So claudia

276 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
276
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

So claudia

  1. 1. Cláudia Pereira 2014
  2. 2.  Introdução  Sistema operativo Linux  Evolução histórica  Kernel núcleo do S O  Aplicações do Linux  Licenças do Linux  Descrição  Imagens Versões do Linux  Exemplos Versões do Linux  Vídeo  Conclusão  Web grafia Cláudia Pereira 2
  3. 3. Linux é um sistema operativo da família Unix. È um software livre, com o código fonte disponível e www.kernel.org. Por vezes, é utilizado como significado de núcleo do sistema operativo e como colecção total de programas ( núcleo + programas ). Fig.1 Linux Cláudia Pereira 3
  4. 4.  O sistema operativo Linux teve o seu núcleo, mais conhecido como kernel, criado em 1991, pelo então pesquisador do Departamento de Ciências da Computação da Universidade de Helsinki (Finlândia) Linus Torvalds. O kernel é a mais baixa camada de interface entre o software e o hardware, responsável pelo gerenciamento de toda a operação de um computador. Fig.2 Kernel Cláudia Pereira 4
  5. 5.  A criação do sistema operacional veio no rastro do movimento do software livre, que ganhou impulso em 1984 com a fundação do Projecto GNU e a criação, em 1985, da primeira versão da licença GPL (General Public License), escrita por outro guru do mundo Linux (ou GNU/Linux, como ele prefere), Richard Stallman. Fig.3 Gnu / Linux Cláudia Pereira 5
  6. 6.  Desde o início dos anos 1980 o kernel vem sendo explorado por diversas empresas e programadores, que acrescentaram a ele uma série de aplicações para adicionar recursos ao sistema operacional. Fig.4 Núcleo do s o Cláudia Pereira 6
  7. 7.  Essas melhorias deram origem ao que hoje costuma chamar-se distribuição, ou simplesmente distro —um pacote com diversos recursos do Linux, entre aplicativos e até interfaces gráficas diferentes, como se o sistema operacional tivesse ele próprio "skins" ou temas, como o navegador Firefox Fig. 5 Distribuições Cláudia Pereira 7
  8. 8.  Uma distribuição Linux pode ser comercial ou não comercial. No primeiro caso, o usuário paga pelo sistema e recebe suporte técnico. No segundo caso, não há qualquer cobrança pelo uso do sistema, basta o usuário fazer o download na Internet. Como não há suporte técnico, o usuário deverá tentar resolver os problemas que ocorrerem através das listas de discussão da correspondente distribuição. Cláudia Pereira 8
  9. 9.  Descrição  Uma Distribuição Linux é composta por uma colecção de aplicativos mais o kernel (núcleo) do sistema operativo.  O Linux, na realidade, é apenas o nome do kernel, do sistema operativo. Isto significa que todas as distribuições usam o mesmo kernel, mas podem juntar diversos aplicativos de acordo com o objectivo do seu utilizador. Cláudia Pereira 9
  10. 10. Abaixo seguem algumas das versões mais usadas no LINUX Fig.6 Versões do Linux Cláudia Pereira 10
  11. 11.  .  Exemplos  Debian é um sistema operacional de distribuição não comercial e livre de Linux. Como o Debian se baseia no projecto GNU, normalmente é chamado de Debian GNU/Linux. Actualmente várias distribuições comerciais se baseiam no Debian como, por exemplo, Kurumin e Ubuntu. Este facilita a instalação e o gerir de programas no sistema.. . Fig.7 Debian Cláudia Pereira 11
  12. 12.  BackTrack é uma distribuição não comercial voltada para os profissionais da área de segurança da informação. Ela disponibiliza várias ferramentas para detectar falhas de segurança que permitem a invasão de um sistema, por isso ela é definida como Penetration Testing Distribution. A palavra "backtrack" significa em português "rota inversa". Fig.8 BackTrack Cláudia Pereira 12
