A Bacia Hidrográfica do 
Ribeirao Onca
Este é o ribeirão Onça, o principal curso 
d’água desta bacia hidrográfica. 
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 1 
Co...
A bacia hidrográfica Os cursos d’água 
A bacia do Onça ocupa parte do município de Contagem e toda a região norte 
de Belo...
A verticalização na ocupação 
humana significa maior 
impacto ambiental 
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 5 
Esgoto...
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 7 
Espuma nas águas do ribeirão Onça causada pela presença 
de sabão, detergente e...
As riquezas culturais 
O maior pólo turístico e artístico-cultural de Belo Horizonte 
O conjunto arquitetônico da Pampulha...
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 11 
Imaginem se pudéssemos 
nadar e pescar bem no 
meio urbano? 
As riquezas natur...
Ampliação do saneamento e da infra-estrutura urbana 
Estação de Tratamento de 
Esgoto da bacia do Onça 
12 - A Bacia Hidro...
Parque Sarandi 
Parque José Lopes dos Reis 
(Parque Baleares) 
Alguns parques municipais com córregos, 
nascentes e vegeta...
Participação comunitária em prol da requalificação socioambiental na região 
Núcleos Integrados do Projeto Manuelzão - Gru...
Movimento Deixem o Onça 
beber água limpa - Uma parceria 
entre várias instituições, a 
comunidade local, coordenado 
pelo...
Faça você também 
a Promova em seu bairro, sua escola, sua empresa, ações de educação 
ambiental para sensibilizar e envol...
Se todos colaborarem, será possível recuperar a bacia do 
Onça. Assim ela poderá ser um lugar ainda mais bonito 
e saudáve...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça

1.251 visualizações

Publicada em

A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.251
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
225
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça

