Ano 7 - Número 103 - www.fb.com/JornalGuaianas Tel.: (11) 2031-2364 - raleste@gmail.com 1ª QUINZENA DE SETEMBRO DE 2014 
7...
Licitação vai garantir 5 Mil novas vagas em creches municipais 
SUB PREF. DE GUAIANASES 
Estr. Guaianases, 2565 
Jd Helena...
Comprometimento Social 1ª QUINZENA DE 
SETEMBRO DE 2014 
Guaianases ganha segundo ecoponto 
para receber descarte de resíd...
Política 1ª QUINZENA DE 
SETEMBRO DE 2014 
Marina Silva visita Casa de Isabel no Itaim Paulista 
Nesta última quarta-feira...
1ª QUINZENA DE Cotidiano 
SETEMBRO DE 2014 
76% dos clientes da Sabesp na 
Grande SP reduzem o consumo de água 
Contribuiç...
1ª QUINZENA DE Variedade 
SETEMBRO DE 2014 
Um estudo publica-do 
recentemente na revis-ta 
científica “Psychological 
Sci...
1ª QUINZENA DE 
SETEMBRO DE 2014 
Feminina 
Entenda por que você pre-cisa 
dormir bem e como fazer 
para usar as noites a ...
1ª QUINZENA DE 
SETEMBRO DE 2014 
Feminina
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Guaianas 103

230 visualizações

Publicada em

Guaianás

Publicada em: Design
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Guaianas 103

  1. 1. Ano 7 - Número 103 - www.fb.com/JornalGuaianas Tel.: (11) 2031-2364 - raleste@gmail.com 1ª QUINZENA DE SETEMBRO DE 2014 76% dos clientes da Sabesp na Grande SP redu-zem o consumo de água Contribuição dos mora-dores, além do benefício financeiro, gerou uma eco-nomia de 3.900 litros de água por segundo O balanço de agosto da adesão ao bônus para quem economiza água re-vela que 76% dos clientes da Sabesp na Grande São Paulo... Leia pág 05 Autoexame da pele ajuda a identificar câncer É muito comum ouvir-mos falar da importância do autoexame para diag-nosticar precocemente o câncer de mama. Mas ficar atento aos detalhes do cor-po pode contribuir também para o diagnóstico precoce do câncer de pele. “Reco-nhecer qualquer alteração nas pintas e sinais do corpo pode... Leia pág 06 Zé Gustavo, o único candidato do partido da Marina reúne lideranças na REDE O combate ao narcotráfico, com foco no crack, e a neces-sidade de reestruturação do sistema tributário foram alguns dos temas abordados pelo can-didato ao Senado, José Serra (PSDB), em encontro com jornais de bairro da cidade de São Paulo na terça-feira, 9 de setembro. O primeiro suplente José Aníbal, os vereadores Andrea Matarazzo e Adolfo Quintas também acom-panharam a entrevista coletiva do ex-governador à imprensa regional, que contou com mais de 50 jornais e revistas da capital. Além da Associação de Jornais de Bairro da Zona Leste e do Sindicato dos Jornais e Revistas de Bairro que representam o seguimento. Leia na pág 04 Licitação vai garantir 5 Mil novas vagas em creches municipais Município abre licitação para novas oito creches na zona sul, seis na região les-te, três na norte e uma na oeste. Somadas à licitação do início.. Leia na pág 02 Nesta última quarta-feira (10) Mariana Silva acompanhada por seu candidato a vice, Beto Albu-querque e sua coordenadora de campanha Luiza Erundina visitou a Casa de Isabel, entidade filan-trópica fundada em 2001 pela Advogada Sonia Maurelli para garantir o acesso ao atendimento de advogados e terapia para cidadãos pobres e vitimas de violência doméstica e familiar, com prioridade para mulheres e crianças, adolescentes, idosos e pessoas com... Leia na pag 04 Cidade Tiradentes recebe palestras sobre doenças dos ossos e músculos O Programa Saúde no Esporte promove, durante a última semana do mês de setembro, diversas pa- lestras nos Centros Espor-tivos da região de Cidade Tiradentes. O tema das palestras... Leia pág 02 Aparelhos den-tários falsos e piercing viram moda entre os adolescentes Facilmente encontra-dos pelas ruas das gran-des cidades e pela internet os elásticos coloridos têm se tornado... Leia pág 05 Marina Silva visita Casa de Isabel no Itaim Paulista Único candidato a deputado federal da Rede Sustentabilidade em São Paulo, Zé Gustavo par-ticipa de evento com candidatos estaduais Evento foi organizado por Walter Feldman, ex-deputado e coordenador da campanha de Marina Silva e contou com mais de 100 pessoas Único candidato da Rede Sustentabilidade a disputar uma vaga na Câmara Federal, Zé Gustavo participou na noite de ontem de um encontro com outros candidatos à deputado estadual da Rede e políticos. Evento foi organizado pelo por Walter Feldman, ex-deputado e coordenador nacional da campa-nha de Marina Silva. O encontro contou com mais de 100 pessoas na sede estadual da Rede Sus-tentabilidade... Leia na pág 04 José Serra participa de encontro com Jornais de Bairro de São Paulo
  2. 2. Licitação vai garantir 5 Mil novas vagas em creches municipais SUB PREF. DE GUAIANASES Estr. Guaianases, 2565 Jd Helena / Guaianases-SP BANCA COQUINHO Rua Hipolito de Camargo, 460 Uma publicação do Grupo Acontece de Jornais e Revista Cidade Tiradentes recebe palestras sobre doenças dos ossos e músculos Diretor e Chefe de Redação: Divaldo Rosa MTb: 42.488 • Jornalista (fl): Silmara Galvão Nunes • Representantes Comerciais: Pastor Odair • Designer: Ademir Rodrigues • Revisora: Prof. Suseli Corumba • Administração Financeira: Ademir Rodrigues • Distribuição: Mart Press Distrib.de Jornais • Redação e Publicidade • Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 • Av. Guachos, 166 • Cep: 08030-360 • Vila Curuçá - SP - E-mail: raleste@gmail.com (fl = Freelancer) As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. Jornal Guaianases-SP BANCA DE JORNAIS A MUSICAL Rua Salvador Gianetti, 1156 Guaianases-SP BANCA NOVA COQUEIRO Estr. Itaquera Guaianases, 2423 Jd Helena / Guaianases-SP BANCA TEMAS E LETRAS Av. Salvador Gianetti, 564 Guaianases-SP BANCA DE JORNAL A MUSICAL Rua Salvador Gianetti, 1156 Guaianases-SP Atualidade 1ª QUINZENA DE SETEMBRO DE 2014 Por onde andará Rubens Leone? C R Ô N I C A Por ALLAN REGI Realmente, há certos su-jeitos que passam por nossa vida e deixam marcas pro-fundas. Rubens Leone, por exemplo, foi um desses. Para quem não o conhece, ele lecionou geografia na Escola Municipal Marechal Mallet nos idos dos anos 90, numa fase que eu ainda aspirava falava sempre sorrindo por detrás de uma barba grossa; era um sujeito forte, saudá-vel, parecendo estar sempre animado. “Há dias, Allan, que o percurso de ida-e-volta à escola é mais educativo que as próprias aulas” – ele disse- -me certa vez e está escrito na página 34 de sua obra. Foi ontem, revirando os livros na estante que reencontrei sua obra – fazia um tempo que eu não lia! – e, orgulhoso do autógrafo que ele me deu em 05 de junho de 1994, fiquei me perguntando: por onde ele andará? Qual o paradeiro de um escritor da estirpe