Síntese Anual 2009
Quando a excelência

02   Missão

03   Mensagem do Presidente

06   Principais Indicadores

07   Perfil

12   Prémios

13 ...
prevalece.
Provamos a nossa capacidade de resistência e perseverança
num ano de continuada turbulência financeira. Raciona...
Missão




                                         Prestamos aos nossos
                                         clientes...
Mensagem do Presidente




                                                           Visão
                              ...
Preservar
É o primeiro passo para reforçar os alicerces de toda a nossa
actividade, na actual conjuntura económica e financeira.
Con...
Principais Indicadores




                                                                                               ...
Perfil




                                                  Independência
                                               ...
Perfil




  Integridade
  Pela sua experiência, discrição e postura
  independente, o Banco Finantia
  distingue-se pela ...
Perfil



Crédito ao Consumo                                         O Banco destaca-se nesta área como umas das
         ...
Visionar
Inovação é uma palavra constante na nossa actuação.
Preocupamo-nos em oferecer aos nossos clientes e accionistas
respostas...
Prémios




                                                          ‘Best smaller bank in Western Europe’




          ...
Órgãos Sociais e Quadros Directivos



                                                                            Em cima...
Redefinir
Não podemos escapar à história, podemos sim prever melhor


o futuro.
o que devemos fazer para nos precavermos quanto às
c...
Actividades Operacionais




     Perseverança
     Apesar da crise que continuou a afectar
     alguns sectores dos merca...
Actividades Operacionais



Crédito ao Consumo                                         Banca de Investimentos
Em 2009 a ac...
Actividades Operacionais



Mercado de Capitais (cont.)                                 Os esforços da área de Trade Finan...
Actividades Operacionais




Banca Privada
Prosseguindo a tendência positiva dos últimos exercícios
assistimos durante o a...
Responsabilidade Social, Mecenato e Educação



Responsabilidade Social                                  Mecenato Cultural...
Responsabilidade Social, Mecenato e Educação




              Consistência
              Ao longo de toda a sua existênci...
Balanço Consolidado
em 31 de Dezembro de 2009 e 2008



                                               2009      2008
Valo...
Demonstração dos Resultados Consolidados
                                                       em 31 de Dezembro de 2009 ...
A informação contida neste documento é
complementada pelo Relatório e Contas 2009
do Banco Finantia que está disponível na...
O papel utilizado nesta Síntese Anual
                  é proveniente de florestas que são geridas
                  de um...
Rua General Firmino Miguel, 5
1600-100 Lisboa – Portugal
T +351 21 720 2000
F +351 21 726 5310

Rua São João de Brito, 605...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Banco Finantia Síntese Anual 2009

694 visualizações

Publicada em

Banco Finantia Síntese Anual 2009

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Banco Finantia Síntese Anual 2009

