ASPECTOSASPECTOS
NEUROPSIQUIÁTRICOS DOSNEUROPSIQUIÁTRICOS DOS
TRANSTORNOS DOSTRANSTORNOS DOS
MOVIMENTOSMOVIMENTOS
LEANDRO ...
2
IntroduçãoIntrodução
Os transtornos dos movimentos têmOs transtornos dos movimentos têm
manifestações neurológicas emani...
3
IntroduçãoIntrodução
Os transtornos dos movimentos têmOs transtornos dos movimentos têm
sido considerados a expressãosid...
4
IntroduçãoIntrodução
Os gânglios da base são responsáveis pelaOs gânglios da base são responsáveis pela
manutenção do es...
5
Transtornos dos Movimentos- doenças maisTranstornos dos Movimentos- doenças mais
comunscomuns
Doença de ParkinsonDoença ...
6
Doença de Parkinson-Doença de Parkinson-
NeuropatologiaNeuropatologia
Perda de fibras dopaminérgicasPerda de fibras dopa...
7
Doença de Parkinson-aberraçõesDoença de Parkinson-aberrações
neuroquímicasneuroquímicas
Diminuição da dopamina nas viasD...
8
Parkinson-síndromeParkinson-síndrome
neuropsiquiátrica associadaneuropsiquiátrica associada
DEPRESSÃO (concomitanteDEPRE...
9
Parkinson-depressão-Parkinson-depressão-
FarmacoterapiaFarmacoterapia
ADT, lítio, IMAOs, antidepressivosADT, lítio, IMAO...
10
Doença de Huntington-Doença de Huntington-
neuropatologianeuropatologia
Atrofia marcante e perda de célulasAtrofia marc...
11
Huntington-aspectos neurológicosHuntington-aspectos neurológicos
Inquietação motora aleatóriaInquietação motora aleatór...
12
Doença de Huntington-aberraçõesDoença de Huntington-aberrações
neuroquímicasneuroquímicas
Perda de neurônios GABAérgico...
13
Doença de Huntington-síndromesDoença de Huntington-síndromes
neuropsiquiátricas associadasneuropsiquiátricas associadas...
14
FarmacoterapiaFarmacoterapia
Antidepressivos tricíclicos, lítio,Antidepressivos tricíclicos, lítio,
IMAOs, antidepressi...
15
Tourette-aspectos neurológicosTourette-aspectos neurológicos
Tiques motores simples ou complexosTiques motores simples ...
16
Doença de la Tourette-aberraçõesDoença de la Tourette-aberrações
neuroquímicasneuroquímicas
Hipofunção do sistema da do...
17
Tourette-síndromesTourette-síndromes
neuropsiquiátricas associadasneuropsiquiátricas associadas
TOCTOC
Comportamento ag...
18
Tourette-farmacoterapiaTourette-farmacoterapia
Agentes de aumento da serotoninaAgentes de aumento da serotonina
Antipsi...
19
DefiniçãoDefinição
Os transtornos dos movimentos sãoOs transtornos dos movimentos são
conceitualmente classificados emc...
20
Síndrome Hipocinética (também conhecidaSíndrome Hipocinética (também conhecida
como parkinsonismo ou síndrome rígido-co...
21
Rigidez muscularRigidez muscular
Manifesta-se como resistênciaManifesta-se como resistência
muscular aos movimentos do ...
22
Bradicinesia (lentificação dosBradicinesia (lentificação dos
movimentos)movimentos)
Leva à movimentos excessivamenteLev...
23
Perda de reflexos de ajustePerda de reflexos de ajuste
posturalpostural
Incapacidade do paciente de seIncapacidade do p...
24
Tremor de repousoTremor de repouso
É característico da doença de Parkinson eÉ característico da doença de Parkinson e
o...
25
Síndrome HipercinéticaSíndrome Hipercinética
É em geral dividida em sub-É em geral dividida em sub-
síndromes:síndromes...
26
Distonia (características clínicas)Distonia (características clínicas)
Manutenção de posturas produzidasManutenção de p...
27
Distonia-Áreas de distribuiçãoDistonia-Áreas de distribuição
Toda musculatura com excessão dosToda musculatura com exce...
28
Distonia-estados de doençaDistonia-estados de doença
associadosassociados
Distonia de torção idiopáticaDistonia de torç...
