SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
Baixar para ler offline
ÍNDICE
1. O que é arte .............................................................................................................................. pág 2
2. Artes visuais ............................................................................................................................ pág 5
3. Dança ....................................................................................................................................... pág 53
4.Música ...................................................................................................................................... pág 57
5.Teatro ........................................................................................................................................ pág 59
6.Artes audiovisuais ..................................................................................................................... pág 66
2 3
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
	 O que é Arte?
A arte é uma manifestação do espírito humano, uma forma de expres-
sar suas emoções, sua história e sua cultura através de valores estéticos,
como beleza, harmonia, equilíbrio; podendo ser representada através de
várias formas, como por exemplo, na música, na escultura, na pintura, na
literatura etc. Pode ser vista ou percebida pelo homem de três maneiras:
visualizadas, ouvidas ou mistas (audiovisuais).
A arte surgiu há milhares de anos quando o ser humano começou a
expressar sua maneira de ver e sentir o mundo; com o tempo foi evoluindo
e ocupando um espaço cada vez mais importante na sociedade. Tomemos como exemplo, a música. Você
já imaginou o mundo sem música?
Quem faz arte?
Chamamos de artista a todos aqueles que fazem arte, com
o uso da criatividade aliada à fantasia e à inspiração. O homem
cria a arte como meio de vida, seja para mostrar ao mundo o que
pensa, suas crenças (ou as de outros), para estimular e distrair
a si mesmo e aos outros ou ainda apenas para explorar novas
formas de olhar e interpretar objetos e cenas.
Artesão x Artista
Podemosconsiderarartesãoàquelequegeralmentetrabalhaporcontaprópriaeproduzobjetosperten-
centesàculturapopular.Jáoartistaéaquelequetemacapacidadedemostrar,detraduziretransmitiromundo
queorodeiaeassensaçõesqueestelheprovoca.Masnadaimpedequeumartesãosejatambémumartista.
Por que estudar arte?
A arte nos ajuda a ver o mundo de uma forma mais detalhada, com um olhar mais atento para tudo
que nos rodeia, desenvolvendo nossa sensibilidade para percebermos a vida com mais profundidade.
Quanto mais nos envolvemos com a arte, mais desenvolvemos o nosso potencial para expressar o que
sentimos e pensamos; passamos a compreender melhor os fatos que acontecem à nossa volta. A arte
conta a própria evolução humana.
Como entendemos a arte?
O que vemos quando admiramos uma produção artística depende da nossa experiência e conheci-
mentos, da nossa disposição no momento, da nossa imaginação, da intenção do artista; é fundamental
abandonar preconceitos perante uma obra de arte, para o seu melhor entendimento. Captamos melhor o
sentido do que o artista quis expressar quando a arte produzida consegue nos afetar, quando a relaciona-
mos com algo  comum a nós, ou seja, quando existe uma troca entre o espectador e o objeto observado.
Expressando suas ideias
1. Usando suas próprias palavras, defina:
a)	 Arte:______________________________________________________________________________
b)	 Artista:____________________________________________________________________________
c)	 Artesão:___________________________________________________________________________
2. Qual a importância de se estudar arte? Você concorda que a arte é importante para a vida das pessoas?
Por quê?
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
3. Como você entende a arte?
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
4. Você concorda com a diferença entre artista e artesão?
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
4 5
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Artes Visuais
A arte visual representa visualmente uma forma, cor ou representação. Podemos percebê-la em pra-
ças, no cinema, no teatro, em museus, na fotografia, em campanhas publicitárias, em repartições públi-
cas, em escolas, empresas etc.
Toda arte que é apreciada pela visão é considerada arte visual. A pintura, o desenho, a caricatura, a
gravura, a fotografia, a escultura, a arquitetura, o paisagismo, a moda, o mosaico, web designe, são exem-
plos de arte visual, pois lidam com cor e forma. Mas também o cinema, o vídeo-arte, a novela, o teatro e
até a música também se enquadram nesse segmento artístico, por apresentarem movimentos corporais
e interativos.
Arte Abstrata x Arte Concreta
A arte abstrata (abstracionismo) surgiu no começo do século XX, na Europa, no contexto do movimen-
to de Arte Moderna. É geralmente entendida como uma forma de arte que não representa objetos pró-
prios da nossa realidade exterior. O formato tradicional (paisagens e realismo) é deixado de lado, ou seja,
o artista se expressa através de formas, cores, texturas e ritmo inteiramente livres de qualquer influência
de objetos da realidade. Não tenta representar a imagem de nada. Portanto, na arte abstrata, uma mesma
obra de arte pode ser vista, sentida e interpretada de várias formas.
Alguns artistas se destacaram muito nesta área de representação da arte, como por exemplo, Was-
sily Kandinsky, Paul Klee, Piet Mondrian, Victor Vasarely, dentre muitos outros. No Brasil, a arte abstrata
surgiu praticamente como um dos movimentos mais importantes do século passado: a Semana de Arte
Moderna de 1922, marcando a ruptura com as formas tradicionais de fazer arte no país. Entre os artistas
brasileiros de arte abstrata, podemos destacar: O cearense Antônio Bandeira, Ivan Serpa, Iberê Camargo,
Manabu Mabe, Valdemar Cordeiro, Lygia Clark, Hélio Oiticica, Sérgio Camargo.
Lygia Clark sugere uma nova fruição da arte nas obras: Planos em superfície modulada e Bicho 
REPRODUÇÃO
5. Cite qual manifestação artística é sua favorita e por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
A Rendição de Breda, de Diego Velásquez (Espanha, 1634)
6. De acordo com a imagem acima, responda as questões:
a)	 Qual tipo de cena você acha que ocorre na obra?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
b)	 Qual sua opinião sobre a obra? Explique a razão.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
6 7
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Tendências do abstracionismo
Abstracionismo Geométrico ou Formal: as formas e as cores devem ser organizadas de tal maneira
que a composição resultante seja apenas a expressão de uma concepção geométrica. Divide-se em duas
correntes:
•	 Suprematismo é uma pintura com base nas formas geométricas planas, sem qualquer preocupação
de representação.
•	 Neoplasticismo as cores e as formas são organizadas de forma que a composição resulte apenas
na expressão de uma concepção geométrica. O ângulo reto é o símbolo do movimento, sendo
rigorosamente aplicado à arquitetura.
Exemplos:
Kazimir Malevitch – “Quadro negro sobre fundo branco”.
Piet Mondrian – “Victory Boogie-Woogie”
Abstracionismo Lírico ou Expressivo: inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para cons-
truir uma arte imaginária ligada a uma “necessidade interior”. As características da arte não figurativa são:
o jogo de formas orgânicas, as cores vibrantes e a linha de contorno. A pretensão do abstracionismo lírico
é transformar manchas de cor e linhas em ideais e simbolismos subjetivos.
Robert Delaunay – “Homenagem a Blériot”
Wassily Kandinsky – “Overcast”
Arte concreta
O termo arte concreta deve ser associado ao movimento abstracionista, sobretudo à vertente ge-
ométrica. Tal expressão foi usada pela primeira vez no campo das artes plásticas, pelo artista Theo Van
Doesburg, em 1930, denominando toda arte que se tinha desvinculado totalmente da imitação da natu-
reza, embora nesse momento, fosse usado como sinônimo de arte abstrata. A diferença entre estas duas
terminologias se estabeleceu de fato a partir de 1936, quando o artista plástico Max Bill formula a sua
conceituação de uma arte construída objetivamente, fundada em problemas matemáticos.
Os princípios do concretismo afastam da arte qualquer conotação lírica ou simbólica, abandonando
qualquer aspecto nacional ou regional e afastando-se da representação da natureza. O quadro, construído
exclusivamente com elementos plásticos – planos e cores -, não tem outra significação senão ele próprio.
A pintura concreta é “não abstrata”, afirma Van Doesburg em seu manifesto, “pois nada é mais concreto,
mais real que uma linha, uma cor, uma superfície... Uma mulher, uma árvore, uma vaca, são concretos no
estado natural, mas no estado de pintura são abstratos, ilusórios, vagos, especulativos, ao passo que um
plano é um plano, uma linha é uma linha, nem mais nem menos.”
8 9
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Exemplos de arte concreta:
Max Bill. Double surface with six rectangular corners (Moebius), 1948-78. Granito.
Theo van Doesburg, Composition VII – The Three Graces
Concretismo no Brasil
O abstracionismo, em suas correntes geométrica, lírica e concretista, se espalhou pelo Brasil nos anos
1950. Entre os representantes desta arte, destacam-se Abraham Palatnik, Ivan Serpa, Loio-Pérsio, Luiz
Sacilotto, Antônio Bandeira, Manabu Mabe ,Tomie Ohtake, Lygia Clark, Valdemar Cordeiro e Hélio Oiticica.
No Brasil, a primeira Bienal de São Paulo (1951) estimulou muitos artistas a engajarem-se na lingua-
gem despojada e geométrica da arte concreta.
Exemplos:
Manabu Mabe – “Vento vermelho”
Luiz Sacilotto – “Concretion 5629” Ivan Serpa – Formas, 1951
Expressando suas ideias
1.Responda as questões abaixo, usando suas próprias palavras: 	
a)O que é arte abstrata?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
10 11
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
b)Você gosta da arte abstrata? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
c)Qual a diferença entre abstracionismo geométrico e lírico? Qual você prefere e por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
d)O que você entende por arte concreta?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2.Das obras abaixo, identifique qual não pode ser considerada abstrata. Justifique sua resposta.
a)
b)
c)
Edgar Degas – “Dance Class at the Opera”.
d)
Antônio Bandeira
3.Observe a obra abaixo e responda as questões:
Kandinski - © Museu Guggenheim
a)Quais as cores mais usadas pelo artista?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
b)Quais as formas usadas na obra?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
c)Como você classificaria essa obra? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
4. Encontre as respostas dos itens abaixo, no caça-palavras (veja exemplo):
a) Inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para construir uma arte imaginária ligada a uma
“necessidade interior”: Abstracionismo Lírico ou Expressivo
b) Pintura com base nas formas geométricas planas, sem qualquer preocupação de representação:
_____________________
c) Piet ______________, autor da obra Victory Boogie-Woogie.
12 13
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
d)	 Arte _____________, expressão usada pela primeira vez no campo das artes plásticas, pelo artista
Theo Van Doesburg.
e)	 O ângulo reto é o símbolo do movimento: ______________________
Mosaico
Mosaico ou arte musiva, consiste na colocação de pequenas peças (tesselas) de pedra, pastilhas de
vidro, pedras semipreciosas, seixos, mármore, cerâmica, conchas e outros materiais, formando determi-
nado desenho. O objetivo do mosaico é preencher algum tipo de plano, como pisos, paredes, mesas etc.
É uma forma de arte decorativa milenar, que nos remete à época Greco-romana, quando teve seu
apogeu. Na sua elaboração foram utilizados diversos tipos de materiais e teve diferentes aplicações atra-
vés dos tempos. Nos dias de hoje, o mosaico ressurgiu, despertando grande interesse, sendo cada vez
mais utilizado, artisticamente, na decoração de ambientes interiores e exteriores.
Pavão psicodélico – Yone Lins
Expressando suas idéias
1. O que você acha da arte do mosaico?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. Escolha um desenho, e usando papel colorido, tente criar um “falso mosaico”.
A D J F O S K M V E J G K F L O C Z K C J I D N G N K K K K K S C M
K C M K D A Ç F C X K F J D N F J I C K B M O N D R I A N K B M V J
U H F B S M V L D P S D E H F J N V L D M L V O K G M S L L M C K
D B F G D J B M V R E S I G N K C A S L O G N J C L B M I K F G I H
L F H U G K L G N E O P L A S T I C I S M O F I S D N J N F D L K G L
D M J F M B K J F S J V S J I F N L Ç A M I K V F I J G K L X M V K F
J C D F I F D G J I S U P R E M A T I S M O I J M N G R J I R T N F G
N K V F A G F G I I C M K D F K O K R K O P K H G K F O H M K F M
K C I A K B G K A V K M H L D C K O K G O J A W Q O C M A L D K
O 9 I F J B T M C O N C R E T A I D K S L S F L Z C A W Q M F L O G
14 15
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Desenho e Gravura
O desenho pode ser definido como a representação de seres,
objetos, idéias, sensações, feita sobre uma superfície, por meios grá-
ficos, com instrumentos apropriados (como lápis, por exemplo). A
escolha dos meios e materiais está intimamente relacionada à técni-
ca escolhida para o desenho. Um mesmo objeto desenhado a bico de
pena e a grafite produz resultados absolutamente diferentes.
Desta forma, um desenho manifesta-se essencialmente como
uma composição bidimensional formada por linhas, pontos e formas.
Homem Vitruviano – Leonardo da Vinci
Entre as várias modalidades de desenho, podemos citar:
• Desenho geométrico - estudo padronizado e normatizado do desenho em duas dimensões, voltado
à representação plana de entes geométricos para a simples exibição ou resolução geométrica de proble-
mas de Matemática.
Exemplo:
• Desenho projetivo - É a representação de figuras sólidas, ou seja, de três dimensões, em um plano.
Exemplo:
• Desenho arquitetônico - desenho voltado especialmente ao projeto de arquitetura.
Exemplo:
• Ilustração - um tipo de desenho que pretende expressar alguma informação, normalmente acom-
panhado de outras mídias, como o texto.
Exemplo:
16 17
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
• Croquis ou esboço - um desenho rápido, normalmente feito à mão, com a intenção de discutir
determinadas idéias gráficas ou de simplesmente registrá-las. Normalmente são os primeiros desenhos
feitos dentro de um processo para se chegar a uma pintura ou ilustração mais detalhada. Os croquis são
muito usados por estilistas de moda.
Exemplo:
• Modelo vivo - ilustração feita a partir de cópia do natural, tendo-se como tema o corpo ou a situa-
ção vivida por um modelo.
Exemplo:
A gravura difere do desenho na medida em que ela é produzida pensando-se na sua impressão e re-
produção. É uma imagem representando algo, como pintura, desenhos, relevos, etc. Pode-se classificar a
gravura de acordo com o material de que é feita.
Tipos de gravura:
• Xilogravura - é a técnica mais antiga para produzir gravuras. O artista retira de uma superfície plana
(geralmente madeira) as partes que ele não quer que tenham cor na gravura. Após aplicar tinta na super-
fície, coloca um papel sobre a mesma. Ao aplicar pressão (com uma prensa) sobre essa folha, a imagem é
transferida para o papel.
Xilogravura de Katsushika Hokusai
• Gravura em metal (gravura de encavo) - é o processo de gravura feito numa superfície de metal (ge-
ralmente o cobre). A palavra “encavo” pretende ressaltar que o depósito de tinta para impressão é feito
dentro dos sulcos gravados e não sobre a superfície da matriz, como no caso da xilogravura.
Gravura em metal de Dürer: A Morte, o Cavaleiro e o Diabo.
• Litografia - essa técnica de gravura envolve a criação de marcas (ou desenhos) sobre uma matriz
(pedra calcária) com um lápis gorduroso.
Litografia de Ernst Haeckel
18 19
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
• Serigrafia (silk-screen) - é um processo de impressão no qual a tinta é vazada – pela pressão de um
rodo ou puxador – através de uma tela preparada.
• Aquagravura - feita sobre uma massa de papel ainda molhada. A secagem do papel e da tinta ocorre
ao mesmo tempo e a impressão acontece antes da existência da folha.
Bernard Pras
EXPRESSANDO SUAS IDEIAS
1. Qual a diferença entre desenho e gravura?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. Resolva a palavra-cruzada abaixo:
1) Arte e técnica de fazer gravuras em relevo sobre madeira.
2) Gravura em ________ : processo de gravura feito numa matriz de metal.
3) São muito usados por estilistas de moda.
4) Ilustração feita a partir de cópia do natural.
5) Desenho voltado especialmente ao projeto de arquitetura.
6) Também conhecido como silk-screen.
7) Gravura feita sobre uma massa de papel molhada.
8) Desenho normalmente acompanhado de outras mídias, como o texto.
9) Desenho em duas dimensões, voltado à representação plana de entes geométricos.
10) É a representação de figuras sólidas, ou seja, de três dimensões, em um plano.
11) Desenho feito através do acúmulo de gordura sobre a superfície da matriz.
20 21
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
3. Escolha uma das modalidades de desenho e tente executá-lo. Explique o seu desenho.
4. Que tipo de gravura é a sua preferida? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
Escultura
Escultura é a arte de representar objetos e seres através das imagens plásticas em relevo. Para tanto,
se utiliza de materiais como o bronze, o mármore, a argila, a cera, a madeira, entre outros.
A escultura surgiu no Oriente Médio com a pretensão de copiar a realidade de forma artística. Embora
a escultura seja usada para representar qualquer coisa, o objetivo maior foi sempre representar o corpo
humano, ou a divindade antropomórfica.
A escultura ganhou destaque no Renascimento, com a estátua de Davi, obra de Michelangelo:
Técnicas, formas e materiais utilizados:
A escolha de um material normalmente implica na técnica a se utilizar. Vejamos as principais:
•	 Cinzelação: quando de um bloco de material se retira o que excede a figura, utilizando ferramen-
tas de corte própria, para pedra ou madeira;
•	 Modelagem: são utilizados materiais macios e flexíveis, facilmente modeláveis, como a cera, o
gesso e a argila.;
•	 Fundição: quando se espalha metal quente em um molde feito com outros materiais.
22 23
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Exemplos de esculturas em materiais diferentes: Expressando suas ideias
1. Responda as questões abaixo, utilizando suas próprias palavras:
a) O que você entende por escultura?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
b) Quais as principais técnicas de escultura?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
c) Qual o tipo de escultura é o seu favorito? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
d) Você conhece algum escultor famoso? Quais suas obras mais reconhecidas? Por quê? Se não conhe-
ce, pesquise.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. Classifique a técnica utilizada nas esculturas abaixo:
a) 	 		 b)
Metal
PêssegosMadeira
Gelo
Areia
24 25
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
c) 	 			d)
e)
3. Você já tentou esculpir alguma coisa? Vamos tentar? Siga os passos abaixo:
•	 Escolha um desenho fácil para esculpir. Exemplos: estrela, coração.
•	 Materiais: escolha uma barra de sabão macia, certificando-se de ter várias barras caso precise de-
las. As ferramentas que você usará para cortar o sabão são: lápis, palitos e um garfo ou outras ferramentas
(dependendo do desenho que você tem em mente).
•	 Comece devagar, segurando o sabão na mão que você não escreve, tomando cuidado para não
apertar com muita força, senão você pode esmagá-lo ou fazê-lo derreter.
•	 Utilizando seu lápis, delineie as principais partes do seu desenho diretamente no sabão.
•	 Pegue um de seus palitos, fazendo movimentos leves e firmes, comece a raspar pequenas porções
da barra de sabão. Certifique-se de espalhar jornal para segurar o sabonete que cair na raspagem, se ficar
no chão pode se tornar um lugar escorregadio.
•	 A fim de deixar partes do sabão mais macias, use os dedos. O calor de suas mãos vai ajudar a
amolecê-lo, tornando mais fácil criar uma superfície lisa.
•	 Você pode reparar pequenas rachaduras na escultura de sabão usando um palito molhado para
umedecer a superfície e, em seguida usar os dedos para fechá-las.
•	 Depois de concluir sua escultura de sabonete, armazene-a em um local fresco e seco. Muito calor
