SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 44
O ESPAÇO RURAL
UNIDADE 9
6º ano
O espaço e a paisagem rurais
• O espaço rural é constituído pelas áreas não urbanas. São
espaços não ocupados por cidades ou adensamentos
populacionais. A maior parte das atividades produtivas típicas
desse espaço está relacionada com a agricultura, pecuária e
extrativismo, atividades pertencentes ao setor primário.
• Um dos principais desafios para os produtores rurais é o
desenvolvimento de técnicas adequadas que não agridam o
equilíbrio do meio natural e garantam uma produtividade
satisfatória
Tema 1
As atividades econômicas realizadas tanto no campo
quanto na cidade estão interligadas. A cidade
depende do que é produzido no campo, e o campo,
por sua vez, depende do que é produzido na cidade
Tema 1
Atividades econômicas no espaço rural
A agricultura é uma atividade
produtiva de grande importância
para o homem, pois é a partir dela
que temos o nosso sustento.
Grande parte da alimentação
consumida anualmente pela
população humana é proveniente da
agricultura.
Os diferentes cultivos resultam em
paisagens diferenciadas no espaço
rural.
Além de alimentos a agricultura
também fornece matérias-primas
para fabricação de outros produtos
consumidos, entre eles os
cosméticos, os biocombustíveis e os
tecidos.
As características do espaço rural e suas paisagens variam
principalmente em função da atividade econômica realizada.
Plantação de cana de açúcar alimenta
a indústria de biocombustível.
Tema 1
• Pecuária - corresponde a todas as
técnicas utilizadas pelo homem para a
criação e reprodução de animais. Essa
atividade tem fins econômicos e
também de subsistência. De uma
maneira geral, a pecuária é realizada
para suprir o mercado consumidor
interno e externo. Portanto, fazem
parte da pecuária a criação de bois,
porcos, aves, cavalos, ovelhas, coelhos,
búfalos, etc. A pecuária ocorre,
geralmente, na zona rural e é
destinada a produção de alimentos,
tais como, carne, leite, couro, lã, etc.
Tema 1
Extrativismo
• Extrativismo é a atividade de extrair da natureza os recursos que
está à disposição do homem sejam estes produtos de origem
animal, vegetal ou mineral.
• É considerada a mais antiga atividade humana, antecedendo a
agricultura, a pecuária e a indústria. O extrativismo é praticado
mundialmente através dos tempos por todas as sociedades.
• Atividades de exploração dos recursos naturais causam danos
irreparáveis no meio ambiente, desde a alteração do relevo ao
desmatamento e poluição do solo
• A tecnologia aplicada ao extrativismo pode variar de instrumentos
muito simples a modernos equipamentos.
Tema 1
• Uma atividade que tem crescido consideravelmente no campo
é o turismo rural.
• Esse tipo de turismo possibilita o contato de pessoas que
moram em áreas urbanas com as paisagens do campo e seus
elementos em hotéis-fazendas e pousadas. Representa uma
atividade alternativa para pequenos proprietários rurais e que
pode estimular a conservação de áreas remanescentes de
vegetação natural.
Tema 1
A maneira como o solo rural é utilizado e ocupado varia em
função dos diferentes modos de produção agropecuária.
Tema 2
Modos de produção agrícola
Hoje uma área equivalente a 12%
da superfície continental do
planeta é utilizada pela
agricultura
Existe grande diversidade de
espécies vegetais, sistemas e
técnicas de cultivo nessas áreas.
Os modos de produção agrícola
são os tipos de agricultura, cujas
técnicas utilizadas e organização
do trabalho diferem entre si e
resultam em paisagens diversas.
Agricultura familiar
• Geralmente voltada à subsistência e
ao abastecimento do comércio local,
em vilas e pequenas cidades
próximas às áreas rurais
• É amplamente praticada em países
em desenvolvimento.
• Também chamada de tradicional, é
realizada em pequenas propriedades,
utilizando a mão de obra dos
membros da família que vive na
propriedade, principalmente.
• Seus cultivos são diversificados
(policultura), e são produzidos em
áreas menores (minifúndios).
• Utiliza-se poucos insumos agrícolas
• A produção é pequena,
caracterizando uma agricultura
extensiva.
Tema 2
Comunidades agrícolas
• São comunidades que praticam a
agricultura de forma coletiva, uns
ajudando aos outros e dividindo
as funções de trabalho e a
colheita.
• Em alguns casos, as terras de uma
comunidade agrícola são
coletivas, enquanto em outros as
famílias possuem uma pequena
propriedade e existe troca de
auxílio entre elas, com os
membros da comunidade se
reunindo em grupos para
colheita, por exemplo.
KIBUTZ DE ISRAEL
Tema 2
Agronegócio
• Está baseado na grande propriedade
e nas monoculturas, que é o cultivo
de apenas uma cultura agrícola.
• No Brasil, nenhuma modalidade de
negócio tem feito mais sucesso do
que o agronegócio. Muito por conta
de a agricultura ainda ser o carro
chefe da economia do país, com
exportações em alta e com a
produção interna aquecida.
• É utilizado uma série de tecnologias e
biotecnologias para alcançar níveis
elevados de produtividade
• Voltada à exportação e à venda nas
cidades.
• A produção pode ser permanente ou
rotativa. Quando rotativa, uma
espécie é substituída por outra a
cada cultivo, visando, principalmente,
manter a fertilidade da terra.
Tema 2
Estufas
• As estufas são construções
cobertas com plástico especial,
projetadas para proporcionar
um ambiente favorável às
plantas.
• São um exemplo de
agricultura intensiva, pois a
produção por hectare de solo
cultivado é alta.
• É cada vez mais utilizado pelo
agronegócio, principalmente
na Europa, embora também
possa ser utilizado na
produção familiar.
Tema 2
Tema 2
Modos de produção
pecuária
• A pecuária ocupa mais
espaço do que a
agricultura e grande parte
de toda a área
continental do globo é
ocupada por pastagens e
criações de animais.
• Os principais modos de
produção pecuária se
assemelham às principais
formas de produção
agrícola.
Tema 2
Pecuária
familiar
• Também chamada de
tradicional é realizada de
maneira familiar ou
comunitária
• voltada à produção em
pequena escala
• destinada à subsistência
de um grupo ou
comunidade.
• Nas criações familiares,
em geral, as galinhas são
destinadas à produção de
ovos, as vacas e cabras à
produção de leite e
alimentos derivados.
Pecuária de leite é a
atividade que mais
gera renda para o
agricultor familiar
Tema 2
A indústria pecuária
• Se assemelha ao modelo do
agronegócio, baseada na grande
propriedade e na produção em
grande escala, tanto no caso da
pecuária leiteira como no caso da
pecuária de corte, na qual os
animais são abatidos para o
