O slideshow foi denunciado.

Pag08

130 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Pag08

  1. 1. Jornal Ano 5 Número 068 Tiragem 25 Mil 2º quinzena MAIO/2013 raleste@gmail.com Tel. 2031-2364 Desfile Cívico e Militar marca o encerramento do aniversário de 152 anos de Guaianases Logo cedo aproximadamente 2.000 pessoas se reuniram na Rua Salvador Gianetti neste domingo, dia 26/05, para conferir o Desfile Cívico e Militar que este ano escolheu o tema “A escola que vivemos e a escola que queremos”, uma realização da Subprefeitura Guaianases em parceria com a Diretoria Regional de Educação, Guaianases (DRE – G), comemorando os 152 anos de Guaianases. A população lotou as calçadas próximas ao palanque para assistir ao Desfile. Para dar abertura ao evento, a banda da Guarda.... PÁG. 04 Parabéns Guaianases e Cidade Tiradentes A Cidade Tiradentes, apontada como o maior conjunto habitacional da América do Sul, comemorou seus 29 anos no dia 21 de abril último (data da morte de Tiradentes), com muita festa. Enquanto isso, Guaianases esta festejando os seus 152 anos com uma programação que se estenderá até o (teve início em 1º de maio). Os dois bairros são vizinhos e estão situados no extremo Leste da cidade de São Paulo, mas têm histórias distintas, embora no passado fizessem parte de um só bairro: Guaianases. Diversos shows e desfiles cívicos marcaram o aniversário da Cidade Tiradentes. O deputado Estadual Luiz Moura (PT/SP) participou da festa e enalteceu o entusiasmo da população. “Os moPÁG. 04 radores... Moradores Lajeado reclamam da falta de asfalto em bairro Os moradores do bairro lajeado, em Guaianases, bairro da Zona leste, enfrentam problemas para tran- vessa Gaspar de Souza. sitar nas ruas do local, Em entrevista ao especificamente a rua Grupo Acontece de Guarepe próximo à tra- Jornais ... PÁG. 03 São Miguel se levanta contra abertura da nova estação da CPTM sem a alça de acesso para o centro comercial do bairro Nesta última quintafeira (23), aconteceu uma reunião na ACSP – Distrital São Miguel, convocada por lideranças do bairro com o objetivo de discutir os caminhos a serem tomados para evitar a abertura da nova estação de trem da CPTM, cuja entrada principal será pela Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, mais conhecida como “Praça do For- ró”. Disse um comerciante da rua Salvador de Medeiros que a informação de abertura da nova estação foi passada por pessoas que trabalham PÁG. 04
  2. 2. 2 2º quinzena MAIO/2013 Mortes por latrocínio crescem 55% na capital paulista em abril, diz governo O número de latrocínios (roubos seguidos de morte) na capital paulista aumentou 55% na comparação entre abril deste ano e o mesmo mês de 2012, segundo dados da violência divulgados nesta sexta-feira (24) pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP). Foram nove pessoas mortas em abril do ano passado e 14 no mês passado. O número de vítimas de homicídios, por sua vez, caiu 3,7%. Foram 106 mortos em abril de 2012 e 102 em abril de 2013. Ainda na capital paulista, o número de estupros também apresentou alta:  foram  246 neste ano, ante 233 no mesmo mês em 2012, uma alta de 5,5%. Durante entrevista coletiva para apresentar os índices, o secretário da Segurança Pú- blica de São Paulo, Fernando Grella Vieira, afirmou que um dos fatores para explicar o aumento do latrocínio poderia ser a ‘sazonalidade’ dos diversos tipos de crimes praticados. “Na verdade, ao que se deve o aumento dos latrocínios? Veja esse é um fator que o crime tem sazonalidades. Então você combate às vezes uma modalidade, outra modalidade se coloca. Isso não existe uma explicação. O que precisa é nós adequarmos o policiamento, incrementarmos os esclarecimentos desse crime e adequarmos o policiamento ostensivo”, co- mentou Grella. “Não há uma explicação certa, concreta e definitiva para isso. Política de segurança pública é um processo, não é uma obra pronta e acabada”. O secretário ainda falou que espera obter avanços na diminuição dessa modalidade de crime. “O combate ao latrocínio vai ser reforçado com a mudança estrutural feita nessa semana com a transferência desse crime para o Deic. Quando esclarecemos e combatemos o roubo, combatemos o latrocínio”, disse Grella. “O latrocínio, eu queria lembrar, é o filho do roubo. É o roubo que não deu certo.” No mês passado, o caso mais emblemático de latrocínio na capital foi que resultou na morte do estudante do curso de Rádio e TV da faculdade Cásper Líbero Victor Hugo Deppman, de 19 anos. Ele foi morto durante um assalto em frente ao prédio onde morava no dia 9 de abril. O jovem não reagiu e chegou a entregar seu celular para o criminoso, que ainda assim disparou contra a cabeça do estudante. Grella também afirmou que houve “pequena alta” de 9% no número de latrocínios no estado, mas que os casos foram “quase zerados” em São José do Rio Preto e Baixada Santista. O secretário afirmou ainda que a queda no total de homicídios pode ser atribuída ao trabalho das policias Civil e Militar. “São Paulo e todas as regiões vêm registrando desde o início do ano uma tendência de queda. [...] Essa tendência se explica pelo trabalho redobrado que as polícias Civil e Militar têm desenvolvido. Seja nas prisões realizadas e apreensões de armas”, disse. Crescem roubo e furtos de veículos O balanço mensal do governo estadual mostrou que houve crescimento também dos casos de roubo e furtos de veículos. Foram 4.222 roubos no ano passado ante 4.025 em 2012 - alta de 4,89%. Já os casos de furto de veículos passaram de 3.873 para 4.258, incremento de 9,9% no mesmo período. Se somados, os crimes de subtração de veículos tiveram alta de 7,3%. Ainda segundo dados da SSP, o roubo a banco registrou uma grande alta, de 80%. Foram 5 casos em abril de 2012 e 9 no mesmo mês deste ano na cidade de São Paulo. Um em cada dez jovens atendidas no SUS tem doença sexualmente transmitidas A mulher infectada pela Chlamyda trachomatis durante a gestação está mais sujeita a partos prematuros e a abortos. Estudo nacional sobre prevalência de clamídia foi realizado por centro estadual de referência em SP Estudo nacional realizado pelo Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids, unidade da Secretaria de Estado da Saúde na capital paulista, indica alta prevalência de infecção por clamídia entre jovens brasileiras atendidas nos serviços públicos de saúde. Ao todo 2.071 jovens, entre 15 e 24 anos, atendidas em unidades do SUS (Sistema Único de Saúde) nas cinco macrorregiões (norte, nordeste, sudeste, sul, centrooeste), participaram