SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Baixar para ler offline
RECICLAGEM DE MATERIAIS PET
MATERIAIS
1
O QUE É PET
 O PET - Poli Tereftalato de Etileno - é um poliéster, polímero
termoplástico.
 É o melhor e mais resistente plástico para fabricação de garrafas.
 Proporciona alta resistência mecânica (impacto) e química, além de ter
excelente barreira para gases e odores.
 Embalagens Pet são 100% recicláveis e a sua composição química
não libera nenhum produto tóxico.
2
HISTÓRIA DO PET
 A primeira amostra desse material foi desenvolvida pelos ingleses
Whinfield e Dickson, em 1941.
 Em 1962, surgiu o primeiro poliéster pneumático.
 No início dos anos 70, o PET começou a ser utilizado pela indústria de
embalagens.
 O PET chegou ao Brasil em 1988.
 Apenas a partir de 1993 passou a ter forte expressão no mercado de
embalagens, notadamente para os refrigerantes.
3
CONSUMO PET PARA EMBALAGENS
4
HISTORICO DA RECICLAGEM DO PET
 A Reciclagem de PET é, no Brasil, uma atividade recente - do ponto-de-
vista industrial.
 Atualmente, a indústria recicladora está estabelecida por todo território
nacional.
 O Censo da Reciclagem de PET no Brasil, um estudo completo sobre
este importante segmento industrial, gerador de empregos e que
destina adequadamente uma grande quantidade de embalagens de PET
pós-consumo.
 Através do censo, será possível ter um panorama bastante completo
sobre o universo de empresas dedicadas à reciclagem do PET, número
de empregos gerados, demandas para o produto reciclado e
concentrações geográficas.
5
HISTÓRICO DA RECICLAGEM DO PET
PROCESSO DE RECICLAGEM
 Descompactação: PET comptactado entra na máquina para a
quebra dos blocos.
 Separação: separação manual das cores e impurezas através de uma
esteira (rótulos soltos e outros materiais).
 Desrotulação: retira-se uma parcela dos rótulos e tampas.
 Rosca sem fim: transporta até o primeiro moinho.
 Pré-trituração: parte do material é triturado no primeiro moinho.
7
PROCESSO DE RECICLAGEM
 Lavagem: retiram-se as impurezas maiores (terra, areia)
 Separação final: separa os restantes dos rótulos e tampas
 Segundo moinho: tritura em pedaços de 3/8”, tamanho ideal para
industrialização final
 Secadora: retira a umidade e envia para um silo
 Armazenamento: mantém o PET reciclado em big-bags ou sacarias
8
Vídeo do Processo de Reciclagem
vídeo
9
TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA
Prensa
Equipamento que compacta em blocos o PET através de pressão hidráulica para o
transporte, usada também para compactar papel e papelão
TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA
Lavadora e secadora
Equipamento para retirar impurezas como terra e areia, e faz a secagem do
material para ser enviado a extrusora
TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA
Extrusora
Este é um equipamento simples que permite que o plástico seja reciclado,
através de uma rosca sem fim aquecida, onde irá derreter e plastificar, podendo
a partir daí se moldarem conforme necessidade.
TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO
13
IMPACTOS AMBIENTAIS
 Os impactos do pós-consumo são causados pelas garrafas encaminhadas
para os aterros sanitários e principalmente por aquelas que são descartadas
diretamente na natureza.
 No caso em que as garrafas não têm destinação adequada e são descartadas
diretamente na natureza, temos um problema ainda mais grave.
 Geralmente as garrafas vão parar nos rios, agravando a poluição da água e
o problema das enchentes.
 O plástico demora mais de 100 anos para se decompor e pode causar até a
perda de biodiversidade.
 Fragmentos de plástico podem ser consumidos por animais que os
confundem com comida, levando-os à morte. Isto está se tornando
especialmente grave nos oceanos, onde estudos indicam que boa parte das
águas já está contaminada.
14
IMPACTOS AMBIENTAIS
 Durante sua de composição, que leva uma média de 100 anos, a
garrafa PET que surgiu em 1988 libera seus compostos,
contaminando lençóis freáticos e o ambiente.

