Criando Sites Com CMS

24.721 visualizações

Publicada em

Criando Sites Com CMS

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.721
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
489
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Criando Sites Com CMS

  1. 1. Criando sites com um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS - Content Management Systems) Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (Content Management Systems - CMS) Entendendo o que são Servidor Web e Host Preparando o computador para ser um servidor web Aprendendo a instalar e usar o CMS Wordpress Registrando domínio e redirecionando para o blog Prof. Cláudio Toldo Webjornalismo 2
  2. 2. Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS - Content Management Systems) O que é CMS: Um sistema gestor de sites, blogs, portais e intranets que integra ferramentas para criar, gerir (editar e inserir) conteúdos sem a necessidade de programação de código, cujo objetivo é estruturar e facilitar a criação, administração, distribuição, publicação e disponibilidade da informação de forma dinâmica, através de uma interface via internet. Os CMS são frameworks, “um esqueleto” de website pré-programado, com recursos básicos e de manutenção e administração prontamente disponíveis. Principais CMS (php + MySql + Apache): Wordpress, Joomla! e Drupal Outros: AdaptCMS Lite, BLOG:CMS, CivicSpace, eFront, Exponent CMS, ExpressionEngine, GCMS, ImpressCMS, Jaws, KnowledgeTree Document Management System, Lyceum, Mambo, MiaCMS, MODx, MySource Matrix (Squiz), Nucleus CMS, OneCMS, Opus, PHP-Fusion, PHP-Nuke, PHPSlash, phpWCMS, SilverStripe, SPIP, TangoCMS, Textpattern, TikiWiki CMS/Groupware, Tribiq CMS, TYPO3, whCMS, Midgard CMS, Frog CMS, MediaWiki, Merlintalk, phpWebSite, Habari, eZ Publish, Xaraya Os CMS são criados sob a licença GNU General Public License (Licença Pública Geral) GNU GPL ou simplesmente GPL, é a designação da licença para software livre idealizada por Richard Stallman no final da década de 1980, no âmbito do projeto GNU da Free Software Foundation (FSF). A GPL é a licença com maior utilização por parte de projetos de software livre, em grande parte devido à sua adoção para o Linux. Em termos gerais, a GPL baseia-se em quatro liberdades: 1. A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito (liberdade nº 0) 2. A liberdade de estudar como o programa funciona e adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade nº 1). O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade. 3. A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo (liberdade nº 2). 4. A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie deles (liberdade nº 3). O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade.
  3. 3. Drupal Site oficial: http://drupal.org/ Site oficial no Brasil: http://drupal-br.org Manual: http://drupal-br.org/manual Tutorial: http://drupal-br.org/tutoriais Instalação: http://drupal-br.org/manual/instalacao/instalacao-ilustrada-em-localhost Dicas: http://drupal-br.org/dicas Fórum (Brasil) - http://drupal-br.org/forum Exemplos de sites feitos em Drupal
  4. 4. Joomla! Site oficial: http://www.joomla.org/ Site oficial no Brasil: http://www.joomla.com.br/ Download: http://www.joomla.com.br/downloads.html Tutorial: http://www.joomla.com.br/tutoriais-mainmenu-47.html Instalação: http://www.joomla.com.br/tutoriais-mainmenu-47/256-instalando-joomla-no-windows- iisphpmysql.html Exemplos de sites feitos em Joomla!
  5. 5. Wordpress Site oficial: http://wordpress.org/ Site oficial no Brasil: http://br.wordpress.org/ Download: http://wordpress.org/download/ Tutorial: http://br.wordpress.org/ Instalação: http://br.wordpress.org/ Exemplos de sites feitos em Wordpress