de Rubens Leone? Deve com certeza estar ensinando mui-tos jovens aspirantes, com seu sorriso simpático – penso. Talvez dê uma passada, a qualquer hora dessas, quan-do o tempo for meu aliado – o que, confesso, é uma desculpa! -, eu vá visitá-lo ou mande-lhe uma carta para a velha Rua Dança do Fogo, 60/21-B – CEP: 08253-470 – São Paulo/SP, e lhe cobre um abraço bem forte de amigo. É claro que andei especulando sobre seu paradeiro. Dizem que ganhou o 3º lugar num prêmio literário no Rio Grande do Sul com uma obra cha-mada: – “O MUNDO ESPE-TACULAR DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES”. Mas, infelizmente, não há muitos comentários a respeito de tal gênio do qual me orgulho. Em pesquisas recentes pela inter-net não o encontrei em redes sociais e nem há fotos dele ou reportagens. Não há mui-ta referência sobre Rubens Leone, mas, nada disso tira seu brilhantismo, pois Rubens Leone é um daqueles sujeitos que se guarda pra sempre na memória. ser escritor e a adolescência do bairro andava sobre patins, skate, bicicletas, e jogava bola nas ruas que não estavam tão tomadas por carros, e ainda se via entre a popula-ção uma grande vontade de ler e escutar pagode, samba e rock. Leone foi professor de meus dois irmãos mais novos, o Adilson e o Alex, que na época cursavam o ensino fundamental. Foi através dos dois que entrei em contato com ele, um professor genial que andava divulgando sua obra intitulada: “Reflexões em um sótão”. Um livro de cabe-ceira, que sempre abro para extrair uma frase ou outra e aprender. Naquele tempo eu sonhava em escrever meu próprio livro e os conselhos e correções do Rubens me serviram muito para que eu chegasse na condição de autor que ostento hoje. Ele Município abre licitação para novas oito creches na zona sul, seis na região leste, três na norte e uma na oeste. Somadas à licitação do início de julho, serão 61 novas unida-des, que vão criar 17 mil vagas A Prefeitura de São Paulo lançou no dia 2 o edital de licita-ção para a contratar empresas para construir de 18 Centros de Educação Infantil (CEI) em todas as regiões da cidade. O investimento para as obras dos novos equipamentos, que atenderão cerca de 5.000 crianças de zero a três anos, é de R$ 88 milhões. Dentro do pacote, estão previstas oito creches na zona sul, seis na zona leste, três na região norte e uma na zona oeste. A subprefeitura que receberá mais creches do novo edital é a Capela do Socorro, na zona sul, com cinco equipamentos previstos. Composta pelos distritos de Socorro, Cidade Dutra e Grajaú, a região tem uma das maiores demandas da cidade com mais de 10 mil crianças. São Mateus, na zona leste, com três novas creches no edital, além de Jaçanã, na zona norte e Campo Limpo, No sábado (13 de setembro), das 8:00 às 13:00, a Subprefeitura Ci-dade Tiradentes realizará a Operação Cata-Bagulho no Setor Gráficos. Para isso, das 7:00 até as 11:00 da manhã, os moradores deverão colo-car materiais como res- na zona sul, com dois novos equipamentos cada, também fazem parte da lista das regiões beneficiadas. Itaquera, Penha, Pirituba, Sapopemba, M’Boi Mirim e Butantã ganharão uma nova creche cada bairro. Essa é a segunda licitação para construção de creches aberta pelo município nos últimos meses. Em 8 de julho, a Pre-feitura abriu concorrência para a contratação de empresas para a construção de 43 CEIs. O investimento previsto é de R$ 222,4 milhões e as novas creches criarão cerca de 12 mil novas vagas de matrículas para crianças. Os novos investimen-tos integram um pacote de 172 creches que serão construídas em parceria com o Ministério da Educação e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O governo federal in-veste cerca de R$ 1,2 milhão por unidade. Licitação O edital de licitação publi-cado nesta terça-feira (2) no Diário Oficial da Cidade está dividido em dois lotes com nove terrenos ou creches cada e ven-cerá a empresa que apresentar o maior desconto de preços em cada um dos lotes. O primeiro deles, que inclui creches na região de Capela do Socorro, Campo Limpo, M’Boi Mirim e Butantã está orçado em R$ 45,9 milhões. O lote 2, composto por equipamentos em Itaquera, Jaçanã, Penha, Pirituba, Sapopemba e São Mateus, tem valor estimado de R$ 42,3 milhões. As empresas interessadas terão de entregar suas propostas até o início da tarde do próximo dia 26, quando será iniciada a fase de abertura de envelopes. A licitação anterior das 43 novas creches, publicada em julho, estava dividida em quatro lotes com 11 terrenos cada, com exceção do lote 3 que contava com dez terrenos. O lote 1 contempla regiões como Gra-jaú, Parelheiros e Pedreira. No lote 2 estão Campo Limpo, Rio Pequeno, Vila Sonia e Parque Boulonge. No lote 3, os bairros beneficiados são Anhanguera, Vila Jacuí, Domingos Delgado, Jaçanã, Pirituba, Ponte Rasa, Tatuapé e Tremembé. Unida-des na Cidade líder, Itaim Pau-lista, José Bonifácio, Parque do Carmo, Ipiranga, Sacomã, Vila Curuçá e Vila Jacuí com-põem o lote 4. As propostas comerciais da concorrência foram recebidas e abertas em 18 de agosto. No momento, as propostas recebidas estão em análise interna para verifi-cação da exequibilidade para posteriormente publicar a clas-sificação das empresas. Ainda não é possível divulgar o nome das empresas vencedoras dos lotes, o que deve ocorrer nas próximas semanas. Expansão de vagas O Programa de Metas 2013-2016 prevê a construção de 243 Centros de Educação Infantil (CEIs) em toda a ci-dade, sendo 172 em parceria com o Ministério da Educação (MEC). Até junho, a Prefeitura entregou 26 novos CEIs e ou-tras oito unidades estavam em andamento. No mesmo perío-do, foram criadas 25.454 novas vagas por meio de obras e novos convênios. Considerado o maior plano de expansão por vagas em creches na cidade de São Paulo, para enfrentar uma demanda herdada em ja-neiro do ano passado de quase 100 mil vagas em Educação Infantil. Operação Cata-Bagulho acontece sábado (13/09) no Setor Gráficos tos de madeira, móveis, colchões, ferro e pneus à disposição. Não serão recolhidos lixo domiciliar, entulho ou material de jar-dim e poda, nem resíduos industriais e hospitalares. Para pedir esse tipo de limpeza, o cidadão deve ligar para o 156. Ruas a serem percor-ridas: Antonio Araújo, An-tonio Giannullo, Antonio Rodrigues da Silva, An-tonio Venosa, Flúor, Dom Luís de Caldas, Elvita Boni, Etore Tommasini, Francisco José Viana, Francisco Saracini, Gigi Damiani, Giovanni Ma-rengo, Grimualdo, Inácio Raimondi, João Porta, Jorge Fernandes de Oli-veira, José Amato, José de Ribeira, José Sanches Duran, José Sarmento Marques, Lauro Porta, Orestes Venturini, Paulo Biocati e Salvador de Luttis. O Programa Saúde no Esporte promove, durante a última semana do mês de setembro, diversas palestras nos Centros Esportivos da região de Cidade Tiradentes. O tema das palestras são as doenças osteomusculares, que acometem os ossos e músculos, como artrite, artrose, osteoporose e fi-bromialgia, entre outras. O objetivo principal do progra-ma é apresentar as doenças mais comuns e os seus respectivos fatores de risco, orientando assim sobre a prevenção, o diagnóstico e o tratamento. Para os interessados não é necessário fazer ins-crição, basta comparecer pessoalmente ao local nos respectivos dias e horários. Confira abaixo a pro-gramação completa: 22/09 – 10h e 14h – C. E. Juscelino Kubitschek Rua Inácio Monteiro, 55 Cidade Tiradentes Informações: 2555-2533 29/09 – 10h e 14h – C. E. Cidade Tiradentes Av. dos Metalúrgicos, 2255 Cidade Tiradentes Informações: 2282-0204
