SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
1.Assinale a alternativa que traz apenas características do Romantismo:
a) idealismo – religiosidade – objetividade – escapismo – temas pagãos.
b) predomínio do sentimento – liberdade criadora – temas cristãos – natureza convencional – valores
absolutos.
c) egocentrismo – predomínio da poesia lírica – relativismo – insatisfação – idealismo
d) idealismo – insatisfação – escapismo – natureza convencional – objetividade.
e) n.d.a. resposta c
2. A produção poética do Romantismo brasileiro apresentou características variadas, muitas vezes
divergentes entre si. Assinale, abaixo, a alternativa que associa corretamente uma característica do nosso
Romantismo e o poeta romântico que melhor a representa:
a) indianismo — Álvares de Azevedo
b) nacionalismo — Tomás Antônio Gonzaga
c) expressão do mal-do-século — Gonçalves Dias
d) denúncia da realidade sociopolítica — Castro Alves
e) abolicionismo — Cruz e Sousa resposta d
3. “No período romântico, a Literatura de cada nação européia buscava freqüentemente colocar em
evidência seus respectivos heróis nacionais, representados por reis e cavaleiros andantes medievais. (...)
Assim como os europeus buscavam um herói que representasse suas origens nacionais, alguns autores
brasileiros faziam o mesmo.”
(José Luis Jobim e Roberto Acízelo de Souza. Iniciação à Literatura Brasileira, p. 115)
Esta reflexão se refere ao:
a) Ultra-Romantismo.
b) Indianismo.
c) Condoreirismo.
d) Medievalismo.
e) Individualismo. Resposta b
4. Em relação ao Romantismo brasileiro, todas as afirmações são verdadeiras, exceto:
a) expressão de nacionalismo através da descrição de costumes e regiões do Brasil.
b) desenvolvimento do teatro nacional.
c) análise crítica e científica dos fenômenos da sociedade brasileira.
d) expressão poética de temas confessionais, indianistas e humanistas.
e) caracterização do romance como forma de entretenimento e moralização. Resposta c
5. Com relação ao Romantismo brasileiro, é INCORRETO afirmar que
a) a sua instauração no Brasil coincidiu com o processo de consolidação da independência do País.
b) as três gerações desse movimento literário são: geração nacionalista ou indianista, geração do mal-do-
século e geração condoreira.
c) os românticos cultivam o nacionalismo através da exaltação da natureza, da Pátria, do retorno ao
passado histórico e da criação do herói nacional.
d) os narradores do Romantismo mostravam um homem que não se adaptava à vida na Colônia e que
denunciava veemente as mazelas da corte.
e) a razão, para o romântico, fica em segundo plano; sua maneira de analisar e expressar a realidade
obedece ao sentimento, considerado como grande valor da vida do indivíduo. Resposta
6. São três as principais tendências da poesia romântica brasileira, assim dividida em gerações: 1ª geração
=> indianista ou nacionalista; 2ª geração => ultrarromântica ou byroniana; 3ª geração => poesia social ou
condoreira.
Leia os poemas a seguir, organizados respectivamente de acordo com suas tendências (ou de
acordo com as gerações a que pertencem).
TEXTO I
O CANTO DO PIAGA
Gonçalves Dias
Parte I
“Ó Guerreiros da Taba sagrada,
Ó Guerreiros da Tribo Tupi,
Falam Deuses nos cantos do Piaga,
Ó Guerreiros, meus cantos ouvi.
Esta noite — era a lua já morta —
Anhangá me vedava sonhar;
Eis na horrível caverna, que habito,
Rouca voz começou-me a chamar.”
Texto II
Fragmento da parte I do poema “Ideias íntimas”, de Álvares de Azevedo.
“Mas pranteia uma eterna monodia,
Tem na lira do gênio uma só corda,
Fibra de amor e Deus que um sopro agita:
Se desmaia de amor a Deus se volta,
Se pranteia por Deus de amor suspira.
Basta de Shakespeare. Vem tu agora,
Fantástico alemão, poeta ardente
Que ilumina o clarão das gotas pálidas
Do nobre Johannisberg! Nos teus romances
Meu coração deleita-se... Contudo
Parece-me que vou perdendo o gosto,
Vou ficando blasé, passeio os dias
Pelo meu corredor, sem companheiro,
Sem ler, nem poetar. Vivo fumando.”
TEXTO III
Fragmento da parte IV do poema “Navio Negreiro”, de Castro Alves.
“Era um sonho dantesco... o tombadilho
Que das luzernas avermelha o brilho.
Em sangue a se banhar.
Tinir de ferros... estalar de açoite...
Legiões de homens negros como a noite,
Horrendos a dançar...
Negras mulheres, suspendendo às tetas
Magras crianças, cujas bocas pretas
Rega o sangue das mães:
Outras moças, mas nuas e espantadas,
No turbilhão de espectros arrastadas,
Em ânsia e mágoa vãs!”
É uma característica de cada geração presente nos poemas apresentados, respectivamente.
(A) 1ª: indianismo; 2ª: pensamentos soltos; 3ª: libertação.
(B) 1ª: indianismo; 2ª: sentimentalismo; 3ª: abolicionismo.
(C) 1ª: indianismo; 2ª: tédio; 3ª: pobreza.
(D) 1ª: lendas indígenas; 2ª: religiosidade; 3ª: abolicionismo.
(E) 1ª: termos indígenas; 2ª: sentimentalismo; 3ª: pobreza. Resposta b