  1. 1. Síntese Anual 2009
  2. 2. Quando a excelência 02 Missão 03 Mensagem do Presidente 06 Principais Indicadores 07 Perfil 12 Prémios 13 Órgãos Sociais e Quadros Directivos 16 Actividades Operacionais 20 Responsabilidade Social, Mecenato e Educação 22 Balanço Consolidado 23 Demonstração dos Resultados Consolidados
  3. 3. prevalece. Provamos a nossa capacidade de resistência e perseverança num ano de continuada turbulência financeira. Racionalizamos a nossa política de expansão internacional. Capitalizamos nas fortes competências dos nossos recursos humanos. E garantimos um valor real de investimento para os nossos clientes e accionistas.
  4. 4. Missão Prestamos aos nossos clientes serviços financeiros de grande qualidade e valor acrescentado. Conseguimos para os nossos accionistas uma rentabilidade sustentável. Recrutamos, formamos e desenvolvemos profissionais responsáveis e ambiciosos. 02 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  5. 5. Mensagem do Presidente Visão 2009 provou ser um ano de instabilidade em vários sectores do mundo financeiro. Para o Banco Finantia, foi sobretudo uma oportunidade para criar novas soluções e ofertas mais diversificadas e transparentes de investimento, acautelando os riscos existentes, associados às consequências da crise que ainda se faz sentir. No ano de 2009 observou-se a continuação da crise financeira iniciada no ano anterior, com alargamento à actividade económica, a nível global. Grande parte das economias da OCDE entraram em recessão, em particular as da UE. Portugal não foi excepção, com efeitos negativos no investimento e no emprego. O Banco Finantia manteve uma postura conservadora em relação ao risco, incrementando simultaneamente as actividades de intermediação e colocação de valores mobiliários e a prestação de serviços. Reforçámos a aposta na actividade internacional e no crescimento da Banca Privada, quer em Portugal quer em Espanha. Cumprimos, em paralelo, um rigoroso programa de redução e controlo de custos. Vimos a nossa estratégia recompensada pois, apesar das nossas actividades terem continuado a ser afectadas pela crise, conseguimos um crescimento dos nossos resultados de 12% e um rácio de eficiência (cost-to-income) em redor de 30%, um dos mais baixos da banca portuguesa. Em termos de solvabilidade, o Banco Finantia apresentou no final de 2009 um rácio CAD de 14,1% (Core Tier I de 9,4%), um dos mais elevados do sector, de acordo com as regras de Basileia II. A envolvente macroeconómica global vai continuar a condicionar o nosso posicionamento estratégico em 2010 – projectamos a continuação da expansão na área internacional enquanto na Península Ibérica o faremos apenas em actividades seleccionadas, como a Banca Privada e a venda/intermediação de seguros. Acreditamos que a melhor forma de prosseguir os nossos objectivos é criar relações de longo prazo com os nossos clientes, actuando sempre de acordo com os princípios éticos e profissionais que nos têm guiado desde a nossa fundação: integridade, independência, excelência e inovação. A nossa equipa de profissionais determinados, competentes e motivados, incute-nos a certeza de que saberemos continuar a corresponder à confiança em nós depositada por accionistas, clientes, colaboradores e autoridades. António M. A. Guerreiro Presidente do Conselho de Administração Síntese Anual 2009 Banco Finantia 03
  6. 6. Preservar
  7. 7. É o primeiro passo para reforçar os alicerces de toda a nossa actividade, na actual conjuntura económica e financeira. Conseguimo-lo mantendo-nos fiéis aos princípios estabelecidos quando iniciámos a nossa actividade, há mais de duas décadas: os nossos valores. integridade, excelência, inovação e independência.
