SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
1. Observe a cruzadinha e relacione as palavras com as
questões apresentadas.
A M E R C A N T I L I S M O
B I N D I A S
C V E N E Z A
D M E T A L I S M O
E V A S C O D A G A M A
F E S P E C I A R I A S
G M U Ç U L M A N O S
H C R I S T O V Ã O C O L O M B O
A B S O L U T I S M O
( ) Como se chamava o conjunto de temperos vindos do
Oriente que forneciam muitos lucros aos comerciantes?
( ) Como se chamavam os seguidores do Islã/
( ) Cite uma cidade que dominava o comércio no
mediterrâneo.
( ) Qual nome se dá ao conjunto de medidas econômicas
adotadas pelas monarquias nacionais europeias entre os
séc. XV e XVIII?
( ) Como se chamavam as terras do Oriente, de onde os
europeus compravam especiarias?
( ) Qual navegador, navegando pelo ocidente, chegou,
pela primeira vez ao continente americano?
( ) Como se chamava o princípio mercantilista que visava o
acúmulo de ouro e prata?
( ) Qual o nome do primeiro navegador português que
chegou a Calicute, na Índia?
( ) Como se chama o regime de governo monárquico em
que o rei concentra muito poder em suas mãos?
2. Complete o quadro comparativo com as palavras - Portuguesa e Espanhola -
Expansão marítima
________________________
Expansão marítima espanhola
______________________________
Quando começou 1415 1492
Objetivo Obter lucros comerciais, encontrar um caminho
marítimo para as Índias e expandir a fé cristã.
Obter lucros comerciais, encontrar um caminho
marítimo para as Índias e expandir a fé cristã.
Rota para atingir as Índias Rota do oriente Rota do Ocidente
Principais viagens Bartolomeu Dias, Vasco da Gama, Pedro
Álvares Cabral.
Cristóvão Colombo, Fernão de Magalhães.
Conquistas realizadas Entrepostos comerciais e colônias na costa da
África, Índia e Brasil.
Ilhas do caribe, grande parte da América,
circunavegação da Terra.
3. Defina, com suas palavras, os termos listados a seguir.
a. Absolutismo.
b. Balança comercial favorável.
c. Doutrina do direito divino dos reis.
d. Monarquia nacional.
( ) Regime político na Europa durante a chamada Idade Moderna e se caracterizou pela
grande concentração de poder nas mãos dos reis.
( ) Princípio da política mercantilista, que caracterizou as monarquias nacionais europeias na
Era Moderna e consistia na adoção de medidas protecionistas para garantir o superávit
comercial, ou seja, a entrada maior que a saída de metais preciosos no país.
( ) Doutrina segundo a qual a autoridade dos reis era incontestável porque emanava de
Deus, sendo, portanto, sagrada.
( ) Regime político que se formou em várias regiões da Europa no fim da Idade Média e inicio
da Moderna caracterizado pela organização de um poder centralizado constituído sobre um
território nacional.
4. Leia a letra da música e responda as questões.
Quilombo, o eldorado negro
Existiu Um eldorado negro no Brasil
Existiu Como o clarão que o sol da liberdade produziu. Refletiu
A luz da divindade, o fogo santo de Olorum. Reviveu
A utopia um por todos e todos por um Quilombo
Que todos fizeram com todos os santos zelando Quilombo
Que todos regaram com todas as águas do pranto Quilombo
Que todos tiveram de tombar amando e lutando Quilombo
Que todos nós ainda hoje desejamos tanto
Existiu Um eldorado negro no Brasil. Existiu.
Viveu, lutou, tombou, morreu, de novo ressurgiu. Ressurgiu
Pavão de tantas cores, carnaval do sonho meu Renasceu
Quilombo, agora, sim, você e eu Quilombo.
Quilombo. Quilombo. Quilombo. (Gilberto Gil e Wally Salomão - 1983)
1.1. A letra da música faz referência a uma das formas de resistência
escrava - a criação de quilombos - verificada tanto no Brasil colonial
quanto após a independência. Explique por que os quilombos
representaram um avanço na luta dos cativos contra seus senhores,
ao longo do século XIX, e indique duas outras formas de resistência
escrava.
1.2. Além do Quilombo existiram outras formas de resistência negra
resistência:
- suicídio
- infanticídio
- assassinato de feitores/senhores
- aborto das escravas
- destruição dos meios de produção das propriedades
- automutilação.
Explique porque a resistência negra foi importante para a história do
Brasil.
5. Leia o poema e responda as questões.
Erro de português
Quando o português chegou
Debaixo duma bruta chuva
Vestiu o índio
Que pena!
Fosse uma manhã de sol
O índio tinha despido
O português (Oswald de Andrade. Poesias reunidas. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1972)
Os versos descrevem um momento
histórico ligado à:
a) Expansão Marítima Europeia.
b) Revolução Industrial Inglesa.
c) Crise do Antigo Regime.
d) Guerra dos Cem Anos.
6. Leia a letra da música e responda as questões.
“Negro drama / entre o sucesso e a lama / Dinheiro,
problemas, inveja, luxo, fama / Negro drama / Cabelo
crespo e a pele escura / a ferida, a chaga, à procura
