
  
Obrigado!	
  
Thiago	
  Santana	
  
Gerente	
  de	
  Pesquisa	
  e	
  Desenvolvimento	
  de	
  Recursos	
  Hidricos	
  
Telefone:	
  (31)	
  39151126	
  
E-­‐mail:	
  thiago.santana@meioambiente.mg.gov.br	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

CARACTERIZAÇÃO HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO ESPIGÃO DE MARÍLIA (SP)
CARACTERIZAÇÃO HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO ESPIGÃO DE MARÍLIA (SP)CARACTERIZAÇÃO HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO ESPIGÃO DE MARÍLIA (SP)
CARACTERIZAÇÃO HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO ESPIGÃO DE MARÍLIA (SP)Gabriella Ribeiro
 
VALOR: Redução de Perdas
VALOR: Redução de PerdasVALOR: Redução de Perdas
VALOR: Redução de Perdasslides-mci
 
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de PoçosProblemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poçosslides-mci
 
VALOR: Aproveitamento de água de chuva
VALOR: Aproveitamento de água de chuvaVALOR: Aproveitamento de água de chuva
VALOR: Aproveitamento de água de chuvaslides-mci
 
HIDROGEOQUÍMICA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, JACAREÍ E CAÇAPAVA, NO VALE DO PARAÍB...
HIDROGEOQUÍMICA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, JACAREÍ E CAÇAPAVA, NO VALE DO PARAÍB...HIDROGEOQUÍMICA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, JACAREÍ E CAÇAPAVA, NO VALE DO PARAÍB...
HIDROGEOQUÍMICA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, JACAREÍ E CAÇAPAVA, NO VALE DO PARAÍB...Gabriella Ribeiro
 
VALOR: Reuso de Água
VALOR: Reuso de ÁguaVALOR: Reuso de Água
VALOR: Reuso de Águaslides-mci
 
Sisema - Escassez de Recursos Hídricos no rio das Velhas
Sisema - Escassez de Recursos Hídricos no rio das VelhasSisema - Escassez de Recursos Hídricos no rio das Velhas
Sisema - Escassez de Recursos Hídricos no rio das VelhasCBH Rio das Velhas
 
Escassez Hídrica na bacia do Rio Paraopeba
Escassez Hídrica na bacia do Rio Paraopeba Escassez Hídrica na bacia do Rio Paraopeba
Escassez Hídrica na bacia do Rio Paraopeba CIBAPAR
 
CARACTERIZAÇÃO HIDROGEOLÓGICA E HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO MUN...
CARACTERIZAÇÃO HIDROGEOLÓGICA E HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO MUN...CARACTERIZAÇÃO HIDROGEOLÓGICA E HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO MUN...
CARACTERIZAÇÃO HIDROGEOLÓGICA E HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO MUN...Gabriella Ribeiro
 
Variações na Composição Isotópica da Precipitação e nas Águas Subterrâneas em...
Variações na Composição Isotópica da Precipitação e nas Águas Subterrâneas em...Variações na Composição Isotópica da Precipitação e nas Águas Subterrâneas em...
Variações na Composição Isotópica da Precipitação e nas Águas Subterrâneas em...Gabriella Ribeiro
 
Apresentação dessal valors economico abas comentado fabian
Apresentação dessal valors economico abas comentado fabianApresentação dessal valors economico abas comentado fabian
Apresentação dessal valors economico abas comentado fabianslides-mci
 
SISTEMA ALTERNATIVO PARA O DESAGUAMENTO EM MACIÇOS ROCHOSOS DE BAIXA PERMEABI...
SISTEMA ALTERNATIVO PARA O DESAGUAMENTO EM MACIÇOS ROCHOSOS DE BAIXA PERMEABI...SISTEMA ALTERNATIVO PARA O DESAGUAMENTO EM MACIÇOS ROCHOSOS DE BAIXA PERMEABI...
SISTEMA ALTERNATIVO PARA O DESAGUAMENTO EM MACIÇOS ROCHOSOS DE BAIXA PERMEABI...Gabriella Ribeiro
 
PROJETO PILOTO CISTERNAS RURAIS: PARCERIA SAAE – ITAIPU
PROJETO PILOTO CISTERNAS RURAIS: PARCERIA SAAE – ITAIPUPROJETO PILOTO CISTERNAS RURAIS: PARCERIA SAAE – ITAIPU
PROJETO PILOTO CISTERNAS RURAIS: PARCERIA SAAE – ITAIPUGabriella Ribeiro
 
