plantar árvores nativas é um ato revolucionário
29.11.2013 | Marta Pinto | Universidade Católica Portuguesa
Um projeto

Co...
identificar os símbolos
identificar os símbolos
queremos criar, acarinhar e cuidar florestas urbanas nativas

www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
na área metropolitana do porto

www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
através de um processo colaborativo

www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
porque precisamos de árvores… e de florestas nativas

www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
sabemos que as árvores nativas são essenciais

Favorecem a biodiversidade
(Manuel, engº florestal)

Amortecem o ruído nas
...
temos na área metropolitana território a precisar de recuperação

www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
a nossa grande meta: plantar e cuidar de 100.000 árvores até 2016

www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
plantamos
cuidamos
formamos
monitorizamos
eliminamos infestantes
recolhemos sementes de espécies nativas
e já conseguimos [2011 a 2013]
25.228 árvores plantadas em 88,6 hectares
= área de plantação equivalente a todo o Parque d...
alguns resultados globais [2011 a 2013]

nº árvores plantadas

árvores plantadas por município

30000
25,228

Valongo 7%

...
algumas das espécies plantadas

Castanheiro (Castanea sativa)

Carvalho-alvarinho (Q. robur)

Vidoeiro (Betula celtiberica...
alguns resultados globais [2011 a 2013]

Carvalho (Q. robur) plantado no dia 28 jan
2012. Estado a 14 mai 2013.

Carvalho ...
alguns resultados globais [2011 a 2013]

município de residência de voluntários1

Outros
municípios
intra AMP*
8%

ativida...
como começamos?
áreas

recursos
físicos

conhecimento

recursos
humanos
qualificados

árvores

mão-de-obra
vigilância

cid...
‘nós’ somos
todos desempenham o seu papel
plantar árvores nativas é revolucionário

transformação do subsistema
social:
participação, conhecimento, colaboração, dem...
plantar árvores é um ato ousado de cidadania
convite: 7 dezembro | arouca | bolas de sementes
obrigada!
www.facebook.com/100000arvores

www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Painel I - Ambiente e Sustentabilidade. Viver a Cidadania na Sustentabilidade: Marta Pinto (UCP) – 'Plantar árvores nativas: uma forma ousada de cidadania'

450 visualizações

Publicada em

V Jornadas do Ambiente, Energias e Alterações Climáticas e II Encontro Regional de Educação para o Desenvolvimento Sustentável, alusiva ao tema "EMPREGOS VERDES, CIDADANIA e REDUÇÃO DA POBREZA - PROJETOS EDS"

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
450
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Quem já plantou uma árvore? (carvalho, sobreiro…). Parece-lhesum ato revolucionário? Ousado? Vou começar por apresentar o projeto que estou a coordenar e depois concluir porque considero que o ato é revolucionário.
  • O FUTURO tem como principal sonho…Floresta urbana é o conjunto de todos os bosques, parques e outras áreas verdes na proximidade de uma área urbana
  • A AMP é o conjunto de 16 municípios, agora 17
  • envolvendo organizações & cidadãos, num projeto de colaboração e cocriação
  • Uma árvore adulta absorve 50 a 100 kg de partículas do ar/anoUma árvore adulta pode armazenar 190 a 380 litros de água durante uma tempestade.Suíça poupa 64 M€/ano usando água de lençóis de água de áreas florestais (NY faz o mesmo…)Maior bem estar mental (maior do que exercício físico feito indoors: mais energia, mais revitalização…)Redução de até 50% do ruído. Absorvem os ruídos de alta frequência, que são os que mais perturbam as pessoas.Offering environments for exercise and reducing stress (redução 87% para stress; 52% dores de cabeça)trees provide shadow and fresh air, important when the future is likely to bring more heat waves to many European regions. most popular outdoor recreation environments in Europeattract several thousands of visits per hectare per yearpositive impact of nearby forests and green areas on house prices has become documentedCaptação de carbonoSequestro de carbono: 1 árvore = 200 kg CO2 (média de 40 anos)(um bosque nativo dominado por carvalhos tem 30-35 espécies de aves nidificantes vs. 13 no eucaliptal)Cerca de 45% das espécies portuguesas de mamiferos, aves, anfibios e répteis e borboletas estão associadas a ecossistemas florestaisQualidade paisagística(as árvores mudam de cor ao longo do ano, decoração de exteriores  )
  • Isto é o que temos:Pouca qualidade paisagísticaForte erosão do soloMaior risco de incêndioEspaços pouco acolhedores para biodiversidade e pessoasNa AMP 40% da área total é florestal (em alguns municípios é de 60%); mais de 90% é monocultura de eucalipto (70%) e pinheiro bravo (20%).Nos últimos 10 anos em média arderam na AMP 4.800 ha de área florestal por ano = 138 X a área do Parque Biológico de Gaia
  • A NOSSA META É:plantar e cuidar de 100.000 árvores e arbustos nativos até 2016, na AMP, com as pessoas e para as pessoas
  • acreditamos que o nosso método de trabalho permite mudanças nos subsistemas sociais e ecológico
  • determinação, esperança no futuro, não baixar os braçosCom frio, chuva, tempestades, calor abrasador, com mais recursos, com menos recursos…
  • Algumas árvores até já dão sombra 
  • Painel I - Ambiente e Sustentabilidade. Viver a Cidadania na Sustentabilidade: Marta Pinto (UCP) – 'Plantar árvores nativas: uma forma ousada de cidadania'

