Raleste28

155 visualizações

Publicada em

Revista

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Raleste28

  1. 1. ANO VIII | N.o XXX | NOV/DEZ de 2014 2015Feliz • Retrospectiva 2014 • Preparando as malas • Comece o Ano sem dívidas • Moda Reveillon • Ceia de Natal • Amigo Secreto • E muito mais
  2. 2. vestibularsocial.com.br SEPREFERIR,AGENDESUAPROVAELETRÔNICA A Faculdade Drummond foi a idealizadora do Vestibular Social, um programa que já colocou mais de 24 mil alunos em salas de aula. É por isso quenaFaculdadeDrummondquererépoder.Agorasãomaisde2.000bolsas deaté100%emmaisde30cursosdebacharelado,licenciaturaetecnologia. E o melhor: são bolsas oferecidas diretamente pela Faculdade Drummond, sem intermediários. Tudo o que você precisa fazer é ir bem na prova e na entrevista. Inscreva-se no site www.vestibularsocial.com.br e boa sorte. Afinal, só depende de você. 2.000BOLSASDEATÉ100% VESTIBULAR SOCIAL drummond.com.br InscriçãoGratuita Acesse e inscreva-se já!
  3. 3. TATUAPÉ RuaProf.PedreiradeFreitas,401/415 1129421488 PONTERASA Av.SãoMiguel,4335 1122146644 VILAFORMOSA PraçaNossaSenhoradasVitórias,92 1120764600 PENHA R.ComendadorCantinho,394 1122278400 •25LABORATÓRIOSDEINFORMÁTICA•SALASCOMLOUSASELETRÔNICAS•BIBLIOTECASCOMPLETAS•ACESSOÀINTERNET(WI-FI)•CINEMA•TEATRO•LAZER UNIDADES COMPLETAS COM EXCELENTE INFRAESTRUTURA ACADÊMICA: /grupodrummond @grupodrummond Cursosde excelência noensino MEC/ENADE CURSOS Bacharelado(4anos) - Administração - Ciência da Computação - Ciências Contábeis - Educação Física - Sistemas de Informação Licenciatura(3anos) - Educação Física - Matemática - Pedagogia CursosSuperioresdeTecnologia(3anos) - Automação Industrial - Gestão Hospitalar CursosSuperioresdeTecnologia(2anosemeio) - Análise e Desenvolvimento de Sistemas - Redes de Computadores -Comércio Exterior - Design Gráfico - Design de Moda - Futebol - Gestão Ambiental - Gestão Comercial - Gestão Desportiva e de Lazer - Gestão Financeira - Gestão Pública - Gestão de Qualidade - Gestão de Recursos Humanos - Gestão deTecnologia da Informação - Gestão deTurismo - Logística - Marketing - Negócios Imobiliários - Processos Gerenciais - Produção Publicitária CursosSuperioresdeTecnologia(2anos) Bacharelado(5anos) - Direito - Engenharia da Produção - Engenharia Eletrônica com ênfase em Automação Industrial QUEM FAZ DRUMMOND FAZ A DIFERENÇA.
  4. 4. 4 Focada na Grande Zona LesteFocada na Grande Zona Leste  Bairros com grande concentração de distribuição.  Bairros com boa concentração de distribuição.  Bairros com média distribuição em locais pré estabelecidos. O Grupo Acontece de Jornais e Revista, formado pelos jornais: Acontece Agora, Folha do Itaim, Jornal de Ermelino&Ponte Rasa, Jornal de Guaianás&Cidade Tiradentes e a Revista Acontece Leste já distribuiu gratuitamente mais de 27 milhões de exemplares desde a fundação do Jornal Acontece Agora em 1993 Central de atendimento: 2031-2364 e 2513-0928 Redação e Comercial: raleste@gmail.com Nosso site: www.aconteceleste.com.br Sede Própria: Av. dos Guachos, 166 - Vila Curuça CEP 08030-360 - São Paulo - SP Importante: A Revista Acontece Leste não mantém vínculos empregatícios com nenhum de seus colaboradores relaciona- dos neste expediente e nem autoriza permutas de anúncios, com exceção daqueles autorizados pelo Diretor Executivo. Diretor Executivo e Editor: Divaldo Rosa MTb: 42488 - divaldorosa@ig.com.br Administrativo e Financeiro: Ademir Rodrigues Criação e Editoração: sergio avante Jornalista: Silmara Galvão Fotos: Eduardo Rocha e Bruno Rosa Comercial: Ariane Andrade e Eduardo Rocha Revisora: Suseli Corumba Rosa Distribuição: Mega Multi Promoções e Eventos Tiragem: 30.000 exemplares comprovados Área de Circulação: Zona Leste SP Nosso site: www.aconteceleste.com.br Um veículo do Grupo Acontece de Jornais e Revista “Defesa da verdade e dos interesses da Zona Leste” Revista 4
  5. 5. 55 Veja fatos importantes dos acontecimentos que ocorreram no Brasil e no Mundo em 2014..............................8 Surpreenda seus familiares e amigos com a ceia de Natal...........14 “Amigo Secreto”: não fique fora desta brincadeira. Inove e tenha um amigo secreto mais legal..................................18 Entre o ano com o pé direito........................................................22 Faça suas malas e boa viagem .....................................................26 Prepare sua casa para a chegada do ano novo ............................28 Belíssima apresentação de balé clássico é realizada pela Escola Ballet Viviane Ruiz.......................................32 Criador de Chaves e Chapolin, morre aos 85 anos........................36 Comece o ano sem dívidas e aprenda a organizar suas finanças................................................................................38 As aventuras e desventuras de Ferrugem.....................................42 Como lidar com a ansiedade das crianças no fim do ano.............44 As bênçãos de um casamento movido por Deus .........................46 São Miguel Paulista realiza a 1a Feira de Educação e Emprego .................................................50 Fique linda com o “look total branco” .........................................52 Em época de festa tranquilize seu bichinho de estimação............54 Sol, praia, piscina..........................................................................56 14Surpreenda seus familiares e amigos com a ceia de Natal 32Belíssima apresentação de balé clássico é realizada pela Escola Ballet Viviane Ruiz 44Como lidar com a ansiedade das crianças no fim do ano 46As bênçãos de um casamento movido por Deus 52Fique linda com o “look total branco” 56Sol, praia, piscina NOSSA CAPA Caríssimos leitores da Revista Acontece, esta edição que circula nas semanas que antecedem a Festa Na- talina, destaca assuntos e reportagens sobre a maior festa do ano, tais como os preparativos para a Ceia de Natal, Como deixar a sua casa mais bonita no Ano Novo, Moda de fim de ano, Amigo Secreto, Saiba lidar com a ansiedade das crianças antes das festas do fim do ano e outros assuntos relacionados à virada de ano como Retrospectiva de 2014 e Como começar o Ano Novo sem dívidas. Além das reportagens relaciona- das ao Natal e Ano Novo, a revista traz também outros assuntos muito agra- dáveis como Aventuras e Desventuras do Ferrugem, Casamento movido por Deus, 1a . Feira de Educação e Emprego em São Miguel, Apresentação da Es- cola de Ballet Viviane Ruiz, Sol, praia, piscina, etc. Mantemos a ótima qualidade edi- torial que sempre foi um dos pontos fortes da maior revista de variedades da região, além da qualidade técnica e de criação que torna a Revista Aconte- ce muito agradável de ler. E mantemos também o nosso diferencial maior que é a distribuição gratuita de 30 mil re- vistas feita por empresa especializada em distribuição que conhece a fundo a nossa região. Tenham todos um Feliz Natal, Prós- pero Ano Novo e uma ótima leitura. Divaldo Rosa Diretor Executivo divaldorosa@ig.com.br www.facebook.com/RevistaAconteceLeste
