CURSO DE LÍNGUA E CULTURA PORTUGUESAS<br />Lycee Technique Agricole | Ettelbruck<br />Ano letivo 2010.2011<br />
“Deus quer, o homem sonha e a obra nasce…” Fernando Pessoa<br />
ÍNDICE<br />A Poesia é...<br />O Mundo<br />Dá-me um abraço<br />Saudade<br />E se?...<br />Símbolos de Portugal<br />Plan...
Aos meus alunos,<br />São os sonhos que impulsionam a vida. Sem eles, a vida não é nada. <br />A verdade é que todos nós s...
A POESIA É...<br />
Fantasia,<br />De noite ou de dia,<br />O autor imagina<br />Uma história que fascina.<br />Um conto ou um poema,<br />Um ...
É como um sonho<br />Cada um é capaz de o realizar<br />Trata-se de escrevê-lo e<br />É só deixar a nossa imaginação<br />...
A poesia é magia<br />Que se pode fazer em qualquer dia<br />Seja noite ou seja dia<br />Ao amanhecer ou ao luar.<br />Poe...
É uma declaração de amor, <br />É uma nostalgia de alma.<br />É palavra cheia de paixão, alegria e amor<br />Que inspira o...
O MUNDO<br />
O mundo não pertence a ninguém<br />Foi feito para todos nós<br />O mundo está recheado do bem<br />É só preciso  encontrá...
DÁ-ME UM ABRAÇO<br />
Dá-me um abraço<br />Com muito carinho<br />Um abraço de felicidade bem apertadinho<br />E amizade para sempre.<br />Dá-me...
Dá-me um abraço<br />Um abraço cheio de amor<br />Amor que só sinto por ti<br />Só de ti é que quero um abraço<br />Abraço...
Dá-me um abraço<br />Porque eu preciso, <br />Porque tu precisas.<br />Dá-me um abraço<br />Daqueles que nunca mais acabam...
Quero um abraço teu<br />Porque contigo sinto-me como se estivesse no céu<br />Um abraço mesmo fofo<br />Onde me dizes que...
Dá-me um abraço não só porque eu te peço, mas por iniciativa própria. Faz algo por nós não continues a fugir. Abraça-me e ...
Escrevo o teu nome no meu braço<br />E tudo porque sinto grande saudade tua<br />Sinto que me falta um pedaço<br />E da ja...
Dá-me um abraço carinhoso<br />Daqueles que sempre me deste.<br />Um que me tire peso,<br />E que me dê força.<br />Deixa ...
Ainda me lembro daquele dia como se fosse hoje. Sorrateiramente, entraste na minha vida. A minha ânsia de te ver era tão f...
SAUDADE<br />
A saudade  é umsentimento que vai e vem. É comotudo, como o ódio e o amor, a tristeza e a felicidade, a preguiça e a vonta...
Saudade é o que eu sintoháquasetrêsanos, desdeaquelesábado  à noiteem que pelotelefonerecebi a notícia que tinhaspartido p...
Que saudade!<br />Saudadedaquelavozmeiga<br />Saudadedaquelecarinho<br />Saudadedaquelaatenção<br />Saudadedaquelapessoa q...
E SE?...<br />
E se… eu tivesseasas e pudessevoar ?<br />Voava para longe<br />Atéaoinfinito<br />Voavacomoumpássaro livre<br />Sem pensa...
E se eu fosse umaflor ?<br />Como é que seria ?<br />No inverno teria muito frio e queria esconder-me da neve, da chuva e ...
E se eu fosse dormir?<br />Estaria na cama debaixo da minhamantaquentinha a ressonar alto de olhosfechados a sonhar.<br />...