    1. 1. plantar árvores nativas é um ato revolucionário 29.11.2013 | Marta Pinto | Universidade Católica Portuguesa Um projeto Coordenado Cofinanciado
    2. 2. identificar os símbolos
    3. 3. identificar os símbolos
    4. 4. queremos criar, acarinhar e cuidar florestas urbanas nativas www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    5. 5. na área metropolitana do porto www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    6. 6. através de um processo colaborativo www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    7. 7. porque precisamos de árvores… e de florestas nativas www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    8. 8. sabemos que as árvores nativas são essenciais Favorecem a biodiversidade (Manuel, engº florestal) Amortecem o ruído nas cidades (Francisco, estudante) Contribuem para a formação de solo e protegem-no da erosão (Manuela, bióloga) Estimulam os nossos sentidos e decoram os ‘exteriores’ (Ana, jornalista) Estimulam os sentidos, a inteligência e o coração das crianças (Joana, gestora) Retêm poluentes da atmosfera reduzindo doenças respiratórias (Fernando, reformado) Sequestram dióxido de carbono da atmosfera (Fedra, designer) Infiltram e filtram a água aumentando a sua qualidade (Artur, engº ambiente) Aumentam o nosso bem-estar e produtividade pessoal (Pedro, gestor) Restabelecem ligações aos nossos antepassados (Rute, engª civil) Promovem o bem-estar psicológico e estimulam a atividade física (Luísa, médica psiquiatra) Facilitam adaptação às alterações climáticas (Soraia, engª ambiente,) Reduzem o risco de propagação de incêndios (Iva, engª) Têm impactos positivos nas saúde e bem estar das crianças (Ana, mãe a tempo inteiro) Reduzem no organismo os efeitos do stress e ansiedade (José, advogado) www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    9. 9. temos na área metropolitana território a precisar de recuperação www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    10. 10. a nossa grande meta: plantar e cuidar de 100.000 árvores até 2016 www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    11. 11. plantamos
    12. 12. cuidamos
    13. 13. formamos
    14. 14. monitorizamos
    15. 15. eliminamos infestantes
    16. 16. recolhemos sementes de espécies nativas
    17. 17. e já conseguimos [2011 a 2013] 25.228 árvores plantadas em 88,6 hectares = área de plantação equivalente a todo o Parque da Cidade do Porto 75% taxa de sobrevivência = 7,5 em cada 10 árvores plantadas sobrevive 384 horas de ações realizadas = 4 horas de ações de voluntariado por semana 3.914 participações voluntárias = 38 cidadãos a plantar e cuidar da floresta por semana 11.598 horas de voluntariado = total de 16 horas de trabalho voluntário agregado por dia Nota 1: Potencial de retenção de carbono: média anual a 40 anos para o número de árvores plantado até à data Nota 2: Valor estimado com base na capacidade das árvores (adultas) captarem CO2, poluentes atmosféricos e intercetarem a água das chuvas. Nota 3: Total de 227.535 residentes na cidade do Porto e 1.663.277 residentes na Área Metropolitana do Porto, (Censos 2011) 128 toneladas de CO2 por ano1 = anualmente as nossas árvores captam o equivalente a 600g de CO2 por cada residente na cidade do Porto3 €1.000.000 em serviços ecológicos por ano2 = anualmente as nossas árvores ‘devolvem’ a cada um dos cidadãos3 da Área Metropolitana do Porto €0,6 em serviços ecológicos www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    18. 