  3. 3. Comprometimento Social 1ª QUINZENA DE SETEMBRO DE 2014 Guaianases ganha segundo ecoponto para receber descarte de resíduos sólidos Com novo ecoponto, já são 77 unidades em funcionamento em toda a cidade. Cada cidadão pode depositar gratuitamente 1 m³ por dia de resíduos como entulhos de obras, evitando descarte em pontos viciados Os moradores de Guaia-nases, na zona leste, ga-nharam na manhã desta quinta-feira (4) o segundo ecoponto na região. Lo-calizado na rua Passa-gem Funda, o Guaiaponto soma-se à unidade Jardim São Paulo, inaugurada em 2010, e tem como objetivo incentivar o descarte corre-to de resíduos e evitar o de-pósito em locais irregulares, os pontos viciados. “É um investimento pe-queno, mas que organiza a destinação de resíduo sóli-do na cidade. A gente sabe que tem muito ponto viciado na cidade. Às vezes, a po-pulação contrata um servi-ço, paga pelo recolhimento do entulho, mas ele não é credenciado e o lixo acaba sendo descartado em um ponto viciado. O ecoponto corrige esse tipo de distor-ção. A pessoa traz aqui e segue para a destinação final, sem enfeiar ou sujar a cidade”, afirmou o prefeito Fernando Haddad durante a cerimônia de entrega do equipamento. Com a inauguração, a cidade conta agora com 77 ecopontos em operação. Os ecopontos são locais de entrega voluntária de pequenos volumes de re-síduos. O munícipe pode depositar gratuitamente até 1 m³ de resíduos por dia, o que equivale a uma caixa d’água de mil litros ou 25% de uma caçamba de entulho. “É importante que a po-pulação não faça descartes de forma inadequada pela cidade e levem os resíduos para os ecopontos, pois assim eles terão uma des-tinação adequada.”, disse Silvano Silvério, presidente da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), órgão vinculado à Secreta-ria Municipal de Serviços. No equipamento, o cida-dão poderá descartar resí-duos da construção civil, tais como pisos, azulejos, cimento, terra, telhas de cerâmicas e sem amianto, além de entulhos em geral. Também é possível depo-sitar grandes objetos como móveis, poda de árvores e resíduos recicláveis como papel, papelão, plásticos, vidros e metais. Não são permitidos re-síduos orgânicos, materiais industriais como graxa e tinta, por exemplo, além de telhas de amianto, lâmpa-das fluorescentes, resíduos hospitalares e eletroeletrô-nicos. Os ecopontos, além de aumentarem os espaços regulares para o descarte, também facilitam a recicla-gem desses materiais. “Quando o resíduo for reciclável, ele será encami-nhado para uma cooperati-va para fortalecer o trabalho dos catadores, gerando assim renda e trabalho. Essa é uma atividade que além de beneficiar o meio ambiente, dá qualidade de vida à população e ajuda as pessoas que precisam”, disse o secretário municipal de Serviços, Simão Pedro. O secretário destacou ainda que o local pode também servir à comuni-dade como um local de convivência, já que junto ao ecoponto foi também construída uma pequena praça pública, que deve receber ainda mobiliário para a prática de exercícios físicos. A Prefeitura investiu R$ 150 mil na construção do equipamento. O Programa de Metas 2013-2016 prevê a implan-tação de 84 ecopontos na cidade. Desde o início da gestão, foram implantados 20 ecopontos em todas as regiões. Segundo o pre-sidente da Amlurb, a Pre-feitura já possui projetos aprovados de outros 21 ecopontos. As novas unidades inauguradas desde 2013 aumentaram em 21% o volume de resíduos cole-tados de forma correta. No ano passado a rede colheu 485,3 mil m³ de resíduos, enquanto entre janeiro e de-zembro de 2012 foram 399 mil m³. Em 2011, a rede de Ecopontos recebeu 223,8 mil m³ ou 54% menos que em 2013. Todos os ecopontos fun-cionam de segunda a sá-bado das 6h às 22h e aos domingos e feriados das 6h às 18h. Veja a lista aqui. Outras medidas A criação de novos eco-pontos se soma a outras ações da Prefeitura de São Paulo para dar a destinação correta aos resíduos sóli-dos. Somente neste ano, foram inauguradas duas centrais de triagem auto-matizadas, uma em Santo Amaro, na zona sul, e outra no Bom Retiro, no centro. Com as duas centrais, a capacidade de reciclagem triplicou e chega a 7% dos resíduos gerados na cidade. Outras duas novas centrais serão construídas até o final da gestão e a coleta seletiva será ampliada ainda em 2014 para oito distritos. Rede Hora Certa Móvel em Guaianases realiza uma média de 7.000 exames por mês O prefeito Fernando Ha-ddad visitou na manhã desta quinta-feira (4) as instalações do Hora Certa Móvel, instala-do desde maio junto ao CEU Jambeiro, em Guaianases. Desde que iniciou o atendi-mento no bairro até a primeira quinzena de agosto, a unida-de realizou 21.551 exames, o equivalente a uma média de 7.000 exames por mês. “Nós ainda temos fila de consulta, mas a fila de exa-mes está caindo drasticamen-te. A fila de exames já está controlada em São Paulo. Se as pessoas não faltarem, essa fila vai diminuir ainda mais”, disse o prefeito. De acordo com os dados da Secretaria Municipal da Saúde, entre 12 de maio e 20 de agosto, 7.805 pacientes não compareceram na uni-dade, mesmo diante do aviso antecipado feito pelo call cen-ter da equipe do Hora Certa. Entre os exames oferecidos pela unidade móvel, estão os de colonoscopia, endos-copia, eletroneuromiografia, ultrassom, nasofibroscopia e ecocardiograma. A dona de casa Kátia Sirlene, 45, realizou nesta manhã um exame de naso-fibroscopia, necessário para o tratamento da rinite crônica que possui. Entre a sua pas-sagem pela UBS da região e a realização do exame, passaram-se apenas 20 dias. “O encaminhamento foi bem rápido. Além disso, como te-mos hora marcada aqui, mal precisamos esperar. Cheguei e em menos de 20 minutos fui atendida”, disse.