  6. 6. 6
  7. 7. 7
  8. 8. 8 Revista Janeiro: Choque fatal da moça na praia O momento em que uma turista de 36 anos é atingida por um raio em uma praia do Guarujá, no litoral de São Paulo, foi registrado por um fotógra- fo no fim da tarde de segunda-feira (13). A mulher chegou a ser socorrida, mas morreu momentos de- pois da descarga elétrica. Fevereiro: Homem se joga do 13° andar com o filho no colo Uma briga de casal acabou com a morte de um homem e de seu filho em Osasco, na Grande São Paulo, na noite daquela segunda-feira. O marido agrediu a esposa e, depois, se jogou da janela do 13º andar com o filho de apenas seis anos.  Março: Avião da Malásia desaparece Avião da Malaysia Airlines desapareceu em 8 de março com 239 pessoas a bordo e acredita-se que tenha caído no Oceano Índico. Abril: Morte do José Wilker O ator José Wilker, 69, morreu na casa da namo- rada, a jornalista Claudia Montenegro, no Rio de Ja- neiro, no dia 5 de abril, vítima de um infarto fulmi- nante, enquanto dormia.  Veja fatos importantes que ocorreram no Brasil 8
  9. 9. 9 Maio: Protestos contra a Copa O dia 15 de maio foi batizado como “Dia Internacional de Lutas contra a Copa”. Em São Paulo, o ato aconteceu na Ave- nida Paulista. Junho: Copa do mundo Abertura da Copa do Mundo foi realizada com sucesso de público. Show contou com a participação de Claudia Leite Jennifer Lopes, Ft. Pitt Bull Julho: Neymar machucado e fora da Copa, Brasil perde em casa. Neymar sofreu uma fratura na terceira vértebra lom- bar após sofrer uma joelhada do colombiano Zúñiga, nas costas, pouco antes do final do segundo tempo, e ficou fora da Copa do Mundo. Brasil sofre goleada da Alemanha de 7 x 1 em vexame histórico e disputou o 3º lugar no Campeonato Mundial. dos acontecimentos e no Mundo em 2014 Agosto: Ebola, Robin Williams morre, Eduardo Campos morre Surto de Ebo- la na África Ocidental, onde foram registra- das as primeiras mor- tes por ebolavírus de forma  epidêmica. Em 8 de agosto, a Orga- nização Mundial de Saúde declarou a epi- demia em estado de emergência interna- cional. Essa designação só havia sido usada duas vezes antes, para a gripe Suína em 2009 e para o ressurgimento da Polio em 2014. A morte de Robin Williams  foi oficialmente considerada um suicí- dio, disseram autoridades do Con- dado de Marin em um comunicado. 9
  10. 10. 10
  11. 11. 11
  12. 12. 12 Revista Um jato particu- lar caiu em Santos, no litoral de São Paulo, e atingiu casas. Na aero- nave, estava o candi- dato à presidência da República pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) e ex-governador de Per- nambuco,  Eduardo Cam- pos, que morreu no aci- dente.  Setembro: Racismo Aranha (Santos) As injúrias raciais proferidas por um grupo de tor- cedores do Grêmio ao goleiro Aranha do Santos ti- veram repercussão nacional e internacional. Aranha quando ouviu as manifestações, vindas do setor ar- quibancada norte na Arena, Aranha reagiu e o jogo chegou a ficar parado por conta do incidente. O go- leiro gesticulou para o árbitro indicando que os tor- cedores imitavam gestos típicos dos macacos para ofendê-lo. Na saída de campo, o goleiro mostrou toda sua indignação. Outubro: Eleições - Dilma vencedora A disputa das eleições presidenciais no Brasil ter- minou com a vitória mais apertada da história e con- cedeu à presidente Dilma Rousseff, do PT, o direito de seguir no cargo durante os próximos quatro anos. Novembro: Morte de Roberto Bolaños O ator Roberto Bo- laños, criador de perso- nagens como Chaves e Chapolin, morreu aos 85 anos, em sua casa em Cancún, no México. Dezembro: Boate Kiss, Operários trabalham na limpeza da boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, palco de uma tragédia que matou 242 pessoas e deixou mais de 600 feridos em um incêndio ocorrido em ja- neiro de 2013. Uma menina foi flagrada tomando banho em bueiro cheio de água suja que estava aberto na rua Luís de Camões, no centro do Rio de Janeiro. Segundo o jornal O Globo, que divulgou a imagem, a cena foi acompanhada de longe pelo pai da criança, que es- tava a poucos metros do local e parecia embriagado. 12
  13. 13. 13
  14. 14. 14 Revista O Natal se aproxima e já está mais do que na hora de pensar nos preparati- vos para a ceia. A melhor forma de evitar inconvenientes é, sem dúvida alguma, investir na or- ganização. Agrade os parentes e amigos seguindo 10 dicas sim- ples, listadas pelas consultoras de festas: 1) Não deixe de pensar em tudo com antecedência, incluin- do a lista de convidados e a preparação dos convites. A con- firmação de presença é impres- cindível para se saber o número de pessoas, o tipo de recepção e o que será servido; 2)  Uma sugestão prática é o serviço de bufê à americana. Assim, todos ficam à vontade e podem se servir em uma mesa central, onde os pratos salgados estão dispostos. As sobremesas devem permanecer em uma se- gunda mesa. Pratos, talheres e Surpreenda seus familiares e 14