consumo da carne.
• Pecuária extensiva, os animais
são criados soltos, alimentando-
se de grama do pasto
• Pecuária intensiva os animais são
criados confinados em galpões ou
currais e são alimentados com
rações especiais.
Tema 2
Tema 2
O que é agricultura moderna?
• A agricultura moderna surge após a primeira fase Revolução Industrial (século
XVIII), com base na utilização da energia a vapor e da eletricidade. Mas este
processo passou a ocorrer de forma intensa a partir da segunda metade do
século XX.
• A agricultura moderna é aquela que faz uso de novas tecnologias na produção
agrícola, diferindo-se do modo de produção tradicional, que é mais dependente
da natureza, da força de trabalho humana e dos animais de carga para realizar as
atividades envolvidas na produção.
• Destina-se ao abastecimento de vários circuitos comerciais, tendo como principal
objetivo o maior número de produção possível.
• É praticada principalmente nos países industrializados. Procura o máximo de
produção com o mínimo de investimento para alcançar o maior lucro possível
• Utiliza fertilizantes e máquinas tais como tratores e ceifeiras debulhadoras.
Tema 3
Neste tipo de atividade é
usado máquinas ao invés
do trabalho humano ou
o auxílio de carros de
boi.
A Revolução Verde
• Há pouco tempo modo de
produção tradicional
predominava no mundo.
• A cada dia surgem novos
equipamentos que facilitam os
processos do dia a dia. Ao
contrário do que muitas
pessoas pensam, o trabalho na
área rural não é mais um
trabalho caseiro e manual, ele
exige uma série de cuidados
especiais que envolvem
maximizar a produção e
diminuir o custo do trabalho
por meio das novas
tecnologias. Os drones aumentam a capacidade humana de ver.
Atualmente na agricultura de precisão, eles são os olhos
dos agricultor na propriedade rural. O cultivador pode
analisar falhas no plantio, identificar se a plantação está
sadia ou não, se há estresse hídrico, ou seja quando há a
falta d’água, pragas e insetos.
O grande salto para a modernização da agricultura ocorreu após a
década de 1960, durante um período de grandes avanços científicos
que ficou conhecido como Revolução Verde. Foram várias as
transformações tecnológicas inseridas nas atividades agrícolas,
modificando a estrutura agrária, principalmente nos países em
desenvolvimento como Brasil, México e Índia.
A Revolução Verde provocou várias
mudanças na produção agrícola, tais
como:
a mecanização do trabalho;
utilização de sistemas de
irrigação;
a utilização contínua de
fertilizantes químicos;
aplicação de pesticidas no
controle de pragas agrícolas;
plantio de sementes de alta
produtividade.
A Revolução Verde foi implantada através de
imposição das indústrias de agrotóxicos e do
governo brasileiro: o financiamento bancário para a
compra de semente só saia se o agricultor
comprasse também o adubo e o agrotóxico.
Tema 3
A transformação do campo
A partir da década de 1970, os métodos da Revolução Verde foram amplamente
adotados, impulsionando o agronegócio e provocando alterações no espaço rural
de diversos países, entre eles o Brasil. O modo de produção predominante passou
a ser o do agronegócio, principalmente nos médios e grandes centros urbanos.
Algumas atividades que antes eram restritas ao espaço urbano, como a indústria,
se tornaram comuns no espaço rural, geralmente em complemento às atividades
agropecuárias.
Tema 3
Efeitos da modernização
A modernização no campo alterou a estrutura agrária. Pequenos
produtores que não conseguiram se adaptar às novas técnicas de
produção, não atingiram produtividade suficiente para competir com
grandes empresas agrícolas e se endividaram com empréstimos bancários
solicitados para a mecanização das atividades, tendo como única forma de
pagamento a venda da propriedade para outros produtores, contribuindo
assim para que muitas famílias se mudassem para as cidades,
aumentando a taxa de urbanização global.
Entretanto, as propriedades familiares não deixaram de existir e ainda são
responsáveis pelo abastecimento das próprias famílias que trabalham na
terra e por grande parte da produção agrícola em diversos países.
Tema 3
A Revolução Verde
proporcionou tecnologias
que atingem maior
eficiência na produção
agrícola, aumentando
significativamente a
produção de alimentos,
entretanto, a fome
mundial não foi
solucionada,
desbancando o discurso
humanitário de aumentar
a produção de alimentos
para acabar com a fome
nos países em
desenvolvimento.
Tema 3
A revolução genética
O avanço das pesquisas genéticas nas últimas décadas modernizou ainda mais
a agricultura e deu início à comercialização de alimentos transgênicos.
As espécies transgênicas são aquelas produzidas pela engenharia genética, a
partir da incorporação de genes de espécies que não se reproduziriam em
condições naturais. Estas espécies tem como objetivo melhorar a produção
agrícola ou a resistência dos cultivos às pragas. Atualmente, os cultivos
transgênicos são comuns em diversos países, incluindo o Brasil.
Tema 3
A polêmica dos alimentos transgênicos
Os alimentos transgênicos são produzidos para melhorar a
qualidade e aumentar a produção e a resistência às pragas,
visando principalmente a produção em maior escala e
consequentemente, o lucro. Entretanto, por se tratarem de
um avanço recente da ciência genética, as pesquisas sobre
seus efeitos à saúde dos consumidores ainda não
apresentaram conclusões significativas, e não se pode afirmar,
portanto, se os transgênicos fazem bem ou mal à saúde.
Tema 3
Atualmente, o cultivo de transgênicos é proibido em
diversos países, e muitos ambientalistas alertam para
o fato de que espécies transgênicas podem causar
impactos ambientais negativos, como a eliminação de
populações naturais de insetos e de outras espécies
de plantas.
Tema 3
Problemas
sociais
Um dos grandes
problemas sociais da
população rural é a
concentração de
terras. Mas além
deste problema há
muitos moradores de
zonas rurais que
enfrentam a ausência
de serviços de saúde,
educação e de
saneamento básico.
Tema 4
Escassez de terras
No Brasil, alguns proprietários de terra
possuem fazendas muito grandes,
onde cultivam vários produtos
destinados principalmente ao
agronegócio. Essas são terras bem
produtivas, que geram empregos e
dinheiro para o país.
Muitas famílias do campo, que,
impossibilitadas de praticar a
agricultura familiar ou competir com o
agronegócio, são forçadas a abandonar
o campo ou a tornarem-se funcionárias
de grandes donos de terra, vivendo
com salários baixos, na maioria das
vezes.
Tema 4
