PRESSÕES AMBIENTAIS: EXPANSÃO
IMOBILIÁRIA E MINERAÇÃO
RODRIGO LEMOS
Geógrafo
Especialista em direito ambiental
Mestre em a...
ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO
ALTO RIO DASVELHAS;
PROCESSO HISTÓRICO DE OCUPAÇÃO DO ALTO
VELHAS;
FRAGILIDADE E PRESSÃO AMBI...
ALTO RIO DAS VELHAS
OCUPAÇÃO NO ALTO RIO DAS
VELHAS
O OURO E AS MINAS
 Foi o metal da cobiça que criou as Minas. Para conquista-lo criou-se um país: Minas Gerais,
fulcro, ce...
O USO E OCUPAÇÃO DO SOLO
Os últimos 30 anos, contudo, tivemos um maior adensamento e
consolidação de formas de ocupação te...
OCUPAÇÃO HISTÓRICA EM DOISVETORES
O primeiro vetor se fundamenta na extração de ouro e
expande a partir da calha fluvial ...
POPULAÇÃO - MUNICÍPIOS
População Nova Lima % Itabirito % Ouro Preto % Raposos % Rio Acima % Minas Gerais % Brasil %
1991 5...
POR EXEMPLO NOVA LIMA
A presença das empresas mineradoras no município fez com elas se tornassem
proprietárias de grande e...
1984
2014
1984 2014
FRAGILIDADE E PRESSÃO AMBIENTAL
NO CASO DA EXPANSÃO IMOBILIÁRIA
FRAGILIDADE AMBIENTAL
Fragilidade ambiental é um conceito complexo e que é
dependente de diversos fatores ambientais. A á...
A ocupação territorial no alto Rio das Velhas é realizada em diferentes
contextos de fragilidade ambiental, gerando variad...
FRAGILIDADE E PRESSÃO AMBIENTAL
NO CASO DA EXPANSÃO IMOBILIÁRIA
A ÁGUA, O URBANO E A PROTEÇÃO
AMBIENTAL NO ALTO RIO DAS VELHAS
MACROZONEAMENTO METROPOLITANO
Na conformação dos limites à leste da ZIM
Vetor Sul as referências consideradas
foram: a lin...
Exemplos de nascentes e pressão ambiental
no mundo realmente invertido,
o verdadeiro é um movimento
do falso (Debord, 1996)
rslemosbh@gmail.com
OBRIGADO
Apresentacao  seminario alto velhas - 27-10-2015
Apresentacao  seminario alto velhas - 27-10-2015
Apresentacao  seminario alto velhas - 27-10-2015
Apresentacao  seminario alto velhas - 27-10-2015
Apresentacao  seminario alto velhas - 27-10-2015
Apresentacao  seminario alto velhas - 27-10-2015
Apresentacao  seminario alto velhas - 27-10-2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentacao seminario alto velhas - 27-10-2015

335 visualizações

Publicada em

Apresentacao seminario alto velhas - 27-10-2015

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
335
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
77
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentacao seminario alto velhas - 27-10-2015