18. alguns resultados globais [2011 a 2013] nº árvores plantadas árvores plantadas por município 30000 25,228 Valongo 7% Vila do Conde 3% Arouca 8% Gondomar 17% 20000 13,702 11,526 Maia 4% Trofa 32% 10000 Matosinhos 1% Porto 1% S. João da Madeira 0% 0 Ano 1 Ano 2 TOTAL Santo Tirso 27% Ano 1 = época 2011/12 Ano 2 = época 2012/13 www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    19. 19. algumas das espécies plantadas Castanheiro (Castanea sativa) Carvalho-alvarinho (Q. robur) Vidoeiro (Betula celtiberica) Pilriteiro (Crataegus monogyna) Sobreiro (Quercus suber) Medronheiro (Arbutus unedo) Loureiro (Laurus nobilis) Zelha (A. monspessulanum) Bordo (Acer pseudoplatanus) Lódão (Celtis australis) Ulmeiro (Ulmus minor) Pinheiro-manso (Pinus pinea) Freixo (Fraxinus sp.) Azevinho (Ilex aquifolium) Amieiro (Alnus glutinosa) www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    20. 20. alguns resultados globais [2011 a 2013] Carvalho (Q. robur) plantado no dia 28 jan 2012. Estado a 14 mai 2013. Carvalho (Q. robur) plantado no dia 23 nov 2012. Estado a 4 jun 2013. Aveleira (C. avellana) plantada no dia 29 out 2011. Estado a 4 jun 2013. Pilriteiro (C. monogyna) plantado no dia 9 fev 2012. Estado a 8 jun 2013. Nota 1: Média estimada com base em: 1. estudos de monitorização da taxa de sobrevivência e; 2. observação do estado das plantas em visitas ao terreno para ações de manutenção. www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    21. 21. alguns resultados globais [2011 a 2013] município de residência de voluntários1 Outros municípios intra AMP* 8% atividade dos voluntários1 s/info 1% Outro municipios extra AMP** 9% na reforma 1% Gondomar 10% Maia 15% situação de desemprego 18% Vila Nova de Gaia 10% Matosinhos 11% Valongo 7% estuda 20% trabalha 61% Porto 29% *Espinho, Oliveira de Azeméis, Vila do Conde, Trofa, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso ** Paredes, Esposende, Lousada, Paços de Ferreira, Braga, Aveiro, Vila Nova de Famalicão, Estarreja. Nota 1: N=191, relativos aos voluntários inscritos como Curadores e Amigos da Floresta Nota 2: N= 350, voluntários registados em 47 das ações realizadas www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    22. 22. como começamos? áreas recursos físicos conhecimento recursos humanos qualificados árvores mão-de-obra vigilância cidadania
    23. 23. ‘nós’ somos
    24. 24. todos desempenham o seu papel
    25. 25. plantar árvores nativas é revolucionário transformação do subsistema social: participação, conhecimento, colaboração, dem onstração… (novos padrões de interação entre atores e organizações) transformação do subsistema ecológico: biodiversidade, paisagem, solo, água… (aumento da resiliência do território) www.embaixadadafloresta.blogspot.pt
    26. 26. plantar árvores é um ato ousado de cidadania
    27. 27. convite: 7 dezembro | arouca | bolas de sementes
    28. 28. obrigada! www.facebook.com/100000arvores www.embaixadadafloresta.blogspot.pt

    ×