29
Coréia-características clínicasCoréia-características clínicas
Movimentos espontâneos excessivos,Movimentos espontâneos...
30
Coréia-áreas de distribuiçãoCoréia-áreas de distribuição
Todos músculos voluntários podemTodos músculos voluntários pod...
31
Coréia-estados de doençaCoréia-estados de doença
associadosassociados
Doença de HuntingtonDoença de Huntington
Coréia h...
32
Balismo-características clínicasBalismo-características clínicas
Movimentos bruscos violentos, deMovimentos bruscos vio...
33
Balismo-áreas de distribuiçãoBalismo-áreas de distribuição
Ambas as extremidades superior eAmbas as extremidades superi...
34
Balismo-Estados de doençaBalismo-Estados de doença
associadosassociados
Esclerose múltiplaEsclerose múltipla
Traumatism...
35
Tiques-características clínicasTiques-características clínicas
Movimentos geralmente rápidos,Movimentos geralmente rápi...
36
Tiques-áreas de distribuiçãoTiques-áreas de distribuição
Todas as áreas do corpo, inclusiveTodas as áreas do corpo, inc...
37
Tiques-estados de doençaTiques-estados de doença
associadosassociados
Tique simples de criançasTique simples de criança...
38
Mioclonias-características clíncasMioclonias-características clíncas
Abalos musculares breves,Abalos musculares breves,...
39
Mioclonias-áreas de distribuiçãoMioclonias-áreas de distribuição
Qualquer área do corpo pode serQualquer área do corpo ...
40
Mioclonias-estados de doençaMioclonias-estados de doença
associadosassociados
Fisiológicos: mioclonias do sono e soluço...
41
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ciulla Clínica Psiquiátrica - Transtornos dos Movimentos

883 visualizações

Publicada em

Os transtornos dos movimentos têm manifestações neurológicas e psiquiátricas que se associam a um ampo espectro de transtornos psiquiátricos concomitantes.
Quais são os transtornos dos movimentos mais comuns; qual o tratamento farmacológico mais indicado.

Acesse www.psiquiatraportoalegre.com.br para saber mais.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ciulla Clínica Psiquiátrica - Transtornos dos Movimentos

  1. 1. ASPECTOSASPECTOS NEUROPSIQUIÁTRICOS DOSNEUROPSIQUIÁTRICOS DOS TRANSTORNOS DOSTRANSTORNOS DOS MOVIMENTOSMOVIMENTOS LEANDRO CIULLALEANDRO CIULLA
  2. 2. 2 IntroduçãoIntrodução Os transtornos dos movimentos têmOs transtornos dos movimentos têm manifestações neurológicas emanifestações neurológicas e psiquiátricas.psiquiátricas. Essas condições são notavelmenteEssas condições são notavelmente responsivas ao estresseresponsivas ao estresse Em geral melhoradas pelo sonoEm geral melhoradas pelo sono Se associam a um amplo espectro deSe associam a um amplo espectro de transtornos psquiátricostranstornos psquiátricos concomitantesconcomitantes
  3. 3. 3 IntroduçãoIntrodução Os transtornos dos movimentos têmOs transtornos dos movimentos têm sido considerados a expressãosido considerados a expressão motora de doenças nos gânglios damotora de doenças nos gânglios da base.base. Os gânglios da base são estruturasOs gânglios da base são estruturas vitais no controle e modulação dosvitais no controle e modulação dos movimentos. Ex: controle postural, amovimentos. Ex: controle postural, a marcha e os movimentos alternantesmarcha e os movimentos alternantes
  4. 4. 4 IntroduçãoIntrodução Os gânglios da base são responsáveis pelaOs gânglios da base são responsáveis pela manutenção do estado atual (por ex,manutenção do estado atual (por ex, sentado quieto,caminhando,sentado quieto,caminhando, concentrando-se, com humor eutímico)concentrando-se, com humor eutímico) São tembém responsáveis pela exclusãoSão tembém responsáveis pela exclusão de estados indesejáveis (por ex:de estados indesejáveis (por ex: pensamentos intrusivos, comportamentospensamentos intrusivos, comportamentos impulsivos ou compulsivos, humorimpulsivos ou compulsivos, humor deprimido) e pela terminação de estadosdeprimido) e pela terminação de estados anteriores e início de novos (levantar deanteriores e início de novos (levantar de uma cadeira, o início da marcha, cessaçãouma cadeira, o início da marcha, cessação de um pensamento ruminativo)de um pensamento ruminativo)