do estudo. A prevalência de clamídia entre as jovens avaliadas foi de 9,8%, sendo que 4% delas também tiveram resultado positivo para infecção por gonorreia. A clamídia é a doença sexualmente transmissível (DST) causada pela bactéria Chlamydia trachomatis, que pode infectar homens e mulheres e ser transmitida da mãe para o bebê na passagem pelo canal do parto. A infecção atinge especialmente a uretra e órgãos genitais, mas também pode atingir a região anal, a faringe e ser responsável por doenças pulmonares. Se não tratada, é uma das causas da in- fertilidade masculina e feminina, e pode aumentar de três a seis vezes o risco da infecção pelo HIV.”A mulher infectada pela Chlamyda trachomatis durante a gestação está mais sujeita a partos prematuros e a abortos. Jornal Uma publicação do Grupo Acontece de Jornais e Revista Nos casos de transmissão vertical, na hora do parto, o recém-nascido corre o risco de desenvolver um tipo de conjuntivite e pneumonia”, afirma o médico Valdir Monteiro Pinto, coordenador do estudo no CRT/ DST-Aids.Ele alerta que a infecção pode ser assintomática em até 80% das mulheres e em 50% dos homens. Quando os sintomas aparecem, podem ser parecidos nos dois sexos: dor ou ardor ao urinar, aumento do número de micções, presença de secreção fluida. As mulheres podem apresentar, ainda, perda de sangue nos intervalos do período menstrual, dor às relações sexuais, dor no baixo ventre e doença inflamatória pélvica. Não existe vacina contra a clamídia. A única forma de prevenir a transmissão da bactéria é o sexo seguro com o uso de preservativos. Uma vez instalada a infecção, o tratamento deve ser realizado com o uso de antibióticos específicos e deve incluir o tratamento do parceiro ou parceira para garantir a cura e evitar a reinfecção. Diretor e Chefe de Redação: Divaldo Rosa MTb: 42.488 • Jornalista (fl): Silmara Galvão Nunes • Representantes Comerciais: Divaldo Rosa • Diretor de Arte: Sérgio Avante • Designer: Ademir Rodrigues • Revisora: Prof. Suseli Corumba • Administração Financeira: Ademir Rodrigues • Distribuição: Mart Press Distrib.de Jornais • Redação e Publicidade • Fone/Fax: 2031-2364 / 25130928 • Av. Guachos, 166 • Cep: 08030-360 • Vila Curuçá - SP - E-mail: raleste@gmail.com (fl = Freelancer) As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa.
  3. 3. 3 2º quinzena MAIO/2013 Desfile Cívico e Militar marca o encerramento do aniversário de 152 anos de Guaianases Falha na linha 11 (Expresso Leste) da CPTM é resolvida Mesmo cedo, os moradores do bairro lotaram as calçadas da Av. Salvador Gianetti para conferir o tradicional Desfile Cívico Logo cedo aproximadamente 2.000 pessoas se reuniram na Rua Salvador Gianetti neste domingo, dia 26/05, para conferir o Desfile Cívico e Militar que este ano escolheu o tema “A escola que vivemos e a escola que queremos”, uma realização da Subprefeitura Guaianases em parceria com a Diretoria Regional de Educação, Guaianases (DRE – G), comemorando os 152 anos de Guaianases. A população lotou as calçadas próximas ao palanque para assistir ao Desfile. Para dar abertura ao evento, a banda da Guarda Civil Metropolitana (GCM) tocou o Hino Nacional para o hasteamento da bandeira. Iniciando o desfile as viaturas da Polícia Militar, GCM e bombeiros, em Recarga do Bilhete Único até 1º de Junho garante valor antigo após reajuste Os passageiros que optarem por recarregar o Bilhete Único em São Paulo até o dia 1º de junho, véspera do aumento tarifário para ônibus, trens e metrô, poderão viajar ainda com o valor da tarifa antiga, até o crédito se esgotar. A informação é da São Paulo Transportes (SPTrans), que gerencia o Bilhete Único na capital paulista. No site da empresa, a principal dúvida levantada pelos passageiros é sobre a mudança de tarifa, que passará de R$ 3 para R$ 3,20 no próximo dia 2 de junho. De acordo com a prefeitura, se a recarga for realizada antes do dia do reajuste, “será debitado o valor da tarifa vigente na data da compra dos créditos, desde que seu cartão não seja substituído”. Em caso de perda, o recadastro de um novo cartão será com a nova tarifa. Se o passageiro fizer uma recarga de R$ 300 com a tarifa atual, por exemplo, poderá fazer 100 viagens simples, mesmo após a mudança tarifária. Já se a recarga for completada após o dia 2 de junho, será possível fazer apenas 93 viagens. A tarifa atual vigora desde janeiro de 2011. Segundo a prefeitura, caso fosse feito o reajuste com base na inflação acumulada no período, aferido pelo IPC/Fipe, o valor chegaria a R$ 3,40. “O reajuste abaixo da inflação é um esforço da prefeitura para não onerar em excesso os passageiros”, diz a prefeitura em nota, que prevê o pagamento de R$ 1,25 bilhão em subsídios ao sistema de ônibus em 2013. O Bilhete Único pode ser recarregado nas Lotéricas, estações de metrô, terminais de ônibus e em diversos pontos cadastrados pela prefeitura seguida as escolas municipais (EMF’s) e Centro Educacional Unificado (CEU’s) levaram todos a muita emoção, com a criatividade e a beleza que demonstravam durante o evento. As fanfarras e danças acrobáticas marcaram o desfile, tocando músicas antigas e tradicionais. Também fizeram parte desta grande festa, a SAAI (Sala de Apoio e Acompanhamento à Inclusão), Movimento das Mulheres de Guaianases, além da Unidos de Guaianases, que encerrou o Desfile com muita alegria e samba no pé. Após duas horas e meia, foi solucionada a  falha técnica que prejudicou a circulação de trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) na manhã desta quarta-feira (22). A companhia informou que o problema na linha 11 Coral (Expresso Leste), que liga a estação Luz à Guaianases, foi solucionado às 7h. O problema começou por volta das 4h30 e afetou principalmente o trecho entre as estações Corinthians-Itaquera e Guaianases.Por causa do problema, a SPTrans (São Paulo Transportes) acionou, por volta das 6h10, o Paese (Plano de Apoio entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência) para auxiliar no transporte dos passageiros. Foram colocados 50 ônibus a mais do Consórcio Leste 4 (Empresa Novo Horizonte) para levar gratuitamente os usuários entre as estações Guaianases e Tatuapé. Moradores do Lajeado reclamam da falta de asfalto em bairro Os moradores do bairro lajeado, em Guaianases, bairro da Zona leste, enfrentam problemas para transitar nas ruas do local, especificamente a rua Guarepe próximo à travessa Gaspar de Souza. Em entrevista ao Grupo Acontece de Jornais e Revista, um dos entrevistados que optou por ter sua identidade não revelada, conta que