SÍMBOLOS DE PORTUGAL<br />
Glayce 9º ano<br />
Sara Freitas 9º ano<br />
PLANO NACIONAL DE LEITURA LER+<br />
Sylvie Barrela 11º ano<br />
Carla Morgado 8º ano<br />
SEMANA DA LEITURA DO CONTO E DA POESIA<br />
Peça de teatro “A Tempestade” <br />
VISITA DE ESTUDO A BRUGES<br />30 de Abril 2011<br />
Portfolio Português 2010.2011
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portfolio Português 2010.2011

1.138 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.138
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portfolio Português 2010.2011

  1. 1. CURSO DE LÍNGUA E CULTURA PORTUGUESAS<br />Lycee Technique Agricole | Ettelbruck<br />Ano letivo 2010.2011<br />
  2. 2. “Deus quer, o homem sonha e a obra nasce…” Fernando Pessoa<br />
  3. 3. ÍNDICE<br />A Poesia é...<br />O Mundo<br />Dá-me um abraço<br />Saudade<br />E se?...<br />Símbolos de Portugal<br />Plano Nacional de Leitura LER+<br />Semana da Leitura do Conto e da Poesia<br />Peça de Teatro “A Tempestade”<br />Visita de Estudo a Bruges<br />
  4. 4. Aos meus alunos,<br />São os sonhos que impulsionam a vida. Sem eles, a vida não é nada. <br />A verdade é que todos nós sonhamos, enquanto uns ficam por isso mesmo, <br />outros vão à luta e tentam transformar esses sonhos em algo mais. Por mim<br />nunca serão esquecidos, passe o tempo que passar. Espero que na vossa vida<br />todos tenham grandes progressos e um futuro cheio de sucessos.<br />Desejo a todos vós que os vossos sonhos se concretizem e que nunca <br />desistam de sonhar.<br />Aqui, encontrarão alguns pedacinhos da vossa vida enquanto estudantes<br /> no Curso de Língua e Cultura Portuguesas, no Lycee Technique Agricole, em <br />Ettelbruck, no ano letivo 2010/11.<br />
  5. 5.
  6. 6. A POESIA É...<br />
  7. 7. Fantasia,<br />De noite ou de dia,<br />O autor imagina<br />Uma história que fascina.<br />Um conto ou um poema,<br />Um tema...<br />Um lema que desvenda<br />Tornado-se um poema.<br />Ele e ela,<br />Inseparáveis<br />Tal como o verso do poema.<br /> Ana Margarida 11º ano <br />A poesia é amizade<br />Os amigos são como pedaços que me pertencem<br />Pedaços que me fazem falta quando não estão<br />Poesia é sonho<br />Que me vai na alma<br />Quando estou deitada a dormir.<br />Quando penso em poesia<br />Penso em cantar, dançar, libertar o espírito<br />Que me faz sofrer.<br />Poesia é o fruto da nossa imaginação<br />Sinto-me livre para pensar...<br />Poesia é expressão dos sentimentos<br />Que nos atormentam durante a vida.<br />A poesia está em todo o lado<br />A poesia é a razão<br />Das pessoas se levantarem<br />E começarem um novo dia.<br />Vanessa Vilar 11º ano<br />Amor que arde sem se ver,<br />Que se sente e não magoa.<br />É a alma pura e coração bom.<br />Uma cidade com gente boa, pessoas engraçadas.<br />As crianças a brincar sem nunca se cansar.<br />É aquilo que queremos ou não queremos.<br />É paixão, o calor que sobe e desce sem parar.<br />É o mar, o luar o cantar dos pássaros.<br />José Carlos 11º ano<br />