Para entender o caso
Para entender o casoPara entender o caso
Para entender o casoPolibio Braga
 
Dn 005 2014_processo de outorga n 00923_2011_barragem maravilhas iii_mbr
Dn 005 2014_processo de outorga n 00923_2011_barragem maravilhas iii_mbrDn 005 2014_processo de outorga n 00923_2011_barragem maravilhas iii_mbr
Dn 005 2014_processo de outorga n 00923_2011_barragem maravilhas iii_mbrCBH Rio das Velhas
 
Apresentação Manejo de Água em Noronha - conselho apa
Apresentação Manejo de Água em Noronha - conselho apaApresentação Manejo de Água em Noronha - conselho apa
Apresentação Manejo de Água em Noronha - conselho apaFelipe Pinheiro
 
AQDEURIM: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DESENVOLVIDA PARA AUXILIAR NA DETERMIN...
AQDEURIM: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DESENVOLVIDA PARA AUXILIAR NA DETERMIN...AQDEURIM: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DESENVOLVIDA PARA AUXILIAR NA DETERMIN...
AQDEURIM: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DESENVOLVIDA PARA AUXILIAR NA DETERMIN...Gabriella Ribeiro
 

Mais procurados (20)

CARACTERIZAÇÃO HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO ESPIGÃO DE MARÍLIA (SP)
CARACTERIZAÇÃO HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO ESPIGÃO DE MARÍLIA (SP)CARACTERIZAÇÃO HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO ESPIGÃO DE MARÍLIA (SP)
CARACTERIZAÇÃO HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO ESPIGÃO DE MARÍLIA (SP)
 
Apresentação Copasa
Apresentação CopasaApresentação Copasa
Apresentação Copasa
 
VALOR: Redução de Perdas
VALOR: Redução de PerdasVALOR: Redução de Perdas
VALOR: Redução de Perdas
 
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de PoçosProblemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
 
VALOR: Aproveitamento de água de chuva
VALOR: Aproveitamento de água de chuvaVALOR: Aproveitamento de água de chuva
VALOR: Aproveitamento de água de chuva
 
HIDROGEOQUÍMICA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, JACAREÍ E CAÇAPAVA, NO VALE DO PARAÍB...
HIDROGEOQUÍMICA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, JACAREÍ E CAÇAPAVA, NO VALE DO PARAÍB...HIDROGEOQUÍMICA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, JACAREÍ E CAÇAPAVA, NO VALE DO PARAÍB...
HIDROGEOQUÍMICA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, JACAREÍ E CAÇAPAVA, NO VALE DO PARAÍB...
 
VALOR: Reuso de Água
VALOR: Reuso de ÁguaVALOR: Reuso de Água
VALOR: Reuso de Água
 
Sisema - Escassez de Recursos Hídricos no rio das Velhas
Sisema - Escassez de Recursos Hídricos no rio das VelhasSisema - Escassez de Recursos Hídricos no rio das Velhas
Sisema - Escassez de Recursos Hídricos no rio das Velhas
 
Escassez Hídrica na bacia do Rio Paraopeba
Escassez Hídrica na bacia do Rio Paraopeba Escassez Hídrica na bacia do Rio Paraopeba
Escassez Hídrica na bacia do Rio Paraopeba
 
CARACTERIZAÇÃO HIDROGEOLÓGICA E HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO MUN...
CARACTERIZAÇÃO HIDROGEOLÓGICA E HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO MUN...CARACTERIZAÇÃO HIDROGEOLÓGICA E HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO MUN...
CARACTERIZAÇÃO HIDROGEOLÓGICA E HIDROQUÍMICA DO SISTEMA AQUÍFERO BAURU NO MUN...
 
Variações na Composição Isotópica da Precipitação e nas Águas Subterrâneas em...
Variações na Composição Isotópica da Precipitação e nas Águas Subterrâneas em...Variações na Composição Isotópica da Precipitação e nas Águas Subterrâneas em...
Variações na Composição Isotópica da Precipitação e nas Águas Subterrâneas em...
 