  4. 4. Política 1ª QUINZENA DE SETEMBRO DE 2014 Marina Silva visita Casa de Isabel no Itaim Paulista Nesta última quarta-feira (10) Mariana Silva acompanhada por seu candidato a vice, Beto Albu-querque e sua coordenadora de campanha Luiza Erundina visitou a Casa de Isabel, entidade filan-trópica fundada em 2001 pela Advogada Sonia Maurelli para garantir o acesso ao atendimen-to de advogados e terapia para cidadãos pobres e vitimas de violência doméstica e familiar, com prioridade para mulheres e crianças, adolescentes, idosos e pessoas com necessidades especiais, localizada no Itaim Paulista A candidata à Presidência da República, Marina conheceu as dependências da casa, cum-primentou a todos os presentes, conversou com a diretoria da casa de Isabel. Para a candidata, “unidades como essa podem ser espalha-das pelo país inteiro em parceria com o poder público, levan-do atendimento não apenas a mulheres que são vítimas de violência, mas também um tra-tamento que é feito aqui com os agressores, porque a violência é um processo que acontece no seio do núcleo familiar”. Marina disse que é preciso que as mulheres vítimas de violência possam estudar e tra-balhar para ganhar autonomia financeira, serem empoderadas dentro de seus lares e de suas comunidades. Outra demanda identificada por ela no local foi a “moradia digna, que uma grande quantidade delas ainda não conseguiu”. Ela apontou a importância das casas abrigo, porque muitas mulheres correm o O combate ao narcotráfico, com foco no crack, e a neces-sidade de reestruturação do sistema tributário foram alguns dos temas abordados pelo can-didato ao Senado, José Serra (PSDB), em encontro com jornais de bairro da cidade de São Paulo na terça-feira, 9 de setembro. O primeiro suplente José Aníbal, os vereadores Andrea Matarazzo e Adolfo Quintas também acompanha-ram a entrevista coletiva do ex-governador à imprensa re- Zé Gustavo, o único candidato do partido da Marina reúne lideranças na REDE Único candidato a deputado federal da Rede Sustentabilida-de em São Paulo, Zé Gustavo participa de evento com candi-datos estaduais Evento foi organizado por Walter Feldman, ex-deputado e coordenador da campanha de Marina Silva e contou com mais de 100 pessoas Único candidato da Rede Sustentabilidade a disputar uma vaga na Câmara Federal, Zé Gustavo participou na noite de ontem de um encontro com outros candidatos à deputado estadual da Rede e políticos. Evento foi organizado pelo por Walter Feldman, ex-deputado e coordenador nacional da campanha de Marina Silva. O encontro contou com mais de 100 pessoas na sede estadual da Rede Sustentabilidade em São Paulo. Durante o encontro, Feld-man apresentou os candidatos aos convidados e destacou a candidatura de Zé Gustavo, que classificou como “inovadora e necessária”. “O Zé Gustavo representa o novo, essa neces-sidade de renovação na política de que tanto precisamos”, disse Feldman. “Estou aqui dedicado ao debate e a construção de uma nova forma de fazer política. A política foi sequestrada de nós pelas instituições. Precisamos retomar a política e derrubar esse muro que nos separa do Congresso Nacional”, disse Zé Gustavo, em sua fala durante o encontro. Durante sua fala, Zé Gusta-vo também explicou um pouco mais sobre suas bandeiras de campanha, entre elas o chama-do para que a população Ocupe a Política e a sua proposta de nova tecnologia social, a dos Codeputados, que tem como objetivo aproximar a sociedade da política, a proposta de um mandato colaborativo por meio dos codeputados estabelece a participação deles na co-criação de projetos de leis e posiciona-mentos políticos do mandato de Zé Gustavo. Além disso, cada um desses representantes será responsável pela mobilização e articulação em suas redes para se envolverem e participarem como interlocutores junto a uma determinada região ou área temática em que atuam. Além disso, o codeputado representará o mandato do deputado como porta-voz junto à sociedade. A participação é de forma voluntária, ao contrário dos cabos eleitorais e assessores po-líticos, que recebem por isso. Para aderir a esse projeto, a pessoa precisa estar disposta a ser um mobilizador da cam-panha, encampar as bandeiras de luta e estar sintonizado com os posicionamentos políticos da proposta. Siga o Zé Gustavo www.zegustavo.com.br www.facebook.com/zegustavo-favaro Walter Feldman - Coordena-dor Geral da Marina José Anibal - Senador Suplente José Serra participa de encontro com Jornais de Bairro de São Paulo Divaldo Rosa gional, que contou com mais de 50 jornais e revistas da capital. Além da Associação de Jornais de Bairro da Zona Leste e do Sindicato dos Jornais e Revis-tas de Bairro que representam o seguimento. Nesta eleição, São Paulo irá escolher um novo senador para representar o estado em Brasília. Se eleito, Serra tam-bém quer liderar uma grande campanha nacional contra as drogas. “Hoje você abre o jornal, liga o rádio ou a TV e não vê nenhuma campanha do governo federal contra as dro-gas. É um absurdo. Temos que mostrar para os nossos jovens, pessoas que já enfrentaram o vício e conseguiram vencê-lo falando sobre como a droga é destruidora. Destrói vidas e famílias. Se você me perguntar qual é o inimigo público número 1 do Brasil, eu respondo na hora: as drogas - sobretudo, o crack”, afirmou. “Atualmente, 42% da arre-cadação do Governo Federal é feita em São Paulo e apenas 10% voltam para o Estado. Isso tem que mudar,” disse o ex-governador do Estado, José Serra. Outra preocupação é a reforma política. José Serra acredita que o sistema eleitoral precisa ser revisto, e defende o voto distrital como exemplo. “O voto distrital seria aplicado, inicialmente, nas cidades com mais de 200 mil eleitores. Em São Paulo são 55 vereadores, o que daria 55 distritos. Fun-cionaria assim: cada região da cidade formaria um distrito. E cada distrito escolheria um vereador. Ou seja, o vereador não andaria pedindo votos pela cidade inteira. Faria isso apenas no seu bairro. O custo da campanha cairia cinco vezes e o eleitor poderia cobrar o vere-ador, pois estaria mais próximo dele”, explicou. Serra defende ainda uma reformulação na política da Saúde. “O Governo Federal diminuiu os investimentos, por isso as Santas Casas estão em crise. Temos que recuperar os investimentos com urgência.” Ele também defende mais rapidez para a aprovação de novos genéricos: “Quando eu estava no Ministério da Saúde, a gente levava cinco meses para aprovar. Hoje, leva até dois anos e meio! É muito tempo. Vou propor uma lei para que o limite máximo para avaliação seja de seis meses”, declarou o candidato ao Senado pelo PSDB. risco de vida quando denunciam as agreções sofridas. “Nossa