SlideShare uma empresa Scribd logo

Jornal - E. E. Messias Freire

1 de 12
Baixar para ler offline
Jornal - E. E. Messias Freire
Eleições no Brasil
As eleições no Brasil são realizadas através do voto direto,
secreto e obrigatório. A primeira eleição da qual existem
registros no Brasil, ocorreu em 1532, por meio da qual foi
escolhido o representante do Conselho da Vila de São Vicente.
Atualmente no Brasil ocorrem eleições a cada dois anos,
sempre nos anos pares. À exceção do cargo de senador, que tem
mandatos com duração de oito anos, os demais cargos eletivos
tem mandatos de quatro anos. Como as eleições ocorrem a cada
dois anos, os cargos eletivos são disputados em dois grupos, da
seguinte forma:
• Eleições federais e estaduais - para os cargos de: Presidente
da República (e vice), Senador, Deputado Federal,
Governador (e vice) e Deputado Estadual.
• Eleições municipais – para os cargos de Prefeito (e vice) e
Vereadores.
As eleições ocorrem no primeiro domingo de outubro.
Os cargos correspondentes ao Poder Legislativo (Senadores,
Deputados Federais, Deputados Estaduais e Vereadores) são
disputados em turno único. Para os cargos do Poder
Executivo (Presidente, Governadores e Prefeitos), pode haver
segundo turno, a ser realizado no último domingo de outubro.
Os candidatos a qualquer cargo são filiados a algum
dos mais de 30 partidos políticos legalizados existentes no
país, cada um com uma ideologia política. Todos os partidos
recebem recursos do fundo partidário, acesso aos meios de
comunicação (rádio e TV), e direito ao horário eleitoral durante
as campanhas.
O processo eleitoral é organizado pela Justiça Eleitoral, que
é composta pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cuja sede é em
Brasília, pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE), sendo um em
cada estado, território ou Distrito, pelos Juízes Eleitorais e pelas
Juntas Eleitorais. Todos estes órgãos são regidos pelo Código
Eleitoral, que estabelece as competências de cada
órgão/segmento.
Segundo a Constituição Federal, em seu artigo 14, o voto
é facultativo para os analfabetos, aos maiores de 70 anos e para
os maiores de 16 anos e menores de 18 anos. É obrigatório para
os cidadãos entre 18 e 70 anos, sendo necessário justificar a
ausência em qualquer seção eleitoral, no dia da eleição, sob pena
de multa.
Desde 2000, com o uso das urnas eletrônicas, as eleições
brasileiras passaram a ser totalmente informatizadas, o que
permite que atualmente sejam consideradas as eleições mais
rápidas e atualizadas do mundo.
Fonte: http://www.infoescola.com/politica/eleicoes-no-brasil/
Eleição
Eleição é o processo pelo qual um grupo
designa um de seus integrantes para ocupar um
determinado cargo com apelo a uma votação. Na
democracia representativa, é o processo que consiste
na escolha dos indivíduos que exercerão o poder
soberano, concedido pela população através do voto,
tornando-se assim, os representantes da nação.
A eleição processa-se através do voto de toda a
comunidade ou de apenas uma parcela da
comunidade. Os elementos com capacidade de voto
são os chamados eleitores.
Fonte:
http://www.dicionarioinformal.com.br/elei%C3%A7%C
3%A3o/
Votação
Votação é um processo de decisão no qual
os eleitores expressam a sua opinião por meio de um voto de
maneira predeterminada. Os votos são processados e a
decisão é tomada segundo alguma regra particular.
A maneira mais comum de votação é aquela na qual há um
conjunto com um número inteiro de opções e cada eleitor
escolhe uma delas, ou seja, cada um vota na sua opção
preferida. A opção vencedora é a que receber mais votos.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Vota%C3%A7%C3%A3o

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Destaque (8)

Intencao de-voto-presidente-nos-estados-2014
Intencao de-voto-presidente-nos-estados-2014Intencao de-voto-presidente-nos-estados-2014
Intencao de-voto-presidente-nos-estados-2014
 
#VOTO AOS 16
#VOTO AOS 16#VOTO AOS 16
#VOTO AOS 16
 
A importância do_voto_!
A importância do_voto_!A importância do_voto_!
A importância do_voto_!
 