  8. 8. É como um sonho<br />Cada um é capaz de o realizar<br />Trata-se de escrevê-lo e<br />É só deixar a nossa imaginação<br />E as nossas emoções a fluir.<br />E...<br />Assim, o conseguimos construir.<br />A poesia é a solução<br />Para quem se encontra na solidão.<br />A poesia é uma forma de expressão<br />Que nos sai do íntimo do coração.<br />Lydia 11º ano<br />A poesia é a libertação das palavras do coração!<br />É exprimir os sentimentos que temos por alguém.<br />É a forma de mostrar o quanto precisamos e gostamos de ter alguém.<br />Tiago Maleto 11º ano<br />É a descrição do paraíso.<br />Faz-nos sentir moleza interior<br />E, dá novo sangue às veias.<br />Comove o coração com tristeza e felicidade.<br />Mata a seriedade e dá lugar ao sentimento.<br />Liberta a alma!<br />Traz estilo à vida!<br />Faz-nos pensar na beleza da terra<br />E conseguir sobrevoar montanhas.<br />A poesia é uma mina de ouro<br />de amor e alegria<br />Faz-nos verter lágrimas com a sua fantasia. <br />Cristiano 11º ano<br />A poesia é uma janela aberta,<br />Que nos liberta os sentimentos.<br />Pouco importa o nosso humor o nosso estado de espírito.<br />A poesia abre-nos o coração,<br />E faz-nos passar para o papel o que nos vai na mente.<br />O verdadeiro valor da poesia<br />É o que ela diz, o que nos transmite. <br />Steven Rodrigues 11º ano<br />
  9. 9. A poesia é magia<br />Que se pode fazer em qualquer dia<br />Seja noite ou seja dia<br />Ao amanhecer ou ao luar.<br />Poesia é o meu mar,<br />Quando posso amar<br />E quando posso namorar,<br />Beijar e desfrutar.<br />O amor anda no ar!<br />Ronny 11º ano<br />A poesia é expressão,<br />É libertação,<br />É contar os nossos pensamentos e sentimentos à pessoa amada.<br />É dizermos a verdade<br />Que nos pesa no coração.<br />A poesia facilita e ajuda<br />O stress, os sentimentos de forma tranquila e pacífica.<br />Dino Alves 11º ano<br />A poesia é o sentimento de felicidade e sofrimento.<br />Várias diferenças de pensamento<br />Que nos deixa mais experientes.<br />A poesia é como o oceano<br />Ar puro<br />Água salgada com o sol a brilhar<br />E,<br />Sente-se um calor que nos deixa pensativos.<br />A poesia é como a vida,<br />Dá-nos surpresas boas ou más.<br />Aprendemos com os erros.<br />A poesia é uma descrição<br />É o pensamento de cada pessoa. <br />Cindy 11º ano<br />É descrever os nossos sentimentos à pessoa que amamos.<br />É desabafar as nossas mágoas e tristezas.<br />É descrever tudo o que sentimos<br />Quando não temos ninguém ao nosso lado.<br />É a nossa melhor amiga nos momentos mais difíceis.<br />André Pacheco 11º ano<br />
  10. 10. É uma declaração de amor, <br />É uma nostalgia de alma.<br />É palavra cheia de paixão, alegria e amor<br />Que inspira o coração.<br />Palavras que nunca imaginamos dizer a alguém<br />Mas, quando as ouvimos<br />Pensámos que estamos a viver um sonho irrealizável.<br />As saudades...<br />Estas são transmitidas em palavras a alguém<br />Que ...<br />Infelizmente <br />já faleceu ou está muito doente<br />ou quando se sente a falta de alguém especial.<br />Hugo Isidoro 11º ano<br />Como os sentimentos da vida<br />Escritos numa folha de papel<br />Como uma caneta cheia do peso das palavras<br />Que se querem libertar.<br />Palavras tais como felicidade, tristeza ou mesmo chatice<br /> um poema mostra o caminho percorrido<br />no dia iluminado pelo sol<br />e pela escuridão da noite<br />iluminada pela lua<br />e produzida pela razão. <br /> Jorge 11º ano<br />A poesia é uma viagem,<br />É uma libertação de amor, ódio, amizade, felicidade e frustração.<br />A poesia tem uma mãe que a criou com muito pensar<br />Pode ser simplesmente um texto e até pode rimar.<br />A poesia não é só letras escritas no papel<br />É uma vida, uma história, uma canção, uma carta de amor.<br />É a fonte da nossa fantasia.<br />Na poesia és o maior do universo<br />E reinas sobre o mundo.<br />Cristina Pacheco 11º ano<br />
  11. 11. O MUNDO<br />
