Rodados alimentos

618 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
618
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rodados alimentos

  1. 1. Para crescer bem e com saúde, é preciso saber comer! Roda dos Alimentos
  2. 2. Roda dos Alimentos Cereais e derivados, tubérculos Hortícolas Fruta Lacticínios Carnes, pescado e o vos Leguminosas Gorduras e óleos
  3. 3. Isto porque, está representada em todos eles pois faz parte da constituição de quase todos os alimentos. Roda dos Alimentos Não possuindo um grupo próprio, a água assume a posição central na roda dos alimentos. Por ser um bem tão essencial à vida recomenda-se o seu consumo diário na ordem dos 1,5 e 3 litros.       
  4. 4. Roda dos Alimentos Lacticínios <ul><li>Fornecem cálcio, indispensável para a saúde dos ossos. </li></ul><ul><li>Este grupo é constituído pelo leite, iogurtes, queijo e requeijão </li></ul>
  5. 5. Roda dos Alimentos Carne, pescado e ovos <ul><li>Estes alimentos são fundamentais para a constituição dos ossos e músculos. </li></ul><ul><li>Este grupo é constituído pela carne (frango, perú, vaca, porco, cabrito, ...), pescado (atum, sardinha, bacalhau, amêijoa, ...) e ovos. </li></ul>
  6. 6. Roda dos Alimentos Gorduras e óleos <ul><li>As gorduras e os óleos fornecem-nos a energia de que necessitamos. </li></ul><ul><li>Este grupo é constituído pelo azeite, óleos, manteiga,margarinas e banha. </li></ul>
  7. 7. Roda dos Alimentos Cereais e derivados, tubérculos <ul><li>Os alimentos deste grupo são grandes fontes de energia. </li></ul><ul><li>Este grupo é constituído pelos cereais (arroz, milho, trigo, centeio, ...) e derivados (farinha, pão, massa, flocos, ...),e tubérculos (batata, batata-doce, mandioca, ...). </li></ul>
  8. 8. Roda dos Alimentos Hortícolas <ul><li>Os alimentos deste grupo são importantes para o crescimento </li></ul><ul><li>Este grupo é constituído pelos produtos hortícolas (couves, grelos, nabiças, alface, cenoura, tomate, cebola, abóbora, nabo...). </li></ul>
  9. 9. Roda dos Alimentos Fruta <ul><li>Os alimentos deste grupo são importantes para o crescimento </li></ul><ul><li>Este grupo é constituído pelos frutos (laranja, maçã, pêra...). </li></ul>
  10. 10. Roda dos Alimentos Leguminosas <ul><li>Os alimentos deste grupo são fundamentais para o correcto funcionamento dos intestinos - ajudam a eliminar os resíduos alimentares do organismo.  </li></ul><ul><li>Este grupo é constituído pelas leguminosas (feijão, grão-de-bico, fava, soja, ...). </li></ul>
  11. 11. Pirâmide da Alimentação Devemos comer todos os dias em maior quantidade Devemos comer todos os dias mas com moderação Pode-se comer em pequenas quantidades, de vez em quando
  12. 12. Roda dos Alimentos Uma refeição saudável deve ter alimentos dos vários grupos, nas porções indicadas A Roda dos Alimentos ensina-nos como manter uma alimentação saudável, ou seja, completa, equilibrada e variada.  
  13. 14. O  SAL  E  A  COMIDA              Um rei tinha três filhas; perguntou a cada uma delas por sua vez, qual era a mais sua amiga. A mais velha respondeu: – Quero mais a meu pai do que à luz do Sol. Respondeu a do meio: – Gosto mais de meu pai do que de mim mesma. A mais moça respondeu: – Quero-lhe tanto como a comida quer o sal. O rei entendeu por isto que a filha mais nova o não amava tanto como as outras, e pô-la fora do palácio. Ela foi muito triste por esse mundo, e chegou ao palácio de um rei, e aí se ofereceu para ser cozinheira. Um dia veio à mesa um pastel muito bem feito, e o rei ao parti-lo achou dentro um anel muito pequeno, e de grande preço. Perguntou a todas as damas da corte de quem seria aquele anel. Todas quiseram ver se o anel lhes servia: foi passando, até que foi chamada a cozinheira, e só a ela é que o anel servia. O príncipe viu isto e ficou logo apaixonado por ela, pensando que era de família de nobreza. Começou então a espreitá-la, porque ela só cozinhava às escondidas, e viu-a vestida com trajos de princesa. Foi chamar o rei seu pai e ambos viram o caso. O rei deu licença ao filho para casar com ela, mas a menina tirou por condição que queria cozinhar pela sua mão o jantar do dia da boda. Para as festas de noivado convidou-se o rei que tinha três filhas, e que pusera fora de casa a mais nova. A princesa cozinhou o jantar, mas nos manjares que haviam de ser postos ao rei seu pai não botou sal de propósito. Todos comiam com vontade, mas só o rei convidado é que não comia. Por fim perguntou-lhe o dono da casa, porque é que o rei não comia? Respondeu ele, não sabendo que assistia ao casamento da filha: – É porque a comida não tem sal. O pai do noivo fingiu-se raivoso, e mandou que a cozinheira viesse ali dizer porque é que não tinha botado sal na comida. Veio então a menina vestida de princesa, mas assim que o pai a viu, conheceu-a logo, e confessou ali a sua culpa, por não ter percebido quanto era amado por sua filha, que lhe tinha dito, que lhe queria tanto como a comida quer o sal, e que depois de sofrer tanto nunca se queixara da injustiça de seu pai.

×