da cura / Negro drama / Tenta ver e não vê nada / a
não ser uma estrela / longe, meio ofuscada / Sente o
drama, o preço, a cobrança / no amor, no ódio, a
insana vingança / Negro drama / Eu sei quem trama e
quem tá comigo / o trauma que eu carrego / pra não
ser mais um preto fodido / O drama da cadeia e
favela / túmulo, sangue, sirene, choros e velas /
Passageiros do Brasil, São Paulo / agonia que
sobrevive / em meio à zorra e covardias / Periferias,
vielas, cortiços / Você deve estar pensando o que
você tem a ver com isso / Desde o início, por ouro e
prata / olha quem morre, então veja você quem mata
/ Recebe o mérito a farda que pratica o mal / Me ver
pobre, preso ou morto já é cultural [...] “
6.1. A letra da música expressa:
a) a situação de marginalização dos negros no Brasil, herança de um passado
escravocrata.
b) a certeza de que a condição do negro no Brasil é fruto de um contexto
internacional marcado pelo apartheid.
c) a vida do negro, vítima de preconceito, problema que surge no Brasil na década de
50.
d) a ideia de que o preconceito racial surgiu no Brasil nas favelas do Rio de Janeiro.
6.2. (UNESP)O tráfico de negros escravos para o Brasil Colônia representou:
a) certa lucratividade para a Metrópole portuguesa, favorecendo a acumulação de
capitais.
b) prejuízos à Metrópole lusitana pela não adaptação do negro ao trabalho agrícola.
c) a possibilidade da exportação de índios para a Europa na condição de escravos
domésticos.
d) incentivo ao crescimento do mercado interno e à criação de um parque
manufatureiro.
7. Leia o texto e responda as questões.
(UNESP) O padre José de Anchieta escreveu sobre as dificuldades de conversão
dos índios ao cristianismo. Por aqui se vê que os maiores impedimentos nascem
dos Portugueses, e o primeiro é não haver neles zelo de salvação dos índios [...] e
com isso pouco se lhes dá aos senhores que têm escravos, que não ouçam missa,
nem se confessem, e estejam amancebados. E, se o fazem, é pelos contínuos
brados da Companhia, e logo se enxerga claro nos tementes a Deus que seus
escravos vivem diferentemente pelo particular cuidado que têm deles.
(José de Anchieta. "Informação do Brasil e de suas Capitanias", 1584.)
Pela leitura do texto, é correto afirmar que o jesuíta
a) entendia que a escravidão não poderia se tornar um
obstáculo à catequização do gentio.
b) opunha-se à escravização dos índios por julgá-la
contrária aos princípios do cristianismo.
c) considerava os costumes tradicionais dos indígenas
adequados aos mandamentos cristãos.
d) julgava os indígenas ociosos e inaptos para o
trabalho na grande empresa agrícola.
8. Leia os quadrinhos abaixo e responda.
8.1. Que personagens aparecem nos quadrinho?
a) D. Joao VI e D. Pedro I c) D Pedro I e D. Pedro II
b) D. Joao VI e D. Pedro II d) D. Pedro I e Luís XVI
8.2. Qual foi a consequência de D. Pedro ter ficado no Brasil?
a) fim do império no Brasil c) Revolta do Porto
b) Independência do Brasil d) Proclamação da República
9. A imagem acima faz referência a que período da
História do Brasil?
a) fim do primeiro Reinado e inicio do segundo Reinado.
b) fim do II Reinado e inicio da República.
c) assassinato do rei e inicio da ditadura Militar.
d) Independência do Brasil e inicio do I Reinado.
10. Leia o poema e responda.
(Uerj) Mar Português
Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães
choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quere passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.
(Fernando Pessoa)
O poema de Fernando Pessoa descreve aspectos da expansão marítima portuguesa no século
XV, dando início a um movimento que alguns estudiosos consideram um primeiro processo de
globalização.
Identifique a alternativa que apresenta motivações para a expansão portuguesa e explica por que
essa fase de expansão pode ser considerada um primeiro processo de globalização.
a) busca por riquezas, busca de um novo caminho para as Índias, expansão católica. A
exploração de novos territórios produziram trocas culturais, políticas e comerciais ampliando o
mundo conhecido pelos europeus.
b) busca por ouro, escravizar os negros e espalhar a fé católica. Aumentar a produção e
comércio ampliando o mundo conhecido pelos europeus.
c) busca por especiarias nas Índias, expansão protestantismo. A exploração da mão de obra dos
índios e aumento da produção industrial e exportação para o mundo conhecido pelos europeus.
d) busca por um novo caminho para as Índias onde os índias seriam catequizados e a exploração
do território seria para produzir com mão de obra escrava ampliando o comercio com países ainda
pouco conhecido pelos europeus.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades formação territorial do brasil
Atividades formação territorial do brasil Atividades formação territorial do brasil
Atividades formação territorial do brasil Doug Caesar
 