  15. 15. 15 amigos com a ceia de Natal (cerveja, vinho e champanhe), além de refrigerante, suco e água (gaseifica- da e natural), aproximadamente 500 ml por convidado (refrigerante e/ou suco); 6) Em relação a pratos quentes, cal- cula-se cerca de 550g por pessoa, sen- do que crianças comem menos e, al- guns adultos, mais. Dois perus de 5 kg cada um, servem, por exemplo, aproxi- madamente 24 pessoas. Cuidado com receitas muito exóticas, pois podem não agradar a todos os paladares; 7) Faça uma lista para não se per- der na organização, incluindo a pro- gramação do horário de preparo dos pratos natalinos, principalmente por- que alguns demoram a ficar prontos e devem ser temperados com até dois dias de antecedência; 8) Reserve um espaço especial para que as crianças brinquem à vontade; 9) Faça uma coletânea com músi- cas natalinas e também com as suas preferidas (seja eclético para agradar a todos); 10)  Decore sua casa com motivos de Natal, sem se esquecer de uma grande árvore para acomodar todos os presentes. Presenteie cada famí- lia com algo especial como forma de agradecimento pela presença. guardanapos ficam na dos convidados ou em uma à parte. Se possível, prepa- re uma para as crianças, já que não se adaptam muito a esse tipo de jantar; 3) Caso não tenha mesa para todos, é importante providenciar apoio de colo e/ou bandejas de colo; 4) Por tradição, a ceia é servida à meia-noite, mas nada impede que você mude o horário ou ainda conte com uma mesa de petiscos com frios, frutas secas, frutas oleaginosas; 5)  As bebidas podem ficar na co- zinha e serem servidas por garçons contratados (se possível). Na hora de comprá-las, deve-se levar em conside- ração o número de adultos que inge- rem álcool e os que não (incluindo as crianças). A partir disso, adquira pelo menos três tipos de bebidas alcoólicas 15
  16. 16. 16
  17. 17. 17
  18. 18. 18 Revista A s brincadeiras de amigo se- creto  são mais do que uma tradição, é um momen- to de confraternizar e integrar os colaboradores e membros de uma equipe de trabalho, um momento de descontração e alegria para co- memorar o fim de ano. Acredita-se que o Amigo Se- creto tenha vindo dos povos nór- dicos, mas também uma brinca- deira de costumes e tradições de povos pagãos. Muitas pessoas ficam em dúvida sobre como di- zer “Amigo Secreto” em outros idiomas. Em inglês se diz  Secret Santa  ou  Kriss Kringle, em espa- nhol  Amigo Invisible (ou Amigo Secreto como no português), e em alemão Wichteln. É de costume entre familia- res fazer pequenas brincadeiras com as pessoas sorteadas, como por exemplo, usar um fato mar- cante da sua vida, ou uma parte engraçada do seu perfil. Existem diversas maneiras de fazer a brin- cadeira do Amigo Secreto – des- cubra algumas e veja a melhor forma para você brincar com seus amigos. Geralmente, os presentes têm valor pré-estipulado. Res- peite o limite. Gastar mais pode ser interpretado como bajulação. Já no Amigo Secreto Ladrão não tem esse problema e sinta-se livre para gastar mais e impressionar com seu presente! Para fugir do óbvio com um pouco de criatividade, é possível “Amigo Secreto”: não fique Inove e tenha um amig 18
  19. 19. 19 fora desta brincadeira. o secreto mais legal evitar CDs ou chocolates. Alguns presen- tes são escolhas elegantes e podem ser dados sem erro. Exemplos: Livro de Arte, lançamento em DVD e objetos relacio- nados ao ‘hobby’ da pessoa. Informe-se se o sorteado pratica algum esporte ou se coleciona algum objeto, por exemplo. Outra dica para dar mais emoção à brincadeira é criar um grupo no What- sApp para trocar mensagens, anônimas ou não, entre os participantes! Funcio- na como se fossem bilhetinhos envia- dos entre os membros do grupo. Agora veja variações divertidas do Amigo Secreto: Amigo-secreto ladrão Um dos mais divertidos, é também conhecido como amigo-secreto chinês. Nesta brincadeira o que fica secreto é o presente, e não o amigo. Cada parti- cipante deve comprar um presente que gostaria de ganhar, algo bem interessan- te, e deve embrulhá-lo de uma maneira que não seja possível descobrir o que está dentro da embalagem, para se tor- nar um presente totalmente surpresa. O sorteio acontece apenas na hora da en- trega, quando cada participante recebe um número. A pessoa que tira o número 1 inicia a brincadeira e escolhe um em- brulho. A partir daí, os próximos partici- pantes em ordem numérica decidem se escolhem outro presente ou se roubam o presente de quem já escolheu. O jogo termina quando o último participante decide escolher o presente restante ou roubá-lo de alguém. Atenção! O mesmo  presente só pode ser roubado no máxi- mo três ou quatro vezes, você define!!! Amigo-Animal Faça uma lista com muitos animais (o suficiente para cada participante da brincadeira poder escolher um). Ao in- vés de sortear os nomes dos participan- tes, sorteiam-se os nomes dos animais. Ninguém saberá quem tirou quem até o final da brincadeira, ou seja, no dia da “revelação”. Por isso é necessário haver uma caixinha onde enviar bilheti- nhos para cada “animal” e dar dicas do que quer ganhar. No dia da revelação, ao invés de dizer as características do amigo, se dizem as características do bicho. Aí serão duas surpresas. Em vez da caixinha você pode usar um grupo no WhatsApp ou Facebook, onde todos os participantes poderão trocar mensagens e as dicas de presentes. Amigo (o) Culto Nesta versão de amigo secreto, per- feito para intelectuais, o tema é a leitura e cada participante pode levar um livro ou qualquer coisa relacionado a eles.  Para ficar mais divertido pode misturar com o amigo ladrão e cada presente pode ser roubado até três vezes. Outra dica é ter que escolher pelo pacote, mas aí as embalagens devem ter vá- rias pegadinhas, uma caixa bem grande com um livro bem pequeno e engraça- do, ou um livro maravilhoso em uma embalagem bem sem graça! Amigo-secreto sustentável A cada ano, a preocupação com nosso planeta fica mais forte entre as pessoas. Com ela, crescem as vendas de produtos sustentáveis. Que tal com- prar um produto reciclável? Ou algo montado com produtos recicláveis? Produtos de beleza feitos naturalmen- te? As opções são inúmeras e o meio ambiente agradece. Amigo da “Onça” ou Inimigo Secreto Este tipo de amigo oculto pode ser planejado junto ao amigo secreto con- vencional. Mas lembre-se que só pode- rá ser feito entre pessoas muito amigas e que estão acostumadas a brincar umas com as outras, pois já se conhe- cem. Consiste em cada participante desenvolver ou comprar para o “amigo da onça” algo que venha contra as suas ideias pessoais, tentando “chatear”, no bom sentido, aquele quem você tirou. Por exemplo, para um careca fazer uma peruca de meia tecida com fios de lã. Para um corintiano, dar algo do Palmei- ras etc. O que vale é o bom humor de todos na hora de abrir os presentes. Geralmente, essa brincadeira é feita junto com a festa convencional de ami- go secreto, na qual a pessoa abre os dois presentes juntos. Amigo Banca de Jornal É uma variação engraçada e econô- mica dos presentes do amigo secreto. Consiste em escolher alguma coisa na banca de jornal de acordo com a carac- terística de quem você tirou.