2v palestra-voto consciente-12 05 08
2v palestra-voto consciente-12 05 082v palestra-voto consciente-12 05 08
2v palestra-voto consciente-12 05 08
 
Eleiçoes
Eleiçoes Eleiçoes
Eleiçoes
 
Voto uma história
Voto uma históriaVoto uma história
Voto uma história
 
Mulheres na História
Mulheres na HistóriaMulheres na História
Mulheres na História
 
Cidadania Voto Consciente
Cidadania Voto ConscienteCidadania Voto Consciente
Cidadania Voto Consciente
 

Semelhante a Jornal - E. E. Messias Freire

Tatyana fraize 1 c
Tatyana fraize 1 cTatyana fraize 1 c
Tatyana fraize 1 cjuninhowwave
 
Cartilha Voto-limpo
Cartilha Voto-limpoCartilha Voto-limpo
Cartilha Voto-limpoPortal NE10
 
Democracia participativa
Democracia participativaDemocracia participativa
Democracia participativaEliene Alves
 
Reforma politica brasileira___2_versao_q[1]sidney pedrosa
Reforma politica brasileira___2_versao_q[1]sidney pedrosaReforma politica brasileira___2_versao_q[1]sidney pedrosa
Reforma politica brasileira___2_versao_q[1]sidney pedrosaSidney Pedrosa
 
Caderno 3 aula 16 partidos políticos e eleições (4)
Caderno 3 aula 16   partidos políticos e eleições (4)Caderno 3 aula 16   partidos políticos e eleições (4)
Caderno 3 aula 16 partidos políticos e eleições (4)Silvia Cintra
 
CP e TGE - Sufrágio e voto
CP e TGE - Sufrágio e votoCP e TGE - Sufrágio e voto
CP e TGE - Sufrágio e votoDireito Nabuco
 

Semelhante a Jornal - E. E. Messias Freire (8)

Tatyana fraize 1 c
Tatyana fraize 1 cTatyana fraize 1 c
Tatyana fraize 1 c
 
Cartilha Voto-limpo
Cartilha Voto-limpoCartilha Voto-limpo
Cartilha Voto-limpo
 
Democracia participativa
Democracia participativaDemocracia participativa
Democracia participativa
 
Eleições Gerais em Angola..pdf
Eleições Gerais em Angola..pdfEleições Gerais em Angola..pdf
Eleições Gerais em Angola..pdf
 
Unidade viii
Unidade viiiUnidade viii
Unidade viii
 
Reforma politica brasileira___2_versao_q[1]sidney pedrosa
Reforma politica brasileira___2_versao_q[1]sidney pedrosaReforma politica brasileira___2_versao_q[1]sidney pedrosa
Reforma politica brasileira___2_versao_q[1]sidney pedrosa
 
Caderno 3 aula 16 partidos políticos e eleições (4)
Caderno 3 aula 16   partidos políticos e eleições (4)Caderno 3 aula 16   partidos políticos e eleições (4)
Caderno 3 aula 16 partidos políticos e eleições (4)
 
CP e TGE - Sufrágio e voto
CP e TGE - Sufrágio e votoCP e TGE - Sufrágio e voto
CP e TGE - Sufrágio e voto
 

Mais de Cirlei Santos

Coletiva 14.07.2021 - Bolsa Do Povo Educação
Coletiva 14.07.2021 -  Bolsa Do Povo Educação Coletiva 14.07.2021 -  Bolsa Do Povo Educação
Coletiva 14.07.2021 - Bolsa Do Povo Educação Cirlei Santos
 
Vernissage - Messias de Cara Nova
Vernissage  - Messias de Cara NovaVernissage  - Messias de Cara Nova
Vernissage - Messias de Cara NovaCirlei Santos
 
Homenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Homenagem a Aposentadoria de Colega de TrabalhoHomenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Homenagem a Aposentadoria de Colega de TrabalhoCirlei Santos
 
Projeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Projeto de Conservação do Patrimônio EscolarProjeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Projeto de Conservação do Patrimônio EscolarCirlei Santos
 
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIREGRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRECirlei Santos
 
Bullying - Combata o Bullying Com Amor
Bullying - Combata o Bullying Com AmorBullying - Combata o Bullying Com Amor
Bullying - Combata o Bullying Com AmorCirlei Santos
 
