II Conferência CIDDADS     “A EDS na Sociedade do Conhecimento”             28-30 de Outubro de 2011, Pavilhão do Conhecim...
Onde Chegámos?                                                   A “corrida” pela nossa                                   ...
Em 2002, a Assembleia-GeralDas Nações Unidas, instituiu umaDécada da Educação para oDesenvolvimento Sustentável(2005-2014)...
A UNESCO definiu quatro grandes      objectivos para a DEDS:• Promover e melhorar a qualidade da  Educação;• Reorientar e ...
Grupo de trabalho• Em 2005, a Comissão Nacional da  UNESCO (CNU) constituiu um Grupo de  Trabalho, que elaborou um documen...
Contributos• Foram identificadas áreas de intervenção  prioritária (junto das escolas e autarquias) de  grande efeito mult...
Os “atletas” necessários para       esta corrida:Meta: essencialmente mudança de comportamentos
Estratégias:• A nível económico, ambiental, social e  cultural, em temáticas transversais e  interligadas entre si        ...
Efemérides:Temáticas envolvendo aSociedade e trabalhando em Rede
Como foi dinamizada a DEDS:• Tendo por base os referidos contributos, a  Comissão Nacional da UNESCO, desde  2005:• dinami...
Prioridade:estabelecer parcerias / trabalhar em RedeExemplos:Associações, academias, centros, agências, câmarasmunicipais,...
Eventos à escala nacional e      internacional                   São Miguel , Açores
ESCOLAS E AUTARQUIAS   Tapada Nacional de Mafra     Escola Narcisa Pereira - OeirasAlunos de Torres Vedras                ...
ACÇÕES DE FORMAÇÃO PARA OS MEDIA,    PROFESSORES E AUTARCAS
ConferênciasCRE-Porto                  Geoparque AroucaCIUL - Lisboa
Divulgaçãode Exposições
Exposições e trabalhos escolares
Concursos EscolaresDinamizados entre as escolas evários parceiros:Câmaras MunicipaisCRE-Porto, Tapada de MafraMuseus, Cent...
Projectos:
Envolvendo outras Redes                  Grupo de Parlamentares                  conexo com a UNESCO –                  vi...
Publicações
Filmes, peças de teatro e de bailadoDocumentário Geo PortugalPeça de TeatroPé-de-vento na Lixeira
Plataformas /websiteshttp://www.anoplanetaterra.org/http://www.portugalbiodiversidade.org/http://www.florestas2011.org.pt/
Assinatura de Protocolos                               • Com a RTP,                                 Geoparques,           ...
Mas será que “cortámos a meta” passados          seis anos da DEDS?• Como avaliar os impactos e mudanças  de todas estas a...
MetasO que se pretende com a DEDS?  Integrar os valores inerentes ao desenvolvimento  sustentável nas diversas agendas edu...
O que implica?• Perceber as interligações• Conhecer as causas, para perceber as  consequências e encontrar soluções• Difun...
Como avaliar?  Que impacto causam as diversas actividades  na Sociedade?• Nº de pessoas envolvidas (vários sectores)• Nº d...
Balanço parcial- As acções não são ainda totalmente transversais,  (focam sobretudo questões ambientais, não  fazendo a po...
Obstáculos- Dificuldade nas avaliações dos impactos e  mudanças dos projectos dinamizados- Falta de monitorização e contin...
Quais os “treinos” a seguir?• Incentivar a concepção, aplicação e  divulgação de soluções eficientes e  inovadoras para pr...
Insistir nos “treinos diários”          Necessidade de repensar          e de reorientar programas          e práticas edu...
A DEDS é uma maratona…• Que implica desafios, vontade colectiva e  individual para a mudança de comportamentos,  valores e...
Mas todos os dias se                       “cortam” metas…• Que nos fazem chegar  mais perto dos  objectivos da Década,  p...
Elizabeth SilvaTécnica Superior responsável pelo sector das Ciências Exactase Naturais, Sociais e HumanasPonto Focal para ...
Painel I - Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (DEDS) – Como estamos?
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Painel I - Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (DEDS) – Como estamos?