Movimentos sociais do campo
No Brasil, a concentração de terras provocou o surgimento de movimentos sociais
do campo, que visam à democratização da posse pela terra e à reparação de
injustiças sociais sobre os trabalhadores do campo.
O principal deles é o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, o MST, que
reivindica a posse de terras improdutivas para a criação de assentamentos, nos
quais famílias recebem pequenos lotes para realizar o cultivo de subsistência.
O MST atua através da ocupação de grandes latifúndios e terras improdutivas,
construindo assentamentos. Porém, é importante observar que esse é apenas o
seu método de ação, e não o seu objetivo final. Após a ocupação, o movimento
realiza pressão para que o Estado ofereça condições de infraestrutura básica como
rede elétrica e outros.
Tema 4
Fonte: http://www.linharesemdia.com.br/noticias/geral/24525-duzentas-familias-do-mst-ocupam-area-que-pertence-a-fibria-
em-aracruz.html
Tema 4
Problemas
ambientais
O aumento da
produtividade
agrícola e da área
cultivada resultou
em impactos que
ameaçam o futuro
da agricultura como
também do meio
ambiente.
Tema 4
Escassez de
água
Cerca de 72% da água
captada no país vai para
a produção agrícola, o
que está em linha com a
média de 70% no
mundo, segundo a ANA
(Agência Nacional de
Águas). A escassez de
água, em função do uso
excessivo, poluição e
desperdício, vem se
tornando um dos
principais problemas
para a produção agrícola
mundial.
Tema 4
Tema 4
Tema 4
Desmatamento e
erosão do solo
As principais causas do desmatamento são as
atividades agropecuárias. Atualmente, muitas
florestas e outros tipos de vegetação se
encontram ameaçados pela expansão dos pastos e
plantações.
Um consequência agravante do desmatamento é
o progresso dos processos de erosão, que é um
processo natural.
A retirada da vegetação para o plantio e a aragem
da terra faz com que os solos fiquem mais
expostos à ação dos ventos e das águas,
acelerando a erosão e causando a perda de solo
agrícola
As árvores de uma floresta têm a função de
proteger o solo. Elas diminuem a velocidade do
escoamento superficial, e evitam o impacto direto
das chuvas como o solo e suas raízes ajudam a
retê-lo, evitando a sua desagregação.
Estima-se que cerca de um quinto da área
cultivável do planeta já tenha sido perdida devido
à erosão do solo.
Erosão do solo e desmatamento nas
montanhas da província de Quiche,
na Guatemala.
Tema 4
Outras formas de degradação do solo
Além da erosão, as atividades agropecuárias contribuem
para outras formas de degradação do solo, entre elas:
• a desertificação devido ao uso de
máquinas pesadas e o pisotear dos
animais, que compactam os sedimentos do
solo e reduzem sua permeabilidade;
• a perda de fertilidade do solo, devido à
utilização excessiva de fertilizantes, às
queimadas e à prática intensiva de
monoculturas sem a rotação adequada de
cultivos;
• a salinização do solo, causada pelos
sistemas de irrigação, que levam ao
acúmulo de sais minerais no solo.
Tema 4
Tema 4
Agrotóxicos
• a contaminação de fontes de água;
• perda de biodiversidade, pois agrotóxicos
são carregados pelo vento e pelas águas para
outros locais e podem contaminar áreas
naturais;
• a eliminação de predadores naturais, como
insetos benéficos que combatem pragas
existentes;
• o surgimento de variedades de pragas cada
vez mais resistentes aos venenos químicos.
Agrotóxicos são produtos químicos utilizados na agricultura, com o objetivo de
combater pragas e organismos patógenos que possam comprometer a produção
agrícola.
No entanto, utilização destes insumos não só é responsável pela contaminação
ambiental, mas também é a causa de muitos problemas de saúde pública, pois
quando aplicados inadequadamente prejudicam a saúde dos trabalhadores rurais
e dos consumidores.
Além de danos à saúde dos consumidores que ingerem alimentos com resíduos,
os agrotóxicos provocam consequências ambientais, como:
Tema 4
Desafios e
soluções para o
futuro
Existem alternativas
para reduzir os
problemas sociais do
campo e os impactos
ambientais causados
pelas atividades
agropecuárias, as quais
devem ser consideradas
para não comprometer
o futuro da população
da Terra.
Tema 4
Como alimentar 8
bilhões de pessoas?
Segundo a ONU, a população da Terra
irá ultrapassar 8,1 bilhões de
habitantes em 2025 e chegar a 9,6
bilhões em 2050.
Neste meio tempo, a mudança do
clima, a escassez da água e a
degradação do solo podem reduzir a
produtividade, levando mais milhões
de pessoas à condição de pobreza
extrema e desnutrição.
Grande desafio: garantir a segurança
alimentar do planeta em um cenário
de crescimento da população.
Atualmente, a população da Terra
depende de alimentos cultivados em
pouco mais de 10% da superfície dos
continentes. Cuidar bem do solo é
fundamental para evitar uma crise na
produção agrícola global nas próximas
décadas.
Tema 4
Agroecologia
A agroecologia pode ser definida como o
estudo da agricultura a partir de uma
perspectiva ecológica. Trata-se de um tipo
de prática agrícola que prioriza a
utilização dos recursos naturais com mais
consciência, respeitando e mantendo o
que a natureza oferece ao longo de todo o
processo produtivo — desde o cultivo até
a circulação dos produtos.
A agroecologia é uma alternativa para
reduzir os problemas gerados pelo
modelo tradicional de agricultura, que
causa a diminuição da biodiversidade,
apresentando opções sustentáveis para
que a terra continue sempre produtiva.
Tema 4
Existem diversos modelos alternativos
de produção agrícola que defendem
propostas sustentáveis, como:
• a utilização de policulturas e a
manutenção da biodiversidade das
espécies e variedades cultivadas;
• a redução do uso de insumos agrícolas
e agrotóxicos;
• a conciliação entre a produção agrícola
e a necessidade de conservação de
florestas e outros tipos de vegetação;
• implementação de reformas que
contemplem as necessidades das
populações rurais e da agricultura
familiar;
• formação de cooperativas de pequenos
produtores, que combinam suas
produções, buscando aumentar a
competitividade e negociar melhores
preços.
Tema 4
Alimentos orgânicos
Agricultura orgânica ou
agricultura biológica é o
termo frequentemente
usado para a produção
de alimentos e produtos
animais e vegetais que
não faz uso de produtos
químicos sintéticos ou
alimentos geneticamente
modificados, e
geralmente adere aos
princípios de agricultura
sustentável.
Tema 4
Tema 4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Professor
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
Professor
 