Mitologia - Mito em Busca de Resposta
Mitologia - Mito em Busca de RespostaMitologia - Mito em Busca de Resposta
Mitologia - Mito em Busca de RespostaCirlei Santos
 
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017Cirlei Santos
 
Estágio - Cirlei Santos
Estágio - Cirlei SantosEstágio - Cirlei Santos
Estágio - Cirlei SantosCirlei Santos
 
Tcc - Escola e Família - Parceria Necessária
Tcc - Escola e Família -  Parceria NecessáriaTcc - Escola e Família -  Parceria Necessária
Tcc - Escola e Família - Parceria NecessáriaCirlei Santos
 
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias FreireProjeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias FreireCirlei Santos
 
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias FreirePecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias FreireCirlei Santos
 
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire Cirlei Santos
 
Projeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraProjeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraCirlei Santos
 
Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
 Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro LobatoCirlei Santos
 
Fulecos copa do mundo
Fulecos copa do mundoFulecos copa do mundo
Fulecos copa do mundoCirlei Santos
 
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias FreireProjeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias FreireCirlei Santos
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias FreireCirlei Santos
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias FreireCirlei Santos
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias FreireCirlei Santos
 

Mais de Cirlei Santos (20)

Coletiva 14.07.2021 - Bolsa Do Povo Educação
Coletiva 14.07.2021 -  Bolsa Do Povo Educação Coletiva 14.07.2021 -  Bolsa Do Povo Educação
Coletiva 14.07.2021 - Bolsa Do Povo Educação
 
Vernissage - Messias de Cara Nova
Vernissage  - Messias de Cara NovaVernissage  - Messias de Cara Nova
Vernissage - Messias de Cara Nova
 
Homenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Homenagem a Aposentadoria de Colega de TrabalhoHomenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
Homenagem a Aposentadoria de Colega de Trabalho
 
Projeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Projeto de Conservação do Patrimônio EscolarProjeto de Conservação do Patrimônio Escolar
Projeto de Conservação do Patrimônio Escolar
 
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIREGRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
GRÊMIO ESTUDANTIL - E. E. PROF. MESSIAS FREIRE
 
Bullying - Combata o Bullying Com Amor
Bullying - Combata o Bullying Com AmorBullying - Combata o Bullying Com Amor
Bullying - Combata o Bullying Com Amor
 
Mitologia - Mito em Busca de Resposta
Mitologia - Mito em Busca de RespostaMitologia - Mito em Busca de Resposta
Mitologia - Mito em Busca de Resposta
 
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
Projetos sala de leitura E. E. Professor Messias Freire 2017
 
Estágio - Cirlei Santos
Estágio - Cirlei SantosEstágio - Cirlei Santos
Estágio - Cirlei Santos
 
Tcc - Escola e Família - Parceria Necessária
Tcc - Escola e Família -  Parceria NecessáriaTcc - Escola e Família -  Parceria Necessária
Tcc - Escola e Família - Parceria Necessária
 
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias FreireProjeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
Projeto Páscoa - Sala de Litura E.E. Professor Messias Freire
 
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias FreirePecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
Pecha Kucha - Superação Jovem - E. E. Professor Messias Freire
 
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
Jornal da Sala de Leitura Prof. messias freire
 
Projeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraProjeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a Leitura
 
Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
 Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
Teatro na escola - A Pílula Falante - Monteiro Lobato
 
Fulecos copa do mundo
Fulecos copa do mundoFulecos copa do mundo
Fulecos copa do mundo
 
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias FreireProjeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
Projeto dia das mães - E. E. Prof Messias Freire
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 3 - E.E. Prof. Messias Freire
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 2 - E.E. Prof. Messias Freire
 
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias FreireProjeto  Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
Projeto Consciência Negra 2013 - Parte 1 - E.E. Prof Messias Freire
 

Último

5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 

Último (20)