Apresentação dessal valors economico abas comentado fabian
Apresentação dessal valors economico abas comentado fabianApresentação dessal valors economico abas comentado fabian
Apresentação dessal valors economico abas comentado fabian
 
SISTEMA ALTERNATIVO PARA O DESAGUAMENTO EM MACIÇOS ROCHOSOS DE BAIXA PERMEABI...
SISTEMA ALTERNATIVO PARA O DESAGUAMENTO EM MACIÇOS ROCHOSOS DE BAIXA PERMEABI...SISTEMA ALTERNATIVO PARA O DESAGUAMENTO EM MACIÇOS ROCHOSOS DE BAIXA PERMEABI...
SISTEMA ALTERNATIVO PARA O DESAGUAMENTO EM MACIÇOS ROCHOSOS DE BAIXA PERMEABI...
 
Apresentação CTOC
Apresentação CTOCApresentação CTOC
Apresentação CTOC
 
PROJETO PILOTO CISTERNAS RURAIS: PARCERIA SAAE – ITAIPU
PROJETO PILOTO CISTERNAS RURAIS: PARCERIA SAAE – ITAIPUPROJETO PILOTO CISTERNAS RURAIS: PARCERIA SAAE – ITAIPU
PROJETO PILOTO CISTERNAS RURAIS: PARCERIA SAAE – ITAIPU
 
Para entender o caso
Para entender o casoPara entender o caso
Para entender o caso
 
Seminario Revitaliza Fiemg
Seminario Revitaliza FiemgSeminario Revitaliza Fiemg
Seminario Revitaliza Fiemg
 
Dn 005 2014_processo de outorga n 00923_2011_barragem maravilhas iii_mbr
Dn 005 2014_processo de outorga n 00923_2011_barragem maravilhas iii_mbrDn 005 2014_processo de outorga n 00923_2011_barragem maravilhas iii_mbr
Dn 005 2014_processo de outorga n 00923_2011_barragem maravilhas iii_mbr
 
Apresentação Manejo de Água em Noronha - conselho apa
Apresentação Manejo de Água em Noronha - conselho apaApresentação Manejo de Água em Noronha - conselho apa
Apresentação Manejo de Água em Noronha - conselho apa
 
AQDEURIM: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DESENVOLVIDA PARA AUXILIAR NA DETERMIN...
AQDEURIM: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DESENVOLVIDA PARA AUXILIAR NA DETERMIN...AQDEURIM: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DESENVOLVIDA PARA AUXILIAR NA DETERMIN...
AQDEURIM: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DESENVOLVIDA PARA AUXILIAR NA DETERMIN...
 

Semelhante a Estudo sobre outorgas no Alto Rio das Velhas Igam

Apresentação Sisema - Outorgas no Alto Rio das Velhas
Apresentação Sisema - Outorgas no Alto Rio das VelhasApresentação Sisema - Outorgas no Alto Rio das Velhas
Apresentação Sisema - Outorgas no Alto Rio das VelhasCBH Rio das Velhas
 
Programa de Despoluição da Lagoa da Pampulha
Programa de Despoluição da Lagoa da PampulhaPrograma de Despoluição da Lagoa da Pampulha
Programa de Despoluição da Lagoa da PampulhaCBH Rio das Velhas
 
Crise da água ou crise de gestão?
Crise da água ou crise de gestão? Crise da água ou crise de gestão?
Crise da água ou crise de gestão? CBH Rio das Velhas
 
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e ContextoPDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e ContextoCBH Rio das Velhas
 
Apresentacao cbh rio das velhas
Apresentacao cbh rio das velhasApresentacao cbh rio das velhas
Apresentacao cbh rio das velhasCBH Rio das Velhas
 
Apresentação Sisema - Seca no Rio Bicudo
Apresentação Sisema - Seca no Rio BicudoApresentação Sisema - Seca no Rio Bicudo
Apresentação Sisema - Seca no Rio BicudoCBH Rio das Velhas
 
CobrançA Pela áGua E Os ServiçOs Ambientais
CobrançA Pela áGua E Os ServiçOs AmbientaisCobrançA Pela áGua E Os ServiçOs Ambientais
CobrançA Pela áGua E Os ServiçOs AmbientaisAgência Peixe Vivo
 
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito CBH Rio das Velhas
 
Apresentacao Marcos Heil
Apresentacao Marcos HeilApresentacao Marcos Heil
Apresentacao Marcos Heilequipeagroplus
 