  8. 8. Principais Indicadores IFRS1 2009 2008 Valores expressos em milhões de Euros Activo Total 3 105,7 3 895,3 Garantias e ‘Credit Default Swaps’ 934,6 1 049,2 Crédito e Garantias a clientes 1 143,4 1 396,7 do qual: Crédito ao Consumo 982,9 1 226,5 Capital Próprio 353,2 355,1 Produto Bancário 131,7 137,1 Resultado Operacional 91,7 88,8 Lucro Líquido 12,1 10,8 Solvabilidade Bal II Rácio de Requisitos de Fundos Próprios (%) 14,1 13,7 Tier I = Core Tier I (%) 9,4 9,7 RWA 3 552,1 3 937,7 Qualidade do Crédito (%) Crédito Vencido > 90 dias / Crédito a Clientes 6,3 4,1 Cobertura do Crédito Vencido > 90 dias2 157,4 172,9 Crédito com Incumprimento3 / Crédito Total 7,5 4,1 Crédito com Incumprimento3, Líquido / Crédito Total, Líquido 2,5 -0,2 Cobertura do Crédito com Incumprimento2 132,7 171,4 Produtividade / Eficiência ‘Cost to Income’ (%) 30,3 35,2 Custos com Pessoal / Produto Bancário (%) 13,5 18,6 Valores por Acção (Euros) Lucro Líquido 0,11 0,10 Valor Contabilístico 3,16 3,14 Nº médio ponderado de acções em circulação (milhões) 112,1 113,4 Nº de acções no final do ano (milhões) 111,6 113,2 1 Normas Internacionais de Relato Financeiro 2 Rácios de cobertura incluem o justo valor dos colaterais associados 3 Crédito vencido > 90 dias e crédito de cobrança duvidosa 06 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  9. 9. Perfil Independência O Banco Finantia é um banco global independente, com mais de 20 anos de experiência, reconhecido pela sua excelência e pelo seu profissionalismo. Com presença nos mercados nacional e internacional, o Banco é líder em segmentos de mercado seleccionados: Banca Privada, Crédito ao Consumo e Banca de Investimentos. As actividades de Banca Privada e Crédito ao Consumo concentram-se na Península Ibérica e as de Banca de Investimentos desenvolvem-se no corredor Península Ibérica / América Latina e nos mercados turco, russo e da Comunidade de Estados Independentes, através dos escritórios de Lisboa, Londres, Madrid, Nova Iorque e São Paulo. Com a colaboração de cerca de 400 profissionais e uma equipa de gestão altamente reconhecida, qualificada e com vasta experiência internacional, o Banco assegura um serviço de primeira categoria e um conhecimento profundo dos mercados financeiros. Os principais accionistas do Banco Finantia são a Finantipar SGPS (holding controlada pelo senior management do Banco Finantia), o Natixis (França), o VTB Capital PLC (Reino Unido/Rússia) e o WestLB (Alemanha). Nova Iorque Londres Madrid, Barcelona e Valência São Paulo Lisboa, Porto Síntese Anual 2009 Banco Finantia 07
  10. 10. Perfil Integridade Pela sua experiência, discrição e postura independente, o Banco Finantia distingue-se pela sua orientação para o cliente, pelo aconselhamento personalizado, pela preservação do capital e pela total confidencialidade. O Banco Finantia apresenta ao cliente soluções simples e transparentes, adequadas ao perfil de risco de cada cliente, às suas expectativas de rentabilidade e ao seu horizonte temporal de investimento. Os produtos e serviços oferecidos incluem depósitos a prazo, gestão de portfolios financeiros, seguros e fundos de investimento. O Banco desenvolve internamente produtos inovadores e procede de forma independente e cuidada à selecção dos melhores fundos Finantia Private – Banca Privada de investimento internacionais. O cliente pode optar por delegar a gestão do seu “Somos o seu outro Banco” património financeiro através de um contrato de gestão discricionária, ou por manter a seu cargo a A área de Banca Privada do Banco Finantia, denominada responsabilidade pela gestão, beneficiando do nosso hoje Finantia Private, é uma actividade em expansão aconselhamento e propostas de investimento (gestão significativa, reflexo da confiança depositada pelos não discricionária). clientes nos serviços do Banco. O Finantia Private oferece também aconselhamento O Banco dedica-se à gestão do património financeiro independente em matérias como a gestão do do cliente, baseada num aconselhamento personalizado património, heranças, impostos, reforma, saúde e lazer. e com total discrição e confidencialidade. Capitalizando na satisfação dos seus clientes, Pretende-se ser “o seu outro banco”, complementando o Banco procura desenvolver cada vez mais soluções a relação que o cliente já tem com o seu banco de investimento que apostam no baixo risco e transaccional. O Banco Finantia procura atingir objectivos na tranquilidade de todos aqueles que lhe confiam de investimento e poupança, com um crescimento o seu património. sustentado e equilibrado dos patrimónios que lhe Estes produtos e serviços estão disponíveis através são confiados. do Banco Finantia em Portugal (Lisboa e Porto) e do Banco Finantia Sofinloc em Espanha (Madrid, Barcelona e Valência). 08 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  11. 