Geografia 1e2.pdf caderno de atividades
Geografia 1e2.pdf caderno de atividadesGeografia 1e2.pdf caderno de atividades
Geografia 1e2.pdf caderno de atividadesNoeli Ravaglio
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroTalita Barreto
 
Avaliação de história
Avaliação de históriaAvaliação de história
Avaliação de históriaRomildo Da Cruz
 
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...Shirley Braga
 
Independência dos Estados Unidos - Texto e atividade
Independência dos Estados Unidos  -  Texto e atividade Independência dos Estados Unidos  -  Texto e atividade
Independência dos Estados Unidos - Texto e atividade Mary Alvarenga
 
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O  humanismo e o renascimentoCruzadinha de História - O  humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimentoMary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Avaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítimaAvaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítima
 
Atividades Brasil Colônia
Atividades Brasil ColôniaAtividades Brasil Colônia
Atividades Brasil Colônia
 
Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013
 
Atividades formação territorial do brasil
Atividades formação territorial do brasil Atividades formação territorial do brasil
Atividades formação territorial do brasil
 
Geografia 1e2.pdf caderno de atividades
Geografia 1e2.pdf caderno de atividadesGeografia 1e2.pdf caderno de atividades
Geografia 1e2.pdf caderno de atividades
 
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouro
 
Avaliação de história
Avaliação de históriaAvaliação de história
Avaliação de história
 
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
Aval. sobre a administração de portugal no brasil, as capitanias hereditárias...
 
Independência dos Estados Unidos - Texto e atividade
Independência dos Estados Unidos  -  Texto e atividade Independência dos Estados Unidos  -  Texto e atividade
Independência dos Estados Unidos - Texto e atividade
 
WORD: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º B...
WORD: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º B...WORD: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º B...
WORD: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º B...
 
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republicaProva historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
 
Avaliação de recuperação 9º ano (1)
Avaliação de recuperação 9º ano (1)Avaliação de recuperação 9º ano (1)
Avaliação de recuperação 9º ano (1)
 
Cruzadinha his
Cruzadinha hisCruzadinha his
Cruzadinha his
 
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O  humanismo e o renascimentoCruzadinha de História - O  humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
 
Atividade avaliativa de história
Atividade avaliativa de históriaAtividade avaliativa de história
Atividade avaliativa de história
 
Avaliação 6º ano geografia
Avaliação 6º ano   geografiaAvaliação 6º ano   geografia
Avaliação 6º ano geografia
 