  12. 12. O mundo não pertence a ninguém<br />Foi feito para todos nós<br />O mundo está recheado do bem<br />É só preciso encontrá-lo e cada dia avançar.<br />O mundo é a natureza repleta de beleza.<br />Temos que cuidar dela porque nos dá a vida.<br />Gostaria de dar a volta ao mundo num segundo<br />E assim apagar toda a miséria <br />E dar lugar à alegria, paz e amor.<br />Se eu pudesse pintava este mundo de outra cor.<br />Lydia 11º ano<br />Quando se fala sobre o mundo<br />Pode-se falar de muita coisa,<br />Parece uma simples bola, azul e verde.<br />É a natureza com muita água,<br />Árvores, ar puro que é bom respirar,<br />Que nos faz viver neste mundo,<br />Durante muitos anos.<br />Dividido em cinco continentes<br />Os australianos e os seus kangurus,<br />Os asíáticos de olhos em bico,<br />Os africanos da cor do chocolate,<br />Os americanos e os seus hamburgers McDonalds<br />E por fim os europeus (Portugueses) aventureiros e corajosos.<br />No fundo somos todos iguais,<br />Somos seres humanos<br />Onde cada um vive a vida à sua maneira.<br />Hugo Isidoro 11º ano<br />O mundo é uma caixa de surpresas<br />Escondida no universo<br />Cheia de maravilhas impressionantes.<br />Mas, infelizmente também há muita injustiça,<br />Feita pela humanidade<br />A cada dia que passa destrói as belezas<br />Que o mundo contém.<br />Jorge Filipe 11º ano<br />
  13. 13. DÁ-ME UM ABRAÇO<br />
  14. 14. Dá-me um abraço<br />Com muito carinho<br />Um abraço de felicidade bem apertadinho<br />E amizade para sempre.<br />Dá-me um abraço<br />Que me mostre que sou importante para ti<br />E que me dê um sorriso<br />Dá-me um abraço<br />Que me faça sempre lembrar de ti.<br />Andreia 8º ano<br />Dá-me um abraço<br />Quero um abraço teu,<br />Chega-te a mim.<br />Quero que seja um abraço forte<br />E que me traga conforto.<br />Dá-me um abraço teu<br />Aperta-me baby<br />Amo-te!<br />Tu és meu!<br />Quero um abraço teu!<br />Melanie 8º ano<br />Dá-me um abraço<br />Não consigo aguentar esta solidão<br />Preciso da tua paixão, meu amor!<br />És a minha querida,<br />Um único abraço teu quero sentir,<br />Porque é o único que me faz sorrir.<br />Felicidade e amor<br />São sentimentos que podem dar muita dor.<br />Dá-me um abraço<br />O meu coração está destroçado,<br />Sinto falta da tua companhia,<br />Eu por ti tudo faria!<br />Ruben 9º ano<br />Dá-me um abraço<br />Daqui até à lua<br />Dá-me um beijo<br />Do fundo do coração<br />És um bom amigo<br />Já muito antigo.<br />Ficarás aqui eternamente<br />No fundo do meu pensamento<br />Elsa 9º ano<br />
  15. 15. Dá-me um abraço<br />Um abraço cheio de amor<br />Amor que só sinto por ti<br />Só de ti é que quero um abraço<br />Abraço cheio de carinho<br />Carinho que tu me dás<br />Feliz estou por te ter a ti<br />Por seres a pessoa que és.<br />Sérgio 9º ano<br />Dá-me um abraço para que eu me sinta viva,<br />Viva estarei se estiver a teu lado,<br />Contigo nos teus braços sinto uma alegria imensa,<br />Alegria por ter quem eu gosto<br />Simplesmente, te peço,<br />Dá-me um abraço!<br />Kátia Martins 9º ano<br />Continuo à espera de um abraço teu,<br />Um único abraço onde poderei sentir o teu calor<br />E cheirar o teu perfume.<br />Quero poder abraçar-te para ter a certeza de que estou segura ao pé de ti,<br />Que poderei partilhar contigo todos os meus sentimentos<br />E que nunca me irás deixar.<br />Tenho vontade de ser feliz a teu lado, dá-me uma abraço!<br />Carina 9º ano<br />Dá-me um abraço,<br />Um abraço que é só teu<br />É um abraço que me completa.<br />O meu coração derrete,<br />Porque é ele que sente<br />O teu calor, o teu amor,<br />E isso, apenas, com um abraço vindo de ti,<br />Da pessoa que és,<br />Que és tu mesmo,<br />Sem medo ou vergonha de me dar um abraço.<br />És tu, és tu e sempre serás!<br />Rita 9º ano<br />