  13. 13.  Fedora é uma distribuição não comercial do Linux voltada para desktop e patrocinada pela Red Hat Enterprise Linux (dona da marca Fedora). Ela nasceu quando a empresa norte-americana decidiu investir em uma versão comercial do Linux, o Red Hat. Esta tem como prioridade o uso do computador como estação de trabalho é muito usada pela comunidade. Além de uma ampla gama de ferramentas de escritório, possui funções de servidor e aplicativos. Fig.9 Fedora Cláudia Pereira 13
  14. 14.  Slackware é uma distribuição não comercial que tem por objectivo fornecer um ambiente o mais próximo possível do ambiente Unix. Por isso, faz uso de arquivos de texto e de shell scripts para configuração e administração do sistema. As suas prioridades são estabilidade e simplicidade, e é isso que a torna uma das mais populares. Possui uma interface de ligação muito amigável. fi.g.10 Blackware Cláudia Pereira 14
  15. 15.  Ubuntu é um sistema operacional não comercial patrocinada pela Canonical e baseada na distribuição Debian. Actualmente, é uma das mais populares distribuições Linux. Incorporando melhorias e correcções, de forma a proporcionar um sistema bastante estável e fácil de usar. Fig.11 Ubuntu Cláudia Pereira 15
  16. 16. Mandriva é uma distribuição que está disponível em versão gratuita e em versão paga. Ela é uma das poucas distribuições Linux com presença global e surgiu da fusão da empresa brasileira Conectiva e da empresa francesa MandrakeSoft. O nome "Mandriva" vem da junção dos nomes "Mandrake" e "Conectiva".Adoptou um modelo de desenvolvimento aberto antes de outras versões. Fig.12 Mandriva Cláudia Pereira 16
  17. 17.  SUSE – É uma das maiores influências do Linux no mundo, junto com a red hat. No início baseava-se no slackwares, mas rápido começou a implementar os pacotes com o RPM, fazendo mudanças na forma de organização do sistema. Fig.13 Suse Cláudia Pereira 17
  18. 18. Cláudia Pereira 18
  19. 19.  O que faz do LINUX um excelente Sistema Operativo, são as ferramentas existentes que facilitam o seu uso.  Existem centenas de Versões Linux no mundo. As empresas criavam programas fáceis de interagir com o Kernel do Linux, que facilitavam a tarefa do dia a dia. Assim surgiram as variadíssimas versões cada uma com as suas Peculiaridades.  Só falei em algumas, porque era impossível falar de todas, mas pela pesquisa que fiz são as mais populares…… Fig.14 Linux e o Mundo Cláudia Pereira 19
  20. 20.  www.youtube.com/watch?v=7NTWFfAhqN.  tecnologia.uol.com.br/ultnot/2007/04/13/ult4213u71.jhtm  www.vivaolinux.com.br/linux/‎  pt.wikipedia.org/wiki/Linux‎  http://juliobattisti.com.br/tutoriais/jarbasteixeira/linux003.asp  500 × 500 - ti-colegiopraxis.forumeiros.com  http://www.google.pt/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fwww.distrogeeks.com%2Fwp- content%2Fuploads%2F2012%2F11%2Fdebian- tux.png&imgrefurl=http%3A%2F%2Fwww.distrogeeks.com%2Fdistributions%2Fdebian%2F&h=250&w=247&tbni d=- D927bYzVGxtjM%3A&zoom=1&docid=kAkv2MitSXQ_CM&ei=uPVNU4SbH4rHtAbJ6oGoCA&tbm=isch&ved= 0CDUQMygtMC0nds4rAI&iact=rp=24c&uact=3&dur=2760&page=15&start=340&  http://www.google.pt/imgres?imgurl=http%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F- c5yKAexlF0s%2FT9tF4phnuHI%2FAAAAAAAAEXw%2Fp_SHXDHuLWI%2Fs1600%2Flilitux- tux-atlas- 15113.png&imgrefurl=http%3A%2F%2Fnteceilandia.blogspot.com%2F2012%2F06%2Fpo r-que-o-pinguim-e-o-simbolo-do- linux.html&h=251&w=251&tbnid=AeWBCKrls3OYeM%3A&zoom=1&docid=eATgIxCfvkU 3_M&ei=2PZNU56rOInEsgaUoIDgDQ&tbm=isch&ved=0CKMBEDMoSDBI&iact=rc&uact=3 &dur=2063&page=3&start=46&ndsp=27 •‎ Cláudia Pereira 20

×