Balanço da temporada de verão 2015/2016 - Casan
Balanço da temporada de verão 2015/2016 - CasanBalanço da temporada de verão 2015/2016 - Casan
Balanço da temporada de verão 2015/2016 - CasanGoverno de Santa Catarina
 
Apresentação AGB Peixe Vivo - Reuniao FMCBH - 28-08-2014
Apresentação AGB Peixe Vivo - Reuniao FMCBH - 28-08-2014Apresentação AGB Peixe Vivo - Reuniao FMCBH - 28-08-2014
Apresentação AGB Peixe Vivo - Reuniao FMCBH - 28-08-2014CBH Rio das Velhas
 
Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014
Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014
Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014CBH Rio das Velhas
 
Reúso: Como Alternativa Estratégica para o Nordeste Brasileiro
Reúso: Como Alternativa Estratégica para o Nordeste BrasileiroReúso: Como Alternativa Estratégica para o Nordeste Brasileiro
Reúso: Como Alternativa Estratégica para o Nordeste BrasileiroÁlvaro Menezes
 

Semelhante a Estudo sobre outorgas no Alto Rio das Velhas Igam (20)

Apresentação Sisema - Outorgas no Alto Rio das Velhas
Apresentação Sisema - Outorgas no Alto Rio das VelhasApresentação Sisema - Outorgas no Alto Rio das Velhas
Apresentação Sisema - Outorgas no Alto Rio das Velhas
 
Copasa - Meta 2014
Copasa - Meta 2014Copasa - Meta 2014
Copasa - Meta 2014
 
Apresentacao Copasa
Apresentacao CopasaApresentacao Copasa
Apresentacao Copasa
 
Programa de Despoluição da Lagoa da Pampulha
Programa de Despoluição da Lagoa da PampulhaPrograma de Despoluição da Lagoa da Pampulha
Programa de Despoluição da Lagoa da Pampulha
 
Crise da água ou crise de gestão?
Crise da água ou crise de gestão? Crise da água ou crise de gestão?
Crise da água ou crise de gestão?
 
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e ContextoPDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
PDRH CBH RIO DAS VELHAS - PROGRAMA DE AÇÕES: Introdução e Contexto
 
Apresentacao cbh rio das velhas
Apresentacao cbh rio das velhasApresentacao cbh rio das velhas
Apresentacao cbh rio das velhas
 
Caça esgoto PBH
Caça esgoto PBHCaça esgoto PBH
Caça esgoto PBH
 
Catanese req 234-15
Catanese  req 234-15Catanese  req 234-15
Catanese req 234-15
 
Apresentação Sisema - Seca no Rio Bicudo
Apresentação Sisema - Seca no Rio BicudoApresentação Sisema - Seca no Rio Bicudo
Apresentação Sisema - Seca no Rio Bicudo
 
CobrançA Pela áGua E Os ServiçOs Ambientais
CobrançA Pela áGua E Os ServiçOs AmbientaisCobrançA Pela áGua E Os ServiçOs Ambientais
CobrançA Pela áGua E Os ServiçOs Ambientais
 
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
Pacto para solucao do conflito pelo uso da agua na bacia do ribeiro bonito
 
Wokshop Água - Setimo Aparecida Vargas
Wokshop Água - Setimo Aparecida VargasWokshop Água - Setimo Aparecida Vargas
Wokshop Água - Setimo Aparecida Vargas
 
Apresentacao Marcos Heil
Apresentacao Marcos HeilApresentacao Marcos Heil
Apresentacao Marcos Heil
 
Balanço da temporada de verão 2015/2016 - Casan
Balanço da temporada de verão 2015/2016 - CasanBalanço da temporada de verão 2015/2016 - Casan
Balanço da temporada de verão 2015/2016 - Casan
 
Apresentação AGB Peixe Vivo - Reuniao FMCBH - 28-08-2014
Apresentação AGB Peixe Vivo - Reuniao FMCBH - 28-08-2014Apresentação AGB Peixe Vivo - Reuniao FMCBH - 28-08-2014
Apresentação AGB Peixe Vivo - Reuniao FMCBH - 28-08-2014
 
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
 
Execuçao CBH Rio das Velhas
Execuçao CBH Rio das VelhasExecuçao CBH Rio das Velhas
Execuçao CBH Rio das Velhas
 
Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014
Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014
Roteiro de Vistoria - Prêmio ANA 2014
 
Reúso: Como Alternativa Estratégica para o Nordeste Brasileiro
Reúso: Como Alternativa Estratégica para o Nordeste BrasileiroReúso: Como Alternativa Estratégica para o Nordeste Brasileiro
Reúso: Como Alternativa Estratégica para o Nordeste Brasileiro
 

Mais de CBH Rio das Velhas

10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BHCBH Rio das Velhas
 
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...CBH Rio das Velhas
 
Trilha agroecologica estudantes
Trilha agroecologica estudantesTrilha agroecologica estudantes
Trilha agroecologica estudantesCBH Rio das Velhas
 
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio Maquine
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio MaquineModelo carta de indicacao - Santo Antonio Maquine
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio MaquineCBH Rio das Velhas
 
Reuniao final fechos 30_04_2019
Reuniao final fechos 30_04_2019Reuniao final fechos 30_04_2019
Reuniao final fechos 30_04_2019CBH Rio das Velhas
 
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecapParecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecapCBH Rio das Velhas
 
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em Itabirito
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em ItabiritoEvento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em Itabirito
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em ItabiritoCBH Rio das Velhas
 
Subcomitê Ribeirões Caete Sabara
Subcomitê Ribeirões Caete SabaraSubcomitê Ribeirões Caete Sabara
Subcomitê Ribeirões Caete SabaraCBH Rio das Velhas
 

Mais de CBH Rio das Velhas (20)

10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
10 propostas texto final - descanalização rios urbanos de BH
 
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
Apresentacao politica de gestao do risco de inundacoes em belo horizonte - ba...
 
Portaria igam n045.2019
Portaria igam n045.2019Portaria igam n045.2019
Portaria igam n045.2019
 
Qualidade agua - FIEMG
Qualidade agua - FIEMGQualidade agua - FIEMG
Qualidade agua - FIEMG
 
Senai
SenaiSenai
Senai
 
Saae
SaaeSaae
Saae
 
Pro mananciais
Pro mananciaisPro mananciais
Pro mananciais
 
Copasa
CopasaCopasa
Copasa
 
Projeto jequitiba
Projeto jequitibaProjeto jequitiba
Projeto jequitiba
 
Trilha agroecologica estudantes
Trilha agroecologica estudantesTrilha agroecologica estudantes
Trilha agroecologica estudantes
 
Apresentacao SEMAD
Apresentacao SEMADApresentacao SEMAD
Apresentacao SEMAD
 
ProfÀgua
ProfÀguaProfÀgua
ProfÀgua
 
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio Maquine
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio MaquineModelo carta de indicacao - Santo Antonio Maquine
Modelo carta de indicacao - Santo Antonio Maquine
 
Reuniao final fechos 30_04_2019
Reuniao final fechos 30_04_2019Reuniao final fechos 30_04_2019
Reuniao final fechos 30_04_2019
 
Ppt peixe vivo
Ppt peixe vivoPpt peixe vivo
Ppt peixe vivo
 
Ppt feam
Ppt feamPpt feam
Ppt feam
 
Ppt copasa
Ppt copasaPpt copasa
Ppt copasa
 
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecapParecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
Parecer tecnico Agencia peixe Vivo 002 2019 sudecap
 
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em Itabirito
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em ItabiritoEvento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em Itabirito
Evento inicial - Projeto na sub-bacia do Ribeirão Carioca em Itabirito
 
Subcomitê Ribeirões Caete Sabara
Subcomitê Ribeirões Caete SabaraSubcomitê Ribeirões Caete Sabara
Subcomitê Ribeirões Caete Sabara
 