ou exposição à umidade pode fazer com que perca sua forma ou sofrer outros danos.
Exemplos:
Esculturas em sabão/sabonete.
Pintura
A pintura é a atividade artística que consiste na aplicação de pigmentos em forma líquida a uma su-
perfície, a fim de colori-la, atribuindo-lhe matizes, tons e texturas.
Em um sentido mais específico, é a arte de pintar uma superfície, tais como papel, tela, ou uma pa-
rede (pintura mural ou de afrescos). Diferencia-se do desenho pelo uso dos pigmentos líquidos e do uso
constante da cor, enquanto aquele se apropria principalmente de materiais secos.
Cores
Na pintura, o elemento fundamental é a cor. A relação entre as
cores presentes em uma obra constitui sua estrutura fundamental,
guiando o olhar do espectador e propondo-lhe sensações de calor,
frio, profundidade, sombra, entre outros. A cor é considerada por
muitos como a base da imagem.
26 27
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Ao falarmos de cores, temos duas linhas de pensamento distintas:
a Cor-Luz e a Cor-Pigmento. Falar de cor sem falar de luz é impossível.
No caso da Cor-Luz ela é a própria cor e no caso da Cor-Pigmento a luz
é refletida pelo material, fazendo com que o olho humano perceba
esse estímulo como cor.   
Os dois extremos da classificação das cores são: o branco, au-
sência total de cor, ou seja, luz pura; e o preto, ausência total de luz,
o que faz com que não se reflita nenhuma cor. Essas duas “cores”,
portanto, não são exatamente cores, mas características da luz, que
convencionamos chamar de cor. 
Cores Primárias
As cores primárias são: vermelho amarelo e azul. São consideradas as primeiras cores. O vermelho é
uma cor quente que mostra energia e coragem. O amarelo simboliza o otimismo. O azul é a cor que dá
concentração e melhora a mente.
Cores Secundárias
As cores secundárias são formadas pela mistura de duas cores primárias. São elas: laranja, que é a
mistura do amarelo com o vermelho, o verde, que é a mistura do azul com o amarelo e o violeta, que é a
mistura do vermelho com o azul. 
Cores Terciárias
São obtidas pela mistura de uma primária com uma ou mais secundárias.
Cores Complementares
As cores complementares são usadas para dar força e equilibrio a um trabalho, criando contrastes.
Vale lembrar que as cores complementares são as que mais oferecem contraste entre si. Portanto, se que-
remos destacar um amarelo, devemos colocar junto dele um violeta.
Cores neutras
Os cinzas e os marrons são consideradas as cores neutras, mas podem ser neutras também os tons de
amarelos acinzentados, azuis e verdes acinzentados e os violetas amarronzados.  
O “calor” das cores.
A temperatura das cores mostra a capacidade que as cores têm de parecer quentes
ou frias. Exemplos: os vermelhos e laranjas são cores quentes, vibrantes. Por outro
lado, os azuis e verdes são cores frias, que transmitem sensações de tranquilidade.
Matiz
É a característica que define e distingue uma cor. Vermelho, verde ou azul, pôr exemplo, são matizes.
28 29
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Tom
Refere-se a maior ou menor quantidade de luz presente na cor. Quando
se adiciona preto a determinado matiz, este se torna gradualmente mais
escuro. Para se obter escalas tonais mais claras acrescenta-se branco.   
Intensidade
Diz respeito ao brilho da cor. O disco de cores mostra que o amarelo tem
intensidade alta enquanto a do violeta é baixa.   
Técnicas De Pintura
A escolha dos materiais e técnica adequados está diretamente ligada ao resultado desejado para um
trabalho e como se pretende que ele seja entendido. Assim, a análise de qualquer obra artística passa pela
identificação do suporte e da técnica utilizadas.
O suporte mais comum é a tela, embora durante a Idade Média e o Renascimento, o afresco tenha
tido mais importância. É possível também usar o papel (embora seja pouco adequado à maior parte das
tintas).
Quanto aos materiais, a escolha normalmente envolve uma preferência pessoal do pintor e sua dis-
ponibilidade. O papel é suporte comum para a aquarela e o guache, e eventualmente para a tinta acrílica.
As técnicas e materiais mais conhecidos são:
•	 Pintura a óleo: se caracteriza por utilizar pigmentos moídos e misturados com óleo, que pode ser
o de linhaça, de noz, ou outros, adicionando-se a eles, na aplicação, óleos dissolventes e secantes.
Mona Lisa, La Gioconda - Leonardo da Vinci
•	 Tinta acrílica: O acrílico é uma tinta sintética solúvel em água, sendo muito prática, pois possui
uma secagem muito rápida. Também é usada para pintura de residências, podendo ser aplicada em am-
bientes internos e externos.
Jéssica Martins: tinta acrílica com espátula
•	 Aquarela: é uma técnica de pintura que utiliza corantes dissolvidos em água, possui transparência
e luminosidade. É uma técnica que exige agilidade, segurança e espontaneidade do artista, pois é quase
impossível a correção de um erro.
Igreja de São Bartolomeu, Portugal – Anildo Motta
•	 Guache: é um tipo de pintura semelhante à aquarela, mas com uma consistência mais densa e
opaca devido à adição de pigmento branco à mistura, alem de goma-arábica como aglutinante. É solúvel
em água, de secagem rápida, que depois de seca permite a sobreposição de outras cores.
Tropaelum majus de Hans-Simon Holtzbecker
30 31
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
•	 Caseína: a têmpera da caseína é a pintura feita com a proteína do leite, e tem origem também na
antiguidade, ao lado das outras têmperas feitas de colas animais e vegetais. Os suportes tradicionais para
a pintura de caseína são os painéis rígidos, cartões e papéis grossos e sua secagem é bastante rápida.
Ricardo Pereira - têmpera de caseína, óleo e pasta de cera sobre tela colada em mansonite.
•	 Afresco: é uma técnica de pintura que precisa ser realizada nas paredes ou tetos de cal, gesso ou
outro material similar, enquanto seu esboço ainda está úmido, ou fresco (daí o nome). O fato dos afrescos
secarem rapidamente obriga o pintor a ser muito rápido, ter traços firmes e um objetivo claro da obra
final, pois é muito difícil de se realizar correções posteriores.
Afresco de Rafael Sanzio
•	 Têmpera: é uma técnica que deixa a pintura com aparência aquarelada, feita com uma mistura
que pode ser à base de clara de ovo ou cerveja, entre outros materiais.
Têmpera a ovo – Gabriela Soares
•	 Encáustica: é uma técnica de pintura, na qual o artista mistura cores em uma cera aquecida e
derretida.
Retrato feminino – Egito
Expressando suas ideias
1. Em que consiste a pintura?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. Qual o seu pintor favorito? Que tipo de técnica ele usa(va)?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
3. Defina com suas palavras o que é cor. Quais as cores primárias? E as secundárias? Porque levam esse
nome?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
4. Qual a sua cor favorita? Por que (que sentimento a cor lhe transmite)?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
32 33
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
5. Relacione as pinturas aos autores e títulos da obra:
a)
_ _________________________________________________
_________________________________________________
b)
________________________________________________
________________________________________________
c)
_ _____________________________________________________________
_____________________________________________________________
d)
_________________________________________________
_________________________________________________
e)
__________________________________________
__________________________________________
( ) Claude Monet – Campo de papoulas em Argenteuil
( ) Tarsila do Amaral – O vendedor de frutas
( ) Leonardo da Vinci – A Última Ceia
( ) Van Gogh – A Sesta
( ) Edouard Manet – Grande canal
34 35
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
6. Complete a palavra cruzada com a técnica de pintura correspondente:
a) É uma tinta sintética solúvel em água e possui uma secagem muito rápida.
b) Semelhante à aquarela, mas com uma consistência mais densa e opaca.
c) Técnica de pintura que precisa ser realizada enquanto seu esboço ainda está úmido, ou fresco.
d) Utiliza pigmentos moídos e misturados com óleo.
e) Técnica de pintura que utiliza corantes dissolvidos em água, possui transparência e luminosidade.
f) Pintura feita a partir da proteína do leite.
g) O artista mistura cores em uma cera aquecida e derretida.
h) Deixa a pintura com aparência aquarelada.
Caricatura
A caricatura é o desenho de uma pessoa ou de um fato que, pelas deformações obtidas por um traço cheio
de exageros, se apresenta como forma de expressão grotesca ou cômica.
Pode ser feita por computador ou desenho livre. Exemplos:
	 Caricatura Felipe Massa Caricatura Myke Tyson 	 Caricatura de Charles Darwin, 1871
Expressando suas ideias
1.	 Você consegue identificar quem são os personagens que inspiraram as caricaturas abaixo? Faça a
correspondência entre o desenho e a pessoa no qual foi inspirado. Exemplo:
a)
b)
( a )
( )
36 37
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
c)
d)
e)
f)
g)
( )
( )
( )
( )
( )
h)
i)
j)
k)
( )
( )
( )
( )
38 39
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
2. Você já fez alguma caricatura? Qual? Se não, tente fazer uma, seguindo os passos abaixo:
Etapa 1: desenhe duas figuras ovais para a cabeça e o focinho. Desenhe um corpo em formato de
batata. Use duas linhas curtas para fazer o pescoço.
Etapa 2: adicione figuras em U de cabeça para baixo a uma
linha curva para fazer os olhos. Use um triângulo arredondado
para o nariz. Acrescente dois tubos curvos (um deles sem pon-
ta) para as orelhas. Use uma grande figura em J para fazer a
perna dianteira à sua esquerda. Esboce uma figura oval irregu-
lar e três linhas quase retas para desenhar a perna dianteira à
sua direita. Use uma figura oval, duas linhas retas e uma figura
grande em J para a perna traseira. Faça a cauda parecer com a
parte de cima de um ponto de interrogação.
Etapa 3: esboce as pupilas, as íris e as pálpebras
com figuras em J e linhas curvas curtas. Forme as na-
rinas com uma figura em Y conectada a figuras ovais
finas e uma linha curva. Crie a boca com duas figuras
em J paralelas. Use uma linha curva em uma figura
quadrada em U para fazer o pescoço. Desenhe figuras
em U e V e outra curva em Y para as patas. Dê forma
ao dorso e ao peito com uma figura em U e outras ir-
regulares em Y.
Etapa 4: adicione sobrancelhas em formato de vírgula. Use linhas curvas curtas para os bigodes e os
pêlos da cabeça. Faça os detalhes das orelhas com duas linhas curtas e uma figura em Y invertida. Esboce
a língua em formato de U com uma linha curva sobre ela.
Coloque uma pequena figura em formato de vírgula na extremidade da boca. Adicione figuras em V
curvas para redimensionar a cauda. Desenhe uma longa linha curva por todo o dorso. Use duas marcas
de checagem para os cotovelos.
Etapa 5: escureça as sobrancelhas, as pupilas, a boca e as narinas. Sombreie o pescoço com linhas
retas curtas. Adicione linhas curvas curtas para mostrar a cauda balançando. Perfeito, sua caricatura de
cachorro feliz está completa!
Fonte: http://lazer.hsw.uol.com.br/como-desenhar-cartoons2.htm
40 41
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Arte Rupestre
Arte Rupestre é o nome que se dá ao tipo de arte mais antigo da
história, baseado principalmente nas pinturas, desenhos ou representa-
ções artísticas gravadas nas paredes e tetos das cavernas.
Esse tipo de arte teve início no período Paleolítico Superior, sendo
usado como material artístico, ossos de animais, cerâmicas e pedras. As
tinturas eram produzidas através das folhas das árvores e do sangue de
animais.
Características principais da arte rupestre
O homem pré-histórico se expressava artisticamente através dos de-
senhos que fazia nas paredes de suas cavernas. Suas pinturas mostravam
os animais e pessoas do período em que vivia, além de cenas de seu co-
tidiano (caça, rituais, danças, alimentação etc.). Expressava-se também
através de esculturas em madeira, osso e pedra. O estudo desta forma de
expressão contribui com os conhecimentos que os cientistas têm a respei-
to do dia a dia dos povos antigos.
Expressando suas ideias
1. O que você entende por arte rupestre?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. Observando as obras abaixo, você consegue identificar o que está sendo retratado?
a)
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
b)
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
c)
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
42 43
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
3. Para pensar e debater: você acha que o grafite é um tipo de arte contemporânea que se aproxima da
arte rupestre? Afinal, o grafite também é uma forma de expressão que representa a sociedade da época.
Por que as pessoas grafitam? O que elas deixam registrado?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
Arte Barroca
O termo barroco costuma designar o estilo artístico que floresceu na Eu-
ropa entre o final do Século 16 e meados do Século 18. Apesar de ter sido
um estilo internacional, percebe-se maior influência entre países como a Itália,
Espanha e Áustria, não tendo atingido muito os países protestantes como a
Inglaterra.
O barroco apresenta características regionais nas diferentes localidades
em que se desenvolveu. Suas principais características são a teatralidade das
obras, o dinamismo, a urgência, o conflito e o forte apelo emocional. O homem
barroco é um ser dividido, em conflito, repleto de energia e extremamente
místico. Os artistas da época expressavam essa energia e suas convicções espi-
rituais em suas obras.
Vejamos algumas das características do período:
Escultura: predominância dos temas religiosos e exaltação do realismo.
Pintura: composição assimétrica, em diagonal; acentuado contraste de claro-escuro (expressão dos sen-
timentos); realista, abrangendo todas as camadas sociais; escolha de cenas no seu momento de maior
intensidade dramática; a luz não aparece por um meio natural, mas sim projetada para guiar o olhar do
observador até o acontecimento principal da obra.
Caravaggio – A Crucificação de São Pedro
Arquitetura: na arquitetura barroca, os conceitos de volume e simetria vigentes no renascimento são
substituídos pelo dinamismo e pela teatralidade, onde mais do que a exatidão da geometria, prevalece a
superposição de planos e volumes, um recurso que tende a produzir diferentes efeitos visuais, tanto nas
fachadas quanto no desenho dos interiores.
Literatura: caracterizou-se pelo dualismo, refletindo o contraste entre as grandes forças reguladoras da
existência humana: fé x razão; corpo x alma; Deus x Diabo; vida x morte, etc. Mas o artista barroco não
deseja apenas expor os contrários, ele quer conciliá-los, integrá-los. Considera o caráter efêmero da exis-
tência; essa consciência da transitoriedade da vida conduz frequentemente à idéia de morte, tida como a
expressão máxima da fugacidade da vida. A incerteza da vida e o medo da morte fazem da arte barroca
uma arte pessimista, marcada por um desencantamento com o próprio homem e com o mundo. Uso de
linguagem rebuscada e trabalhada ao extremo, usando muitos recursos estilísticos e figuras de linguagem
e sintaxe. Autores importantes: Gregório de Matos, Padre Antônio Vieira.Obra de Aleijadinho Apolo e Dafne, de Bernini
Palácio de Schonbrunn
Igreja de Il Gesú - Vignola y Giacomo della Porta
Roma - século XVI
44 45
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Expressando suas ideias
1. Quais as principais características da arte barroca?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. (FUVEST-SP) “Nasce o sol, e não dura mais que um dia,/ Depois da Luz se segue a noite escura,/ Em
tristes sombras morre a formosura,/ Em contínuas tristezas a alegria.”
Na estrofe acima, de Gregório de Matos, a principal característica do Barroco é:
a) O culto da natureza.
b) A utilização de rimas alternadas.
c) A forte presença de antíteses.
d) O culto do amor cortês.
e) O uso de aliterações.
3. (UFRS) Com relação ao Barroco brasileiro, assinale a alternativa incorreta.
a) Os Sermões, do padre António Vieira, elaborados numa linguagem conceptista, refletiram as preocu-
pações do autor com problemas brasileiros da época,por exemplo, a escravidão.
b) Os conflitos éticos vividos pelo homem .do Barroco corresponderam, na forma literária ao uso exage-
rado de paradoxos e inversões sintáticas.
c) A poesia barroca foi a confirmação, no plano estético, dos preceitos renascentistas de harmonia e
equilíbrio, vigentes na Europa no século XVI, que chegaram ao Brasil no século XVII, adaptados, então, à
realidade nacional.
d) Um dos temas principais do Barroco é a efemeridade da vida, questão que foi tratada no dilema de
viver o momento presente e, ao mesmo tempo, preocupar-se com a vida eterna.
e) A escultura barroca teve no Brasil o nome de António Francisco Lisboa, o Aleijadinho, que, no século
XVII, elaborou uma arte de tema religioso com traços nacionais e populares, numa mescla representati-
va do Barroco.
4. (PUCC-SP)
“Que falta nesta cidade? Verdade.
Que mais por sua desonra? Honra.
Falta mais que se lhe ponha? Vergonha.
O demo a viver se exponha,
Por mais que a fama a exalta,	
Numa cidade onde falta
Verdade, honra, vergonha.”
Pode-se reconhecer nos versos acima, de Gregório de Matos,
a) o caráter de jogo verbal próprio do estilo barroco, a serviço de uma crítica, em tom de sátira, do perfil
moral da cidade da Bahia.
b) o caráter de jogo verbal próprio da poesia religiosa do século XVI, sustentando piedosa lamentação
pela falta de fé do gentio.
c) o estilo pedagógico da poesia neoclássica, por meio da qual o poeta se investe das funções de um au-
têntico moralizador.
d) o caráter de jogo verbal próprio do estilo barroco, a serviço da expressão lírica do arrependimento do
poeta pecador.
e) o estilo pedagógico da poesia neoclássica, sustentando em tom lírico as reflexões do poeta sobre o
perfil moral da cidade da Bahia.
5. Pesquise e cite 1 representante (incluindo pelo menos 1 obra do autor) da arte barroca, que tenha se
destacado na:
a) Arquitetura:
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
b) Pintura:
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
c) Escultura:
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
Ilusão de Ótica
O termo Ilusão de ótica aplica-se a todas ilusões que “enganam” o sistema visual humano fazendo-nos
ver qualquer coisa que não está presente ou fazendo-nos vê-la de um modo errôneo.
As ilusões são muito boas para termos idéia de como funciona nosso cérebro, porque podem revelar
os contrastes escondidos em um sistema visual e também podem falhar. Sendo assim as ilusões são diver-
tidas, porque combinam elementos claros e elementos surpresa em uma única cena.
Exemplos:
46 47
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Expressando suas ideias
1. O que você entende por ilusão de ótica?
2. O que você vê nas imagens abaixo:
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
a)
b)
c)
d)
e)
48 49
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Artesanato Nordestino
O artesanato é essencialmente o próprio trabalho manual ou produção de
um artesão, feito com a ajuda de ferramentas simples ou máquinas rudimenta-
res, que se baseia em temática popular e utiliza a matéria-prima local ou regio-
nal.
O Brasil, por ser muito extenso e ter sofrido a influência de diversos povos,
possui uma produção artesanal bastante rica e diversificada, variando de região
para região. No Nordeste, em particular, é uma das importantes atrações tu-
rísticas. Para elaborar os artesanatos, os nordestinos utilizam vários materiais
oriundos da flora e da fauna nativas, tais como: palha, juta, vime, areia colorida,
concha, barro, couro etc.
Cada material ou grupo de materiais dá origem a um tipo ou variedade de produto artesanal, onde os
temas e modelos advêm do próprio grupo social. Os produtos artesanais, em cada estado, sofrem varia-
ção de acordo com a presença e/ou abundância dos materiais.
Vejamos algumas das principais atividades artesanais do Nordeste:
•	 Artesanato de barro: O artesanato de barro é uma produção espontânea que parte da sensibili-
dade e ingenuidade do artesão. Normalmente são esculturas que representam elementos regionais do
artesão, na cerâmica decorativa. Mas também podem ser empregados na confecção de panelas, travessas
e outros utensílios (cerâmica utilitária).
•	 Tecelagem e rede de dormir: vários municípios do Nordeste possuem tecelagens de boa qualida-
de, e se destacam principalmente na confecção de redes de dormir.
	
