Seminário Controle Interno

3.833 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.833
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.026
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário Controle Interno

  1. 1. SEMINÁRIO SOBRE CONTROLE INTERNO
  2. 2. <ul><li>CONTROLE INTERNO NOS MUNICÍPIOS </li></ul><ul><li>A GRANDE INDAGAÇÃO: O que é? </li></ul><ul><li>IMPORTÂNCIA DO CONTROLE INTERNO </li></ul><ul><li>Na ótica dos órgãos de controle externo (TCE), “a implantação e o fortalecimento do controle interno em todos os níveis da federação constitui-se instrumento eficaz de combate à corrupção...” </li></ul><ul><li>Fonte: (XXIV Congresso Nacional dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil, na Cidade de Natal, 2006). </li></ul>SEMINÁRIO SOBRE CONTROLE INTERNO
  3. 3. <ul><li>CONTROLE INTERNO NOS MUNICÍPIOS </li></ul><ul><li>DESMISTIFICAÇÃO DO CONTROLE INTERNO </li></ul><ul><li>Diferentemente do que possam imaginar alguns, que acham ser o controle interno mais um órgão a “infelicitar” a já estreita via dos administradores públicos , é necessário entender que não é nada disso . </li></ul><ul><li>O controle interno , se bem estruturado e ativo, constitui-se a própria presença do gestor público nos diferentes quadrantes de sua administração. É o olho mágico do Prefeito, a visualizar pari passu as mais variadas situações que envolvem a administração, no seu acontecer diuturno, permitindo assim realizar os ajustes necessários em suas próprias ações de governo, no objetivo de evitar não só o desperdício do dinheiro público como corrigir os rumos de suas prestações de contas à sociedade e aos órgãos de controle externo. </li></ul><ul><li>Como diria o Dr. Victor Faccioni (TCE/RS e ATRICON), antes de tudo, o controle interno funciona como o “Anjo da Guarda” do administrador público (Palestra sobre Controle Interno, realizada no TCE/PB, em 2007). </li></ul>SEMINÁRIO SOBRE CONTROLE INTERNO
  4. 4. <ul><li>CONTROLE INTERNO NOS MUNICÍPIOS </li></ul><ul><li>CONTROLE INTERNO NOS MUNICÍPIOS </li></ul><ul><li>PRECEDENTES LEGAIS DO CONTROLE INTERNO NO BRASIL: </li></ul><ul><li>Antigos </li></ul><ul><li>Lei n° 4.320/64 (arts. 75 e 76) e Decreto-Lei n° 200/67 (art. 13, “b”). </li></ul><ul><li>Atualmente </li></ul><ul><li>Previsão constitucional (arts. 31, 70 e 74)‏ </li></ul><ul><li>Lei complementar federal n° 101/2000, num sem número de dispositivos e mais especificamente no art. 54 (p. u.) que institui a obrigatoriedade de assinatura do responsável pelo controle interno nos relatórios de gestão fiscal – RGF. </li></ul>SEMINÁRIO SOBRE CONTROLE INTERNO
  5. 5. <ul><li>CONTROLE INTERNO NOS MUNICÍPIOS </li></ul><ul><li>ORIGEM DO DESPERDÍCIO DO DINHEIRO PÚBLICO NO BRASIL </li></ul><ul><li>Por má conduta 7% </li></ul><ul><li>Por supressão dos controles pelos dirigentes 13% </li></ul><ul><li>Por situações peculiares da atividade estatal 17% </li></ul><ul><li>Por insuficiência de sistema de controle interno 63% </li></ul><ul><li>Fonte: Relatório de pesquisa da Consultoria Internacional KPMG (Jornal Zero Hora, Porto Alegre, 2005)‏ </li></ul>SEMINÁRIO SOBRE CONTROLE INTERNO
  6. 6. <ul><li>CONTROLE INTERNO NOS MUNICÍPIOS </li></ul><ul><li>COMO TEM SIDO DESCOBERTO TAL DESPERDÍCIO </li></ul><ul><li>Através de auditoria Externa 2% </li></ul><ul><li>Por informações de funcionários 2% </li></ul><ul><li>Mediante investigação especial 2% </li></ul><ul><li>Por mera coincidência 3% </li></ul><ul><li>Através de denúncia anônima 5% </li></ul><ul><li>Por informações de terceiros 9% </li></ul><ul><li>Em serviços de Auditoria Interna 26% </li></ul><ul><li>Por utilização do Controle Interno por setor 51% </li></ul><ul><li>Fonte: A mesma precedente. </li></ul>SEMINÁRIO SOBRE CONTROLE INTERNO
  7. 7. <ul><li>CONTROLE INTERNO NOS MUNICÍPIOS </li></ul><ul><li>A REAL IMPORTÂNCIA DO CONTROLE INTERNO </li></ul><ul><li>Análise realizada por STEPHEN KANITZ identifica e demonstra o controle interno como principal instrumento de combate ao desperdício do dinheiro público e qualificação do trabalho realizado na área pública, ao informar que: </li></ul><ul><li>As nações com menor índice de desperdício (corrupção) são as que possuem maior número de auditores e fiscais formados e bem treinados: DINAMARCA e HOLANDA com 100 auditores por 100 mil habitantes . </li></ul><ul><li>O BRASIL conta tão somente com 8 auditores por 100 mil habitantes (com cerca de 13 mil auditores no total, apresenta um deficit de cerca de 160 mil auditores). </li></ul><ul><li>Fonte: www.kanitz.com.br/veja/corrupcao.asp </li></ul>SEMINÁRIO SOBRE CONTROLE INTERNO

×