SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Atividades sobre Independência do Brasil
                                                          VINDA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL
     Napoleão Bonaparte, imperador da França, havia decretado o bloqueio continental, estabelecendo que todos os países
europeus deviam fechar seus portos aos ingleses. Portugal não aderiu ao bloqueio.
     Em 1808, a Família Real abandonou Portugal porque as tropas francesas invadiram o país. A Corte veio para o Brasil e
instalou o governo no Rio de Janeiro. O príncipe D. João determinou a abertura dos portos, permitindo a todas as nações
amigas o comércio com o Brasil.
     D. João governava como príncipe regente porque sua mãe, a rainha D. Maria I, estava muito doente.
     D. João tomou importantes medidas que trouxeram muitos benefícios ao Brasil: a criação do Banco do Brasil, da Academia
Militar e da Marinha, do Jardim Botânico, do Museu e da Biblioteca Nacional, da Imprensa Régia, da Academia de Belas-Artes e
do Arsenal da Marinha.
Também permitiu que fossem abertas fábricas no Brasil. Houve um certo progresso, mas o governo teve de aumentar impostos
para sustentar despesas com a Corte. Por isso, o descontentamento dos brasileiros continuou. Em 1815, o Brasil deixou de ser
colônia e tornou-se Reino Unido a Portugal e Algarve. Com isso, as capitanias passaram a ser chamadas de províncias. Em
1818, com a morte da rainha, D. João foi coroado rei com o título de João VI.
 Em 1821, D. João VI voltou para Portugal. Ao se despedir, entregou a chefia do governo brasileiro ao seu filho D. Pedro e disse
                                                                                                               1. Responda:
                                                                                                               Quem era Napoleão Bonaparte?
                                                                                                               O que o bloqueio continental estabelecia?
                                                                                                               Por que a família Real teve que sair de
                                                                                                               Portugal?
                                                                                                               Quando a família Real veio para o Brasil e
                                                                                                               onde se estabeleceram?
                                                                                                               O que a abertura dos portos permitia?
                                                                                                               Que medidas de D. João trouxeram benefícios
                                                                                                               ao Brasil?
                                                                                                               O que o governo teve que fazer para sustentar
                                                                                                               as despesas da corte
                                                                                                               O que D. João disse para seu filho D.Pedro
Quadrinho adaptado do livro em quadrinhos Dom João Carioca, de Lilia Moritz Schwarcz e Spacca)
                                                                                                               antes de voltar para Portugal?
          2) De acordo com a leitura do texto, assinale a alternativa correta.
          a) Juntamente com a família real, várias outras pessoas importantes vieram ao Brasil para enfrentar o exército de Napoleão.
          b) A vinda da família real ao Brasil foi importante, pois acabaram-se as dívidas externas.
          c) Enquanto foi colônia de Portugal, o Brasil não podia ter sua própria moeda, seus próprios jornais.
          d) O fato de a família real ter desembarcado no Brasil trouxe apenas lucros aos brasileiros.

          3) Durante a viagem, a família real, acostumada com as mais finas comidas, alimentou-se apenas de biscoitos, de azeite, de
          repolho azedo, de carne de porco e de bacalhau. Ratos, baratas e piolhos fizeram companhia aos tripulantes nos 54 dias de
          “aventura” pelos mares. Tudo isso porque:
          a) estavam todos muito ansiosos para conhecerem a beleza do Brasil.
          b) saíram às pressas de Portugal, fugindo do exército de Napoleão.
          c) tinham como objetivo acabar com a pobreza do Brasil.
          d) nada era mais importante que salvar o Brasil das mãos dos índios.
                                                                                                 Independência do Brasil




4. Qual deveria ter sido a resposta do menino?
                                                                                                  5. Procure interpretar a "charge" de Miguel Paiva, analisando sua
                                                                                                 versão da Independência do Brasil.