  16. 16. Dá-me um abraço<br />Porque eu preciso, <br />Porque tu precisas.<br />Dá-me um abraço<br />Daqueles que nunca mais acabam,<br />Ou daqueles que eu gosto tanto.<br />Dá-me um abraço<br />Para eu poder afogar as minhas lágrimas,<br />Para eu poder soltar as minhas gargalhadas.<br />Dá-me um abraço<br />Para eu te poder mostrar o quanto gosto de ti,<br />Para eu saber o quanto gostas de mim.<br />Dá-me um abraço<br />Porque é a única coisa que me faz feliz.<br />Stéphanie Rocha 9º ano<br />Dá-me um abraço<br />Senão sinto a tua falta<br />A tua falta sinto quando estás longe<br />Caem-me as lágrimas porque estou a pensar em ti.<br />Ao pensar em ti é significado que és inesquecível porque te amo.<br />Ao amar-te peço-te uma abraço.<br />Kátia Alves 9º ano<br />Dá-me um abraço<br />Porque eu gosto dos teus braços.<br />Dá-me um abraço<br />Porque eu gosto do teu calor.<br />Dá-me um abraço<br />Porque eu gosto da tua presença.<br />Dá-me um abraço<br />Porque eu gosto da tua proximidade.<br />Dá-me um abraço<br />Porque eu gosto da nossa intimidade.<br />Dá-me um abraço<br />Porque eu gosto da tua felicidade.<br />Dá-me um abraço<br />E não vou dizer mais nada.<br />Patrick Barbosa 9º ano<br />Dar uma abraço é demonstrar um sentimento de alegria, de felicidade e dá-nos força.<br />Um abraço é uma amostra de amor,<br />Uma forma de mostrar o que se sente.<br />Dá-me um abraço porque dá para matar as saudades.<br />Dá-me um abraço porque nos teus braços me sinto bem e segura .<br />Dá-me um abraço porque me aquece quando sinto frio.<br />Dá-me um abraço porque sei que estás aqui ao pé de mim.<br />Helena Arantes 9º ano<br />
  17. 17. Quero um abraço teu<br />Porque contigo sinto-me como se estivesse no céu<br />Um abraço mesmo fofo<br />Onde me dizes que sou o teu moço.<br />O teu abraço eu quero sentir<br />Porque és a única que me faz sorrir.<br />Um abraço do fundo do coração<br />Porque sem ti sinto-me na solidão.<br />Um abraço onde me apertas<br />Assim como achas que eu mereça<br />Um abraço onde eu te possa beijar<br />E te dizer que é ao teu lado que eu quero ficar.<br />Quero um abraço teu, minha menina,<br />Porque eu sei que tu és a minha querida.<br />Patrick Pinto 9º ano<br />Dá-me um abraço<br />Chega perto de mim,<br />Agarra-me com o teu braço<br />E mostra que gostas de mim.<br />Aperta-me com muita força<br />Não me deixes desamparada<br />Para que o nosso coração nos ouça<br />E para que eu possa estar descansada.<br />Deixa-me sentir forte<br />Fica agarrado a mim<br />Quero ficar com este conforto<br />Fica comigo até ao fim.<br />Isabel Micucci 12º ano<br />Dá-me um abraço para eu matar esta saudade que sinto por ti.<br />Quero ver-te, quero ter-te aqui ao pé de mim para ter um abraço teu.<br />Quero ver o teu olhar, quero sentir-te ao meu lado e quero um abraço teu para me consolar.<br />Quero tocar-te, quero receber um abraço teu.<br />Dá-me um abraço bem forte e interminável que me dê segurança e carinho como sempre o foi.<br />Melodie 9º ano<br />