	
•	 Bordados: os mais comuns são: labirinto, ponto-de-cruz, ponto-cheio, rococó, richelieu e redendê.
Exemplos (mesma ordem):
•	 Rendas: em se tratando de rendas - herança dos portugueses - o Nordeste produz os seguintes
tipos: de bilros, labirinto, crochê, irlandesa, renascença e filé.
50 51
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
•	 Cestarias e trançados: objetos ou utensílios, obtido através de objetos trançados. Ela compreende
a técnica de fabricação de cestos, bolsas, mandalas e outros objetos e designa a arte de trabalhar fibras.
		
•	 Objetos em madeira: produção de gamelas, pilões, colheres de pau, santos e anjos. Como os ob-
jetos em barro, podem ser decorativos ou utilitários.
•	 Artigos em couro: produção de bolsas, sandálias, chapéu, selas, cintos etc.
	
•	 Areia colorida: Com as areias multicores das falésias, os artistas criam as famosas garrafinhas co-
loridas. Pacientemente, com estiletes e diminutas pasinhas, eles as vão dosando para dentro das garrafas,
formando paisagens e desenhos variados. Obviamente é um trabalho de muita paciência e habilidade.
		
•	 Metais: Com latas usadas, os artesãos fabricam bacias, canecas, lamparinas, funis, caçarolas, for-
mas de bolo, etc. Com forja e bigorna e rudimentares instrumentos de ferreiros, são confeccionados foi-
ces, armadores de redes, chocalhos, estribos, argolas, fechaduras.
Expressando suas ideias
1. Com suas palavras, defina artesanato.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
52 53
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
2. Quais as principais atividades artesanais do Nordeste brasileiro? E qual o tipo de artesanato você pre-
fere? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
3. Preencha a palavra-cruzada abaixo, classificando o tipo de artesanato corretamente:
Dança
A dança é uma das três principais artes cênicas da Antiguidade, ao lado do teatro e da música. Pode
ser definida como a arte de mexer o corpo, criando uma harmonia própria. Na maior parte dos casos, a
dança, com passos cadenciados é acompanhada ao som e compasso de música e envolve a expressão de
sentimentos potenciados por ela.
A dança sempre foi muito importante na vida do homem, pois o acompanha ao longo da sua história
- desde os rituais dos povos primitivos, passando por acontecimentos sociais e religiosos, e influenciando
até nas festas dos dias de hoje, podendo existir como manifestação artística ou como forma de diverti-
mento e/ou cerimônia.
No século XVI, surgiram os primeiros registros das danças, com características próprias de cada loca-
lidade. No século XIX surgiram as danças feitas em pares, como a valsa, a polca, o tango, dentre outras. Já
no século XX, surgiu o rock’n roll, que revolucionou o estilo musical e, consequentemente, os ritmos das
danças.
Com a mistura dos povos, os aspectos culturais também foram se difundindo. O maracatu, o samba
e a rumba são prova disso, pois se originaram através das danças vindas dos negros, dos índios e dos eu-
ropeus.
Abaixo seguem alguns ritmos de dança, valendo a pena conhecer mais sobre cada um deles, se tiver
a oportunidade:
• Tango		 • Lambada		 • Frevo			 • Cancan		 • Ballet
• Dança do ventre	 • Sapateado		 • Dança de rua	 • Forró			 • Valsa
• Flamenco		 • Vanerão		 • Quadrilha		 • Country		 • Bolero
• Rock			 • Pagode		 • Funk			 • Hip Hop
a) b)
c) d)
e) f)
g) h)
54 55
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Expressando suas ideias
1. Qual o significado da dança para você?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. Qual o tipo de dança de sua preferência? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
3. Você acha que a dança é importante para o bem-estar das pessoas? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
4. Pesquise e descubra a origem das seguintes danças:
a) Ballet:______________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
b) Tango:______________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
c) Samba:______________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
d) Sapateado:__________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
e) Escolha um estilo de sua preferência: _____________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
5. Identifique o tipo de dança representado nas figuras abaixo. Veja o exemplo:
a)
Pole Dance
b)
	