          5) Observe atentamente estas imagens de D. João VI e, depois, assinale a alternativa correta.
                                                                          a) A imagem I representa uma cópia da imagem II.
                                                                          b) Em apenas uma imagem, é possível identificar a
                                                                          pessoa retratada como um rei.
                                                                          c) Ambas as imagens apresentam os mesmos
                                                                          elementos.
                                                                          d) A imagem II é uma caricatura, ou seja, uma releitura
                                                                          engraçada de D. João VI.
VINDA DA FAMÍLIA REAL
No último dia 07 de março, fez 200 anos que um príncipe português gorduchinho, uma princesa espanhola alvoraçada, uma
rainha meio tantã e dois garotos travessos chegaram ao Rio de Janeiro depois de cruzar o oceano Atlântico.
Com eles, também embarcaram várias pessoas ricas e importantes de Portugal. Todos estavam fugindo do exército de
Napoleão, o poderoso imperador francês que já havia conquistado quase a Europa inteira.
Você já deve estar se perguntando por que essa viagem, que aconteceu há bastante tempo, tem tanta importância nos dias de
hoje. Pois bem, naquela época, o Brasil ainda era uma colônia de Portugal e tudo o que produzíamos era enviado à metrópole,
não podíamos fazer comércio com outros países, nem ter nossas próprias moedas, jornais e livros. Além do isolamento,
faltavam boas estradas e moradias para a população.
                                                Nova Era
Quando a família real portuguesa veio para cá, uma nova era na história do Brasil começou. Por ter virado sede de um império,
tornou-se um lugar mais importante. Instalado aqui, D. João VI criou o primeiro banco, o primeiro jardim botânico, o primeiro
jornal, melhorou as condições de vida no Rio, além de permitir que outros países fizessem comércio conosco.
Com isso, devagarzinho, as condições para que nos tornássemos um país independente, em 1822, foram surgindo a partir daí.
Mas não pense você que esse episódio trouxe apenas consequências positivas. Só o fato de termos sido colonizados por
Portugal fez com que herdássemos muitas coisas ruins. Coisas que a família real não mudou em sua passagem por aqui.
Algumas ainda são grandes problemas para o Brasil. As diferenças sociais causadas por relações injustas de poder e pela
escravidão, a falta de boas condições de vida para os mais pobres e a corrupção, que era comum em Portugal, são algumas
das heranças negativas daquela época com as quais ainda convivemos hoje. Adaptado de Folha de São Paulo, 01/03/2008.
Responda:
1. Como a família Real é descrita no texto?

2. O que o texto diz sobre Napoleão Bonaparte?

3. Como era a situação do Brasil, antes da chegada da família Real?

4. O Brasil se tornou sede do Império, para melhorar a qualidade de vida da Corte, o que Dom João criou fez no Brasil? 5. Que
heranças negativas foram deixadas pelos portugueses no Brasil?

6. O processo de independência do Brasil caracterizou-se por:
     a) ser conduzido pela classe dominante que manteve o governo monárquico como garantia de seus privilégios;
    b) ter uma ideologia democrática e reformista, alterando o quadro social imediatamente após a independência;
    c) evitas a dependência dos mercados internacionais, criando uma economia autônoma;
    d) grande participação popular, fundamental na prolongada guerra contra as tropas metropolitanas;
7. A maior razão brasileira para romper os laços com Portugal era:
     a) evitar a fragmentação do país, abalado por revoluções anteriores;
    b) garantir a liberdade de comércio, ameaçada pela política de colonização das Cortes de Lisboa;
    c) substituir a estrutura colonial de produção e desenvolver o mercado interno;
    d) aproximar o país das repúblicas platinas e combater a Santa Aliança;
 8. A respeito da independência do Brasil, pode-se afirmar que:
a) consubstanciou os ideais propostos na Confederação do Equador;
b) instituiu a monarquia como forma de governo, a partir de um amplo movimento popular;
c) implicou na adoção da forma monárquica de governo e preservou os interesses básicos dos proprietários de terras e de
escravos
        4) Em comemoração aos 200 anos da vinda da família real ao Brasil, os Correios fizeram uma edição especial de
        selos. Faça a leitura dos textos verbais, não-verbais e mistos apresentados neles para estabelecer a relação
        correta.