  20. 20. 20
  21. 21. 21
  22. 22. 22 N ovos empregos, novos amores, novos desa- fios... O que 2014 trouxe de bom (e de ruim) para você? O que você deseja que continue presente na sua vida ou mude para o ano que está chegando? Não existe momento mais propício do que esse para voltar às atenções para si mesmo. A época das festas de fim de ano traz consigo o clima de come- moração e de fechamento de um ciclo, mas, para que esse ciclo seja realmente concluído com sucesso, é preciso que haja um momento de reflexão e aná- lise sobre tudo aquilo que acon- teceu nos últimos 365 dias que se passaram. Segundo os especialistas, é preciso colocar na balança tudo aquilo que aconteceu de importante na sua vida durante o ano e, para fazer isso na prá- tica, uma boa ideia é sentar em um lugar calmo e quando você estiver sem pressa, colocar no papel tudo aquilo que merece ser destacado. A dica é sepa- rar um tempo para você, anali- sar o que deu certo ou errado. Pegue uma folha em branco e faça diversas colunas: uma para a sua carreira, uma para sua vida amorosa, outra para a área financeira, outra para a diversão/lazer, outra para saú- de, etc. Em cada área dessas faça outra divisão: uma coluna para coisas boas, outra coluna para coisas ruins. Escreva o que houve de bom e de ruim em cada área e dê notas de 1 a 10 de acordo com o seu sucesso. Os profissionais garantem que essa atitude auxilia na reflexão, deixando mais visível se existe uma falta de equilíbrio entre as áreas analisadas. O ideal é encontrar uma harmonia, um equilíbrio em tudo. Esse é um objetivo que não é cumprido com tanta facilidade e o ser hu- mano tende a se dedicar mais àquilo que já tem sucesso, por exemplo: se a sua área amoro- sa está muito bem e a sua área financeira vai muito mal, é mais fácil continuar dedicando-se a sua vida amorosa, pois ali você já possui maior garantia de su- cesso – e ninguém gosta de fa- lhar, ressalta o psicólogo Reinal- do Araujo. Além da análise e reflexão de fim de ano, que são o passo inicial para começar o próximo ano com o pé direito, também é importante planejar metas e objetivos concretos para o próximo ano, ressaltando a for- ma como eles serão feitos. “De nada adianta você falar que de- seja viajar no próximo ano se não se preparar para isso. Para concluir esse objetivo, é preciso desde já pensar o que será feito: você guardará dinheiro mensal- mente? Em que mês será a via- gem? É possível deixar o traba- lho de lado por um tempo para viajar? Você terá que deixar o emprego? Todas essas possibi- lidades devem ser pensadas na hora de planejar um objetivo”, exemplifica o profissional. Ainda falta um tempo para as festas de fim de ano, mas que tal começar a repensar des- de já as suas conquistas e falhas desse ano que passou e fazer planos concretos para o ano que vem? Sua carreira, sua vida amorosa e sua saúde agradece- rão no final. Entre o ano com o pé direito Analisar suas conquistas e falhas é etapa importante para começar 2015 com o pé direito Revista 22
  23. 23. 23
  24. 24. 26 Revista A s férias de verão estão aí, é época de muita gente viajar e se divertir longe do traba- lho. Por isso, a revista Acontece Leste ajuda você a fazer a mala sem precisar sentar em cima para ela fechar ou deixar coisas neces- sárias em casa, e ainda armazenar cada coisa do jeito certo para que tudo chegue impecável ao destino. De acordo com a consultora em organização, Elaine Regina Ti- móteo, a primeira coisa a se pen- sar antes de começar a mala é o clima da região para onde você está indo e a previsão do tempo para os dias em que você vai visi- tar o lugar. Porém, é bom ser pre- venido e levar um conjunto com- pleto do clima oposto, em caso de mudança brusca na temperatura. Você também deve pensar nas roupas e acessórios de acordo com as ocasiões – se você for para trabalhar leve roupas mais formais - mas não esqueça das peças bá- sicas. Caso você queira aproveitar os momentos de folga para passe- ar, se pretende sair para uma ba- lada ou para um jantar requintado também leve roupas para essas situações. Se você estiver indo para um hotel ou casa de um amigo, in- forme-se se é necessário levar roupa de cama e de banho. Caso viaje de ônibus, é bom levar uma mantinha à mão, pois o ar-condi- cionado pode estar com a tem- peratura mais baixa do que o seu gosto. Quem toma remédios regu- larmente não pode esquecê-los. Além disso, é bom levar, em uma bolsinha, um kit com remédio para dores e enjoo. Hora de compor a mala: quan- do começar a colocar as roupas na mala, é bom escolher peças de co- res neutras, assim pode trocar os conjuntos. Você deve colocar um conjunto completo para cada dia de viagem (as trocas são extras),  dois pares de sapato (procure os que combinam com as roupas Faça suas malas e boa viagemque você esta carregando), um par de chinelos e um tênis. Para facilitar distribua os conjuntos completos em cima da cama, ajudando a visualizar os looks. pode auxiliar na hora do check-in); Leve na mala sacos de TNT – coloque os sapatos dentro e depois aproveite para guardar as roupas usadas; Para que as camisetas não amassem, nada de rolinhos! Coloque a camiseta so- bre a cama e uma folha de papel de seda em cima, sobreponha outra ca- miseta e outra folha, e assim vá em- pilhando, suas camisas vão chegar intactas ao destino. Hora de montar frasqueira: an frasqueira, você deve guardar produ- tos de higiene, maquiagens, cosméti- cos e coisas que quebram facilmente. Na bagagem de mão: máquina foto- gráfica (vai que você veja algo interes- sante no caminho), óculos  de sol ou grau e remédio para enjoo. O casaco pesado deve ir fora da mala: se você for de avião, ele vai na mão, se for de carro ele vai em uma sacola ou em uma capa apropriada. Deixe em casa: o terceiro par de sapato, o segundo casaco pesado, aquela roupa que você está em dú- vida, o terceiro livro, a roupa extra- vagante. Checklist: acessórios, biquinis, pi- jamas/camisolas, roupas íntimas. Por último: Produtos de higiene   Dicas extra: aproveite os espa- ços internos de sapatos e tênis para guardar bijuterias, meias e roupas íntimas (você pode embrulhá-los em um saquinho antes de fazer isso); Se a viagem for de carro, sapatos vão em bolsa separada das roupas; Se a viagem for de avião, itens como bi- juterias e outros vão na bagagem de mão (que no caso de compras extras, A Revista Acontece Leste ajuda você a fazer a mala sem precisar sentar em cima para ela fechar ou deixar coisas necessárias em casa 26
  25. 25. 27 AS MELHORES MARCAS PARA VOCÊ ESCOLHER 2031-2927 - 2297-4540 Rua Arlindo Colaço, 342 Esquina da Rua Serra Dourada (Calçadão) São Miguel - SP
