Uma Pedagogia para o Desenvolvimento Sustentável

328 visualizações

Publicada em

Comunicação sobre pedagogia para o desenvolvimento sustentável no âmbito da ação de formação "Património e desenvolvimento sustentável. Itinerário de Belém ao Calvário".

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Uma Pedagogia para o Desenvolvimento Sustentável

  1. 1. Manuel Carvalho Gomes Presidente da Associação Geo-CIDAADS Investigador no CEG/IGOT-UL Uma pedagogia para o desenvolvimento sustentável Ação de formação Património e desenvolvimento sustentável. Itinerário de Belém ao Calvário
  2. 2. Confrontamo-nos com frequência com a indiferença dos cidadãos perante a delapidação do nosso património natural e construído. Como compreender essa indiferença? Poderá a escola contrariá-la?
  3. 3. Haiti (2010) iguala o tsunami de 2004 (Ásia) estimativa de vítimas fatais 300 mil
  4. 4. A vulnerabilidade parte integrante da sociedade de risco
  5. 5. A Educação para o Desenvolvimento Sustentável visa um mundo em que todos tenham a possibilidade de beneficiar de uma educação de qualidade e de aprender os valores, os comportamentos e as competências necessárias para um futuro sustentável e para a transformação positiva da sociedade.
  6. 6. Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) na perspetiva da integração dos valores inerentes à sustentabilidade em todas as formas de aprendizagem, com vista a fomentar as mudanças de comportamento necessárias para se alcançar uma sociedade mais sustentável e justa para todos. Itinerário ambiental /EDS como recurso pedagógico nas diversas disciplinas ou áreas curriculares o que implica uma abordagem à flexibilidade curricular no sentido da integração da EDS. Conhecer sítios do património, numa perspetiva de promover o interesse pelo património como sítios de aprendizagem, quer se trate de património construído, natural ou cultural. Contribuir para a concretização dos objetivos da Década da EDS das Nações Unidas (2005-2014). Enunciar valores universalmente desejáveis para a confrontação de problemas mundiais nomeadamente na reflexão sobre os equilíbrios ambientais, sociais e económicos. A EDS enquadra-se na inovação educacional e deve ser encarada como um importante contributo para a educação para a cidadania. A temática EDS é uma área transversal e como tal deve ser incentivada a sua introdução nos diferentes currículos e nas diferentes áreas disciplinares em todos os níveis de ensino. Ação de formação Património e desenvolvimento sustentável. Itinerário de Belém ao Calvário
  7. 7. OBJETIVOS Contribuir para a promoção da EDS; Promover a implementação da Década da EDS; Promover o desenvolvimento de competências profissionais dos professores; Incentivar os professores a trabalhar de forma cooperativa na sua prática pedagógica; Produzir conhecimento no domínio do património; Desenvolver competências e promover práticas de leitura da paisagem integrando as componentes do património ambiental, construído e cultural; Estimular os professores para a elaboração de propostas de projetos de itinerários ambientais a nível local como recursos pedagógicos transversais; Refletir sobre as metodologias de abordagem dos sítios de patrimónios como locais de aprendizagem; Refletir sobre a metodologia de itinerários ambientais para a promoção da EDS; Valorizar as saídas de campo como espaço de integração dos saberes;
  8. 8. “… a escola deve assumir um papel ativo no domínio da EDS, porque não pode efetivamente deixar de exercer uma influência decisiva: quando é omissa, contribui através de um currículo oculto para a passividade e a indiferença; quando é explicita, orienta com maior eficácia a formação de cidadãos capazes de compreender e intervir nom mundo à sua volta”. “Vivemos num mundo permanentemente pressionado por urgências que vão dos desequilíbrios económicos à pobreza, às catástrofes provocadas por inúmeros fatores, muitos dos quais relacionados com o modo como interagimos uns com os outros e com o planeta. A formação das pessoas surge com muita frequência como o principal fator determinante de um futuro maios sustentável, nos planos económico, social e ambiental”. “Uma das dimensões imprescindíveis à EDS é a ligação da escola ao meio local e às problemáticas do mundo contemporâneo – tema sempre presente nos debates pedagógicos, mas tão difícil de concretizar.” Extratos de: Bettencourt, M. e Gomes, M (2014) Nos trilhos dos Açores. Educação para a cidadania. Edições Tinta da China, Lisboa.