I                                II                              III                   IV
A) O Corpo de Fuzileiros Navais teve como sua primeira missão garantir a segurança da Família          Está correta a relação:
Real e da Corte Portuguesa em sua viagem para o Brasil.
B) Este selo traz a escultura A Justiça, de Alfredo Ceshiatti. Colocado em primeiro plano, o           a) I-A; II-C; III-B; IV-D.
monumento reflete toda a importância do tema.                                                          b) I-C; II-B; III-A; IV-D.
C) Em primeiro plano, destaca-se o mapa do Brasil. Os aviões cruzando o globo reportam ao              c) I-A; II-C; III-D; IV-B.
desenvolvimento e à rapidez nas transações comerciais internacionais.                                  d) I-D; II-B;III-C;IV-A.
D) Este selo apresenta duas partes: na imagem à direita, o artista retrata o navio e a Família Real
portuguesa ao partir de Lisboa e à esquerda, apresenta, em primeiro plano, a figura de D. João VI.
A Turma da Mônica na Independência do Brasil




                      RESPONDA
                         1. De acordo com os quadrinhos, quando o Brasil se
                            tornou independente?
                         2. Que mantou cartas para Dom Pedro contando das
                            intenções de Portugal?
                         3. Qual foi a reação de Dom Pedro depois de ler as
                            cartas?
                         4. Onde foi Proclamada a Independência do Brasil?
                         5. Quem compôs o Hino da Independência do Brasil?
                         6. Como D. Pedro passou a ser chamado depois de
                            coroado imperador?
                         7. Qual passou a ser a situação do Brasil depois
                            desse da situação descrita nos quadrinhos?
                         8. Que duas falas de D. Pedro mais representam a
                            liberdade brasileira em relação a Portugal?
HINO DA INDEPENDÊNCIA          Brava gente brasileira!
                               Longe vá... temor servil:
                               Ou ficar a pátria livre
                               Ou morrer pelo Brasil.

                               Não temais ímpias falanges,
                               Que apresentam face hostil;
                               Vossos peitos, vossos braços
                               São muralhas do Brasil.

                               Brava gente brasileira!
                               Longe vá... temor servil:
Já podeis, da Pátria filhos,   Ou ficar a pátria livre
Ver contente a mãe gentil;     Ou morrer pelo Brasil.
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil.        Parabéns, ó brasileiro,
                               Já, com garbo varonil,
Brava gente brasileira!        Do universo entre as nações
Longe vá... temor servil:      Resplandece a do Brasil.
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.         Brava gente brasileira!
                               Longe vá... temor servil:
Os grilhões que nos forjava    Ou ficar a pátria livre
Da perfídia astuto ardil...    Ou morrer pelo Brasil.
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.
A Independência do Brasil
                            Antes de partir para Portugal, Dom João VI esvaziou os cofres do Banco do Brasil, levando
                            quase todo o ouro para Portugal e deixou Dom Pedro como príncipe regente.
                            Os portugueses, porém, não gostaram da permanência de Dom Pedro no Brasil, pois queriam
                            que o Brasil voltasse à posição de colônia.
                            Os brasileiros elaboraram, então, um documento, assinado por milhares de pessoas, pedindo
                            a sua permanência no Brasil. Dom Pedro se mostrou favorável à solicitação:
                            - Como é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico.
                            Esta declaração de Dom Pedro foi feita no dia 09 de janeiro de 1822, data que ficou conhecida
                            como o Dia do Fico.
                            Dias depois, Dom Pedro formou seu ministério, nomeando para ministro do Reino José
                            Bonifácio de Andrada e Silva.
                            Como as ameaças de Portugal continuaram Dom Pedro que fora controlar conflitos entre
                            brasileiros e portugueses na província de São Paulo, anunciou, às margens do riacho Ipiranga,
                            em São Paulo, no dia 07 de setembro de 1822:
                            “Brasileiros, as cortes de Lisboa, querem escravizar-nos. De hoje em diante, nossas relações
                            estão quebradas. Nenhum laço nos une mais, estamos separados de Portugal.” Puxando a
                            espada gritou:
                            Independência ou morte!
                            No dia 12 de outubro de 1822, Dom Pedro foi aclamado imperador do Brasil com o nome de
                            Dom Pedro I.
1.Qual foi a atitude de Dom João VI, antes de voltar para Portugal?
2. Por que era interessante para Portugal transformar novamente o Brasil em colônia?
3. Por que D. Pedro disse “Como é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico “
4.Quem foi nomeado por Dom Pedro como ministro do reino?
4. O que Dom Pedro fazia em São Paulo quando gritou “Independência ou morte!”?
5. Em que dia, mês e ano foi declarada a Independência do Brasil?
6. Copie do texto as falas de D Pedro I?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades adaptadas- História --1.pdf
Atividades adaptadas- História --1.pdfAtividades adaptadas- História --1.pdf
Atividades adaptadas- História --1.pdfWenderson Santos Couto
 