  5. 5. 5 Transtornos dos Movimentos- doenças maisTranstornos dos Movimentos- doenças mais comunscomuns Doença de ParkinsonDoença de Parkinson Doença de HuntingtonDoença de Huntington Doença de la TouretteDoença de la Tourette
  6. 6. 6 Doença de Parkinson-Doença de Parkinson- NeuropatologiaNeuropatologia Perda de fibras dopaminérgicasPerda de fibras dopaminérgicas nigro-estriadas, com gliose e corposnigro-estriadas, com gliose e corpos de inclusão intracitoplasmáticade inclusão intracitoplasmática resultantes; outras áreas do cérebroresultantes; outras áreas do cérebro também são afetadas, inclusive ostambém são afetadas, inclusive os núcleos pigmentados do tronconúcleos pigmentados do tronco cerebral e o globo pálidocerebral e o globo pálido
  7. 7. 7 Doença de Parkinson-aberraçõesDoença de Parkinson-aberrações neuroquímicasneuroquímicas Diminuição da dopamina nas viasDiminuição da dopamina nas vias nigro-estriada, mesolímbica enigro-estriada, mesolímbica e mesocortical; a serotonina tambémmesocortical; a serotonina também está diminuida.está diminuida.
  8. 8. 8 Parkinson-síndromeParkinson-síndrome neuropsiquiátrica associadaneuropsiquiátrica associada DEPRESSÃO (concomitanteDEPRESSÃO (concomitante psiquiátrico) 20-90%psiquiátrico) 20-90%
  9. 9. 9 Parkinson-depressão-Parkinson-depressão- FarmacoterapiaFarmacoterapia ADT, lítio, IMAOs, antidepressivosADT, lítio, IMAOs, antidepressivos atípicosatípicos Agentes específicos para aAgentes específicos para a serotonina podem ser ao mesmoserotonina podem ser ao mesmo tempo mais eficientes e tolerados detempo mais eficientes e tolerados de forma melhor pelo pacienteforma melhor pelo paciente
  10. 10. 10 Doença de Huntington-Doença de Huntington- neuropatologianeuropatologia Atrofia marcante e perda de célulasAtrofia marcante e perda de células no caudado e putâmen, com grausno caudado e putâmen, com graus menores de atrofia no globo pálido emenores de atrofia no globo pálido e no tálamo; o córtex mostra perdano tálamo; o córtex mostra perda neuronal e atrofia macroscópica nosneuronal e atrofia macroscópica nos casos gravescasos graves
  11. 11. 11 Huntington-aspectos neurológicosHuntington-aspectos neurológicos Inquietação motora aleatóriaInquietação motora aleatória Progride para coréia clinicamenteProgride para coréia clinicamente identificável em face e extremidadesidentificável em face e extremidades superiores; tronco e deglutiçãosuperiores; tronco e deglutição Coréia exacerba durante açõesCoréia exacerba durante ações (ex.caminhar)(ex.caminhar) Transtornos de marcha, anormalidadesTranstornos de marcha, anormalidades dos movimentos dos olhos, disartria edos movimentos dos olhos, disartria e disfagia ocorrem quase sempre nadisfagia ocorrem quase sempre na síndrome completamente desenvolvidasíndrome completamente desenvolvida
  12. 12. 12 Doença de Huntington-aberraçõesDoença de Huntington-aberrações neuroquímicasneuroquímicas Perda de neurônios GABAérgicosPerda de neurônios GABAérgicos
  13. 13. 13 Doença de Huntington-síndromesDoença de Huntington-síndromes neuropsiquiátricas associadasneuropsiquiátricas associadas Transtorno de humor,Transtorno de humor, predominantemente depressãopredominantemente depressão PsicosePsicose Alterações de personalidadeAlterações de personalidade
  14. 14. 14 FarmacoterapiaFarmacoterapia Antidepressivos tricíclicos, lítio,Antidepressivos tricíclicos, lítio, IMAOs, antidepressivos atípicosIMAOs, antidepressivos atípicos AntipsicóticosAntipsicóticos