  9. 9. “A humanidade encontra-se num momento de definição histórica. Defrontamo-nos com a perpetuação das disparidades existentes entre as nações e no interior delas, o agravamento da pobreza, da fome, das doenças e do analfabetismo, e com a deterioração contínua dos ecossistemas de que depende nosso bem- estar. (...)” In Agenda 21, preâmbulo.
  10. 10. EDS movimento de consciencialização da aceleração dos problemas associados à degradação ambiental e a fatores económico-sociais
  11. 11. Década EDS - 2005-2014
  12. 12. EDS Baseia-se nos princípios do DS nos domínios ambiental, social , económico e cultural Estuda o conteúdo, tendo em conta o contexto, os problemas mundiais e as prioridades nacionais Desenvolve as competências dos cidadãos com vista à adoção de decisões no plano comunitário, a tolerância social, a responsabilidade ambiental, a adaptação da força laboral e a qualidade de vida É interdisciplinar. Nenhuma disciplina pode reivindicar a EDS como sua, mas todas podem contribuir para ela Recorre a técnicas pedagógicas que promovem a aprendizagem participativa e competências de reflexão Promove a aprendizagem ao longo da vida e envolve a educação formal, não formal e informal
  13. 13. Década da EDS (2005-14) 10 anos 10 temas O consumo sustentável (2005) A diversidade cultural (2006) A saúde e a qualidade de vida (2007) A água e a energia (2008) As reservas da biosfera como lugares de aprendizagem (2009) Os sítios do património mundial como lugares de aprendizagem (2010) A EDS na sociedade do conhecimento (2011) A participação na cidadania e a boa governança (2012) A redução da pobreza e os projetos de desenvolvimento sustentável (2013) A ética e a justiça entre gerações (2014)
  14. 14. Declaração da Educação para o Desenvolvimento Sustentável de Aichi-Nagoya Nós, os participantes da Conferência Mundial da UNESCO para a Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS), de 10 a 12 de Novembro de 2014, em Aichi-Nagoya, Japão, adotamos esta declaração e apelamos à ação urgente para fortalecermos ainda mais e expandirmos a EDS, de forma a capacitarmos as presentes gerações e encontrarmos as suas necessidades garantindo, ao mesmo tempo, que as gerações futuras encontrarão também as suas, com uma abordagem equilibrada e integrada, tendo em conta as dimensões económicas, sociais e ambientais do desenvolvimento sustentável. Esta declaração reconhece que as pessoas são o centro do desenvolvimento sustentável e baseia-se nas conquistas da Década da EDS das Nações Unidas (2005-2014); nas deliberações da Conferência Mundial da UNESCO para a EDS, em Aichi-Nagoya;
  15. 15. Evidências Década / EDS- quadro legal internacional A política educativa nacional não parece ter respondido de forma consistente aos desafios da Década, uma vez que não se promoveu : • a inovação dos conteúdos da educação escolar • as mudanças nos métodos pedagógicos e didáticos • a reorganização do sistema escolar DB14 – Mosteiro dos Jerónimos (Lisboa) A harmonia entre homens perfeitos e uma natureza rica e fecunda, sonhada por poetas (…) nunca existiu. (Orlando Ribeiro, 2012)
  16. 16. Pedagogia para o desenvolvimento sustentável Pedagogia EDS Contributos Aprender a gostar da terra onde se viva Aprofundar o conhecimento sobre o espaço que nos rodeia, com base na exploração pedagógica de conteúdos pertinentes Autobiografias ambientais, como estratégia de consciencialização e transformação, de construção e reconstrução identitária em iteração com o meio Formação de professores assente na reflexão participativa Práticas de educação para a cidadania Itinerários EDS/ itinerários no património, propiciando uma aprendizagem em contexto e uma abordagem sistémica da realidade Fotografia como promotora da construção de novos olhares sobre a realidade e de valorização e disseminação de conhecimento
  17. 17. Dimensões essenciais de uma pedagogia EDS Ligação ao meio e às problemáticas do mundo atual Aprendizagem na ação e pela ação Educação para a cidadania Educação para a saúde Educação para o risco Educação para a literacia mediática
  18. 18. …“o nosso maior desafio neste novo século é pegar num conceito que parece abstrato - Desenvolvimento Sustentável - e torná-lo numa realidade para todos os povos do mundo”. Kofi Annan Ex- Secretário-Geral das Nações Unidas O Futuro é agora…
  19. 19. www.plataforma2014mais.cidaads.org Informe-se, registe-se, partilhe, participe, colabore! O Futuro é hoje!
  20. 20. Obrigado

×