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Questões Jogo - Movimentos Literários (século XIX - XX)
Questões Jogo - Movimentos Literários (século XIX - XX)Questões Jogo - Movimentos Literários (século XIX - XX)
Questões Jogo - Movimentos Literários (século XIX - XX)Paula Meyer Piagentini
 
2ª e 3ª geração romântica
2ª e 3ª geração romântica2ª e 3ª geração romântica
2ª e 3ª geração românticaAndriane Cursino
 
Exercicio de Sintaxe com gabarito
Exercicio de Sintaxe com gabarito Exercicio de Sintaxe com gabarito
Exercicio de Sintaxe com gabarito Dhay Lima
 
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaA Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaHadassa Castro
 
Roteiro trabalho pre modernismo 1
Roteiro trabalho pre modernismo 1Roteiro trabalho pre modernismo 1
Roteiro trabalho pre modernismo 1Vera Oliveira
 
Musica- Quem de nòs dois
Musica- Quem de nòs doisMusica- Quem de nòs dois
Musica- Quem de nòs doisDeisy Chagas
 
Lista de atividade 9º ano unidade 1 pronomes demosntrativos
Lista de atividade 9º ano unidade 1   pronomes demosntrativosLista de atividade 9º ano unidade 1   pronomes demosntrativos
Lista de atividade 9º ano unidade 1 pronomes demosntrativosEmanuelle Lisboa
 
Orações Subordinadas Substantivas - Aula De Reforço - Grupo II.
Orações Subordinadas Substantivas - Aula De Reforço - Grupo II.Orações Subordinadas Substantivas - Aula De Reforço - Grupo II.
Orações Subordinadas Substantivas - Aula De Reforço - Grupo II.Marcos Emídio
 
Exercícios sobre gêneros literários
Exercícios sobre gêneros literáriosExercícios sobre gêneros literários
Exercícios sobre gêneros literáriosAndriane Cursino
 
segunda geração romântica
segunda geração românticasegunda geração romântica
segunda geração românticaalinesantana1422
 
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)MADELOM FERREIRAA
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Josie Ubiali
 

Mais procurados (20)

Questões Jogo - Movimentos Literários (século XIX - XX)
Questões Jogo - Movimentos Literários (século XIX - XX)Questões Jogo - Movimentos Literários (século XIX - XX)
Questões Jogo - Movimentos Literários (século XIX - XX)
 
2ª e 3ª geração romântica
2ª e 3ª geração romântica2ª e 3ª geração romântica
2ª e 3ª geração romântica
 
Exercicio de Sintaxe com gabarito
Exercicio de Sintaxe com gabarito Exercicio de Sintaxe com gabarito
Exercicio de Sintaxe com gabarito
 
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaA Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 30 (Verso) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
 
Roteiro trabalho pre modernismo 1
Roteiro trabalho pre modernismo 1Roteiro trabalho pre modernismo 1
Roteiro trabalho pre modernismo 1
 
Musica- Quem de nòs dois
Musica- Quem de nòs doisMusica- Quem de nòs dois
Musica- Quem de nòs dois
 
Lista de atividade 9º ano unidade 1 pronomes demosntrativos
Lista de atividade 9º ano unidade 1   pronomes demosntrativosLista de atividade 9º ano unidade 1   pronomes demosntrativos
Lista de atividade 9º ano unidade 1 pronomes demosntrativos
 