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdfIII Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdfAndré Moraes
 
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História   - Expansão Maritima PortuguesaCruzadinha de História   - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História - Expansão Maritima PortuguesaMary Alvarenga
 
História 6º-ano-quinzena-5
História 6º-ano-quinzena-5História 6º-ano-quinzena-5
História 6º-ano-quinzena-5GraaMoraes1
 
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)Atividades Diversas Cláudia
 
Palavras cruzadas - feudalimso
Palavras cruzadas  - feudalimso  Palavras cruzadas  - feudalimso
Palavras cruzadas - feudalimso Mary Alvarenga
 
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdfAtividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdfAndré Moraes
 

Mais procurados (20)

AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA - 5º ANO - PROCESSO DE REAVALIAÇAO 2017
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA - 5º ANO - PROCESSO DE REAVALIAÇAO  2017AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA - 5º ANO - PROCESSO DE REAVALIAÇAO  2017
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA - 5º ANO - PROCESSO DE REAVALIAÇAO 2017
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
 
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
 
Atividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antigaAtividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antiga
 
Atividades adaptadas- História --1.pdf
Atividades adaptadas- História --1.pdfAtividades adaptadas- História --1.pdf
Atividades adaptadas- História --1.pdf
 
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
PDF: AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BI...
 
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdfIII Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
 
Avaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítimaAvaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítima
 
Avaliação tempo-historia-
Avaliação  tempo-historia-Avaliação  tempo-historia-
Avaliação tempo-historia-
 
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História   - Expansão Maritima PortuguesaCruzadinha de História   - Expansão Maritima Portuguesa
Cruzadinha de História - Expansão Maritima Portuguesa
 
História 6º-ano-quinzena-5
História 6º-ano-quinzena-5História 6º-ano-quinzena-5
História 6º-ano-quinzena-5
 
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
Word: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Mode...
 
Mesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinhaMesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinha
 
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
 
Avaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º anoAvaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º ano
 
Gabarito: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – ...
Gabarito: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – ...Gabarito: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – ...
Gabarito: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – ...
 
Atividade Avaliativa Geografia
Atividade Avaliativa GeografiaAtividade Avaliativa Geografia
Atividade Avaliativa Geografia
 
Atividades feudalismo na idade média
Atividades   feudalismo na idade médiaAtividades   feudalismo na idade média
Atividades feudalismo na idade média
 
Palavras cruzadas - feudalimso
Palavras cruzadas  - feudalimso  Palavras cruzadas  - feudalimso
Palavras cruzadas - feudalimso
 
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdfAtividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
 

Semelhante a Independência do Brasil

Vinda família real para o Brasil
Vinda família real para o BrasilVinda família real para o Brasil
Vinda família real para o BrasilNúcia História
 
Chegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptxChegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptxRafaelyLeite1
 
A vinda da família real para o brasil
A vinda da família real para o brasilA vinda da família real para o brasil
A vinda da família real para o brasilBrunno Andrade
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasilhenrique.jay
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilPORTAL69
 
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasil
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasilChegada da Família Real – início do processo de independência do brasil
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasilFelipe de Souza
 
Independência do Brasil.
Independência do Brasil.Independência do Brasil.
Independência do Brasil.Dayane Milagres
 
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptD. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptCarlosNunes251270
 
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptD. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptESCOLAMUNICIPALPROFE20
 

Semelhante a Independência do Brasil (20)

Vinda família real para o Brasil
Vinda família real para o BrasilVinda família real para o Brasil
Vinda família real para o Brasil
 
Chegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptxChegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptx
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
 
slide aula período joanino
slide aula período joaninoslide aula período joanino
slide aula período joanino
 
A vinda da família real para o brasil
A vinda da família real para o brasilA vinda da família real para o brasil
A vinda da família real para o brasil
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
 
Independência do Brasil
Independência do BrasilIndependência do Brasil
Independência do Brasil
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
Família real no brasil
Família real no brasilFamília real no brasil
Família real no brasil
 
Brasil da independencia ao 2 reianado
Brasil  da independencia ao 2 reianadoBrasil  da independencia ao 2 reianado
Brasil da independencia ao 2 reianado
 
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasil
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasilChegada da Família Real – início do processo de independência do brasil
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasil
 
Independência do Brasil.
Independência do Brasil.Independência do Brasil.
Independência do Brasil.
 