Avaliação período regencial
Avaliação período regencialAvaliação período regencial
Avaliação período regencial
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA - 5º ANO - PROCESSO DE REAVALIAÇAO 2017
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA - 5º ANO - PROCESSO DE REAVALIAÇAO  2017AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA - 5º ANO - PROCESSO DE REAVALIAÇAO  2017
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA - 5º ANO - PROCESSO DE REAVALIAÇAO 2017
 

Semelhante a Expansão Marítima Portuguesa e seus impactos

Questões de vestibular sobre Expansão Marítima
Questões de vestibular sobre Expansão MarítimaQuestões de vestibular sobre Expansão Marítima
Questões de vestibular sobre Expansão MarítimaZé Knust
 
2 prova das turmas de 2 ano gabarito
2 prova das turmas de 2 ano  gabarito2 prova das turmas de 2 ano  gabarito
2 prova das turmas de 2 ano gabaritoKellyCarvalho2011
 
Lista de exercícios.pdf manoel
Lista de exercícios.pdf manoelLista de exercícios.pdf manoel
Lista de exercícios.pdf manoelprofnelton
 
Prova vestibular terceiro dia da UPE
Prova vestibular terceiro dia da UPEProva vestibular terceiro dia da UPE
Prova vestibular terceiro dia da UPEPortal NE10
 
Prova vestibular terceiro dia
Prova vestibular terceiro diaProva vestibular terceiro dia
Prova vestibular terceiro diapepontocom
 
Cobertura Total - Vestibular UPE 2013 - Provas do 3º dia
Cobertura Total - Vestibular UPE 2013 - Provas do 3º diaCobertura Total - Vestibular UPE 2013 - Provas do 3º dia
Cobertura Total - Vestibular UPE 2013 - Provas do 3º diaIsaquel Silva
 
UPE - Prova vestibular terceiro dia
UPE - Prova vestibular terceiro diaUPE - Prova vestibular terceiro dia
UPE - Prova vestibular terceiro diaJornal do Commercio
 
Aulão HISTÓRIA.ppt
Aulão HISTÓRIA.pptAulão HISTÓRIA.ppt
Aulão HISTÓRIA.pptDeisy Bezerra
 
O processo de independencia do brasil (2)
O processo de independencia do brasil (2)O processo de independencia do brasil (2)
O processo de independencia do brasil (2)Zeze Silva
 
Revisional
RevisionalRevisional
RevisionalPrivada
 
Lista de exercícios 1a fase - história do brasil - uel
Lista de exercícios   1a fase - história do brasil - uelLista de exercícios   1a fase - história do brasil - uel
Lista de exercícios 1a fase - história do brasil - uelstjamesmkt
 
Questões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docxQuestões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docxDiego Rocha
 
O Padre E A MoçA, Carlos Drummond De Andrade
O Padre E A MoçA, Carlos Drummond De AndradeO Padre E A MoçA, Carlos Drummond De Andrade
O Padre E A MoçA, Carlos Drummond De Andradecatiasgs
 

Semelhante a Expansão Marítima Portuguesa e seus impactos (20)

Trabalho de historia brasil colonia e imperio
Trabalho de historia brasil colonia e imperioTrabalho de historia brasil colonia e imperio
Trabalho de historia brasil colonia e imperio
 
Questões de vestibular sobre Expansão Marítima
Questões de vestibular sobre Expansão MarítimaQuestões de vestibular sobre Expansão Marítima
Questões de vestibular sobre Expansão Marítima
 
2 prova das turmas de 2 ano gabarito
2 prova das turmas de 2 ano  gabarito2 prova das turmas de 2 ano  gabarito
2 prova das turmas de 2 ano gabarito
 
Lista de exercícios.pdf manoel
Lista de exercícios.pdf manoelLista de exercícios.pdf manoel
Lista de exercícios.pdf manoel
 
Prova historia 2 ano 2 bimestre11
Prova historia 2 ano 2 bimestre11Prova historia 2 ano 2 bimestre11
Prova historia 2 ano 2 bimestre11
 
Lista exercícios grandes navegações
Lista exercícios grandes navegaçõesLista exercícios grandes navegações
Lista exercícios grandes navegações
 