Feita com polietileno tereftalato usado nos mais diversos objetos,
como tapetes, embalagens e cordas, como conhecemos – surgiram
como opção leve e barata para substituição das pesadas e de alta
manutenção, garrafas de vidro. Infelizmente, não foi lançada em
conjunto com as embalagens uma solução para o recolhimento e
reutilização das mesmas, muito menos reciclagem.
 O Brasil produz anualmente cerca de três bilhões de garrafas PET,
um produto 100% reciclável, mas o volume de reciclagem
atualmente beira os 50%. Isso significa na prática que pelo menos
um bilhão e meio de plástico não-biodegradável é descartado no
meio ambiente por ano, o que significa algumas centenas de anos
para absorção na natureza.
15
EMPRESAS QUE FAZEM A RECICLAGEM (dados oficiais)
129 empresas de "Reciclagem de PET no Brasil
9 empresas de "Reciclagem de PET no Paraná
AWS Brasil Ltda (Curitiba, PR)
E9 Plásticos Ltda (Cascavel, PR
Phimaplam Indústria e Comércio de Materiais Plásticos Ltda (Campina
Grande do Sul, PR)
Plastireciclados Indústria Comércio Importação e Exportação de
Embalagens Ltda (Pinhais, PR)
Primicia Pet (Campo Largo, PR)
Recycle In - Reciclagem (Piraquara, PR)
Recypack Indústria Comércio e Serviços Ltda (Curitiba, PR
Scalea Representações Comerciais Ltda (Pinhais, PR)
Tecno - Recycling Indústria e Comércio de Materiais Plásticos Ltda
(Campina Grande do Sul, PR)
16
PENALIZAÇÕES OU INCENTIVOS
RECEBIDOS EM DECORRÊNCIA OU NÃO DA
RECICLAGEM
PENALIZAÇÕES OU INCENTIVOS
•A ABIPET (Associação Brasileira da Indústria do PET) criou o
Prêmio EcoPET , incentivando as boas idéias e iniciativas em prol da
reciclagem de materiais e ações sociais.
VANTAGENS DA RECICLAGEM
18
VANTAGENS DA RECICLAGEM
 Redução do volume de lixo nos aterros sanitários e melhoria nos
processos de decomposição de matérias orgânicas nos mesmos.
 O PET acaba por prejudicar a decomposição pois impermeabiliza certas
camadas de lixo, não deixando circularem gases e líquidos.
 Embalagens plásticas depositadas em aterro sanitário.
 Economia de petróleo pois o plástico é um derivado.
 Economia de energia na produção de novo plástico.
19
VANTAGENS DA RECICLAGEM
 Geração de renda e empregos.
 Redução dos preços para produtos que têm como base materiais
reciclados.
 No caso do PET de 2 litros, a relação entre o peso da garrafa (cerca de
54g) e o conteúdo é uma das mais favoráveis entre os descartáveis. Por
esse motivo torna-se rentável sua reciclagem.
20
VANTAGENS DA RECICLAGEM
 O material não pode ser transformado em adubo. Plástico e derivados
não podem ser usados como adubo, pois não há bactéria na natureza
capaz de degradar rapidamente o plástico.
 É altamente combustível, com valor de cerca de 20 Megajoules/quilo , e
libera gases residuais como monóxido e dióxido de carbono,
acetaldeído, benzoato de vinila e ácido benzóico. Esses gases podem ser
usados na indústria química.
 É muito difícil a sua degradação em aterros sanitários.
21
BIBLIOGRAFIA
 http://www.aguanajarra.com.br/?cat=53
 http://pt.wikipedia.org/wiki/PET_(pl%C3%A1stico)
 http://maquinas.reciclagem.zip.net/
 http://www.sacolaretornavel.com/
22

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Conscientização ambiental
Conscientização ambientalConscientização ambiental
Conscientização ambiental
 