  6. 6. Entendendo o que são Servidor Web e Host 1. Servidor Web é um computador ou programa de computador responsável por aceitar pedidos HTTP de clientes, geralmente os navegadores, e servi-los com respostas HTTP, incluindo opcionalmente dados, que geralmente são páginas web (sites e blogs). São computadores com software específico que permitem a aceitação de solicitações de computadores de clientes e retornam respostas à essas solicitações. Os servidores Web permitem que você compartilhe informações pela internet ou por uma intranet ou extranet. Veja imagem e gráfico abaixo: 2. Host é qualquer máquina ou computador conectado a uma rede. Os hosts variam de computadores pessoais a supercomputadores. Todo host na internet precisa obrigatoriamente apontar (representar) um endereço IP. Para que um endereço IP aponte para um host utilizamos o DNS Reverso. Há vários Host para servir de hospedagem de sites. Para escolher um que mais lhe serva, pesquise por aqui: http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&rlz=1C1CHNG_pt- BRBR329BR329&q=hospedagem+de+sites&btnG=Pesquisar&meta= (busca do Google). 3. Para acessar o servidor web você precisa de um programa FTP. Baixe o WS_FTP (gratuito e portable) aqui: http://www.baixaki.com.br/site/dwnld1294.htm ou o CuteFTP (gratuito para testar): http://www.baixaki.com.br/site/dwnld1292.htm. Abaixo, tela do WS_FTP 4. Para acessar o servidor web você precisa ter login e senha, escolhidos por você ao cadastrar domínio e contratar um serviço de hospedagem de site (host). Este host vai fornecer a você endereço para acessá-lo via FTP.
  7. 7. Preparando o computador para ser um servidor web Para você utilizar o seu computador como servidor web, ele deve ficar ligado 24 horas e deve ser reconhecido junto ao Registro.Br (onde você registra o domínio do site, tipo: www.nomedosite.com). Assim, para este domínio, você deve apresentar dois DNS e dois IP’s. Além disso, você deve se preocupar com hackers e instalar Firewall. Portanto, sua máquina precisa de mais ajustes e você deve procurar um técnico em informática para isso. 1. Baixe e instale na pasta Arquivos de Programas o VertrigoServ (http://www.baixaki.com.br/site/dwnld38904.htm). Ele já instala automaticamente no seu computador PHP, MySql e Apache. O nome do servidor será root e a senha vertrigo. 2. Veja aqui tutorial em vídeo de instalação do Vertrigo: http://www.youtube.com/watch?v=jfKa--MRPkY 3. Depois de instalado, clique no programa para abri-lo. Irá surgir uma janela. Clique em “Hide this window and start Server”. 4. O programa está rodando e você acessa seu menu à direita na barra de status.
  8. 8. 5. Vá ao item WWW folder e abra-o. Crie nesta pasta diretórios para cada portal, site ou blog que você quiser construir. Cada site deve ficar em um diretório específico na pasta WWW folder. Veja o exemplo: No destaque, pastas para o site www.nomedosite.{com, net, etc} 5. Agora você deve criar banco de dados, tantos quantos você precisar para criar sites ou blogs. É necessário criar primeiro os bancos de dados para depois instalar o CMS de sua preferência. 6. Para criar bancos de dados, vá ao item Localhost Page. Veja a figura abaixo:
  9. 9. 7. O VertrigoServ abre o navegador padrão do computador. Clique em PhpMyAdmin. 6. O programa vai pedir login e senha. Digite root e vertrigo. 7. Na tela seguinte, dê um nome para o banco de dados e clique no botão Criar.
  10. 10. 8. Agora vamos instalar o CMS dentro de cada site (diretório) que você deseja construir. Descompacte o arquivo zipado do Wordpress, Jommla! ou Drupal na pasta com o nome do site/blog dentro do WWW folder do VertrigoServ. Nas imagens, duas possibilidades para instalação. Na prática, não há diferença no resultado final do site: CMS Wordpress descompactado no diretório raiz do NOMEDOSITE. Caminho para instalação: http://localhost/nomedosite/wp-admin/install.php CMS Wordpress descompactado dentro da pasta Wordpress no diretório raiz do NOMEDOSITE. Caminho para instalação: http://localhost/nomedosite/wordpress/wp-admin/install.php