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptD. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
 
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptD. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
 
Período Joanino
Período JoaninoPeríodo Joanino
Período Joanino
 
Processo de independência do brasil
Processo de independência do brasilProcesso de independência do brasil
Processo de independência do brasil
 
Produção textual 04.10
Produção textual 04.10Produção textual 04.10
Produção textual 04.10
 
Prova de historia 1 ano brasil colonia
Prova de historia 1 ano brasil coloniaProva de historia 1 ano brasil colonia
Prova de historia 1 ano brasil colonia
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia

Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.docAtividades Diversas Cláudia
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...Atividades Diversas Cláudia
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia (20)

Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
 
FILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.docFILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.doc
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
 
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 eAtividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
 
Atividades sobre fake news
Atividades sobre fake newsAtividades sobre fake news
Atividades sobre fake news
 
1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor
 
2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha
 
3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo
 
4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje
 
5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios
 
6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
 
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
 
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
 
Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4
 
Prova de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestreProva de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestre
 
Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1
 
Prova de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 anoProva de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 ano
 
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
 

Independência do Brasil

  • 1. Atividades sobre Independência do Brasil VINDA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL Napoleão Bonaparte, imperador da França, havia decretado o bloqueio continental, estabelecendo que todos os países europeus deviam fechar seus portos aos ingleses. Portugal não aderiu ao bloqueio. Em 1808, a Família Real abandonou Portugal porque as tropas francesas invadiram o país. A Corte veio para o Brasil e instalou o governo no Rio de Janeiro. O príncipe D. João determinou a abertura dos portos, permitindo a todas as nações amigas o comércio com o Brasil. D. João governava como príncipe regente porque sua mãe, a rainha D. Maria I, estava muito doente. D. João tomou importantes medidas que trouxeram muitos benefícios ao Brasil: a criação do Banco do Brasil, da Academia Militar e da Marinha, do Jardim Botânico, do Museu e da Biblioteca Nacional, da Imprensa Régia, da Academia de Belas-Artes e do Arsenal da Marinha. Também permitiu que fossem abertas fábricas no Brasil. Houve um certo progresso, mas o governo teve de aumentar impostos para sustentar despesas com a Corte. Por isso, o descontentamento dos brasileiros continuou. Em 1815, o Brasil deixou de ser colônia e tornou-se Reino Unido a Portugal e Algarve. Com isso, as capitanias passaram a ser chamadas de províncias. Em 1818, com a morte da rainha, D. João foi coroado rei com o título de João VI. Em 1821, D. João VI voltou para Portugal. Ao se despedir, entregou a chefia do governo brasileiro ao seu filho D. Pedro e disse 1. Responda: Quem era Napoleão Bonaparte? O que o bloqueio continental estabelecia? Por que a família Real teve que sair de Portugal? Quando a família Real veio para o Brasil e onde se estabeleceram? O que a abertura dos portos permitia? Que medidas de D. João trouxeram benefícios ao Brasil? O que o governo teve que fazer para sustentar as despesas da corte O que D. João disse para seu filho D.Pedro Quadrinho adaptado do livro em quadrinhos Dom João Carioca, de Lilia Moritz Schwarcz e Spacca) antes de voltar para Portugal? 