Ppoint.Reciclagem
Ppoint.ReciclagemPpoint.Reciclagem
Ppoint.Reciclagem
 
Slides de reciclagem
Slides de reciclagemSlides de reciclagem
Slides de reciclagem
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Lixo eletrônico
Lixo eletrônicoLixo eletrônico
Lixo eletrônico
 
Separação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemSeparação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagem
 
O lixo reciclável e a coleta seletiva
O lixo reciclável e a coleta seletivaO lixo reciclável e a coleta seletiva
O lixo reciclável e a coleta seletiva
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Reciclar
ReciclarReciclar
Reciclar
 
Projeto reciclar
Projeto reciclarProjeto reciclar
Projeto reciclar
 
Lixo
LixoLixo
Lixo
 
TRABALHO COMPLETO SOBRE O LIXO
TRABALHO COMPLETO SOBRE O LIXO TRABALHO COMPLETO SOBRE O LIXO
TRABALHO COMPLETO SOBRE O LIXO
 
Destinação de Residuos Solidos
Destinação de Residuos SolidosDestinação de Residuos Solidos
Destinação de Residuos Solidos
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Ciclo de Vida das Embalagens
Ciclo de Vida das EmbalagensCiclo de Vida das Embalagens
Ciclo de Vida das Embalagens
 
Tipos de Lixo
Tipos de LixoTipos de Lixo
Tipos de Lixo
 
Reciclagem e seus benefícios ao meio ambiente
Reciclagem e seus benefícios ao meio ambienteReciclagem e seus benefícios ao meio ambiente
Reciclagem e seus benefícios ao meio ambiente
 
Apresentação sobre reciclagem
Apresentação sobre reciclagemApresentação sobre reciclagem
Apresentação sobre reciclagem
 
Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
 

Destaque

Embalagens e alimentos principais funções
Embalagens e alimentos principais funçõesEmbalagens e alimentos principais funções
Embalagens e alimentos principais funçõesUbaldo Costa
 
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANOReciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANOprojetoehs
 
Plasticos e Meio Ambiente
Plasticos e  Meio AmbientePlasticos e  Meio Ambiente
Plasticos e Meio AmbienteClaudia Costa
 
Apostila mini bolo com tampinhas de garrafa
Apostila mini bolo com tampinhas de garrafaApostila mini bolo com tampinhas de garrafa
Apostila mini bolo com tampinhas de garrafaartesanatonarede1
 
História e representações brinquedos
História e representações brinquedosHistória e representações brinquedos
História e representações brinquedosVagner Roberto
 
Plastico verde -_cana_de_açular_(1)
Plastico verde -_cana_de_açular_(1)Plastico verde -_cana_de_açular_(1)
Plastico verde -_cana_de_açular_(1)afermartins
 
Livro: O que é brinquedo
Livro: O que é brinquedoLivro: O que é brinquedo
Livro: O que é brinquedoLucas Silva
 
IDEC Saúde e Segurança do Consumidor
IDEC Saúde e Segurança do ConsumidorIDEC Saúde e Segurança do Consumidor
IDEC Saúde e Segurança do ConsumidorMa Rina
 
O meio ambiente slides
O meio ambiente slidesO meio ambiente slides
O meio ambiente slidesSoleducador1
 

Destaque (13)

Embalagens e alimentos principais funções
Embalagens e alimentos principais funçõesEmbalagens e alimentos principais funções
Embalagens e alimentos principais funções
 
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANOReciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
 
Plasticos e Meio Ambiente
Plasticos e  Meio AmbientePlasticos e  Meio Ambiente
Plasticos e Meio Ambiente
 
Apostila mini bolo com tampinhas de garrafa
Apostila mini bolo com tampinhas de garrafaApostila mini bolo com tampinhas de garrafa
Apostila mini bolo com tampinhas de garrafa
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
História e representações brinquedos
História e representações brinquedosHistória e representações brinquedos
História e representações brinquedos
 
Plastico verde -_cana_de_açular_(1)
Plastico verde -_cana_de_açular_(1)Plastico verde -_cana_de_açular_(1)
Plastico verde -_cana_de_açular_(1)
 