a rua está totalmente esburacada, com lixos espalhados por todo lado acumulando fezes de animais e mau cheiro para todos que por ali caminham e moram. Segundo o morador, tanto a passagem de carros como de pedestres é bem complicada em época de chuvas, “quando chove tudo fica uma lama dificultando a passagem de carros e até de nós moradores, alguém precisa fazer alguma coisa e resolver o problema. Pois acidentes com idosos e crianças já aconteceram por aqui devido ao deslizamento”, diz ele. Outra moradora que também reivindica pela melhoria no local é Dona Maria Conceição, 45 anos. Ela diz que os moradores estão indignados e que nada é feito para amenizar. “A única obra que fazem é passar máquina, alias só passam na rua Gaspar de Souza, mas tem muito tempo que isso não acontece. Quando chove ninguém sai de casa e não dá para passar, pois o local fica intransitável. Carros e motos ficam atolados na lama. Já chegou até a entrar água na casa de uma vizinha. Além disso, os buracos não secam após a chuva”, diz. Na ocasião, já foram feitos vários abaixo-assinados e entregues à subprefeitura local, porém nunca obtiveram respostas dos mesmos. Com a nova gestão, o Grupo Acontece de Jornais e Revistas notificou a subprefeitura de Guaianases e, em resposta, a subprefeita Adriana Neves já acionou o Departamento responsável pelas Obras na Região. O cadastro já foi realizado e o processo (TID) poderá ser acompanhado pelo número: 10739157.
  4. 4. 4 2º quinzena MAIO/2013 Parabéns Guaianases e Cidade Tiradentes A Cidade Tiradentes, apontada como o maior conjunto habitacional da América do Sul, comemorou seus 29 anos no dia 21 de abril último (data da morte de Tiradentes), com muita festa. Enquanto isso, Guaianases esta festejando os seus 152 anos com uma programação que se estenderá até o (teve início em 1º de maio). Os dois bairros são vizinhos e estão situados no extremo Leste da cidade de São Paulo, mas têm histórias distintas, embora no passado fizessem parte de um só bairro: Guaianases. Diversos shows e desfiles cívicos marcaram o aniversário da Cidade Tiradentes. O deputado Estadual Luiz Moura (PT/SP) participou da festa e enalteceu o entusiasmo da população. “Os moradores locais são alegres e dão muita vida à região”, afirmou o parlamentar acrescentando que apesar da distância em relação ao centro da metrópole paulistana, a Cidade Tiradentes já obteve significativa melhora na qualidade de vida. Para o deputado, esse avanço se reflete na área da saúde – apesar da ainda dificuldade no agendamento em áreas especializadas, e também na inclusão social por meio da informatização. As maiores carências da Cidade Tiradentes estão nas áreas de habitação, saneamento básico e emprego. No entanto, novas conquistas virão logo, pois as entidades organizadas da região são atuantes e lutam por seus direitos. “O local é hoje uma solução para esse problema e também para a substituição do muro da estação por gradis”. Denominado de “Muro da Vergonha”, essa falta de visibilidade vem prejudicando muito os comerciantes do “lado de baixo” (lado esquerdo no sentido Mogi das Cruzes), inclusive provocando certo preconceito. “Mas, enfim, a situação da estação deverá ser resolvida em breve conforme projetos da Secretaria de Transportes Metropolitanos.” Dep. Luiz Moura uma referência na questão arte”, lembra Luiz Moura que acredita que o conjunto habitacional anos terá outros destaques sociais importantes, daqui a alguns anos, em razão do potencial da juventude local. Guaianases Guaianases está em ritmo de festa pela passagem de mais um aniversário. As comemorações tiveram início no dia 3 de maio e se estenderá até o dia 30. Durante sua longa história, o bairro passou por várias etapas de transformações, principalmente nos últimos anos, porém ainda permanece carente em diversas áreas: moradia, saúde, educação, saneamento básico, além da escassa geração de emprego – por isso continua sendo denominado de bairro dormitório. Situação que obriga a população de Guaianases, em sua maioria, a trabalhar em outras regiões; muitas vezes tendo que se deslocar para outro extremo, gastando em média até duas horas. Nos últimos anos, no entanto, Guaianases deu um grande avanço. O primeiro deles: eleger representantes do bairro, tanto na esfera municipal e estadual, faltando para completar o círculo eleger um deputado Federal. De forma organizada e com o apoio dos parlamentares do bairro, a região avançou em termos de conquistas. Hoje, temos CEUs, hospitais, faculdades, escola técnica, e uma sensível melhora em saneamento Outra conquista, para breve, é a ampliação da Estação de Guaianases que já não comporta mais a quantidade de usuários, principalmente nos horários de picos. “Essa conquista é uma longa luta minha, pois venho cobrando do governo do Estado Subprefeitura de Ermelino e lideranças discutem a revisão do Plano Diretor Dr. João de Oliveira, deputado Luiz Moura, vereadores Vavá e Pólice Neto, Toshio, Ana Martins e deputado Amazonas A Subprefeitura de Ermelino Matarazzo realizou uma Plenária Popular (preparatória) para a Discussão da Revisão do Plano Diretor Ermelino Matarazzo e Ponte Rasa, cujo objetivo foi o de colher as reivindicações das lideranças do bairro. O evento foi realizado no dia 25 último (sábado pela manhã) no anfiteatro do CEU Parque São Carlos, em São Miguel Paulista. A Audiência Pública será no dia 20 de julho, no mesmo local, e será dividida em oficinas temáticas (saúde, Educação...) onde serão discutidos os problemas locais que, posteriormente, deverão ser apresentados como propostas para inclusão no Plano Diretor. A plenária teve início por volta das 9h30, com a composição da mesa que foi formada pelo subprefeito Cláudio Toshio, vereadores (Vavá do Transporte e Police Neto), deputados Estaduais (Luiz Moura e Alcides Amazonas), Ana Martins (ex-vereadora e deputada), mais representantes da área de Saúde e do CRAS (Surama e Tania), as arquitetas Adriana e Selma, e Dona Iolanda, líder comunitária, e André Alcântara ( Centro de Direitos Humanos). A apresentação do evento ficou a cargo do Dr. João de Oliveira, chefe de gabinete da subprefeitura de Ermelino, que contou com o apoio de uma equipe da subprefeitura na organização da plenária. O vereador Vavá do Transporte (PT/SP) e os deputados Luiz Moura (PT/SP) e Amazonas (PCdoB) retiraram-se logo após abertura dos trabalhos, pois tinham compromisso na Câmara Municipal de São Paulo, onde ocorria no mesmo horário uma Audiência Pública do TEG (Transporte Público Escolar) – que está em discussão e trata-se de