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Vania Leão
 
Aula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilAula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasil
Professor
 

Mais procurados (20)

Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
 
Conceitos geograficos
Conceitos geograficosConceitos geograficos
Conceitos geograficos
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
 
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
 
Paisagem
PaisagemPaisagem
Paisagem
 
Localização do território brasileiro
Localização do território brasileiroLocalização do território brasileiro
Localização do território brasileiro
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
 
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste
 
Região sul do Brasil
Região sul do BrasilRegião sul do Brasil
Região sul do Brasil
 
Paisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugarPaisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugar
 
Paisagem cultural e paisagem natural
Paisagem cultural e paisagem naturalPaisagem cultural e paisagem natural
Paisagem cultural e paisagem natural
 
Agricultura brasileira
Agricultura brasileiraAgricultura brasileira
Agricultura brasileira
 
Unidade 1 6º ano
Unidade 1 6º anoUnidade 1 6º ano
Unidade 1 6º ano
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
 
Agropecuária Brasileira - Geografia
Agropecuária Brasileira - GeografiaAgropecuária Brasileira - Geografia
Agropecuária Brasileira - Geografia
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
 
Agricultura e Pecuária
Agricultura e PecuáriaAgricultura e Pecuária
Agricultura e Pecuária
 
Aula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilAula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasil
 
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRAINDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
 

Semelhante a Unidade 9 6º ano

Agricultura mundial e do brasil
Agricultura mundial e do brasilAgricultura mundial e do brasil
Agricultura mundial e do brasil
profleofonseca
 
Agricultura 2012
Agricultura 2012Agricultura 2012
Agricultura 2012
aroudus
 
A agricultura no mundo
A agricultura no mundoA agricultura no mundo
A agricultura no mundo
Thiago Netto
 
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas AgráriosAgricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Marcos Mororó
 
Caps. 10 e 13 - Espaço rural e urbano
Caps. 10 e 13 - Espaço rural e urbanoCaps. 10 e 13 - Espaço rural e urbano
Caps. 10 e 13 - Espaço rural e urbano
Acácio Netto
 

Semelhante a Unidade 9 6º ano (20)

Unidade 9 - 6º ano
Unidade 9   - 6º anoUnidade 9   - 6º ano
Unidade 9 - 6º ano
 
Unidade 8 sexto ano
Unidade 8   sexto anoUnidade 8   sexto ano
Unidade 8 sexto ano
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 
Agricultura mundial e do brasil
Agricultura mundial e do brasilAgricultura mundial e do brasil
Agricultura mundial e do brasil
 
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.pptFênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
 
Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.
 