proposta é combinar as políticas sociais já existentes do Minha Casa Minha Vida, do Bolsa Família, com outras po-líticas que possam favorecer a profissionalização, a urbanização dos lotes onde essas mulheres vivem. E que a gente possa ter uma política integrada voltada para que elas saiam da situação do risco e da violência.” Na ocasião Marina fez ques-tão de receber a imprensa que lhe aguardava do lado de fora da entidade. Perguntada sobre o resultado das últimas pesquisas divulgados ontem pela CNT- -MDA, após dizer que “reflete o momento dos eleitores que foram entrevistados”, mandou um recado aos adversários: “Gostaria muito que estivessem fazendo o mesmo que nós, tives-sem apresentado um programa para ser debatido, estivessem conversando, dialogando com os diferentes setores da sociedade para enriquecer cada vez mais esse programa, feito a escolha de que não podemos nos conformar de que as crianças continuem sem creche, que se tenha 8 mi-lhões de jovens e adolescentes analfabetos”. Marina, mais uma vez re-lembrou os problemas que a indústria está enfrentando, o desemprego, o insucesso da polí-tica atual de redução da inflação, a política de juros altos, a crise de credibilidade pela qual o país está passando, enfatizando “que aqueles que negam a realidade não se credenciam para corrigir os problemas, porque partem do princípio de que basta ter tempo de televisão para mostrar uma realidade que não combina com a realidade dessas pessoas que a gente encontra no dia a dia, que não são atendidas na saúde, na educação, vivem na violência e não têm a sua casa digna para morar”. Ela comentou também sobre a realização do segundo turno das eleições, afirmando que o povo tem sabedoria e que uma eleição em dois turnos pode es-timular um debate mais profundo e com tempo igual de televisão para todos os partidos. “Eu sinto que há um desejo muito grande de mudança. A sociedade bra-sileira está dando uma grande demonstração de que quem está renovando a política é a própria sociedade. Ela está mostrando para os partidos, para as lideran-ças que não quer mais saber do embate, da fofoca, quer saber do compromisso e avaliar as ideias, as trajetórias. E, em cima disso, vai formar a sua opinião.” Ela lamentou “que estejam sendo vocalizadas mentiras, ampliadas mentiras”. E que isso está perturbando o processo democrático em que o leitor tem direito de, com base na verdade, formar a sua opinião. Sobre a independência do Banco Central, Marina disse que isso sempre foi um consenso desde o Plano Real. “Eu não ouvi nenhum partido dizendo que é contra a autonomia do Banco Central. E o presidente Lula até fez uma carta aos brasileiros dizendo que se comprometia em manter os instrumentos da política macroeconômica do governo Fernando Henrique, a autonomia do Banco Central, a responsabilidade fiscal e o controle da inflação.” Tudo isso, criticou ela, “foi negligenciado no governo da presidente Dilma a tal ponto que hoje a realidade que temos é que a autonomia de fato foi corroída na prática”. Ela afirmou que o Brasil precisa voltar a ter credibilidade. E, para isso, o Banco Central necessita de autonomia. “Não se pode permitir que o Banco Central fique ao sabor dos inte-resses da lógica do poder pelo poder dos grupos políticos para favorecer a sanha de ganhar as eleições em prejuízo do futuro do país. O Banco Central autônomo é para controle da inflação, ad-quirir credibilidade para o país voltar a crescer, para preservar o emprego”. Ao comentar os ataques que vem recebendo dos seus adversários políticos durante a campanha, a candidata finalizou: “Vamos responder a altura apre-sentando as nossas propostas, falando a verdade. Os brasileiros estão cansados da polarização, de não se fazer o debate, mas só o embate, desconstruindo um ao outro. Nós estamos fazendo um esforço muito grande para cons-truir uma vitória programática”.
  5. 5. 1ª QUINZENA DE Cotidiano SETEMBRO DE 2014 76% dos clientes da Sabesp na Grande SP reduzem o consumo de água Contribuição dos morado-res, além do benefício finan-ceiro, gerou uma economia de 3.900 litros de água por segundo O balanço de agosto da adesão ao bônus para quem economiza água revela que 76% dos clientes da Sabesp na Grande São Paulo conse-guiram diminuir seu consumo em relação à meta estabele-cida. Foram 51% dos imóveis com redução acima de 20% - e, portanto, com direito ao bônus – e outros 25% com diminuição no consumo, mas sem atingir a meta. Já 24% aumentaram o gasto de água em relação à meta, que é calculada com a média dos 12 meses que vão de fevereiro de 2013 a janeiro de 2014. Além do benefício finan-ceiro, a adesão da população gerou uma economia de 3.900 litros de água por segundo. É o volume que deixou de ser consumido com o uso racional feito pelos moradores. São mais de 10 bilhões de litros de água potável que deixaram de ser consumidos em todo o mês de agosto. Na área específica dos clientes atendidos pelo Sis- Facilmente encontrados pelas ruas das grandes cidades e pela internet os elásticos co-loridos têm se tornado uma dor de cabeça para os profissionais da área da saúde. O Ortodontista e vice presi-dente da Uniodonto de SP – Dr. Eduardo Ulian, faz um alerta, ele comenta que em casos mais severos o uso do piercing pode evoluir para um câncer bucal e no caso de uso irregular de aparelhos o usuário pode per-der os dentes. O Crosp (Conselho Regio-nal de Odontologia de São Pau-lo) tenta coibir o comércio ilegal, com várias blitze e apreensões do falso material. Piercing na cavidade bucal. É qualquer tipo de pier-cing que pode ser colocado na língua, nos lábios ou nas bochechas. Os piercings co-locados na orelha e nariz não envolvem riscos tão grandes quanto aqueles colocados na boca (língua, lábio, bochechas). São inúmeros os riscos e efeitos colaterais que um pier-cing oral oferece. São eles: -infecção: a boca tem mi-lhões de bactérias que podem causar uma infecção após a colocação do piercing; -sangramento prolongado: caso um vaso seja perfurado ou rompido durante a colocação; -dor e inchaço: são sinto-mas comuns após a instalação do piercing. Em casos mais sé-rios, se a língua inchar demais, pode fechar a passagem de ar e dificultar a respiração; -dentes quebrados: este tipo de trauma é comum para quem usa piercing oral; -ferimentos na bochecha, gengiva e língua: traumas constantes podem evoluir para lesões cancerígenas; -doenças transmissíveis pelo sangue: o piercing oral foi identificado pelo Instituto Na-cional de Saúde como possível O Emprega São Paulo/ Mais Emprego, agência de empregos pública e gratuita gerenciada pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), disponibi-liza nesta semana 12.047 va-gas para Grande