PÁG. 4
ANO XX - No
362 - 1ª QUINZENA DE agosto DE 2014
®
EmdefesadaverdadeedodesenvolvimentodeSãoMigueleregião-2031-2364e...
P ág . 2
1ª QUINZENA de
agostO de 2014
Circulação: São Miguel, ITAQUERA, vILA Jacuí,
jd. helena, v. curuça E GUARULHOS
Dir...
P ág . 3
1ª QUINZENA de
agostO de 2014
DESTAQUE LOCALDESTAQUE LOCAL
Ex-governador de
Pernambuco de 49
anos estava em
jatin...
P ág . 4
1ª QUINZENA de
agostO de 2014
O governador de  São Pau-
lo e candidato à reeleição, Ge-
raldo Alckmin  (PSDB), es...
P ág . 5
1ª QUINZENA de
agostO de 2014
Roda VivaRoda Viva
Na manhã de quarta-feira
(13), o Grupo Acontece de Jor-
nais e R...
P ág . 6
1ª QUINZENA de
agostO de 2014
Profissional deprimido ou
com problema de saúde deve
repensar carreira.
Falta de co...
P ág . 7
1ª QUINZENA de
agostO de 2014
Giro dos famososGiro dos famosos
Mirella Santos deixa
maternidade com
Valentina: “A...
P ág . 8
1ª QUINZENA de
agostO de 2014
PUBLICIDADEPUBLICIDADE
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Acontece362nett

222 visualizações

Publicada em

Jornal Acontece Agora

Publicada em: Design
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Acontece362nett

  1. 1. PÁG. 4 ANO XX - No 362 - 1ª QUINZENA DE agosto DE 2014 ® EmdefesadaverdadeedodesenvolvimentodeSãoMigueleregião-2031-2364e2513-0928-raleste@gmail.com PÁG. 3 PÁG. 5 PÁG. 4 PÁG. 6 Atleta de 67 anos é eleito o mais belo idoso de São Paulo Ex-governador de Pernambuco de 49 anos estava em jatinho particular que caiu em Santos na manhã desta quarta-feira O candidato do PSB à Presidência, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Hen- rique Accioly Campos, morreu nesta quarta-feira (13) aos 49 anos no queda de um jato particular em Santos, no litoral de São Paulo... O atleta Mário Soares de Lima, 67 anos, foi eleito o mais belo idoso da cidade de São Paulo, nesta quinta-feira (07), durante a edição de 2014 da competição, promovida pela Secretaria de Es- tado da Saúde e realizada no no Instituto de Ge- riatria e Gerontologia. Mário é casado, tem cinco filhos e dois netos, trabalha no ramo imobiliário, pratica atletismo há 15 anos e joga futebol há 18. Morre Eduardo Campos, candidato do PSB à Presidência PÁG. 3 Brasil segue sem casos suspeitos de ebola, segundo ministro da Saúde O governador de  São Paulo  e candidato à re- eleição,  Geraldo Alck- min  (PSDB), esteve na sexta-feira (8) em Botuca- tu  (SP), no Centro-Oeste do estado. Ele falou sobre a saúde pública paulista e as dificuldades dos mu- nicípios na contração de médicos.  Segundo Alcki- min, os gastos estaduais com os médicos já estão acima do que o mercado pratica e que o problema é a tabela do SUS paga pelo governo federal. Alckmin fala das dificuldades para contratar médicos Sushi pode ser tão calórico quanto um Big Mac A comida japonesa vem ganhando espaço e já é uma das mais consumidas no mun- do. Segundo a pesquisa, o principal motivo para essa onda de popularidade é a reputa- ção de que o sushi seria uma opção de refeição saudável. Além de as mulheres japonesas já terem sido apontadas como as mais saudáveis do mundo, celebridades como Victoria Beckham, Cheryl Cole e Keira Knightley é fã confessa da culinária japonesa. Porém, de acordo com a nutricionista, o sushi não é tão leve e saudável quanto parece. O ministro da saúde, Arthur Chioro, disse, nes- ta terça-feira (5), que o Brasil continua sem casos suspeitos de ebola. “Não há nenhum caso suspei- to, mas todos os tripu- lantes e passageiros que chegam ao Brasil, tanto por aeronaves quanto por navios, são submetidos a uma rigorosa avaliação e, se for identificado alguém que tenha sintomas, vai imediatamente para iso- lamento e para coleta de exames.” PÁG. 2 Gravação tira Marina Silva de voo de Eduardo Campos Ela podia estar no voo, mas antecipou o seu para participar de uma gravação’, disse Márcio França, presidente do PSB paulista  Zenas participa do “Roda Viva” do Grupo Acontece de Jornais e Revista Na manhã de quarta-fei- ra (13), o Grupo Acontece de Jornais e Revista recebeu a visita do candidato a de- putado estadual pelo parti- do PSDB, Zenas José Pires. O candidato foi convidado a participar do Programa “Roda Viva” pelo diretor Divaldo Rosa. No encon- tro, Zenas se reuniu com líderes religiosos e lideran- ças locais para discutir pro- postas, visando à eleição de outubro.   Evangélico e de família tradicional, Zenas é empresário e nasceu em Nhandeara. Ele é formado em História, Direito e Teo- logia. Sua principal propos- ta é melhorar a qualidade de ensino, implantação do período integral e...