_______________________
Dança do Ventre
Tango
Samba
Balé
Valsa
56 57
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
c)
_ _________________ 	
_________________
d)
_ _________________
_ _________________
e)
_ __________________
_ __________________
f)
_ __________________
_ __________________
g)
_______________________
h)
_______________________ 	
_______________________
i)
______________________ 	
______________________
j)
____________________
____________________
Música
Podemos definir a música como uma combinação
harmoniosa e expressiva de sons; uma forma de linguagem
que se utiliza da voz, instrumentos musicais e outros
artifícios, para expressar algo a alguém.
As práticas musicais não podem ser isoladas do contexto
cultural. Cada cultura possui seus próprios tipos de música,
totalmente diferentes em seus estilos, abordagens e
concepções.
Gêneros Musicais
Assim como existem várias definições para música, existem muitas divisões e agrupamentos da mú-
sica em gêneros, estilos e formas. Uma das divisões mais frequentes separa a música em grandes grupos:
•	 Música erudita - a música tradicionalmente dita como “culta” e no geral, mais elaborada. Em geral
exige uma atitude contemplativa e uma audição concentrada. Os gêneros eruditos são divididos princi-
palmente de acordo com o período em que foram compostas ou pelas características predominantes da
obra.
•	 Música popular - associada a movimentos culturais populares. Segue tendências e modismos, mui-
tas vezes é associada a valores puramente comerciais, embora, ao longo do tempo, tenha incorporado di-
versas tendências vanguardistas e inclui estilos de grande sofisticação. É um tipo musical frequentemente
associado a elementos extra-musicais, como textos (letra de canção), padrões de comportamento e ideo-
logias; sendo subdividida em diversos gêneros distintos, de acordo com a instrumentação, características
musicais predominantes e o comportamento do grupo que a pratica ou ouve.
•	 Música folclórica ou música nacionalista - associada a fortes elementos culturais de cada grupo
social. Normalmente é transmitida por imitação e costuma durar décadas ou séculos. Incluem-se neste
gênero as cantigas de roda e de ninar.
•	 Música religiosa - utilizada em liturgias, tais como missas e funerais. Também pode ser usada para
adoração e oração ou em diversas festividades religiosas como o natal e a páscoa, entre outras.
Música Popular Brasileira
A Música Popular Brasileira (mais conhecida como MPB) é um gênero musical brasileiro, que surgiu
a partir de 1966, com a segunda geração da Bossa Nova. Na prática, a sigla
MPB anunciou uma fusão de dois movimentos musicais até então divergen-
tes, a Bossa Nova e o engajamento folclórico dos Centros Populares de Cultu-
ra da União Nacional dos Estudantes. Os primeiros defendiam a sofisticação
musical e os segundos, a fidelidade à música de raiz brasileira. Com o golpe
de 1964, os dois movimentos se tornaram uma frente ampla cultural contra
o regime militar, adotando a sigla MPB na sua bandeira de luta.
58 59
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
3. Que estilo de música brasileira você mais gosta? Qual a sua música preferida? Explique sua escolha.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
4. Identifique o estilo musical nas canções abaixo. Veja o exemplo:
a) Chega de Saudade (Tom Jobim/ Vinicius de Moraes): Bossa Nova
b) Com que Roupa? (Noel Rosa): _______________________________________________________
c) Samba de uma Nota Só (Tom Jobim/ Newton Mendonça):_________________________________
d) Asa Branca (Luiz Gonzaga): __________________________________________________________
e) Dormi na Praça (Fatima Leão / Elias Muniz – Canta: Bruno & Marrone): ______________________
f) Ô Abre Alas (Chiquinha Gonzaga): _____________________________________________________
Teatro
A palavra teatro vem do grego théatron (significa panorama, no sentido de ser o lugar onde as pessoas
se reúnem com o objetivo de assistir a um espetáculo) e pode ser definido como uma forma de arte em
que um ator ou conjunto de atores interpreta uma história ou atividades para o público em um determi-
nado lugar.
Existem várias teorias sobre a origem do teatro, embora nenhuma delas possa
ser comprovada, pois existem mais especulações do que evidencias. Uma das hipó-
teses da origem do teatro refere-se à prática de rituais dos povos primitivos. Outra
hipótese seria o surgimento a partir da contação de histórias, ou se desenvolvido a
partir de danças, jogos, imitações. Já para alguns historiadores, o teatro apareceu
na Grécia Antiga, no séc. IV a.C., em decorrência dos festivais anuais em consagra-
ção a Dionísio, o deus do vinho e da alegria. O teatro grego pode ser dividido em
três partes: tragédia, comédia antiga e comédia nova.
•	 Tragédia: apresentava como principais características o terror e a piedade que despertava no pú-
blico e geralmente contava a história de deuses e heróis. Para os autores clássicos, era o mais nobre dos
gêneros literários. Autores: Ésquilo, Sófocles e Eurípedes.
Busto de Ésquilo
Depois, a MPB passou abranger outras misturas de ritmos como a do rock, soul e o samba, dando ori-
gem a um estilo conhecido como samba-rock, a do música pop e do Samba, tendo como artistas famosos
Gilberto Gil, Chico Buarque e outros e no fim da década de 1990 a mistura da música latina influenciada
pelo reggae e o samba, dando origem a um gênero conhecido como Samba reggae.
Apesar de abrangente, a MPB não deve ser confundida com Música do Brasil, em que esta abarca
diversos gêneros da música nacional, entre os quais o baião, a bossa nova, o choro, o frevo, o samba, o
forró, o pagode, sertanejo, e a própria MPB. Vejamos alguns desses estilos musicais:
•	 Samba: é a principal forma de música de raízes africanas surgida no Brasil.
Artistas e compositores famosos: Cartola, Noel Rosa, Beth Carvalho, Paulinho da Viola,
Zeca Pagodinho, Martinho da Vila.
•	 Pagode: usualmente é cantado por uma pessoa acompanhada por cavaqui-
nho, violão e pelo menos por um pandeiro. As letras são descontraídas, falam nor-
malmente de amor ou qualquer situação engraçada. Artistas famosos: Raça Negra,
Molejo, Exaltasamba.
•	 Bossa Nova: surgiu na década de 1960. Este estilo é uma mistura do Jazz com o samba. Artistas
famosos: João Gilberto, Tom Jobim e Vinícius de Moraes.
•	 Choro: popularmente chamado de chorinho, é um gênero musical
em geral de ritmo agitado e alegre, caracterizado pelo virtuosismo e improvi-
so dos participantes, que precisam ter muito estudo e técnica, ou pleno do-
mínio de seu instrumento. O choro é considerado a primeira música popular
urbana típica do Brasil e difícil de ser executado. Artistas famosos: Chiquinha
Gonzaga, Ernesto Nazareth e Pixinguinha.
•	 Forró: o forró é composto por vários ritmos brasileiros tipicamente nordesti-
nos, tais como: o xote, o baião, o xaxado, e coco. Outros estilos de forró são: o forró
universitário, uma revisitação do forró tradicional (conhecido como forró pé-de-ser-
ra) e o forró eletrônico ou estilizado. Artistas famosos: Luiz Gonzaga, Dominguinhos,
Elba Ramalho.
•	 Sertanejo: ou música caipira é um gênero musical do Brasil produzido por
compositores rurais e urbanos, cujo som da viola é predominante. Artistas famosos:
Chitãozinho e Xororó, Rio Negro & Solimões, Pena Branca e Xavantino.
Expressando suas ideias
1. Qual o significado da música para você?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. Qual o seu gênero musical favorito? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
60 61
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
•	 Comédia antiga: fazia alusões jocosas aos mortos, satirizava personalidades vivas e até mesmo os
deuses, e por isso, teve sempre a sua existência muito ligada à democracia. Principal autor: Aristófanes.
•	 Comédia nova: na comédia nova, diferentemente da comédia antiga, o coro já não é um elemen-
to atuante, sendo sua participação resumida à coreografia dos momentos de pausa da ação, e a política
quase não é discutida. Seu tema são as relações humanas, como por exemplo, as intrigas amorosas. A
comédia nova é mais realista e procura, utilizando uma linguagem bem comportada, estudar as emoções
do ser humano. Principal autor: Menandro.
Teatro no Brasil
A implantação do teatro no Brasil ocorreu no século XVI,
tendo como motivo a propagação da fé religiosa, ou seja, de-
vido ao empenho dos jesuítas em catequizar os índios. Deste
período, podemos destacar o padre José de Anchieta, que es-
creveu alguns autos (antiga composição teatral) que visavam
a catequização dos indígenas, bem como a integração entre
portugueses, índios e espanhóis.
Só a partir do século XIX, com a vinda da corte para o
Brasil que se deu o progresso do teatro em terras brasileiras.
Em 1867, Gonçalves de Magalhães, introduziu no Brasil a in-
fluência romântica, que iria orientar escritores, poetas e dra-
maturgos, sendo Gonçalves Dias (poeta romântico) um dos
autores mais representativos dessa época.
O século XX despontou com um sólido teatro de variedades,
mistura do varieté francês e das revistas portuguesas. O teatro ain-
da não recebera as influências dos movimentos modernos que se
destacavam na Europa desde o final do século anterior.
A partir da encenação de Vestido de Noiva, de Nélson Rodri-
gues, que nasce o moderno teatro brasileiro, não somente do pon-
to-de-vista da dramaturgia, mas também da encenação, e em pleno
Estado Novo. Surgiram grupos e companhias estáveis de repertório,
como (a partir da década de 1940): Os Comediantes, o TBC, o Tea-
tro Oficina, o Teatro de Arena, o Teatro dos Sete, a Companhia Celi-
-Autran-Carrero, entre outros.
Com a ditadura militar, veio a censura prévia a autores e ence-
nadores, o que levou o teatro a um retrocesso produtivo, mas não
criativo. Com o fim do regime militar, no início da década de 1980,
o teatro tentou recobrar seus rumos e estabelecer novas diretrizes.
Surgiram grupos e movimentos de estímulo a uma nova dramatur-
gia, traduzida no que vemos hoje em dia.
Gêneros Teatrais
Gêneros Teatrais são formas de apresentação teatral. Como toda a gene-
ralização, será sempre marcada por questões e pontos de vista de cultura e
de cada época. Novas formas de teatro vão surgindo e fundindo-se umas nas
outras. Vejamos as principais formas de teatro:
•	 Auto – é um subgênero da literatura dramática. Visava satirizar pessoas. A moral é um elemento
decisivo nesse subgênero.	
•	 Comédia – tem o propósito de provocar riso nos espectadores, tanto pelas situações cômicas, pela
caracterização de tipos e de costumes, quanto pelo absurdo da história.
Comédie-Française em Paris
•	 Drama – o enredo se baseia principalmente em conflitos sentimentais humanos, muitas vezes com
um tema geral triste. É entendido também como uma forma acentuada de tragédia.	
•	 Farsa – é uma modalidade burlesca, caracterizada por personagens e situações caricatas. Não pre-
tende o questionamento de valores.
•	 Melodrama – procura efeitos fáceis e conhecidos de envolvimento do público, com a utilização de
fundos musicais que procuram induzir a platéia ao choro ou ao suspense, com um sentimentalismo exa-
gerado. Conta, em sua construção dramática, com a alternância de elementos da tragédia e da comédia.
•	 Ópera – um gênero artístico que consiste num drama encenado com música.
•	 Mímica – peça de teatro em que os atores representam apenas por gestos.
Marcel Marceau – Mago da mímica
•	 Monólogo – é uma longa fala ou discurso pronunciado por uma única pessoa ou enunciador.
•	 Musical – estilo de teatro que combina música, canções, dança, e diálogos falados.
•	 Revista–gênerodeteatro,degostomarcadamentepopular,quetemcomocaracterísticasprincipais
aapresentaçãodenúmerosmusicais,apelo àsensualidadeeàcomédia leve,comcríticassociais epolíticas.
62 63
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
•	 Stand-up comedy – indica um espetáculo de humor executado por apenas um comediante.	
José Vasconcelos e Bruno Motta: o pioneiro e a nova geração da comédia Stand Up juntos.
•	 Tragédia – forma de drama, que se caracteriza pela sua seriedade e dignidade, frequentemente
envolvendo um conflito entre uma personagem e algum poder de instância maior, como a lei, os deuses,
o destino ou a sociedade.
•	 Teatro Infantil – é uma apresentação cênica
feita para crianças onde os atores utilizam muita
criatividade, imaginação, fantasia e emoção. Os temas
mais utilizados são os contos de fadas e fábulas.
•	 Teatro Invisível – uma cena do cotidiano é en-
cenada e apresentada no local onde poderia ter acon-
tecido, sem que se identifique como evento teatral.
Desta forma, os espectadores são reais participantes,
reagindo e opinando espontaneamente à discussão
provocada pela encenação.
•	 Teatro de Fantoches – apresentação feita com fantoches, marionetes ou bonecos de manipulação,
em especial aqueles onde o palco, cortinas, cenários e demais caracteres próprios são construídos espe-
cialmente para a apresentação.
•	 Teatro de Rua – apresentação de gêneros teatrais por artistas ou grupos especializados em lugares
públicos.	
Teatro de rua
•	 Teatro de Sombras – originário da China, os atores utilizam a sombra provocada por um ou mais
feixes de luz para a realização de sua apresentação.
Teatro de Sombras
•	 Teatro Kabuki – é uma forma de teatro japonês, conhecida pela estilização do drama e pela elabo-
rada maquiagem usada por seus atores.
Teatro Kabuki
Expressando suas ideias
1. O que você entende por teatro?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
64 65
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
2. Você já assistiu a alguma peça de teatro? Qual? O que você achou? Se nunca assistiu, que tipo de espe-
táculo gostaria de assistir? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
3. Resuma a origem do teatro no Brasil.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
4. Você já ouviu falar da peça Romeu e Julieta? Quem é o seu autor? Pesquise e faça um resumo de sua
vida.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
5. Qual gênero teatral é o seu favorito? Por quê? Cite uma peça do gênero escolhido, bem como seu autor.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
6. Complete o quadro de acordo com o gênero literário correspondente:
a) modalidade burlesca, caracterizada por personagens e situações caricatas.
b) a moral é um elemento decisivo nesse subgênero.
c) gênero artístico que consiste num drama encenado com música.
d) peça de teatro na qual os atores representam apenas por gestos.
e) tem como características principais a apresentação de números musicais, apelo à sensualidade e à co-
média leve, com críticas sociais e políticas.	
f) apresentação de gêneros teatrais por artistas ou grupos especializados em lugares públicos.	
g) é entendido como uma forma acentuada de tragédia.	
h) tem o propósito de provocar riso nos espectadores.
i) combina música, canções, dança, e diálogos falados.
j) apresentação feita com fantoches, marionetes ou bonecos de manipulação.
k) forma de teatro japonês, conhecida pela elaborada maquiagem usada por seus atores.
l) é uma longa fala ou discurso pronunciado por uma única pessoa ou enunciador.
7. Para algumas pessoas, o teatro pode ser considerado a “Arte Total”, ou seja, a arte que engloba todas
as outras artes. Você concorda com essa afirmação? Por quê?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
66 67
Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes
Artes Audiovisuais
No séc. XIX, os avanços tecnológicos oriundos da
Revolução Industrial transformaram o campo das artes
ao aproximar da produção estética os meios técnicos de
criação e reprodução da imagem, passando a recorrer
aos recursos tecnológicos para sua criação e execução.
Assim, podemos entender as Artes Audiovisuais
como a técnica de trabalhar com o som e a imagem em
movimento, em meio televisivo ou cinematográfico, para
um público grande ou pequeno.
O ensino das Artes Audiovisuais institui-se como um elemento de reestruturação do conhecimento
humano na atualidade, pois o contato que todos têm hoje com a imagem em movimento, conjugada com
o som, representa uma mudança significativa na forma de alguém se posicionar na sociedade.
Televisão
A televisão em sua forma original e até hoje mais popu-
lar, envolve a transmissão de som e imagens em movimento
por ondas de radiofrequência (RF), captadas por um recep-
tor (o televisor). Neste sentido, é uma extensão do rádio.
Funciona como meio de comunicação para a difusão de
atividades e programas artísticos, informativos, educativos
etc.
Um exemplo da força da mídia é a hegemonia cultural
que a televisão conseguiu por muitos anos, com uma produ-
ção e reprodução de imagens que influenciaram e ainda influenciam enormemente no comportamento
da população em quase todo o mundo e em quase todas as situações sociais – costumes, religião, ética,
política etc.
Cinema
Quem não se encantou quando foi pela primeira vez ao ci-
nema assistir a um filme? Imagine então como ficaram as pes-
soas que assistiram ao primeiro filme do mundo. Isso só foi pos-
sível quando os irmãos Lumière criaram o cinematógrafo, que
era uma câmera de filmar e projetar imagens em movimento.
A estrutura de um cinematógrafo
Com o cinematógrafo em mãos, os irmãos
Lumière começaram a produzir seus filmes, cuja
apresentação pública foi realizada pela primeira
vez em 1895, na França. O cinema com som surgiu
em 1926, com o filme “The Jazz Singer”, da War-
ner Brothers, recurso criado com o auxílio de um
sistema de som Vitaphone, embora o som do fil-
me não fosse totalmente sincronizado. Somente
em 1928 a Warner Brothers obteve sucesso com a
sincronização entre o som e a cena, no filme “The
Lights of New York”. A partir desse momento o ci-
nema passou por um processo de evolução até
chegar aos dias atuais, com todo seu glamour e en-
cantamento aliado à sofisticação e modernidade.
Videoclipe
Alguns anos atrás as pessoas associavam o som apenas
ao sentido da audição. Com o desenvolvimento da computa-
ção gráfica surgiram novas formas de apresentação de uma
música. O videoclipe ampliou o universo sonoro da música ao
romper com a tradicional apresentação apenas verbal.
A tecnologia passou a ser uma poderosa ferramenta artís-
tica-expressiva.
Michael Jackson ao longo de sua carreira gravou mui-
tos vídeoclipes.
Engana-se quem pensa que um videoclipe busca apenas
vender ou divulgar um álbum musical ou mesmo outro produ-
to qualquer. Ele se constitui também numa expressão artística
que desenvolve linguagens ousadas e criativas, influenciando
no estilo de vida das pessoas, especialmente dos jovens. Até
mesmo o cinema e a internet fazem uso de algumas de suas
técnicas.
Videoclipe da música “Abecedário da Xuxa”
68
Educação para Jovens e Adultos - Artes
Expressando suas ideias
1. O que você entendeu por artes audiovisuais?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2. Em sua opinião, qual público interage mais com as artes audiovisuais?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
3. “O contato que todos têm hoje com a imagem em movimento, conjugada com o som, representa uma
mudança significativa na forma de alguém se posicionar na sociedade.” Em sua opinião, de que forma isso
acontece? Debata em sala de aula sobre essa questão.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
4. Pesquise e descubra qual a política do poder pública para o desenvolvimento da arte no município em
que você mora. Registre as informações obtidas e dê sua opinião sobre o que os fatos revelaram. Socialize
a pesquisa com seus colegas e entregue-a ao seu professor.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
Referências
http://www.infoescola.com
http://pt.wikipedia.org/
http://www.brasilescola.com/artes/
http://www.edukbr.com.br/artemanhas/index.asp
http://crv.educacao.mg.gov.br/sistema_crv/minicursos/arte_em/cap_eixo_I.htm
http://www.ufscar.br/rua/site/?p=673
http://www.ufscar.br/rua/site/?p=3885
http://www.cultura.gov.br
Livro de arte

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestreFabiola Oliveira
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoGeo Honório
 
Simulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º anoSimulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º anoMary Alvarenga
 
Interpretação de tirinhas menino maluquinho
Interpretação de tirinhas menino maluquinhoInterpretação de tirinhas menino maluquinho
Interpretação de tirinhas menino maluquinhoRose Tavares
 
Avaliacao de matematica 3º ano ef
Avaliacao de matematica   3º ano efAvaliacao de matematica   3º ano ef
Avaliacao de matematica 3º ano efGeraldo Luiz Almeida
 
Interpretação de tirinha preconceito
Interpretação de tirinha preconceitoInterpretação de tirinha preconceito
Interpretação de tirinha preconceitoRose Tavares
 
Simulado de português 5º ano spaece 2014
Simulado de português 5º ano  spaece 2014Simulado de português 5º ano  spaece 2014
Simulado de português 5º ano spaece 2014CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Simulado 8 (port. 5º ano)
Simulado 8 (port. 5º ano)Simulado 8 (port. 5º ano)
Simulado 8 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 

Mais procurados (20)

78070553 avaliacao-de-ciencias
78070553 avaliacao-de-ciencias78070553 avaliacao-de-ciencias
78070553 avaliacao-de-ciencias
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
 
Avaliação de historia
Avaliação de historiaAvaliação de historia
Avaliação de historia
 
D8 (5º ano mat.)
D8 (5º ano   mat.)D8 (5º ano   mat.)
D8 (5º ano mat.)
 