um setor importante na cidade. E Vavá por ser integrante da Comissão de Transporte tinha presença obrigatória, inclusive para dar coro e os deputados são ligados à área do transporte na cidade de São Paulo. Participação O vereador Vavá do Transporte afirmou que a revisão do Plano Diretor é uma grande oportunidade para as comunidades organizadas apresentarem suas reivindicações e sugestões que colaborem para que a cidade de São Paulo se reorganize e melhore a vida dos paulistanos. Para Vavá, essa é uma grande chance, pois o governo de Fernando Haddad está aberto para discussão e tem como meta uma inovação visando o bem comum dos cidadãos, principalmente os menos privilegiados. “E nós de Ermelino temos que participar deste debate”, afirmou Vavá. Na oportunidade, o deputado Luiz Moura enalteceu o trabalho que Vavá vem desenvolvendo na Câmara Municipal de São Paulo e fez um breve relato da importância do Plano Diretor para a metrópole paulistana. “O planejamento é essencial para que a cidade não continue a crescer de forma desordenada”, alertou o parlamentar lembrando ainda que por isso é fundamental a participação popular, pois quem mais sofre com esse desarranjo é a população da periferia. Luiz Moura citou como exemplo o caso dos moradores do Jardim Keralux e colocou o seu gabinete à disposição das comunidades de Ermelino e Ponte Rasa. Mudança Tenho fé que Guaianases vai avançar muito nos próximos anos. Estamos lutando para que isso ocorra, principalmente agora com o Partido dos Trabalhadores no comando da Prefeitura da cidade de São Paulo. O principal desafio do Fernando Haddad É conseguir implementar a industrialização no extremo Leste.Também, deveremos sentir alguns sintomas de desenvolvimento em conseqüência das obras de infraestrutura que estão sendo realizadas com a construção do estádio do Corinthians. Por último, parabenizo toda população de Guaianases pela passagem de mais esse aniversário de nosso querido bairro. E juntos vamos continuar nossa luta para que nos próximos aniversários possamos comemorar com mais satisfação e alegria. Dep. Luiz Moura (PT/SP) Lar Vicentino Hoje eu gostaria de falar com vocês sobre o Lar Vicentino de Ermelino Matarazzo. Recentemente eu visitei o local e conheci este trabalho maravilhoso que eles fazem. O C.P.H. Lar Vicentino é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1972 por um grupo de Vicentinos preocupados com famílias carentes e idosos abandonados. A população aderiu ao projeto e construiu um Ricardo Teixeira salão onde foram acolhidas as pessoas carentes da região, dependentes cuidados, a fim de que tivessem suporte médico, higiene e alimentação. Hoje a ala tem a capacidade de atendimento de 40 pessoas. Além disso, há serviços de fisioterapia e fonoaudiologia em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. São realizados cerca de 200 atendimentos mensalmente. Para manter em funcionamento o Centro de Promoção Humana Lar Vicentino há 25 funcionários, contando com 7 auxiliares de enfermagem, 2 cuidadores de idosos, 1 enfermeira padrão e 1 farmacêutico. No entanto, o custo mensal ultrapassa a receita. Por este motivo, no Salão de Festas há atividades culturais, gastronômicas, bingos beneficentes com o objetivo de angariar fundos. Os eventos são dirigidos por voluntários O Lar Vicentino tem projetos para expansão do trabalho como o atendimento às crianças; cursos profissionalizantes para jovens; palestras, atividades culturais e lazer para a população; construção de um novo salão de eventos e a reformulação da biblioteca. Por tudo isto eles precisam de nossa ajuda. Seja por doações em dinheiro, seja por doação de móveis roupas, utensílios domésticos e aparelhos eletrônicos. Conheça o trabalho do Lar Vicentino. Ele fica na Rua Ovídio Lopes, 253, em Ermelino Matarazzo. O telefone é 2546-5682 e o presidente é o Mauro Margarido. Vale a pena! Vamos manter contato! Meu e-mail é contatoricardoteixeira@gmail.com Solidariedade, este é o caminho! Um beijo no seu coração! Ricardo Teixeira é engenheiro. Atualmente é Secretário Municipal do Verde e Meio Ambiente São Miguel se levanta contra abertura da nova estação da CPTM sem a alça de acesso para o centro comercial do bairro Nesta última quinta-feira (23), aconteceu uma reunião na ACSP – Distrital São Miguel, convocada por lideranças do bairro com o objetivo de discutir os caminhos a serem tomados para evitar a abertura da nova estação de trem da CPTM, cuja entrada principal será pela Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, mais conhecida como “Praça do Forró”. Disse um comerciante da rua Salvador de Medeiros que a informação de abertura da nova estação foi passada por pessoas que trabalham na obra e que está programado para acontecer no próximo dia 10 de junho, inicialmente funcionando as duas estações juntas (uma para embarque e a outra para desembarque) e depois de 5 dias encerraria as atividades na velha estação. Até aí tudo bem, não fosse um pequeno detalhe para a CPTM, mas de crucial importância para o comercio de São Miguel que será a abertura dessa nova estação sem estar funcionando a alça de acesso ao centro comercial. A indignação dos comerciantes é que estava previsto no projeto da estação nova, duas alças de acesso, uma para o Jardim Lapenna e outra para o centro comercial e ainda a instalação de um outro projeto como shopping onde hoje se encontra a velha estação. Segundo nos informou o jornalista Gilberto Travesso do blog Notinhas de São Miguel, em maio de 2012 o vereador Ricardo Teixeira foi recebido na CPTM pelo diretor de planejamento Silvestre Eduardo que apresentou o projeto da nova estação prevendo a construção de um shopping, um terminal de ônibus e a entrada e saída para a Rua Salvador de Medeiros. Agora querem fazer um absurdo desse, abrir a nova estação sem a alça de acesso para a Salvador de Medeiros é o mesmo que condenar à falência, boa parte dos comerciantes daquela rua e das outras ruas do centro de São Miguel, disse outro comerciante que prefere não se identificar. Há também o problema da alça de acesso para o Jardim Lapenna, onde residem milhares de pessoas que teriam que dar uma longa volta para chegar à nova estação. Pelas informações que recebemos essa alça já se encontra licitada enquanto a alça ligando o centro comercial do bairro está apenas projetada, sem qualquer previsão de início das obras. Ou seja, até que ela esteja pronta, muitos comerciantes já estarão amargando pesados prejuízos, uma vez que a principal origem de seus negócios é derivada do fluxo de pessoas que entram