  2. 2. P ág . 2 1ª QUINZENA de agostO de 2014 Circulação: São Miguel, ITAQUERA, vILA Jacuí, jd. helena, v. curuça E GUARULHOS Diretor: Divaldo Rosa Adm. e Financeiro: Ademyr Rodrigues Representante comercial: Adriana Sena, Eduardo Rocha e Ariane Andrade Jornalista FL: Silmara G. Nunes Revisão: Suseli Corumba Rosa Fotos: Bruno Barreto Rosa Diagramador: Sergio Avante Depto. Jurídico: Agilson M. Oliveira Distribuição: Mart Press Distribuidora As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam, necessariamente, a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comercias não mantém vínculo empregatício com a empresa. Jornal Acontece Agora, Folha do Itaim & Curuça, Jornal de Ermelino & Ponte Rasa, Jornal Guaianás & Cidade Tiradentes e Revista Acontece Leste A J O R L E S T E O jornal Acontece Agora é Filiado à Associação dos Jornais da Zona Leste Avenida dos Guachos, 166 - Vila Curuça Cep: 08030-360 Itaim Paulista – SP E-mail: raleste@gmail.com site: www.grupoacontece.com.br REDAÇÃO E PUBLICIDADE 2031-2364 | 2513-0928 Patente: PROC. 830024034 Classe 16 RPI RM 2087 Tiragem: 40.000 exemplares FL=FreeLancer cnpj: 03.115.443/0001-16 Sebo Papel & Caneta Rua Pedro Soares de Andrade, 221 V. Rosaria SUBPREFEITURA DE SÃO MIGUEL R. Dom Ana Flora P. Souza, 76 - Vila Jacuí-SP REVISTARIA CAVOA Rua Cavoá, 425 - Vila Curuça BANCA CULTURAL (Banca do Assai Atacadista) Av. Mal. Tito, 1300 São Miguel BANCA DO MERCADÃO Av. Mal. Tito, 567 São Miguel BANCA DO NAGUMO Pça. Francisco Pereira, 80 Vila Curuça BANCA NOVA GERAÇÃO Av. Mal. Tito, 686 São Miguel PADARIA UNIDA Av. Pires do Rio, 2681 São Miguel BANCA DO NAGUMO Pça. Francisco Pereira, 80 Vila Curuçá JJJAAAJAJJJAJAJAJJJAJ PPPAAAPAPPPAPAPAPPPAP UTOUTOUTOUTOUTOUTO www.japauto.com.br ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA CG Fan ESDI 150 14/14 a/v 8.020, ou entr. 2.700,+48x199, (t.prazo 12.252,). CB 300R 14/14 (Standard) a/v 13.600, ou entr.5.250,+48x300, (t. prazo 19.650,). BROS 150 ES 13/14, Branca, somente 4 unidades, chassi nº 9C2KDO550ER207544/ER207541/ER207548/ER309603 a/v 9.831, ou entr.3.900,+48x240, (t. prazo 15.420,), Grátis documentação com lacração no Detran e a 1ª parcela do IPVA. NX 400 Falcon 14/14 a/v 18.157, ou entr. 11803,+18x399, (t.prazo 18.985, com TC incluso) com juros 0%. Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica. Consulte todas as informações em nosso showroom. Juros 2.75% a.m. (38,48% a.m.).Banco Honda (TC R$ 496,).CET máximo 52,85% a.a. TC e IOF inclusos. Bauleto e capacete grátis somente para a Bros 150 ES. Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada). Ofertas não cumulativas com outras. Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. O MELHOR NEGÓCIO É AQUI!!! RODAS LARANJA EXCLUSIVADE DA JAPAUTO CB 300R MENSAIS R$ 300,+ ENTRADA FAN 150 ESDI MENSAIS 199,00 + ENTRADA O MELHOR NEGÓCIO É AQUI!!! O MELHOR NEGÓCIO É AQUI!!! O MELHOR NEGÓCIO RODAS LARANJA EXCLUSIVADE DA JAPAUTO CB 300R MENSAIS R$ + ENTRADA NX 400 FALCON 14/15 MENSAIS 399,00 + ENTRADA NX 400 FALCON 39 TAXA ZERO Todos juntos fazem um trânsito melhor. MENSAIS 19191 9,00 9,00 9+ ENTRADA MENSAIS 9,9,9 00 + ENTRADA BROS 150 ES COM PARTIDA ELÉTRICA MENSAIS 240,00 + ENTRADA Grátis BAULETO CAPACETE E DOCUMENTAÇÃO JJJ ZERO 0 ES COM PARTIDA ELÉTRICA 00 Grátis BAULETO CAPACETE E is A dois anos dos Jogos Olímpicos de 2016, o Rio co- nheceu sua identidade visual para o evento. Através das redes sociais, o prefeito da ci- dade, Eduardo Paes, publicou uma foto das marcas do even- to no Sambódromo, que rece- berá competição, e mostrou o  ‘’Look of the Games’’, que foi lançado oficialmente. Paes também voltou a afirmar que 2016 será marcado por um evento especial, ressaltando novamente o fator legado.  “Em 2 anos estaremos fa- zendo a abertura das Olim- píadas no Rio. Não tenho dúvidas de que faremos um evento incomparável. Mas o mais importante é que vamos Identidade visual das Olimpíadas do Rio é lançada A APAF - Associação Pau- lista de Apoio à Família – ONG que completa dez anos e ofe- rece capacitação profissional para mulheres de baixa renda e em situa- ção de vulnerabi- lidade social, abre inscrições para dois cursos de formação profis- sional:  Hospitali- dade para forma- ção de camareira, garçonete, auxi- liar de cozinha e limpeza; e para Lavanderia (pas- sadeiras e auxiliares). De 11 a 18 de agosto as inscri- O ministro da saúde, Arthur Chioro, disse, nesta terça-feira (5), que o Brasil continua sem casos suspeitos de ebola. “Não há nenhum caso suspeito, mas to- dos os tripulantes e passageiros que chegam ao Brasil, tanto por aeronaves quanto por navios, são submetidos a uma rigorosa avaliação e, se for identificado alguém que tenha sintomas, vai imediatamente para isolamento e para coleta de exames.” Chioro afirmou ainda que o Ministério da Saúde está “seguin- do muito rigorosamente” todas as recomendações da Organiza- ção Mundial da Saúde (OMS) e que a pasta reforçou junto às se- cretarias estaduais e municipais da saúde a necessidade de estar em alerta para a possibilidade de casos da infecção. Suspeitas não confirmadas: nesta segunda-feira, o secretário de Vigilância em Saúde do Mi- nistério da Saúde, Jarbas Barbo- sa, afirmou que já houve casos de pacientes que vieram da Áfri- Brasil segue sem casos suspeitos de ebola, segundo ministro da Saúde e o sistema de saúde em geral es- tão “muito sensíveis” para iden- tificar esses casos. “Isso é bom, desde que não se caia no exagero de não observar de onde a pes- soa veio, o que pode sobrecarre- gar os serviços de referência.” Nenhum dos casos apre- sentados até o momento no país preencheu os requisitos para ser considerado suspeito de ebola.  “Um era malária e o outro era infecção urinária. Como a pessoa tinha vindo da África, pensaram que poderia ser ebola. Mas no hospital de referência, essa possibilidade é descartada.” Probabilidade baixa: a pro- babilidade de o ebola chegar ao Brasil é muito baixa, de acordo com Barbosa. “O ebola não se transmite pelo ar, diferentemen- te de outros vírus. Só transmite se a pessoa tiver contato direto com sangue ou fluidos corporais de pessoas doentes”, diz. Ou- tra característica que dificulta a propagação da doença para outros continentes é que o pa- ciente tem mais probabilidade de transmitir a doença quando aparecem os sintomas. “Todo caso de ebola é gra- ve, não tem casos com sintomas leves ou assintomáticos”, diz o secretário. Dessa forma, é mais fácil identificar o paciente que pode transmitir o vírus. Além disso, pacientes nesse estado provavelmente não consegui- riam fazer uma viagem interna- cional. Detecção: segundo Barbosa, como os sintomas do ebola são sempre graves, a doença é de fácil detecção. “O ebola, junto com outras febres hemorrági- cas, é de notificação compulsó- ria e imediata. O profissional da saúde que atendeu um paciente e que suspeite de ebola deve co- municar a secretaria municipal ou estadual da Saúde, ou Minis- tério da Saúde.” Ele afirma que os serviços de referência brasileiros estão preparados para lidar com casos da infecção. “A doença é gravís- sima, mas tem outras doenças que precisam de isolamento até maior. Os procedimentos adequados são conhecidos. Em casos suspeitos, os profissionais dos hospitais de referência sa- bem como proceder.” ca com sintomas variados e que foram encaminhados para servi- ços de referência para verificar o risco de ser ebola. “Tem casos de pessoas que vêm de países onde nem tem ebola e os sintomas nem são pa- recidos”, diz Barbosa. Para ele, isso mostra que os profissionais APAF abre inscrições para cursos gratuitos exclusivos para mulheres nhamento ao mercado de trabalho através de parcerias com hotéis e a ANEL (Associação Nacional de Empresas de Lavanderia). O curso é gra- tuito, para mulhe- res a partir dos 18 anos, desempregadas há mais de quatro meses e que não este- jam recebendo segu- ro desemprego; com renda de até meio salário mínimo, por pessoa da família, e residentes na cidade de São Paulo. As alu- nas recebem ajuda de custo durante o período do cur- so para manter as despesas en- quanto estudam e fazem estágio. ções serão realizadas por telefone 3120-4639 ou pessoalmente na Rua Avanhandava 485 – Bela Vis- ta (perto do Terminal Bandeira). Asaulascomeçamdia15dese- tembro, tem estágio e dão encami- deixar um legado incrível de transformações. A prefeitura vem há 5 anos dedicando-se a preparar essa grande mudan- ça. Será um período decisivo e que exigirá de todos nós mui- to trabalho e dedicação e mais uma vez, muita compreensão da população para tudo que ainda teremos que fazer. Viva o Rio! Que venha 2016” publi- cou em sua conta.  O ‘’Look of the Games’’ vai decorar e ambientar as instala- ções esportivas da cidade, assim como ingressos, credenciais e produtos licenciados. De acor- do com a organização, arte é inspirada nos traços e paisagens do Rio e na diversidade dos bra- sileiro. 2031-2364 e 2513-0928 Anuncie no jornal de São Miguel e região. Ótimas promoções e formas de pagamento!!! Consulte!!!