  26. 26. 28 Revista O réveillon é sinônimo de festa e, por isso mesmo, a decoração da casa tem de con- dizer com esse ambiente de boa disposição, glamour e alegria. Quer vá organizar um pequeno jantar de réveillon ou uma fes- ta de arromba para brindar a chegada do novo ano, inspire-se nestas ideias de decoração bem festivas! Velas vistosas: numa festa de réveillon não podem faltar as velas e quanto mais, melhor, pois, a decoração agradece! Se vai dar um jantar de réveillon ín- timo, concentre as velas sobre a mesa de jantar, optando por re- cipientes originais (experimente taças de champanhe, misture candelabros diferentes, garra- fas vazias para velas finas …). Se a festa de réveillon vai ser gran- de e muito animada, espalhe as velas por todos os espaços que vão receber convidados, optando por velas de tamanhos grandes (duram mais tempo) e se as colo- car dentro de bonitas lanternas, o efeito é ainda maior e extre- mamente seguro. E, claro, não se esqueça de acendê-las todas… os seus convidados vão adorar! Brinde bonito: o champanhe é o rei da festa de réveillon e a verdade é que os seus convidados não vão largar os seus flutes toda a noite, por isso, personalize as taças de champanhe com um de- talhe engraçado – pode ser uma etiqueta pendurada com uma fita na base com o seu nome, uma citação ou mensagem de boas- vindas ao ano novo; pode ainda ser um enfeite natalício ou outro mimo especial. Confete colorido: aproveite os restos do papel de embrulho de Natal e, com um furador, reúna um estoque generoso de confete festivo para dispor solto sobre a mesa de jantar ou na zona do bar, para espalhar à porta de entrada (assim ninguém se enganará no local da festa!) ou simplesmente colocar em taças para os convi- dados lançarem ao ar quando o ponteiro do relógio anunciar a meia-noite. Meia-noite em ponto: apesar da festa e do convívio, boa parte da noite de réveillon é passada a olhar para o relógio, à espera da meia-noite. Esse é um momento que pode ser partilhado por todos se criar uma decoração com vários relógios diferentes, colocados jun- tos sobre a lareira ou uma mesa de apoio. Se tiver familiares ou amigos noutros pontos do globo, reserve um desses relógios para a sua hora local. E, para uma diversão extra, programe os relógios para desper- tam todos à meia-noite! Prepare sua casa para 28
  27. 27. 29 Gelo giro: se vai ter um ou mais baldes com gelo para manter o cham- panhe ou outras bebidas sempre fres- cas, dê-lhes uma decoração irresistível ao colocar, por entre o gelo, elementos comestíveis como morangos ou choco- lates; ou elementos decorativos, como bolas brilhantes ou pinhas. Marcador festivo: aproveite os ele- mentos mais divertidos da festa do ré- veillon para criar marcadores de lugar bem criativos. Pode usar tudo desde um balão preso com uma fita a cada ca- deira ou um chapéu de réveillon coloca- do sobre o prato, a um saquinho trans- parente recheado de confete colorido. Afinal de contas, réveillon é diversão… e a decoração da festa também pode e deve ter esse espírito! Belos balões: os balões não devem ser exclusivamente reservados às festas deaniversáriooufestasinfantis,umavez que a festa de réveillon só fica a ganhar com balões a flutuar em cada divisão e a decorar a casa de forma bem festiva. a chegada do ano novo Escolha uma paleta de cores e decore exclusivamente com balões nesses tons; pode ainda colocar confete dentro dos balões antes de enchê-los e à meia-noite deixar cada convidado arrebentar um ou dois! Imagine que bem que ficaria uma sala cheia de balões bonitos na hora de receber os convidados e fazer a conta- gem decrescente até a meia-noite? Chão explosivo: delimite a zona onde vão brindar a chegada do ano novo com alguns quadrados de folhas de plástico-bolha. Antes de afixá-los ao chão (coloque uma borda de papel à volta para tornar esta decoração mais apelativa e mais prática – aplique fita cola dupla face para afixar as folhas de plástico-bolha ao papel), vire as fo- lhas ao contrário e pinte algumas bolas nos tons da sua paleta de cores festiva. Quando for meia-noite, terá, dentro de casa, o seu próprio fogo-de-artifício de réveillon… mas debaixo dos pés! Acessórios de réveillon: na decora- ção do réveillon não podem faltar ele- mentos divertidos como apitos, línguas de sogra, cornetas, confete, plumas, penas, chapéus, tiaras... Incorpore-os na decoração do réveillon ao dispô-los em várias taças (de preferência trans- parentes) de tamanhos e feitios dife- rentes, espalhados pelo espaço reser- vado à festa de réveillon. Mesa com glamour: para adicionar um toque de glamour e sofisticação à decoração da mesa para o réveillon, experimente uma ou mais destas deco- rações – opte por uma paleta de cores em tons de preto/branco com doura- do/prateado; com marcadores de gel com brilhantes escreva uma mensagem de ano novo em cada prato marcador; envolva os cabos dos talheres com fi- tas douradas ou prateadas; coloque pequenos espelhos no centro da mesa sobre os quais pode pousar flores ou velas; pouse sobre a mesa de jantar e sob a toalha de mesa um conjunto de luzes de Natal brancas iluminadas… Bom réveillon, feliz ano novo! 29
  28. 28. 30
  29. 29. 31
  30. 30. 32 N a noite de segunda-feira (08) de dezembro o grupo de bailarinas da Escola de Ballet Viviane Ruiz apresen- tou um belíssimo espetáculo de dan- ça de Ballet Clássico e Jazz. O evento aconteceu no anfiteatro da escola Dom Pedro II, localizado em São Mi- guel Paulista, cerca de 300 pessoas puderam comparecer ao local. Como convidado de honra o gru- po de balé contou com a participa- ção especial do bailarino Jeison Lo- pes, conhecido internacionalmente. Entre as 25 alunas que partici- param do evento, os convidados puderam contemplar cerca de 30 apresentações, em destaque para a apresentação do trio de bailarinas que com um jeitinho bastante mei- go e divertido, as pequenas alunas deram um show a parte com a mú- sica “Biquini de Bolinha”. Outro grande destaque foi à dupla de bailarinos profissionais: a professora e proprietária da escola, Viviane Ruiz e o dançarino Jeison Lopes, que com a leve e desenvol- tura de cada passo dado, deixaram a impressão que ambos estavam Belíssima apresentaç realizada pela Escola Revista 32
  31. 31. 33 flutuando sobre o palco. Formada pelo Theatro Municipal de São Paulo Viviane Ruiz deu inicio ao balé ainda criança, quando tinha apenas 04 anos de idade. Participou da Campanha de Ballet Cisne Negro, Ballet Nacional do Brasil, ganhou bolsa de estudo para Bélgica e Alemanha, participou de inú- meros festivais dentre outros. Hoje com 29 anos, ela relatada que nunca chegou nem a fazer uma “pau- se” da dança e lembra ainda que para chegar onde esta foi preciso renunciar algumas coisas, “a bailarina abre mão de sair, passear, ir a shoppings, aniver- sários, festinhas com amigos, eu costu- mo dizer para minhas alunas que isto é fundamental, porque a primeira lição dada é a disciplina, trabalhamos com o grupo e se uma pessoa falta, todos acaba ficando na mão. Por isto digo que a primeira técnica de uma bailarina de sucesso é a pontualidade e o compro- metimento para com a dança clássica”. O bailarino clássico, Jeison Lopes, tornou-se reconhecido internacional- mente, morou durante um tempo fora do país, onde conquistou a todos por onde passou, porém neste ano resol- veu voltar ao seu país de origem, mas cita que o público de fora vê o balé um tanto diferente como aqui, “lá fora ão de balé clássico é a Ballet Viviane Ruizo balé é uma cultura, quando a crian- ça nasce a mãe já coloca para estudar balé, mesmo que a criança cresça e não siga, diferente do Brasil, lá dançar balé já está na cultura do povo”. Inspirado pela igreja e um filme que assistiu Jaison diz que nem gostava de dançar, mas assim que viu e participou do balé pela primeira vez de lá pra cá, não parou mais, “engraçado que eu não gostava de dançar e achava que nem le- vava jeito para a dança, foi ai que atra- vés da igreja que me interessei e me apaixonei e nunca mais parei (risos)”, lembra ele. A Escola Ballet Viviane Ruiz está lo- calizada na rua Garopá, 286 – Vila Curu- çá Velha- São Paulo. 33
  32. 32. 34
  33. 33. 35