e saem da estação, todos os dias. Para Toninho, representante dos ambulantes na reunião da ACSP`, “bastam seis meses sem o fluxo de pessoas que saem da estação para quebrar boa parte dos comerciantes e ambulantes. Compôs a mesa o Superintendente da ACSP-Distrital S.Miguel, Fernando Velucci, os jornalistas Gilberto e Idevanir, Nonô presidente do Conseg, Jones representando os comerciantes e Toninho representando os ambulantes. A reunião foi aberta pelo superintendente Fernando Velucci que em seguida passou a palavra ao jornalista Gilberto Travesso e sucessivamente todos expuseram suas opiniões. Já caminhando para o fim da reunião ficava claro que enquanto os jornalistas Gilberto Travesso e Idevanir Arcanjo defendiam denunciar essa atitude, “no mínimo questionável da CPTM”, o Nonô presidente do Conseg defendia o diálogo através de uma comissão a ser formada por algumas personalidades de São Miguel. Diante do impasse e da posição desconfortável do novo superintendente da ACSP, que até tentou encerrar a reunião sem uma definição clara dos caminhos a ser tomados, Idevanir acostumado a embates dessa natureza, pediu a palavra e sugeriu a votação para acabar com o impasse, sendo vencedora por ampla maioria a posição defendida pelos dois jornalistas. A reunião decidiu por tornar pública a situação, através dos blogueiros presentes e do Jornal Acontece Agora. Caso seja necessário, eantrar com mandato de segurança contra a CPTM, em razão da inauguração parcial da estação, pois prejudicará o comércio local. Por outro lado decidiu fazer uma mobilização na porta da estação no próximo dia 10, com faixas e apelo à grande imprensa, com o objetivo de mostrar o descontentamento do povo de São Miguel com a abertura da nova estação sem as alças de acessos.
  5. 5. 5 2º quinzena MAIO/2013 Efeito de 30 ou 60 minutos de exercícios é o mesmo Durante 13 semanas, a equipe da Faculty of Medical and Health Sciences monitorou 60 homens obesos - porém saudáveis - que tentavam melhorar sua condição física. Metade dos participantes seguiu um programa de uma hora de exercícios diários e a outra metade fez apenas meia hora de exercícios. Enquanto se exercitavam, os dois grupos usavam um medidor de batimentos cardíacos e um contador de calorias Os exercícios tinham vigor suficiente para produzir suor. Os resultados do experimento surpreenderam a equipe dinamarquesa. Em média, os participantes que fizeram 30 minutos de exercícios diários perderam 3,6 quilos em três meses. Os que fizeram uma hora de exercícios, no entanto, perderam apenas 2,7 quilos. Nos dois grupos, a perda de massa corporal foi a mesma - 4 quilos. Segundo um dos pesquisadores, Mads Rosenkilde, os 30 minutos de exercícios ofereceram uma vantagem adicional: “Os participantes que fizeram 30 minutos de exercícios por dia queimaram mais calorias do que deveriam em relação ao programa de treinamento que criamos para eles”. Em contrapartida, “observamos que fazer exercícios por uma hora em vez de meia hora não oferece perda adicional de peso ou gordura. Os homens que fizeram mais exercícios perderam pouco em relação à energia que queimaram correndo, andando de bicicleta ou remando”. “Trinta minutos de exercícios concentrados dão resultados igualmente bons na balança”, concluiu. Motivação A equipe sugeriu algumas possíveis explicações para os resultados. Segundo Rosenkilde, fazer 30 minutos de exercícios por dia é uma meta tão possível de ser alcançada que os participantes tinham vontade e energia para mais atividades físicas após sua sessão diária de exercícios. Além disso, o grupo que passou 60 minutos se exercitando provavelmente comeu mais, portanto perdeu um pouco menos peso do que o esperado. “Os participantes do nosso estudo treinaram todos os dias durante três meses. Os treinos foram planejados para produzir um leve suor, mas os participantes tinham de aumentar a intensidade e dar tudo de si três vezes por semana”, explicou Rosenkilde. Ele admitiu que ficou surpreso com os resultados e disse que agora a equipe quer estudar o efeito de outros tipos de exercício. Em média, 40% dos homens dinamarqueses estão classificados como moderadamente obesos. O estudo da equipe da Universidade de Copenhague é único por ter se focado nessa parcela da população. Os participantes queriam mudar seu estilo de vida com a ajuda dos exercícios, e durante o período de duração do estudo, foram acompanhados de perto por especialistas em saúde interessados em questões como o equilíbrio energético, resistência à insulina e presença de hormônios no sangue. Etnólogos também participaram do estudo para tentar entender as barreiras culturais associadas ao exercício e à mudança em hábitos arraigados. Pesquisa aponta que acupuntura pode proteger contra lesões cerebrais, como AVC Um estudo publicado pelo Journal of Neuroinflammation (Jornal da Neuroinflamação, em tradução livre) apontou que a acupuntura pode proteger o cérebro de lesões, como derrames, e ainda exercer um efeito anti-inflamatório após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). O estudo mostrou que o estímulo através de vários pontos na pele ativa um receptor específico (chamado alpha-7nAChR) no cérebro, que estimula a redução de produção da proteína HMGB1, responsável pela inflamação e necrose. Segundo a pesquisa, o método milenar da tradicional medicina chinesa protege o cérebro contra sua deterioração. Segundo explica o presidente da Associação Brasileira de Acupuntura do Rio de Janeiro (ABARJ), Dr. Márcio De Luna, a acupuntura estimula pontos na superfície da pele que, imediatamente, são transcodificados e interpretados pelo cérebro que, automaticamente, reage evitando que ocorra, por exemplo, o temido Acidente Vascular Cerebral (AVC). A conclusão dos especialistas afirma que a eletroacupuntura é ideal, pois oferece aos usuários “uma forte proteção contra a lesão cerebral isquêmica transitória”, causada, por exemplo, por um AVC, ataques cardíacos, doença de Alzheimer ou septicemia. Isso ajuda a explicar vários efeitos benéficos medidos no estudo: eletroacupuntura reduz volume de infarto, melhora os resultados neurológicos, e inibiu a apoptose neuronal. Dr. Luna, que é acupunturista há 28 anos e coordenador do programa de pósgraduação em acupuntura do Instituto Brasileiro de Medicina Tradicional Chinesa (IBMTC), concorda com a conclusão do estudo. “A acupuntura oferece não só uma opção estética e de relaxamento, mas também uma oportunidade para que as pessoas previnam ou até mesmo tratem doenças paralelamente à medicina convencional”, completa.
