1 A Região Sul é formada pelos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. 
Com extensão territorial de 576.409...
Praia do Esteleiro 
Praia de Perequê 
Praia do Araçá 
Praia do Cardoso 
Praia do Mariscal 
Morro da Igreja 
Rio Sete Queda...
Gralha azul é o nome dado a uma linda ave que motivou no Paraná, a tradição de 
plantadores de pinheiros, enterrando as se...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A região sul do Brasil

165 visualizações

Publicada em

trabalho de geografia sobre a região sul do Brasil

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

A região sul do Brasil

  1. 1. 1 A Região Sul é formada pelos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Com extensão territorial de 576.409,6 quilômetros quadrados, é a menor do Brasil. Sua população totaliza 27.386.891 habitantes, apresenta densidade demográfica de 47,5 habitantes por quilômetro quadrado e crescimento demográfico de 1% ao ano. Nela predomina o clima temperado, responsável pelas temperaturas mais baixas registradas no Brasil durante o inverno. A única exceção é o norte do Paraná, onde se faz presente o clima tropical. Durante o inverno, na região central do Paraná e no planalto serrano de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, os termômetros registram temperaturas negativas com possíveis ocorrências de geada e neve. A Região Sul possui uma variedade de lindas paisagens naturais, além disso, sua composição arquitetônica, herdada dos imigrantes lá estabelecidos, cria uma verdadeira atração turística, uma vez que foge da realidade dos outros estados e regiões. Outros atrativos são as tradicionais festas nas colônias européias, como danças, culinária e todas as formas de manifestações culturais preservadas pelos imigrantes europeus. No entanto, a natureza é o que mais encanta, nesse sentido o sul tem muito a oferecer, a seguir alguns dos pontos turísticos naturais mais conhecidos e visitados. - Parque Nacional do Iguaçu, no qual está localizado as Cataratas do Iguaçu, considerada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. - Balneário Camboriú - Parque Nacional de Aparados da Serra - Ruínas Jesuítico-Guaranis A seguir, de forma sintetizada e regionalizada, a apresentação dos pontos turísticos dos três estados que compõe a Região Sul. Paraná Ilhas dos Currais Parque Nacional do Superagui Rio Nhundiaquara Ilha do Itacolomi Salto Parati Igreja Matriz Nossa Senhora do Bom Sucesso Curitiba, uma cidade planejada. Cataratas do Iguaçu Rio Grande do Sul Cânion do Itaimbenzinho Cânion Malacara Cânion Faxinalzinho Cânion Fortaleza Parque Nacional da Serra Geral Porto Alegre, uma cidade moderna. Praia da Solidão Praia do Arroio Teixeira Praia do Balneário Mostardense Praia Nacional da Lagoa do Peixe Santa Catarina Florianópolis Encantos do Sul Catarinense Praia do Buraco Praia de Zimbros Praia do Canto-Grande
  2. 2. Praia do Esteleiro Praia de Perequê Praia do Araçá Praia do Cardoso Praia do Mariscal Morro da Igreja Rio Sete Quedas Cascatas Véu da Noiva Serra do Corvo Branco Cachoeira do Avencal Pedra Furada 2 ) O Negrinho do Pastoreio Grande parte dos mitos assustadores revelam na verdade nosso medo, e fascínio, pelo desconhecido... O Negrinho do Pastoreio é uma lenda meio africana meio cristã. Muito contada no final do século passado pelos brasileiros que defendiam o fim da escravidão. É muito popular no sul do Brasil. Nos tempos da escravidão, havia um estancieiro malvado com negros e peões. Num dia de inverno, fazia um frio de rachar e o fazendeiro mandou que um menino negro de quatorze anos fosse pastorear cavalos e potros que acabara de comprar. No final da tarde, quando o menino voltou, o estancieiro disse que faltava um cavalo baio. Pegou o chicote e deu uma surra tão grande no menino que ele ficou sangrando. "Você vai me dar conta do baio, ou verá o que acontece", disse o malvado patrão. Aflito, ele foi à procura do animal. Em pouco tempo, achou ele pastando. Laçou-o, mas a corda se partiu e o cavalo fugiu de novo. Na volta à estância, o patrão, ainda mais irritado, espancou o garoto e o amarrou, totalmente despido, sobre um formigueiro. No dia seguinte, quando ele foi ver o estado de sua vítima, tomou um susto. O menino estava lá, mas de pé, com a pele lisa, sem nenhuma marca das chicotadas. Ao lado dele, a Virgem Nossa Senhora, e mais adiante o baio e os outros cavalos. O estancieiro se jogou no chão pedindo perdão, mas o negrinho nada respondeu. Apenas beijou a mão da Santa, montou no baio e partiu conduzindo a tropilha. Gralha Azul
  3. 3. Gralha azul é o nome dado a uma linda ave que motivou no Paraná, a tradição de plantadores de pinheiros, enterrando as sementes com a ponta mais fina para cima e devorando a cabeça, que seria a parte apodrecida. Não deve ser abatida e é comumente respeitada pelo povo como ave protetora dos pinheirais. Conta a lenda que, uma certa gralha negra, dormia num galho de pinheiro e foi acordada pelo som dos golpes de um machado. Assustada, voou para as nuvens, para não presenciar a cena do extermínio do pinheiro. Lá no céu, ouviu uma voz pedindo para que ela retornasse para os pinheirais, pois assim ela seria vestida de azul celeste e passaria a plantar pinheiros. A gralha aceitou então a missão e foi totalmente coberta por penas azuis, exceto ao redor da cabeça, onde permaneceu o preto dos corvídeos. Retornou então aos pinheirais e passou a espalhar a semente da araucária, conforme o desejo divino. Esta lenda na verdade é um fato real. A Gralha-azul tem o hábito de enterrar pinhões. Após encontrar o local correto, ela pressiona-o a entrar, dando-lhe golpes com o bico, até a completa introdução. Não contente com isso, ainda coloca algum material das redondezas como folhas, pedras ou galhos em cima do local remexido, de forma a camuflar ou disfarçar o feito realizado. Pé-de-Garrafa Conta a lenda, que o Pé -de - Garrafa é um ser que habita florestas do Paraná, não há evidências da origem dessa lenda, segundo afirmam muitas pessoas este ser é muito difícil de aparecer para uma pessoa, pois muitos dizem que ele evita ao máximo o contato, entretanto costuma atrair as pessoas quando quer. Muitas pessoas que já o viram ou que conhecem pessoas que já o viram, dizem que ele apresenta as seguintes características. Ele possui corpo de um homem , pode ser de cor negra ou branca, tem o umbigo branco, é corpo coberto de pêlos, possui apenas um único olho e também um chifre localizados na testa, apenas um braço, mão com grandes garras e uma perna que não possui pé e sim um formato de fundo de garrafa (o que lhe dá o nome). Dizem que ele costuma gritar para alguém informar o caminho na mata, as pessoas que escutam seu pedido de ajuda, não devem responder, pois ele seguirá a pessoa. Dizem que só se consegue escapar do Pé-de-Garrafa se atingir o seu umbigo branco, onde esta a sua fraqueza.

×