  1. 1. A Bacia Hidrográfica do Ribeirao Onca
  2. 2. Este é o ribeirão Onça, o principal curso d’água desta bacia hidrográfica. A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 1 Contamos com muitos colaboradores voluntários na construção desta cartilha. A todos nossa gratidão. Contam-se muitas histórias curiosas a respeito do seu nome. Uns dizem que foi por causa de um senhor bravo feito uma onça que vivia em suas margens. Outros dizem que foi por causa das onças pintadas que existiam na região. Também, há quem diga que foi por causa da onça, uma antiga unidade de medida de peso que pesava o ouro extraído no ribeirão. Esse tempo passou, o nome ficou, mas o fato é que a construção das cidades de Belo Horizonte e Contagem fez toda a bacia do Onça se transformar. Hoje as onças pintadas não vivem mais aqui e nem existe ouro no ribeirão, mas tem muita gente lutando para recuperar a beleza deste lugar. Como diz o Sr. João, morador da região há mais de 50 anos: “Eu nadei e pesquei nestas águas, por isso cuido de uma nascente que há no meu quintal. Meu sonho é ver este ribeirão limpinho outra vez”. Cartilha A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça ORGANIZAÇÃO Grupo de Educação Ambiental do Subcomitê do Onça: Ana Mansoldo, Daniela Campolina Vieira, Dalva Lara Correa, Majô Zeferino, Osmar Ramos, Nirma Damas, Miguel Emílio, Lucas Aroeira, Thais Pereira Fotografia: Leo Souza, André Pacheco, Míriam Botelho, Majô Zeferino Programação Visual: Desirée Ruas Ilustração: Emidio Batista Referências: Acervo Projeto Manuelzão, pesquisa de alunos da E.M. Hélio Peregrino (PBH) 2003, Deliberação Normativa CBHVelhas nº 04 de 10 de fevereiro de 2006, Acervo COPASA, Acervo PBH.
  3. 3. A bacia hidrográfica Os cursos d’água A bacia do Onça ocupa parte do município de Contagem e toda a região norte de Belo Horizonte, numa extensão de 36,8 km e uma área de 212 km². As nas-centes mais distantes surgem em Contagem formando os córregos Sarandi (e seus afluentes: João Gomes, Dom Cabral, Tapera, Luzia e outros) e o Bom Jesus (e seus afluentes: Banguelo, Água Funda e outros). Entrando no muni-cípio de Belo Horizonte outros córregos se juntam: Ressaca, Braúnas, AABB, Olhos d’água, Mergulhão e outros formando a Lagoa da Pampulha. Depois da barragem, com o nome de ribeirão Pampulha, continua recebendo outros córre-gos: o Engenho Nogueira (e seus afluentes: Cascatinha, Henrique Alves, Prenti-ce Coelho e São Francisco). Seguindo seu caminho recebe os córregos Dona Clara, o Sebastião de Brito ou Suzana. Próximo à Estação do Metrô Primeiro de Maio na Av. Cristiano Machado ele encontra com o córrego Primeiro de Maio e na rotatória próximo à Estação do Metrô São Gabriel encontra-se com o córrego Cachoeirinha, quando então é denominado ribeirão Onça. Até este ponto está quase todo encoberto, mas a partir daí segue em canal aberto margeando a Via 240 recebendo os córregos Nossa Senhora da Piedade, Saramenha e outros. Ao longo da rodovia MG-020, após a cachoeira do Novo Aarão Reis, preservado em seu leito natural, recebe os córregos Isidoro (e seus afluentes: Baleares, Vilarinho, Nado, Serra Verde, Bacuraus, Embira, Tamboril, Terra Vermelha e Floresta) o Santinha, o Gorduras e outros. Vai, então, seguindo em frente até desaguar no rio das Velhas no município de Santa Luzia. Bacia hidrográfica é uma área formada pelo rio principal, seus afluentes, todo o relevo geográfico do entorno por onde escoam as águas de chuva, onde vivem plantas, animais e o ser humano com suas diversas culturas. 2 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 3
  4. 4. A verticalização na ocupação humana significa maior impacto ambiental A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 5 Esgoto doméstico e industrial lançados no córrego A ocupação humana Hoje vivem na bacia aproximadamente 1.000.000 de pessoas. Sua ocupação irregular, a partir de 1960 com a implantação do parque industrial em Contagem, contribuiu ativamente para a degradação dos córregos afluentes. Por isso o Ribeirão Onça hoje é considerado o maior poluidor do Rio das Velhas. O desmatamento, a especulação imobi-liária, a ocupação às margens dos córre-gos, o lixo sem dis-posição adequada, o lançamento de esgo-tos domésticos e in-dustriais nos cursos d’água, a impermea-bilização do solo e a canalização dos cór-regos transformaram a área de vazão natu-ral do Onça e preju-dicaram a saúde das águas e das pessoas. Ocupação desordenada às margens do ribeirão Onça 4 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça Por isso, na época das chuvas, com o aumento da vazão, ocorrem tantas inundações e danos à população ribeirinha
  5. 5. A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 7 Espuma nas águas do ribeirão Onça causada pela presença de sabão, detergente etc. e cor escura devido ao acúmulo de matéria orgânica proveniente de esgotos Quedas d’água entre os bairros Ribeiro de Abreu e Novo Aarão Reis A triste degradação 6 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça O assoreamento e a contaminação das águas da Lagoa da Pampulha mudaram completamente o seu uso Poluição e assoreamento A poluição contrasta com a beleza natural da cachoeira e sua formação rochosa. Seria um belo lugar para turismo e lazer! Quantas vidas perdidas!
  6. 6. As riquezas culturais O maior pólo turístico e artístico-cultural de Belo Horizonte O conjunto arquitetônico da Pampulha formado pela Lagoa da Pampulha e por grandes obras de Niemeyer foi construído entre 1942 e 1944 pelo então prefeito Juscelino Kubitschek. O objetivo principal da barragem era amenizar as enchentes na região, aumentar o abastecimento de água além de ser um lugar para recreação, natação e canoagem. O grande parque industrial em Contagem As inúmeras empresas de setores automobilístico, alimentício, têxtil etc. são uma grande fonte de desenvolvimento econômico para os municípios de Belo Horizonte e Contagem e para todo o estado de Minas Gerais. A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 9 Conjunto arquitetônico da Pampulha: a Lagoa, os estádios Mineirinho e Mineirão, a Igreja São Francisco de Assis e o Museu de Arte da Pampulha O parque industrial de Contagem Apesar da forte industrialização, ainda persistem áreas de produção rural em Contagem Mas nem só de degradação vivem os habitantes da bacia. 8 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