  34. 34. 36 D ono de frases antológicas como “ninguém tem paci- ência comigo” e “não con- tavam com a minha astúcia”, que marcaram gerações de fãs em toda a América Latina, Roberto Gómez Bolaños, criador dos seria- dos “Chaves” e “Chapolin”, mor- reu no mês de novembro de 2014, aos 85 anos. Bolanõs foi humoris- ta, escritor, ator, produtor de cine- ma, televisão e teatro. Com problemas respiratórios, dificuldades para se locomover e se mexer, o ator e comediante havia se isolado com a família em Cancún em busca de ar puro, segundo in- formações divulgadas em abril. Em suas últimas aparições públicas, Bolaños se deslocava com o auxílio de uma cadeira de rodas. Bolaños era casado com  Flo- rinda Meza, a atriz que interpre- tava a maioria dos personagens conquistaram crianças e adultos de todas as gerações no país com seu humor ingênuo, cheio de bordões e sem qualquer palavrão. As histórias de Chaves e sua turma ganharam adaptações em desenho animado, videogames e peças de teatro. Criador de Chaves e Chapolin, morre aos 85 anos Revista femininos, inclusive a Dona Florin- da, desde 2004. Ele era pai de Ro- berto, Paulina, Graciela, Marcela, Teresa e Cecília, frutos do primeiro casamento, com Graciela Fernán- dez Pierre.  “El Chavo del Ocho”, nome ori- ginal da série “Chaves”, foi exibi- da pela primeira vez em 20 de junho de 1971 no México. No Brasil, “Chaves” é o seriado infantil de maior longevi- dade da TV. No ar no SBT desde 1984, o programa conta a história de um me- nino órfão que vive dentro de um barril, em um cortiço. O personagem e seus amigos Quico, Chiquinha, Nhonho, seu Bar- riga, seu Madruga, dona Florinda, professor Girafales e dona Clotilde, conhecida como “a bruxa do 71”, 36
  35. 35. 37
  36. 36. 38 Revista T ornar-se adulto geralmente envolve mais independência, maturidade, uma dorzinha ou outra nas costas e, claro, contas a pagar. Por isso, manter um bom controle financeiro é uma das tare- fas fundamentais da tal vida adulta. Afinal, manter uma relação saudá- vel com as suas contas a pagar e a receber significa menos problemas ao final do mês e mais condições de realizar projetos pessoais, como investir em viagens, na sua casa ou em um fim de semana divertido. Lidar com as contas, essa realida- de inevitável, não significa necessa- riamente enfrentar um bicho de sete cabeças. Separamos algumas dicas simples para você gerenciar melhor suas contas a pagar e a receber. Conheça o seu fluxo financeiro A regra para o planejamento fi- nanceiro pessoal é a organização. Deixar as contas desordenadas é pra- ticamente uma certeza de prejuízos, visto que há grandes possibilidades de que você perca um prazo e jogue dinheiro fora com multas e juros. Comece o ano sem dívidas e aprenda a organizar suas finanças Comece organizando detalha- damente todas as suas contas a pagar e a receber. O ideal é utilizar planilhas ou mesmo um aplicativo específico para o planejamento do orçamento doméstico. O importante é, primeiramente, ter listado todos os seus gastos e re- ceitas fixos, ou seja, toda a movimen- tação que se repete mensalmente, como pagamentos de contas de gás e luz e o recebimento do salário. Respeite os limites do seu bolso Com as contas a pagar e a re- ceber organizadas e detalhadas, deduza das suas movimentações fi- xas o que já está automaticamente comprometido. O restante será o seu teto financeiro. A segunda regra fundamental para controle financeiro é respeitar esse limite, salvo em emergências. Procure equilibrar os seus gastos e receitas eventuais para que esse teto seja mantido mês a mês. Entretanto, caso você extrapole o limite, não se desespere. Analise sua planilha de contas a pagar e a re- ceber e entenda o que levou ao de- sequilíbrio. Se for um gasto eventual, avalie como evitar que ele se repita. Se for por atraso no pagamento de contas, reorganize seu cronograma para evitar futuras multas e juros. O fundamental é não deixar passar batido uma quebra no limite do que você pode gastar mensalmente. Compreenda suas fontes de receita Tão fundamental quanto en- tender seus gastos é compreender suas fontes de receita. É preciso saber quais contas a receber são de entrada constante e confiável, como o salário ou a aposentadoria, por exemplo, e quais são variáveis, como a renda de investimentos. Há ainda aquelas eventuais, como o pagamento de trabalhos freelancer. Organize detalhadamente as suas rendas para saber quanto de dinheiro você pode contar a cada mês através de suas contas a rece- ber de entrada constante. Avalie possíveis altas e baixas de rendas variáveis e veja se não há opções mais vantajosas Quanto às rendas eventuais, seja criterioso quanto ao custo-be- nefício que envolve trabalho e tem- po dedicados em relação ao retorno financeiro e à confiabilidade desse retorno. Se uma conta a receber eventual estiver te trazendo mais gastos que dividendos, talvez seja válido cortá-la. Saiba lidar com as crises financeiras Infelizmente, é possível que ao menos uma vez na sua vida você precise lidar com um rombo no or- çamento. Caso isso aconteça, não se desespere. A dica é utilizar a crise para aprender o que deu errado e ti- rar lições valiosas para se fortalecer para uma nova imprevisibilidade. 38
  37. 37. 39
  38. 38. 40
  39. 39. 41
  40. 40. 42 Revista Por Allan Regis C arregava comigo não só a minha velha Remington ou minha mala, mas tam- bém as incertezas quanto ao meu futuro. Nem a leitura de um livro conseguia- me trazer paz e meu coração estava con- trito angustiando-me profundamente. A paisagem tornava- se deprimente pela janela do trem, o co- lorido dos prédios do centro e toda a arquitetura colonial, tão familiar pra mim, assim como os chafa- rizes, os museus, os outdoors e os pontos turísticos, foram su- mindo um a um dan- do lugar aos lúgubres barracos às margens dos córregos fétidos sob um céu acizenta- do de inverno. Ao sair da estação precária, debatendo- me com uma muvuca de operários e ambulantes, fiquei impressio- nado com o número de pedintes; crianças, velhos, senhoras, enfim, em meio aos viralatas sarnentos e aos pombos ciscando em busca de migalhas das barraquinhas de pastel e cachorro-quente. Lem- brei-me das descrições de São Pe- tersburgo, feitas por Dostoiévski. Eu nunca tive dificuldades na vida, meus pais sempre me deram de tudo, eu nunca soube o que era ter falta das coisas. Confesso que fiquei chocado ao ver aquela gente catando res- tos de alimentos nos monturos de uma feirinha que acontecia às margens da avenida. Cruzei o vai e vem e atravessei a espessa fu- maça advinda de uma barraqui- nha de churrasco e, de repente, me vi deslocado. Desviei-me de um bêbado que cambaleava na minha direção e resolvi parar no meio de uma travessa, pois esta- va totalmente confuso sobre que rumo tomar. Foi aí neste instante que notei a figura mal encarada, encostado a um poste, descas- cando uma laranja com um cani- vete enquanto observava-me de maneira intimidante. Perguntei para um pipoqueiro onde fica- va exatamente a delegacia e ele apontou-me que eu devia seguir reto pela mesma calçada ren- te à estação até avistar um bar do outro lado da rua. “Quando chegar ao bar – disse-me o pi- poqueiro – você fique parado na frente dele que ali é como se fosse um ponto de ônibus, todo mundo pega condução ali. Lá passa o Terminal 22, ele pára quase na porta da de- legacia”. Agradeci e segui em frente com passos aper- tados. Notei que o sujeito mal encarado desgrudou-se rapidamente do poste e co- meçou a seguir-me. Minha mala, que não estava tão leve assim, deixava-me mais lento e estava facilitando a aproximação do cara. Avistei o bar e cortei rapidamente a rua com o sujeito em meu encalço. Quando pus o pé na calçada do outro lado, senti o revól- ver em minha nuca: - A carteira! – exigiu. - Calma, calma... - Vai! Quando meti a mão no bolso de meu paletó para pegar a carteira e entregar, sur- giu repentinamente um vulto por detrás do poste e desferiu um golpe certeiro na cabeça do assal- tante com uma garrafa de vinho. E o fascínora caiu misturando seu sangue com o vinho que ia escor- rendo por entre os cacos de vidro. Continua... As aventuras e desventuras de Ferrugem 42