  3. 3. P ág . 3 1ª QUINZENA de agostO de 2014 DESTAQUE LOCALDESTAQUE LOCAL Ex-governador de Pernambuco de 49 anos estava em jatinho particular que caiu em Santos na manhã desta quarta-feira O candidato do PSB à Pre- sidência, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Henrique Accioly Campos, morreu nes- ta quarta-feira (13) aos 49 anos no queda de um jato particular em Santos, no litoral de São Pau- lo, confirmou o Bazileu Marga- rido, coordenador-adjunto da campanha do PSB. Marina Sil- va, candidata à vice na chapa do socialista, não estava na aerona- ve, em que o fotógrafo Alexan- dre Severo Silva, o assessor Car- los Augusto Percol e dois pilotos estavam a bordo. Campos nasceu no Recife (PE) em 10 de agosto de 1965. Filho de Ana Arraes, ex-de- putada federal, e do escritor e advogado Maximiano Accioly Campos, com apenas 16 anos ingressou na Universidade Fe- deral de Pernambuco para cur- sar Economia; aos 20, formou-se e foi o orador da turma. Começou a militância ainda na universidade, como presi- dente do Diretório Acadêmico. Não traiu o sangue político da família: em 1986, trocou a pos- sibilidade de um mestrado nos EUA pela participação na cam- panha que elegeu governador de Pernambuco o seu avô, Miguel Arraes – que passara 15 anos de exílio provocado pelo regime militar. Em 1990, depois de trabalhar como secretário de Governo do avô, filiou-se ao PSB e conquis- tou um mandato de deputado estadual. Chegou ao Congresso Nacional em 1994, dois anos de- pois de sofrer sua única derrota O atleta Mário Soares de Lima, 67 anos, foi eleito o mais belo idoso da cidade de São Paulo, nesta quinta-feira (07), durante a edição de 2014 da competição, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde e realizada no no Instituto de Ge- riatria e Gerontologia. Mário é casado, tem cinco filhos e dois netos, trabalha no ramo imo- biliário, pratica atletismo há 15 anos e joga futebol há 18. “O mais importante é viver o agora, ter disciplina e aceitar conselhos”, disse o vencedor, que se prepara para correr a ma- ratona no Centro de São Paulo, neste final de semana. Antes do resultado da competição, os 24 finalistas desfilaram ao som de Fama de Mau e outras músicas de Roberto Carlos, Elvis Pres- ley e Ray Charles. Os candida- tos foram avaliados por um júri comporto por cinco mulheres, incluindo as Misses Terceira Idade de 2012 e 2014, e por um público de aproximadamente 250 pessoas. “Estamos aqui para oferecer eleitoral até hoje: foi quinto lu- gar na eleição que levou Jarbas Vasconcelos pela segunda vez à prefeitura do Recife. Em 1998, foi reeleito para a Câmara dos Deputados como o deputado fe- deral mais votado de Pernambu- co. No seu terceiro mandato em Brasília, conquistado em 2002, um espaço de convivência, não apenas serviços de saúde. Nes- te mês, completamos 13 anos de existência. Esse é o 11° con- Momento difícil na política brasileira Morre Eduardo Campos, candidato do PSB à Presidência atuou em defesa da candidatura de Lula, depois de um primeiro turno com Anthony Garotinho. Ministro do governo Lula: em 2003, estreitando os laços com Lula, tomou pos- se como ministro de Ciência e Tecnologia – o mais jovem no primeiro mandato do presiden- te. Em sua gestão, foi aprovada a lei que autoriza pesquisa com células-tronco. Data dessa época suas desavenças com o todo-po- deroso José Dirceu. Em 2005, Campos e Aldo Re- belo, então ministro de Relações Institucionais, manobraram para barrar a CPI dos Correios, que trouxe à tona o  mensalão. Numa reunião com Dirceu, que terminou em clima hostil, Cam- pos teria sido aconselhado a de- sistir da candidatura ao governo de Pernambuco em favor do pe- tista Humberto Costa. “Eu não preciso do PT para ser governa- dor. A única pessoa a quem eu tenho de dar satisfação é Lula”, teria respondido. Mais tarde ga- nharia pontos adicionais com o presidente ao ser fiel durante a crise do mensalão e ao retirar sua candidatura à presidência da Câmara em favor de Rebelo. Governo de Pernam- buco: depois de assumir a pre- sidência do PSB em 2004, lançou um ano depois sua candidatura ao governo de Pernambuco. O curioso é que, durante a cam- panha, Lula resolveu apoiar não apenas um candidato, mas dois: além de Campos, esteve também ao lado de Humberto Costa, o indicado pelo PT, numa mano- bra arriscada para enfraquecer a hegemonia do ex-governador Jarbas Vasconcelos, que apoiava a reeleição de Mendonça Filho. Campos e Mendonça chegaram ao segundo turno com a vitória do primeiro, que aglutinou mais de 60% dos votos válidos. Desde a cerimônia de pos- se – marcada pela presença de camponeses, lembrando o clima que havia nos tempos do avô Miguel Arraes –, Campos reali- zou um governo sem percalços. Tudo lhe foi favorável para que seu nome ficasse mais conhe- cido nacionalmente. Uma das vitaminas estimulantes de sua gestão foi a atração de recursos do governo federal – de longe o maior investidor na economia local. Em 2010, disputou a ree- leição, e, mais uma vez, contou com a mão de Lula durante a disputa. Saiu-se com folgada vi- tória ainda no primeiro turno: quase 80% dos votos válidos, enterrando de vez o seu maior adversário político, o senador Jarbas Vasconcelos. Família: Campos era ca- sado com a economista e audi- tora do Tribunal de Contas do Estado Renata Campos, com quem teve quatro filhos – Maria Eduarda, João Henrique, Pedro Henrique e José Henrique. Atleta de 67 anos é eleito o mais belo idoso de São Paulo Mário Soares de Lima tem cinco filhos e pratica atletismo há 15 anos e joga futebol há 18 curso. Portanto, já é uma tradi- ção”, afirma Paulo Pelegrino, diretor e médico do IPGG. “O evento serviu para juntar a ter- ceira idade numa tarde festiva, e aproveitamos para homenagear pais e avôs para a celebração de domingo. E o mais importante é que, vencedores ou não, todos fica- ram satisfeitos”, disse Nilton Guedes, diretor do IPGG. Além do mais belo idoso, o concurso elegeu vencedores em outras cinco categorias. Veja todos os eleitos: • Mais belo idoso de SP – Mário Soares de Lima, 67 anos • Mister Timidez – Eutálio Francisco Lima, 68 anos • Mister Simpatia – Arnaldo Carlos da Cunha, 70 anos • Mister Sorriso – Antonio Leão Medeiros, 61 anos • Mister Elegância – Carlos Zaboni, 68 anos • Mister Beleza – Zoroastro Volnei Alves Pilatti, 67 anos