  15. 15. 15 Tourette-aspectos neurológicosTourette-aspectos neurológicos Tiques motores simples ou complexosTiques motores simples ou complexos Exacerbados pelo estresse e diminuídosExacerbados pelo estresse e diminuídos pelo relaxamentopelo relaxamento Pode afetar face, cabeça, pescoço,Pode afetar face, cabeça, pescoço, extremidades e troncoextremidades e tronco Pode ocorrer comportamento auto-Pode ocorrer comportamento auto- agressivo, coprolalia, sonambulismo eagressivo, coprolalia, sonambulismo e enureseenurese A tensão é aliviada após o tique seA tensão é aliviada após o tique se completar (descrevem os pctes)completar (descrevem os pctes) Tiques comuns: pigarrear, o murmurar e oTiques comuns: pigarrear, o murmurar e o fungarfungar
  16. 16. 16 Doença de la Tourette-aberraçõesDoença de la Tourette-aberrações neuroquímicasneuroquímicas Hipofunção do sistema da dopaminaHipofunção do sistema da dopamina embora nenhum local específicoembora nenhum local específico tenha sido identificadotenha sido identificado
  17. 17. 17 Tourette-síndromesTourette-síndromes neuropsiquiátricas associadasneuropsiquiátricas associadas TOCTOC Comportamento agressivoComportamento agressivo hiperatividadehiperatividade
  18. 18. 18 Tourette-farmacoterapiaTourette-farmacoterapia Agentes de aumento da serotoninaAgentes de aumento da serotonina AntipsicóticosAntipsicóticos Estimulantes podem atenuar aEstimulantes podem atenuar a hiperatividade mas pioram os tiqueshiperatividade mas pioram os tiques
  19. 19. 19 DefiniçãoDefinição Os transtornos dos movimentos sãoOs transtornos dos movimentos são conceitualmente classificados emconceitualmente classificados em hipocinéticos, caracterizados pelahipocinéticos, caracterizados pela lentificação dos movimentos, elentificação dos movimentos, e hipercinéticos. Os transtornoshipercinéticos. Os transtornos incluem fenômenos como distonia,incluem fenômenos como distonia, atetose, coréia, tremor, tique eatetose, coréia, tremor, tique e mioclonias.mioclonias.
  20. 20. 20 Síndrome Hipocinética (também conhecidaSíndrome Hipocinética (também conhecida como parkinsonismo ou síndrome rígido-como parkinsonismo ou síndrome rígido- acinética)acinética) A doença de Parkinson é a síndromeA doença de Parkinson é a síndrome rígido-acinética típicarígido-acinética típica A tétrade clínica clássica da doençaA tétrade clínica clássica da doença de Parkinson consiste em rigidezde Parkinson consiste em rigidez muscular, bradicinesia, perda dosmuscular, bradicinesia, perda dos reflexos de ajustamento postural ereflexos de ajustamento postural e tremor de repouso.tremor de repouso.
  21. 21. 21 Rigidez muscularRigidez muscular Manifesta-se como resistênciaManifesta-se como resistência muscular aos movimentos do corpo.muscular aos movimentos do corpo. Acredita-se que seja intermediadaAcredita-se que seja intermediada pela hiperativação central (dospela hiperativação central (dos gânglios da base)gânglios da base)
  22. 22. 22 Bradicinesia (lentificação dosBradicinesia (lentificação dos movimentos)movimentos) Leva à movimentos excessivamenteLeva à movimentos excessivamente longos durante as tarefas motoraslongos durante as tarefas motoras voluntárias.voluntárias. Acinesia representa o ponto extremoAcinesia representa o ponto extremo de um espectro bradicinético ficandode um espectro bradicinético ficando o paciente congelado no espaço.o paciente congelado no espaço.
  23. 23. 23 Perda de reflexos de ajustePerda de reflexos de ajuste posturalpostural Incapacidade do paciente de seIncapacidade do paciente de se equilibrar de modo apropriado eequilibrar de modo apropriado e tendência a quedatendência a queda
  24. 24. 24 Tremor de repousoTremor de repouso É característico da doença de Parkinson eÉ característico da doença de Parkinson e ocorre de modo variável em outrasocorre de modo variável em outras doenças hipocinéticasdoenças hipocinéticas Pode afetar qualquer região do corpo, masPode afetar qualquer região do corpo, mas a extremidade superior em geral estáa extremidade superior em geral está envolvida de modo mais proeminenteenvolvida de modo mais proeminente Embora o tremor de repouso seja umEmbora o tremor de repouso seja um excesso de movimentos é descrito aquiexcesso de movimentos é descrito aqui porque acompanha síndromes que sãoporque acompanha síndromes que são hipocinétcas.hipocinétcas.