784 visualizações

Publicada em

“DEDS – Onde chegámos?” -
Elizabeth Silva – Ponto Focal para a DEDS da Comissão Nacional da UNESCO

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
784
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Painel I - Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (DEDS) – Como estamos?

  1. 1. II Conferência CIDDADS “A EDS na Sociedade do Conhecimento” 28-30 de Outubro de 2011, Pavilhão do ConhecimentoPainel I – “Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (DEDS) – Como estamos?” “DEDS – Onde chegámos?” Elizabeth Silva – Ponto Focal para a DEDS da Comissão Nacional da UNESCO
  2. 2. Onde Chegámos? A “corrida” pela nossa sobrevivência no Planeta Terra, já começou há muito tempo, mas onde chegámos?sommatd.blogspot.comTeremos nós já cortadoa meta?... jonicorreia.blogspot.com
  3. 3. Em 2002, a Assembleia-GeralDas Nações Unidas, instituiu umaDécada da Educação para oDesenvolvimento Sustentável(2005-2014) A UNESCO foi designada como órgão responsável na promoção da DEDS.
  4. 4. A UNESCO definiu quatro grandes objectivos para a DEDS:• Promover e melhorar a qualidade da Educação;• Reorientar e rever os Programas de Ensino;• Reforçar a formação técnica e profissional;• Informar e sensibilizar o público em geral, bem como os media para o conceito de Desenvolvimento Sustentável.
  5. 5. Grupo de trabalho• Em 2005, a Comissão Nacional da UNESCO (CNU) constituiu um Grupo de Trabalho, que elaborou um documento contendo diversos contributos para a dinamização da DEDS, em Portugal.
  6. 6. Contributos• Foram identificadas áreas de intervenção prioritária (junto das escolas e autarquias) de grande efeito multiplicador;• propostas de acções transversais (envolvendo os media, o sector privado e ONG’s) para mobilizar vários sectores da Sociedade• projectos concretos capazes de dinamizar processos de mudança.
  7. 7. Os “atletas” necessários para esta corrida:Meta: essencialmente mudança de comportamentos
  8. 8. Estratégias:• A nível económico, ambiental, social e cultural, em temáticas transversais e interligadas entre si Tarefa difícil e complexa raddar.com.br
  9. 9. Efemérides:Temáticas envolvendo aSociedade e trabalhando em Rede
  10. 10. Como foi dinamizada a DEDS:• Tendo por base os referidos contributos, a Comissão Nacional da UNESCO, desde 2005:• dinamizou múltiplas actividades• activou inúmeras parcerias• criou sinergias favoráveis para a concretização de muitas das propostas apresentadas pelo Grupo
  11. 11. Prioridade:estabelecer parcerias / trabalhar em RedeExemplos:Associações, academias, centros, agências, câmarasmunicipais, clubes, escolas, universidades, comissõesnacionais, comités, direcções regionais, empresas, federações,Geoparques, grupos de estudo, institutos, companhias de teatroe de bailado, ONG’s, Sociedades, Reservas da Biosfera,universidades, museus, laboratórios, televisões, rádios, jornais erevistas carolcoimbra.wordpress.com agenciadagda.wordpress.com
  12. 12. Eventos à escala nacional e internacional São Miguel , Açores
  13. 13. ESCOLAS E AUTARQUIAS Tapada Nacional de Mafra Escola Narcisa Pereira - OeirasAlunos de Torres Vedras Câmara Municipal de Cascais
  14. 14. ACÇÕES DE FORMAÇÃO PARA OS MEDIA, PROFESSORES E AUTARCAS
  15. 15. ConferênciasCRE-Porto Geoparque AroucaCIUL - Lisboa
  16. 16. Divulgaçãode Exposições
  17. 17. Exposições e trabalhos escolares
  18. 18. Concursos EscolaresDinamizados entre as escolas evários parceiros:Câmaras MunicipaisCRE-Porto, Tapada de MafraMuseus, Centros ComerciaisEmpresas e Ministérios
  19. 19. Projectos:
  20. 20. Envolvendo outras Redes Grupo de Parlamentares conexo com a UNESCO – visita ao Geoparque Naturtejo Rede das Reservas da Biosfera Portuguesas
  21. 21. Publicações
  22. 22. Filmes, peças de teatro e de bailadoDocumentário Geo PortugalPeça de TeatroPé-de-vento na Lixeira