São Paulo. As oportunidades mais ofertadas por região são: - 150 vagas para atuar como subchefe de loja, no Centro da Cidade; - 80 vagas para repositor, no Butantã; - 50 para consultor imo-biliário, para trabalhar em Mairiporã; - 30 para alimentador de linha de produção, em Ferraz de Vasconcelos; E 10 oportunidades para Garçom, em Ribeirão Pires. Aprendiz Paulista Programa coordenado Trupe circulará com apre-sentações gratuitas no maior conjunto habitacional da Amé-rica Latina No dia 25 de setembro a partir das 15h – o grupo Circo Teatro Palombar apresenta o espetáculo “Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto”, no lançamento da primeira Mostra Artística de teatro do Projeto “Cooperativa de Ar-tistas: Produzindo Caminhos Sustentáveis para a Vida”. O evento tem entrada franca e acontece no Centro Cultural Arte em Construção, localizado na Avenida dos Metalúrgicos, nº 2100, na Cidade Tiradentes, extremo leste de São Paulo. O espetáculo conta a histó-ria de Dimbo, um vendedor de pipocas que tem o sonho de ingressar no circo, mas nunca conseguiu, pois sobrevive aos Aparelhos dentários falsos e piercing viram moda entre os adolescentes foco de transmissão de hepatite B, C e D; -endocardite: a ferida cau-sada pela perfuração dá às bactérias da boca, principal-mente a streptococus mutans, a oportunidade de entrar na corrente sanguínea e atingir a musculatura cardíaca; -interferência com as fun-ções bucais: os piercings orais dificultam a mastigação e a dicção Conclui-se que, devido aos riscos envolvidos, mesmo de-pois que a ferida cicatrize, a melhor coisa é não fazer um piercing oral. Caso você opte por usar, não deixe de consultar um dentista periodicamente Aparelho ortodôntico irregular Os jovens que aderem a essa moda para “dar destaque ao sorriso”, não imaginam o risco que estão correndo. A aplicação e uso de aparelhos ortodônticos sem acompanha-mento de um ortodontista pode causar problemas de masti-gação, reação alérgica, perda óssea, movimentos dentários desnecessários e até mesmo a perda dos dentes. Os elásticos, fios e brackets, são vendidos livremente nas ruas e nas redes sociais como acessórios de moda. Os danos podem ser irreversíveis ou de difícil reparação. Os jovens que colocam os acessórios por conta própria, ou que mantém o aparelho após um tratamento para personalizá-lo, correm o risco de desenvolver cáries e comprometer a saúde bucal. Esses “acessórios” não tem procedência, não existe biossegurança. Só quem pode indicar o uso de aparelho ortodôntico é o dentista. E quem usa aparelho sabe que é preciso ter alguns cuidados especiais com os dentes para não ter problemas futuros. Emprega SP/Mais Emprego oferece 12.047 oportunidades de trabalho para Grande São Paulo pela SERT, para promover a vivência e inserir os alunos dos cursos técnicos do Cen-tro Paula Souza (ETECs) no mercado de trabalho, divulga, nessa semana, 27 vagas. Entre os destaques estão duas oportunidades para quem cursa Automação In-dustrial, Eletrônica ou Mecâ-nica, para trabalhar na Zona Leste da cidade, duas vagas para o curso de Administra-ção, para atuar em Osasco e duas para quem cursa Comu-nicação Visual, para Barueri. Como se cadastrar Para ter acesso às vagas e aos programas de qualifica-ção da SERT, basta acessar o site www.empregasaopaulo. sp.gov.br, criar login, senha e informar os dados solicitados. Outra opção é comparecer a um Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) com RG, CPF, PIS e Carteira de Trabalho. Grupo de Circo e Teatro Palombar apresenta espetáculo em Mostra Artística de Cooperativa de Artistas na Cidade Tiradentes trancos e barrancos aproveitan-do somente as oportunidades que a vida lhe dá. Um dia, o circo chega ao seu bairro e ele se depara com uma diver-tida trupe que o convida para acompanhá-los. [ Sem pensar duas vezes, Dimbo embarca na aventura, mas nem imagina que nesta trajetória, ainda terá que lutar muito pela chance de ser um artista. Isso porque no meio do caminho, os integrantes da trupe decidem abandonar o es-petáculo para viver na periferia da cidade. Decidido a não per-mitir que o show acabe, Dimbo mergulha na memória do Circo, numa narrativa divertida e envolvente através dos tem-pos, para tentar convencer os amigos a continuar alegrando o mundo. Após o lançamento, o grupo Circo Teatro Palombar circulará com apresentações gratuitas em diversos locais do bairro. Além da trupe, haverá circulação dos espetáculos “A Guerra” (Núcleo Teatral Filhos da Dita) e “A Gata Ingênua” (Cia Teatral Aos Quatro Ventos), que acontece até 15 de novembro. A Mostra Artística integra as ações do Projeto “Cooperativa de Artistas: Produzindo Cami-nhos Sustentáveis para a Vida”, que apoiado pela Petrobrás visa contribuir para a demo-cratização da cultura e também com a profissionalização de artistas periféricos. Para mais informações acesse o site http://cooperati-vadeartistas. com.br. Fonte: Instituto Pombas Ur-banas tema Cantareira, 53% atin-giram o bônus, outros 25% reduziram o consumo e 22% aumentaram o gasto de água em agosto. Assim como vem ocorrendo em praticamente todo o ano, o mês de agosto de 2014 registrou temperatura acima da média histórica. A Sabesp ressalta que é importante que a população use água de maneira racional e recomenda as seguintes medidas: - tome banhos curtos e feche o registro ao passar sabonete e xampu; - não lave a calçada com mangueira. Use a vassoura para limpar o local; - não lave o carro com a mangueira; use um balde; - antes de lavar a louça, retire e excesso de comida com a esponja, sem usar água; deixe a torneira fechada ao ensaboar; - acumule as roupas para utilizar a máquina de lavar na capacidade máxima. Faça o mesmo com a louça; - deixe a torneira fechada enquanto escova os dentes ou faz a barba; - muita atenção com va-zamentos dentro do imóvel; corrija-os o mais rápido pos-sível. As dicas geram ótimos resultados. Banho com aque-cedor por 15 minutos, por exemplo, consome 135 litros de água em uma casa. Com o registro fechado no ensabo-amento e uma duração de 5 minutos, o consumo cai para 45 litros. Outra dica importante é na hora de lavar o carro. Prefira usar um balde e um pano em vez da mangueira. Se a lavagem dura 30 minutos e a mangueira fica aberta, o gasto pode chegar a 560 litros. Com o balde, cai para 40 litros. Antes de lavar a louça, limpe os restos de comida e feche a torneira: o consumo pode cair de 240 litros para 20 litros. Molhe as plantas à noite e prefira um regador à mangueira, que pode gastar até 190 litros em 10 minutos. A água das piscinas montadas para as crianças também pode ser mais bem aproveita-da: depois do mergulho, use a água para lavar o quintal, por exemplo.