  41. 41. 43
  42. 42. 44 Revista O corre-corre do fim do ano não mexe apenas com a sua rotina, mas também com a das crianças. É normal ficarem mais ansiosas com os últimos dias de aula e também com a chegada das comemorações natalinas. Ensaios para festas de encerra- mento na escola, no inglês, na na- tação, no balé e o acantonamento indicam que o ano está chegando ao fim, e isso pode deixar seu filho ansioso. Para ajudar a contornar as emoções das crianças nesse perío- do, selecionamos algumas situações e o que fazer em cada uma delas para que esta época não seja um caos para elas (e nem para você!). Meu filho está triste com a chegada das férias! O maior problema das férias é a criança ficar entediada. Para evi- tar, o melhor dos mundos seria se ou o pai ou a mãe conseguisse se programar para conciliar alguns dias de folga junto com os filhos. A criança já ficaria mais animada só de saber que a rotina dela ao lado dos pais seria ainda mais próxima, desde acordar junto até sair para tomar um sorvete ou viajar. Meu filho está cansado e não quer ir mais para a escola! Há duas linhas de pensamento que os pais podem escolher. Se o seu filho teve um bom desempenho durante o ano letivo e já fechou as notas, você pode até flexibilizar um pouco essa rotina escolar, como li- berar um dia na semana para que fique em casa. Uma outra maneira é incentivar a criança a curtir os últimos dias de aula ao lado dos amigos, lembrando-a que o ritmo agora será outro, mais leve, de con- fraternização e que é importante que vá para a escola até o dia esti- pulado pela instituição. Meu filho está chateado com o fim das aulas porque no próximo ano vai mudar de escola! Essa situação é muito comum para as crianças que estão saindo da pré-escola e tiveram um perí- odo de grande proximidade com os amigos, indo a festas e outros programas que estenderam a ami- zade além do ambiente escolar. O importante é você conversar com o seu filho que não é porque ele está mudando de escola que a amizade vai acabar. Deixe-o seguro de que você tem o telefone dos pais dos colegas e que ainda nas férias irão se reunir para se divertir juntos.  Meu filho é muito tímido. Ele deve participar da festa de fim de ano na escola? É muito rico a criança participar de um ritual de passagem, que indica o encerramento de um ciclo para o começo de outra etapa na vida. Além da recordação que ela terá da infância, a apresentação da escola é uma oportunidade de ela mostrar à família o que aprendeu. É um dia especial. Ainda que o seu filho não queira participar, o que acontece, em geral, com crianças menores, leve-o ao local do evento e deixe-o junto com os amigos na “concentração”. Meu filho não para de pergun- tar sobre o presente de Natal. O que eu faço? É difícil controlar a ansiedade da criança em relação a um presente nesta época do ano. As propagandas de TV, os enfeites dos shoppings, dos prédios, das casas, já indicam que o Natal está chegando. Não dá para impedir que ela pergunte mesmo. O melhor é ouvir e propor outros assuntos. Trabalhar o tempo com a criança também é importante. Que tal fazer argolas com os dias para contar quanto tempo falta para a chegada do Natal? Assim, fica mais fácil seu filho visualizar quantos dias precisa esperar para ganhar o presente. E nada de cair na tentação de dar o que ele pediu antes da data. Como lidar com a ansiedade das crianças no fim do ano 44
  43. 43. 45
  44. 44. 46 Revista M anter a chama de um ca- samento abençoado e em harmonia nem sempre é uma tarefa fácil para o casal. Mas segundo especialistas no assunto o segredo está em o casal não buscar viver sem problemas, mas procurar a orientação de Deus para o matri- mônio não se tornar problemático. A vida a dois exige compreen- são, companheirismo e renovação constante da convivência. A maio- ria dos casais passa muito tempo separada por interferência do tra- balho e outras ocupações. Alguns se esquecem do quanto é prazero- so estar com o parceiro e que as pe- quenas atitudes fazem a diferença As bênçãos de um casa para que o tempo juntos seja ines- quecível.  A troca de afetividade, delica- deza, telefonemas para falar sobre saudade que se sente no meio da tarde ou brincadeiras a dois, são formas de manter o amor e a pai- xão aquecidos, sem cair na rotina desgastante. 46
  45. 45. 47 E xemplo disso é o casal o agente penitenciário Fabrício Galvão e a analista de contabilidade Nágila Damasceno Galvão, que procura sempre manter uma relação sau- dável e segundo eles o segredo está em colocar Deus em pri- meiro lugar. “Sem sombra de dúvidas, acreditamos que Deus é tudo em nosso relacionamento. Nos momentos de provações é a Ele que recorremos, na alegria é a Ele que agradecemos. So- mos frutos de uma aliança, como um cordão de três dobras, o Pai e nós”, diz Fabrício. A esposa Nágila afirma que toda relação por mais saudá- vel que seja, corre o risco de cair na rotina. Portanto a dica é nunca deixar de ver o cônjugue como melhor amigo. “Nós nos casamos para sermos eternos namorados, porque o ver- dadeiro namoro começa após o casamento. Nosso segredo está em conquistar o outro a cada dia, renunciamos nosso “eu” e passamos a ver tudo em conjunto”. Ela diz ainda que sempre procuram vigiar e orar porque a cada novo dia o ini- migo tenta destruir a harmonia das famílias. “Temos sempre que nos blindar. O diálogo cotidiano é essencial, pois vejo em meu marido o meu melhor amigo”, orienta Nágila. Para finalizar, o casal diz que os planos são investir na vida profissional e curtir os dois filhos de 04 patas, (Ed que é um Maltês e a Bela, um labrador) que o casal possui, após isto, o plano é fazer uma viagem de segunda lua-de-mel e providen- ciar o primeiro herdeiro da família. mento movido por Deus
  46. 46. 48
  47. 47. 49
  48. 48. 50 Revista São Miguel Paulista realiza a 1a Feira de Educação e Emprego Divaldo Rosa (Revista Acontece) Carlos Wizard, Caetano e Duílio (organizadores do evento) N o mês de novembro São Miguel Paulista re- cebeu a Primeira Feira de Educação e Emprego numa iniciativa e organização da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. O evento foi um sucesso de público, cerca de 1.200 jovens em idade escolar puderam contemplar as diversas opções oferecidas por escolas técnicas, universidades, cursos de especia- lizações e diversas atividades com foco em formação profissional e empreendedorismo. O evento contou com o apoio de diversas empresas privadas no ramo. O objetivo do evento era aprimorar o conhecimento educa- cional e possibilitar a integração dos estudantes e dos jovens apren- dizes no mercado de trabalho. O empresário e professor Car- los Wizard Martins, um dos maio- res empreendedores do Brasil, foi o convidado para palestrar e trazer orientações de como obter sucesso na carreira profissional e na vida pessoal, uma palestra que evidencia as noções de motivação, liderança e sucesso. Em entrevista exclusiva a Re- vista Acontece Leste, Carlos Wi- zard revelou os principais segre- dos para obter sucesso na vida profissional e pessoal. “Eu acredi- to que a própria pessoa tem pas- sos importantes que ela pode utili- zar para obter uma transformação em sua condição, seja profissional ou pessoal: primeiro ela tem que acreditar nela mesma. Eu costumo citar que tem pessoas que pos- suem a própria autoestima baixa, ela pensa somente naquele meio que ela vive, ou seja - meus avós eram pobres, meus pais eram po- bres eu vou morrer pobre - quem pensa e aceita isto realmente vai morrer pobre mesmo”, ressalta. Para o professor, uma pessoa que vence é aquela que indepen- dentemente da situação que ela está envolvida ela é capaz de se projetar para um novo cenário. “Pessoas vencedoras acreditam nelas mesmas, saem em busca de seus sonhos sem limites, acredi- tam em Deus e encaram o cenário que elas buscam de uma manei- ra inovadora, este é o segredo”, orienta o profissional. Ao fim da palestra o convidado fez questão de ressaltar que sua maior fortuna é sua família. Professor Carlos Wizard Martins, um dos maiores empreendedores do Brasil, foi o convidado para palestrar e trazer orientações de como obter sucesso na carreira profissional 50