Pré-Modernismo
Pré-ModernismoPré-Modernismo
Pré-Modernismo
 
Prosa romântica
Prosa românticaProsa romântica
Prosa romântica
 
Modernismo no Brasil (Tabelas)
Modernismo no Brasil (Tabelas)Modernismo no Brasil (Tabelas)
Modernismo no Brasil (Tabelas)
 
Orações Subordinadas Substantivas - Aula De Reforço - Grupo II.
Orações Subordinadas Substantivas - Aula De Reforço - Grupo II.Orações Subordinadas Substantivas - Aula De Reforço - Grupo II.
Orações Subordinadas Substantivas - Aula De Reforço - Grupo II.
 
Exercícios modernismo
Exercícios   modernismoExercícios   modernismo
Exercícios modernismo
 
Exercícios sobre gêneros literários
Exercícios sobre gêneros literáriosExercícios sobre gêneros literários
Exercícios sobre gêneros literários
 
Prova sobre o conto A cartomante de Machado de Assis 2015
Prova sobre o conto A cartomante de Machado de Assis 2015Prova sobre o conto A cartomante de Machado de Assis 2015
Prova sobre o conto A cartomante de Machado de Assis 2015
 
Aula vanguardas europeias
Aula vanguardas europeiasAula vanguardas europeias
Aula vanguardas europeias
 
Modernismo no Brasil
Modernismo no BrasilModernismo no Brasil
Modernismo no Brasil
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 
segunda geração romântica
segunda geração românticasegunda geração romântica
segunda geração romântica
 
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
 

Semelhante a Apostila 2º ano questões com gabarito

Revisando a literatura imperial 01: Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Sim...
Revisando a literatura imperial 01: Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Sim...Revisando a literatura imperial 01: Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Sim...
Revisando a literatura imperial 01: Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Sim...ma.no.el.ne.ves
 
Revisão poesia romântica brasileira
Revisão poesia romântica brasileiraRevisão poesia romântica brasileira
Revisão poesia romântica brasileiraSeduc/AM
 
Exercícios especiais literatura 2
Exercícios especiais literatura 2Exercícios especiais literatura 2
Exercícios especiais literatura 2Sergio Proença
 
20 questões de literatura segundo trimestre
20 questões de literatura segundo trimestre20 questões de literatura segundo trimestre
20 questões de literatura segundo trimestrePaulo Klein
 
Questões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literárioQuestões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literárioEwerton Gindri
 
Questões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literárioQuestões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literárioEwerton Gindri
 
Questões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literário Questões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literário Ewerton Gindri
 
Modernismo 1ª fase convertido
Modernismo 1ª fase convertidoModernismo 1ª fase convertido
Modernismo 1ª fase convertidoRosangelaCruz18
 
O Romantismo no Brasil II
O Romantismo no Brasil IIO Romantismo no Brasil II
O Romantismo no Brasil IICicero Luciano
 
Revisando o romantismo 03
Revisando o romantismo 03Revisando o romantismo 03
Revisando o romantismo 03ma.no.el.ne.ves
 
Simulado de literatura brasileira
Simulado de literatura brasileiraSimulado de literatura brasileira
Simulado de literatura brasileiraJesrayne Nascimento
 
Aula 11 gerações românticas no brasil
Aula 11   gerações românticas no brasilAula 11   gerações românticas no brasil
Aula 11 gerações românticas no brasilJonatas Carlos
 
questoes-romantismo-enem.pdf
questoes-romantismo-enem.pdfquestoes-romantismo-enem.pdf
questoes-romantismo-enem.pdfBiancaBatista53
 
Romantismo - poesia - brasil
Romantismo - poesia - brasilRomantismo - poesia - brasil
Romantismo - poesia - brasilJosi Motta
 

Semelhante a Apostila 2º ano questões com gabarito (20)

Revisando a literatura imperial 01: Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Sim...
Revisando a literatura imperial 01: Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Sim...Revisando a literatura imperial 01: Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Sim...
Revisando a literatura imperial 01: Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Sim...
 