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 4º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 4º BIMESTREAVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 4º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 4º BIMESTRE
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° ano
 
Simulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º anoSimulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º ano
 
Interpretação de tirinhas menino maluquinho
Interpretação de tirinhas menino maluquinhoInterpretação de tirinhas menino maluquinho
Interpretação de tirinhas menino maluquinho
 
Avaliacao de matematica 3º ano ef
Avaliacao de matematica   3º ano efAvaliacao de matematica   3º ano ef
Avaliacao de matematica 3º ano ef
 
Interpretação de tirinha preconceito
Interpretação de tirinha preconceitoInterpretação de tirinha preconceito
Interpretação de tirinha preconceito
 
Interpretação de imagens religiao
Interpretação de imagens religiaoInterpretação de imagens religiao
Interpretação de imagens religiao
 
Arte 7 ano
Arte 7 anoArte 7 ano
Arte 7 ano
 
Tirinhas - Interpretação de HQ
Tirinhas - Interpretação de HQTirinhas - Interpretação de HQ
Tirinhas - Interpretação de HQ
 
Avaliação de ciências
Avaliação de ciênciasAvaliação de ciências
Avaliação de ciências
 
Prova de geografia
Prova de geografiaProva de geografia
Prova de geografia
 
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLOAVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
 
Simulado de português 5º ano spaece 2014
Simulado de português 5º ano  spaece 2014Simulado de português 5º ano  spaece 2014
Simulado de português 5º ano spaece 2014
 
Questões Arte
Questões ArteQuestões Arte
Questões Arte
 
Cores secundárias
Cores  secundáriasCores  secundárias
Cores secundárias
 
Simulado 8 (port. 5º ano)
Simulado 8 (port. 5º ano)Simulado 8 (port. 5º ano)
Simulado 8 (port. 5º ano)
 

Semelhante a Livro de arte

Semelhante a Livro de arte (20)

0 arte pra que
0 arte pra que0 arte pra que
0 arte pra que
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
 
Arte abstrata 2019
Arte abstrata 2019Arte abstrata 2019
Arte abstrata 2019
 
O que é a arte (1)
O que é a arte (1)O que é a arte (1)
O que é a arte (1)
 
3.afinal, o que é arte madre zarife
3.afinal, o que é arte   madre zarife3.afinal, o que é arte   madre zarife
3.afinal, o que é arte madre zarife
 
Funções da arte
Funções da arteFunções da arte
Funções da arte
 
Linguagem pictorica
Linguagem pictoricaLinguagem pictorica
Linguagem pictorica
 
Arte (Academia ENEM).pptx
Arte (Academia ENEM).pptxArte (Academia ENEM).pptx
Arte (Academia ENEM).pptx
 
A arte no dia a dia
A arte no dia a diaA arte no dia a dia
A arte no dia a dia
 
Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)
 
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
 
Apostila de artes visuais 2014
Apostila de artes visuais 2014 Apostila de artes visuais 2014
Apostila de artes visuais 2014
 
Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014
 
O que é a arte, tipos de arte (1).pptx
O que é a arte, tipos de arte (1).pptxO que é a arte, tipos de arte (1).pptx
O que é a arte, tipos de arte (1).pptx
 
Arte e Design
Arte e DesignArte e Design
Arte e Design
 
Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014Apostila de arte_artes_visuais_2014
Apostila de arte_artes_visuais_2014
 
Arte
ArteArte
Arte
 
Elementos fundamentais da linguagem visual
Elementos fundamentais da linguagem visualElementos fundamentais da linguagem visual
Elementos fundamentais da linguagem visual
 
Fundamentos da Linguagem Visual
Fundamentos da Linguagem VisualFundamentos da Linguagem Visual
Fundamentos da Linguagem Visual
 
Fundamentos da Linguagem Visual
Fundamentos da Linguagem VisualFundamentos da Linguagem Visual
Fundamentos da Linguagem Visual
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia

Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.docAtividades Diversas Cláudia
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...Atividades Diversas Cláudia
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia (20)

Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
 
FILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.docFILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.doc
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
 
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 eAtividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
 
Atividades sobre fake news
Atividades sobre fake newsAtividades sobre fake news
Atividades sobre fake news
 
1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor
 
2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha
 
3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo
 
4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje
 
5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios
 
6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
 
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
 
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
 
Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4
 
Prova de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestreProva de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestre
 
Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1
 
Prova de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 anoProva de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 ano
 