Livro: O que é brinquedo
Livro: O que é brinquedoLivro: O que é brinquedo
Livro: O que é brinquedo
 
Semana do Meio Ambiente
Semana do Meio AmbienteSemana do Meio Ambiente
Semana do Meio Ambiente
 
Lixo plastico
Lixo plasticoLixo plastico
Lixo plastico
 
IDEC Saúde e Segurança do Consumidor
IDEC Saúde e Segurança do ConsumidorIDEC Saúde e Segurança do Consumidor
IDEC Saúde e Segurança do Consumidor
 
O meio ambiente slides
O meio ambiente slidesO meio ambiente slides
O meio ambiente slides
 
Meio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpointMeio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpoint
 

Semelhante a Reciclagem de garrafas pet apresentação completa

Pesquisas: Do berço ao túmulo
Pesquisas: Do berço ao túmuloPesquisas: Do berço ao túmulo
Pesquisas: Do berço ao túmuloProfesornc
 
Apresentação da josi
Apresentação da josiApresentação da josi
Apresentação da josiFábio Luz
 
3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagenselianinha
 
3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagenselianinha
 
O que é a natureza? Reciclagem X Reaproveitamento
O que é a natureza? Reciclagem X ReaproveitamentoO que é a natureza? Reciclagem X Reaproveitamento
O que é a natureza? Reciclagem X Reaproveitamentointerferenciacoletiva
 
Plastico (1)
Plastico (1)Plastico (1)
Plastico (1)ggmota93
 
Revista digital
Revista digitalRevista digital
Revista digitalIvanBenke
 
Plotter Reciclagem De Pet
Plotter Reciclagem De PetPlotter Reciclagem De Pet
Plotter Reciclagem De PetRonaldo Leme
 
Projeto - Reciclagem de garrafa Pet
Projeto - Reciclagem de garrafa PetProjeto - Reciclagem de garrafa Pet
Projeto - Reciclagem de garrafa PetPaola Prudente
 
Projeto Final Camila
Projeto Final CamilaProjeto Final Camila
Projeto Final Camilamilla028
 
Bioplásticos e biopolimeros
Bioplásticos e biopolimerosBioplásticos e biopolimeros
Bioplásticos e biopolimerosThiago Santos
 

Semelhante a Reciclagem de garrafas pet apresentação completa (20)

Pesquisas: Do berço ao túmulo
Pesquisas: Do berço ao túmuloPesquisas: Do berço ao túmulo
Pesquisas: Do berço ao túmulo
 
Apresentação da josi
Apresentação da josiApresentação da josi
Apresentação da josi
 
3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens
 
3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens
 
Lixo plástico
Lixo plásticoLixo plástico
Lixo plástico
 
O que é a natureza? Reciclagem X Reaproveitamento
O que é a natureza? Reciclagem X ReaproveitamentoO que é a natureza? Reciclagem X Reaproveitamento
O que é a natureza? Reciclagem X Reaproveitamento
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Plastico (1)
Plastico (1)Plastico (1)
Plastico (1)
 
Revista digital
Revista digitalRevista digital
Revista digital
 
Plotter Reciclagem De Pet
Plotter Reciclagem De PetPlotter Reciclagem De Pet
Plotter Reciclagem De Pet
 
Momento04_Reciclagem.pptx
Momento04_Reciclagem.pptxMomento04_Reciclagem.pptx
Momento04_Reciclagem.pptx
 
Projeto - Reciclagem de garrafa Pet
Projeto - Reciclagem de garrafa PetProjeto - Reciclagem de garrafa Pet
Projeto - Reciclagem de garrafa Pet
 
Os plasticos
Os plasticosOs plasticos
Os plasticos
 
Plasticos
PlasticosPlasticos
Plasticos
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
tec 3
tec 3tec 3
tec 3
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Projeto Final Camila
Projeto Final CamilaProjeto Final Camila
Projeto Final Camila
 