  6. 6. 6 2º quinzena MAIO/2013 Veja alguns acessórios femininos que não pode faltar! O primeiro e o mais importante acessório, são as jóias. Pode escolher desde o estilo contemporâneo ao tradicional, escolha com gosto e de forma a combinar com a sua roupa. Compre  jóias de pedra diferentes, ouro, etc, para uma maior versatilidade, não se esqueça dos diamantes, são os melhores amigos duma mulher. As jóias são fundamentais para serem usados depois do casamento, em jantares, almoços, festas, etc. O segundo acessórios  mais importante é a lingerie. Adquira lingerie sexy para o seu guarda-roupa. Não mostrar pressa ou timidez, quando comprar lingerie, esta deve ser escolhida com calma e sabedoria, para uma noite escaldante!  e para as que se seguem na sua nova vida. Não se esqueça de comprar ligas… Bolsas são parte essencial da coleção nupcial, deve arranjar uma clutch, um saco casual e grande, e uma carteira agradável para as ocasiões de noite. Quanto à cor, fique pelo preto, castanho, cinza, etc, para jogar pelo seguro. Uma roupa de dormir bonita e com estilo, é fundamental para usar depois do casamento. Seja sensual e compre algumas camisas e pijama sexy. Cetim e rendas são as opções ideais, para os tecidos. Em seguida, os sapatos são outro acessório essencial. Simplesmente não pode ignorar a compra de um bom par de sapatos de salto alto, pois são muitos versáteis e dão sempre um ar chique. Também os sapatos de cunha, são muitos bons acessórios e pode usar-se com vestidos, saias, calças, jeans, etc., ficam sempre elegantes. Finalmente a maquiagem e outros produtos de beleza. Estes são essenciais para que fique linda e bem arranjada. Veja o que é certo ou errado para manter as pernas sempre bonitas Série de exercícios pode ser feita em casa para ativar a circulação sanguínea e prevenir o surgimento das dilatações de veias na perna Certo: para ajudar nos cuidados diários contra a chegada das varizes você vai precisar de creme hidratante específico para o seu tipo de pele Certo: o primeiro passo para deixar sua pele livre de varizes é usar uma boa quantidade do creme hidratante todos os dias Certo: faça massagens nas pernas com hidratante diariamente. Aproveite para massa- gear após o banho, quando a pele ainda está úmida. Certo: faça movimentos puxando o creme no sentido do tornozelo para o joelho Certo: quando chegar à noite do trabalho, eleve as pernas num travesseiro para ajudar no desinchasse dos membros inferiores. Certo: enquanto estiver elevando as pernas, descanse por alguns minutos para relaxar os músculos. Errado: uso de saltos altos em excesso provoca a má circulação do sangue e contribui para o inchaço das pernas Certo: se você passa muito tempo do dia na mesma posição, faça alongamentos a cada duas horas. Sente-se no chão, dobre a perna para o lado esquerdo enquanto vira o tronco para o direito, depois repita o passo com os membros para os lados opostos. Certo: alongamentos que fortalecem os músculos auxiliam na circulação venosa e impedem o aparecimento das varizes. Por isso, com as mãos apoiadas no chão, dobre uma perna e estenda a outra, alterne entre a perna direita e a esquerda. Errado: toma cuidado com o excesso de peso na musculação, pois provoca dilatação dos vasos e pode desencadear o aparecimento das varizes. Por isso, consulte seu instrutor para saber qual o peso ideal para o seu tipo físico. Certo: uso correta dos pesos para os exercícios previne o surgimento das varizes, pois auxilia na circulação sanguínea. Certo: faça exercícios físicos regularmente para manter o seu peso, pois a obesidade sobrecarrega as pernas e pode causar os vasinhos. Errado: evite o calor excessivo de saunas, bronzeamento artificial e banhos muito quentes. O aquecimento da pele e a passagem de uma maior quantidade de sangue pelos vasos - provocados pelo calor - faz com que o sangue se acomode a essa situação e acabe dilatando o espaço de circulação Certo: além de todos os cuidados, vale apostar numa alimentação saudável e equilibrada para manter a funcionalidade do organismo e a circulação adequada de sangue pelas veias. Barriga: veja possíveis causas e soluções para o problema Um estudo realizado diz que o estresse leva ao excesso de peso. Pelo novo levantamento, o cortisol, produzido em maior quantidade quando o corpo se sente ameaçado, é o responsável pelo acúmulo de gordura abdominal em mulheres, incluindo as magras. A substância faz a gordura se acumular em volta dos órgãos. As experiências realizadas confirmaram que as mulheres com gordura abdominal secretavam maiores níveis do hormônio do que as que acumulavam em regiões mais periféricas. Portanto, dormir bem, praticar exercícios e promover momentos de relaxamento pode ser mais eficiente do que cortar calorias quanto o assunto for estresse e acúmulo de gordura. 2. Produtos diet. Quem consome itens diet., sem açúcar, acabam ingerindo menos calorias, mas o hábito tem suas contra-indicações. O que é especialmente válido em dietas de emagrecimento pode deixar o estômago distendido, com pessoas que tomavam refrigerantes diet. ou chicletes sem açúcar. A substância posta em cheque é o usado em alguns adoçantes. Ela colabora para aumento de bactérias do corpo e ainda não é bem absorvida pelo intestino, causando inchaço e gases. Roupas apertadas O cirurgião plástico Raul Gonzalez verificou aumento de 35% na procura de lipoaspiração na região das laterais da barriga por adolescentes desde 1994. E uma das causas apontadas pelo especialista é o uso de roupas apertadas, principalmente as calças jeans de cintura baixa. Ele afirma que o tecido aperta uma área que precisa estar livre para o crescimento. “Isso faz com que ocorra uma diminuição da nádega e um aumento da gordura das ancas criando uma deformidade estética muito acentuada que só pode ser corrigida por lipoescultura”, explicou. A fisioterapeuta dermatofuncional acrescenta: “Roupas apertadas também podem prender a circulação e piorar o quadro de celulite.”