Prova vestibular terceiro dia da UPE
Prova vestibular terceiro dia da UPEProva vestibular terceiro dia da UPE
Prova vestibular terceiro dia da UPE
 
Prova vestibular terceiro dia
Prova vestibular terceiro diaProva vestibular terceiro dia
Prova vestibular terceiro dia
 
Cobertura Total - Vestibular UPE 2013 - Provas do 3º dia
Cobertura Total - Vestibular UPE 2013 - Provas do 3º diaCobertura Total - Vestibular UPE 2013 - Provas do 3º dia
Cobertura Total - Vestibular UPE 2013 - Provas do 3º dia
 
UPE - Prova vestibular terceiro dia
UPE - Prova vestibular terceiro diaUPE - Prova vestibular terceiro dia
UPE - Prova vestibular terceiro dia
 
Barroco.pptx
Barroco.pptxBarroco.pptx
Barroco.pptx
 
Aulão HISTÓRIA.ppt
Aulão HISTÓRIA.pptAulão HISTÓRIA.ppt
Aulão HISTÓRIA.ppt
 
O processo de independencia do brasil (2)
O processo de independencia do brasil (2)O processo de independencia do brasil (2)
O processo de independencia do brasil (2)
 
História e geografia encceja - ef - ii
História e geografia   encceja - ef - iiHistória e geografia   encceja - ef - ii
História e geografia encceja - ef - ii
 
Prova diagnostica historia 1 ano
Prova diagnostica  historia 1 anoProva diagnostica  historia 1 ano
Prova diagnostica historia 1 ano
 
Revisional
RevisionalRevisional
Revisional
 
Lista de exercícios 1a fase - história do brasil - uel
Lista de exercícios   1a fase - história do brasil - uelLista de exercícios   1a fase - história do brasil - uel
Lista de exercícios 1a fase - história do brasil - uel
 
Questões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docxQuestões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docx
 
A civilização romana
A civilização romanaA civilização romana
A civilização romana
 
O Padre E A MoçA, Carlos Drummond De Andrade
O Padre E A MoçA, Carlos Drummond De AndradeO Padre E A MoçA, Carlos Drummond De Andrade
O Padre E A MoçA, Carlos Drummond De Andrade
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia

Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.docAtividades Diversas Cláudia
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...Atividades Diversas Cláudia
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia (20)

Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
 
FILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.docFILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.doc
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
 
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 eAtividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
 
Atividades sobre fake news
Atividades sobre fake newsAtividades sobre fake news
Atividades sobre fake news
 
1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor
 
2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha
 
3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo
 
4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje
 
5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios
 
6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
 
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
 
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
 
Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4
 
Prova de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestreProva de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestre
 
Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1
 
Prova de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 anoProva de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 ano
 