Estudo sobre outorgas no Alto Rio das Velhas Igam

  • 1. Estudo  do  Alto  Rio  das  Velhas   Thiago  Santana   Gerente  de  Pesquisa  e  Desenvolvimento  de  Recursos  Hidricos   Telefone:  (31)  39151126   E-­‐mail:  thiago.santana@meioambiente.mg.gov.br  
  • 2. Alto  Rio  das  Velhas   •  SF5  –  CBH  do  Rio  das  Velhas   •  Divisão  da  Bacia  do  Rio  das  Velhas   •  Vazão  Outorgável  
  • 3. SF5  –  CBH  do  Rio  das  Velhas  
  • 4. Divisão  da  Bacia  do   Rio  das  Velhas   Os  municípios  que  fazem  parte  do  Alto   Rio   das   Velhas   são:   Ouro   Preto,   Itabirito,   Nova   Lima,   Rio   Acima,   Raposos,  Caeté,  Sabará,  Belo  Horizonte   e  Contagem.    
  • 6. Outorgas   •  Outorgas  e  CerZdões  Superficiais   •  Mapas  das  Outorgas   •  Principais  Captações  Outorgadas   •  Captação  COPASA  Bela  Fama   •  Captação  SAAE  ITABIRITO   •  PCH  Rio  de  Pedras  
  • 7. Outorgas  e  Cer>dões  Superficiais   Acrescentar  tabela  com   valores  de  outorga  e   insignificante   Tipo  de   registro Modo  de  Uso Quantidade   de  registros Vazão   autorizada  a   captar  (m³/s) Captação  em  corpo  de  água  (rios,  lagoas  naturais  etc) 44 9,9430 Barramento  em  curso  de  água,  sem  captação 23 0,0000 Captação  em  barramento  em  curso  de  água,  sem  regularização  de  vazão 20 0,3165 Aproveitamento  de  potencial  hidrelétrico 6 0,0000 Captação  em  barramento  em  curso  de  água,  com  regularização  de  vazão 8 0,3212 Dragagem  de  curso  de  água  para  fins  de  extração  mineral 9 0,0978 Barramento  em  curso  de  água,  sem  captação,  para  fins  de  regularização  de  vazão 5 0,0000 Outorga  total 115 10,6785 Barramento  em  curso  de  água,  sem  captação 59 0,0000 Captação  em  corpo  de  água  (rios,  lagoas  naturais  etc) 239 0,1661 Captação  em  barramento  em  curso  de  água,  sem  regularização  de  vazão 16 0,0118 Barramento  em  curso  de  água,  sem  captação,  para  fins  de  regularização  de  vazão 3 0,0000 Certidão  de  Uso  Insignificante  Total 317 0,1779 432 10,8564 OutorgaCertidão Total
  • 9.  Principais  Captações  Outorgadas   Publicação Vencimento Latitude Longitude 2203/  2013 17/10/2013 17/10/2048  COPASA NOVA  LIMA OUTORGA   DEFERIDA Abastecimento  público CAPTAÇÃO  EM  CORPO  DE   ÁGUA   RIO  DAS  VELHAS 20º0'32''S 43º49'52''W 8,7710 2265/  2012 06/07/2012 06/07/2017 VALE  S/A ITABIRITO OUTORGA   DEFERIDA Consumo  industrial CAPTAÇÃO  EM  CORPO  DE   ÁGUA RIO  ITABIRITO 20º11'0''S 43º48'47''W 0,3020 3367/  2010 22/12/2010 22/12/2015 VALE  S/A OURO  PRETO OUTORGA   DEFERIDA Consumo  industrial CAPTAÇÃO  EM  CORPO  DE   ÁGUA   RIBEIRÃO  MATA  PORCOS 20º23'7''S 43º51'26''W 0,1670 3466/  2010 29/12/2010 29/12/2015 VALE  S/A OURO  PRETO OUTORGA   DEFERIDA Consumo  industrial CAPTAÇÃO  EM   BARRAMENTO,  SEM   REGULARIZAÇÃO  DE  VAZÃO CÓRREGO  DO  MEIO 20º24'21''S 43º51'20''W 0,1390 333/  1997 19/09/1997 19/09/2017 SERVIÇO  AUTÔNOMO   DE  ÁGUA  E  ESGOTO ITABIRITO OUTORGA   DEFERIDA Abastecimento  público CAPTAÇÃO  EM  CORPO  DE   ÁGUA   CÓRREGO  BAÇÃO 20º16'56''S 43º50'5''W 0,1230 3012/  2012 25/09/2012 25/09/2032 SERVIÇO  AUTÔNOMO   DE  ÁGUA  E  ESGOTO ITABIRITO OUTORGA   DEFERIDA