O conteúdo da sua empresa é chato?

436 visualizações

Publicada em

Artigo publicado na edição 30 da Revista Administradores. Aqui dou dicas de como evitar que o conteúdo da sua empresa seja "chato".

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
436
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O conteúdo da sua empresa é chato?

  1. 1. utro dia, numa conversa informal, um empresário de tecnologia me disse: “não sei por onde começar para fazer Content Marketing (Marketing de Conteúdo). Queria montar um blog, mas os assuntos que giram em torno do meu negócio são muito chatos”. Você concorda com essa afirmação? O que é um “assunto chato”? Vou descrever aqui, de uma forma mais elaborada, claro, o que expliquei para ele em um ou dois minutos. O conteúdo da sua empresa é chato? COMUNICAÇÃO O por Cícero Nogueira artigo do leitor 66
  2. 2. COMUNICAÇÃO artigo do leitor Bem,na verdade não existe conteúdo chato,o que existe é a forma errada de produzir e entregar ao público-alvo o conhecimento que as empresas guardam. Empresas são feitas de pessoas e elas têm muito conhecimento que pode ser utilizado para contribuir com a reputação corporativa,alcançar visibilidade,engajar os consumidores e potencializar negócios. A principal razão pela qual o conteúdo nunca pode ser “chato” é que ele não irá muito longe; as pessoas não vão gostar,não vão ler/ ver/assistir,não vão recomendar… Sem engajamento,seu conteúdo não vai ser indexado pelos motores de busca e os resultados de acesso serão pífios — logo,sua marca não será vista. Então,como fazer para que o conteúdo da sua empresa seja mais leve e atraente? A seguir,veja algumas dicas. | Conheça o público-alvo | Traduza ao máximo | Conte histórias | Seja criativo 67
  3. 3. CONHEÇA O PÚBLICO-ALVO Se sua empresa é B2B,mesmo assim ela tem um público defi- nido. Podem ser os CEOs de outras empresas,ou os gestores dos departamentos,mas,ainda assim,são pessoas. Ninguém é técnico 24 horas por dia. O primeiro passo é pensar na pessoa por trás do profissional. Quais os gostos dos CEOs de empre- sas metalmecânicas? Eles só pensam em números? No que a pessoa,antes do profissional,está interessada? Como,a partir desses interesses,o seu conteúdo pode ser adaptado para atrair,engajar e conquistar esse público? ——————————————————————————————— Dica: Desenhe personas; busque junto à sua equipe co- mercial o máximo de informações sobre o perfil dos de- cisores de compras que ela visita. Se possível, converse com alguns clientes para entender o que os motiva, o que esperam dos conteúdos produzidos por sua empre- sa. Com esses dados, crie personagens que lhe ajudem a “visualizar” o público na hora de produzir.
  4. 4. TRADUZA AO MÁXIMO Um grande erro é acreditar que,por vender produtos e/ou ser- viços mais técnicos,é preciso falar em “tecniquês”. Muito pelo contrário: quanto mais você focar em tornar seus conteúdos entendíveis pelo público leigo,melhores serão os resultados. Eu trabalhei numa empresa de TI em Santa Catarina e,fre- quentemente,entrevistávamos analistas de TI para produzir conteúdos comerciais ou mesmo pequenos vídeos. Eu os deixava dizer todo o discurso técnico e,depois,com jeiti- nho,pedia-lhes que repetissem em poucas palavras e de uma forma que até uma criança entendesse. E acontecia. Com o tempo,as fontes vão entendendo que precisam traduzir e me- lhoram seu discurso também. Deixe os detalhes técnicos para quando sua equipe visitar o departamento de TI. ——————————————————————————————— Dica: Trabalhe a problemática do seu público de forma simples. Comente casos de sucesso, faça comparações e analogias, crie listas, produza vídeos rápidos, escre- va e-books, white papers, artigos de opinião. Não tente mostrar erudição. Menos é sempre mais!
  5. 5. CONTE HISTÓRIAS Não importa o perfil do público,todo mundo ama conhecer uma boa história. Não é à toa que acompanhamos séries de TV,lemos livros fictícios e biográficos,etc. Repare que toda reportagem,seja ela escrita ou de TV,sempre é intercalada com histórias de pessoas que vivenciaram ou que estão en- volvidas com o assunto de alguma forma. Os repórteres sa- bem que é preciso aproximar o tema do leitor/espectador comum,por isso contam esses casos. Uma excelente forma de deixar o conteúdo da sua empresa mais leve e atrativo é, portanto,contando histórias. Elas geram curiosidade,expec- tativa e empatia no público. ——————————————————————————————— Dica: Vá além do texto, trabalhando com infografias, vídeos curtos, listas… Seja criativo. Conte casos de su- cesso, monte artigos em que os executivos contam suas experiências no assunto, exemplifique com narrativas fictícias, use anedotas como referência.
  6. 6. SEJA CRIATIVO Mesmo um conteúdo mais técnico precisa ser produzido com criatividade. Tenha em mente que seu principal objetivo é conquistar a atenção,então,quanto mais criativo for o seu conteúdo melhor. As pessoas,estejam no grau de conheci- mento que estiverem,vão se sentir atraídas por um material bem produzido,com textos e imagens diferentes do que estão acostumadas a ver em outros locais. Se você fala para profissionais de TI,por exemplo,não preci- sa ficar repetindo jargões ou linguagens de programação. En- contre o tom ideal para não parecer tão leigo,mas facilite a vida de quem não está ambientado com o assunto. ——————————————————————————————— Dica: Se precisar falar tecnicamente, produza um vídeo ou infográfico no qual as imagens respondam aos leigos o que está sendo dito de forma técnica, ou vice-versa.

×