  18. 18. Dá-me um abraço não só porque eu te peço, mas por iniciativa própria. Faz algo por nós não continues a fugir. Abraça-me e transmite-me a força que necessito para enfrentar tudo o que nos atormenta. Abraça-me e faz-me sentir que tudo isto vale a pena, que vale a pena lutar, que tudo isto é só mais um obstáculo. Abraça-me só mais uma vez, antes que seja tarde demais.<br />Vanessa 12º ano <br />Dá-me um abraço<br />Não fujas de mim<br />Fecha-me este espaço <br />onde estou sem ti.<br />Dá-me um abraço<br />Mostra-me que não desistes<br />Resiste a tudo como o aço<br />Para que possamos ser felizes.<br />Dá-me um abraço<br />Sinto que estou a perder-me<br />Este simples abraço<br />É tudo o que preciso para fortalecer-me.<br />Andy 12º ano<br />
  19. 19. Escrevo o teu nome no meu braço<br />E tudo porque sinto grande saudade tua<br />Sinto que me falta um pedaço<br />E da janela ponho-me a contemplar a lua.<br />Tudo começou pelo teu lindo olhar,<br />E enriquecedor<br />O amor esteve no ar,<br />E esqueci tudo ao meu redor.<br />Após o dia em que me deste aquele abraço<br />Que me fez tocar o céu,<br />É aquele abraço forte que é só teu<br />E que me tira do cansaço.<br />Aquele abraço quente,<br />Suave, cheio de ternura<br />Aquele aperto que me deste calmamente<br />Que me ampara a tristeza.<br />Traz-me de volta esse momento<br />Dá-me um abraço novamente,<br />Aquele instante de conforto<br />Que me adormece lentamente.<br />Cristina Pacheco 11º ano<br />Dá-me um abraço<br />Aperta-me bem<br />Gosto do teu carinho<br />Faz-me sentir feliz.<br />Liberta-me dos meus pesadelos<br />Cura a minha alma com o teu aperto<br />Quero sentir a tua pele fofa<br />E esquecer os meus medos.<br />Para mim és sagrada<br />Por ti faço tudo<br />Só para ter um abraço teu.<br />Isso tudo porque me sinto sozinho<br />Com feridas profundas<br />Com o sangue a escorrer<br />Pareço um mendigo abandonado.<br />Só um abraço teu mudará tudo,<br />Por isso peço por favor,<br />Dá-me um abraço com fervor!<br />Cristiano 11º ano<br />
  20. 20. Dá-me um abraço carinhoso<br />Daqueles que sempre me deste.<br />Um que me tire peso,<br />E que me dê força.<br />Deixa os teus braços apertados ao meu corpo<br />Porque só assim me sinto seguro.<br />Nunca mais me largues,<br />Porque só assim junto a ti é que me sinto bem.<br />Os teus abraços são mágicos,<br />fazem-me perder naquele momento.<br />Nesse teu abraço eu sinto-me seguro.<br />Jorge 11º ano<br />Não quero espaço por isso dá-me um abraço<br />Com muito carinho<br />E muito miminho.<br />O gesto diz mais do que mil palavras.<br />Abraços desses são muito raros<br />Sinto o teu calor<br />E acredita que têm muito valor.<br />Tanto dá para família ou amigos ou namorado<br />Ao dar parece que o tempo fica parado.<br />Cindy 11º ano<br />Dá-me um abraço<br />É o que quero das pessoas que mais gosto<br />Com quem já passei momentos incríveis da minha vida.<br />Foram momentos bons e maus<br />Mas isso é o que menos interessa,<br />Temos é que estar sempre presentes.<br />Dá-me um abraço<br />Da minha família inteira e amigos<br />Que me apoiam em tudo o que faço na vida.<br />São eles que me dão o meu sorriso,<br />Que toda a gente gosta de ver.<br />São eles que me fizeram a pessoa<br />Que hoje sou, por isso,<br />Deem-me um abraço.<br />Hugo Isidoro 11ºano<br />Dá-me um abraço com muito calor,<br />Dá-me um abraço, meu amor.<br />Antes de ires embora dá-me só mais um,<br />Encosta-te a mim agora, por favor!<br />Necessito do teu carinho e do teu miminho,<br />Quando mo dás libertas-me das coisas más.<br />Sempre que quiseres um meu<br />Eu cá estarei para to dar<br />Seja por alegria ou para te consolar!<br />Teu abraço é especial!<br />Despertas em mim uma sensação única<br />Só com o teu abraço tão natural.<br />Lydia 11º ano<br />
  21. 21.