5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 

Jornal - E. E. Messias Freire

  • 2. Eleições no Brasil As eleições no Brasil são realizadas através do voto direto, secreto e obrigatório. A primeira eleição da qual existem registros no Brasil, ocorreu em 1532, por meio da qual foi escolhido o representante do Conselho da Vila de São Vicente. Atualmente no Brasil ocorrem eleições a cada dois anos, sempre nos anos pares. À exceção do cargo de senador, que tem mandatos com duração de oito anos, os demais cargos eletivos tem mandatos de quatro anos. Como as eleições ocorrem a cada dois anos, os cargos eletivos são disputados em dois grupos, da seguinte forma:
  • 3. • Eleições federais e estaduais - para os cargos de: Presidente da República (e vice), Senador, Deputado Federal, Governador (e vice) e Deputado Estadual. • Eleições municipais – para os cargos de Prefeito (e vice) e Vereadores. As eleições ocorrem no primeiro domingo de outubro. Os cargos correspondentes ao Poder Legislativo (Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais e Vereadores) são disputados em turno único. Para os cargos do Poder Executivo (Presidente, Governadores e Prefeitos), pode haver segundo turno, a ser realizado no último domingo de outubro. Os candidatos a qualquer cargo são filiados a algum dos mais de 30 partidos políticos legalizados existentes no país, cada um com uma ideologia política. Todos os partidos recebem recursos do fundo partidário, acesso aos meios de comunicação (rádio e TV), e direito ao horário eleitoral durante as campanhas.
  • 4. O processo eleitoral é organizado pela Justiça Eleitoral, que é composta pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cuja sede é em Brasília, pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE), sendo um em cada estado, território ou Distrito, pelos Juízes Eleitorais e pelas Juntas Eleitorais. Todos estes órgãos são regidos pelo Código Eleitoral, que estabelece as competências de cada órgão/segmento. Segundo a Constituição Federal, em seu artigo 14, o voto é facultativo para os analfabetos, aos maiores de 70 anos e para os maiores de 16 anos e menores de 18 anos. É obrigatório para os cidadãos entre 18 e 70 anos, sendo necessário justificar a ausência em qualquer seção eleitoral, no dia da eleição, sob pena de multa. Desde 2000, com o uso das urnas eletrônicas, as eleições brasileiras passaram a ser totalmente informatizadas, o que permite que atualmente sejam consideradas as eleições mais rápidas e atualizadas do mundo. Fonte: http://www.infoescola.com/politica/eleicoes-no-brasil/
  • 5. Eleição Eleição é o processo pelo qual um grupo designa um de seus integrantes para ocupar um determinado cargo com apelo a uma votação. Na democracia representativa, é o processo que consiste na escolha dos indivíduos que exercerão o poder soberano, concedido pela população através do voto, tornando-se assim, os representantes da nação. A eleição processa-se através do voto de toda a comunidade ou de apenas uma parcela da comunidade. Os elementos com capacidade de voto são os chamados eleitores. Fonte: http://www.dicionarioinformal.com.br/elei%C3%A7%C 3%A3o/
  • 6. Votação Votação é um processo de decisão no qual os eleitores expressam a sua opinião por meio de um voto de maneira predeterminada. Os votos são processados e a decisão é tomada segundo alguma regra particular. A maneira mais comum de votação é aquela na qual há um conjunto com um número inteiro de opções e cada eleitor escolhe uma delas, ou seja, cada um vota na sua opção preferida. A opção vencedora é a que receber mais votos. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Vota%C3%A7%C3%A3o
  • 10. E. E. Prof. Messias Freire Eleição do nome do Jornal Escolar Jornal MF Tribuna Messias Se Liga na Notícia Escola Alerta Virou Notícia Eleitor (comunidade escolar), ao receber a cédula, marque um X no retângulo correspondente ao melhor nome em sua opinião para o Jornal e deposite-a na urna.
  • 12. E. E. Prof. Messias Freire Eleição do nome do Jornal Escolar Jornal MF Tribuna Messias Se Liga na Notícia Escola Alerta Virou Notícia

Notas do Editor

  1. Jornal Escolar uma iniciativa:
  2. No dia 30 de maio de 2014, a comunidade escolar da E.E. Messias Freire elegerá através do voto o nome do JORNAL DA ESCOLA produzido pelo Grêmio Estudantil em parceria com a Sala de Leitura e faz parte do projeto Superação Jovem
  3. O resultado da eleição será divulgado no dia 07/06/2014 – Durante a Copa Junina