  7. 7. 7 2º quinzena MAIO/2013 Escola da Família recebe mostra São Paulo Exposamba no domingo Homens sem filhos são mais deprimidos que mulheres, diz estudo Parceria da Secretaria da Educação com a Fábrica do Samba leva exposição a escolas estaduais. Neste fim de semana, a ação ocorre em três escolas da capital Três escolas estaduais localizadas nas zonas leste, norte e sul da capital, sedes do programa Escola da Família, recebem a mostra São Paulo Exposamba, iniciativa da Fábrica do Samba. A partir deste ano, o evento passa a realizar as pré-seleções nas unidades da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. O concurso de samba visa selecionar as melhores composições inéditas do gênero entre as comunidades. Além disso, o São Paulo Exposamba levará atrações musicais para todo o Estado, com shows de duplas, música instrumental e dança. Nas escolas estaduais, as apresentações serão feitas nas unidades do programa Escola da Família. Os júris que escolherão as melhores obras serão formados por um professor, um aluno, uma pessoa da terceira idade e um membro da comunidade que seja ligado à música. A comissão vai avaliar as apresentações e selecionar as melhores músicas. “A mostra São Paulo Ex- pital, está situada na avenida Rodrigues Montemor, 395, em Cidade Domitila.   Sobre o programa Escola da Família posamba incentivará a criatividade dos participantes do programa Escola da Família e será um atrativo prazeroso para aqueles que visitam as nossas unidades no fim de semana”, contou o coordenador do Escola da Família, Paulo Mathias. A Escola Estadual Charles de Gaulle fica na rua Antônio João Medeiros, 810, no Jardim Iná, zona leste da capital. Na zona norte, as apresentações serão realizadas na Escola Estadual Jardim Aurora, localizada na rua Friedrich Von Voith, 1.790. A Escola Estadual Professor Pedro Calil Padis, na zona sul da ca- Desde 2003, o programa Escola da Família aproxima sociedade e escola promovendo a integração de estudantes, crianças, jovens, adultos e idosos com um trabalho que sociabiliza, diverte e educa. As unidades escolares da rede pública de São Paulo são abertas aos sábados e domingos à comunidade local, para realização de atividades voltadas ao esporte, à cultura, à saúde e ao trabalho, os quatro eixos do programa. As atividades são promovidas com o auxílio de profissionais da Educação, voluntários e educadores universitários e visam à inclusão social, tendo como foco o respeito à pluralidade e uma política de prevenção que concorra para uma qualidade de vida cada vez melhor. Suzano recebe peça em homenagem ao ator e diretor Paulo José A Secretaria de Cultura de Suzano realizará no Teatro Armando de Ré (Rua General Francisco Glicério, 1354, centro), a encenação de “Algumas Histórias”, monólogo de Bruno Fracchia premiado pelo Programa de Ação Cultural (ProAC), do Governo do Estado de São Paulo, que presta homenagem ao ator e diretor Paulo José, de 76 anos de idade. Inspirado no livro “Memórias Substantivas”, de Tânia Carvalho, o monólogo, interpretado pelo próprio Bruno Fracchia, com direção de Paula D’Albuquerque, e que já foi encenado em várias cidades de São Paulo, terá duas apresentações gratuitas ao público, às 15h30 e 19 horas. No palco, a vida de Paulo José, que mesmo sofrendo do mal de Parkinson desde 1992, perseverou e prosseguiu com a carreira artística na televisão, no cinema e no teatro, é compartilhada com o público por um contador de histórias, e a direção da peça faz uso da música, do vídeo, de narrativas e de pequenos diálogos para promover o encontro de gerações de artistas que tem em comum o amor pelos palcos. Bilheteria de “Velozes e Furiosos 6” supera “Homem de Ferro 3” A ação automobilística de “Velozes e Furiosos 6”, novo filme dirigido por Justin Lin para a franquia estrelada por Vin Diesel e Paul Walker, desbancou “Homem de “Ferro 3” da liderança entre as dez principais bilheterias no Brasil, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (27) pela consultoria Rentrak. A sexta aventura dos personagens Dominic Toretto e Brian O’Conner levou 1 milhão de pessoas às salas nacionais, o que propiciou uma arrecadação de R$ 12,6 milhões nos três primeiros dias em cartaz do filme no país. A trama mostra os dois protagonistas sendo novamente convocados para desmantelar uma rede internacional de assaltantes de carros. Em troca, eles recebem o perdão por seus atos no passado. Nos Estados Unidos, o desempenho do filme foi tão bom que representou o recorde histórico dos estúdios Universal para uma estreia no país, arrecacando US$ 120 milhões naquele mercado depois de três dias. Já a animação “Reino Escondido”, que mostra a história de uma adolescente que é transportada para uma floresta onde participa de uma batalha entre forças do bem e do mal, também ultrapassou “Homem de Ferro 3”, terminando em segundo lugar no ranking das bilheterias no Brasil no último fim de semana, com R$ 3,3 milhões. O filme já acumula R$ 10 milhões e 783 mil espectadores desde a estreia em 17 de maio. O longa estrelado por Robert Downey Jr. e Gwyneth Paltrow, o terceiro da franquia sobre o Homem de Ferro, ficou somente em terceiro lugar, após quatro semanas no topo das bilheterias brasileiras. Nos últimos três dias, o filme da Marvel obteve R$ 3,3 milhões. Desde a estreia em 26 de abril, a arrecadação já chegou a R$ 91,4 milhões e 7,1 milhões de espectadores. Logo abaixo vem a história de Renato Russo durante os dias em Brasília, narrada em “Somos Tão Jovens”, que arrecadou R$ 1,2 milhão no último fim de semana de abril. Ao todo, desde a estreia em 3 de maio, o público total do filme foi 1,5 milhão e a arrecadação atingiu quase R$ 17 milhões. O quinto lugar ficou com “Sem Proteção”, filme estrelado e dirigido por Robert Redford, que conta no elenco com nomes como Susan Sarandon, Nick Nolte e Shia LaBeouf. A estreia arrecadou R$ 467 mil no Brasil, com 30 mil espectadores. Em seguida, a comédia “Finalmente 18!” obteve R$ 440 mil, com público de 36 mil. Desde o lançamento em 17 de maio, o filme já arrecadou R$ 1,6 milhão. A lista ainda conta com os filmes “Terapia de Risco”, es- trelado por Channing Tatum e Jude Law, “Giovanni Improtta”, de José Wilker, e o remake em 3D de “O Massacre da Serra Elétrica”, todos com bilheterias abaixo de R$ 400 mil na semana e acumulados inferiores a R$ 1,7 milhão. No fim da lista, em décimo lugar, ficou um evento esportivo: a final da Liga dos Campeões da Europa levou 8,6 mil pessoas aos cinemas, que propiciaram uma arrecadação de R$ 336 mil. Se você pensa que a ausência de filhos incomoda mais as mulheres, está enganado. Homens que não são pais se sentem mais isolados, deprimidos, irritados e tristes do que elas. Essa é a conclusão de um estudo da Universidade de Keele, no Reino Unido. Os dados são do jornal Daily Mail.  