  4. 4. P ág . 4 1ª QUINZENA de agostO de 2014 O governador de  São Pau- lo e candidato à reeleição, Ge- raldo Alckmin  (PSDB), esteve na sexta-feira (8) em  Botuca- tu (SP), no Centro-Oeste do es- tado. Ele falou sobre a saúde pública paulista e as dificulda- des dos municípios na contra- ção de médicos. Segundo Alcki- min, os gastos estaduais com os médicos já estão acima do que o mercado pratica e que o proble- ma é a tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) paga pelo go- verno federal. “O estado já faz sua par- te pagando até mais do que o mercado costuma pagar, são salários bons para plantonistas e nos prontos socorros. O esta- do tem plano de carreira para os médicos. O problema é que a tabela do SUS não é corrigida há muito tempo pelo governo federal e isso que acaba deixan- do os salarios defasados”, diz o candidato. Durante a sua visita à cida- de, o candidato visitou o Centro de Referência de Dependentes Químicos. Acompanhado de vários políticos, ele conheceu O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, avaliou nesta sexta-feira como positivo o resultado da pesqui- sa Ibope. A pesquisa mostrou o crescimento do nome de Aécio na intenção de votos do elei- torado. O candidato ressaltou que o levantamento indica que a campanha está aquecendo com possibilidade de segundo turno e chance de vitória. “A pesquisa é extrema- mente positiva, até porque nós estamos ainda aquecendo os motores da campanha eleito- ral, a campanha efetivamente ainda não começou e nosso nome vem crescendo de for- ma muito consistente”, afir- mou Aécio durante visita a Botucatu (SP), acompanhado do governador de São Paulo e candidato à reeleição Geral- do Alckmin (PSDB) e de José Serra, que concorre ao Senado A candidata à vice-presi- dência pelo PSB, Marina Silva, não estava no mesmo avião do ex-governador Eduardo Cam- pos, que morreu nesta quarta- -feira (13) em um  acidente aéreo em Santos, porque parti- cipou de uma gravação. “Ela podia estar no voo, mas antecipou seu voo para parti- cipar de uma gravação”, disse Márcio França, presidente do PSB paulista que é vice na cha- pa do governador Geraldo Al- ckmin (PSDB), que concorre à reeleição. França, porém, não especificou à qual gravação se referia nem em qual cidade ela ocorreu. Marina e Campos estive- ram juntos pela última vez na noite de terça-feira (12), após a entrevista do candidato para o Jornal Nacional, da TV Glo- bo. Segundo a Aeronáutica, o voo que levava Campos saiu do Aeroporto Santos Dumont, no Rio, e voo pousaria no Guaru- já. Durante a descida, porém, o O candidato do PT ao go- verno de São Paulo, Alexandre Padilha, participou neste sába- do (9) da agenda da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff, em Osasco, na Grande São Paulo, pela manhã. À tarde, foi ao evento “Grande Cruza- da Evangelística”, evento das Assembleias de Deus, na Zona Norte de São Paulo. Em discurso pela manhã, Padilha defendeu que as uni- versidades de São Paulo tenham cotas. “Vai ter cota para estu- dante de escola pública, vai ter cota para a juventude negra”, prometeu. Ele voltou a defender o bilhe- te único integrado na região me- tropolitana. “Hoje o trabalhador que tem que pegar o ônibus da EMTU, tem que pegar o trem da CPTM, tem que pegar o Metrô, cada dia tem que uma passagem diferente em cada lugar que ele passa. Eu quero ser governador para que o trabalhador tenha apenas um bilhete único inte- grado em toda a região metro- O candidato do PMDB ao governo do estado, Paulo Skaf, criticou na quinta-feira (7) o rit- mo das obras de metrô, trem e monotrilho mantidas pelo atual governador de São Paulo, Ge- raldo Alckmin (PSDB). Ele pro- meteu entregar 70 quilômetros de transporte sobre trilhos em quatro anos caso vença a eleição. “Eu espero nós próximos quatro anos um ritmo de 15 quilômetros por ano. Já falei que vou inaugurar mais de 70 quilômetros no novo mandato e mantenho isso”, afirmou. Para a meta, ele disse que o ritmo é dez vezes maior do que o do atual governo, que entregou cerca de 6km nos últimos quatro anos. “Tem que concluir mais do que 15km por ano, o ritmo é de quase 17km, que é dez ve- zes mais [do que o ritmo atual]. E é isso que nós faremos”, pro- meteu, durante evento em local de obras da Linha 15-Prata do monotrilho, em frente à Subpre- feitura de São Mateus, na Zona Leste de São Paulo. Alckmin fala das dificuldades para contratar médicos as instalações e conversou com pacientes e funcionários da clí- nica, que foi a primeira inau- gurada no estado para o trata- mento de usuários de drogas.  Após a visita e o atendimen- to aos jornalistas, o candidato saiu as ruas do centro da cida- de para fazer campanha. Ele fez uma passeata por alguns quar- teirões no centro, acompanha- Gravação tira Marina Silva de voo de Eduardo Campos Ela podia estar no voo, mas antecipou o seu para participar de uma gravação’, disse Márcio França, presidente do PSB paulista avião arremeteu, supostamen- te por causa do mau tempo. A partir desse momento, o con- trole de voo perdeu o contato com a aeronave. A candidata a vice soube da notícia pelo ex-deputado Wal- ter Feldman, que recebeu uma ligação de França desde o Gua- rujá, para onde o presidente do PSB paulista foi após ter subs- tituído Campos em uma gra- vação em Santos. O candidato presidencial do PSB optou por não participar do compromisso porque queria descansar até as 9 horas. “Se fosse [à gravação], ele teria de acordar às 5 horas.” do dos tucanos Aécio Neves, que concorre à Presidência da República, e José Serra, candi- dato ao Senado. Alckmin cum- primentou e tirou fotos com os eleitores. A cada parada, Alck- min ouviu elogios e críticas ao Governo do Estado. Por fim, ele tomou refrigerante em uma padaria e encerrou a agenda como candidato na cidade. Skaf ainda afirmou que a solução para a questão do trans- porte público na Grande São Paulo seria o transporte sobre trilhos. “As obras em São Paulo são muito lerdas. Falando em trans- porte público, a solução é trem e metrô. Todo mundo sabe que a solução é essa porque é mais seguro e mais confortável, mas não quando tem essa desfasa- gem que impede segurança e conforto”, disse. Skaf promete 70 km de transporte sobre trilhos caso vença a eleição politana”, afirmou. Após discursar, ele comeu um cachorro-quente ao lado de Dilma para prestigiar o trabalho