2) De acordo com a leitura do texto, assinale a alternativa correta. a) Juntamente com a família real, várias outras pessoas importantes vieram ao Brasil para enfrentar o exército de Napoleão. b) A vinda da família real ao Brasil foi importante, pois acabaram-se as dívidas externas. c) Enquanto foi colônia de Portugal, o Brasil não podia ter sua própria moeda, seus próprios jornais. d) O fato de a família real ter desembarcado no Brasil trouxe apenas lucros aos brasileiros. 3) Durante a viagem, a família real, acostumada com as mais finas comidas, alimentou-se apenas de biscoitos, de azeite, de repolho azedo, de carne de porco e de bacalhau. Ratos, baratas e piolhos fizeram companhia aos tripulantes nos 54 dias de “aventura” pelos mares. Tudo isso porque: a) estavam todos muito ansiosos para conhecerem a beleza do Brasil. b) saíram às pressas de Portugal, fugindo do exército de Napoleão. c) tinham como objetivo acabar com a pobreza do Brasil. d) nada era mais importante que salvar o Brasil das mãos dos índios. Independência do Brasil 4. Qual deveria ter sido a resposta do menino? 5. Procure interpretar a "charge" de Miguel Paiva, analisando sua versão da Independência do Brasil. 5) Observe atentamente estas imagens de D. João VI e, depois, assinale a alternativa correta. a) A imagem I representa uma cópia da imagem II. b) Em apenas uma imagem, é possível identificar a pessoa retratada como um rei. c) Ambas as imagens apresentam os mesmos elementos. d) A imagem II é uma caricatura, ou seja, uma releitura engraçada de D. João VI.
  • 2. VINDA DA FAMÍLIA REAL No último dia 07 de março, fez 200 anos que um príncipe português gorduchinho, uma princesa espanhola alvoraçada, uma rainha meio tantã e dois garotos travessos chegaram ao Rio de Janeiro depois de cruzar o oceano Atlântico. Com eles, também embarcaram várias pessoas ricas e importantes de Portugal. Todos estavam fugindo do exército de Napoleão, o poderoso imperador francês que já havia conquistado quase a Europa inteira. Você já deve estar se perguntando por que essa viagem, que aconteceu há bastante tempo, tem tanta importância nos dias de hoje. Pois bem, naquela época, o Brasil ainda era uma colônia de Portugal e tudo o que produzíamos era enviado à metrópole, não podíamos fazer comércio com outros países, nem ter nossas próprias moedas, jornais e livros. Além do isolamento, faltavam boas estradas e moradias para a população. Nova Era Quando a família real portuguesa veio para cá, uma nova era na história do Brasil começou. Por ter virado sede de um império, tornou-se um lugar mais importante. Instalado aqui, D. João VI criou o primeiro banco, o primeiro jardim botânico, o primeiro jornal, melhorou as condições de vida no Rio, além de permitir que outros países fizessem comércio conosco. Com isso, devagarzinho, as condições para que nos tornássemos um país independente, em 1822, foram surgindo a partir daí. Mas não pense você que esse episódio trouxe apenas consequências positivas. Só o fato de termos sido colonizados por Portugal fez com que herdássemos muitas coisas ruins. Coisas que a família real não mudou em sua passagem por aqui. Algumas ainda são grandes problemas para o Brasil. As diferenças sociais causadas por relações injustas de poder e pela escravidão, a falta de boas condições de vida para os mais pobres e a corrupção, que era comum em Portugal, são algumas das heranças negativas daquela época com as quais ainda convivemos hoje. Adaptado de Folha de São Paulo, 01/03/2008. Responda: 1. Como a família Real é descrita no texto? 2. O que o texto diz sobre Napoleão Bonaparte? 3. Como era a situação do Brasil, antes da chegada da família Real? 4. O Brasil se tornou sede do Império, para melhorar a qualidade de vida da Corte, o que Dom João criou fez no Brasil? 5. Que heranças negativas foram deixadas pelos portugueses no Brasil? 6. O processo de independência do Brasil caracterizou-se por: a) ser conduzido pela classe dominante que manteve o governo monárquico como garantia de seus privilégios; b) ter uma ideologia democrática e reformista, alterando o quadro social imediatamente após a independência; c) evitas a dependência dos mercados internacionais, criando uma economia autônoma; d) grande participação popular, fundamental na prolongada guerra contra as tropas metropolitanas; 7. A maior razão brasileira para romper os laços com Portugal era: a) evitar a fragmentação do país, abalado por revoluções anteriores; b) garantir a liberdade de comércio, ameaçada pela política de colonização das Cortes de Lisboa; c) substituir a estrutura colonial de produção e desenvolver o mercado interno; d) aproximar o país das repúblicas platinas e combater a Santa Aliança; 8. A respeito da independência do Brasil, pode-se