  49. 49. 51
  50. 50. 52 Revista N em só em réveillon ou em médico, o  look to- tal branco entrou para a moda como sinôni- mo de elegância. Pra um visual todo branco não ficar com cara de uniforme, é bacana que ele tenha  peças de modelagem sol- tinha  que vão trazer esse ar de chique de quem está se vestindo de forma atual, mas sem esfor- ços. Outra coisa importante é que apesar do branco combinar com todas as cores, acessórios de cor neutra ou metalizada funcionam melhor com essa tendência. Quando se pensa em um look de uma cor só, o melhor jeito de enriquecer a composição é com peças de tecidos e textu- ras diferentes e abusar dos aces- sórios. Minimalista sim, básica e sem graça jamais! Combinar uma peça lisa com uma rendada, ou com uma transparência são for- mas de agregar uma informação ao que você está vestindo. O estilo branco total é uma forte tendência nas passarelas nacionais e internacionais e vá- rias famosas são adeptas desta moda. Segundo a stylist Selma Fonti- ne, a roupa toda branca não deve ser uma opção para quem está acima do peso. Ela indica o cor- po ideal para este tipo de esco- lha. “Eu acredito que o tipo físico mais adequado para usar o total white é o ampulheta, desde que o look marque a cintura”, aconselha, referindo-se ao corpo que tem Fique linda com o “look total branco” ombros e quadris na mesma linha. Entretanto, quem está fora do peso ou tem um tipo físico diferente do “ampulheta” pode optar por outras tonalidades da cor. “Nem todo mundo pode usar um branco puro. Usar as varia- ções de tonalidades do branco como off white, manteiga ou gelo também são alternativas”, indica Selma. Com relação aos acessórios no look totalmente branco, eles podem variar de acordo com o estilo de cada pessoa. “As mulhe- res mais clássicas e discretas po- dem optar por acessórios nudes, ton sur ton. Já para as mulheres mais modernas e descoladas, usar acessórios coloridos é uma boa pedida”, completa a profissional. 52
  51. 51. 53
  52. 52. 54 Revista N atal e Ano Novo são oca- siões em que mais ani- mais se perdem de seus donos. Os animais se as- sustam facilmente com os barulhos dos fogos e rojões. O pânico deso- rienta o animal, que tende a correr desesperado e sem destino. Muitos animais podem sofrer paradas car- diorrespiratórias, convulsões e ter diversos problemas que podem le- vá-los à morte. Para evitar tudo isso, os veteri- nários pedem cuidados redobrados e que garantam condições mínimas de segurança, além de evitar am- bientes conturbados e barulhen- tos. Tranquilize seu bichinho, trans- mitindo a sensação de que tudo está bem e sob controle. Lembre-se de que se o seu bi- chinho conseguir fugir, por deses- pero, ele irá correr por vários e vá- rios quilômetros, por isso é muito importante deixar o animal com uma coleira com um telefone de contato. Se alguém conseguir res- gatar seu bichinho, você poderá ser contatado. Utilize uma plaqueta de metal ou de plástico, com uma escrita que não saia se molhar. Eti- quetas de papel escritas à caneta além de rasgar com facilidade fi- cam ilegíveis quando molhadas. Os perigos e principais consequências dos fogos Fugas: perdidos eles podem ser atropelados ou mesmo provocar acidentes; Mortes: enforcando-se na pró- pria coleira quando não conseguem rompê-la para fugir, ou mesmo ao tentarem passar por vãos peque- nos, atirando-se de janelas, atra- vessando portas de vidro, batendo a cabeça contra paredes ou grades. Ferimentos: quando atingi- do ou quando abocanham rojão achando que é algum objeto para brincar. Traumas Emocionais: resultan- do na mudança de temperamento para agressividade. Ataques contra os próprios do- nos e outras pessoas. Brigas com outros animais com os quais convive, inclusive. Mutilações, no desespero de fu- gir atravessando grades e portões. Convulsões (ataques epilepti- formes). Morte e alteração do ciclo re- produtor dos animais da fauna sil- vestre. Afogamento em piscinas. Quedas de andares e alturas su- periores. Aprisionamento indesejado em lugares de difícil acesso na tentati- va de se protegerem. Paradas cardiorrespiratórias, etc.     Em época de festa tranquilize seu bichinho de estimação Os fogos são responsáveis por acidentes dos mais variados tipos, principalmente com cães. 54
  53. 53. 55
  54. 54. 56 Revista A gente sabe que não é só a pele que precisa de cuida- dos mais intensos no verão, não é? Os cabelos tambémWWW. Para começar bem o verão e garantir que os cabelos continuem saudáveis durante toda a estação, é fundamental a manutenção diá- ria com produtos específicos para cada tipo de cabelo e hidratação com certa frequência. Em casos extremos, a cauterização se faz Sol, praia, piscinaCuidado: eles podem ser o vilão das madeixas necessária. Assim, os fios estarão protegidos e com as escamas fe- chadas, evitando que outros com- ponentes se acumulem e prejudi- quem os cabelos.  Já para prevenir dos danos causados pelo sol, mar, cloro e vento, é sempre bom adquirir produtos com filtro contra raios UV que já são comuns no merca- do; existem até linhas específi- cas com fator de proteção maior para esta época do ano.  Reforçar a proteção dos ca- belos contra os raios solares é a primeira regra para quem gosta de ficar por longos períodos em áreas abertas. Devido à rotina de lavagem dos fios e a exposição ao sol, a preocupação das mulhe- res que têm cabelos coloridos é com o rápido desbotamento. Os de tons marrons, avermelhados e cobres são os que precisam de mais cuidados.  Segundo os especialistas, o se- gredo é utilizar produtos que se- lem as camadas das cutículas para que os fios fiquem protegidos. É também comum nesta época do ano a proliferação de fungos e bac- térias no couro cabeludo, favoreci- da pela umidade nos cabelos por longos períodos, pelo calor e ainda pelo excesso do uso de cremes de enxágue. A limpeza dos fios pode ser feita com diversos produtos, dependendo do tipo de cabelo. Para a prevenção do problema, pode-se utilizar xampu anti-resídu- os pelo menos uma vez por sema- na. Os alongamentos precisam de cuidados redobrados. Neste caso, recomenda-se o uso de um produ- to específico, pois normalmente são fios que necessitam de hidra- tação extra e proteção na cola para que as mechas não caiam.  Já para as loiras que passaram por processo de descoloração, a recomendação é realmente fugir das piscinas e do mar. O sol e o clo- ro deixam os cabelos esverdeados. A amônia e os oxidantes utilizados no clareamento são potencializa- dos, causando grandes danos aos fios e aumentando sua porosidade.   56
  55. 55. 57
  56. 56. Cursos Técnicos: • Enfermagem; • Radiologia; • Administração e • Contabilidade Você vai errar de novo? BOLSA DE ESTUDO: Quem sabe mais, paga menos! Aberta a temporada para bolsa de estudo, ligue, agende a prova do seu filho e obtenha descontos excepcionais! Aceitamos transferências Venha para o Fênix, ensino de qualidade Educação Infantil a partir de R$ 200,00 (apenas 25 vagas)
  57. 57. Seu filho não vai perdoar! Educação Infantil, Fundamental I, II e Médio ( 2058-4606 • São Miguel Unidade III • Av. Nordestina, 1455
  58. 58. 60

×