O vinho do porto rotaspdf

1.486 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.486
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O vinho do porto rotaspdf

  1. 1. Introdução• Âmbito Territorial; • Barcos Rabelo;• O Vinho do Porto; – História • Museu do Vinho do Porto; – O que o distingue dos demais? – Como se produz? • Caves do Vinho do Porto; – Estilos de Vinho do Porto – Rota das Caves do Vinho do Porto• A Cultura da Vinha• Rota do Vinho do Porto;• Festa das Vindimas;
  2. 2. Vinho do Porto como Património Imaterial• Produto nacional muito comercializado;• Características de produção que o distinguem dos demais;• Reconhecido a nível internacional;• Região onde é produzido classificada como Património da Humanidade;• Tem um Museu em sua honra;
  3. 3. História• O reconhecimento do Vinho do Porto data do último quartel do século XVII;• 1703: Tratado de Methwen impulsiona o desenvolvimento da viticultura duriense;• Plantadas vinhas por todo lado, levantando com esforço humano os socalcos nas encostas;• Criação de inúmeras quintas de produção à procura de negócio fácil;
  4. 4. O que o distingue dos demais?• Enorme diversidade de tipos que surpreendem pela riqueza e intensidade de aroma;• Teor alcoólico elevado (geralmente compreendido entre os 19 e os 22% vol.);• Vasta gama de doçuras e grande diversidade de cores;• Adição de uma porção de aguardente vínica no fim da fermentação deste.
  5. 5. Como se produz?• Uvas vindimadas à mão (em Setembro);• Uvas provenientes de uma ampla variedade de castas (típicas da região Douro);• Estas produzem cachos de bagos relativamente pequenos e de pele grossa, que produzem o denso e concentrado “mosto” (sumo de uva) necessário para fazer o vinho do Porto;
  6. 6. Como se produz?• Uma vez vindimadas, as uvas são transportadas para a adega;• À chegada da adega, são avaliadas pelo enólogo e inspeccionadas num tapete de escolha;• São depois colocadas nos chamados "lagares”, onde são pisadas a pé;• Depois vem a fermentação; no fim deste processo, adiciona-se uma aguardente vínica ao vinho;
  7. 7. Como se produz?• A fermentação pára antes que todo o açúcar no sumo tenha sido transformado em álcool (para assim ainda aproveitar o doce);• Após as vindimas, o vinho permanece numa adega no Douro, onde repousa até à Primavera do ano seguinte;
  8. 8. Como se produz?• Antes de ser levado para as caves, cada vinho é avaliado, decidindo-se a qual estilo de vinho do Porto será destinado;• O vinho é depois colocado em cascos ou tonéis, para começar o processo de envelhecimento;
  9. 9. Estilos de Vinho do PortoTintos•Envelhecem por um tempo relativamente curto emgrandes tonéis de madeira;•Compartilham uma cor vermelha profunda e jovem;•Intensos sabores frutados que lembram cereja, amorae groselha preta;
  10. 10. Estilos de Vinho do Porto Tawny• Incluem os vinhos: •Cor tinto-alourado,  Porto Ruby alourado ou alourado- claro;  Porto Reserva  Porto Late Bottled •Ricos e complexos, que Vintage envelhecem por períodos mais longos em cascos de  Vinhos Brancos carvalho.
  11. 11. • Devido a coexistência de vários vinhos, criou-se critério de escolha e partilha dos mostos produzidos na região;• Da totalidade da superfície plantada com vinha, somente 26.000 hectares estão autorizados a produzir Vinho do Porto;• As vinhas aptas a produzir são seleccionados por um critério qualitativo (método de pontuação);• É a partir do 5º ano de plantação que as vinhas podem ser consideradas para efeito de produção de Vinho do Porto;
  12. 12. • Surge no sentido de aproveitar toda a riqueza e tradição da Região Demarcada do Douro;• Constituída por 83 associados, ligados à produção do Vinho do Porto;• Forma um conjunto de mini-rotas na região;• Promove contacto directo com as formas de cultivo e produção dos Vinhos do Porto, suas gentes e costumes.
  13. 13. Possui uma grande variedade de programas:•Visitas e provas de vinho;•Almoços e jantares nas Quintas;•Alojamento em unidades de Turismo em Espaço Rural;•Cruzeiros no Rio Douro.
  14. 14. • Realizado durante o mês de Setembro;• O ponto alto da animação turística da Região do Douro;• Programas de animação com o intuito de divulgar a actividade vinícola;• Organizado pelas quintas produtoras do Vinho do Porto.
  15. 15. • Típico do Rio Douro;• Transportava o Vinho do Porto do Alto Douro, até Vila Nova de Gaia/Porto (onde o vinho era armazenado e comercializado);• Comprimento entre os 19 e 23 metros;• Com uma vela quadrada, era manejado normalmente por seis ou sete homens;• Actualmente, são utilizados na famosa regata do São João e em passeios no rio Douro (alguns organizados pela empresa turística Douro Azul);
  16. 16. • Inaugurado em 2004;• Instalado num belo edifício nas margens do rio Douro, onde já funcionou um armazém vinícola;• Tem como objectivo dar a conhecer a história e a importância do comércio do vinho do Porto;• Possui diversos painéis e postos multimédia que ilustram toda a actividade comercial e região vinhateira;
  17. 17. • Localizados na sua grande maioria na zona ribeirinha de Vila Nova de Gaia (Cais de Gaia);• Principal objectivo: Armazenar o vinho do Porto que provem da Região do Douro;• São das caves que os vinhos seguem depois para exportação.
  18. 18. Rota das Caves do Vinho do Porto Mapa: Google Maps
  19. 19. Bibliografia• SCHNEIDER, Susan; O Marquês de Pombal e o Vinho do Porto. Edições Regra do Jogo• MARTINS PEREIRA, Gaspar; História do Douro e do Vinho do Porto: Crise e Reconstrução; O Douro e o vinho do Porto no século XIX (Volume 4). Edições Afrontamento.• MARTINS, João Paulo; Tudo sobre o Vinho do Porto, os Sabores e as Histórias. Publicações Dom Quixote.• CARREIRA, Ceferino; Vinho do Porto e a região do Douro, História da primeira região demarcada. Colares Editora.

×