Plenitude dos tempos

714 visualizações

Publicada em

Palestra Espirita para o Natal

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
714
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plenitude dos tempos

  1. 1. PLENITUDE DOS TEMPOS
  2. 2. PLENITUDE DOS TEMPOS
  3. 3. Há tempo para todas as coisas... "Tudo tem o seu tempo determinado, e tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar; Tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de saltar; Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; Tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de deitar fora; Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar; Tempo de amar, e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz.“ Eclesiaste 03:01-08
  4. 4. Tempo Atual
  5. 5. Mas, quando chegou a PLENITUDE DO TEMPO, Deus enviou seu Filho Gálatas 4:4  “Tempo determinado  Momento certo, ideal e esperado  Ocasião propícia" designada por Deus  Epoca ou contexto histórico cuja realidade (acontecimentos) foi tremendamente favorável ao objetivo da vinda de Cristo ao mundo´
  6. 6. Quais condições determinaram o envio do Filho?” Históricas • Política • Econômicas • Sociais • Geográficas • Jesus Cristo não nasceu numa época qualquer, mas ao chegar a “PLENITUDE DOS TEMPOS”. •
  7. 7. Romanos Domínio mundial O intercâmbio entre os vários povos. A importância das cidades Os povos unificados A paz universal
  8. 8. Gregos Ambiente cultural O divino é forma sem matéria Lingua Universal O conceito de transcendência
  9. 9. Judeus Monoteísmo Esperança messiânica Sinagoga Sistema ético
  10. 10. Plenitude dos Tempos - Nova Era • O nascimento de Jesus em Belém significaria, assim, o início de uma nova era Justica Amor Racional Espiritualizado Romanos Gregos Judeus
  11. 11. Ascender Espiritualmente • Para que o Cristo nascesse, Maria e José tiveram que subir da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi chamada Belém • Necessidade de subirmos espiritualmente para refletirmos o Cristo em toda sua grandeza
  12. 12. O Ser Preparado • Gabriel, então, disse: “E eis que em teu ventre conceberás, e dará à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus.” Maria estava preparada, por isso pôde conceber Jesus em seu ventre, isto é, dentro de si. • E nós, o que estamos cultivando? • O que estamos construindo dentro de nós mesmos?
  13. 13. MARIA • Disse, então, Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela.” • Perfeitamente justada aos Desígnios Superiores, Maria se entrega totalmente a eles. • E naquele momento se da o perfeito entendimento do mecanismo da vida • então cumpre-a fielmente
  14. 14. Jesus vem a Luz • E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz. E deu à luz o seu filho primogênito, e envolveu-o em panos e deitou-se numa manjedoura...” • Jesus vem à luz por meio de Maria Quando estaremos preparados para trazer à luz o Cristo imanente em nós?
  15. 15. Vós sois o sal da terra Vós sois a luz do mundo • A função primária do sal é conservar, condimentar, preservar, deter a decomposição • Os seguidores do Cristo, por serem "a luz do mundo", devem constituir-se em veículo da revelação divina • Cada discípulo do Mestre, individualmente, deve ser um facho de luz a iluminar os homens no caminho para o céu Rodolfo Calligaris
  16. 16. Fecundação da Virtude •A descida do “sopro sagrado” representa bem o momento de fecundação da virtude em nós. • “Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; pelo que também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.” •O valor vem do alto por meio da revelação superior •E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará." Joao 8:32 • Esta verdade tem que ser vivenciada para fixação, que se dá com o nascimento do novo ser em que nos transformamos a partir de então.
  17. 17. Lições da Manjedoura • Jesus envolvido em panos nos ensina a lição de simplicidade • Segundo Emmanuel em A Caminho da Luz, “a manjedoura assinalava o ponto inicial da lição salvadora do Cristo • A humildade chave de todas as virtudes • ...mas a sublimidade da virtude consiste no sacrifício do interesse pessoal para o bem do próximo, sem segunda intenção. A mais meritória é aquela que se baseia na caridade mais desinteressada. LE – Questao 893
  18. 18. Lições da Manjedoura O Evangelho ensina-nos que, se quisermos deixar a condição de animalidade em favor de uma espiritualidade mais autêntica, é preciso que tenhamos o Cristo, ou a Boa Nova, por ele proposta • Ele se apresenta como alimento definitivo de nossas almas.
  19. 19. Lições da Manjedoura - Resignação “...por que não havia lugar para eles na estalagem“. • Quando agimos em favor do amor e da fraternidade, não há para nós lugar onde se instala o interesse imediatista do mundo material
  20. 20. Noite Feliz • Emmanuel assim a descreve em A Caminho da Luz: • “Harmonias divinas cantavam um hino de sublimadas esperanças no coração dos homens e da Natureza. A manjedoura é o teatro de todas as glorificações da luz e da humildade, e, enquanto alvorecia uma nova era para o globo terrestre, nunca mais se esqueceria o Natal, a ‘noite silenciosa, noite santa‘”.
  21. 21. Os Reis Magos • "Sendo por divina advertência prevenidos em sonho para não voltarem à presença de Herodes, regressaram por outro caminho a sua terra" (Mt 2.12). • O encontro com Jesus protegeuos de um novo encontro com o Seu adversário • Mudanças de comportamento • Mudança de interesses • Todo instante, nesse enfoque, é momento da retomada.
  22. 22. Os Presentes dos Reis Magos • DADIVAS - seriam doações espontâneas de algo valioso, material ou não, a alguém; presente, oferta, mimo, brinde. Não é o que acontece atualmente no Natal. • Dar “seus tesouros” • Dar nossos tesouros
  23. 23. Emanoel – Presente de Deus • Sob o nome de Consolador e de Espírito de Verdade, Jesus anunciou a vinda daquele que havia de ensinar todas as coisas e de lembrar o que ele dissera Cristo conosco redivivo. “ Emanuel, quer dizer: Deus conosco” (Mt 1:23). • Qual o tipo mais perfeito que Deus ofereceu ao homem, para lhe servir de guia e modelo? • Resposta: - "Vede Jesus” LE-Questao 625 • E eu rogarei ao Pai e ele lhes dará outro CONSOLADOR, a fim de que esteja para sempre convosco Joao 14:16 • Como crianças, precisamos ser docilmente conduzidos, pacientemente encorajados e cuidadosamente ensinados. Nossa única rota para Deus é pelo seu Filho
  24. 24. Não tenham medo; trago-vos a notícia mais feliz e que se destina a toda a gente! Esta noite, em Belém, a cidade de David, nasceu o Salvador – sim, o Cristo, o Senhor Um Natal Sem Medo Um Natal Bem Feliz Um Natal Cheio de Esperança
  25. 25. Um chamado de Amor no Natal Nada dá mais segurança e firmeza do que o Evangelho vivenciado. Assim, firmemo-nos em seus ensinamentos de moral superior e estaremos preparados para que o Cristo nasça em nós, e pelos frutos de nossas ações Feliz Natal com muita paz e muito amor!!! KSSF – Clea Alves Obrigada
  26. 26. Bibliografia • • • • • • Livro dos Espiritos – Alan Kardec Bilbia – Versao Joao Ferreira de Almeida Revista Reformador – Fev/2005 www.forumespirita.net Revista de Teologia & Cultura - Ano II, n. 6 Contexto e ambiente do Novo Testamento. São Paulo, Paulinas, 2000. p. 187- Lohse, Eduard • Continuação do Sermão da Montanha -Amílcar Del Chiaro Filho

×