A história de Sansão                                (Juízes 13-16)                                                    Por ...
Quando a criança nasceu foi colocado o nome de Sansão. E omenino cresceu e o Senhor o abençoou conforme as palavras do anj...
Gaza, e os filisteus fecharam as portas da cidade para aprendê-lo. Elearrancou as portas da cidade com suas tranças, coloc...
meus cabelos. Se eles forem cortados, me enfraquecerei e ficarei comotodos os outros homens”. Veja em (Juízes 16:17).     ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Histprof03

160 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
160
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Histprof03

  1. 1. A história de Sansão (Juízes 13-16) Por Flávia Araújo Os filhos de Israel fizeram o que parecia mal aos olhos do Senhor,e o Senhor os entregou na mão dos filisteus por 40 anos. Durante muitotempo o povo de Deus sofreu nas mãos dos filisteus. Havia um homem de Zorá, chamado Manué que tinha umamulher. Certo dia Deus enviou um anjo para fazer uma promessa de darum filho à ela, pois não podia dar a luz, porque era estéril. E faloutambém que não passaria navalha sobre sua cabeça, porque aquelemenino ia livrar a Israel da mão dos filisteus. Porque eis que tuconceberás e terás um filho sobre cuja cabeça não passará navalha:porquanto o menino será nazireu de Deus desde o ventre: e ele Comentário [i1]: 1Narizeu era o Israelita, homem ou mulher, que eracomeçará a livrar a Israel da mão dos filisteus (Juízes 13:3). separado para prestar serviçoa Deus por tempo determinado ou por toda a vida. 2 Separado por Deus. A mulher correu até seu esposo contando o que havia acontecidoe disse que esqueceu de perguntar o nome daquele homem que tinhafalado com ela. Manué, então orou ao Senhor Deus: Ah! Senhor meu,rogo-te que o homem de Deus que enviaste, ainda venha para nós outravez e nos ensine o que devemos fazer ao menino que há de nascer(Juízes 13:8). Deus respondeu a sua petição e enviou o anjo até a mulherenquanto estava no campo. Assim que ela viu aquele homem, pois nãotinha percebido que era o anjo do Senhor, correu para anunciar a seumarido que correu até o campo para vê-lo. E disse ao homem: “Cumpram-se as tuas palavras: mas qual seráo modo de viver e serviço do menino?” (Juízes 13:12). E o homemrespondeu conforme as palavras que foram ditas à sua esposa. Manué desejou preparar um cabrito para aquele homem, mas oanjo respondeu para que se oferecessem holocausto, atribuir ao Senhor.Manué tomou um cabrito e uma oferta de manjares e ofereceu a Deus.Neste momento, o anjo subiu na chama do altar e a mulher e Manuéreconheceram que aquele homem era o anjo do Senhor (Juízes 13:21).A história de Sansão - Por Flávia Araújo
  2. 2. Quando a criança nasceu foi colocado o nome de Sansão. E omenino cresceu e o Senhor o abençoou conforme as palavras do anjo. Um dia Sansão ia a uma cidade, chamada Timnata e viu umamulher, filha dos filisteus que agradou aos seus olhos. Ele declarou paraseu pai e mãe, que no momento não entenderam que isso vinha doSenhor, pois queria buscar ocasião contra os filisteus, devido o domínioque os filisteus tinham sobre o povo de Israel. Assim era o propósito deDeus. Seus pais desceram a cidade com Sansão, no caminho veio até eleum leão bramando. O espírito do Senhor se apoderou dele de umamaneira tão grande que Sansão fendeu, rasgou o leão inteirinho. E tudoisso sem ter nada na mão. Quand chegou da caminhada, ele falou àmulher que encontrou em Timnata e casou-se com ela. Deus deu uma força muito grande para Sansão, ele tinha umsegredo dessa superforça, mas ninguém descobrir o enigma. Os filisteustinham muito medo dele e queriam descobrir de todo o jeito o segredodaquela grande força. Eles sempre lutavam para conseguir destruirSansão. Ele lançou um desafio para tentarem descobrir o segredo de suaforça e deu um prazo de sete dias. Chegando o último dia os filisteusaproveitaram que ele havia se casado com uma filistéia e insistiu parasua mulher tentar descobrir o segredo dele e ameaçaram ela, caso nãodescobrisse o enigma (Juízes 14:15). E assim aconteceu. A mulher deSansão chorou, porque ele também não tinha revelado o segredo paraela. E perguntou qual o segredo da sua força. Ao passar os sete dias eledeclarou, porque o importunava. Então ela foi declarar o enigma aosfilhos do seu povo. Então o espírito do Senhor se apossou dele de umamaneira tão grande, que ele foi até o povo inimigo (ascalonitas) ematou trinta homens. Logo após morreu sua mulher e o pai dela nasmãos dos filisteus. Naquele tempo as pessoas guerreavam muito. Os homens de Judá ficaram indignados e amarraram Sansão.Nessa hora ele usou a força que Deus lhe deu e arrebentou as cordasnovas com muita facilidade (Juízes 15:14). Tomou uma queixada dejumento e feriu mil homens que ali estavam. Os filisteus já tinham feito várias coisas para conseguir derrotarSansão. Houve uma ocasião que Sansão estava numa cidade chamadaA história de Sansão - Por Flávia Araújo