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
 

Livro de arte

  • 1. ÍNDICE 1. O que é arte .............................................................................................................................. pág 2 2. Artes visuais ............................................................................................................................ pág 5 3. Dança ....................................................................................................................................... pág 53 4.Música ...................................................................................................................................... pág 57 5.Teatro ........................................................................................................................................ pág 59 6.Artes audiovisuais ..................................................................................................................... pág 66
  • 2. 2 3 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes O que é Arte? A arte é uma manifestação do espírito humano, uma forma de expres- sar suas emoções, sua história e sua cultura através de valores estéticos, como beleza, harmonia, equilíbrio; podendo ser representada através de várias formas, como por exemplo, na música, na escultura, na pintura, na literatura etc. Pode ser vista ou percebida pelo homem de três maneiras: visualizadas, ouvidas ou mistas (audiovisuais). A arte surgiu há milhares de anos quando o ser humano começou a expressar sua maneira de ver e sentir o mundo; com o tempo foi evoluindo e ocupando um espaço cada vez mais importante na sociedade. Tomemos como exemplo, a música. Você já imaginou o mundo sem música? Quem faz arte? Chamamos de artista a todos aqueles que fazem arte, com o uso da criatividade aliada à fantasia e à inspiração. O homem cria a arte como meio de vida, seja para mostrar ao mundo o que pensa, suas crenças (ou as de outros), para estimular e distrair a si mesmo e aos outros ou ainda apenas para explorar novas formas de olhar e interpretar objetos e cenas. Artesão x Artista Podemosconsiderarartesãoàquelequegeralmentetrabalhaporcontaprópriaeproduzobjetosperten- centesàculturapopular.Jáoartistaéaquelequetemacapacidadedemostrar,detraduziretransmitiromundo queorodeiaeassensaçõesqueestelheprovoca.Masnadaimpedequeumartesãosejatambémumartista. Por que estudar arte? A arte nos ajuda a ver o mundo de uma forma mais detalhada, com um olhar mais atento para tudo que nos rodeia, desenvolvendo nossa sensibilidade para percebermos a vida com mais profundidade. Quanto mais nos envolvemos com a arte, mais desenvolvemos o nosso potencial para expressar o que sentimos e pensamos; passamos a compreender melhor os fatos que acontecem à nossa volta. A arte conta a própria evolução humana. Como entendemos a arte? O que vemos quando admiramos uma produção artística depende da nossa experiência e conheci- mentos, da nossa disposição no momento, da nossa imaginação, da intenção do artista; é fundamental abandonar preconceitos perante uma obra de arte, para o seu melhor entendimento. Captamos melhor o sentido do que o artista quis expressar quando a arte produzida consegue nos afetar, quando a relaciona- mos com algo  comum a nós, ou seja, quando existe uma troca entre o espectador e o objeto observado. Expressando suas ideias 1. Usando suas próprias palavras, defina: a) Arte:______________________________________________________________________________ b) Artista:____________________________________________________________________________ c) Artesão:___________________________________________________________________________ 2. Qual a importância de se estudar arte? Você concorda que a arte é importante para a vida das pessoas? Por quê? __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 3. Como você entende a arte? __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 4. Você concorda com a diferença entre artista e artesão? __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________
  • 3. 4 5 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Artes Visuais A arte visual representa visualmente uma forma, cor ou representação. Podemos percebê-la em pra- ças, no cinema, no teatro, em museus, na fotografia, em campanhas publicitárias, em repartições públi- cas, em escolas, empresas etc. Toda arte que é apreciada pela visão é considerada arte visual. A pintura, o desenho, a caricatura, a gravura, a fotografia, a escultura, a arquitetura, o paisagismo, a moda, o mosaico, web designe, são exem- plos de arte visual, pois lidam com cor e forma. Mas também o cinema, o vídeo-arte, a novela, o teatro e até a música também se enquadram nesse segmento artístico, por apresentarem movimentos corporais e interativos. Arte Abstrata x Arte Concreta A arte abstrata (abstracionismo) surgiu no começo do século XX, na Europa, no contexto do movimen- to de Arte Moderna. É geralmente entendida como uma forma de arte que não representa objetos pró- prios da nossa realidade exterior. O formato tradicional (paisagens e realismo) é deixado de lado, ou seja, o artista se expressa através de formas, cores, texturas e ritmo inteiramente livres de qualquer influência de objetos da realidade. Não tenta representar a imagem de nada. Portanto, na arte abstrata, uma mesma obra de arte pode ser vista, sentida e interpretada de várias formas. Alguns artistas se destacaram muito nesta área de representação da arte, como por exemplo, Was- sily Kandinsky, Paul Klee, Piet Mondrian, Victor Vasarely, dentre muitos outros. No Brasil, a arte abstrata surgiu praticamente como um dos movimentos mais importantes do século passado: a Semana de Arte Moderna de 1922, marcando a ruptura com as formas tradicionais de fazer arte no país. Entre os artistas brasileiros de arte abstrata, podemos destacar: O cearense Antônio Bandeira, Ivan Serpa, Iberê Camargo, Manabu Mabe, Valdemar Cordeiro, Lygia Clark, Hélio Oiticica, Sérgio Camargo. Lygia Clark sugere uma nova fruição da arte nas obras: Planos em superfície modulada e Bicho  REPRODUÇÃO 5. Cite qual manifestação artística é sua favorita e por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ A Rendição de Breda, de Diego Velásquez (Espanha, 1634) 6. De acordo com a imagem acima, responda as questões: a) Qual tipo de cena você acha que ocorre na obra? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ b) Qual sua opinião sobre a obra? Explique a razão. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  • 4. 6 7 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Tendências do abstracionismo Abstracionismo Geométrico ou Formal: as formas e as cores devem ser organizadas de tal maneira que a composição resultante seja apenas a expressão de uma concepção geométrica. Divide-se em duas correntes: • Suprematismo é uma pintura com base nas formas geométricas planas, sem qualquer preocupação de representação. • Neoplasticismo as cores e as formas são organizadas de forma que a composição resulte apenas na expressão de uma concepção geométrica. O ângulo reto é o símbolo do movimento, sendo rigorosamente aplicado à arquitetura. Exemplos: Kazimir Malevitch – “Quadro negro sobre fundo branco”. Piet Mondrian – “Victory Boogie-Woogie” Abstracionismo Lírico ou Expressivo: inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para cons- truir uma arte imaginária ligada a uma “necessidade interior”. As características da arte não figurativa são: o jogo de formas orgânicas, as cores vibrantes e a linha de contorno. A pretensão do abstracionismo lírico é transformar manchas de cor e linhas em ideais e simbolismos subjetivos. Robert Delaunay – “Homenagem a Blériot” Wassily Kandinsky – “Overcast” Arte concreta O termo arte concreta deve ser associado ao movimento abstracionista, sobretudo à vertente ge- ométrica. Tal expressão foi usada pela primeira vez no campo das artes plásticas, pelo artista Theo Van Doesburg, em 1930, denominando toda arte que se tinha desvinculado totalmente da imitação da natu- reza, embora nesse momento, fosse usado como sinônimo de arte abstrata. A diferença entre estas duas terminologias se estabeleceu de fato a partir de 1936, quando o artista plástico Max Bill formula a sua conceituação de uma arte construída objetivamente, fundada em problemas matemáticos. Os princípios do concretismo afastam da arte qualquer conotação lírica ou simbólica, abandonando qualquer aspecto nacional ou regional e afastando-se da representação da natureza. O quadro, construído exclusivamente com elementos plásticos – planos e cores -, não tem outra significação senão ele próprio. A pintura concreta é “não abstrata”, afirma Van Doesburg em seu manifesto, “pois nada é mais concreto, mais real que uma linha, uma cor, uma superfície... Uma mulher, uma árvore, uma vaca, são concretos no estado natural, mas no estado de pintura são abstratos, ilusórios, vagos, especulativos, ao passo que um plano é um plano, uma linha é uma linha, nem mais nem menos.”
  • 5. 8 9 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Exemplos de arte concreta: Max Bill. Double surface with six rectangular corners (Moebius), 1948-78. Granito. Theo van Doesburg, Composition VII – The Three Graces Concretismo no Brasil O abstracionismo, em suas correntes geométrica, lírica e concretista, se espalhou pelo Brasil nos anos 1950. Entre os representantes desta arte, destacam-se Abraham Palatnik, Ivan Serpa, Loio-Pérsio, Luiz Sacilotto, Antônio Bandeira, Manabu Mabe ,Tomie Ohtake, Lygia Clark, Valdemar Cordeiro e Hélio Oiticica. No Brasil, a primeira Bienal de São Paulo (1951) estimulou muitos artistas a engajarem-se na lingua- gem despojada e geométrica da arte concreta. Exemplos: Manabu Mabe – “Vento vermelho” Luiz Sacilotto – “Concretion 5629” Ivan Serpa – Formas, 1951 Expressando suas ideias 1.Responda as questões abaixo, usando suas próprias palavras: a)O que é arte abstrata? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  • 6. 10 11 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes b)Você gosta da arte abstrata? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ c)Qual a diferença entre abstracionismo geométrico e lírico? Qual você prefere e por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ d)O que você entende por arte concreta? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2.Das obras abaixo, identifique qual não pode ser considerada abstrata. Justifique sua resposta. a) b) c) Edgar Degas – “Dance Class at the Opera”. d) Antônio Bandeira 3.Observe a obra abaixo e responda as questões: Kandinski - © Museu Guggenheim a)Quais as cores mais usadas pelo artista? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ b)Quais as formas usadas na obra? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ c)Como você classificaria essa obra? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 4. Encontre as respostas dos itens abaixo, no caça-palavras (veja exemplo): a) Inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para construir uma arte imaginária ligada a uma “necessidade interior”: Abstracionismo Lírico ou Expressivo b) Pintura com base nas formas geométricas planas, sem qualquer preocupação de representação: _____________________ c) Piet ______________, autor da obra Victory Boogie-Woogie.
  • 7. 12 13 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes d) Arte _____________, expressão usada pela primeira vez no campo das artes plásticas, pelo artista Theo Van Doesburg. e) O ângulo reto é o símbolo do movimento: ______________________ Mosaico Mosaico ou arte musiva, consiste na colocação de pequenas peças (tesselas) de pedra, pastilhas de vidro, pedras semipreciosas, seixos, mármore, cerâmica, conchas e outros materiais, formando determi- nado desenho. O objetivo do mosaico é preencher algum tipo de plano, como pisos, paredes, mesas etc. É uma forma de arte decorativa milenar, que nos remete à época Greco-romana, quando teve seu apogeu. Na sua elaboração foram utilizados diversos tipos de materiais e teve diferentes aplicações atra- vés dos tempos. Nos dias de hoje, o mosaico ressurgiu, despertando grande interesse, sendo cada vez mais utilizado, artisticamente, na decoração de ambientes interiores e exteriores. Pavão psicodélico – Yone Lins Expressando suas idéias 1. O que você acha da arte do mosaico? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Escolha um desenho, e usando papel colorido, tente criar um “falso mosaico”. A D J F O S K M V E J G K F L O C Z K C J I D N G N K K K K K S C M K C M K D A Ç F C X K F J D N F J I C K B M O N D R I A N K B M V J U H F B S M V L D P S D E H F J N V L D M L V O K G M S L L M C K D B F G D J B M V R E S I G N K C A S L O G N J C L B M I K F G I H L F H U G K L G N E O P L A S T I C I S M O F I S D N J N F D L K G L D M J F M B K J F S J V S J I F N L Ç A M I K V F I J G K L X M V K F J C D F I F D G J I S U P R E M A T I S M O I J M N G R J I R T N F G N K V F A G F G I I C M K D F K O K R K O P K H G K F O H M K F M K C I A K B G K A V K M H L D C K O K G O J A W Q O C M A L D K O 9 I F J B T M C O N C R E T A I D K S L S F L Z C A W Q M F L O G
  • 8. 14 15 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Desenho e Gravura O desenho pode ser definido como a representação de seres, objetos, idéias, sensações, feita sobre uma superfície, por meios grá- ficos, com instrumentos apropriados (como lápis, por exemplo). A escolha dos meios e materiais está intimamente relacionada à técni- ca escolhida para o desenho. Um mesmo objeto desenhado a bico de pena e a grafite produz resultados absolutamente diferentes. Desta forma, um desenho manifesta-se essencialmente como uma composição bidimensional formada por linhas, pontos e formas. Homem Vitruviano – Leonardo da Vinci Entre as várias modalidades de desenho, podemos citar: • Desenho geométrico - estudo padronizado e normatizado do desenho em duas dimensões, voltado à representação plana de entes geométricos para a simples exibição ou resolução geométrica de proble- mas de Matemática. Exemplo: • Desenho projetivo - É a representação de figuras sólidas, ou seja, de três dimensões, em um plano. Exemplo: • Desenho arquitetônico - desenho voltado especialmente ao projeto de arquitetura. Exemplo: • Ilustração - um tipo de desenho que pretende expressar alguma informação, normalmente acom- panhado de outras mídias, como o texto. Exemplo:
  • 9. 16 17 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes • Croquis ou esboço - um desenho rápido, normalmente feito à mão, com a intenção de discutir determinadas idéias gráficas ou de simplesmente registrá-las. Normalmente são os primeiros desenhos feitos dentro de um processo para se chegar a uma pintura ou ilustração mais detalhada. Os croquis são muito usados por estilistas de moda. Exemplo: • Modelo vivo - ilustração feita a partir de cópia do natural, tendo-se como tema o corpo ou a situa- ção vivida por um modelo. Exemplo: A gravura difere do desenho na medida em que ela é produzida pensando-se na sua impressão e re- produção. É uma imagem representando algo, como pintura, desenhos, relevos, etc. Pode-se classificar a gravura de acordo com o material de que é feita. Tipos de gravura: • Xilogravura - é a técnica mais antiga para produzir gravuras. O artista retira de uma superfície plana (geralmente madeira) as partes que ele não quer que tenham cor na gravura. Após aplicar tinta na super- fície, coloca um papel sobre a mesma. Ao aplicar pressão (com uma prensa) sobre essa folha, a imagem é transferida para o papel. Xilogravura de Katsushika Hokusai • Gravura em metal (gravura de encavo) - é o processo de gravura feito numa superfície de metal (ge- ralmente o cobre). A palavra “encavo” pretende ressaltar que o depósito de tinta para impressão é feito dentro dos sulcos gravados e não sobre a superfície da matriz, como no caso da xilogravura. Gravura em metal de Dürer: A Morte, o Cavaleiro e o Diabo. • Litografia - essa técnica de gravura envolve a criação de marcas (ou desenhos) sobre uma matriz (pedra calcária) com um lápis gorduroso. Litografia de Ernst Haeckel
  • 10. 18 19 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes • Serigrafia (silk-screen) - é um processo de impressão no qual a tinta é vazada – pela pressão de um rodo ou puxador – através de uma tela preparada. • Aquagravura - feita sobre uma massa de papel ainda molhada. A secagem do papel e da tinta ocorre ao mesmo tempo e a impressão acontece antes da existência da folha. Bernard Pras EXPRESSANDO SUAS IDEIAS 1. Qual a diferença entre desenho e gravura? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Resolva a palavra-cruzada abaixo: 1) Arte e técnica de fazer gravuras em relevo sobre madeira. 2) Gravura em ________ : processo de gravura feito numa matriz de metal. 3) São muito usados por estilistas de moda. 4) Ilustração feita a partir de cópia do natural. 5) Desenho voltado especialmente ao projeto de arquitetura. 6) Também conhecido como silk-screen. 7) Gravura feita sobre uma massa de papel molhada. 8) Desenho normalmente acompanhado de outras mídias, como o texto. 9) Desenho em duas dimensões, voltado à representação plana de entes geométricos. 10) É a representação de figuras sólidas, ou seja, de três dimensões, em um plano. 11) Desenho feito através do acúmulo de gordura sobre a superfície da matriz.
  • 11. 20 21 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes 3. Escolha uma das modalidades de desenho e tente executá-lo. Explique o seu desenho. 4. Que tipo de gravura é a sua preferida? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ Escultura Escultura é a arte de representar objetos e seres através das imagens plásticas em relevo. Para tanto, se utiliza de materiais como o bronze, o mármore, a argila, a cera, a madeira, entre outros. A escultura surgiu no Oriente Médio com a pretensão de copiar a realidade de forma artística. Embora a escultura seja usada para representar qualquer coisa, o objetivo maior foi sempre representar o corpo humano, ou a divindade antropomórfica. A escultura ganhou destaque no Renascimento, com a estátua de Davi, obra de Michelangelo: Técnicas, formas e materiais utilizados: A escolha de um material normalmente implica na técnica a se utilizar. Vejamos as principais: • Cinzelação: quando de um bloco de material se retira o que excede a figura, utilizando ferramen- tas de corte própria, para pedra ou madeira; • Modelagem: são utilizados materiais macios e flexíveis, facilmente modeláveis, como a cera, o gesso e a argila.; • Fundição: quando se espalha metal quente em um molde feito com outros materiais.
  • 12. 22 23 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Exemplos de esculturas em materiais diferentes: Expressando suas ideias 1. Responda as questões abaixo, utilizando suas próprias palavras: a) O que você entende por escultura? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ b) Quais as principais técnicas de escultura? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ c) Qual o tipo de escultura é o seu favorito? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ d) Você conhece algum escultor famoso? Quais suas obras mais reconhecidas? Por quê? Se não conhe- ce, pesquise. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Classifique a técnica utilizada nas esculturas abaixo: a) b) Metal PêssegosMadeira Gelo Areia
  • 13. 24 25 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes c) d) e) 3. Você já tentou esculpir alguma coisa? Vamos tentar? Siga os passos abaixo: • Escolha um desenho fácil para esculpir. Exemplos: estrela, coração. • Materiais: escolha uma barra de sabão macia, certificando-se de ter várias barras caso precise de- las. As ferramentas que você usará para cortar o sabão são: lápis, palitos e um garfo ou outras ferramentas (dependendo do desenho que você tem em mente). • Comece devagar, segurando o sabão na mão que você não escreve, tomando cuidado para não apertar com muita força, senão você pode esmagá-lo ou fazê-lo derreter. • Utilizando seu lápis, delineie as principais partes do seu desenho diretamente no sabão. • Pegue um de seus palitos, fazendo movimentos leves e firmes, comece a raspar pequenas porções da barra de sabão. Certifique-se de espalhar jornal para segurar o sabonete que cair na raspagem, se ficar no chão pode se tornar um lugar escorregadio. • A fim de deixar partes do sabão mais macias, use os dedos. O calor de suas mãos vai ajudar a amolecê-lo, tornando mais fácil criar uma superfície lisa. • Você pode reparar pequenas rachaduras na escultura de sabão usando um palito molhado para umedecer a superfície e, em seguida usar os dedos para fechá-las. • Depois de concluir sua escultura de sabonete, armazene-a em um local fresco e seco. Muito calor ou exposição à umidade pode fazer com que perca sua forma ou sofrer outros danos. Exemplos: Esculturas em sabão/sabonete. Pintura A pintura é a atividade artística que consiste na aplicação de pigmentos em forma líquida a uma su- perfície, a fim de colori-la, atribuindo-lhe matizes, tons e texturas. Em um sentido mais específico, é a arte de pintar uma superfície, tais como papel, tela, ou uma pa- rede (pintura mural ou de afrescos). Diferencia-se do desenho pelo uso dos pigmentos líquidos e do uso constante da cor, enquanto aquele se apropria principalmente de materiais secos. Cores Na pintura, o elemento fundamental é a cor. A relação entre as cores presentes em uma obra constitui sua estrutura fundamental, guiando o olhar do espectador e propondo-lhe sensações de calor, frio, profundidade, sombra, entre outros. A cor é considerada por muitos como a base da imagem.
