O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA15/05/2013CLARA CRUZ SANTOSQUESTÕES SOBRE AIDENTIDADE PROFISSIONALDO SERVIÇO SOCIAL
Definição da singularidade deServiço Social – debates(in)acabadosReconhecimento eLegitimidade profissionalO processo de “R...
O DISCURSO DAS PROFISSÕES SOBREO SERVIÇO SOCIAL
ALGUNS EXEMPLOS…
ALGUNS EXEMPLOS…
ALGUNS EXEMPLOS…
EM SINTESE …os argumentosque nosparecemcomuns aos doisautores referem-se à dialécticateórico-práticacomo umacomponenteimpo...
E NÓS O QUE DIZÍAMOS• Um exemplo….• “A formação profissional é generalista, permitindo apreenderas questões sociais e psic...
OU….O que é aQuestãoSocial?Está empermanentemudançaEntão não ameniza aindeterminação funcional doServiço Social?
ENTÃO A CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIAPROFISSIONAL FAZ-SE…ReconhecimentoSocial
PORQUE É IMPORTANTE ORECONHECIMENTO SOCIAL• Numa perspetiva funcionalista :• O Reconhecimento Social de uma profissão rela...
Conceito-chave para oServiço SocialLEGITIMIDADESOCIAL
“CAÇA AO FANTASMA DA INDETERMINAÇÃO?”DESCONTRUÇÃO
1. A INESPECIFICIDADE TEÓRICA
A TRANSFERABILIDADE DOCONHECIMENTO EM SERVIÇO SOCIAL• Fook (2012) designa pela sua capacidade de“transferabilidade”, isto ...
2. A INDETERMINAÇÃO FUNCIONAL• uma profissão que tem como finalidade o enfrentamento daquestão social, bem como de acompan...
EM SÍNTESE1. A identidade profissional do Serviço Social atualestá diretamente relacionada com os processos dereconhecimen...
EM SÍNTESENo âmago da dinâmica de reconhecimento encontra-se umconjunto de elementos estratégicos como a capacidade deconh...
DEFINIÇÃO DE SERVIÇO SOCIAL (IFSW)
OBRIGADA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Questões sobre a identidade profissional do serviço social

3.160 visualizações

Publicada em

  • Entre para ver os comentários

Questões sobre a identidade profissional do serviço social

  1. 1. UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA15/05/2013CLARA CRUZ SANTOSQUESTÕES SOBRE AIDENTIDADE PROFISSIONALDO SERVIÇO SOCIAL
  2. 2. Definição da singularidade deServiço Social – debates(in)acabadosReconhecimento eLegitimidade profissionalO processo de “ReConstrução”Prólogos…
  3. 3. O DISCURSO DAS PROFISSÕES SOBREO SERVIÇO SOCIAL
  4. 4. ALGUNS EXEMPLOS…
  5. 5. ALGUNS EXEMPLOS…
  6. 6. ALGUNS EXEMPLOS…
  7. 7. EM SINTESE …os argumentosque nosparecemcomuns aos doisautores referem-se à dialécticateórico-práticacomo umacomponenteimportante daprofissão doServiço social e àindeterminaçãofuncional doServiço Social
  8. 8. E NÓS O QUE DIZÍAMOS• Um exemplo….• “A formação profissional é generalista, permitindo apreenderas questões sociais e psicossociais com uma base teórico-metodológica direcionada à compreensão dos processosrelacionados à economia e política da realidade brasileira,contexto onde se gestam as políticas sociais paraatendimento às mazelas da sociedade. Para um competenteexercício profissional é necessário um continuadoinvestimento na qualificação, podendo dispor de cursos deaperfeiçoamento, especialização, mestrado e doutoradodisponíveis, capacitando-se em suas práticas específicas”.Conselho Regional de Serviço Social, 17º Região.
  9. 9. OU….O que é aQuestãoSocial?Está empermanentemudançaEntão não ameniza aindeterminação funcional doServiço Social?
  10. 10. ENTÃO A CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIAPROFISSIONAL FAZ-SE…ReconhecimentoSocial
  11. 11. PORQUE É IMPORTANTE ORECONHECIMENTO SOCIAL• Numa perspetiva funcionalista :• O Reconhecimento Social de uma profissão relaciona-secom os seus aspetos exógeneos e consolidam o seuestatuto e visibilidade• Possui um enorme Poder Social pois relaciona-se com opensamento e a ação coletiva,• Numa perspetiva Interacionista:• Relaciona-se com a licença e o mandato social• Isto é, dotam uma profissão de autonomia e singularidade,ganhando legitimidade social
  12. 12. Conceito-chave para oServiço SocialLEGITIMIDADESOCIAL
  13. 13. “CAÇA AO FANTASMA DA INDETERMINAÇÃO?”DESCONTRUÇÃO
  14. 14. 1. A INESPECIFICIDADE TEÓRICA
  15. 15. A TRANSFERABILIDADE DOCONHECIMENTO EM SERVIÇO SOCIAL• Fook (2012) designa pela sua capacidade de“transferabilidade”, isto é pela capacidade quetêm vindo a demonstrar de transferir significado einteração entre os casos individuais, acomplexidade atual e o pensamento social maisalargado. Isto é, a capacidade de transferirsignificado e conhecimento entre diferentescontextos, construindo o que Lincoln e Guba (1985)referem como conhecimento “tácito”.
  16. 16. 2. A INDETERMINAÇÃO FUNCIONAL• uma profissão que tem como finalidade o enfrentamento daquestão social, bem como de acompanhamento eexecução das politicas sociais ??????• Não será antes…• Serviço Social tem como finalidade, mais do que enfrentar aquestão e os produtos da questão social é a de refletir sobreas questões substantivas que originam e acutilizam a questãosocialconstrução de uma nova imagem politica da profissão (Mouro,2002) que o obriga a reorganizar o seu poder simbólico, bemcomo os seus processos de atuação.
  17. 17. EM SÍNTESE1. A identidade profissional do Serviço Social atualestá diretamente relacionada com os processos dereconhecimento e legitimidade social;2. Estes processos não se confinam agora tanto nasquestões relacionadas com as competênciasteóricas e cientificas, nem com a delimitaçãosingular de um campo de atuação sócio-profissional, mas mais com os processos deintervenção e mudança social que exigem umatomada de posição estratégica e politica dosassistentes sociais
  18. 18. EM SÍNTESENo âmago da dinâmica de reconhecimento encontra-se umconjunto de elementos estratégicos como a capacidade deconhecimento e adaptação a novos públicos, permitindoredimensionar a esfera relacional, bem como um sentidoestratégico (Albuquerque,2012) e um conhecimento tácitodecorrente de uma postura crítico-reflexiva nodesenvolvimento da respetiva prática.O grupo profissional de Serviço Social é portador de umaverdadeira identidade coletiva (Dubar 2000) . Existe como umator social real criado num sistema de ação concreta que seproduz e reproduz permanentemente de acordo com oscondicionalismos históricos, culturais e diacronicamentedeterminantes
  19. 19. DEFINIÇÃO DE SERVIÇO SOCIAL (IFSW)
  20. 20. OBRIGADA

×