  25. 25. 25 Síndrome HipercinéticaSíndrome Hipercinética É em geral dividida em sub-É em geral dividida em sub- síndromes:síndromes: DistoniaDistonia TiquesTiques miocloniasmioclonias
  26. 26. 26 Distonia (características clínicas)Distonia (características clínicas) Manutenção de posturas produzidasManutenção de posturas produzidas por tensão muscular contínuapor tensão muscular contínua Pode ser espasmódicaPode ser espasmódica As posturas são geralmenteAs posturas são geralmente mantidas por pelo menos 30mantidas por pelo menos 30 segundos mas podem se tornarsegundos mas podem se tornar permanentes se ocorre por ex.permanentes se ocorre por ex. contraturascontraturas
  27. 27. 27 Distonia-Áreas de distribuiçãoDistonia-Áreas de distribuição Toda musculatura com excessão dosToda musculatura com excessão dos esfíncteres pode ser afetada.esfíncteres pode ser afetada. Torcicolo, anterocolo, retrocolo,Torcicolo, anterocolo, retrocolo, blefarospasmo, abertura oublefarospasmo, abertura ou fechamento da mandíbula, protusãofechamento da mandíbula, protusão da língua, lordose, opistótono, punhoda língua, lordose, opistótono, punho flexionado com dedos extendidos sãoflexionado com dedos extendidos são manifestações comuns.manifestações comuns.
  28. 28. 28 Distonia-estados de doençaDistonia-estados de doença associadosassociados Distonia de torção idiopáticaDistonia de torção idiopática Calcificação dos gânglios da baseCalcificação dos gânglios da base Doença de Huntington secundária aDoença de Huntington secundária a lesão cerebrallesão cerebral infecção ou agressão tóxicainfecção ou agressão tóxica PsicogênicaPsicogênica FactíciaFactícia Degeneração HepatolenticularDegeneração Hepatolenticular
  29. 29. 29 Coréia-características clínicasCoréia-características clínicas Movimentos espontâneos excessivos,Movimentos espontâneos excessivos, irregulares no tempo, geralmneteirregulares no tempo, geralmnete não repetitivos, de distribuiçãonão repetitivos, de distribuição aleatória, de caráter lento e abruptoaleatória, de caráter lento e abrupto
  30. 30. 30 Coréia-áreas de distribuiçãoCoréia-áreas de distribuição Todos músculos voluntários podemTodos músculos voluntários podem estar envolvidos, mas a faceestar envolvidos, mas a face (especialmente os lábios, mandíbula(especialmente os lábios, mandíbula e língua) e as extremidadese língua) e as extremidades superiores são as mais comumentesuperiores são as mais comumente envolvidas. Nas síndromes graves,envolvidas. Nas síndromes graves, as pernas, o dorso, os músculosas pernas, o dorso, os músculos respiratórios e os pélvicos podemrespiratórios e os pélvicos podem estar envolvidosestar envolvidos
  31. 31. 31 Coréia-estados de doençaCoréia-estados de doença associadosassociados Doença de HuntingtonDoença de Huntington Coréia hereditária benignaCoréia hereditária benigna Coréia senilCoréia senil Discinesia tardiaDiscinesia tardia Infarto dos gânglios da baseInfarto dos gânglios da base Doença de la TouretteDoença de la Tourette Insuficiência renalInsuficiência renal
  32. 32. 32 Balismo-características clínicasBalismo-características clínicas Movimentos bruscos violentos, deMovimentos bruscos violentos, de grande amplitude das extremidadesgrande amplitude das extremidades causados por contrações dacausados por contrações da musculatura proximal dos membros;musculatura proximal dos membros; é indistinguível da coréia, exceto poré indistinguível da coréia, exceto por tender a ser mais violento e envolvertender a ser mais violento e envolver de modo mais extenso a musculaturade modo mais extenso a musculatura proximalproximal