11. Perfil Crédito ao Consumo O Banco destaca-se nesta área como umas das poucas entidades independentes no mercado ibérico “Uma das empresas pioneiras do leasing e ganhou diversas vezes o prémio do melhor banco em Portugal” português em Fusões e Aquisições. Trata-se de uma actividade desenvolvida pela Sofinloc, Mercado de Capitais subsidiária a 100% do Banco Finantia e uma das O Banco Finantia tem um papel activo em vários empresas pioneiras no leasing mobiliário em Portugal. segmentos/produtos de renda fixa com particular A Sofinloc gere actualmente uma carteira de enfoque no mercado primário e secundário de financiamento automóvel (crédito, leasing e aluguer de Eurobonds. Os mercados principais são o Brasil, longa duração) com mais de 100.000 clientes, a Rússia, os países da Comunidade de Estados sobretudo particulares e pequenas e médias empresas. Independentes e a Turquia. A angariação de negócios é feita através de mais O Banco tem uma longa história de operador de 850 concessionários de automóveis (concessionários nestes mercados e tem-se caracterizado por ser oficiais de marca e comerciantes de automóveis simultaneamente um pioneiro e um parceiro de usados – multimarcas) e de uma rede de agências nos confiança para os seus clientes. principais centros empresariais ibéricos. Transacções em que o Banco Finantia foi pioneiro: Em complemento à sua actividade principal, a – Primeiro banco ibérico a liderar uma emissão de Sofinloc dedica-se à intermediação de seguros. É hoje Eurobonds para uma entidade brasileira (Unibanco); o segundo maior agente de seguros em Portugal, de – Primeiro banco ibérico a liderar uma emissão de acordo com os dados oficiais disponíveis. Eurobonds para a República do Brasil; – Primeiro banco ibérico a liderar uma emissão de Banca de Investimentos Eurobonds para a República dos Estados Unidos Mexicanos; “Instituição independente em Portugal com – Primeiro banco a realizar uma securitização conjunta forte presença internacional” de activos portugueses e espanhóis. Dos seus escritórios/subsidiárias em Lisboa, O Banco tem posições de liderança em Assessoria Madrid, Londres, Nova Iorque e São Paulo, o Banco Financeira às empresas (Corporate Finance), Mercado cobre uma base diversificada e alargada de de Capitais (Renda Fixa) e Financiamento à Exportação investidores em três continentes – Europa, América (Trade Finance). Estas actividades, que têm uma forte do Norte a América do Sul. componente ‘cross-border’, desenvolvem-se na Península Ibérica, no Brasil e ainda nos mercados russo, Financiamento à Exportação | Trade Finance turco e da Comunidade de Estados Independentes. O Banco é um participante activo e uma entidade de referência nos mercados primário e secundário de Assessoria Financeira | Corporate Finance financiamentos a empresas exportadoras e O Banco Finantia oferece um conjunto alargado de importadoras, nos mercados da América Latina, serviços de assessoria estratégica, especialmente em Turquia, Rússia e países da Comunidade de Estados fusões e aquisições ‘cross-border’, em privatizações, Independentes. em reestruturações financeiras e em financiamento de projectos. As actividades desenvolvem-se sobretudo na Península Ibérica, Brasil e Rússia apoiadas pelos escritórios/subsidiárias do Banco em Lisboa, Madrid, Londres e São Paulo. Síntese Anual 2009 Banco Finantia 09
  12. 12. Visionar
  13. 13. Inovação é uma palavra constante na nossa actuação. Preocupamo-nos em oferecer aos nossos clientes e accionistas respostas que se adaptem às suas necessidades e um serviço de análise avançada e constante, que nos permitem soluções alternativas. situar na vanguarda do universo financeiro internacional.
  14. 14. Prémios ‘Best smaller bank in Western Europe’ 2004 ‘O melhor médio e pequeno banco em Portugal’ ‘Best local partner in Portugal’ ‘Best local partner in Portugal’ ‘Best M&A house in Portugal’ ‘Best M&A house in Portugal’ ‘Best domestic M&A Advisor in Portugal’ 12 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  15. 