dos comerciantes ambulantes da cidade, conhecida como a “capi- tal do hot dog”. Evangélico: a tarde, o petista esteve no evento Grande Cruza- da Evangelísitca, no Anhembi, na Zona Norte de São Paulo. Após visitar em Osasco com Dilma, Padilha vai a encontro evangélico O pastor Samuel Ferreira apre- sentou o ex-ministro ao público presente. “Eu não posso pedir voto para ele, mas eu queria pe- dir para vocês receberem meu amigo Padilha, ex-ministro da Saúde e de família Evangélica. O pai do Padilha é pastor”, disse. À noite, o petista participaria ainda de evento no Jockey Club de Barretos. Sobre o financiamento para obras, o candidato defendeu as parcerias público-privadas (PPP). “O estado de São Paulo terá em 2015 uma capacidade de investimento de R$ 20 bilhões por ano. São 80 bilhões em qua- tro anos de mandato. Você tem a possibilidade de PPP, que é a minha escolha para o trem e me- trô. Você pode fazer 70 km de metrô, que é tudo que tem em quatro anos com recursos total- mente de PPP”, disse. Para Aécio, resultado do Ibope é positivo e mostra que a campanha está crescendo Rousseff tinha os mes- mos 38% das intenções de voto, ante 22% de Aécio Neves.    A pesquisa mostrou ainda que a taxa de re- jeição de Aécio está em queda: foi de 16% para 15%. A de Dilma se manteve em 36%.  A pesquisa foi encomen- dada ao Ibope pela TV Globo, que divulgou os dados na quinta-feira (07/08). Foram ouvidas 2.506 pessoas entre os dias 3 e 7  de agosto, em todo o Brasil.  Momento: Aécio destacou que sua can- didatura representa o novo momento polí- tico. Ele rejeitou a su- gestão de monopólio em relação a temas e ideologias. “O exclusi- vismo não faz bem para ninguém. Até me lembro, lá atrás, quando o PT se julgava um exclusivista da ética e dos bons costumes. Deu no que deu. Quando falo novo, é a re- novação das ideias. É a capaci- dade de olhar para o futuro”, afirmou. Aécio lamentou as afirma- ções da candidata à reeleição pelo PT, presidente Dilma Rousseff (PT), que chamou de pessimistas os críticos de seu governo. “Então, somos mais de 75% de pessimistas. Mas é bom que fique claro: o pessimismo não é em relação ao Brasil. O Brasil está aí com todas as condições de retomar um ciclo virtuoso. O pessimismo é em relação ao governo, a este governo que fracassou na condução da eco- nomia, na gestão do Estado e fracassou também na melho- ria dos nossos indicadores so- ciais”, ressaltou. pelo partido. Em seguida, Aécio acres- centou que: “Por isso, tenho muita confiança de que nós estaremos no segundo turno e vamos vencer essas eleições para iniciarmos um novo ciclo de governo no país”. Pesquisa: pelo resultado da última pesquisa Ibope, Aécio cresceu três pontos em relação ao último levantamento, en- quanto a candidata à reeleição pelo PT cresceu apenas um. Aécio está agora com 36% das intenções de voto - tinha 33% na última pesquisa -, e Dil- ma, com 42%. Considerando a margem de erro, a diferença entre eles pode ser de apenas dois pontos percentuais. No primeiro turno, 23% dos eleitores declaram inten- ção de voto em Aécio Neves. A candidata do PT tem 38% dos votos. A margem de erro é de dois pontos. Em julho, Dilma
  5. 5. P ág . 5 1ª QUINZENA de agostO de 2014 Roda VivaRoda Viva Na manhã de quarta-feira (13), o Grupo Acontece de Jor- nais e Revista recebeu a visita do candidato a deputado estadual pelo partido PSDB, Zenas José Pires. O candidato foi convi- dado a participar do Programa “Roda Viva” pelo diretor Dival- do Rosa. No encontro, Zenas se reuniu com líderes religiosos e lideranças locais para discutir propostas, visando à eleição de outubro.  Evangélico e de família tradicional, Zenas é empresário e nasceu em Nhandeara. Ele é for- mado em História, Direito e Te- ologia. Sua principal proposta é melhorar a qualidade de ensino, implantação do período integral e valorização dos professores. “Gostaria que as pessoas en- tendessem que o Brasil é a me- lhor terra do planeta, só que tudo isso está sendo destruído por culpa de todos nós! A culpa não é só do PT, nem do PSDB, nem do Lula, da Dilma... a culpa é de todos nós, não estamos fazendo a nossa parte. Falta mais respon- sabilidade, seriedade e, princi- palmente, valorização do ser hu- mano. Acima de todas as coisas, primeiro tem que vir o direito do homem, depois vem prioridades como o metrô, trem, escolas, se- gurança, educação, mas em pri- meiro lugar está o cidadão”, diz Zenas na introdução do Progra- ma Roda Viva. Geraldo Malta (São Miguel): Você tem acompa- nhado o problema da falta de água. Quais são suas propostas para contribuir com o nosso Meio Ambiente? Zenas: Essa questão da água é muito séria. A falta de água tem muito a ver com as derrubadas, com o fundo ver- de, é claro que a manutenção do verde não manteria o planeta numa condição de vida perma- nente. O planeta Terra com seus 04 milhões e meio de vida já vi- rou deserto umas 4 ou 5 vezes e os mares, montanhas, terras, já mudaram de lugar muitas vezes e vai mudar de novo. Nós temos que cuidar do nosso planeta para prolongar a vida da nossa espécie e da nossa geração. O es- tado precisa ter alguém com esta preocupação, que tenha esse in- teresse de prolongar um pouco mais a nossa passagem pela ter- ra. Tenho para mim que a nossa espécie não irá durar um milhão de anos. Então vamos cuidar da Terra, vamos plantar mais árvores no quintal de casa, isto ajudará no oxigênio. Em relação a leis, o estado precisa ser mais rigoroso com quem polui nossa terra, jogando lixo nos rios e em vias públicas, isto precisa parar. Pastor Odair (Cidade Tiradentes): Eu gostaria de saber, como deputado estadual, em que o senhor poderia nos apoiar no sentido de sustenta- bilidade, o senhor já tem algum projeto ou proposta? Zenas: Nós fazemos um trabalho com 06 candidatos a deputados federais, nós estamos em São Paulo inteiro, Grande São Paulo, oeste e leste e também em algumas cidades do interior, como Suzano, Mogi e Jundiaí. O nosso grupo são 06 federais no partido, em duas regiões de São Paulo. Vamos ter que criar um jeito novo de colher lixo, nós sabemos que os orgânicos são adubos, então precisa criar uma forma de colher os orgâni- cos e transformar em adubo, isso é no estado inteiro que deve ser feito, material reciclado, tem que se criar novas formas de recicla- gens. Esse projeto não é fácil, o estado tem