Catalogo camisetas 2012
Catalogo camisetas 2012Catalogo camisetas 2012
Catalogo camisetas 2012
 
Bioplásticos e biopolimeros
Bioplásticos e biopolimerosBioplásticos e biopolimeros
Bioplásticos e biopolimeros
 

Reciclagem de garrafas pet apresentação completa

  • 1. RECICLAGEM DE MATERIAIS PET MATERIAIS 1
  • 2. O QUE É PET  O PET - Poli Tereftalato de Etileno - é um poliéster, polímero termoplástico.  É o melhor e mais resistente plástico para fabricação de garrafas.  Proporciona alta resistência mecânica (impacto) e química, além de ter excelente barreira para gases e odores.  Embalagens Pet são 100% recicláveis e a sua composição química não libera nenhum produto tóxico. 2
  • 3. HISTÓRIA DO PET  A primeira amostra desse material foi desenvolvida pelos ingleses Whinfield e Dickson, em 1941.  Em 1962, surgiu o primeiro poliéster pneumático.  No início dos anos 70, o PET começou a ser utilizado pela indústria de embalagens.  O PET chegou ao Brasil em 1988.  Apenas a partir de 1993 passou a ter forte expressão no mercado de embalagens, notadamente para os refrigerantes. 3
  • 4. CONSUMO PET PARA EMBALAGENS 4
  • 5. HISTORICO DA RECICLAGEM DO PET  A Reciclagem de PET é, no Brasil, uma atividade recente - do ponto-de- vista industrial.  Atualmente, a indústria recicladora está estabelecida por todo território nacional.  O Censo da Reciclagem de PET no Brasil, um estudo completo sobre este importante segmento industrial, gerador de empregos e que destina adequadamente uma grande quantidade de embalagens de PET pós-consumo.  Através do censo, será possível ter um panorama bastante completo sobre o universo de empresas dedicadas à reciclagem do PET, número de empregos gerados, demandas para o produto reciclado e concentrações geográficas. 5
  • 7. PROCESSO DE RECICLAGEM  Descompactação: PET comptactado entra na máquina para a quebra dos blocos.  Separação: separação manual das cores e impurezas através de uma esteira (rótulos soltos e outros materiais).  Desrotulação: retira-se uma parcela dos rótulos e tampas.  Rosca sem fim: transporta até o primeiro moinho.  Pré-trituração: parte do material é triturado no primeiro moinho. 7
  • 8. PROCESSO DE RECICLAGEM  Lavagem: retiram-se as impurezas maiores (terra, areia)  Separação final: separa os restantes dos rótulos e tampas  Segundo moinho: tritura em pedaços de 3/8”, tamanho ideal para industrialização final  Secadora: retira a umidade e envia para um silo  Armazenamento: mantém o PET reciclado em big-bags ou sacarias 8
  • 9. Vídeo do Processo de Reciclagem vídeo 9
  • 10. TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA Prensa Equipamento que compacta em blocos o PET através de pressão hidráulica para o transporte, usada também para compactar papel e papelão
  • 11. TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA Lavadora e secadora Equipamento para retirar impurezas como terra e areia, e faz a secagem do material para ser enviado a extrusora
  • 12. TÉCNOLOGIA NECESSÁRIA Extrusora Este é um equipamento simples que permite que o plástico seja reciclado, através de uma rosca sem fim aquecida, onde irá derreter e plastificar, podendo a partir daí se moldarem conforme necessidade.
  • 14. IMPACTOS AMBIENTAIS  Os impactos do pós-consumo são causados pelas garrafas encaminhadas para os aterros sanitários e principalmente por aquelas que são descartadas diretamente na natureza.  No caso em que as garrafas não têm destinação adequada e são descartadas diretamente na natureza, temos um problema ainda mais grave.  Geralmente as garrafas vão parar nos rios, agravando a poluição da água e o problema das enchentes.  O plástico demora mais de 100 anos para se decompor e pode causar até a perda de biodiversidade.  Fragmentos de plástico podem ser consumidos por animais que os confundem com comida, levando-os à morte. Isto está se tornando especialmente grave nos oceanos, onde estudos indicam que boa parte das águas já está contaminada. 14