  22. 22. Ainda me lembro daquele dia como se fosse hoje. Sorrateiramente, entraste na minha vida. A minha ânsia de te ver era tão forte que não quis aceitar essa realidade. No meu pensamento só estavas tu. Não queria acreditar no que me estava acontecer, porque fora tudo tão lindo e perfeito. Quando um dia te aproximaste de mim e me disseste « chegou ao fim! ». Com muito respeito e pudor me sussuraste ao ouvido «Nunca te vou esquecer! ». Dos meus tristes olhos verteram lágrimas de amargura e apertei-te contra mim com todas as minhas forças. Os teus lábios quentes tocaram, uma última vez, a minha testa e com o meu coração ardente de sofrimento, viraste-me as costas e foste-te embora. Todos os dias quando acordava, logo pela manhã, ficava a meditar e nunca quis acreditar nem aceitar que tinha sido o fim. Aquele por quem eu tanto procurei e lutei já não estava ao meu lado. O desejo de te ver, de te abraçar, de te aconchegar, de te agarrar leva-me à exaustão das minhas forças. Todas as noites recolho-me na solidão e no escuro e na melancolia da noite, recolho-me no meu quarto e aconchegada à minha almofada, penso por mais quanto tempo é que esta dor irá morar dentro de mim. Com muita calma espero por ti, pois sempre ouvi dizer que a esperança é a última a morrer. Um dia, o destino irá perceber que o nosso amor existiu para sermos felizes e não para sentirmos esta dor dilacerante e, aí, então, dar-se-á o teu regresso aos meus braços.<br /> Alexandra 12º ano<br />
  23. 23. SAUDADE<br />
  24. 24. A saudade é umsentimento que vai e vem. É comotudo, como o ódio e o amor, a tristeza e a felicidade, a preguiça e a vontade, tantopodeestarpresente no nosso dia a dia comopode nem sequersersentida. Todossabemos o que é ter saudade, o que é quererrevivercertosmomentos, o que é querervoltar a estaremcertossítios, sozinhos ou acompanhados. Quandotenhosaudade de algo é porque algum dia realizei o que já me pertenceu, e que porqualquermotivonunca mais serámeu. Na verdade, sera sempremeu, porque estáguardado na memória.<br />Gostava de podermandar na saudade, atégostava de poder « entrar » dentro do momento que mais falta me faz, e revivê-lovezessem conta. Seria tão bom ! É um sentimento muito traiçoeiro, tanto aparece agora como posso já não senti-lo daqui a cinco minutos. É ummisto de emoção, podemosrir ou sorrirquandopensamos no que nos fazfalta, comopodemoschorar ou estar tristes. <br />Sejacomo for, a saudadenuncairádesaparecer e eu sei que daqui a algum tempo vou ter saudadesdestemomento e do que me faz mais feliz agora.<br />VANESSA 12º ANO<br />
  25. 25. Saudade é o que eu sintoháquasetrêsanos, desdeaquelesábado à noiteem que pelotelefonerecebi a notícia que tinhaspartido para ummundobem longe do meu.<br />A palavrasaudade é insuficiente e pequenademais para descreveraquilo que sinto, as saudades que tenho dos teusbeijos, dos teusabraços, do teucheiro e dos teusconselhos.<br />Fazes-me tantafalta!<br />Atrevo-me a dizer que preciso de ti, aliássempreprecisei e tu sabias, porissosempreestivestepresenteemmim, sempre a meulado, sempre a ouvir-me.<br />E agora?<br />Sim, agora, onde estás?<br />Eu sei, estás longe, longe de mim e longe de todos os que te amavam, te amam e te amarão para sempre. Erasúnica, erasespecialerastudo para alguns de nós , enquanto para outrosnãoeras nada, mas acredita que esses nãosabem o que perderamemnão te ter conhecido ou então o tempo que gastarameminvejar-te.<br />19/03/2008 dia mais triste numa vida que eracheia de felicidade, essa vida era a minha, aquela vida na qual tu existias e agora fazesimensafalta. Avó, sei que não voltas para junto de mim, mas acredita que nunca me esquecerei de ti.<br />Fazes parte de mim !<br />JOANA 12º ANO<br />