O levantamento contou com informações de um questionário online respondido por 27 homens e 81 mulheres, com idades entre 20 e 66 anos, que não tinham crianças. Constatou que 59% delas e 63% deles queriam ter filhos. Para elas, o motivo é mais desejo pessoal e impulso biológico. A explicação deles tende a ser pressões culturais, sociais e familiares.  Dos homens que tinham desejo de ter descendentes, metade passou por isolamento por não os ter, em comparação com 27% delas. Fora isso, 38% deles enfrentaram depressão, contra 27% delas. Um em cada quatro experimentou raiva em comparação com 18% delas. Tristeza atingiu 56% deles e 43% delas. No entanto, os homens não sentiram culpa por não ter filhos, mas 16% delas, sim.  Os cientistas também avaliaram 125 pessoas com filhos. Descobriram que 59% das mães queriam mais crianças, contra 55% dos pais. Quando o assunto é desejar mais descendentes e pensar não ser capaz de tê-los, as mulheres mostraram níveis mais elevados de raiva, depressão, culpa, isolamento, tristeza e desejo que os homens. Bolo Farofa de Banana Uma lata de leite condensado Uma colher de sopa de farinha de trigo Uma lata de leite (use a medida do leite condensado) Uma colher de sopa de manteiga ( não uso pra diminuir o colesterol) Uma colher de sobremesa de baunilha Uma lata de creme de leite (acrescentar só depois que o creme estiver frio) Você começa pelo creme pra ele ir esfriando Farofa: Três xícaras de chá de farinha de trigo Uma colher de sopa de fermento em pó Um ovo Uma e 1/2 xícara de chá de açúcar Uma colher de sopa de manteiga Quatro bananas nanicas Modo de preparo 1- Leve ao fogo todos os ingredientes do creme até engrossar 2- O creme de leite será acrescentado por último, depois que o creme estiver ligeiramente morno. 3- Em outra tigela, misture com as mãos todos os ingredientes da farofa até ficar bem soltinha. Montagem: 1- Em uma assadeira untada e enfarinhada coloque metade da farofa 2- Cubra com banana nanica cortada ao comprido, uma pertinho da outra. 3- Unte todas as bananas com o creme (coloco bastaaaante creme) 4- Cubra tudo com a outra metade da farofa e polvilhe canela em pó 5- Leve ao forno pré-aquecido a 200°C por 30 minutos 6- O bolo estará pronto quando bater sobre ele com uma colher e ele estiver um pouquinho crocante.
  8. 8. 8 2º quinzena MAIO/2013 Filhos: Cuidado com mamadeira e chupetas As mamadeiras e chupetas nas mãos e bocas das crianças podem parecer objetos inofensivos, mas são a causa de múltiplas visitas às salas de emergência todos os anos, de acordo com um estudo. Segundo o relatório do Nationwide Children’s Hospital, a cada quatro horas uma criança com menos de três anos é tratada em uma sala de emergência devido a lesões relacionadas ao uso de mamadeiras, chupetas e copinhos com tampa. No entanto, descobrimos que cerca de dois terços das lesões examinadas no estudo foram entre crianças de um ano de idade que estão aprenden- do a caminhar e são mais propensos a cair. A pesquisa, que foi publicada na edição da revista “Pediatrics”, chegou à conclusão que 86% das lesões aconteceram quando as crianças corriam ou caminhavam com o objeto na boca e que 70% provocaram alguma laceração. De acordo com o estudo do Center for Biobehavioral Health e o Center for Injury Research and Policy do Nationwide Children’s Hospital, que examinou lesões registradas entre 1991 e 2010, pelo menos 45.398 crianças com menos de três anos foram tratadas com lesões associadas a mamadeiras, chupetas e copinhos nos Estados Unidos. Os pesquisadores assinalaram as mamadeiras como a principal causa de lesões nos menores, com 65,8% dos casos, seguidas pelas chupetas, com 19,9%. Tanto a Academia Americana de Pediatria (AAP) como a Academia Americana de Dentistas Pediátricos (Aapd) recomendam a substituição da garrafa por copos sem tampa quando o menor tiver 12 meses a fim de prevenir acidentes e promover hábitos de alimentação mais saudáveis. Também há a recomendação para que as crianças deixem a companhia da chupeta a partir dos seis meses de idade para evitar acidentes como esses quando começarem a caminhar. Disciplina severa pode ser positiva para a criança, diz estudo Ser um pai rigoroso é bom para as crianças, desde que a disciplina seja acompanhada de amor e carinho. Um estudo feito com adolescentes, divulgado pela pesquisa, descobriu que os efeitos de uma disciplina severa, como broncas verbais e até palmada, não são negativos quando compensados pela sensação de ser amado. Segundo os pesquisadores, ser punido durante a infância dificilmente leva a um comportamento anti-social, desde que a criança perceba que a bronca é justa. O uso de disciplina severa em jovens é algo controverso, pois já foi apontado que isso poderia levar a um risco maior de tendências agressivas, delinqüência e hiperatividade. No entanto a nova pesquisa sugere que uma bronca ou uma tapa podem ser moderadas por um sentimento de ser amado por quem exerce a punição. O estudo foi realizado com um grupo de adolescentes que descobriu a percepção de calor maternal desencorajava comportamentos anti-sociais, mesmo quando os pesquisados tinham sido criados sob disciplina rígida, da Escola de Medicina Albert Einstein, explica que a “teoria do apego” prega que esse sentimento de um pai amoroso e responsável é um fator crítico para gerar felicidade e segurança nas crianças. A idéia de que os pais as amam e protegem protege as crianças contra o sentimento de rejeição, mesmo quando estão sendo disciplinadas duramente. Segundo a especialista, o uso de disciplina rígida não leva automaticamente a um comportamento anti-social. “A relação entre os dois é condicional e está sujeita a outros fatores. Onde práticas disciplinares severas é uma norma cultural, há sempre outras influências em jogo, que pode diminuir seus danos potenciais sobre a criança”, defende. Pesquisas anteriores já haviam sugerido que crianças criadas sob uma disciplina severa têm mais chances de se tornarem adultos ajustados. Segundo os estudos, pais que mantém um comportamento “autoritário”, mas ao mesmo tempo carinhoso, costumam criar adultos mais competentes.

×