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!
 
Agricultura 2012
Agricultura 2012Agricultura 2012
Agricultura 2012
 
A agricultura no mundo
A agricultura no mundoA agricultura no mundo
A agricultura no mundo
 
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas AgráriosAgricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
 
Agropecuária brasileira
Agropecuária brasileira Agropecuária brasileira
Agropecuária brasileira
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
 
O Espaço Agrário e os Sistemas Agrícilas
O Espaço Agrário e os Sistemas AgrícilasO Espaço Agrário e os Sistemas Agrícilas
O Espaço Agrário e os Sistemas Agrícilas
 
Caps. 10 e 13 - Espaço rural e urbano
Caps. 10 e 13 - Espaço rural e urbanoCaps. 10 e 13 - Espaço rural e urbano
Caps. 10 e 13 - Espaço rural e urbano
 
Apresentação sobre Agricultura Geografia
Apresentação sobre Agricultura GeografiaApresentação sobre Agricultura Geografia
Apresentação sobre Agricultura Geografia
 
Slide - Pronto.pptx
Slide - Pronto.pptxSlide - Pronto.pptx
Slide - Pronto.pptx
 
AULA-01-Relação campo cidad-GEO-IV UNIDADE-ETECS.pptx
AULA-01-Relação campo cidad-GEO-IV UNIDADE-ETECS.pptxAULA-01-Relação campo cidad-GEO-IV UNIDADE-ETECS.pptx
AULA-01-Relação campo cidad-GEO-IV UNIDADE-ETECS.pptx
 
Agricultura e pecuária
Agricultura e pecuáriaAgricultura e pecuária
Agricultura e pecuária
 
Agropecuaria
AgropecuariaAgropecuaria
Agropecuaria
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 

Mais de Christie Freitas

Mais de Christie Freitas (20)

Unidade 4 cap. 1
Unidade 4 cap. 1Unidade 4 cap. 1
Unidade 4 cap. 1
 
Unidade 1 e 2 parcial
Unidade 1 e 2 parcialUnidade 1 e 2 parcial
Unidade 1 e 2 parcial
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
 
Unidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoanoUnidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoano
 
6ano unidade3
6ano unidade36ano unidade3
6ano unidade3
 
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7  temas 3 e 4 - sexto anoUnidade 7  temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
 
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
 
Unidade4
Unidade4Unidade4
Unidade4
 
Unidade 6 sextoano
Unidade 6 sextoanoUnidade 6 sextoano
Unidade 6 sextoano
 
Unidade5 temas2 3_4
Unidade5 temas2 3_4Unidade5 temas2 3_4
Unidade5 temas2 3_4
 
Unidade 2 oitavo ano
Unidade 2   oitavo anoUnidade 2   oitavo ano
Unidade 2 oitavo ano
 
Unidade 5 6 ano
Unidade 5 6 anoUnidade 5 6 ano
Unidade 5 6 ano
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
 
Unidade 1 sexto ano
Unidade 1 sexto anoUnidade 1 sexto ano
Unidade 1 sexto ano
 
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
 
Unidade 8 temas 3 e 4 sexto ano
Unidade 8   temas 3 e 4 sexto anoUnidade 8   temas 3 e 4 sexto ano
Unidade 8 temas 3 e 4 sexto ano
 
Unidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoanoUnidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoano
 
Unidade 8 - África
Unidade 8  - ÁfricaUnidade 8  - África
Unidade 8 - África
 
Unidade 8 sexto ano
Unidade 8 sexto anoUnidade 8 sexto ano
Unidade 8 sexto ano
 
Unidade 7 8º ano (Temas 1 e 2)
Unidade 7  8º ano (Temas 1 e 2)Unidade 7  8º ano (Temas 1 e 2)
Unidade 7 8º ano (Temas 1 e 2)
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 

Último (20)

Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 

Unidade 9 6º ano

  • 2. O espaço e a paisagem rurais • O espaço rural é constituído pelas áreas não urbanas. São espaços não ocupados por cidades ou adensamentos populacionais. A maior parte das atividades produtivas típicas desse espaço está relacionada com a agricultura, pecuária e extrativismo, atividades pertencentes ao setor primário. • Um dos principais desafios para os produtores rurais é o desenvolvimento de técnicas adequadas que não agridam o equilíbrio do meio natural e garantam uma produtividade satisfatória Tema 1
  • 3. As atividades econômicas realizadas tanto no campo quanto na cidade estão interligadas. A cidade depende do que é produzido no campo, e o campo, por sua vez, depende do que é produzido na cidade Tema 1
  • 4. Atividades econômicas no espaço rural A agricultura é uma atividade produtiva de grande importância para o homem, pois é a partir dela que temos o nosso sustento. Grande parte da alimentação consumida anualmente pela população humana é proveniente da agricultura. Os diferentes cultivos resultam em paisagens diferenciadas no espaço rural. Além de alimentos a agricultura também fornece matérias-primas para fabricação de outros produtos consumidos, entre eles os cosméticos, os biocombustíveis e os tecidos. As características do espaço rural e suas paisagens variam principalmente em função da atividade econômica realizada. Plantação de cana de açúcar alimenta a indústria de biocombustível. Tema 1
  • 5. • Pecuária - corresponde a todas as técnicas utilizadas pelo homem para a criação e reprodução de animais. Essa atividade tem fins econômicos e também de subsistência. De uma maneira geral, a pecuária é realizada para suprir o mercado consumidor interno e externo. Portanto, fazem parte da pecuária a criação de bois, porcos, aves, cavalos, ovelhas, coelhos, búfalos, etc. A pecuária ocorre, geralmente, na zona rural e é destinada a produção de alimentos, tais como, carne, leite, couro, lã, etc. Tema 1
  • 6. Extrativismo • Extrativismo é a atividade de extrair da natureza os recursos que está à disposição do homem sejam estes produtos de origem animal, vegetal ou mineral. • É considerada a mais antiga atividade humana, antecedendo a agricultura, a pecuária e a indústria. O extrativismo é praticado mundialmente através dos tempos por todas as sociedades. • Atividades de exploração dos recursos naturais causam danos irreparáveis no meio ambiente, desde a alteração do relevo ao desmatamento e poluição do solo • A tecnologia aplicada ao extrativismo pode variar de instrumentos muito simples a modernos equipamentos. Tema 1
  • 7. • Uma atividade que tem crescido consideravelmente no campo é o turismo rural. • Esse tipo de turismo possibilita o contato de pessoas que moram em áreas urbanas com as paisagens do campo e seus elementos em hotéis-fazendas e pousadas. Representa uma atividade alternativa para pequenos proprietários rurais e que pode estimular a conservação de áreas remanescentes de vegetação natural. Tema 1
  • 8. A maneira como o solo rural é utilizado e ocupado varia em função dos diferentes modos de produção agropecuária. Tema 2 Modos de produção agrícola Hoje uma área equivalente a 12% da superfície continental do planeta é utilizada pela agricultura Existe grande diversidade de espécies vegetais, sistemas e técnicas de cultivo nessas áreas. Os modos de produção agrícola são os tipos de agricultura, cujas técnicas utilizadas e organização do trabalho diferem entre si e resultam em paisagens diversas.
  • 9. Agricultura familiar • Geralmente voltada à subsistência e ao abastecimento do comércio local, em vilas e pequenas cidades próximas às áreas rurais • É amplamente praticada em países em desenvolvimento. • Também chamada de tradicional, é realizada em pequenas propriedades, utilizando a mão de obra dos membros da família que vive na propriedade, principalmente. • Seus cultivos são diversificados (policultura), e são produzidos em áreas menores (minifúndios). • Utiliza-se poucos insumos agrícolas • A produção é pequena, caracterizando uma agricultura extensiva. Tema 2
  • 10. Comunidades agrícolas • São comunidades que praticam a agricultura de forma coletiva, uns ajudando aos outros e dividindo as funções de trabalho e a colheita. • Em alguns casos, as terras de uma comunidade agrícola são coletivas, enquanto em outros as famílias possuem uma pequena propriedade e existe troca de auxílio entre elas, com os membros da comunidade se reunindo em grupos para colheita, por exemplo. KIBUTZ DE ISRAEL Tema 2
  • 11. Agronegócio • Está baseado na grande propriedade e nas monoculturas, que é o cultivo de apenas uma cultura agrícola. • No Brasil, nenhuma modalidade de negócio tem feito mais sucesso do que o agronegócio. Muito por conta de a agricultura ainda ser o carro chefe da economia do país, com exportações em alta e com a produção interna aquecida. • É utilizado uma série de tecnologias e biotecnologias para alcançar níveis elevados de produtividade • Voltada à exportação e à venda nas cidades. • A produção pode ser permanente ou rotativa. Quando rotativa, uma espécie é substituída por outra a cada cultivo, visando, principalmente, manter a fertilidade da terra. Tema 2
  • 12. Estufas • As estufas são construções cobertas com plástico especial, projetadas para proporcionar um ambiente favorável às plantas. • São um exemplo de agricultura intensiva, pois a produção por hectare de solo cultivado é alta. • É cada vez mais utilizado pelo agronegócio, principalmente na Europa, embora também possa ser utilizado na produção familiar. Tema 2
  • 14. Modos de produção pecuária • A pecuária ocupa mais espaço do que a agricultura e grande parte de toda a área continental do globo é ocupada por pastagens e criações de animais. • Os principais modos de produção pecuária se assemelham às principais formas de produção agrícola. Tema 2
  • 15. Pecuária familiar • Também chamada de tradicional é realizada de maneira familiar ou comunitária • voltada à produção em pequena escala • destinada à subsistência de um grupo ou comunidade. • Nas criações familiares, em geral, as galinhas são destinadas à produção de ovos, as vacas e cabras à produção de leite e alimentos derivados. Pecuária de leite é a atividade que mais gera renda para o agricultor familiar Tema 2