  6. 6. 1ª QUINZENA DE Variedade SETEMBRO DE 2014 Um estudo publica-do recentemente na revis-ta científica “Psychological Science”indica que fazer ano-tações no papel é melhor para o estudo do que fazê-las em computadores. De acordo com a pes-quisa, os participantes que fizeram notas em papel sobre algumas palestras tiveram melhor desempenho nos testes realizados posterior-mente do que os que usaram o notebook, mesmo com ele desconectado da internet. O levantamento foi feito com estudantes das univer-sidades norte-americanas de Princeton e UCLA (Universi-dade da Califórnia). Em um dos testes rea-lizados, os pesquisadores exibiram uma palestra online a 65 alunos. Alguns deles puderam utilizar o notebook -- desconectado da internet -- para fazer suas anotações, enquanto outra parte utilizou caneta e papel. Todos foram orientados a usar as estraté-gias que normalmente usam para fazer suas notas. Depois de 30 minutos, os participantes responderam a Convidadas podem usar preto? E noivos, devem ficar horas cumprimentando cada um dos presentes? Seja você um dos noivos ou dos convidados, há sem-pre uma série de dúvidas que surgem quando o assunto é casamento. O medo de dar algum deslize e acabar não seguindo algumas regras de etiqueta pode fazer qualquer um ficar nervoso. Para escla-recer as principais dúvidas relacionadas à etiqueta dos casamentos, veja, a seguir, al-gumas regras de etiqueta que não são verdades absolutas. Os noivos não precisam cumprimentar todos os convi-dados: aquelas horas que os noivos perdem indo de mesa em mesa conversar com cada convidado nem sem-pre devem ser respeitadas. Os noivos têm que circular pela festa, mas as pessoas também vão até eles, se o casal for cumprimentar todos os convidados, vai passar a noite toda fazendo isso e não irá aproveitar a festa. Não é preciso esperar os noivos saírem para ir embora: aquele costume antigo de esperar os noivos saírem para poder ir embora já não é mais válido. Hoje, os noivos costu-mam ficar até o final da festa então, nada impede que um convidado vá embora a hora que quiser. Convidados podem usar roupas claras: em certos tipos de cerimônia, os convidados não só podem como devem usar tons mais claros de rou-pas. Eles podem usar roupas claras, principalmente se o casamento for na praia o que não é bom é uma convidada usar branco. É muito comum ouvirmos falar da importância do au-toexame para diagnosticar precocemente o câncer de mama. Mas ficar atento aos detalhes do corpo pode con-tribuir também para o diag-nóstico precoce do câncer de pele. “Reconhecer qualquer alteração nas pintas e sinais do corpo pode ser vital nos ca-sos mais agressivos como o melanoma, por exemplo, res-ponsável por 75% das mortes por câncer cutâneo”, ressalta o dermatologista da Clínica da Pele Annia Lourenço, Guilher-me Augusto Gadens. Segundo o dermatologista, o autoexame para detectar manchas e sinais pode ser feito de forma simples e em apenas cinco passos: 1 – Para examinar a frente, as costas e os lados direito e esquerdo do seu corpo, posi-cione- se em frente ao espelho com os braços levantados; 2 – Dobre os cotovelos e observe também as mãos, antebraços, braços e axilas; 3 – Examine as partes da frente, de trás e dos lados das pernas e a região genital. Papel e caneta são melhores para memória do que computador, diz pesquisa um teste com questões sobre os assuntos abordados na palestra. Os que usaram canetas registraram de 100 a 150 palavras a menos dos que os que digitaram suas ano-tações. No entanto, o grupo que usou o notebook teve uma compreensão mais rasa dos conteúdos apresentados, principalmente porque muitos acabaram transcrevendo o que ouviram em vez de refletir sobre o assunto e destacar apenas os pontos importan-tes. Diante desse resultado, o estudo alerta que transcrever algo literalmente ao invés de processar as informações e reformular o conteúdo com as próprias palavras é prejudicial para a aprendizagem. Além da eficiência de usar o papel, os pesquisadores identifica-ram que revisar os conteúdos antes de um teste também é benéfico para o aprendizado. O levantamento foi realiza-do por Daniel Oppenheimer, da Universidade da Califórnia, e Pam Mueller, da Universida-de de Princeton. Veja regras de etiqueta de casamento que você não precisa seguir Convidadas podem usar preto: quando mulheres são convidadas para um casa-mento, é comum se questio-narem se é possível ou não usar preto. As convidadas podem usar a cor, desde que o casamento não seja de dia e que não sejam madrinhas. Padrinhos não devem comprar alianças dos noivos: há entre os padrinhos a dú-vida se é responsabilidade deles ou não ajudar com a compra das alianças. Para o alívio deles, a resposta é não, os noivos até preferem é uma coisa que os noivos vão usar então eles preferem escolher o modelo. Não é preciso sempre con-vidar acompanhante: o con-vite de casamento não deve sempre deve dar direito a um acompanhante, ele deve ser para uma pessoa ou para um casal, caso o convidado quei-ra levar um acompanhante, é importante avisar os noivos. Noivos não precisam con-vidar quem os convidou para o casamento: familiares e pessoas mais próximas são prioridades na lista, ainda mais se for um evento peque-no. Não há a menor necessi-dade de convidar um casal que você nem tem mais con-tato só por medo de parecer mal educado, já que você foi à cerimônia de casamento de-les. Hoje em dia é muito difícil conseguir convidar todas as pessoas, não há necessida-de a não ser que você ainda mantenha contato e queira retribuir o convite. Nem todos os convites de-vem ser levados pessoalmen-te: hoje em dia, em função da correria, fica muito difícil entregar o convite pessoal-mente. Por isso, é aceitável enviar pelo correio alguns convites, mas para padrinhos e familiares mais próximos, isso é recomendado. Noiva não precisa usar branco: apesar de ser uma tradição, nada impede que a noiva use um vestido colorido, se desejar, não há nenhuma regra que obrigue a noiva a usar branco. Autoexame da pele ajuda a identificar câncer Sente-se e examine a planta e o peito dos pés, assim como entre os dedos; 4 – Com um espelho de mão, observe o pescoço, cou-ro cabeludo e orelhas e toda a pele do seu rosto. 5 – Aproveite que ainda está com o espelho de mão e observe as costas e nádegas. Ao fazer o autoexame, é preciso ficar atento ao chama-do ABCD do melanoma: assi-metria, bordas, cor e diâmetro. “Se você imaginar duas linhas cortando a mancha ou a pinta ao meio e as partes ficarem diferentes, significa que a pinta é assimétrica e merece atenção. Bordas irregulares e variação de cores na mesma lesão, também são sinais de alerta. Por fim, o tamanho das lesões também merece uma análise. Geralmente, as pintas suspeitas são as maio-res (em diâmetro) que aquela borracha que fica na ponta de um lápis (6mm)”, explica Guilherme Gadens, acres-centando um “E” de evolução à regra do ABCD. “Também as pintas que tenham sofrido alguma mudança na sua for-ma, cor, ou tenham passado a apresentar algum sintoma (coceira, descamação, ar-dência, sangramento, etc), precisam ser avaliadas”. O dermatologista acres-centa que há casos em que o câncer pode progredir e atin-gir outros tecidos, cartilagens, músculos, além de ocorrer metástase para linfonodos, fígado, ossos, pulmão e cére-bro. “Por isso a importância de pessoas que tenham feridas na pele que estão demorando para cicatrizar ou manchas e pintas que sofreram alte-rações ou que sejam muito diferentes do restante das pintas do corpo, procurarem o mais rápido possível o der-matologista”. Após a avaliação do der-matologista e constatado a possibilidade de câncer é realizada uma biópsia de pele. É possível usar também a der-matoscopia digital, um exame que dá detalhes de lesões suspeitas e que pode auxiliar na avaliação de pintas e no diagnóstico de melanoma.
