O slideshow foi denunciado.

Tutoria de EAD Online - Elearning

9.633 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre Tutoria de EAD - Educação a Distância Online - elearning com base no Commonwealth of Learning, 2003.

Publicada em: Educação

Tutoria de EAD Online - Elearning

  1. 1. Tutoria de Educação a Distância online
  2. 2. Assuntos de interesse
  3. 4. Pensando a EAD
  4. 5. Conceito de EAD - É a modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos. (Decreto n. 5.622, de 19 dez 2005)
  5. 6. Vantagens da EAD
  6. 7. Qualidade da EAD
  7. 8. Qualidade da EAD
  8. 9. Qualidade da EAD
  9. 10. As abordagens referentes à EAD podem ser caracterizadas pelo tipo de recursos de aprendizagem e pela natureza da interação. No entanto, conforme Bates (1995), mas importa ter em mente que todas as gerações continuam a fazer parte da prática atual, e que determinados modelos incluem características pertencentes a mais do que uma geração.
  10. 11. Evolução das mídias e tecnologias
  11. 12. Bates se aprofunda em seus conceitos e agrupa as gerações de EAD em três categorias.
  12. 13. • Este modelo foi utilizado para o estudo por correspondência. Os alunos da primeira geração estudavam sozinhos, com um contato limitado com o docente.
  13. 14. Há algum uso de comunicações entre o estudante e o tutor. No entanto, os estudam sozinhos, não havendo trabalhos ou atividades em grupos. A segunda geração da EAD utiliza mais de um meio.
  14. 15. A terceira geração da EAD é caracterizada pela interação, conjugando-se aprendizagem individual e a construção coletiva simultaneamente. A EAD busca a interação entre os alunos, assim como entre o tutor e o aluno. A interação pode ser efetuada por meio de tecnologias de conferência (áudio, vídeo, computador), por e-mail ou por encontros presenciais.
  15. 16. Uma das questões interessantes suscitadas pela classificação de Bates é que, ao se desenvolver, a EAD proporciona uma experiência de aprendizagem mais densa, completa e flexível, suscitando a utilização de tecnologias muito diferentes, as quais, por sua vez, também erguem potenciais barreiras de acesso.
  16. 17. Tutores e tutoria
  17. 18. O termo mais utilizado para esse papel é o de ‘tutor’. No entanto, existem outros termos como os de ‘mentor’, ‘formador’, ‘guia’, ‘instrutor’, ‘orientador’ ou ‘professor’.
  18. 19. Conceito de tutoria Conjunto dos profissionais habilitados para a ação tutora.
  19. 20. Tutor
  20. 21. Os tutores podem sugerir a forma como os alunos devem abordar e trabalhar com o conteúdo, e, por vezes, podem prestar esclarecimentos, mas só raramente apresentam o contexto através de uma instrução direta dos alunos. Tutoria
  21. 22. • a forma como é organizada. • a forma como a informação é apresentada. • a maneira como o professor responde aos alunos. • a qualidade dos recursos (livros, fitas, AVA, meios digitais,artigos, etc.). Os fatores comuns da ação educacional, quer no ensino formal ou informal, seja numa sala de aula ou a distância, incluem:
  22. 23. Reflexão
  23. 24. Identifique uma boa experiência de aprendizagem que você tenha tido ao longo de sua vida escolar. Que elementos dessa experiência contribuíram para o respectivo êxito? O que é que ganhou com essa experiência de aprendizagem?
  24. 26. Elementos da experiência de aprendizagem:
  25. 27. Elementos da experiência de aprendizagem:
  26. 28. Elementos da experiência de aprendizagem:
  27. 29. Elementos da experiência de aprendizagem:
  28. 30. Elementos da experiência de aprendizagem:
  29. 31. Em EAD, três características importantes devem ser ainda mais fortemente consideradas: <ul><li>a acessibilidade </li></ul><ul><li>a flexibilidade </li></ul><ul><li>a focalização no aluno </li></ul>
  30. 32. CARACTERÍSTICAS DO ALUNO DO EAD
  31. 33. Características do aluno de EAD
  32. 34. Os alunos são mais do que uma máquina cognitiva que processa informações. Têm um cérebro, memórias, mundos conscientes e subconscientes, emoções, imaginação e um corpo físico, cada um dos quais pode interagir com uma nova aprendizagem. (Merriam, 2001)
  33. 35. O aluno reage a todas as experiências da maneira como as interpreta e não segundo a maneira como o professor as apresenta. O aluno adulto reage a uma experiência de aprendizagem a partir de um conceito pessoal global organizado, vendo a experiência como um todo integrado. (Roby Kidd, in Brundage e MacKeracher, 1980)
  34. 37. Ação dos tutores <ul><li>Ensino / educação. </li></ul><ul><li>Responder às perguntas dos alunos. </li></ul><ul><li>Esclarecer pontos / conteúdos dos materiais do curso quando necessário. </li></ul><ul><li>Desenvolver recursos adicionais ou materiais de tutoria. </li></ul><ul><li>Ajudar os alunos a desenvolverem capacidades específicas. </li></ul>
  35. 38. Ação dos tutores <ul><li>Avaliar, classificar e dar feedback aos alunos acerca dos respectivos trabalhos. </li></ul><ul><li>Planejar e orientar os debates entre alunos, quer presenciais, quer por meio de tecnologias de conferência (áudio, vídeo, computador). </li></ul><ul><li>Aplicar avaliações. </li></ul>
  36. 39. Ação dos tutores <ul><li>Manter um contato regular com os alunos durante todo o curso. </li></ul><ul><li>Ajudar os alunos a resolverem questões que possam impedir o respectivo progresso no curso. </li></ul><ul><li>Verificar os registros dos estudantes no início do curso. </li></ul><ul><li>Manter registros exatos acerca do trabalho de cada aluno, incluindo as avaliações. </li></ul>
  37. 40. O bom tutor
  38. 41. O bom tutor
  39. 42. O bom tutor
  40. 43. Competências
  41. 44. Competências
  42. 45. Competências
  43. 46. Se você for novato na tutoria de EAD, tenha em mente a necessidade de expandir as competências e os conhecimentos para responder, de modo mais eficaz, às necessidades dos alunos.
  44. 47. Um estudo com alunos vulneráveis na Open University – Inglaterra - revelou que os alunos que tinham sido orientados pelos seus tutores antes da data do seu primeiro trabalho tinham maiores probabilidades de receberem um A ou um B pelo trabalho (SSRG, 2002).
  45. 48. Os alunos vulneráveis incluíam:
  46. 51. Solucionando Problemas
  47. 52. Solucionando Problemas
  48. 53. Solucionando Problemas
  49. 54. Como os alunos aprendem na Ed. online
  50. 55. O planejamento O seu planejamento deve considerar:
  51. 56. O planejamento O seu planejamento deve considerar:
  52. 57. Necessidades do Tutor Antes de iniciar o seu trabalho, o tutor necessita de:
  53. 58. Necessidades do Tutor Antes de iniciar o seu trabalho, o tutor necessita de:
  54. 60. Caro tutor, lembre-se que, sem a sua ação efetiva e eficaz, não há aprendizagem!
  55. 61. Quem sonha o absurdo, alcança o impossível. (Miguel de Unamuno) Contatos: Prof. Ms. Robson Santos da Silva (092) 99954261 www.eadamazon.com [email_address]

×