  23. 23. Plataformas /websiteshttp://www.anoplanetaterra.org/http://www.portugalbiodiversidade.org/http://www.florestas2011.org.pt/
  24. 24. Assinatura de Protocolos • Com a RTP, Geoparques, Empresas, Câmaras, Tapada de Mafra, CRE-Porto, etc.Assegurando deste modo acontinuidade das actividadesno âmbito da DEDS Fórum Português de Geoparques
  25. 25. Mas será que “cortámos a meta” passados seis anos da DEDS?• Como avaliar os impactos e mudanças de todas estas actividades? sommatd.blogspot.com cienciasnoquotidiano.blogspot.com
  26. 26. MetasO que se pretende com a DEDS? Integrar os valores inerentes ao desenvolvimento sustentável nas diversas agendas educativas, políticas, económicas e sociais e fomentar novas práticas - forte dimensão ideal e ambiciosa essencialmente orientadora num quadro de valores (como justiça, equidade, direito à informação e participação, etc.) motivando e catalizando acções pragmáticas que se traduzam em projectos concretos
  27. 27. O que implica?• Perceber as interligações• Conhecer as causas, para perceber as consequências e encontrar soluções• Difundir informação em contexto, desmontar o conhecimento científico e torná-lo acessível; partilhar e saber comunicar• Trabalhar em equipa/rede (plataformas)• Avaliar e monitorizar
  28. 28. Como avaliar? Que impacto causam as diversas actividades na Sociedade?• Nº de pessoas envolvidas (vários sectores)• Nº de entidades aderentes, em áreas de intervenção cruciais: - mobilização de vários sectores da Sociedade - realização de projectos concretos capazes de dinamizar processos de mudança, que se esperam significativos, no contexto de uma EDS.
  29. 29. Balanço parcial- As acções não são ainda totalmente transversais, (focam sobretudo questões ambientais, não fazendo a ponte com as questões sociais, etc.)- As temáticas abordadas mais utilizadas: reciclagem, eficiência energética, etc.- Maior parte dos projectos educacionais dirigidos aos alunos do pré-escolar, ensino básico e secundário (maiores dificuldades no secundário e universitário)
  30. 30. Obstáculos- Dificuldade nas avaliações dos impactos e mudanças dos projectos dinamizados- Falta de monitorização e continuidade dos projectos- Inexistência de uma cartografia de dados nacionais sobre Desenvolvimento Sustentável- Transpor o conhecimento científico para lá dos muros das universidades, laboratórios, centros de investigação: “comunicar Ciência”- Diálogo inter-geracional
  31. 31. Quais os “treinos” a seguir?• Incentivar a concepção, aplicação e divulgação de soluções eficientes e inovadoras para problemas locais concretos• Inserir a comunidade escolar numa rede de cooperação que abarque a comunidade local e se estenda à comunidade científica e empresarial• Formar para a sustentabilidade (novos autarcas, empresários e media, professores, etc.)
  32. 32. Insistir nos “treinos diários” Necessidade de repensar e de reorientar programas e práticas educativas para promover uma literacia científica e estimular a assunção de uma cidadania activa para desenvolvimento sustentável, numa Sociedade do Conhecimento.
  33. 33. A DEDS é uma maratona…• Que implica desafios, vontade colectiva e individual para a mudança de comportamentos, valores e princípios• É um processo lento e gradual, exige trabalho de equipa e de forma transversal…
  34. 34. Mas todos os dias se “cortam” metas…• Que nos fazem chegar mais perto dos objectivos da Década, passo a passo, pois são muitos os “atletas” que aderem a esta “corrida” pela nossa sobrevivência no Planeta Terra
  35. 35. Elizabeth SilvaTécnica Superior responsável pelo sector das Ciências Exactase Naturais, Sociais e HumanasPonto Focal para a Década das Nações Unidas da Educaçãopara o Desenvolvimento Sustentável e da BiodiversidadeMembro dos Comités: Planeta Terra, Biodiversidade e Ano Internacional das FlorestasComissão Nacional da UNESCOE-mail: elizabeth.silva@unesco.ptTel. (+351) 21 356 63 10

×