  7. 7. 1ª QUINZENA DE SETEMBRO DE 2014 Feminina Entenda por que você pre-cisa dormir bem e como fazer para usar as noites a favor de sua beleza. Mesmo trabalhando muito, indo à academia, cuidando dos problemas familiares e curtindo os finais de semana, as festas e os encontros com os amigos, você precisa arranjar um tempo para fazer algo básico: dormir. De acordo com especialis-tas é durante o sono profundo que as células renovam as energias e é quando o hormô-nio do crescimento é liberado. — O que muita gente não sabe é que um adulto normal tem em média cinco ou seis ciclos de sono por noite. E o sono profundo dura apenas de dez a quinze minutos em cada ciclo. Por isso é importante que a noite de sono seja tranquila e não sofra interrupções, para que a pessoa consiga descan-sar completamente. Se as células não se recom-porem, a pele apresentará um aspecto cansado, meio aver-melhado e ficará opaca e mais sujeita a manchas, olheiras e perderá o brilho e a hidratação natural dela. Em se tratando do hormônio do crescimento, a si-tuação só piora. Ele fortalece os ossos e as articulações, deixa você mais disposta e, digamos, com menos dores na hora de se exercitar ou de simplesmente dançar em uma festa. Além disso, esse hormônio - que, não se engane, é liberado Por que algumas mulheres só gostam de intelectuais Para muitas a atração se-xual pelo intelecto vem antes do aspecto físico no jogo da sedução. Entenda a origem do fascínio feminino pela cultura e experiência de um homem Que mulher nunca teve (ou fantasiou ter) um rela-cionamento com um homem extremamente culto, capaz de compreendê-la intimamente? A graça parece estar justa-mente no flerte intelectual e na possibilidade de compartilhar conhecimentos interessantes. Pelo menos é assim que os sapiossexuais – pessoas que têm atração sexual pela inteli-gência – se sentem. Para eles, o desejo só se dá por meio da admiração intelectual pelo parceiro. Do contrário, não há beleza ou papo que sejam capazes de esquentar o clima. Mas será que esse é o tipo de conhecimento que mais atrai o sexo feminino? A inteligência há mais de dois milênios, é considerada um atributo masculino. É só olhar para as obras da cultura de até então. Se comparado aos homens, temos pouquíssimas mulheres cientistas. Sempre fomos associadas à emoção e à fertilidade. Eles são a razão, elas são a emoção embora esse cenário esteja se trans-formando com o passar dos anos, a inteligência masculina ainda é o principal atrativo para as mulheres – ao passo que a inteligência feminina continua sendo intimidadora para muitos homens. Elas tendem a preferir os homens inteligentes por sua capacidade de compreensão, elas não resistem a homens que parecem entendê-las. Uma das coisas mais lindas na mulher é a sua capacidade de erotizar o intelecto masculino. Na era primitiva as mulheres tinham preferência por homens fortes, que fossem capazes de protegê-las dos perigos da vida selvagem. O mesmo senso de proteção ainda guia muitas re-lações nos dias atuais, mas no que diz respeito à estabilidade social e financeira. Enciclopédia ambulante Mas, existe apenas uma maneira de classificar a inteli-gência, de um modo geral? De acordo com os especialistas entrevistados, não. Como em tudo na vida, sempre vale a re-gra do bom-senso. Uma mulher se sente atraída por parceiros que tenham uma visão de mun-do esclarecida e que possam opinar sobre diversos assuntos. A inteligência enciclopédica, por outro lado, pode ter um efei-to completamente oposto ao desejado. Ninguém consegue conversar com uma pessoa que solta referências complicadas o tempo todo, ignorando temas cotidianos e simples. Em vez de seduzir as mulheres, esse tipo de conhecimento funciona como um repelente intelectual. É importante ele tenha metas, objetivos, porque a mulher se preocupa com o futuro. Com essa atração natural por ho-mens inteligentes e poderosos, a beleza é um atributo que fica em segundo plano, prin-cipalmente em relações mais duradouras. Se for um caso de uma noite só, é natural que a mulher dê um peso maior para o aspecto físico do homem em questão. Para que a relação evolua, porém, não basta que o pretendente seja só bonito. Equilíbrio Inteligência, poder, sucesso profissional... Embora essas sejam as características mais marcantes de um homem atra-ente para as mulheres, nenhu-ma relação sobrevive com tan-tos excessos, de nenhum dos lados. O melhor é que sempre exista equilíbrio. Ter ambição profissional, por exemplo, é um atrativo. Mas vale a pena sa-crificar todos os momentos de lazer e diversão do casal para ser bem-sucedido? Priorizar o trabalho é um desses excessos que estão na lista negativa das mulheres. A arrogância, muitas vezes consequência do sucesso e do poder, também pode ser uma bomba para o relacionamento. A paixão dura por volta de 18 a 36 meses se ela estiver baseada apenas em estereótipos, o próprio tempo compromete. Se o casal con-seguir desenvolver algo mais profundo, é melhor. Os valores mudam, mas a admiração mú-tua e o respeito devem ser a base da relação. Sono tranquilo faz emagrecer e renova a pele, diz pesquisadora em qualquer idade, menos nos idosos - também é responsável por promover a quebra das gor-duras localizadas e diminuir o armazenamento das que estão circulando no sangue. — É por isso também que o sono é fundamental para quem pretende emagrecer ou se manter no peso. Algumas pesquisas também já compro-varam que quem dorme pouco não consegue metabolizar o hormônio chamado leptina, que é responsável por controlar a fome. Isso explica a sua fome exagerada, principalmente por alimentos ultracalóricos, naqueles dias em que você dormiu super mal. E também significa que dormir melhor é mais eficaz para emagrecer do que as dietas malucas que as pessoas costumam fazer e do que os remédios que prometem milagres. Existem estudos que con-cluíram que o sobrepeso nos jovens pode estar relacionado à restrição do sono. — Esses estudos também mostraram que as pessoas de países em que a tecnologia não está tão avançada e que não têm tanto acesso à televisão, computador, video game e nem têm hábitos noturnos tão agitados, não ganham tanto peso por conseguirem ter mais tempo para dormir e um sono de qualidade.
  8. 8. 1ª QUINZENA DE SETEMBRO DE 2014 Feminina

×