que trabalhar para isso. A minha obrigação e a obri- gação dos deputados federais é cuidar dos compromissos da ci- dade de São Paulo. Então vamos estar à disposição da população. Presbítero Marcos: (Itaim Paulista): Gostaria de saber se o senhor tem algum projeto voltado para dependentes químicos e casas de recuperação? Zenas: Esse projeto se di- vide em duas partes: a primeira é que o estado precisa trabalhar o ensino, a educação em perío- do integral, e ai nós temos que tirar as crianças da rua, colocar esses meninos na escola com ati- vidades o dia inteiro, incluindo línguas, música, esporte, de for- ma que a criança saia da escola mais consciente de quem ela é, porque nesse estado o homem é livre para fazer tudo o que quer desregradamente, com todo o direito. Sabemos que em uma casa o filho será criado como cidadão, mas quando o pai não tem tempo de educar o filho, a criança vai pra rua, e a rua destrói o indivíduo. Com rela- ção à segunda parte do projeto, quando o jovem cai na droga, na bebedeira, em cada dez, vol- tam três, está surgindo hoje a geração “nem nem”, nem estu- do e nem trabalho, porque hoje é mais importante roubar do que trabalhar, a geração de hoje pensa isso, e quem foi que botou isso na cabeça deles? Foi a rua. Então é obrigação do estado aju- dar, mas o estado tem que tra- balhar num jeito de impedir que mais jovens vão para a rua, e que ele saia da escola com vontade de ser alguém. Gilvan Aparecido (em- presário - São Mateus): Qual é a menina dos seus olhos, em que você está focado? E gos- taria de saber se você é a favor da maioridade penal? Zenas: Estou focado em mudar nossa educação. Quanto à maioridade penal, nós estamos trabalhando junto com a estru- tura do futuro Ministério da Jus- tiça, um projeto de penas de 8 a 10 anos, nós vamos acabar com essas cenas absurdas, 300 anos e etc. Nosso projeto é mudar o sistema penal para que a pessoa fique no máximo dez anos. Mas é o seguinte, quando for preso vai ser preso de verdade, sem ver a mãe, filho, todo mundo, vai ficar sem ver ninguém, vamos colocar só uma biblioteca e uma escola dentro dos presídios, não tem redução de pena, o preso será reeducado, vai ser bem tratado, vai ter assistência técnica, mas ele vai sair de lá diferente, então essa coisa de receber todo mundo, é uma palhaçada, é uma vergonha. Nós vamos trabalhar isso, nós vamos mudar essas coisas. E ai dos doze até os cinquenta anos, vamos acabar com isso de “o me- nino tem só doze anos”, mas não presta, tem que ser recolhido e nada da mãe ir lá ver o menino, muito menos namorada. Jeremias (empresário - Guarulhos): Como empre- sário aqui de São Miguel, venho passando por dificuldades em relação à elevada carga tributá- ria (impostos, taxas e etc). O que poderia ser feito para reduzir um pouco essa Carga Tributária? Zenas:Esse assunto é cheio de pontas. O Estado tem o dever de gastar o suficiente e o neces- sário naquilo que possa atender as necessidades sociais. Mas nós precisamos mostrar ao Estado que está ocorrendo um exage- ro em relação a gastos. Porque quem administra o dinheiro não administra o seu dinheiro, então trata como se não fosse dele, o que temos que fazer é escolher bem na hora de votar, estamos cheios de bandidos no poder, em todos os lugares, na hora de votar, escolha bem o seu candi- dato e assim vocês verão a dife- rença e a justiça acontecendo. Cássio Simões (Con- sultor-Penha): Porque o go- verno do nosso país não copia o que é bom e o que está dando certo lá fora? Zenas: Tudo o que você está falando é verdade, mas te- mos que ver o seguinte: quase tudo que nós fizemos aqui é copiado. Metrô, tecnologia de construção, etc. Nós copiamos tudo o que é bom e tudo o que é ruim. Como o Brasil foi ha- bitado por pessoas que fugiram da sua terra, então nós temos a herança do lixo. Tudo tem sido copiado, algumas coisas não de- vem ser copiadas porque o povo lá fora já está ultrapassado. Se não tivesse não teria quebrado. Da Europa hoje, só a Alemanha é uma economia sólida. Não tem nenhum país da Europa, in- cluindo a Rússia. Mas nós conti- nuamos copiando. No estado de São Paulo, já temos mais de 300 km de trilhos prontos, São Pau- lo nos últimos 20 anos passou a transportar de 600 mil pessoas por dia para 7 milhões de pes- soas por dia. Isso não é milagre, isso é gestão. O estado não pode fazer mais, não tem gente pra operar isso. Nós somos a socie- dade que somos porque viemos de um sistema viciado lá do começo. Eu estou voltando pra política pra ajudar os jovens, não tenho a intenção de ser pre- sidente ou governador. Roseli líder comunitá- ria (Vila Curuçá Nova): Na área da saúde, estamos sem mé- dicos e quando tem, a gente fica 2 ou 3 horas esperando para ser atendido, passando mal. Eu gos- taria de saber quais são as suas propostas pra saúde?  Zenas participa do “Roda Viva” do Grupo Acontece de Jornais e Zenas: A questão da saúde passa pela questão da orientação social. Se você fizer um estudo sobre a saúde, você vai desco- brir que a criança bem educada e quando eu falo bem educada eu quero dizer criança educada na higiene, na alimentação, essa criança tem uma tendência mui- to grande de crescer saudável. O problema da saúde basicamente está na alimentação, o ser huma- no come veneno. Esse veneno desestrutura os nossos hormô- nios e a gente fica gordo, magro, etc., por causa da alimentação. Então é preciso começar a dis- cutir isso também, uma coisa puxa a outra. Temos que ter mé- dico, temos que ter remédios, então nós temos que começar a pensar o que fazer com tanto di- nheiro. O dinheiro é necessário sim, mas para garantir que você tenha uma vida digna. Tião: Esporte - Camar- go Novo): Eu trabalho com jovens na igreja Batista do Itaim Paulista e no parque Ecológico, e percebo que o governo não in- veste muito nesta área de proje- tos sociais para os jovens, para dependentes químicos, etc. En- tão eu gostaria de saber se é pos- sível você, como candidato, nos ajudar aqui na zona leste? Zenas: Eu posso te ajudar, mas como candidato ainda não posso, porque nós não temos força, e qualquer projeto tem que ser escrito para nós chegar- mos a uma conclusão. Então é isso, nós temos que ter o privi- légio de estarmos juntos para podermos trabalhar juntos. Eu sozinho não tenho solução ne- nhuma. A proposta é unir forças e vencer os obstáculos.