  7. 7. A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 11 Imaginem se pudéssemos nadar e pescar bem no meio urbano? As riquezas naturais Talvez estas sejam as últimas áreas remanescentes em Belo Horizonte e Contagem com tantas belezas naturais. As cachoeiras, matas, fauna e as inúmeras nascentes e córregos em leito natural proporcionam uma melhor qualidade de vida e incentivam a luta pela preservação ambiental da bacia. Fauna e flora da região da Pampulha 10 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
  8. 8. Ampliação do saneamento e da infra-estrutura urbana Estação de Tratamento de Esgoto da bacia do Onça 12 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça Interceptor localizado às margens do Onça impede o lançamento de esgoto no ribeirão A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 13 Aterro Sanitário Municipal de Contagem Enfim... a recuperação da bacia Felizmente, muitas melhorias já estão acontecendo... Estação Elevatória de Esgoto Confisco, em Contagem: sistema de bombeamento de esgoto Lixo é no lixo. Esgoto é na rede de esgoto.
  9. 9. Parque Sarandi Parque José Lopes dos Reis (Parque Baleares) Alguns parques municipais com córregos, nascentes e vegetação recuperados e Centros de Educação Ambiental. Parque Nossa Senhora da Piedade Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado Parque Ecológico Primeiro de Maio 14 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 15
  10. 10. Participação comunitária em prol da requalificação socioambiental na região Núcleos Integrados do Projeto Manuelzão - Grupos formados pelas comunidades que vivem nas microbacias dos córregos afluentes do Onça, que buscam soluções para os problemas ambientais, de saúde e de educação da região. Núcleos Manuelzão na Bacia do Ribeirão On ça Subcomitê da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - Um grupo consultivo e propositivo vinculado ao CBH Rio das Velhas, composto por representantes do poder público, das empresas usuárias de água e da comunidade. Se reúnem uma vez por mês para discutirem os problemas da bacia e buscar soluções coletivas. Agricultura Urbana - Uma parceria formada pela Rede de Intercâmbio de Tecnologias Alternativas (REDE), o Conselho Comunitário Unidos pelo Ribeiro de Abreu (COMUPRA) e a comunidade do Ribeiro de Abreu e região. Promovem oficinas e outras práticas relacionadas ao cultivo de alimentos e plantas medicinais. Projeto de agricultura urbana Existem vários movimentos sociais pela recuperação da bacia. Reunião do Subcomitê do Onça 16 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça Dezoito núcleos do Projeto Manuelzão atuam em defesa da Bacia do Ribeirão Onça A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 17
  11. 11. Movimento Deixem o Onça beber água limpa - Uma parceria entre várias instituições, a comunidade local, coordenado pelo COMUPRA. Seu objetivo é mobilizar a comunidade e o poder público para a requalificação socioambiental da região do baixo Onça onde ocorrem sérios problemas como ocupações Movimento Deixem o Onça beber água limpa irregulares, inundações, perdas materiais e de vidas. Programa de Recuperação da Bacia da Pampulha (PROPAM) - Um programa desenvolvido pelas prefeituras de Belo Horizonte e de Contagem que propõe intervenções ambientais na bacia da Pampulha com projetos de Saneamento Ambiental, Recuperação da Lagoa e Planejamento e Gestão Ambiental. Consórcio de Recuperação da Bacia da Pampulha - Uma entidade civil sem fins lucrativos que integra as prefeituras de Belo Horizonte e Contagem, empresas privadas, associações de moradores e pessoas físicas, com o objetivo de contribuir com recursos financeiros e trabalhos voluntários no Planejamento e Gestão Ambiental da bacia da Pampulha. Várias Associações Comunitárias de Bairros que fazem a sua parte para revitalização ambiental e social da bacia. 18 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça Muito ainda precisa ser feito Precisamos perceber a bacia do Onça em seus diversos aspectos: A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 19 ecológicos, sociais, econômicos e estéticos. Precisamos valorizar mais os cursos d’água, pois eles estruturam a paisagem urbana e são fontes de recursos hídricos.
  12. 12. Faça você também a Promova em seu bairro, sua escola, sua empresa, ações de educação ambiental para sensibilizar e envolver toda a comunidade nas questões ambientais e sociais. a Acompanhe a elaboração dos planos diretores municipais da sua região para que as intervenções levem em consideração toda a bacia hidrográfica. a Integre-se, participe e apoie os projetos que valorizem todas as formas de vida. Contatos a a Copasa (geral) - 115 Distrito Norte - 3250 2808 Distrito Noroeste - 3250 2920 Distrito Leste - 3250 2818 Distrito de Contagem - 3250 3016 a 20 - A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça Prefeitura Belo Horizonte geral - 156 Regional Pampulha - 3277 7925 Regional Venda Nova - 3277 8892 Regional Norte - 3277 7371 Regional Nordeste - 3277 7479 Regional Noroeste - 3277 4521 Prefeitura Contagem geral - 3352 5000 Seduc - 3352 5369 Comparc - 3911 7960 Associações comunitárias consulte a sua regional Subcomitê Onça - 3409 9818 Núcleos Manuelzão - 3409 9818 a CBH Rio das Velhas - www.cbhvelhas.org.br a a a Então, qual será a sua colaboração? Escreva nesta página o que você pode fazer para que a bacia hidrográfica do Onça fique cada vez mais bonita e saudável. Envie suas ideias para o e-mail scbhonca@gmail.com A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça - 21
  13. 13. Se todos colaborarem, será possível recuperar a bacia do Onça. Assim ela poderá ser um lugar ainda mais bonito e saudável para a nossa vida e para as futuras gerações.

×