Primeiras experiências etnográficas na Igreja Universal do Reino de Deus
Participantes:
Adna Cristina Martins – Universida...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Primeiras experiências etnográficas na igreja universal do reino de deus

181 visualizações

Publicada em

Mesa Redonda na II Jornada do NERP.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
181
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Primeiras experiências etnográficas na igreja universal do reino de deus

  1. 1. Primeiras experiências etnográficas na Igreja Universal do Reino de Deus Participantes: Adna Cristina Martins – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Alana J. Sá Leitão Braga de Souza – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Danielle Gomes da Costa – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Coordenadora: Alana J. Sá Leitão Braga de Souza Debatedor: Eduardo Gusmão (Universidade Federal de Campina Grande - UFCG). É professor da UFCG e ministra disciplinas de Ciências Sociais junto aos cursos de Psicologia e Enfermagem nesta universidade. Desenvolve pesquisa sobre trajetórias e experiências de mulheres presas. Sua tese, defendida no Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFPE, versou sobre a experiência de conversão de detentos em uma unidade prisional e escreveu artigos sobre a Igreja Universal do Reino de Deus. É pesquisador do NERP. Nos últimos anos o número dos brasileiros que se declaram evangélicos tem crescido de modo continuo. Tal crescimento e a ação desses grupos na sociedade mais ampla foi acompanhado de um crescente interesse de diversos pesquisadores sociais sobre o assunto.Segundo os dados colhidos pelo IBGE (Censo, 2010), a porcentagem dos que se declaram evangélicos saltou de 6,6% para 22,2% nos últimos 30 anos. Entre o grupo de evangélicos, 60% afirmam ser pentecostal. Estes números deixam clara a grandeza da expansão do pentecostalismo no Brasil. A IURD em meio a este grupo destacou-se por seu rápido crescimento - em 10 anos já possuía mais de quinhentos templos em todo o país e havia adquirido a rede Record de televisão - pelo seu uso das mídias visando o proselitismo, e por sua incorporação e demonização de religiões populares. Deste modo, entre os estudos sobre neopentecostalismo que encontramos em nosso programa um número deles tem se debruçado sobre a IURD (ver Campos, 1995; Souza, 2013). Atualmente estudos sobre esta Igreja continuam sendo realizados e debatidos entre os alunos. Entres estes alguns realizaram e realizam seu primeiro trabalho de campo na Igreja Universal do Reino de Deus. Assim propomos a realização de uma mesa redonda com voltada a discutir primeiras experiências etnográficas que tem ou tiveram a IURD como enfoque de pesquisa, o que certamente proporcionou resultados e percepções específicas. Juntamente traremos discussões relacionada a juventude, gênero, liderança carismática, proselitismo e exorcismo vindas de dados colhidos durante estas experiências etnográficas.

×