  • 14. 26 27 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Ao falarmos de cores, temos duas linhas de pensamento distintas: a Cor-Luz e a Cor-Pigmento. Falar de cor sem falar de luz é impossível. No caso da Cor-Luz ela é a própria cor e no caso da Cor-Pigmento a luz é refletida pelo material, fazendo com que o olho humano perceba esse estímulo como cor.    Os dois extremos da classificação das cores são: o branco, au- sência total de cor, ou seja, luz pura; e o preto, ausência total de luz, o que faz com que não se reflita nenhuma cor. Essas duas “cores”, portanto, não são exatamente cores, mas características da luz, que convencionamos chamar de cor.  Cores Primárias As cores primárias são: vermelho amarelo e azul. São consideradas as primeiras cores. O vermelho é uma cor quente que mostra energia e coragem. O amarelo simboliza o otimismo. O azul é a cor que dá concentração e melhora a mente. Cores Secundárias As cores secundárias são formadas pela mistura de duas cores primárias. São elas: laranja, que é a mistura do amarelo com o vermelho, o verde, que é a mistura do azul com o amarelo e o violeta, que é a mistura do vermelho com o azul.  Cores Terciárias São obtidas pela mistura de uma primária com uma ou mais secundárias. Cores Complementares As cores complementares são usadas para dar força e equilibrio a um trabalho, criando contrastes. Vale lembrar que as cores complementares são as que mais oferecem contraste entre si. Portanto, se que- remos destacar um amarelo, devemos colocar junto dele um violeta. Cores neutras Os cinzas e os marrons são consideradas as cores neutras, mas podem ser neutras também os tons de amarelos acinzentados, azuis e verdes acinzentados e os violetas amarronzados.   O “calor” das cores. A temperatura das cores mostra a capacidade que as cores têm de parecer quentes ou frias. Exemplos: os vermelhos e laranjas são cores quentes, vibrantes. Por outro lado, os azuis e verdes são cores frias, que transmitem sensações de tranquilidade. Matiz É a característica que define e distingue uma cor. Vermelho, verde ou azul, pôr exemplo, são matizes.
  • 15. 28 29 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Tom Refere-se a maior ou menor quantidade de luz presente na cor. Quando se adiciona preto a determinado matiz, este se torna gradualmente mais escuro. Para se obter escalas tonais mais claras acrescenta-se branco.    Intensidade Diz respeito ao brilho da cor. O disco de cores mostra que o amarelo tem intensidade alta enquanto a do violeta é baixa.    Técnicas De Pintura A escolha dos materiais e técnica adequados está diretamente ligada ao resultado desejado para um trabalho e como se pretende que ele seja entendido. Assim, a análise de qualquer obra artística passa pela identificação do suporte e da técnica utilizadas. O suporte mais comum é a tela, embora durante a Idade Média e o Renascimento, o afresco tenha tido mais importância. É possível também usar o papel (embora seja pouco adequado à maior parte das tintas). Quanto aos materiais, a escolha normalmente envolve uma preferência pessoal do pintor e sua dis- ponibilidade. O papel é suporte comum para a aquarela e o guache, e eventualmente para a tinta acrílica. As técnicas e materiais mais conhecidos são: • Pintura a óleo: se caracteriza por utilizar pigmentos moídos e misturados com óleo, que pode ser o de linhaça, de noz, ou outros, adicionando-se a eles, na aplicação, óleos dissolventes e secantes. Mona Lisa, La Gioconda - Leonardo da Vinci • Tinta acrílica: O acrílico é uma tinta sintética solúvel em água, sendo muito prática, pois possui uma secagem muito rápida. Também é usada para pintura de residências, podendo ser aplicada em am- bientes internos e externos. Jéssica Martins: tinta acrílica com espátula • Aquarela: é uma técnica de pintura que utiliza corantes dissolvidos em água, possui transparência e luminosidade. É uma técnica que exige agilidade, segurança e espontaneidade do artista, pois é quase impossível a correção de um erro. Igreja de São Bartolomeu, Portugal – Anildo Motta • Guache: é um tipo de pintura semelhante à aquarela, mas com uma consistência mais densa e opaca devido à adição de pigmento branco à mistura, alem de goma-arábica como aglutinante. É solúvel em água, de secagem rápida, que depois de seca permite a sobreposição de outras cores. Tropaelum majus de Hans-Simon Holtzbecker
  • 16. 30 31 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes • Caseína: a têmpera da caseína é a pintura feita com a proteína do leite, e tem origem também na antiguidade, ao lado das outras têmperas feitas de colas animais e vegetais. Os suportes tradicionais para a pintura de caseína são os painéis rígidos, cartões e papéis grossos e sua secagem é bastante rápida. Ricardo Pereira - têmpera de caseína, óleo e pasta de cera sobre tela colada em mansonite. • Afresco: é uma técnica de pintura que precisa ser realizada nas paredes ou tetos de cal, gesso ou outro material similar, enquanto seu esboço ainda está úmido, ou fresco (daí o nome). O fato dos afrescos secarem rapidamente obriga o pintor a ser muito rápido, ter traços firmes e um objetivo claro da obra final, pois é muito difícil de se realizar correções posteriores. Afresco de Rafael Sanzio • Têmpera: é uma técnica que deixa a pintura com aparência aquarelada, feita com uma mistura que pode ser à base de clara de ovo ou cerveja, entre outros materiais. Têmpera a ovo – Gabriela Soares • Encáustica: é uma técnica de pintura, na qual o artista mistura cores em uma cera aquecida e derretida. Retrato feminino – Egito Expressando suas ideias 1. Em que consiste a pintura? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Qual o seu pintor favorito? Que tipo de técnica ele usa(va)? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 3. Defina com suas palavras o que é cor. Quais as cores primárias? E as secundárias? Porque levam esse nome? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 4. Qual a sua cor favorita? Por que (que sentimento a cor lhe transmite)? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  • 17. 32 33 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes 5. Relacione as pinturas aos autores e títulos da obra: a) _ _________________________________________________ _________________________________________________ b) ________________________________________________ ________________________________________________ c) _ _____________________________________________________________ _____________________________________________________________ d) _________________________________________________ _________________________________________________ e) __________________________________________ __________________________________________ ( ) Claude Monet – Campo de papoulas em Argenteuil ( ) Tarsila do Amaral – O vendedor de frutas ( ) Leonardo da Vinci – A Última Ceia ( ) Van Gogh – A Sesta ( ) Edouard Manet – Grande canal
  • 18. 34 35 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes 6. Complete a palavra cruzada com a técnica de pintura correspondente: a) É uma tinta sintética solúvel em água e possui uma secagem muito rápida. b) Semelhante à aquarela, mas com uma consistência mais densa e opaca. c) Técnica de pintura que precisa ser realizada enquanto seu esboço ainda está úmido, ou fresco. d) Utiliza pigmentos moídos e misturados com óleo. e) Técnica de pintura que utiliza corantes dissolvidos em água, possui transparência e luminosidade. f) Pintura feita a partir da proteína do leite. g) O artista mistura cores em uma cera aquecida e derretida. h) Deixa a pintura com aparência aquarelada. Caricatura A caricatura é o desenho de uma pessoa ou de um fato que, pelas deformações obtidas por um traço cheio de exageros, se apresenta como forma de expressão grotesca ou cômica. Pode ser feita por computador ou desenho livre. Exemplos: Caricatura Felipe Massa Caricatura Myke Tyson Caricatura de Charles Darwin, 1871 Expressando suas ideias 1. Você consegue identificar quem são os personagens que inspiraram as caricaturas abaixo? Faça a correspondência entre o desenho e a pessoa no qual foi inspirado. Exemplo: a) b) ( a ) ( )
  • 19. 36 37 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes c) d) e) f) g) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) h) i) j) k) ( ) ( ) ( ) ( )
  • 20. 38 39 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes 2. Você já fez alguma caricatura? Qual? Se não, tente fazer uma, seguindo os passos abaixo: Etapa 1: desenhe duas figuras ovais para a cabeça e o focinho. Desenhe um corpo em formato de batata. Use duas linhas curtas para fazer o pescoço. Etapa 2: adicione figuras em U de cabeça para baixo a uma linha curva para fazer os olhos. Use um triângulo arredondado para o nariz. Acrescente dois tubos curvos (um deles sem pon- ta) para as orelhas. Use uma grande figura em J para fazer a perna dianteira à sua esquerda. Esboce uma figura oval irregu- lar e três linhas quase retas para desenhar a perna dianteira à sua direita. Use uma figura oval, duas linhas retas e uma figura grande em J para a perna traseira. Faça a cauda parecer com a parte de cima de um ponto de interrogação. Etapa 3: esboce as pupilas, as íris e as pálpebras com figuras em J e linhas curvas curtas. Forme as na- rinas com uma figura em Y conectada a figuras ovais finas e uma linha curva. Crie a boca com duas figuras em J paralelas. Use uma linha curva em uma figura quadrada em U para fazer o pescoço. Desenhe figuras em U e V e outra curva em Y para as patas. Dê forma ao dorso e ao peito com uma figura em U e outras ir- regulares em Y. Etapa 4: adicione sobrancelhas em formato de vírgula. Use linhas curvas curtas para os bigodes e os pêlos da cabeça. Faça os detalhes das orelhas com duas linhas curtas e uma figura em Y invertida. Esboce a língua em formato de U com uma linha curva sobre ela. Coloque uma pequena figura em formato de vírgula na extremidade da boca. Adicione figuras em V curvas para redimensionar a cauda. Desenhe uma longa linha curva por todo o dorso. Use duas marcas de checagem para os cotovelos. Etapa 5: escureça as sobrancelhas, as pupilas, a boca e as narinas. Sombreie o pescoço com linhas retas curtas. Adicione linhas curvas curtas para mostrar a cauda balançando. Perfeito, sua caricatura de cachorro feliz está completa! Fonte: http://lazer.hsw.uol.com.br/como-desenhar-cartoons2.htm
  • 21. 40 41 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Arte Rupestre Arte Rupestre é o nome que se dá ao tipo de arte mais antigo da história, baseado principalmente nas pinturas, desenhos ou representa- ções artísticas gravadas nas paredes e tetos das cavernas. Esse tipo de arte teve início no período Paleolítico Superior, sendo usado como material artístico, ossos de animais, cerâmicas e pedras. As tinturas eram produzidas através das folhas das árvores e do sangue de animais. Características principais da arte rupestre O homem pré-histórico se expressava artisticamente através dos de- senhos que fazia nas paredes de suas cavernas. Suas pinturas mostravam os animais e pessoas do período em que vivia, além de cenas de seu co- tidiano (caça, rituais, danças, alimentação etc.). Expressava-se também através de esculturas em madeira, osso e pedra. O estudo desta forma de expressão contribui com os conhecimentos que os cientistas têm a respei- to do dia a dia dos povos antigos. Expressando suas ideias 1. O que você entende por arte rupestre? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Observando as obras abaixo, você consegue identificar o que está sendo retratado? a) _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ b) _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ c) _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  • 22. 42 43 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes 3. Para pensar e debater: você acha que o grafite é um tipo de arte contemporânea que se aproxima da arte rupestre? Afinal, o grafite também é uma forma de expressão que representa a sociedade da época. Por que as pessoas grafitam? O que elas deixam registrado? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ Arte Barroca O termo barroco costuma designar o estilo artístico que floresceu na Eu- ropa entre o final do Século 16 e meados do Século 18. Apesar de ter sido um estilo internacional, percebe-se maior influência entre países como a Itália, Espanha e Áustria, não tendo atingido muito os países protestantes como a Inglaterra. O barroco apresenta características regionais nas diferentes localidades em que se desenvolveu. Suas principais características são a teatralidade das obras, o dinamismo, a urgência, o conflito e o forte apelo emocional. O homem barroco é um ser dividido, em conflito, repleto de energia e extremamente místico. Os artistas da época expressavam essa energia e suas convicções espi- rituais em suas obras. Vejamos algumas das características do período: Escultura: predominância dos temas religiosos e exaltação do realismo. Pintura: composição assimétrica, em diagonal; acentuado contraste de claro-escuro (expressão dos sen- timentos); realista, abrangendo todas as camadas sociais; escolha de cenas no seu momento de maior intensidade dramática; a luz não aparece por um meio natural, mas sim projetada para guiar o olhar do observador até o acontecimento principal da obra. Caravaggio – A Crucificação de São Pedro Arquitetura: na arquitetura barroca, os conceitos de volume e simetria vigentes no renascimento são substituídos pelo dinamismo e pela teatralidade, onde mais do que a exatidão da geometria, prevalece a superposição de planos e volumes, um recurso que tende a produzir diferentes efeitos visuais, tanto nas fachadas quanto no desenho dos interiores. Literatura: caracterizou-se pelo dualismo, refletindo o contraste entre as grandes forças reguladoras da existência humana: fé x razão; corpo x alma; Deus x Diabo; vida x morte, etc. Mas o artista barroco não deseja apenas expor os contrários, ele quer conciliá-los, integrá-los. Considera o caráter efêmero da exis- tência; essa consciência da transitoriedade da vida conduz frequentemente à idéia de morte, tida como a expressão máxima da fugacidade da vida. A incerteza da vida e o medo da morte fazem da arte barroca uma arte pessimista, marcada por um desencantamento com o próprio homem e com o mundo. Uso de linguagem rebuscada e trabalhada ao extremo, usando muitos recursos estilísticos e figuras de linguagem e sintaxe. Autores importantes: Gregório de Matos, Padre Antônio Vieira.Obra de Aleijadinho Apolo e Dafne, de Bernini Palácio de Schonbrunn Igreja de Il Gesú - Vignola y Giacomo della Porta Roma - século XVI
  • 23. 44 45 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Expressando suas ideias 1. Quais as principais características da arte barroca? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. (FUVEST-SP) “Nasce o sol, e não dura mais que um dia,/ Depois da Luz se segue a noite escura,/ Em tristes sombras morre a formosura,/ Em contínuas tristezas a alegria.” Na estrofe acima, de Gregório de Matos, a principal característica do Barroco é: a) O culto da natureza. b) A utilização de rimas alternadas. c) A forte presença de antíteses. d) O culto do amor cortês. e) O uso de aliterações. 3. (UFRS) Com relação ao Barroco brasileiro, assinale a alternativa incorreta. a) Os Sermões, do padre António Vieira, elaborados numa linguagem conceptista, refletiram as preocu- pações do autor com problemas brasileiros da época,por exemplo, a escravidão. b) Os conflitos éticos vividos pelo homem .do Barroco corresponderam, na forma literária ao uso exage- rado de paradoxos e inversões sintáticas. c) A poesia barroca foi a confirmação, no plano estético, dos preceitos renascentistas de harmonia e equilíbrio, vigentes na Europa no século XVI, que chegaram ao Brasil no século XVII, adaptados, então, à realidade nacional. d) Um dos temas principais do Barroco é a efemeridade da vida, questão que foi tratada no dilema de viver o momento presente e, ao mesmo tempo, preocupar-se com a vida eterna. e) A escultura barroca teve no Brasil o nome de António Francisco Lisboa, o Aleijadinho, que, no século XVII, elaborou uma arte de tema religioso com traços nacionais e populares, numa mescla representati- va do Barroco. 4. (PUCC-SP) “Que falta nesta cidade? Verdade. Que mais por sua desonra? Honra. Falta mais que se lhe ponha? Vergonha. O demo a viver se exponha, Por mais que a fama a exalta, Numa cidade onde falta Verdade, honra, vergonha.” Pode-se reconhecer nos versos acima, de Gregório de Matos, a) o caráter de jogo verbal próprio do estilo barroco, a serviço de uma crítica, em tom de sátira, do perfil moral da cidade da Bahia. b) o caráter de jogo verbal próprio da poesia religiosa do século XVI, sustentando piedosa lamentação pela falta de fé do gentio. c) o estilo pedagógico da poesia neoclássica, por meio da qual o poeta se investe das funções de um au- têntico moralizador. d) o caráter de jogo verbal próprio do estilo barroco, a serviço da expressão lírica do arrependimento do poeta pecador. e) o estilo pedagógico da poesia neoclássica, sustentando em tom lírico as reflexões do poeta sobre o perfil moral da cidade da Bahia. 5. Pesquise e cite 1 representante (incluindo pelo menos 1 obra do autor) da arte barroca, que tenha se destacado na: a) Arquitetura: _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ b) Pintura: _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ c) Escultura: _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ Ilusão de Ótica O termo Ilusão de ótica aplica-se a todas ilusões que “enganam” o sistema visual humano fazendo-nos ver qualquer coisa que não está presente ou fazendo-nos vê-la de um modo errôneo. As ilusões são muito boas para termos idéia de como funciona nosso cérebro, porque podem revelar os contrastes escondidos em um sistema visual e também podem falhar. Sendo assim as ilusões são diver- tidas, porque combinam elementos claros e elementos surpresa em uma única cena. Exemplos:
  • 24. 46 47 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Expressando suas ideias 1. O que você entende por ilusão de ótica? 2. O que você vê nas imagens abaixo: _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ a) b) c) d) e)
  • 25. 48 49 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Artesanato Nordestino O artesanato é essencialmente o próprio trabalho manual ou produção de um artesão, feito com a ajuda de ferramentas simples ou máquinas rudimenta- res, que se baseia em temática popular e utiliza a matéria-prima local ou regio- nal. O Brasil, por ser muito extenso e ter sofrido a influência de diversos povos, possui uma produção artesanal bastante rica e diversificada, variando de região para região. No Nordeste, em particular, é uma das importantes atrações tu- rísticas. Para elaborar os artesanatos, os nordestinos utilizam vários materiais oriundos da flora e da fauna nativas, tais como: palha, juta, vime, areia colorida, concha, barro, couro etc. Cada material ou grupo de materiais dá origem a um tipo ou variedade de produto artesanal, onde os temas e modelos advêm do próprio grupo social. Os produtos artesanais, em cada estado, sofrem varia- ção de acordo com a presença e/ou abundância dos materiais. Vejamos algumas das principais atividades artesanais do Nordeste: • Artesanato de barro: O artesanato de barro é uma produção espontânea que parte da sensibili- dade e ingenuidade do artesão. Normalmente são esculturas que representam elementos regionais do artesão, na cerâmica decorativa. Mas também podem ser empregados na confecção de panelas, travessas e outros utensílios (cerâmica utilitária). • Tecelagem e rede de dormir: vários municípios do Nordeste possuem tecelagens de boa qualida- de, e se destacam principalmente na confecção de redes de dormir. • Bordados: os mais comuns são: labirinto, ponto-de-cruz, ponto-cheio, rococó, richelieu e redendê. Exemplos (mesma ordem): • Rendas: em se tratando de rendas - herança dos portugueses - o Nordeste produz os seguintes tipos: de bilros, labirinto, crochê, irlandesa, renascença e filé.
  • 26. 50 51 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes • Cestarias e trançados: objetos ou utensílios, obtido através de objetos trançados. Ela compreende a técnica de fabricação de cestos, bolsas, mandalas e outros objetos e designa a arte de trabalhar fibras. • Objetos em madeira: produção de gamelas, pilões, colheres de pau, santos e anjos. Como os ob- jetos em barro, podem ser decorativos ou utilitários. • Artigos em couro: produção de bolsas, sandálias, chapéu, selas, cintos etc. • Areia colorida: Com as areias multicores das falésias, os artistas criam as famosas garrafinhas co- loridas. Pacientemente, com estiletes e diminutas pasinhas, eles as vão dosando para dentro das garrafas, formando paisagens e desenhos variados. Obviamente é um trabalho de muita paciência e habilidade. • Metais: Com latas usadas, os artesãos fabricam bacias, canecas, lamparinas, funis, caçarolas, for- mas de bolo, etc. Com forja e bigorna e rudimentares instrumentos de ferreiros, são confeccionados foi- ces, armadores de redes, chocalhos, estribos, argolas, fechaduras. Expressando suas ideias 1. Com suas palavras, defina artesanato. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  • 27. 52 53 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes 2. Quais as principais atividades artesanais do Nordeste brasileiro? E qual o tipo de artesanato você pre- fere? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 3. Preencha a palavra-cruzada abaixo, classificando o tipo de artesanato corretamente: Dança A dança é uma das três principais artes cênicas da Antiguidade, ao lado do teatro e da música. Pode ser definida como a arte de mexer o corpo, criando uma harmonia própria. Na maior parte dos casos, a dança, com passos cadenciados é acompanhada ao som e compasso de música e envolve a expressão de sentimentos potenciados por ela. A dança sempre foi muito importante na vida do homem, pois o acompanha ao longo da sua história - desde os rituais dos povos primitivos, passando por acontecimentos sociais e religiosos, e influenciando até nas festas dos dias de hoje, podendo existir como manifestação artística ou como forma de diverti- mento e/ou cerimônia. No século XVI, surgiram os primeiros registros das danças, com características próprias de cada loca- lidade. No século XIX surgiram as danças feitas em pares, como a valsa, a polca, o tango, dentre outras. Já no século XX, surgiu o rock’n roll, que revolucionou o estilo musical e, consequentemente, os ritmos das danças. Com a mistura dos povos, os aspectos culturais também foram se difundindo. O maracatu, o samba e a rumba são prova disso, pois se originaram através das danças vindas dos negros, dos índios e dos eu- ropeus. Abaixo seguem alguns ritmos de dança, valendo a pena conhecer mais sobre cada um deles, se tiver a oportunidade: • Tango • Lambada • Frevo • Cancan • Ballet • Dança do ventre • Sapateado • Dança de rua • Forró • Valsa • Flamenco • Vanerão • Quadrilha • Country • Bolero • Rock • Pagode • Funk • Hip Hop a) b) c) d) e) f) g) h)
