Medindo a Pressão Arterial

827 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
827
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Medindo a Pressão Arterial

  1. 1. Medindo a Pressão Arterial
  2. 2. 1º Passo A cinta do esfignomanômetro é inflada pressionando a artéria fazendo com que o fluxo sanguíneo seja interrompido. Nesse caso, a pressão exercida pela cinta é superior à pressão a artéria.
  3. 3. 2º Passo A cinta é esvaziada lentamente. Quando a pressão exercida pela cinte se iguala à da artéria, o sangue pulsa no antebraço, provocando sons que podem ser ouvidos através do estetoscópio. A pressão medida neste momento é a pressão SISTÓLICA
  4. 4. 3º Passo A cinta é esvaziada até permitir que o fluxo de sangue retorne ao normal na artéria, não sendo mais possível escutar os sons. A pressão medida neste momento é a pressão DIASTÓLICA
  5. 5. Sístole & Diástole Sístole: é o nome dado a fase de contração do ciclo. O coração contrai e relaxa em um ritmo cíclico. Diástole: é o nome dado a fase de relaxamento do ciclo.
  6. 6. CicloCardíaco
  7. 7. Ciclo Cardíaco: Diástole Atrial e Ventricular Durante a fase de relaxamento (átrio e o ventrículo em diástole), o sangue retorna pelas veias passando para o átrio e ventrículo através das válvulas atrioventriculares.
  8. 8. Ciclo Cardíaco: Sístole Atrial & Diástole Ventricular Aqui um breve período de sístole atrial força todo o sangue remanescente dos átrios para os ventrículos
  9. 9. Ciclo Cardíaco: Sístole Ventricular & Diástole Atrial Durante a sístole ventricular, o sangue é bombeado para as artérias através das válvulas semilunares.
  10. 10. www.cienciacuriosa.com.br

×