15. Órgãos Sociais e Quadros Directivos Em cima, da esquerda para a direita: António Guerreiro (Presidente), Luisa Antas, Eduardo Costa. Em baixo, da esquerda para a direita: Pedro Santos, João Sabido, Luís Vasconcelos. Conselho de Administração Directores Centrais Directores Gerais António Guerreiro (Presidente) Duarte Correia de Sá Marta Eirea (Espanha) Alexandre Tcherepnine Francisco Ortigão Peter Donnelly (R. Unido) Alexei Mitrofanov Luís Nogueira Sérgio Zappa (Brasil) Eduardo Catroga Pedro Benites Courtne Mooney (EUA) Eduardo Costa Pedro Reis Jose María Iceta Renato Schulman (Brasil) Conselho Estratégico Maria Luisa Antas Ricardo Caldeira Internacional Martin Finegold Rui Guerra Xavier Dupont (Presidente) Alfredo Lafita Pardo Comité Executivo Grupo Directores Sénior Álvaro Novis António Guerreiro (Presidente) Alcides Pereira André Lara Resende Eduardo Costa (Vice-Presidente) André Rendeiro António Gomes de Pinho João Sabido António Ferreira Bruno Martin Luís Vasconcelos Antonio Martinez (Espanha) Carlos Cuervo Maria Luisa Antas Cláudia Alho Charles-Louis de Laguiche Pedro Santos João Abreu Fernando Sotelino João Cassiano Henrique Granadeiro Conselho Fiscal José Ferreira Igor Souvorov José Manuel Archer (Presidente) José Pedreira João Sayad António Vila Cova José Pinto Basto José Frederico Jordão Fernando Condeça José Silva José Miguel Júdice Libânio Tomé Manuel Raposo Auditores Externos Manuel Amaral Maurizio Fazzari PriceWaterhouseCoopers & Manuel Castro Michael Hamilton Associados S.R.O.C. Ricardo Couto Peter Birch Richard Frank Assembleia Geral João Vieira de Almeida (Presidente) Síntese Anual 2009 Banco Finantia 13
  16. 16. Redefinir
  17. 17. Não podemos escapar à história, podemos sim prever melhor o futuro. o que devemos fazer para nos precavermos quanto às convulsões económicas a que podemos estar sujeitos. Queremos demonstrar claramente as nossas capacidades de antecipação e adaptação. Proporcionar a todos os que constituem o universo Finantia uma noção clara da solidez permanente da nossa actuação.
  18. 18. Actividades Operacionais Perseverança Apesar da crise que continuou a afectar alguns sectores dos mercados financeiros em 2009, o Banco Finantia conseguiu expandir as suas actividades e aumentar o seu volume de negócios, registando um desenvolvimento significativo na área de Banca Privada. O ambiente macroeconómico desfavorável ao longo de 2009 levou o Banco Finantia a manter uma postura conservadora na maioria das áreas de negócio – – a actividade de Crédito ao Consumo foi reduzida devido a uma política de crédito altamente selectiva; a actividade de Banca continuou a reduzir as operações intensivas em capital, ao mesmo tempo que incrementava a intermediação e a prestação de serviços; e a Banca Privada manteve um nível de operações estável no primeiro semestre começando a registar crescimento no final do ano. Estes desenvolvimentos são o resultado da nova orientação estratégica do Banco, que inclui a desalavancagem do balanço e a ênfase nas actividades orientadas para a prestação de serviços e para a intermediação e colocação de títulos, nomeadamente na área de renda fixa. 16 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  19. 19. Actividades Operacionais Crédito ao Consumo Banca de Investimentos Em 2009 a actividade de crédito ao consumo Após o difícil ano de 2008, classificado como o pior desenvolvida pela subsidiária Sofinloc na Península ano e o de maior volatilidade nos registos dos Ibérica continuou a focalizar-se no financiamento da mercados financeiros, 2009 foi um ano de forte aquisição de automóveis ligeiros de passageiros recuperação de mercado. e comerciais. Foram privilegiados os segmentos dos Os mercados de acções registaram ganhos particulares, dos profissionais liberais e das pequenas significativos que variaram de 30% nos EUA (S&P e médias empresas com a disponibilização dos Composite) a 40% em Portugal e a 82% no Brasil. Os produtos crédito, locação financeira e aluguer de longa mercados de dívida, embora ainda com spreads mais duração (ALD). largos do que os níveis pré-crise, também registaram A angariação de negócios continuou a ser feita uma forte subida. primordialmente através dos canais de comercialização As “commodities” também começaram a estabilizar de automóveis, incluindo os concessionários das com o preço do petróleo a rondar os USD 80 no marcas e os comerciantes de automóveis no mercado final do ano, comparado com os cerca de USD 40 em secundário (multimarcas). A força de vendas encontra-se Dezembro de 2008. distribuída por 14 agências, das quais 13 em Portugal O Banco Finantia aproveitou estes desenvolvimentos e uma em Madrid. Em 