  6. 6. P ág . 6 1ª QUINZENA de agostO de 2014 Profissional deprimido ou com problema de saúde deve repensar carreira. Falta de confiança no che- fe e no que a empresa faz tam- bém são indicativos. Quando o profissional perde o entusiasmo ou a iden- tificação com a empresa que tinha no início do trabalho, surge a pergunta: “Devo ficar ou ir embora?”. Para a consul- tora de carreiras se a situação está mesmo ruim, o funcioná- rio não deve jogar tudo para o alto e deixar o cargo sem ter uma nova oportunidade em vista. É hilariante ver vídeos de pessoas fazendo danças interpretativas para deixar o emprego [como este], mas você não vai querer se juntar a eles. Você não pode pagar a conta de energia com apenas 15 minutos de fama. O pri- meiro passo é ver se a mudan- ça é realmente necessária. Veja 5 situações que dão si- nais sobre isso: 1) Você está deprimido Quando acha difícil ficar animado com coisas que an- tes gostava no trabalho, é hora de fazer um plano alternativo. Quanto mais cedo começar a pensar, melhor. Ficar parado di- ficulta a motivação para mudar a situação. A falta de libido é a princi- pal queixa de 65% das mulheres que procuram ajuda médica no Ambulatório de Sexualidade do Hospital das Clínicas da Facul- dade de Medicina da Universi- dade de São Paulo. Além da falta de desejo sexual, 23% das mu- lheres disseram sofrer de anor- gasmia (incapacidade de atingir o orgasmo), segunda aponta na pesquisa. Segundo a sexóloga coor- denadora do ambulatório, Elsa Gay, as causas da falta de libi- do são várias. Estão relaciona- A comida japonesa vem ga- nhando espaço e já é uma das mais consumidas no mundo. Segundo a pesquisa, o princi- pal motivo para essa onda de popularidade é a reputação de que o sushi seria uma opção de refeição saudável. Além de as mulheres japonesas já terem sido apontadas como as mais saudáveis do mundo, celebri- dades como Victoria Beckham, Cheryl Cole e Keira Knightley é fã confessa da culinária japone- sa. Porém, de acordo com a nu- tricionista, o sushi não é tão leve e saudável quanto parece. Em seu livro, a especialista afirma que uma refeição basea- da em sushi pode significar uma overdose de calorias e carboi- dratos. “Um sushi típico contém entre 290 e 350 calorias e possui uma quantidade de carboidrato equivalente a duas fatias e meia de pão”, diz Rachel. E esses nú- meros podem aumentar ain- da mais em opções que levam maionese e alimentos fritos. Segundo a nutricionista, um al- moço com dois ou três sushies esconde um total de mais de mil calorias, por isso, é um engano pensar que é uma opção de re- feição pouco calórica e saudável. Quase nada de peixe Muitas pessoas acreditam que comer sushi é uma boa manei- ra de seguir a recomendação de Ter um filho com deficiência intelectual não é fácil e com cer- teza o trabalho aumenta quando a família tem outras crianças dentro de casa. Mas as psicólo- gas que trabalham na Apae ga- rantem: ter um irmãozinho ou irmãzinha pode fazer toda a di- ferença na qualidade de vida de uma criança deficiente. “O irmão que não tem a de- ficiência evolui muito mais rá- pido, isso é natural”, explicou a psicóloga Marilena Ardore, co- -autora do livro “Tenho um ir- mão deficiente, vamos conver- sar sobre isto?”, ao lado de Vera Veja 5 situações que indicam que chegou a hora de pedir demissão 2) A saúde física está so- frendo O estresse constante não faz bem para o corpo. Se você observar que a sua saúde está piorando, especialmente se está sob pressão intensa todos os dias, talvez a melhor opção seja começar a olhar para o próximo emprego. 3) Você não tem afinidade com os colegas de trabalho Ninguém precisa ser o me- lhor amigo dos colegas de traba- lho, mas se você não tem nada em comum com eles, não vai desfrutar do tempo que passa no escritório. E, como uma par- te considerável dos nossos dias é dedicada ao trabalho, isso é muito importante. 4) Você odeia seu chefe Quando acredita que seu chefe não vai defendê-lo ou ajudá-lo, fica difícil confiar a ele suas perguntas e preocupações. Isso é ruim para o plano de car- reira, a longo prazo, e também para a felicidade, a curto prazo. 5) Você não tem muito res- peito pelo o que a empresa faz A empresa não precisa tra- balhar na cura para o câncer, mas se não acredita no que está fazendo, você não será bom nisso durante muito tempo. O produto ou o serviço é menos importante do que como você se sente sobre isso. Se o seu traba- lho atual não preenche esse re- quisito, talvez seja melhor pen- sar em outros que preencham. Sushi pode ser tão calórico quanto um Big Mac ingerir pelo menos duas por- ções de peixe por semana. No entanto, esse prato na realida- de possui pouca quantidade de proteína. Especialistas em saúde dizem que uma porção de peixe deve pesar 140 g, mas, em mé- dia, o peixe encontrado em sushi pesa apenas 5 g. Portanto, para atingir a cota ideal seria neces- sário comer 28 porções de sushi. Nas versões vegetarianas o prato possui ainda menos proteínas. O sashimi, fatia de peixe cru, é a melhor opção se você está interessado em aumentar a dose de proteína, ômega-3, vitaminas e minerais de seu prato. Este prato de comida japonesa tam- bém possui poucos carboidratos processados. Mesmo assim, o governo britânico recomenda que mulheres grávida, lactantes ou que desejam engravidar não consumam mais de duas por- ções por semana, já que esses peixes podem conter poluentes que afetam o desenvolvimento do bebê. Pessoas adultas fora dessas conduções podem con- sumir até quatro porções por semana. O atum pode também con- ter mercúrio, uma toxina que pode afetar os rins e o sistema nervoso. Não há problemas no consumo de sushi feitos em lo- jas e restaurantes especializados, que sigam as recomendações da vigilância sanitária. Porém, mulheres grávidas devem evitar mariscos, camarões e carangue- jos, que podem conter vírus e bactérias. Crianças com deficiência intelectual se desenvolvem melhor quando têm irmãosHofman e Mina Regen. “Com isso, ele acaba servindo de mo- delo para o irmão com deficiên- cia imitar. A gente vê que tem deficientes que têm irmãos e eles se desenvolvem muito mais rápido, pelo modelo. Os irmãos ajudam muito”, afirma. Dificuldades: é claro que isso depende de um bom rela- cionamento entre os irmãos, o que não é tão fácil. A proximi- dade precisa ser construída des- de cedo e requer muito jogo de cintura dos pais. “Para a criança pequena, normalmente, esse ir- mãozinho acha que a mãe gosta mais do irmão deficiente. Por- que ela sai de casa, se arruma, pega a bolsa e vai ‘passear’. Ele ainda não tem condições inter- nas de entender que esse é um tratamento que o irmão preci- sa”, explica Parizete Freitas. Opção: o irmão pode ajudar, mas a ênfase é no “pode”. “O pa- pel desse irmão não deve vir as- sociado a uma sobrecarga, a uma predeterminação de que esse é o papel dele, de que ele é responsá- vel por isso e que assim será e será eterno”, afirma Ardore. “É trazer para o outro uma carga muito grande de um papel que não é dele. Ele é apenas irmão, não é pai e mãe”, explica a psicóloga. “A coisa deve acontecer por si só. Essa iniciativa de levar o deficiente para sair junto, para viajar, e coisas do tipo deve vir do próprio irmão”, afirma ela. “Isso tem que vir espontâneo, porque, a tendência é que, conforme o tem- po passe e os pais envelheçam,o irmão vá tomar conta do deficien- te”, afirma. “Muitas vezes os pais se surpreendem, em uma família com vários filhos, que justamente aquele que eles jamais imagina- vam diz que vai cuidar do irmão deficiente”, conta Ardore. Falta de libido é queixa de 65% das brasileiras que procuram ajuda das, principalmente, ao modo de vida das mulheres. “Hoje as mulheres desenvolvem vários papéis e, em primeiro lugar, está o profissional, de mãe, de irmã, e de tia. E o papel de amante é o último no plano de priorida- de. O que a gente vê é que falta investimento nas relações”, diz a Elsa. A sexóloga aponta outros fa- tores que podem afetar a libido: estresse, cirurgias, conflitos no relacionamento, a monotonia conjugal, e a síndrome da por- ta giratória - quando um filho volta a morar em casa e passa a atrapalhar a dinâmica do casal. “As mulheres que nos pro- curam acham que existe uma droga mágica, que nós vamos dar um medicamento e elas, de repente, vão começar a ter von- tade de se relacionar. O que nós oferecemos a estas mulheres é ela se transformar”, destaca. No ambulatório do hospital as pacientes podem se submeter a uma terapia comportamental em grupo. O tratamento leva oito semanas e os resultados dependem de como a mulher lida com a sexualidade, com o desejo, o medo, com o corpo e com as fantasias. Segundo a se- xóloga, durante o tratamento, a mulher aprende a investir nos relacionamentos e a trabalhar a sexualidade. “Uma vez que ela passe a conhecer os pontos nos quais tem uma sensação mais praze- rosa, ela vai saber comunicar a seu parceiro e poder negociar. E não fazer sexo por obrigação” ressalta.