RecuperaçãO Final 2 Em
RecuperaçãO Final 2 EmRecuperaçãO Final 2 Em
RecuperaçãO Final 2 Em
 
Revisão poesia romântica brasileira
Revisão poesia romântica brasileiraRevisão poesia romântica brasileira
Revisão poesia romântica brasileira
 
Simulado lit-prise 2.1 ok
Simulado lit-prise 2.1 okSimulado lit-prise 2.1 ok
Simulado lit-prise 2.1 ok
 
Exercícios especiais literatura 2
Exercícios especiais literatura 2Exercícios especiais literatura 2
Exercícios especiais literatura 2
 
20 questões de literatura segundo trimestre
20 questões de literatura segundo trimestre20 questões de literatura segundo trimestre
20 questões de literatura segundo trimestre
 
Questões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literárioQuestões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literário
 
Questões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literárioQuestões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literário
 
Questões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literário Questões sobre o realismo literário
Questões sobre o realismo literário
 
Modernismo 1ª fase convertido
Modernismo 1ª fase convertidoModernismo 1ª fase convertido
Modernismo 1ª fase convertido
 
O Romantismo no Brasil II
O Romantismo no Brasil IIO Romantismo no Brasil II
O Romantismo no Brasil II
 
Revisando o romantismo 03
Revisando o romantismo 03Revisando o romantismo 03
Revisando o romantismo 03
 
Simulado de literatura brasileira
Simulado de literatura brasileiraSimulado de literatura brasileira
Simulado de literatura brasileira
 
Aula 11 gerações românticas no brasil
Aula 11   gerações românticas no brasilAula 11   gerações românticas no brasil
Aula 11 gerações românticas no brasil
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
 
Literatura Tipo C
Literatura Tipo CLiteratura Tipo C
Literatura Tipo C
 
questoes-romantismo-enem.pdf
questoes-romantismo-enem.pdfquestoes-romantismo-enem.pdf
questoes-romantismo-enem.pdf
 
Romantismo - poesia - brasil
Romantismo - poesia - brasilRomantismo - poesia - brasil
Romantismo - poesia - brasil
 
Enem literatura
Enem  literaturaEnem  literatura
Enem literatura
 
Romantismo.
Romantismo.Romantismo.
Romantismo.
 

Mais de Clarice Escouto Santos

Mais de Clarice Escouto Santos (12)

Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico   artigo19 xii de língua portuguesaArtigo científico   artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
 
Apostila literatura modernismo
Apostila literatura modernismoApostila literatura modernismo
Apostila literatura modernismo
 
Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
 
Classes gramaticais-completo
Classes gramaticais-completoClasses gramaticais-completo
Classes gramaticais-completo
 
Modelo artigo cientifico (1)
Modelo artigo cientifico (1)Modelo artigo cientifico (1)
Modelo artigo cientifico (1)
 
Modelo trabalho cientifico usp
Modelo trabalho cientifico uspModelo trabalho cientifico usp
Modelo trabalho cientifico usp
 
Crônica1
Crônica1Crônica1
Crônica1
 
História da copa do mundo fonte de pesquisa sua pesquisa.com
História da copa do mundo fonte de pesquisa   sua pesquisa.comHistória da copa do mundo fonte de pesquisa   sua pesquisa.com
História da copa do mundo fonte de pesquisa sua pesquisa.com
 
Augusto dos anjos
Augusto dos anjosAugusto dos anjos
Augusto dos anjos
 
Atividades de leitura e interpretação de textos profª clarice
Atividades de leitura e interpretação de textos   profª clariceAtividades de leitura e interpretação de textos   profª clarice
Atividades de leitura e interpretação de textos profª clarice
 
Classes gramaticais-completo
Classes gramaticais-completoClasses gramaticais-completo
Classes gramaticais-completo
 

Último

Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 

Último (20)

Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 

Apostila 2º ano questões com gabarito

  • 1. 1.Assinale a alternativa que traz apenas características do Romantismo: a) idealismo – religiosidade – objetividade – escapismo – temas pagãos. b) predomínio do sentimento – liberdade criadora – temas cristãos – natureza convencional – valores absolutos. c) egocentrismo – predomínio da poesia lírica – relativismo – insatisfação – idealismo d) idealismo – insatisfação – escapismo – natureza convencional – objetividade. e) n.d.a. resposta c 2. A produção poética do Romantismo brasileiro apresentou características variadas, muitas vezes divergentes entre si. Assinale, abaixo, a alternativa que associa corretamente uma característica do nosso Romantismo e o poeta romântico que melhor a representa: a) indianismo — Álvares de Azevedo b) nacionalismo — Tomás Antônio Gonzaga c) expressão do mal-do-século — Gonçalves Dias d) denúncia da realidade sociopolítica — Castro Alves e) abolicionismo — Cruz e Sousa resposta d 3. “No período romântico, a Literatura de cada nação européia buscava freqüentemente colocar em evidência seus respectivos heróis nacionais, representados por reis e cavaleiros andantes medievais. (...) Assim como os europeus buscavam um herói que representasse suas origens nacionais, alguns autores brasileiros faziam o mesmo.” (José Luis Jobim e Roberto Acízelo de Souza. Iniciação à Literatura Brasileira, p. 115) Esta reflexão se refere ao: a) Ultra-Romantismo. b) Indianismo. c) Condoreirismo. d) Medievalismo. e) Individualismo. Resposta b 4. Em relação ao Romantismo brasileiro, todas as afirmações são verdadeiras, exceto: a) expressão de nacionalismo através da descrição de costumes e regiões do Brasil. b) desenvolvimento do teatro nacional. c) análise crítica e científica dos fenômenos da sociedade brasileira. d) expressão poética de temas confessionais, indianistas e humanistas. e) caracterização do romance como forma de entretenimento e moralização. Resposta c
  • 2. 5. Com relação ao Romantismo brasileiro, é INCORRETO afirmar que a) a sua instauração no Brasil coincidiu com o processo de consolidação da independência do País. b) as três gerações desse movimento literário são: geração nacionalista ou indianista, geração do mal-do- século e geração condoreira. c) os românticos cultivam o nacionalismo através da exaltação da natureza, da Pátria, do retorno ao passado histórico e da criação do herói nacional. d) os narradores do Romantismo mostravam um homem que não se adaptava à vida na Colônia e que denunciava veemente as mazelas da corte. e) a razão, para o romântico, fica em segundo plano; sua maneira de analisar e expressar a realidade obedece ao sentimento, considerado como grande valor da vida do indivíduo. Resposta 6. São três as principais tendências da poesia romântica brasileira, assim dividida em gerações: 1ª geração => indianista ou nacionalista; 2ª geração => ultrarromântica ou byroniana; 3ª geração => poesia social ou condoreira. Leia os poemas a seguir, organizados respectivamente de acordo com suas tendências (ou de acordo com as gerações a que pertencem). TEXTO I O CANTO DO PIAGA Gonçalves Dias Parte I “Ó Guerreiros da Taba sagrada, Ó Guerreiros da Tribo Tupi, Falam Deuses nos cantos do Piaga, Ó Guerreiros, meus cantos ouvi. Esta noite — era a lua já morta — Anhangá me vedava sonhar; Eis na horrível caverna, que habito, Rouca voz começou-me a chamar.”
  • 3. Texto II Fragmento da parte I do poema “Ideias íntimas”, de Álvares de Azevedo. “Mas pranteia uma eterna monodia, Tem na lira do gênio uma só corda, Fibra de amor e Deus que um sopro agita: Se desmaia de amor a Deus se volta, Se pranteia por Deus de amor suspira. Basta de Shakespeare. Vem tu agora, Fantástico alemão, poeta ardente Que ilumina o clarão das gotas pálidas Do nobre Johannisberg! Nos teus romances Meu coração deleita-se... Contudo Parece-me que vou perdendo o gosto, Vou ficando blasé, passeio os dias Pelo meu corredor, sem companheiro, Sem ler, nem poetar. Vivo fumando.” TEXTO III Fragmento da parte IV do poema “Navio Negreiro”, de Castro Alves. “Era um sonho dantesco... o tombadilho Que das luzernas avermelha o brilho. Em sangue a se banhar. Tinir de ferros... estalar de açoite... Legiões de homens negros como a noite, Horrendos a dançar... Negras mulheres, suspendendo às tetas Magras crianças, cujas bocas pretas Rega o sangue das mães:
  • 4. Outras moças, mas nuas e espantadas, No turbilhão de espectros arrastadas, Em ânsia e mágoa vãs!” É uma característica de cada geração presente nos poemas apresentados, respectivamente. (A) 1ª: indianismo; 2ª: pensamentos soltos; 3ª: libertação. (B) 1ª: indianismo; 2ª: sentimentalismo; 3ª: abolicionismo. (C) 1ª: indianismo; 2ª: tédio; 3ª: pobreza. (D) 1ª: lendas indígenas; 2ª: religiosidade; 3ª: abolicionismo. (E) 1ª: termos indígenas; 2ª: sentimentalismo; 3ª: pobreza. Resposta b