2009, procedemos a uma com o aumento das suas actividades de reestruturação da nossa presença em Espanha, com intermediação e colocação – tanto nos mercados de a contenção da concessão de crédito, dada a forte crise capitais de renda fixa como nos mercados secundários económica que o país atravessa, e a concentração de empréstimos. Os serviços de assessoria, em de todas as actividades em Madrid. particular de M&A, também foram reforçados. O mercado ibérico de viaturas ligeiras novas Simultaneamente, a política iniciada em 2008 de experimentou uma quebra de 19% em 2009, ano em desalavancagem do balanço e de redução de activos que foram matriculadas 1155 mil unidades, contra de risco foi prosseguida. 1430 mil em 2008. Esta quebra, que foi bastante inferior à ocorrida no ano precedente, resultou das diminuições Mercado de Capitais de 18% em Espanha e de 26% em Portugal. Mesmo Para a área de Mercado de Capitais 2009 foi um ano fazendo face a condições adversas de mercado, excepcional. O volume da intermediação de produtos em conjunto com a implementação de políticas de de renda fixa quase triplicou enquanto as comissões aprovação de crédito mais exigentes, a Sofinloc geradas cresceram mais de 100%. alcançou um montante financiado de EUR 168 milhões Acompanhando este aumento de operações, o durante o exercício. Banco reforçou a sua equipa de vendas em Espanha, A carteira bruta de crédito ao consumo fixou-se nos Estados Unidos e Brasil, ao mesmo tempo que investiu EUR 1044 milhões no final do ano, representando na intermediação de novos produtos, aproveitando as Portugal 70% deste total (EUR 734 milhões) e Espanha condições favoráveis do mercado de crédito. o remanescente (EUR 310 milhões). A estratégia do Banco desenvolveu-se nos mercados Em complemento à sua actividade principal, a primário e secundário de obrigações, oferecendo aos Sofinloc dedica-se à intermediação/venda de seguros seus clientes um número recorde de novas emissões, automóvel e vida com um volume de comissões em quer nos nossos mercados tradicionais, isto é, 2009 de EUR 4.7 milhões. emergentes (com enfoque no Brasil, Turquia, Rússia e De acordo com os índices de actividade publicados CIS), quer noutros segmentos de mercado como “High pelo Instituto de Seguros de Portugal no seu último Yield”, “Investment Grade” e obrigações convertíveis. relatório de actividade (publicado em Maio de 2009) a Sofinloc IFIC é o segundo maior agente de seguros em Portugal. Síntese Anual 2009 Banco Finantia 17
  20. 20. Actividades Operacionais Mercado de Capitais (cont.) Os esforços da área de Trade Finance concentraram-se Esta estratégia permitiu desenvolver novos nichos de na busca de ganhos de intermediação proporcionados mercado, angariar novos clientes e aumentar o por oportunidades de arbitragem nos mercados “cross-border business”, oferecendo um serviço global secundários de empréstimos. Esta actividade aos clientes do Banco na Europa e nas Américas. apresentou bons resultados gerados principalmente No escritório de São Paulo, foram cobertos clientes em virtude da alta volatilidade, relativa baixa liquidez de novos países como o Uruguai, a Argentina e o dos mercados e consequente aumento das margens Chile, permitindo ao Banco aumentar o seu poder de financeiras. Esta actividade compensou plenamente distribuição no segmento private da América do Sul, a redução do nível de comissões de estruturação em aumentando significativamente a intermediação de relação ao ano anterior, com a vantagem de não obrigações denominadas em BRL (reais). consumir capital. Em Portugal, o Banco Finantia foi um dos líderes Como nos anos anteriores, a maior parte dos no que diz respeito a transacções com obrigações de negócios focou-se nos mercados de países emergentes – empresas portuguesas, o que lhe permitiu aumentar – América Latina, principalmente Brasil, Turquia, significativamente as operações com os clientes do Europa de Leste e África do Sul. Oportunisticamente segmento de banca privada. foram realizados vários negócios envolvendo emitentes O Banco reforçou a sua presença com os clientes de países da Europa Ocidental. em França, Luxemburgo, Mónaco e Suíça sendo claramente o mais internacional dos Bancos de Corporate Finance Investimento Portugueses na área de renda fixa. Na área de Corporate Finance, o