  26. 26. Que saudade!<br />Saudadedaquelavozmeiga<br />Saudadedaquelecarinho<br />Saudadedaquelaatenção<br />Saudadedaquelapessoa que está no meucoração.<br />Jálávãoalgunsanosem que partiste<br />A últimavez que te vi, sorriste.<br />Teurostonuncaesquecerei<br />O teuretratosempre o guardarei.<br />Nãohápalavras para te descrever<br />Fosteumexemplo de mulher<br />Eu admirava-te, sinceramente !<br />Sofrestemuito antes de nos deixar<br />Minhaqueridaavó, olhapornós !<br />Cantigas, contigocantava<br />Estavaaborrecida e comigobrincavas.<br />Estavassempreaomeulado !<br />Apesar da tua velhice<br />Não te deixavasirabaixo<br />Erashiperativa.<br />Acabo este poemaassim,<br />Com este vaziodentro de mim<br />Tenhopena de não te poderdizer<br />Que eras a melhoravó do mundo.<br />Lydia 11 ano<br />
  27. 27. E SE?...<br />
  28. 28. E se… eu tivesseasas e pudessevoar ?<br />Voava para longe<br />Atéaoinfinito<br />Voavacomoumpássaro livre<br />Sem pensar no amanhã<br />Respiravaarpuro<br />Observava a lindanatureza<br />Sentiria a brisa a bater no meurosto<br />E o poder da liberdade<br />Voariaaténãopoder mais<br />Como se nãohouvesse o amanhã<br />E gritava para todo o mundo me ouvir<br />-Sou livre !<br />Vanessa Sousa 12º ano<br />E SE…<br />E se eu pudessemudar o mundo ?<br />Não haveria tanta pobreza,<br />Pessoas não sofreriam<br />E todas as crianças estudariam.<br />Se eu pudessemudar o mundo<br />Áfricaseria mais sinónimo de beleza e não de pobreza<br />Nos rios os peixesnadariam<br />E no mar as baleiasnãomorreriam.<br />Se eu pudessemudar o mundo<br />Dinheiro não seria problema<br />O lixo seria uma solução<br />E em todos os países haveria união.<br />Se eu pudessemudar o mundo<br />O mundo seria um mundo muito melhor<br />E nãocadavezpior.<br />Glayce Kelly 9º ano<br />
  29. 29. E se eu fosse umaflor ?<br />Como é que seria ?<br />No inverno teria muito frio e queria esconder-me da neve, da chuva e do vento frio.<br />Na primavera, seria a flor mais feliz do mundo porque poderia olhar o sol e sorrir o dia inteiro.<br />Depoisviriaumhomem grande e alto com a máquina de cortar a relva e eu morreria. Assim eu nuncachegaria a ver o outono e nuncateria a possibilidade de observar o que aí se passava. <br />Eu morreriasemrealizar o meusonho !<br />Andreia Cardoso 8º ano<br />E se eu pudessevoltaratrás no tempo ?<br />Teriafeitomuitascoisas de outra maneira. Muitoserros que cometitê-los-iaevitado. Se soubesse que muitos dos meus errospoderiamtrazertantasconsequências de certeza que não os teriacometido. Hojenãoteriaperdidotantaspessoas que me eram importantes e que continuam a sê-lo. Nãoseriaobrigada a passarporelassemlhespoderfalar, nãoteria que fazer de conta que não as conheço e que nunca as conheci. Simplesmentem, se pudessevoltaratrás no tempo, hojeviveria de forma diferente, de umamaneira mais feliz !<br />Isabel Miccuci 12º ano<br />
  30. 30. E se eu fosse dormir?<br />Estaria na cama debaixo da minhamantaquentinha a ressonar alto de olhosfechados a sonhar.<br />Sonho que o mundo é diferente<br />Que o ar que respiro é puro<br />Que a águaestápura<br />Tudosabia a natureza.<br />Nada de guerras !<br />Nada de vigarices !<br />Nada de injustiças !<br />O meusonhopoderiatornar-se realidade<br />Mas…<br />Infelizmente, quandodesperto<br />Nada tinhamudado!<br />Cristiano 11º ano<br />E, se… eu vivesseem Portugal ?<br />Perto da minhafamilia,<br />Perto dos amigos<br />Saudadenunca mais sentiria<br />Viagens eu pouparia<br />E lágrimasnunca mais escorreriam.<br />Livre comoumaborboleta<br />Eu me sentiria e voaria<br />Ar puro<br />Ar português<br />Nada de tristezas<br />E eu, semprefeliz !<br />Ana Soares 11º ano<br />E, se nãomudarmos de atitude ?<br />E, se nóscontinuarmos a destruir a natureza ?<br />E, se nósnãoouvirmosaqueles que nos estão a alertar para as consequências ?<br />E, se nóscomeçarmos a dar de conta da nossaasneira tarde demais ?<br />E, se não houver amanhã para o nosso planeta ?<br />E, se…?<br />Steven 11º ano<br />
  31. 31. SÍMBOLOS DE PORTUGAL<br />
  32. 32. Glayce 9º ano<br />
  33. 33. Sara Freitas 9º ano<br />
  34. 34.
  35. 35.
  36. 36. PLANO NACIONAL DE LEITURA LER+<br />
  37. 37. Sylvie Barrela 11º ano<br />
  38. 38. Carla Morgado 8º ano<br />
  39. 39.
  40. 40. SEMANA DA LEITURA DO CONTO E DA POESIA<br />
  41. 41.
  42. 42. Peça de teatro “A Tempestade” <br />
  43. 43.
  44. 44. VISITA DE ESTUDO A BRUGES<br />30 de Abril 2011<br />

×