Abastecimento  público CAPTAÇÃO  EM  CORPO  DE   ÁGUA RIBEIRÃO  DO  SILVA 20º17'0''S 43º55'35''W 0,1100 2175/  2009 22/08/2009 22/08/2014* ANGLOGOLD  ASHANTI   MINERAÇÃO  S/A NOVA  LIMA OUTORGA   RENOVADA Consumo  industrial CAPTAÇÃO  EM   BARRAMENTO,  COM   REGULARIZAÇÃO  DE  VAZÃO RIBEIRÃO  CAMBIMBE 19º59'21''S 43º49'13''W 0,1099 924/  2014 29/05/2014 29/05/2019 VALE  S/A ITABIRITO OUTORGA   DEFERIDA Consumo  industrial CAPTAÇÃO  EM   BARRAMENTO    COM   REGULARIZAÇÃO  DE  VAZÃO RIBEIRÃO  CONGONHAS 20º13'12''S 43º54'29''W 0,0830 299/  2011 16/02/2011 16/02/2016 VALE  S/A OURO  PRETO OUTORGA   DEFERIDA Consumo  industrial CAPTAÇÃO  EM   BARRAMENTO  ,  SEM   REGULARIZAÇÃO  DE  VAZÃO RIBEIRÃO  DA  PRATA 20º24'40''S 43º51'54''W 0,0500 385/  1997 15/10/1997 15/10/2017 SERVIÇO  AUTÔNOMO   DE  ÁGUA  E  ESGOTO ITABIRITO OUTORGA   DEFERIDA Abastecimento  público CAPTAÇÃO  EM  CORPO  DE   ÁGUA CÓRREGO  CARIOCA 20º15'21''S 43º50'42''W 0,0470 Data Portaria Curso  D´Água Coordenadas  Geograficas Vazão   Outorgada   (m³/s) Modo  de  UsoEmpreendedor Município Status   Processo Finalidade
  • 10. Captação  COPASA  Bela  Fama   Portaria  nº  02203/2013  de  16/10/2013.     •  Outorgada/Autorizatária:  Companhia  de  Saneamento  de  Minas  Gerais     •  Curso  d’água:  Rio  das  Velhas.     •  Ponto  captação:  Lat.  20º00'32"S  e  Long.  43º49'52"W.     •  Vazão  Autorizada  (l/s):  8.771,0.     •  Tempo  de  captação:  24:00  horas/dia  e  12  meses/ano     •  Finalidade:  Abastecimento  público.   Condicionantes:   •  Deverá  monitorar  as  vazões  captadas  com  objeto  de  manter  a  vazão  residual  de   3,04098  m³/s  a  jusante  da  captação  durante  a  validade  da  Outorga.  Na  hipótese  de   compromeZmento  dessa  vazão  mínima  residual,  a  COPSA  deverá  diminuir  a  vazão   de  captação  para  que  não  haja  prejuízo  aos  demais  usuários  da  bacia.   •  Monitoramento  diário  das  vazões  captadas  e  de  jusante,  com  envio  semestral  de   um  relatório  contendo  essas  medições.  
  • 11. Captação  SAAE  ITABIRITO   Portaria  nº  03012/2012  de  21/09/2012     Outorgada/Autorizatária:  Serviço  Autônomo  de  Água  e  Esgoto  de  Itabirito   •  Curso  d’água:  Ribeirão  do  Silva   •  Ponto  captação:  Lat.  20º17‘00"S  e  Long.  43º55‘35"W.     •  Vazão  Autorizada  (l/s):  110,0.   •  Tempo  de  captação:  24:00  horas/dia  e  12  meses/ano     •  Finalidade:  Abastecimento  público.   Condicionantes:   •  Implantar  estação  de  monitoramento  de  vazão  imediatamente  a  jusante  do  ponto   de   captação,   e   realizar   leituras   diárias   nos   equipamentos   instalados,   com   envio   semestral  de  um  relatório  contendo  essas  medições  à  SUPRAM  CM   •  Dimensionar  o  sistema  de  captação  para  que  a  vazão  máxima  a  ser  captada  não   comprometa  a  vazão  residual  de  275,0  l/s,  a  ser  manZda  a  jusante  da  captação.  Na   hipótese  de  compromeZmento  da  vazão  mínima  residual,  o  SAAE  deverá  diminuir   a  vazão  de  captação  para  não  haver  prejuízo  aos  demais  usuários  da  bacia.  
