Propedéutica das Lesões Vulvares

6.840 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.840
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Propedéutica das Lesões Vulvares

  1. 1. Propedêutica das lesões vulvares e perianais     Nilma Antas Neves Universidade Federal da Bahia Centro Estadual de Oncologia- CICAN Presidente da Comissão Nacional de Vacinas FEBRASGO Vice-Presidente da ABPTGIC.
  2. 2. Indicações da vulvoscopia  Lesões HPV em colo, vagina ou perianal  Queixa de prurido ardor ou dor crônica  Alterações da cor da pele  Controle pós-tratamento de VIN ou CA vulva
  3. 3. Objetivos da vulvoscopia Prevenção do CA vulva  Diagnóstico das lesões precurssoras do câncer  Indicar o melhor local para biópsia  Demarcar a VIN no momento do tratamento
  4. 4. Contra-indicação da vulvoscopia Processo inflamatório agudo Lesões herpéticas  Candidíase vulvar 
  5. 5. Lesão HPV Antes do ácido acético Depois do ácido acético
  6. 6. Laudo da vulvoscopia    Descrição da lesão Conclusão Comentários realização de biópsia reavaliação com ……… dias vulvoscopia semestral ou anual uso de medicações, etc…
  7. 7. Indicações para biópsia da vulva Lesões em relevo  Lesões hipercrômicas  Lesões com alterações vasculares  Lesões ulceradas  Qualquer situação de dúvida diagnóstica
  8. 8. Técnica de biópsia da vulva     Aplicação de EMLA 1 hora antes (opcional) “Botão anestésico” com Lidocaína à 2% sem vasoconstrictor. Agulha pequena 13x4,5 Hemostasia Pasta de Monsel ou Hemogim Eletrocautério Sutura com fio absorvível
  9. 9. Anestesia local
  10. 10. Técnica de biópsia da vulva Opções para a biópsia:  Tração com pinça de Allis e incisão com tesoura ou lâmina de bisturi.  Pinça de Gaylor-Medina  Punch dermatológico  LEEP/CAF
  11. 11. Biópsia de vulva
  12. 12. Biópsia de vulva
  13. 13. Biópsia de vulva
  14. 14. Exérese de lesão vulva com LEEP
  15. 15. Exérese de lesão vulva com LEEP
  16. 16. Exérese de lesão de vulva com LEEP
  17. 17. Cisto mucinoso
  18. 18. Cisto endometriótico
  19. 19. Nódulo vestibular
  20. 20. Dermatite micótica
  21. 21. Herpes genital
  22. 22. Câncer de vulva
  23. 23. Câncer de vulva
  24. 24. Câncer de vulva
  25. 25. CIS de vulva Lesão HPV
  26. 26. Condiloma acuminado
  27. 27. Neoplasia intra-epitelial vulvar
  28. 28. Neoplasia intra-epitelial vulvar
  29. 29. Neoplasia intra-epitelial vulvar
  30. 30. Neoplasia intra-epitelial vulvar
  31. 31. Neoplasia intra-epitelial vulvar
  32. 32. Neoplasia intra-epitelial vulvar
  33. 33. Neoplasia intra-epitelial vulvar
  34. 34. Erosões e espessamentos Líquen escleroso vulvar Dermatite fúngica
  35. 35. Líquen plano vulvar
  36. 36. Papilomatose fisiológica vestibular
  37. 37. Cistos sebáceos
  38. 38. LE com áreas de escoriações
  39. 39. LE com fissuras
  40. 40. Neoplasia intra-epitelial
  41. 41. Câncer de vulva
  42. 42. Lesão HPV
  43. 43. Câncer de vulva
  44. 44. Neoplasia intra-epitelial
  45. 45. Líquen escleroso
  46. 46. Câncer de vulva
  47. 47. Histiocitose de células de Langerhans
  48. 48. Hidradenite
  49. 49. Neoplasia intraepitelial vulvar
  50. 50. Calcinose cutânea
  51. 51. Neoplasia intraepitelial vulvar
  52. 52. Condiloma acuminado
  53. 53. Recife espera vocês de braços abertos

×