Banco continuou Em Londres, o Banco continuou muito activo no centrado nos Serviços de Assessoria Financeira, seu core business – mercados emergentes prosseguindo a identificação de oportunidades “cross especialmente Rússia, Turquia e CIS – aproveitando a border” para os seus clientes. O enfoque manteve-se plataforma existente para cobrir também os mercados no corredor entre a Península Ibérica e o Brasil, tendo do Norte da Europa e dos Países Escandinavos. também iniciado a cobertura do mercado russo, onde o Banco está a desenvolver oportunidades de negócio Trade Finance para clientes internacionais. Na área de Trade Finance, o Banco Finantia conseguiu Mantendo o seu reconhecido perfil de principal manter uma presença activa e uma operação rentável, banco de investimento independente a operar no apesar do mercado primário de empréstimos mercado português, o Banco Finantia continuou a sindicados em países emergentes ter estado fechado apoiar clientes na análise de oportunidades de negócio durante a maior parte do ano de 2009. Apenas nos em sectores como Media, Construção, Indústria últimos meses do ano se viu alguma abertura, ainda Alimentar, Energia e Tecnologias de Informação, quer em que tímida, com emissões de instituições financeiras Portugal quer no estrangeiro, nomeadamente no Brasil. na Turquia e na Rússia. O ambiente de incerteza que caracterizou as A exemplo do ano anterior, a carteira própria de condições económicas em 2009 conduziu a trade finance continuou a ser reduzida, dentro da adiamentos em alguns dos mandatos em curso que estratégia de redução do nível geral de risco no balanço. deverão no entanto beneficiar de desenvolvimentos positivos no decorrer do exercício de 2010. 18 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  21. 21. Actividades Operacionais Banca Privada Prosseguindo a tendência positiva dos últimos exercícios assistimos durante o ano de 2009 ao crescimento e expansão da actividade da Banca Privada do Banco Finantia (Finantia Private), traduzindo-se no alargamento da base de clientes e no aumento do volume de activos sob gestão. O Finantia Private alcançou uma performance muito positiva na gestão dos activos financeiros que lhe foram confiados. Ajustámos a nossa proposta de valor, de modo a apresentar uma oferta integrada e independente de produtos e serviços financeiros de reconhecida excelência e uma gestão do risco adequada à constante incerteza dos mercados. A proximidade aos clientes, a análise rigorosa e independente dos produtos oferecidos, a preferência por aplicações financeiras de curto prazo, com reduzido grau de volatilidade, e a maior diversificação de riscos permitiram realizar ajustes nas carteiras durante o ano, visando uma maior flexibilidade e optimização da relação risco/retorno. O Finantia Private prosseguirá ao longo de 2010 objectivos de crescimento do volume de negócios, quer pela captação selectiva de novos clientes, quer pela dinamização do grau de envolvimento com os clientes actuais. Esta orientação focar-se-á no aperfeiçoamento dos padrões de qualidade do serviço, na inovação e na diversificação da gama de soluções financeiras oferecidas. A nossa missão desenvolve-se num ambiente de discrição, confidencialidade e independência e com uma preocupação permanente quanto à rentabilidade das carteiras e à protecção do património dos clientes. Síntese Anual 2009 Banco Finantia 19
  22. 22. Responsabilidade Social, Mecenato e Educação Responsabilidade Social Mecenato Cultural É política do Banco, no âmbito da responsabilidade No âmbito do mecenato cultural, as duas instituições social, apoiar acções específicas de solidariedade que ao longo dos anos têm merecido o nosso apoio são social destinadas a crianças desfavorecidas e/ou com o Palácio Nacional da Ajuda em Lisboa e a Fundação necessidades educativas especiais. Assim decidiu de Serralves no Porto. O Banco é um mecenas activo do apoiar em 2009: Palácio desde 1997 e orgulha-se de ser membro – A “APSA – Associação Portuguesa do Síndrome fundador da Fundação de Serralves onde tem de Asperger”: instituição que tem por objectivo patrocinado diversos programas culturais e sociais. o apoio aos portadores de uma perturbação neurocomportamental específica de base genética. Em Educação 2009 esta Associação iniciou o Projecto