  33. 33. 33 Balismo-áreas de distribuiçãoBalismo-áreas de distribuição Ambas as extremidades superior eAmbas as extremidades superior e inferior podem ser afetadas e ainferior podem ser afetadas e a síndrome é, em geral unilateral (istosíndrome é, em geral unilateral (isto é, hemibalismo); em alguns casos aé, hemibalismo); em alguns casos a perna é mais afetada do que o braço,perna é mais afetada do que o braço, mas em outros casos o oposto émas em outros casos o oposto é verdadeiroverdadeiro
  34. 34. 34 Balismo-Estados de doençaBalismo-Estados de doença associadosassociados Esclerose múltiplaEsclerose múltipla Traumatismo de crânioTraumatismo de crânio Anticoncepcionais oraisAnticoncepcionais orais HiperglicemiaHiperglicemia Cisto do núcleo subtalâmicoCisto do núcleo subtalâmico Malformação arteriovenosaMalformação arteriovenosa Tumor metastáticoTumor metastático
  35. 35. 35 Tiques-características clínicasTiques-características clínicas Movimentos geralmente rápidos,Movimentos geralmente rápidos, involuntários, repetitivos,involuntários, repetitivos, despropositados, envolvendo um oudespropositados, envolvendo um ou mais grupos musculares; sãomais grupos musculares; são transitoriamente suprimíveis,transitoriamente suprimíveis, crescente de tensão que é aliviadacrescente de tensão que é aliviada pelo tique e podem ser motores oupelo tique e podem ser motores ou vocaisvocais
  36. 36. 36 Tiques-áreas de distribuiçãoTiques-áreas de distribuição Todas as áreas do corpo, inclusiveTodas as áreas do corpo, inclusive os esfíncteres, podem ser afetados;os esfíncteres, podem ser afetados; os tiques motores vão desde simplesos tiques motores vão desde simples piscar de olhos, esticar o pescoço episcar de olhos, esticar o pescoço e cerrar os punhos a saltar, estalar oscerrar os punhos a saltar, estalar os dedos e ecopraxia; os tiques vocaisdedos e ecopraxia; os tiques vocais podem ser tão simples como fungarpodem ser tão simples como fungar ou pigarrear, ou complexos comoou pigarrear, ou complexos como coprolaliacoprolalia
  37. 37. 37 Tiques-estados de doençaTiques-estados de doença associadosassociados Tique simples de criançasTique simples de crianças Tique crônico simples ou motoresTique crônico simples ou motores múltiplosmúltiplos Doença de la TouretteDoença de la Tourette Traumatismo de crânioTraumatismo de crânio Doenças cerebrovascularesDoenças cerebrovasculares MedicamentosMedicamentos Deficiência mentalDeficiência mental
  38. 38. 38 Mioclonias-características clíncasMioclonias-características clíncas Abalos musculares breves,Abalos musculares breves, semelhantes a choques; a maioriasemelhantes a choques; a maioria das mioclonias é devido a contraçõesdas mioclonias é devido a contrações musculares inapropriadasmusculares inapropriadas
  39. 39. 39 Mioclonias-áreas de distribuiçãoMioclonias-áreas de distribuição Qualquer área do corpo pode serQualquer área do corpo pode ser afetada; os abalos mioclônicosafetada; os abalos mioclônicos podem ocorrer em apenas uma áreapodem ocorrer em apenas uma área ou região (focal ou segmentar) ouou região (focal ou segmentar) ou podem envolver áreas múltiplaspodem envolver áreas múltiplas (multifocal) em casos extremos toda(multifocal) em casos extremos toda a musculatura pode ser afetadaa musculatura pode ser afetada
  40. 40. 40 Mioclonias-estados de doençaMioclonias-estados de doença associadosassociados Fisiológicos: mioclonias do sono e soluçoFisiológicos: mioclonias do sono e soluço Mioclonias hereditáriasMioclonias hereditárias Mioclonias epiléticasMioclonias epiléticas Epilepsia mioclônica familiar benignaEpilepsia mioclônica familiar benigna Distonia de torção idiopáticaDistonia de torção idiopática Doença de HuntingtonDoença de Huntington Doença de parkinsonDoença de parkinson Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer Insuficiência hepática ou renalInsuficiência hepática ou renal HiponatremiaHiponatremia Hipoglicemia, hiperglicemiaHipoglicemia, hiperglicemia Antidepressivos tricíclicosAntidepressivos tricíclicos
  41. 41. 41

×