Rio Alviela

656 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
656
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
130
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rio Alviela

  1. 1. Trabalho realizado por:Diana SimõesFilipa LopesMarina Conde11.º CTB
  2. 2.  O Alviela nasce na Gruta do Alviela no concelho de Alcanena, freguesia da Louriceira, e desagua no rio Tejo, no concelho de Santarém. Tem como afluentes a Ribeira de Carvalhos, a Ribeira da Gouxaria e a Ribeira dos Amiais.
  3. 3.  Este rio tem uma grande importância porque faz parte do sistema de abastecimento de água da EPAL à cidade de Lisboa e outros municípios. Além disso, contribui para o turismo da região através das suas praias fluviais. Apesar disto, nalguns troços é bastante afetado pela poluição devido ao mau funcionamento de algumas ETARs dos concelhos de Alcanena e Santarém, bem como com as descargas provenientes de unidades industriais e agropecuárias.
  4. 4.  Esta poluição pode levar a graves problemas como a eutrofização, desenvolvimento de plantas à superfície da água. Este fenómeno é causado pelo excesso de nutrientes, neste caso, provenientes das descargas emitidas pelas indústrias agropecuárias e pode levar a uma diminuição do oxigénio dissolvido, provocando a morte e decomposição de muitos organismos, diminuindo a qualidade da água e alterando o ecossistema.
  5. 5.  O Alviela possui uma grande diversidade de habitats aquáticos, rochosos e arrelvados calcícolas. Quanto à flora, as espécies mais comuns são as manchas de carvalho cerquinho, a azinheira, as orquídeas, o narciso, o alecrim, a pimenteira, o carvalho e ainda plantas aromáticas, medicinais e melíferas (plantas que produzem mel).
  6. 6.  Podemos observar ainda diversas espécies de fauna, como: • Mamíferos – diversas espécies de morcegos e gineta; • Aves – gralha de bico-vermelho e o bufo-real; • Aquática – salamandra de fogo e o sapo de unha-negra; • Lepidópteros – mais de trezentas espécies de borboletas, incluindo a rara branca-portuguesa; • Escaravelhos e aranhas.
  7. 7.  Em Portugal Continental existem 24 das mais de 1000 espécies de morcegos existentes em todo o mundo. Dessas 24 espécies, 9 encontram-se em perigo de extinção. Nas grutas em torno do rio existem 12 espécies de morcegos sendo que 9 delas são as que estão em perigo de extinção. É por este mesmo motivo, que as grutas dos Olhos d’Água são consideradas um dos mais importantes abrigos de criação do país.
  8. 8.  Estas grutas onde habitam os mais variados seres vivos estão constantemente sujeitas à ação do rio, tanto quando se formaram como atualmente. Uma vez que são grutas calcárias formaram-se devido à dissolução da rocha pela água. A água (H₂O) reage com o dióxido de carbono (CO₂) existente no ar e forma ácido carbónico (H₂CO₃) que corrói e dissolve os minerais das rochas levando à formação de grutas e galerias.
  9. 9.  Na atualidade, o rio ainda exerce ação sobre as grutas, como podemos constatar com a formação de estalactites e estalagmites e, por isso, a poluição poderá afetar gravemente estes ambientes levando à sua alteração.
  10. 10.  Assim, para garantir a qualidade da água e evitar o desaparecimento de espécies, é necessário ter em conta determinadas medidas para prevenir a poluição, uma vez que esta afeta direta e indiretamente a qualidade do curso de água e o seu ecossistema.
  11. 11.  Para prevenir a poluição existem várias medidas que podem ser tomadas tanto a nível industrial como a nível da população como: - Construção de ETARs por parte das industrias; - Colocação de filtros nos esgotos das fábricas; - Diminuição da quantidade de adubos, pesticidas e herbicidas usados na agricultura; - Eliminação dos resíduos deitados ao rio.
  12. 12.  A poluição, tanto do rio Alviela como de tantos outros recursos de água poluídos que existem pelo mundo, leva à escassez de água potável, um dos mais graves problemas da atualidade.

×