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
 

Expansão Marítima Portuguesa e seus impactos

  • 1. 1. Observe a cruzadinha e relacione as palavras com as questões apresentadas. A M E R C A N T I L I S M O B I N D I A S C V E N E Z A D M E T A L I S M O E V A S C O D A G A M A F E S P E C I A R I A S G M U Ç U L M A N O S H C R I S T O V Ã O C O L O M B O A B S O L U T I S M O ( ) Como se chamava o conjunto de temperos vindos do Oriente que forneciam muitos lucros aos comerciantes? ( ) Como se chamavam os seguidores do Islã/ ( ) Cite uma cidade que dominava o comércio no mediterrâneo. ( ) Qual nome se dá ao conjunto de medidas econômicas adotadas pelas monarquias nacionais europeias entre os séc. XV e XVIII? ( ) Como se chamavam as terras do Oriente, de onde os europeus compravam especiarias? ( ) Qual navegador, navegando pelo ocidente, chegou, pela primeira vez ao continente americano? ( ) Como se chamava o princípio mercantilista que visava o acúmulo de ouro e prata? ( ) Qual o nome do primeiro navegador português que chegou a Calicute, na Índia? ( ) Como se chama o regime de governo monárquico em que o rei concentra muito poder em suas mãos? 2. Complete o quadro comparativo com as palavras - Portuguesa e Espanhola - Expansão marítima ________________________ Expansão marítima espanhola ______________________________ Quando começou 1415 1492 Objetivo Obter lucros comerciais, encontrar um caminho marítimo para as Índias e expandir a fé cristã. Obter lucros comerciais, encontrar um caminho marítimo para as Índias e expandir a fé cristã. Rota para atingir as Índias Rota do oriente Rota do Ocidente Principais viagens Bartolomeu Dias, Vasco da Gama, Pedro Álvares Cabral. Cristóvão Colombo, Fernão de Magalhães. Conquistas realizadas Entrepostos comerciais e colônias na costa da África, Índia e Brasil. Ilhas do caribe, grande parte da América, circunavegação da Terra. 3. Defina, com suas palavras, os termos listados a seguir. a. Absolutismo. b. Balança comercial favorável. c. Doutrina do direito divino dos reis. d. Monarquia nacional. ( ) Regime político na Europa durante a chamada Idade Moderna e se caracterizou pela grande concentração de poder nas mãos dos reis. ( ) Princípio da política mercantilista, que caracterizou as monarquias nacionais europeias na Era Moderna e consistia na adoção de medidas protecionistas para garantir o superávit comercial, ou seja, a entrada maior que a saída de metais preciosos no país. ( ) Doutrina segundo a qual a autoridade dos reis era incontestável porque emanava de Deus, sendo, portanto, sagrada. ( ) Regime político que se formou em várias regiões da Europa no fim da Idade Média e inicio da Moderna caracterizado pela organização de um poder centralizado constituído sobre um território nacional. 4. Leia a letra da música e responda as questões. Quilombo, o eldorado negro Existiu Um eldorado negro no Brasil Existiu Como o clarão que o sol da liberdade produziu. Refletiu A luz da divindade, o fogo santo de Olorum. Reviveu A utopia um por todos e todos por um Quilombo Que todos fizeram com todos os santos zelando Quilombo Que todos regaram com todas as águas do pranto Quilombo Que todos tiveram de tombar amando e lutando Quilombo Que todos nós ainda hoje desejamos tanto Existiu Um eldorado negro no Brasil. Existiu. Viveu, lutou, tombou, morreu, de novo ressurgiu. Ressurgiu Pavão de tantas cores, carnaval do sonho meu Renasceu Quilombo, agora, sim, você e eu Quilombo. Quilombo. Quilombo. Quilombo. (Gilberto Gil e Wally Salomão - 1983) 1.1. A letra da música faz referência a uma das formas de resistência escrava - a criação de quilombos - verificada tanto no Brasil colonial quanto após a independência. Explique por que os quilombos representaram um avanço na luta dos cativos contra seus senhores, ao longo do século XIX, e indique duas outras formas de resistência escrava. 1.2. Além do Quilombo existiram outras formas de resistência negra resistência: - suicídio - infanticídio - assassinato de feitores/senhores - aborto das escravas - destruição dos meios de produção das propriedades - automutilação. Explique porque a resistência negra foi importante para a história do Brasil. 5. Leia o poema e responda as questões. Erro de português Quando o português chegou Debaixo duma bruta chuva Vestiu o índio Que pena! Fosse uma manhã de sol O índio tinha despido O português (Oswald de Andrade. Poesias reunidas. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1972) Os versos descrevem um momento histórico ligado à: a) Expansão Marítima Europeia. b) Revolução Industrial Inglesa. c) Crise do Antigo Regime. d) Guerra dos Cem Anos.
