O ser humano.

5.564 visualizações

Publicada em

Trabalho de filosofia sobre o Ser Hunano.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.564
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
94
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O ser humano.

  1. 1. O Ser Humano Conceito em Filosofia.
  2. 2. O ser humano é uma unidade e uma totalidade. Portanto é inadequado se desenvolver doutrinas diversas sobre o ser humano: uma científica e uma filosófica, uma secular e uma religiosa, uma psicológica e uma sociológica. O ser humano é uma unidade indivisível. Todos os métodos contribuem para uma e mesma imagem do ser humano.
  3. 3. A Divisão
  4. 4. A Natureza Humana Existem três principais grupos de métodos dentro da natureza humana: primeiro, o método experimental-calculativo, que se refere às coisas como completamente objetivas, sem nenhum elemento de subjetividade nas mesmas - o método das ciências matemáticas, aplicável na medida em que as relações quantitativas e calculáveis alcançam. Em segundo lugar está o método intuitivo-descritivo que se refere às coisas na medida em que elas têm subjetividade, individualidade, espontaneidade - o método da chamada história natural, assim como da história do ser humano. E em terceiro lugar está o método da "compreensão responsável" que se refere à subjetividade como tal, às normas, valores, criações e ao sentido da vida pessoal. No entendimento da vida pessoal e de seus conteúdos, a distância entre sujeito e objeto é superada. Existe conhecimento naquilo em que nós mesmos estamos envolvidos; existe conhecimento naquilo que nos preocupa infinitamente. O conhecimento neste caso necessariamente tem um caráter existencial ou de responsabilidade. A natureza humana deve então ser abordada por estes três métodos, visto que o ser humano pertence aos três domínios correspondentes a eles.
  5. 5. Como tudo começou a evolução;  A humanidade, em um processo lento, foi construindo o conhecimento, baseado em superstições e no desejo de conquistar a liberdade de pensamento.  A ciência, como se apresenta hoje é relativamente recente. Apenas ela adquiriu o caráter cientifico atual.
  6. 6. O que é o ser humano  “O homem é antes de tudo um animal, possuindo assim um corpo, ou uma “matéria viva complexamente organizada”, e sendo assim, possui mobilidade e possibilidade de se aperfeiçoar até certo ponto. E, por ocupar um local no meio físico e cultural em que vive, o homem é tido como um ser material e corpóreo.” Platão
  7. 7. O homem tem posse e utiliza a razão para refletir, emitir juízos, dominar e modificar a natureza, buscar conhecimentos técnico-científicos, elaborar conceitos e ideias. E todos esses atos do homem de conhecer, refletir e de raciocinar sobre os demais seres vivos, é expandida também a capacidade de conhecer e compreender a si mesmo. Como ser racional e pensante, transcende os limites impostos pelo seu corpo e cria novas realidades, novas coisas, bem como é capaz de se recriar, modificando-se e aperfeiçoando-se. Parmênides de Eléia- Sócrates- Rousseau- Marx Um ser racional.
  8. 8. O Pensamento Segundo Descartes, o fundador da filosofia moderna, os costumes a história de um povo sua tradição “cultura” influenciam a forma como as pessoas pensam na quilo em que acreditam.
  9. 9. Um ser político e social.  O homem não vive sozinho, necessitam de um meio social, na busca de poder compartilhar sua existência com os demais, movido pela necessidade de buscar o bem comum.  A sociabilidade é inerente ao ser humano e garante a perpetuação de sua história. A convivência social permite-lhe compartilhar experiências e vivências passadas e presentes, bem como projetar realizações futuras mediadas pelo uso contínuo que faz da linguagem. E para possibilitar uma convivência harmoniosa, resultado da associação permanente entre indivíduos diferentes, o homem estabelece normas e padrões se conduta, promulga leis que regulam a vida em sociedade. E a partir deste ponto vista, percebemos que o homem além de ser um ser social, é um ser político. Sêneca- Aristóteles
  10. 10. Humano e Animais  A diferença do homem para com os animais é de que, o homem tem uma ação consciente, finalística, livre e responsável. As relações do homem com a natureza e com os outros homens cria um complexo de relações práticas e sociais, um mundo de finalidades que constitui a contextura da história que se torna sua verdadeira natureza.
  11. 11. Um ser livre  O homem, apesar de ser movido em parte pelos os seus instintos naturais, tem a capacidade de dominá-los através de suas livres decisões e escolhas. Assim, sua liberdade o eleva acima de mero agir e existir instintivo. Devido a sua capacidade de raciocinar, de julgar, de discernir e de compreender, o homem é hábil a fazer escolhas e a optar livremente. E ao fazer suas escolhas entre bem e mal, certo e errado, verdadeiro e falso, conveniente e inconveniente, ao compreender e discernir as consequências de suas ações e opções, o homem se caracteriza como um ser livre. Sendo livre, é também um ser moral. Santo Tomás de Aquino
  12. 12. Um ser ético, estético e Moral.  O homem é rodeado por questionamentos éticos que requerem respostas urgentes. E tais questões evidenciam a existência de uma realidade factual (“aquilo que é”) e de uma realidade normativa (“aquilo que deve ser”). Na tentativa de transformar “aquilo que é” em “aquilo que deve ser” o homem se apresenta como um se moral. Como um ser moral, o homem é atraído pelo bem, pela justiça, pela verdade, pela honestidade, e é compelido a repelir o mal, a injustiça, a falsidade e a desonestidade. E como ser estético, é permanentemente atraído pelo belo. O homem não é somente um apreciador do belo e das coisas belas. Ele pode criar inventar e renovar o belo por meio da arte, que nada mais é do que amaneira intuitiva segundo a qual apreende a natureza, a realidade concreta e existencial que o cerca. Epicuro
  13. 13. Um ser Finito.  O homem é o único ser que tem consciência de sua finitude. Sabe que sua vida tem começo, meio e fim. E assim, ele não se satisfaz com o que é ou com aquilo que possui, tenta continuamente buscar “algo” a mais, apesar de ter consciência de seus limites. Pascal- Heráclito de Éfeso
  14. 14. Conclui-se que o ser humano é um ser:  Racional;  Político, Social;  Livre;  ético, estético, Moral;  E Finito. Cada ser humano é um mundo Ser pensante movimento constante.
  15. 15. Escola Estadual Cândido Portinari Filosofia “O Ser Humano” Clovis Felipe de Souza Junior Tapurah-MT, outubro de 2014

×