  • 28. 54 55 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Expressando suas ideias 1. Qual o significado da dança para você? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Qual o tipo de dança de sua preferência? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 3. Você acha que a dança é importante para o bem-estar das pessoas? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 4. Pesquise e descubra a origem das seguintes danças: a) Ballet:______________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ b) Tango:______________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ c) Samba:______________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ d) Sapateado:__________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ e) Escolha um estilo de sua preferência: _____________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 5. Identifique o tipo de dança representado nas figuras abaixo. Veja o exemplo: a) Pole Dance b) _______________________ Dança do Ventre Tango Samba Balé Valsa
  • 29. 56 57 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes c) _ _________________ _________________ d) _ _________________ _ _________________ e) _ __________________ _ __________________ f) _ __________________ _ __________________ g) _______________________ h) _______________________ _______________________ i) ______________________ ______________________ j) ____________________ ____________________ Música Podemos definir a música como uma combinação harmoniosa e expressiva de sons; uma forma de linguagem que se utiliza da voz, instrumentos musicais e outros artifícios, para expressar algo a alguém. As práticas musicais não podem ser isoladas do contexto cultural. Cada cultura possui seus próprios tipos de música, totalmente diferentes em seus estilos, abordagens e concepções. Gêneros Musicais Assim como existem várias definições para música, existem muitas divisões e agrupamentos da mú- sica em gêneros, estilos e formas. Uma das divisões mais frequentes separa a música em grandes grupos: • Música erudita - a música tradicionalmente dita como “culta” e no geral, mais elaborada. Em geral exige uma atitude contemplativa e uma audição concentrada. Os gêneros eruditos são divididos princi- palmente de acordo com o período em que foram compostas ou pelas características predominantes da obra. • Música popular - associada a movimentos culturais populares. Segue tendências e modismos, mui- tas vezes é associada a valores puramente comerciais, embora, ao longo do tempo, tenha incorporado di- versas tendências vanguardistas e inclui estilos de grande sofisticação. É um tipo musical frequentemente associado a elementos extra-musicais, como textos (letra de canção), padrões de comportamento e ideo- logias; sendo subdividida em diversos gêneros distintos, de acordo com a instrumentação, características musicais predominantes e o comportamento do grupo que a pratica ou ouve. • Música folclórica ou música nacionalista - associada a fortes elementos culturais de cada grupo social. Normalmente é transmitida por imitação e costuma durar décadas ou séculos. Incluem-se neste gênero as cantigas de roda e de ninar. • Música religiosa - utilizada em liturgias, tais como missas e funerais. Também pode ser usada para adoração e oração ou em diversas festividades religiosas como o natal e a páscoa, entre outras. Música Popular Brasileira A Música Popular Brasileira (mais conhecida como MPB) é um gênero musical brasileiro, que surgiu a partir de 1966, com a segunda geração da Bossa Nova. Na prática, a sigla MPB anunciou uma fusão de dois movimentos musicais até então divergen- tes, a Bossa Nova e o engajamento folclórico dos Centros Populares de Cultu- ra da União Nacional dos Estudantes. Os primeiros defendiam a sofisticação musical e os segundos, a fidelidade à música de raiz brasileira. Com o golpe de 1964, os dois movimentos se tornaram uma frente ampla cultural contra o regime militar, adotando a sigla MPB na sua bandeira de luta.
  • 30. 58 59 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes 3. Que estilo de música brasileira você mais gosta? Qual a sua música preferida? Explique sua escolha. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 4. Identifique o estilo musical nas canções abaixo. Veja o exemplo: a) Chega de Saudade (Tom Jobim/ Vinicius de Moraes): Bossa Nova b) Com que Roupa? (Noel Rosa): _______________________________________________________ c) Samba de uma Nota Só (Tom Jobim/ Newton Mendonça):_________________________________ d) Asa Branca (Luiz Gonzaga): __________________________________________________________ e) Dormi na Praça (Fatima Leão / Elias Muniz – Canta: Bruno & Marrone): ______________________ f) Ô Abre Alas (Chiquinha Gonzaga): _____________________________________________________ Teatro A palavra teatro vem do grego théatron (significa panorama, no sentido de ser o lugar onde as pessoas se reúnem com o objetivo de assistir a um espetáculo) e pode ser definido como uma forma de arte em que um ator ou conjunto de atores interpreta uma história ou atividades para o público em um determi- nado lugar. Existem várias teorias sobre a origem do teatro, embora nenhuma delas possa ser comprovada, pois existem mais especulações do que evidencias. Uma das hipó- teses da origem do teatro refere-se à prática de rituais dos povos primitivos. Outra hipótese seria o surgimento a partir da contação de histórias, ou se desenvolvido a partir de danças, jogos, imitações. Já para alguns historiadores, o teatro apareceu na Grécia Antiga, no séc. IV a.C., em decorrência dos festivais anuais em consagra- ção a Dionísio, o deus do vinho e da alegria. O teatro grego pode ser dividido em três partes: tragédia, comédia antiga e comédia nova. • Tragédia: apresentava como principais características o terror e a piedade que despertava no pú- blico e geralmente contava a história de deuses e heróis. Para os autores clássicos, era o mais nobre dos gêneros literários. Autores: Ésquilo, Sófocles e Eurípedes. Busto de Ésquilo Depois, a MPB passou abranger outras misturas de ritmos como a do rock, soul e o samba, dando ori- gem a um estilo conhecido como samba-rock, a do música pop e do Samba, tendo como artistas famosos Gilberto Gil, Chico Buarque e outros e no fim da década de 1990 a mistura da música latina influenciada pelo reggae e o samba, dando origem a um gênero conhecido como Samba reggae. Apesar de abrangente, a MPB não deve ser confundida com Música do Brasil, em que esta abarca diversos gêneros da música nacional, entre os quais o baião, a bossa nova, o choro, o frevo, o samba, o forró, o pagode, sertanejo, e a própria MPB. Vejamos alguns desses estilos musicais: • Samba: é a principal forma de música de raízes africanas surgida no Brasil. Artistas e compositores famosos: Cartola, Noel Rosa, Beth Carvalho, Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho, Martinho da Vila. • Pagode: usualmente é cantado por uma pessoa acompanhada por cavaqui- nho, violão e pelo menos por um pandeiro. As letras são descontraídas, falam nor- malmente de amor ou qualquer situação engraçada. Artistas famosos: Raça Negra, Molejo, Exaltasamba. • Bossa Nova: surgiu na década de 1960. Este estilo é uma mistura do Jazz com o samba. Artistas famosos: João Gilberto, Tom Jobim e Vinícius de Moraes. • Choro: popularmente chamado de chorinho, é um gênero musical em geral de ritmo agitado e alegre, caracterizado pelo virtuosismo e improvi- so dos participantes, que precisam ter muito estudo e técnica, ou pleno do- mínio de seu instrumento. O choro é considerado a primeira música popular urbana típica do Brasil e difícil de ser executado. Artistas famosos: Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth e Pixinguinha. • Forró: o forró é composto por vários ritmos brasileiros tipicamente nordesti- nos, tais como: o xote, o baião, o xaxado, e coco. Outros estilos de forró são: o forró universitário, uma revisitação do forró tradicional (conhecido como forró pé-de-ser- ra) e o forró eletrônico ou estilizado. Artistas famosos: Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Elba Ramalho. • Sertanejo: ou música caipira é um gênero musical do Brasil produzido por compositores rurais e urbanos, cujo som da viola é predominante. Artistas famosos: Chitãozinho e Xororó, Rio Negro & Solimões, Pena Branca e Xavantino. Expressando suas ideias 1. Qual o significado da música para você? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Qual o seu gênero musical favorito? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  • 31. 60 61 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes • Comédia antiga: fazia alusões jocosas aos mortos, satirizava personalidades vivas e até mesmo os deuses, e por isso, teve sempre a sua existência muito ligada à democracia. Principal autor: Aristófanes. • Comédia nova: na comédia nova, diferentemente da comédia antiga, o coro já não é um elemen- to atuante, sendo sua participação resumida à coreografia dos momentos de pausa da ação, e a política quase não é discutida. Seu tema são as relações humanas, como por exemplo, as intrigas amorosas. A comédia nova é mais realista e procura, utilizando uma linguagem bem comportada, estudar as emoções do ser humano. Principal autor: Menandro. Teatro no Brasil A implantação do teatro no Brasil ocorreu no século XVI, tendo como motivo a propagação da fé religiosa, ou seja, de- vido ao empenho dos jesuítas em catequizar os índios. Deste período, podemos destacar o padre José de Anchieta, que es- creveu alguns autos (antiga composição teatral) que visavam a catequização dos indígenas, bem como a integração entre portugueses, índios e espanhóis. Só a partir do século XIX, com a vinda da corte para o Brasil que se deu o progresso do teatro em terras brasileiras. Em 1867, Gonçalves de Magalhães, introduziu no Brasil a in- fluência romântica, que iria orientar escritores, poetas e dra- maturgos, sendo Gonçalves Dias (poeta romântico) um dos autores mais representativos dessa época. O século XX despontou com um sólido teatro de variedades, mistura do varieté francês e das revistas portuguesas. O teatro ain- da não recebera as influências dos movimentos modernos que se destacavam na Europa desde o final do século anterior. A partir da encenação de Vestido de Noiva, de Nélson Rodri- gues, que nasce o moderno teatro brasileiro, não somente do pon- to-de-vista da dramaturgia, mas também da encenação, e em pleno Estado Novo. Surgiram grupos e companhias estáveis de repertório, como (a partir da década de 1940): Os Comediantes, o TBC, o Tea- tro Oficina, o Teatro de Arena, o Teatro dos Sete, a Companhia Celi- -Autran-Carrero, entre outros. Com a ditadura militar, veio a censura prévia a autores e ence- nadores, o que levou o teatro a um retrocesso produtivo, mas não criativo. Com o fim do regime militar, no início da década de 1980, o teatro tentou recobrar seus rumos e estabelecer novas diretrizes. Surgiram grupos e movimentos de estímulo a uma nova dramatur- gia, traduzida no que vemos hoje em dia. Gêneros Teatrais Gêneros Teatrais são formas de apresentação teatral. Como toda a gene- ralização, será sempre marcada por questões e pontos de vista de cultura e de cada época. Novas formas de teatro vão surgindo e fundindo-se umas nas outras. Vejamos as principais formas de teatro: • Auto – é um subgênero da literatura dramática. Visava satirizar pessoas. A moral é um elemento decisivo nesse subgênero. • Comédia – tem o propósito de provocar riso nos espectadores, tanto pelas situações cômicas, pela caracterização de tipos e de costumes, quanto pelo absurdo da história. Comédie-Française em Paris • Drama – o enredo se baseia principalmente em conflitos sentimentais humanos, muitas vezes com um tema geral triste. É entendido também como uma forma acentuada de tragédia. • Farsa – é uma modalidade burlesca, caracterizada por personagens e situações caricatas. Não pre- tende o questionamento de valores. • Melodrama – procura efeitos fáceis e conhecidos de envolvimento do público, com a utilização de fundos musicais que procuram induzir a platéia ao choro ou ao suspense, com um sentimentalismo exa- gerado. Conta, em sua construção dramática, com a alternância de elementos da tragédia e da comédia. • Ópera – um gênero artístico que consiste num drama encenado com música. • Mímica – peça de teatro em que os atores representam apenas por gestos. Marcel Marceau – Mago da mímica • Monólogo – é uma longa fala ou discurso pronunciado por uma única pessoa ou enunciador. • Musical – estilo de teatro que combina música, canções, dança, e diálogos falados. • Revista–gênerodeteatro,degostomarcadamentepopular,quetemcomocaracterísticasprincipais aapresentaçãodenúmerosmusicais,apelo àsensualidadeeàcomédia leve,comcríticassociais epolíticas.
  • 32. 62 63 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes • Stand-up comedy – indica um espetáculo de humor executado por apenas um comediante. José Vasconcelos e Bruno Motta: o pioneiro e a nova geração da comédia Stand Up juntos. • Tragédia – forma de drama, que se caracteriza pela sua seriedade e dignidade, frequentemente envolvendo um conflito entre uma personagem e algum poder de instância maior, como a lei, os deuses, o destino ou a sociedade. • Teatro Infantil – é uma apresentação cênica feita para crianças onde os atores utilizam muita criatividade, imaginação, fantasia e emoção. Os temas mais utilizados são os contos de fadas e fábulas. • Teatro Invisível – uma cena do cotidiano é en- cenada e apresentada no local onde poderia ter acon- tecido, sem que se identifique como evento teatral. Desta forma, os espectadores são reais participantes, reagindo e opinando espontaneamente à discussão provocada pela encenação. • Teatro de Fantoches – apresentação feita com fantoches, marionetes ou bonecos de manipulação, em especial aqueles onde o palco, cortinas, cenários e demais caracteres próprios são construídos espe- cialmente para a apresentação. • Teatro de Rua – apresentação de gêneros teatrais por artistas ou grupos especializados em lugares públicos. Teatro de rua • Teatro de Sombras – originário da China, os atores utilizam a sombra provocada por um ou mais feixes de luz para a realização de sua apresentação. Teatro de Sombras • Teatro Kabuki – é uma forma de teatro japonês, conhecida pela estilização do drama e pela elabo- rada maquiagem usada por seus atores. Teatro Kabuki Expressando suas ideias 1. O que você entende por teatro? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  • 33. 64 65 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes 2. Você já assistiu a alguma peça de teatro? Qual? O que você achou? Se nunca assistiu, que tipo de espe- táculo gostaria de assistir? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 3. Resuma a origem do teatro no Brasil. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 4. Você já ouviu falar da peça Romeu e Julieta? Quem é o seu autor? Pesquise e faça um resumo de sua vida. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 5. Qual gênero teatral é o seu favorito? Por quê? Cite uma peça do gênero escolhido, bem como seu autor. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 6. Complete o quadro de acordo com o gênero literário correspondente: a) modalidade burlesca, caracterizada por personagens e situações caricatas. b) a moral é um elemento decisivo nesse subgênero. c) gênero artístico que consiste num drama encenado com música. d) peça de teatro na qual os atores representam apenas por gestos. e) tem como características principais a apresentação de números musicais, apelo à sensualidade e à co- média leve, com críticas sociais e políticas. f) apresentação de gêneros teatrais por artistas ou grupos especializados em lugares públicos. g) é entendido como uma forma acentuada de tragédia. h) tem o propósito de provocar riso nos espectadores. i) combina música, canções, dança, e diálogos falados. j) apresentação feita com fantoches, marionetes ou bonecos de manipulação. k) forma de teatro japonês, conhecida pela elaborada maquiagem usada por seus atores. l) é uma longa fala ou discurso pronunciado por uma única pessoa ou enunciador. 7. Para algumas pessoas, o teatro pode ser considerado a “Arte Total”, ou seja, a arte que engloba todas as outras artes. Você concorda com essa afirmação? Por quê? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  • 34. 66 67 Educação para Jovens e Adultos - Artes Educação para Jovens e Adultos - Artes Artes Audiovisuais No séc. XIX, os avanços tecnológicos oriundos da Revolução Industrial transformaram o campo das artes ao aproximar da produção estética os meios técnicos de criação e reprodução da imagem, passando a recorrer aos recursos tecnológicos para sua criação e execução. Assim, podemos entender as Artes Audiovisuais como a técnica de trabalhar com o som e a imagem em movimento, em meio televisivo ou cinematográfico, para um público grande ou pequeno. O ensino das Artes Audiovisuais institui-se como um elemento de reestruturação do conhecimento humano na atualidade, pois o contato que todos têm hoje com a imagem em movimento, conjugada com o som, representa uma mudança significativa na forma de alguém se posicionar na sociedade. Televisão A televisão em sua forma original e até hoje mais popu- lar, envolve a transmissão de som e imagens em movimento por ondas de radiofrequência (RF), captadas por um recep- tor (o televisor). Neste sentido, é uma extensão do rádio. Funciona como meio de comunicação para a difusão de atividades e programas artísticos, informativos, educativos etc. Um exemplo da força da mídia é a hegemonia cultural que a televisão conseguiu por muitos anos, com uma produ- ção e reprodução de imagens que influenciaram e ainda influenciam enormemente no comportamento da população em quase todo o mundo e em quase todas as situações sociais – costumes, religião, ética, política etc. Cinema Quem não se encantou quando foi pela primeira vez ao ci- nema assistir a um filme? Imagine então como ficaram as pes- soas que assistiram ao primeiro filme do mundo. Isso só foi pos- sível quando os irmãos Lumière criaram o cinematógrafo, que era uma câmera de filmar e projetar imagens em movimento. A estrutura de um cinematógrafo Com o cinematógrafo em mãos, os irmãos Lumière começaram a produzir seus filmes, cuja apresentação pública foi realizada pela primeira vez em 1895, na França. O cinema com som surgiu em 1926, com o filme “The Jazz Singer”, da War- ner Brothers, recurso criado com o auxílio de um sistema de som Vitaphone, embora o som do fil- me não fosse totalmente sincronizado. Somente em 1928 a Warner Brothers obteve sucesso com a sincronização entre o som e a cena, no filme “The Lights of New York”. A partir desse momento o ci- nema passou por um processo de evolução até chegar aos dias atuais, com todo seu glamour e en- cantamento aliado à sofisticação e modernidade. Videoclipe Alguns anos atrás as pessoas associavam o som apenas ao sentido da audição. Com o desenvolvimento da computa- ção gráfica surgiram novas formas de apresentação de uma música. O videoclipe ampliou o universo sonoro da música ao romper com a tradicional apresentação apenas verbal. A tecnologia passou a ser uma poderosa ferramenta artís- tica-expressiva. Michael Jackson ao longo de sua carreira gravou mui- tos vídeoclipes. Engana-se quem pensa que um videoclipe busca apenas vender ou divulgar um álbum musical ou mesmo outro produ- to qualquer. Ele se constitui também numa expressão artística que desenvolve linguagens ousadas e criativas, influenciando no estilo de vida das pessoas, especialmente dos jovens. Até mesmo o cinema e a internet fazem uso de algumas de suas técnicas. Videoclipe da música “Abecedário da Xuxa”
  • 35. 68 Educação para Jovens e Adultos - Artes Expressando suas ideias 1. O que você entendeu por artes audiovisuais? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Em sua opinião, qual público interage mais com as artes audiovisuais? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 3. “O contato que todos têm hoje com a imagem em movimento, conjugada com o som, representa uma mudança significativa na forma de alguém se posicionar na sociedade.” Em sua opinião, de que forma isso acontece? Debata em sala de aula sobre essa questão. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 4. Pesquise e descubra qual a política do poder pública para o desenvolvimento da arte no município em que você mora. Registre as informações obtidas e dê sua opinião sobre o que os fatos revelaram. Socialize a pesquisa com seus colegas e entregue-a ao seu professor. _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ Referências http://www.infoescola.com http://pt.wikipedia.org/ http://www.brasilescola.com/artes/ http://www.edukbr.com.br/artemanhas/index.asp http://crv.educacao.mg.gov.br/sistema_crv/minicursos/arte_em/cap_eixo_I.htm http://www.ufscar.br/rua/site/?p=673 http://www.ufscar.br/rua/site/?p=3885 http://www.cultura.gov.br