  7. 7. P ág . 7 1ª QUINZENA de agostO de 2014 Giro dos famososGiro dos famosos Mirella Santos deixa maternidade com Valentina: “Agora é dedicação de mãe” Mirella Santos deixou o Hospital Maternidade São Luiz, em São Paulo, nes- ta quarta-feira (13), com a filha, Valentina, nos bra- ços. Acompanhadas por Wellington Muniz, o humo- rista Ceará, elas voltaram para casa após receberem alta médica. Luiza Brunet posa decotada em barco, mostra tatuagens e ganha elogios Luiza Brunet, pelo visto, está aproveitando bem sua viagem a Espanha. Na tar- de de quarta-feira (13), ela postou uma foto em que aparece desfrutando de um passeio de barco pela re- gião. Klebber Toledo é fotografado abatido em praia do Rio Klebber Toledo foi foto- grafado abatido nas areias da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na manhã de terça-feira (12). O ator che- gou ao local com sua bicicle- ta, sentou na areia e passou parte do tempo de olhos fe- chados, todo pensativo. Na segunda-feira (11), o jornal cariocaExtra noticiou que o namoro  de Klebber e Mari- na Ruy Barbosa havia che- gado ao fim após três anos. Após fim de namoro, Marina Ruy Barbosa sai para almoçar com a família Marina Ruy Barbosa foi fotografada no shopping Village Mall, no Rio de Ja- neiro, na tarde desta terça- -feira (12). Acompanhada pelos pais, Paulo e Giocon- da, a atriz não tirou o ócu- los escuros e aparentava estar abatida. Ela também chamou a atenção dos pa- parazzi ao aparecer sem a aliança de compromisso que costumava usar. Aos 19 anos, Marina está separada do ator Klebber Toledo, com quem ficou por três anos, há poucos dias. Pela manhã, ele foi fotografado com o semblante entristecido na praia da Parra da Tijuca. Sophie Charlotte e Daniel Oliveira vão à pré-estreia de filme O casal de atores Sophie Charlotte e Daniel Olivei- ra marcou presença, na noite de terça-feira (12), na pré-estreia do filme Não Pare Na Pista, no Rio de Ja- neiro. De vestido vermelho e rasteirinha, Sophie posou sorridente ao lado do na- morado e conversou com a atriz Letícia Colin. Com calça e top de couro, Carol Castro mostra curvas em confraternização Carol Castro mostrou sua ótima forma durante a festa de confraternização com elenco e produção do longe E.A.S - Esquadrão An- tissequestro. Otavio Mesquita publica foto sem camisa e brinca: ‘Cabelo de pica-pau’ O apresentador Otavio Mesquita publicou uma foto divertida logo após acordar na manhã desta quarta-feira, 13. Ele aparece sem camisa em frente ao es- pelho e com os cabelos des- penteados. “Bom dia pra vc que como eu toma um puta susto quando vai escovar os dentes! Que p... de cabelo pica pau e esse?”, brincou Otavio. Os fãs entraram na brincadeira. “E esse tanqui- nho inflável?”, perguntou uma seguidora. ”Hilário! Você é demais. Por isso que sou muito fã”, disse outro. Shakira e Piqué estariam esperando outro menino, segundo apresentador de TV Desde julho, quan- do  Shakira se apresentou na final da Copa do Mundo, rumores dão conta de que a cantora estaria grávida de seu segundo filho com Ge- rard Piqué. E de acordo com o apresentador do progra- ma El Gordo y la Flaca, Raúl de Molina, o casal terá ou- tro menino - o casal é pai de Milan, de um ano. O site da Univision, emissora na qual o apresentador traba- lha, afirma que fontes pró- ximas à cantora confirma- ram o sexo do bebê.  Áries A Lua em Touro em aspecto com Satur- no e Plutão promete mudanças positivas relacionadas às suas finanças. No entanto, elas chegam com alguma tensão. Seu regente e Vênus continuam trazendo ótimas vibrações no amor. Touro Saturno em tenso as- pecto com seu regen- te indica seriedade e certa frieza nos rela- cionamentos, especialmente os afetivos. O momento é ótimo para firmar relações e comprometer-se. Mudanças emocionais positivas. Gêmeos Hoje você pode estar mais fechado e pen- sando nas mudanças que precisa fazer em sua vida, especialmente no mundo dos sentimentos. Mui- tas coisas, situações e pessoas devem ficar no passado e este é o momento da limpeza. Câncer Você não consegue parar de pensar em como poderia mudar de carreira ou começar um novo plano de negócios. Procure deixar as coisas fluí- rem, pois o Universo está cola- borando 100% nessas mudan- ças. Deixe o controle de lado. Leão Vênus nos últimos graus de Aquário pro- mete colocar um pon- to final em um relacio- namento que não valeu a pena dar continuidade. O momento é decisivo no que diz respeito aos seus projetos futuros. Virgem Você continua fecha- do e reflexivo, sem muita vontade de jogar conversa fora ou para as atividades sociais. O momento é ótimo para reorganizar suas finanças e manter-se longe de gastos. Amigos mais íntimos são bem- -vindos em sua vida. Libra Marte continua em movimento retrógra- do em seu signo e faz um ótimo aspecto com seu regente, movimentan- do as paixões e os romances. Aproveite os próximos dias para colocar algumas questões em dia junto do seu amor. Escorpião Saturno em movi- mento retrógrado em seu signo pode trazer de volta a pos- sibilidade de um projeto que foi negado ser concretizado. Tenha um pouco mais de paci- ência com os resultados de seu trabalho ele virá cedo logo. Sagitário O amor continua sendo o carro-chefe da sua vida durante alguns dias. Aprovei- te o ótimo momento para sair e divertir-se, especialmente se estiver só. Uma pessoa di- ferente e interessante pode mexer muito com você. Capricórnio Prepare-se para en- trar em uma fase de mais movimento, es- pecialmente relacio- nada aos seus contatos comer- ciais. A comunicação melhora e novos contratos poderão ser firmados. Ótimo momento para planejar viagens rápidas. Aquário Prepare-se para entrar em uma fase de mais movimento, especial- mente relacionada aos seus contatos comerciais. A comunicação melhora e no- vos contratos poderão ser fir- mados. Ótimo para viajar.. Peixes Em poucos dias Vê- nus começa a cami- nhar através de seu signo. A fase emocio- nalmente fechada fica para trás e um novo amor pode acontecer em sua vida. Fique atento às oportunidades que podem chegar antecipada- mente.
  8. 8. P ág . 8 1ª QUINZENA de agostO de 2014 PUBLICIDADEPUBLICIDADE

×