  • 16. A indústria pecuária • Se assemelha ao modelo do agronegócio, baseada na grande propriedade e na produção em grande escala, tanto no caso da pecuária leiteira como no caso da pecuária de corte, na qual os animais são abatidos para o consumo da carne. • Pecuária extensiva, os animais são criados soltos, alimentando- se de grama do pasto • Pecuária intensiva os animais são criados confinados em galpões ou currais e são alimentados com rações especiais. Tema 2
  • 18. O que é agricultura moderna? • A agricultura moderna surge após a primeira fase Revolução Industrial (século XVIII), com base na utilização da energia a vapor e da eletricidade. Mas este processo passou a ocorrer de forma intensa a partir da segunda metade do século XX. • A agricultura moderna é aquela que faz uso de novas tecnologias na produção agrícola, diferindo-se do modo de produção tradicional, que é mais dependente da natureza, da força de trabalho humana e dos animais de carga para realizar as atividades envolvidas na produção. • Destina-se ao abastecimento de vários circuitos comerciais, tendo como principal objetivo o maior número de produção possível. • É praticada principalmente nos países industrializados. Procura o máximo de produção com o mínimo de investimento para alcançar o maior lucro possível • Utiliza fertilizantes e máquinas tais como tratores e ceifeiras debulhadoras. Tema 3 Neste tipo de atividade é usado máquinas ao invés do trabalho humano ou o auxílio de carros de boi.
  • 19. A Revolução Verde • Há pouco tempo modo de produção tradicional predominava no mundo. • A cada dia surgem novos equipamentos que facilitam os processos do dia a dia. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o trabalho na área rural não é mais um trabalho caseiro e manual, ele exige uma série de cuidados especiais que envolvem maximizar a produção e diminuir o custo do trabalho por meio das novas tecnologias. Os drones aumentam a capacidade humana de ver. Atualmente na agricultura de precisão, eles são os olhos dos agricultor na propriedade rural. O cultivador pode analisar falhas no plantio, identificar se a plantação está sadia ou não, se há estresse hídrico, ou seja quando há a falta d’água, pragas e insetos.
  • 20. O grande salto para a modernização da agricultura ocorreu após a década de 1960, durante um período de grandes avanços científicos que ficou conhecido como Revolução Verde. Foram várias as transformações tecnológicas inseridas nas atividades agrícolas, modificando a estrutura agrária, principalmente nos países em desenvolvimento como Brasil, México e Índia. A Revolução Verde provocou várias mudanças na produção agrícola, tais como: a mecanização do trabalho; utilização de sistemas de irrigação; a utilização contínua de fertilizantes químicos; aplicação de pesticidas no controle de pragas agrícolas; plantio de sementes de alta produtividade. A Revolução Verde foi implantada através de imposição das indústrias de agrotóxicos e do governo brasileiro: o financiamento bancário para a compra de semente só saia se o agricultor comprasse também o adubo e o agrotóxico. Tema 3
  • 21. A transformação do campo A partir da década de 1970, os métodos da Revolução Verde foram amplamente adotados, impulsionando o agronegócio e provocando alterações no espaço rural de diversos países, entre eles o Brasil. O modo de produção predominante passou a ser o do agronegócio, principalmente nos médios e grandes centros urbanos. Algumas atividades que antes eram restritas ao espaço urbano, como a indústria, se tornaram comuns no espaço rural, geralmente em complemento às atividades agropecuárias. Tema 3
  • 22. Efeitos da modernização A modernização no campo alterou a estrutura agrária. Pequenos produtores que não conseguiram se adaptar às novas técnicas de produção, não atingiram produtividade suficiente para competir com grandes empresas agrícolas e se endividaram com empréstimos bancários solicitados para a mecanização das atividades, tendo como única forma de pagamento a venda da propriedade para outros produtores, contribuindo assim para que muitas famílias se mudassem para as cidades, aumentando a taxa de urbanização global. Entretanto, as propriedades familiares não deixaram de existir e ainda são responsáveis pelo abastecimento das próprias famílias que trabalham na terra e por grande parte da produção agrícola em diversos países. Tema 3
  • 23. A Revolução Verde proporcionou tecnologias que atingem maior eficiência na produção agrícola, aumentando significativamente a produção de alimentos, entretanto, a fome mundial não foi solucionada, desbancando o discurso humanitário de aumentar a produção de alimentos para acabar com a fome nos países em desenvolvimento. Tema 3
  • 24. A revolução genética O avanço das pesquisas genéticas nas últimas décadas modernizou ainda mais a agricultura e deu início à comercialização de alimentos transgênicos. As espécies transgênicas são aquelas produzidas pela engenharia genética, a partir da incorporação de genes de espécies que não se reproduziriam em condições naturais. Estas espécies tem como objetivo melhorar a produção agrícola ou a resistência dos cultivos às pragas. Atualmente, os cultivos transgênicos são comuns em diversos países, incluindo o Brasil. Tema 3
  • 25. A polêmica dos alimentos transgênicos Os alimentos transgênicos são produzidos para melhorar a qualidade e aumentar a produção e a resistência às pragas, visando principalmente a produção em maior escala e consequentemente, o lucro. Entretanto, por se tratarem de um avanço recente da ciência genética, as pesquisas sobre seus efeitos à saúde dos consumidores ainda não apresentaram conclusões significativas, e não se pode afirmar, portanto, se os transgênicos fazem bem ou mal à saúde. Tema 3
  • 26. Atualmente, o cultivo de transgênicos é proibido em diversos países, e muitos ambientalistas alertam para o fato de que espécies transgênicas podem causar impactos ambientais negativos, como a eliminação de populações naturais de insetos e de outras espécies de plantas. Tema 3
  • 27. Problemas sociais Um dos grandes problemas sociais da população rural é a concentração de terras. Mas além deste problema há muitos moradores de zonas rurais que enfrentam a ausência de serviços de saúde, educação e de saneamento básico. Tema 4