  • 12. PCH  Rio  de  Pedras   Portaria  nº  01746/2011  de  09/06/2011   •  Outorgada/Autorizatária:  CEMIG  Geração  e  Transmissão  S.A.     •  Curso  d’água:  Rio  das  Velhas   •  Ponto  captação:Lat.  20°12'54"S  e  Long.  43°44'01"W.     •  Finalidade:  Geração  de  energia.     •  Potência  instalada  de  9,28  (MW).   •  Município:  Itabirito.     Condicionantes:   •  Operar   e   manter   em   funcionamento   as   Estações   Fluviométricas   descrita   nos   Estudos   Hidrológicos   apresentados   e   envio   dos   dados,   inclusive   sedimentometricos,  ao  IGAM/SUPRAM,  quando  solicitado.   •  PermiZr   durante   todo   o   tempo,   a   jusante   do   aproveitamento,   no   mínimo,   o   escoamento  da  vazão  equivalente  a  70%  da  Q7,10  (1,7m³/s)  
  • 13. Estudo  de  CriZcidade  Alto  Rio   das  Velhas   •  Tributários  do  Rio  das  Velhas   •  Tabela  Tributários   •  Mapa  Porcentagem  Captada   •  Situação  na  Calha  do  Rio  das  Velhas   •  Mapa  -­‐  Situação  na  Calha  do  Rio  das  Velhas  
  • 14. Tributários  do  Alto  Rio  das  Velhas  
  • 15.
  • 17. Situação  na  Calha  do  Rio  das  Velhas   Localização  dos  pontos  de  analise  da  calha  do  Rio  das  Velhas:   •  Velhas  01  –  Antes  da  afluência  do  Ribeirão  Funil   •  Velhas  02  –  Após  afluência  do  Rio  de  Pedras   •  Velhas  03  –  Antes  da  afluência  do  Rio  do  Peixe   •  Velhas  04  –  Antes  da  Captação  de  Bela  Fama   •  Velhas  05  –  Após  Captação  de  Bela  Fama   •  Velhas  06  –  Antes  da  afluência  do  Ribeirão  Sabará   •  Velhas  07  –  Após  a  afluência  do  Ribeirão  do  Onça   Pontos Área  a  montante   (km²) Rendimento   Especifico   Médio   Q7,10   Vazão   Outorgada Vazão  Uso   Insignificante   Vazão   total Vazão   Regularizada Demanda %  captada   da  Q7,10 Velhas  01 110,64 6,20 0,6860 0,0000 0,0051 0,0051 0,0000 0,0051 1% Velhas  02 541,75 4,39 2,3781 0,1760 0,0308 0,2068 0,0000 0,2068 9% Velhas  03 1198,28 6,03 7,2246 1,1958 0,0665 1,2623 0,2636 0,9987 14% Velhas  04 1672,83 5,36 8,9639 1,4038 0,1034 1,5072 0,3834 1,1238 13% Velhas  05 1672,83 5,36 8,9639 10,1748 0,1034 10,2782 4,8606 5,9229 66% Velhas  06 2006,24 5,05 10,1405 10,3344 0,1382 10,4726 4,9435 6,0344 60% Velhas  07 2738,87 4,74 12,9835 10,6785 0,1779 10,8564 4,9435 6,4192 49%
  • 18. Situação  na  calha  do  Rio  das  Velhas  
  • 19. Crise  Hídrica   •  Vazões  do  Rio  das  Velhas  ao  longo  do  seu  curso  d’água   •  Qualidade  das  Águas  -­‐    SF5  
  • 20. Vazões  do  Rio  das  Velhas  ao   longo  do  seu  curso  d’água   A   tabela   demonstra   a   diminuição   da   vazão   média   no   ano   de   2014,   no   qual   as   vazões   de   2014   representam   50%   da   vazão   média   de   2012.  
  • 21. Qualidade  das  Águas  -­‐    SF5   Ø  Nº  de  estações  de   monitoramento  SF5:  81   Observa-­‐se  a  qualidade  da  água  ruim   para   médio   ao   longo   do   Rio   das   Velhas,  e  uma  maior  concentração  de   pontos   de   monitoramento   com   contaminação   por   tóxicos   alta   próximo  a  região  metropolitana  e  na   calha  do  Rio  das  Velhas.  
  • 22. Obrigado!   Thiago  Santana   Gerente  de  Pesquisa  e  Desenvolvimento  de  Recursos  Hidricos   Telefone:  (31)  39151126   E-­‐mail:  thiago.santana@meioambiente.mg.gov.br