  • 15. IMPACTOS AMBIENTAIS  Durante sua de composição, que leva uma média de 100 anos, a garrafa PET que surgiu em 1988 libera seus compostos, contaminando lençóis freáticos e o ambiente.  Feita com polietileno tereftalato usado nos mais diversos objetos, como tapetes, embalagens e cordas, como conhecemos – surgiram como opção leve e barata para substituição das pesadas e de alta manutenção, garrafas de vidro. Infelizmente, não foi lançada em conjunto com as embalagens uma solução para o recolhimento e reutilização das mesmas, muito menos reciclagem.  O Brasil produz anualmente cerca de três bilhões de garrafas PET, um produto 100% reciclável, mas o volume de reciclagem atualmente beira os 50%. Isso significa na prática que pelo menos um bilhão e meio de plástico não-biodegradável é descartado no meio ambiente por ano, o que significa algumas centenas de anos para absorção na natureza. 15
  • 16. EMPRESAS QUE FAZEM A RECICLAGEM (dados oficiais) 129 empresas de "Reciclagem de PET no Brasil 9 empresas de "Reciclagem de PET no Paraná AWS Brasil Ltda (Curitiba, PR) E9 Plásticos Ltda (Cascavel, PR Phimaplam Indústria e Comércio de Materiais Plásticos Ltda (Campina Grande do Sul, PR) Plastireciclados Indústria Comércio Importação e Exportação de Embalagens Ltda (Pinhais, PR) Primicia Pet (Campo Largo, PR) Recycle In - Reciclagem (Piraquara, PR) Recypack Indústria Comércio e Serviços Ltda (Curitiba, PR Scalea Representações Comerciais Ltda (Pinhais, PR) Tecno - Recycling Indústria e Comércio de Materiais Plásticos Ltda (Campina Grande do Sul, PR) 16
  • 17. PENALIZAÇÕES OU INCENTIVOS RECEBIDOS EM DECORRÊNCIA OU NÃO DA RECICLAGEM PENALIZAÇÕES OU INCENTIVOS •A ABIPET (Associação Brasileira da Indústria do PET) criou o Prêmio EcoPET , incentivando as boas idéias e iniciativas em prol da reciclagem de materiais e ações sociais.
  • 19. VANTAGENS DA RECICLAGEM  Redução do volume de lixo nos aterros sanitários e melhoria nos processos de decomposição de matérias orgânicas nos mesmos.  O PET acaba por prejudicar a decomposição pois impermeabiliza certas camadas de lixo, não deixando circularem gases e líquidos.  Embalagens plásticas depositadas em aterro sanitário.  Economia de petróleo pois o plástico é um derivado.  Economia de energia na produção de novo plástico. 19
  • 20. VANTAGENS DA RECICLAGEM  Geração de renda e empregos.  Redução dos preços para produtos que têm como base materiais reciclados.  No caso do PET de 2 litros, a relação entre o peso da garrafa (cerca de 54g) e o conteúdo é uma das mais favoráveis entre os descartáveis. Por esse motivo torna-se rentável sua reciclagem. 20
  • 21. VANTAGENS DA RECICLAGEM  O material não pode ser transformado em adubo. Plástico e derivados não podem ser usados como adubo, pois não há bactéria na natureza capaz de degradar rapidamente o plástico.  É altamente combustível, com valor de cerca de 20 Megajoules/quilo , e libera gases residuais como monóxido e dióxido de carbono, acetaldeído, benzoato de vinila e ácido benzóico. Esses gases podem ser usados na indústria química.  É muito difícil a sua degradação em aterros sanitários. 21
  • 22. BIBLIOGRAFIA  http://www.aguanajarra.com.br/?cat=53  http://pt.wikipedia.org/wiki/PET_(pl%C3%A1stico)  http://maquinas.reciclagem.zip.net/  http://www.sacolaretornavel.com/ 22