  1. 1. PRESSÕES AMBIENTAIS: EXPANSÃO IMOBILIÁRIA E MINERAÇÃO RODRIGO LEMOS Geógrafo Especialista em direito ambiental Mestre em análise ambiental Doutorando em análise ambiental e recursos hídricos RSLEMOSBH@GMAIL.COM
  2. 2. ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO ALTO RIO DASVELHAS; PROCESSO HISTÓRICO DE OCUPAÇÃO DO ALTO VELHAS; FRAGILIDADE E PRESSÃO AMBIENTAL NO CASO DA EXPANSÃO IMOBILIÁRIA;  A ÁGUA, O URBANO E PROTEÇÃO AMBIENTAL NO ALTO RIO DASVELHAS.
  3. 3. ALTO RIO DAS VELHAS
  4. 4. OCUPAÇÃO NO ALTO RIO DAS VELHAS
  5. 5. O OURO E AS MINAS  Foi o metal da cobiça que criou as Minas. Para conquista-lo criou-se um país: Minas Gerais, fulcro, centro, pedra de toque, fecho da abóboda das pedras soltas do até então arquipélago litorâneo tropical temperado, no lado oeste da bacia do atlântico. A partir de 1693, Minas Gerais, ao constituir-se, garimpou o Brasil. (BAGGIO, M. A – Prefácio GOULART, 2009)  As primeiras formas de ocupação na área do Alto Rio das Velhas, principalmente para a extração de ouro, dependiam das águas e foram realizadas de forma ambientalmente predatória, como destaca Saint-Hilaire:  Não sucede com as águas empregadas nas lavagens o mesmo que com os terrenos auríferos. De acordo com as antigas disposições, o Rei reservava para si a propriedade delas. Só concedia seu uso, e quando um minerador deixava de utilizar um regato, outro minerador podia solicitá-lo ao Guarda Mor. Tomava-se mais inteligentemente a precaução de proibir a destruição das matas em volta dos lugares em que tinham suas nascentes as águas que serviam à lavagem. (p 110)
  6. 6. O USO E OCUPAÇÃO DO SOLO Os últimos 30 anos, contudo, tivemos um maior adensamento e consolidação de formas de ocupação territorial no Alto Rio das Velhas, pela expansão da mineração nas bordas do quadrilátero ferrífero. Outro movimento de expansão se inicia também pelo transbordamento do vetor sul da capital, principalmente para as áreas conurbadas a Belo Horizonte. Neste período também são criadas áreas de proteção, várias com a finalidade de proteção dos recursos hídricos, como é o caso da estação ecológica de fechos (Decreto 36.073 de 27/09/1994)
  7. 7. OCUPAÇÃO HISTÓRICA EM DOISVETORES O primeiro vetor se fundamenta na extração de ouro e expande a partir da calha fluvial do Rio das Velhas e de seus afluentes, passando de Vila Rica por Acuruí e até Sabará; O segundo Vetor de expansão acontece pela mineração de ferro (exemplo siderurgia Itabirito, criada em 1896) e o transbordamento da Capital e tem como eixo principal a BR040.
  8. 8. POPULAÇÃO - MUNICÍPIOS População Nova Lima % Itabirito % Ouro Preto % Raposos % Rio Acima % Minas Gerais % Brasil % 1991 52.400 100 32.091 100 62.514 100 14.242 100 7.066 100 15.743.152 100 146.825.475 100 2000 64.387 123 37.901 118 66.277 106 14.289 100 7.658 108 17.891.494 114 169.799.170 116 2010 80.998 155 45.449 142 70.281 112 15.342 108 9.090 129 19.597.330 124 190.755.799 130 2015 (estimativa) 89.900 172 49.768 155 74.036 118 16.230 114 9.924 140 20.869.101 133 204.996.013 140 Apesar do significativo crescimento populacional do município de Nova Lima é importante destacar que as principais áreas de crescimento se consolidaram fora da sede municipal, principalmente em paralelo às áreas minerárias e de acordo com o eixo da BR040. Fonte: IBGE, 2015
  9. 9. POR EXEMPLO NOVA LIMA A presença das empresas mineradoras no município fez com elas se tornassem proprietárias de grande extensão de terras. Da área total do município de Nova Lima, 49% é de propriedade das duas empresas, o que corresponde a 210 km2 , sendo 130 km2 da Anglogold e o restante, 80 km2 , da MBR. Essa alta concentração de terras nas mãos das mineradoras contribuiu para que controlassem a expansão urbana e imobiliária no município, uma vez que a ocupação territorial estava diretamente relacionada aos interesses das empresas. (SOUZA E BRITO, 2006) SOUZA, RGV de, and FRA de BRITO. "A expansão urbana da região metropolitana de Belo Horizonte e suas implicações para a redistribuição espacial da população: a migração dos ricos." XV Encontro de Estudos Populacionais, Associação Brasileira de Estudos Populacionais (abep) (2006).
  10. 10. 1984
  11. 11. 2014
  12. 12. 1984 2014
  13. 13. FRAGILIDADE E PRESSÃO AMBIENTAL NO CASO DA EXPANSÃO IMOBILIÁRIA
  14. 14. FRAGILIDADE AMBIENTAL Fragilidade ambiental é um conceito complexo e que é dependente de diversos fatores ambientais. A área do Alto Rio das Velhas abrange contextos ambientais diferentes, mas vários considerados de alta fragilidade. Apenas considerando declividade...
  15. 15. A ocupação territorial no alto Rio das Velhas é realizada em diferentes contextos de fragilidade ambiental, gerando variadas formas de impacto e dano ambiental. Considera-se que diferentes formas de Unidades de Conservação podem ser instrumentais interessantes para a proteção ambiental de áreas frágeis e ambientalmente importantes.
  16. 16. FRAGILIDADE E PRESSÃO AMBIENTAL NO CASO DA EXPANSÃO IMOBILIÁRIA
  17. 17. A ÁGUA, O URBANO E A PROTEÇÃO AMBIENTAL NO ALTO RIO DAS VELHAS
  18. 18. MACROZONEAMENTO METROPOLITANO Na conformação dos limites à leste da ZIM Vetor Sul as referências consideradas foram: a linha que define uma sub-bacia em área de atividades minerárias e os limites do Projeto C-Sul, um empreendimento de grande porte que abrange aproximadamente 27 milhões de metros quadrados, com expectativa de aglutinar cerca de 120 mil pessoas. O projeto contempla áreas destinadas à habitação e equipamentos de serviços, lazer, educação e trabalho. (MZRMBH, 2015 - Produto 4, p 13). ZIMVETOR SUL
  19. 19. Exemplos de nascentes e pressão ambiental
  20. 20. no mundo realmente invertido, o verdadeiro é um movimento do falso (Debord, 1996) rslemosbh@gmail.com OBRIGADO

×