AVALIAÇÃO <ul><li>Os Avanços no século XXI </li></ul>
EVOLUÇÃO DO  CONCEITO DE AVALIAÇÃO <ul><li>1ª GERAÇÃO:  MENSURAÇÃO </li></ul><ul><li>2ª GERAÇÃO:  DESCRIÇÃO </li></ul><ul>...
<ul><li>MÉRITO </li></ul><ul><li>RELEVÂNCIA </li></ul>
.  NEGOCIAÇÃO   STAKEHOLDERS (Interessados)
MUDANÇA DE PARADIGMA NA AVALIAÇÃO <ul><li>Evento X Processo </li></ul><ul><li>Medo X Coragem </li></ul><ul><li>Boletim de ...
META – AVALIAÇÃO VERIFICA ATÉ QUE PONTO UMA AVALIAÇÃO É : <ul><li>1-  Útil em guiar decisões </li></ul><ul><li>2- Prática ...
<ul><li>“ STANDARDS” DE AVALIAÇÃO DE  PROGRAMAS </li></ul><ul><li>UTILIDADE –  Atender às necessidades de informação práti...
“ Standards” ou Padrões de Avaliação são princípios que emergiram do consenso de profissionais da avaliação e representant...
PRINCÍPIOS DO AVALIADOR <ul><li>1-  INDAGAÇÃO SISTEMÁTICA </li></ul><ul><li>2- COMPETÊNCIA </li></ul><ul><li>3- INTEGRIDAD...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Avaliação: os Avanços no Século XXI

2.376 visualizações

Publicada em

Apresentação Prof. Thereza Penna Firme

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Avaliação: os Avanços no Século XXI

  1. 1. AVALIAÇÃO <ul><li>Os Avanços no século XXI </li></ul>
  2. 2. EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE AVALIAÇÃO <ul><li>1ª GERAÇÃO: MENSURAÇÃO </li></ul><ul><li>2ª GERAÇÃO: DESCRIÇÃO </li></ul><ul><li>3ª GERAÇÃO: JULGAMENTO </li></ul><ul><li>4ª GERAÇÃO: NEGOCIAÇÃO </li></ul><ul><li>(GUBA, E. G. E LINCOLN, Y.S., 1989) </li></ul>
  3. 3. <ul><li>MÉRITO </li></ul><ul><li>RELEVÂNCIA </li></ul>
  4. 4. . NEGOCIAÇÃO STAKEHOLDERS (Interessados)
  5. 5. MUDANÇA DE PARADIGMA NA AVALIAÇÃO <ul><li>Evento X Processo </li></ul><ul><li>Medo X Coragem </li></ul><ul><li>Boletim de notas X Registro de anotações </li></ul><ul><li>Imposição X Negociação </li></ul><ul><li>Autoritarismo X Participação </li></ul><ul><li>Secreta X Transparente </li></ul><ul><li>Arbitrária X Criteriosa </li></ul><ul><li>Classificatória X Promocional </li></ul>
  6. 6. META – AVALIAÇÃO VERIFICA ATÉ QUE PONTO UMA AVALIAÇÃO É : <ul><li>1- Útil em guiar decisões </li></ul><ul><li>2- Prática na condução </li></ul><ul><li>3- Ética em lidar com pessoas e organizações </li></ul><ul><li>4- Tecnicamente confiável </li></ul>
  7. 7. <ul><li>“ STANDARDS” DE AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS </li></ul><ul><li>UTILIDADE – Atender às necessidades de informação prática dos usuários. </li></ul><ul><li>VIABILIDADE – Ser realística, prudente, diplomática e simples </li></ul><ul><li>ÉTICA – Ser realizada legalmente e eticamente com o devido respeito ao bem estar dos envolvidos na avaliação. </li></ul><ul><li>PRECISÃO – Revelar e transmitir tecnicamente informações adequadas para permitir juízos de mérito e relevância. </li></ul><ul><li>REF: JOINT COMMITTEE (1994) </li></ul>
  8. 8. “ Standards” ou Padrões de Avaliação são princípios que emergiram do consenso de profissionais da avaliação e representantes de grupos de interessados, para a verificação e o julgamento da qualidade de uma avaliação.
  9. 9. PRINCÍPIOS DO AVALIADOR <ul><li>1- INDAGAÇÃO SISTEMÁTICA </li></ul><ul><li>2- COMPETÊNCIA </li></ul><ul><li>3- INTEGRIDADE/HONESTIDADE </li></ul><ul><li>4- RESPEITO PELAS PESSOAS </li></ul><ul><li>5- RESPONSABILIDADE PELO BEM ESTAR GERAL </li></ul><ul><li>(American Evaluation Association / AEA, 1999) </li></ul>

×