  • 2. 6. Leia a letra da música e responda as questões. “Negro drama / entre o sucesso e a lama / Dinheiro, problemas, inveja, luxo, fama / Negro drama / Cabelo crespo e a pele escura / a ferida, a chaga, à procura da cura / Negro drama / Tenta ver e não vê nada / a não ser uma estrela / longe, meio ofuscada / Sente o drama, o preço, a cobrança / no amor, no ódio, a insana vingança / Negro drama / Eu sei quem trama e quem tá comigo / o trauma que eu carrego / pra não ser mais um preto fodido / O drama da cadeia e favela / túmulo, sangue, sirene, choros e velas / Passageiros do Brasil, São Paulo / agonia que sobrevive / em meio à zorra e covardias / Periferias, vielas, cortiços / Você deve estar pensando o que você tem a ver com isso / Desde o início, por ouro e prata / olha quem morre, então veja você quem mata / Recebe o mérito a farda que pratica o mal / Me ver pobre, preso ou morto já é cultural [...] “ 6.1. A letra da música expressa: a) a situação de marginalização dos negros no Brasil, herança de um passado escravocrata. b) a certeza de que a condição do negro no Brasil é fruto de um contexto internacional marcado pelo apartheid. c) a vida do negro, vítima de preconceito, problema que surge no Brasil na década de 50. d) a ideia de que o preconceito racial surgiu no Brasil nas favelas do Rio de Janeiro. 6.2. (UNESP)O tráfico de negros escravos para o Brasil Colônia representou: a) certa lucratividade para a Metrópole portuguesa, favorecendo a acumulação de capitais. b) prejuízos à Metrópole lusitana pela não adaptação do negro ao trabalho agrícola. c) a possibilidade da exportação de índios para a Europa na condição de escravos domésticos. d) incentivo ao crescimento do mercado interno e à criação de um parque manufatureiro. 7. Leia o texto e responda as questões. (UNESP) O padre José de Anchieta escreveu sobre as dificuldades de conversão dos índios ao cristianismo. Por aqui se vê que os maiores impedimentos nascem dos Portugueses, e o primeiro é não haver neles zelo de salvação dos índios [...] e com isso pouco se lhes dá aos senhores que têm escravos, que não ouçam missa, nem se confessem, e estejam amancebados. E, se o fazem, é pelos contínuos brados da Companhia, e logo se enxerga claro nos tementes a Deus que seus escravos vivem diferentemente pelo particular cuidado que têm deles. (José de Anchieta. "Informação do Brasil e de suas Capitanias", 1584.) Pela leitura do texto, é correto afirmar que o jesuíta a) entendia que a escravidão não poderia se tornar um obstáculo à catequização do gentio. b) opunha-se à escravização dos índios por julgá-la contrária aos princípios do cristianismo. c) considerava os costumes tradicionais dos indígenas adequados aos mandamentos cristãos. d) julgava os indígenas ociosos e inaptos para o trabalho na grande empresa agrícola. 8. Leia os quadrinhos abaixo e responda. 8.1. Que personagens aparecem nos quadrinho? a) D. Joao VI e D. Pedro I c) D Pedro I e D. Pedro II b) D. Joao VI e D. Pedro II d) D. Pedro I e Luís XVI 8.2. Qual foi a consequência de D. Pedro ter ficado no Brasil? a) fim do império no Brasil c) Revolta do Porto b) Independência do Brasil d) Proclamação da República 9. A imagem acima faz referência a que período da História do Brasil? a) fim do primeiro Reinado e inicio do segundo Reinado. b) fim do II Reinado e inicio da República. c) assassinato do rei e inicio da ditadura Militar. d) Independência do Brasil e inicio do I Reinado. 10. Leia o poema e responda. (Uerj) Mar Português Ó mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quantos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram por casar Para que fosses nosso, ó mar! Valeu a pena? Tudo vale a pena Se a alma não é pequena. Quem quere passar além do Bojador Tem que passar além da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu, Mas nele é que espelhou o céu. (Fernando Pessoa) O poema de Fernando Pessoa descreve aspectos da expansão marítima portuguesa no século XV, dando início a um movimento que alguns estudiosos consideram um primeiro processo de globalização. Identifique a alternativa que apresenta motivações para a expansão portuguesa e explica por que essa fase de expansão pode ser considerada um primeiro processo de globalização. a) busca por riquezas, busca de um novo caminho para as Índias, expansão católica. A exploração de novos territórios produziram trocas culturais, políticas e comerciais ampliando o mundo conhecido pelos europeus. b) busca por ouro, escravizar os negros e espalhar a fé católica. Aumentar a produção e comércio ampliando o mundo conhecido pelos europeus. c) busca por especiarias nas Índias, expansão protestantismo. A exploração da mão de obra dos índios e aumento da produção industrial e exportação para o mundo conhecido pelos europeus. d) busca por um novo caminho para as Índias onde os índias seriam catequizados e a exploração do território seria para produzir com mão de obra escrava ampliando o comercio com países ainda pouco conhecido pelos europeus.