  11. 11. Aprendendo a instalar e usar o CMS Wordpress 1. Para aprender a instalar o CMS Wordpress, acesse esta vídeo-aula: http://www.youtube.com/watch?v=94FjLptn76U&feature=related ou http://www.youtube.com/watch?v=N3U655dISXs ou ainda aprenda seguindo os passos a seguir: A famosa instalação de 5 minutos do Wordpress 1. Descompacte o arquivo zipado do Wordpress na pasta com o nome do blog dentro do WWW do VertrigoServ. 2. Abra o arquivo wp-config-sample.php com o Bloco de Notas ou similar e preencha suas informações de conexão do banco de dados. // ** MySQL settings - You can get this info from your web host ** // /** The name of the database for WordPress */ define('DB_NAME', 'nomedosite'); /** MySQL database username */ define('DB_USER', 'root'); /** MySQL database password */ define('DB_PASSWORD', 'vertrigo'); /** MySQL hostname */ define('DB_HOST', 'localhost'); /** Database Charset to use in creating database tables. */ define('DB_CHARSET', 'utf8'); /** The Database Collate type. Don't change this if in doubt. */ define('DB_COLLATE', ''); 3. Salve o arquivo como wp-config.php ou renomeie o arquivo para wp-config.php 4. Abra o arquivo /wp-admin/install.php no seu navegador (http://localhost/nomedosite/wp- admin/install.php ou http://localhost/nomedosite/wordpress/wp-admin/install.php - veja item 8 de Preparando o computador para ser um servidor web). Isto instalará as tabelas necessárias para o seu blog. Se ocorrer algum erro, confira seu arquivo wp-config.php, e tente novamente. Se falhar novamente, visite os fóruns de suporte com todas as informações que você puder reunir. 5. Siga os passos do wordpress e anote a senha fornecida para você. 6. A instalação deve então encaminhá-lo para a página de login. Preencha o nome de usuário com admin e a senha gerada durante a instalação. Você pode clicar em ‘Usuários/Seu Perfil’ para alterar a senha. Para informações mais detalhadas sobre a instalação visite essa página do Codex (em inglês).
  12. 12. 2. Depois de instalados, basta aprender a administrar os CMS, alterando templates, layouts, conteúdo, etc. Para ver o site acesse http://localhost/nomedosite ou http://localhost/nomedosite/wordpress (veja item 8 de Preparando o computador para ser um servidor web) através do navegador (Internet Explorer, Firefox ou etc.). 3. Para alterar o site (templates, layouts, conteúdo, etc) usando o CMS Wordpress, acesse http://localhost/nomedosite/wp-admin ou http://localhost/nomedosite/wordpress/wp-admin (veja item 8 de Preparando o computador para ser um servidor web). Você deve fornecer o Login e a Senha registrados na instalação do Wordpress. 4. Para aprender a instalar novos temas (themes ou templates) veja esta vídeo-aula: http://www.youtube.com/watch?v=kflZXgsIoEU ou http://www.youtube.com/watch?v=6w73bB6LReY 5. Para instalar plugins, necessários para determinados temas, veja esta vídeo-aula: http://www.youtube.com/watch?v=31excIVKQdE 6. Depois de alterado para o modo que você deseja o site, transfira toda a pasta para a pasta WWW do serviço de hospedagem pago. O servidor é acessado por FTP e as informações para acessá-lo devem ter sido repassadas para o e-mail que você forneceu nos formulários de contrato. Observe que, para funcionar direito, você deve criar um banco de dados previamente no seu Host ou exportar o seu para lá. 7. Da mesma forma que você fez no servidor local, você pode fazer diretamente no servidor remoto. Utilizando para instalar o CMS no host remoto o CPanel e o serviço Fantástico. Veja aqui: http://www.youtube.com/watch?v=-lBwAx8jLQ4 e aqui http://www.webhosting.cx/fantastico/wordpress.html 8. Assim como você fez para instalar o Wordpress, funciona o Joomla! e o Drupal.
  13. 13. Registrando domínio e redirecionando para o blog 1. Entre no site Registro.br 2. Verifique se o domínio que você deseja está disponível, no campo digitável no topo da página. Se estiver disponível, passe para a fase de cadastro no Registro.br. Acesse aqui: https://registro.br/cgi-bin/nicbr/idmng 3. Após fazer o cadastro, você terá um ID e uma SENHA, conforme página abaixo, e receberá, por e-mail, link para gerar um boleto ao custo de R$ 30,00/ano. Depois de pago, o domínio estará liberado e você deve seguir direto para esta tela.
  14. 14. 4. Após autenticação, você entra na tela principal. Entre no link com seu domínio e... 5. Na tela de Manutenção Administrativa, altere o DNS Máster e Slave1 e Slave2 (área cercada), usando aquele fornecido pelo serviço de hospedagem de blogs. Wordpress: ns1.wordpress.com, ns2.wordpress.com e ns3.wordpress.com 6. Depois de um ano, você terá que pagar novamente R$ 30,00 pela renovação de domínio no Registro.br e mais alguns dólares para o Wordpress.org, via PayPal, para renovar o redirecionamento no Wordpress. O valor é de U$ 9,97, válido por um ano.

×