afirmar que: a) consubstanciou os ideais propostos na Confederação do Equador; b) instituiu a monarquia como forma de governo, a partir de um amplo movimento popular; c) implicou na adoção da forma monárquica de governo e preservou os interesses básicos dos proprietários de terras e de escravos 4) Em comemoração aos 200 anos da vinda da família real ao Brasil, os Correios fizeram uma edição especial de selos. Faça a leitura dos textos verbais, não-verbais e mistos apresentados neles para estabelecer a relação correta. I II III IV A) O Corpo de Fuzileiros Navais teve como sua primeira missão garantir a segurança da Família Está correta a relação: Real e da Corte Portuguesa em sua viagem para o Brasil. B) Este selo traz a escultura A Justiça, de Alfredo Ceshiatti. Colocado em primeiro plano, o a) I-A; II-C; III-B; IV-D. monumento reflete toda a importância do tema. b) I-C; II-B; III-A; IV-D. C) Em primeiro plano, destaca-se o mapa do Brasil. Os aviões cruzando o globo reportam ao c) I-A; II-C; III-D; IV-B. desenvolvimento e à rapidez nas transações comerciais internacionais. d) I-D; II-B;III-C;IV-A. D) Este selo apresenta duas partes: na imagem à direita, o artista retrata o navio e a Família Real portuguesa ao partir de Lisboa e à esquerda, apresenta, em primeiro plano, a figura de D. João VI.
  • 3. A Turma da Mônica na Independência do Brasil RESPONDA 1. De acordo com os quadrinhos, quando o Brasil se tornou independente? 2. Que mantou cartas para Dom Pedro contando das intenções de Portugal? 3. Qual foi a reação de Dom Pedro depois de ler as cartas? 4. Onde foi Proclamada a Independência do Brasil? 5. Quem compôs o Hino da Independência do Brasil? 6. Como D. Pedro passou a ser chamado depois de coroado imperador? 7. Qual passou a ser a situação do Brasil depois desse da situação descrita nos quadrinhos? 8. Que duas falas de D. Pedro mais representam a liberdade brasileira em relação a Portugal?
  • 4. HINO DA INDEPENDÊNCIA Brava gente brasileira! Longe vá... temor servil: Ou ficar a pátria livre Ou morrer pelo Brasil. Não temais ímpias falanges, Que apresentam face hostil; Vossos peitos, vossos braços São muralhas do Brasil. Brava gente brasileira! Longe vá... temor servil: Já podeis, da Pátria filhos, Ou ficar a pátria livre Ver contente a mãe gentil; Ou morrer pelo Brasil. Já raiou a liberdade No horizonte do Brasil. Parabéns, ó brasileiro, Já, com garbo varonil, Brava gente brasileira! Do universo entre as nações Longe vá... temor servil: Resplandece a do Brasil. Ou ficar a pátria livre Ou morrer pelo Brasil. Brava gente brasileira! Longe vá... temor servil: Os grilhões que nos forjava Ou ficar a pátria livre Da perfídia astuto ardil... Ou morrer pelo Brasil. Houve mão mais poderosa: Zombou deles o Brasil.
  • 5.
  • 6. A Independência do Brasil Antes de partir para Portugal, Dom João VI esvaziou os cofres do Banco do Brasil, levando quase todo o ouro para Portugal e deixou Dom Pedro como príncipe regente. Os portugueses, porém, não gostaram da permanência de Dom Pedro no Brasil, pois queriam que o Brasil voltasse à posição de colônia. Os brasileiros elaboraram, então, um documento, assinado por milhares de pessoas, pedindo a sua permanência no Brasil. Dom Pedro se mostrou favorável à solicitação: - Como é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico. Esta declaração de Dom Pedro foi feita no dia 09 de janeiro de 1822, data que ficou conhecida como o Dia do Fico. Dias depois, Dom Pedro formou seu ministério, nomeando para ministro do Reino José Bonifácio de Andrada e Silva. Como as ameaças de Portugal continuaram Dom Pedro que fora controlar conflitos entre brasileiros e portugueses na província de São Paulo, anunciou, às margens do riacho Ipiranga, em São Paulo, no dia 07 de setembro de 1822: “Brasileiros, as cortes de Lisboa, querem escravizar-nos. De hoje em diante, nossas relações estão quebradas. Nenhum laço nos une mais, estamos separados de Portugal.” Puxando a espada gritou: Independência ou morte! No dia 12 de outubro de 1822, Dom Pedro foi aclamado imperador do Brasil com o nome de Dom Pedro I. 1.Qual foi a atitude de Dom João VI, antes de voltar para Portugal? 2. Por que era interessante para Portugal transformar novamente o Brasil em colônia? 3. Por que D. Pedro disse “Como é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico “ 4.Quem foi nomeado por Dom Pedro como ministro do reino? 4. O que Dom Pedro fazia em São Paulo quando gritou “Independência ou morte!”? 5. Em que dia, mês e ano foi declarada a Independência do Brasil? 6. Copie do texto as falas de D Pedro I?