  3. 3. Gaza, e os filisteus fecharam as portas da cidade para aprendê-lo. Elearrancou as portas da cidade com suas tranças, colocou-as sobre osombros e levou-as até o alto de um monte que dá para Hebrom. Sansãofoi a Gaza, e conheceu uma mulher, chamada Dalila. Os filisteusdisseram a ela: “Persuade-o, e vê, em que consiste a sua grande força,e com que poderíamos assenhorear-nos dele e amarrá-lo, para assim oafligirmos: e te daremos cada um mil e cem moedas de prata” (Juízes16:5). Dalila começou a questionar em que consistia aquela grandeforça, com que cordas deveria ser amarrado para ser afligido. Sansãorespondeu: “Se me amarrassem com sete vergas de vimes frescos, que Comentário [i2]: Vara flexível.ainda não estivessem secos, então me enfraqueceria, e seria comoqualquer outro homem” (Juízes 16:7). Então os príncipes dos filisteustrouxeram as sete vergas de vimes frescos e amarrou-o com elas. Tinha alguns espias por perto preparados para atacar quandoDalila desse o sinal. Então ela gritou: “Os filisteus vêm sobre ti,Sansão” (v.9). E Sansão arrebentou as vergas de vimes como se quebraum fio da estopa ao cheiro do fogo. E assim, não foi descoberto em que Comentário [i3]: fio fabricado a partir de fibras curtas de desperdícios, formadasconsistia sua força. no processamento do linho ou do cânhamo Dalila insistiu em saber a razão daquela força e Sansãorespondeu: “Se eu for amarrado com cordas novas, ficarei fraco”.Dalila o amarrou e disse novamente que os filisteus estavam vindo. Noentanto, Sansão as quebrou como se fosse um fio. Mas a mulher dele não tinha desistido de saber qual era o segredodele não. Ela voltou a perguntar o segredo da força que Sansão tinha.Pois ela ia receber uma boa recompensa. Dalila perguntou o segredo desua força e Sansão respondeu: “Se teceres as sete tranças dos meuscabelos com os liços da teia, serei como qualquer outro homem”. Comastúcia, Dalila amarrou as tranças de Sansão enquanto ele dormia. Edepois gritou: “Os filisteus estão vindo Sansão!” Nesse momentoSansão acordou e se livou mais uma vez. Dalila ficou profudamente triste com Sansão. “Como dizes queamas, zombando de mim desse jeito”. E aconteceu que, importunando-oela todos os dias, por amor, Sansão resolveu contar: “Sou nazireu deDeus desde o ventre de minha mãe. O segredo da minha força está emA história de Sansão - Por Flávia Araújo
  4. 4. meus cabelos. Se eles forem cortados, me enfraquecerei e ficarei comotodos os outros homens”. Veja em (Juízes 16:17). Logo que Dalila descobriu o segredo, chamou o príncipe dosfilisteus informando que tinha conseguido e trouxeram o dinheiro comorecompensa. Ela fez Sansão dormir, chamou um homem, rapou as setetranças da cabeça dele, e retirou-se dele sua força. Ela gritou: ”Osfilisteus vêm sobre ti Sansão!” E quando acordou, ele percebeu quesuas forças tinham desaparecido, pois não conseguiu se defender, comisso, os filisteus o pegaram e arrancaram os seus olhos. Sansão passou a trabalhar numa prisão. E o cabelo começou acrescer novamente. E os filisteus se reuniram para uma grande festa eofereceram sacrifícios a um deus estranho agradecendo, dizendo queSansão havia sido entregue em suas mãos. Eles mandaram chamarSansão para brincar com ele. Sansão pediu ao moço que o levasse paraapalpar as colunas que sustentava a casa, para ele encostar nelas. Acasa estava cheia de homens, mulheres, filhos e uns três mil pessoas queestavam vendo brincar Sansão. Nessa hora, Sansão clamou a Deus:“Senhor JEOVÁ, peço que te lembres de mim e me dá força para queeu vingue dos filisteus dos meus olhos”. Sansão pegou as duas colunas edisse: “Morra eu com os filisteus”. E pôs uma força tão grande quederrubou a casa que caiu sobre os príncipes e todo o povo que lá havia.E foram mais os mortos que matou na sua morte, do que os que matavaem vida. Essa foi a última grande vitória que Deus lhe concedeu. Bibliografia:Dicionários online: • http://www.achando.info/ • http://pt.texsite.info/A história de Sansão - Por Flávia Araújo

×