Casa Grande Em 2009 e à semelhança do que vem acontecendo há num edifício disponibilizado pela Câmara Municipal de vários anos, colaborámos com o ISEG – Instituto Lisboa, situado na Quinta da Granja, em Benfica. Superior de Economia e Gestão da Universidade Pretende-se com esta iniciativa oferecer um espaço de Técnica de Lisboa, atribuindo um prémio ao melhor formação e de emprego temporário aos jovens aluno do primeiro ano do Mestrado em “Economia portadores do referido síndrome, favorecendo Internacional e Estudos Europeus”. O Banco é a integração social e a construção de um projecto também membro fundador da “Fundação Económicas – de vida futuro, com maior autonomia; – Fundação para o Desenvolvimento das Ciências – O “Banco do Bebé”: associação de ajuda às famílias Económicas, Financeiras e Empresariais”. carenciadas dos bebés que nascem na Maternidade Alfredo da Costa; – A “Raríssimas”: associação de ajuda a pessoas portadoras de doenças raras. O apoio do Banco Finantia foi direccionado para o projecto a “Casa dos Marcos”, um edifício destinado a prestar apoio médico, terapêutico e residencial a jovens portadores de deficiência mental; – A “Liga dos Amigos do Hospital S. João do Porto”: associação de apoio a crianças e idosos carenciados em contexto de internamento. 20 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  23. 23. Responsabilidade Social, Mecenato e Educação Consistência Ao longo de toda a sua existência, o Banco Finantia nunca deixou de dar o seu apoio a causas relacionadas com a Solidariedade Social, a Cultura e a Educação, pois acredita na contribuição fundamental das empresas para a sociedade civil em que se insere. Síntese Anual 2009 Banco Finantia 21
  24. 24. Balanço Consolidado em 31 de Dezembro de 2009 e 2008 2009 2008 Valores expressos em milhões de Euros Activo Caixa e bancos 520,1 782,8 Carteira de títulos 1 241,4 1 534,3 Crédito a clientes 1 120,5 1 346,4 Outros activos 223,8 231,8 Total de Activo 3 105,7 3 895,3 Passivo Recursos de curto prazo 345,5 418,1 Depósitos de clientes 154,4 169,9 Repos 453,1 883,1 Empréstimos 723,2 731,1 Securitizações 730,3 940,3 Dívida subordinada 151,7 155,6 Outros passivos 194,3 242,2 Total do Passivo 2 752,4 3 540,3 Capital Próprio Capital, reservas e resultados transitados 341,1 344,2 Resultado líquido do exercício 12,1 10,8 Total do Capital Próprio 353,2 355,1 Total do Passivo e Capital Próprio 3 105,7 3 895,3 22 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  25. 25. Demonstração dos Resultados Consolidados em 31 de Dezembro de 2009 e 2008 2009 2008 Valores expressos em milhões de Euros Margem financeira 116,4 135,3 Comissões e outros proveitos, líquidos 15,3 1,8 Produto bancário 131,7 137,1 Custos operacionais (39,9) (48,2) Resultados operacionais 91,7 88,8 Imparidade e provisões (56,0) (22,3) Resultado antes de impostos e não-recorrentes 35,7 66,6 Imparidade e provisões extraordinárias (12,2) (74,7) Operações descontinuadas (9,0) (9,2) Resultado líquido do exercício 12,1 10,8 Síntese Anual 2009 Banco Finantia 23
  26. 26. A informação contida neste documento é complementada pelo Relatório e Contas 2009 do Banco Finantia que está disponível na internet em www.finantia.com. 24 Banco Finantia Síntese Anual 2009
  27. 27. O papel utilizado nesta Síntese Anual é proveniente de florestas que são geridas de uma forma ambientalmente apropriada, socialmente benéfica e economicamente viável. www.fsc.org Certificação nº sgs-coc-003263 Design e produção graça abreu design Impressão moore, Londres.
  28. 28. Rua General Firmino Miguel, 5 1600-100 Lisboa – Portugal T +351 21 720 2000 F +351 21 726 5310 Rua São João de Brito, 605 4100-455 Porto – Portugal T +351 22 610 0927 F +351 22 610 0925 Avenida Menéndez Pelayo, 67 28009 Madrid – Espanha T +34 91 557 5623 F +34 91 557 5605 Gran Via, 630 08007 Barcelona – Espanha T + 34 93 206 4254 F + 34 90 293 3283 Calle Colón, 10 46004 Valencia – Espanha T + 34 96 353 6322 F + 34 96 353 6324 11 Austin Friars, 5th Floor London EC2N 2HG – Reino Unido T +44 207 382 5200 F +44 207 382 5220 950 Third Avenue, 28th Floor New York NY 10022 – EUA T +1 212 891 7300 F +1 212 891 7310 Rua James Joule, 65, Conj. 172, 17º andar, Brooklin São Paulo SP 04576-080 – Brasil T +55 11 5501 7000 F +55 11 5501 7001 www.finantia.com finantia@finantia.com

×