  • 28. Escassez de terras No Brasil, alguns proprietários de terra possuem fazendas muito grandes, onde cultivam vários produtos destinados principalmente ao agronegócio. Essas são terras bem produtivas, que geram empregos e dinheiro para o país. Muitas famílias do campo, que, impossibilitadas de praticar a agricultura familiar ou competir com o agronegócio, são forçadas a abandonar o campo ou a tornarem-se funcionárias de grandes donos de terra, vivendo com salários baixos, na maioria das vezes. Tema 4
  • 29. Movimentos sociais do campo No Brasil, a concentração de terras provocou o surgimento de movimentos sociais do campo, que visam à democratização da posse pela terra e à reparação de injustiças sociais sobre os trabalhadores do campo. O principal deles é o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, o MST, que reivindica a posse de terras improdutivas para a criação de assentamentos, nos quais famílias recebem pequenos lotes para realizar o cultivo de subsistência. O MST atua através da ocupação de grandes latifúndios e terras improdutivas, construindo assentamentos. Porém, é importante observar que esse é apenas o seu método de ação, e não o seu objetivo final. Após a ocupação, o movimento realiza pressão para que o Estado ofereça condições de infraestrutura básica como rede elétrica e outros. Tema 4
  • 31. Problemas ambientais O aumento da produtividade agrícola e da área cultivada resultou em impactos que ameaçam o futuro da agricultura como também do meio ambiente. Tema 4
  • 32. Escassez de água Cerca de 72% da água captada no país vai para a produção agrícola, o que está em linha com a média de 70% no mundo, segundo a ANA (Agência Nacional de Águas). A escassez de água, em função do uso excessivo, poluição e desperdício, vem se tornando um dos principais problemas para a produção agrícola mundial. Tema 4
  • 35. Desmatamento e erosão do solo As principais causas do desmatamento são as atividades agropecuárias. Atualmente, muitas florestas e outros tipos de vegetação se encontram ameaçados pela expansão dos pastos e plantações. Um consequência agravante do desmatamento é o progresso dos processos de erosão, que é um processo natural. A retirada da vegetação para o plantio e a aragem da terra faz com que os solos fiquem mais expostos à ação dos ventos e das águas, acelerando a erosão e causando a perda de solo agrícola As árvores de uma floresta têm a função de proteger o solo. Elas diminuem a velocidade do escoamento superficial, e evitam o impacto direto das chuvas como o solo e suas raízes ajudam a retê-lo, evitando a sua desagregação. Estima-se que cerca de um quinto da área cultivável do planeta já tenha sido perdida devido à erosão do solo. Erosão do solo e desmatamento nas montanhas da província de Quiche, na Guatemala. Tema 4
  • 36. Outras formas de degradação do solo Além da erosão, as atividades agropecuárias contribuem para outras formas de degradação do solo, entre elas: • a desertificação devido ao uso de máquinas pesadas e o pisotear dos animais, que compactam os sedimentos do solo e reduzem sua permeabilidade; • a perda de fertilidade do solo, devido à utilização excessiva de fertilizantes, às queimadas e à prática intensiva de monoculturas sem a rotação adequada de cultivos; • a salinização do solo, causada pelos sistemas de irrigação, que levam ao acúmulo de sais minerais no solo. Tema 4
  • 38. Agrotóxicos • a contaminação de fontes de água; • perda de biodiversidade, pois agrotóxicos são carregados pelo vento e pelas águas para outros locais e podem contaminar áreas naturais; • a eliminação de predadores naturais, como insetos benéficos que combatem pragas existentes; • o surgimento de variedades de pragas cada vez mais resistentes aos venenos químicos. Agrotóxicos são produtos químicos utilizados na agricultura, com o objetivo de combater pragas e organismos patógenos que possam comprometer a produção agrícola. No entanto, utilização destes insumos não só é responsável pela contaminação ambiental, mas também é a causa de muitos problemas de saúde pública, pois quando aplicados inadequadamente prejudicam a saúde dos trabalhadores rurais e dos consumidores. Além de danos à saúde dos consumidores que ingerem alimentos com resíduos, os agrotóxicos provocam consequências ambientais, como: Tema 4
  • 39. Desafios e soluções para o futuro Existem alternativas para reduzir os problemas sociais do campo e os impactos ambientais causados pelas atividades agropecuárias, as quais devem ser consideradas para não comprometer o futuro da população da Terra. Tema 4
  • 40. Como alimentar 8 bilhões de pessoas? Segundo a ONU, a população da Terra irá ultrapassar 8,1 bilhões de habitantes em 2025 e chegar a 9,6 bilhões em 2050. Neste meio tempo, a mudança do clima, a escassez da água e a degradação do solo podem reduzir a produtividade, levando mais milhões de pessoas à condição de pobreza extrema e desnutrição. Grande desafio: garantir a segurança alimentar do planeta em um cenário de crescimento da população. Atualmente, a população da Terra depende de alimentos cultivados em pouco mais de 10% da superfície dos continentes. Cuidar bem do solo é fundamental para evitar uma crise na produção agrícola global nas próximas décadas. Tema 4
  • 41. Agroecologia A agroecologia pode ser definida como o estudo da agricultura a partir de uma perspectiva ecológica. Trata-se de um tipo de prática agrícola que prioriza a utilização dos recursos naturais com mais consciência, respeitando e mantendo o que a natureza oferece ao longo de todo o processo produtivo — desde o cultivo até a circulação dos produtos. A agroecologia é uma alternativa para reduzir os problemas gerados pelo modelo tradicional de agricultura, que causa a diminuição da biodiversidade, apresentando opções sustentáveis para que a terra continue sempre produtiva. Tema 4
  • 42. Existem diversos modelos alternativos de produção agrícola que defendem propostas sustentáveis, como: • a utilização de policulturas e a manutenção da biodiversidade das espécies e variedades cultivadas; • a redução do uso de insumos agrícolas e agrotóxicos; • a conciliação entre a produção agrícola e a necessidade de conservação de florestas e outros tipos de vegetação; • implementação de reformas que contemplem as necessidades das populações rurais e da agricultura familiar; • formação de cooperativas de pequenos produtores, que combinam suas produções, buscando aumentar a competitividade e negociar melhores preços. Tema 4
  • 43. Alimentos orgânicos Agricultura orgânica ou agricultura biológica é o termo frequentemente usado para a produção de alimentos e produtos animais e vegetais que não faz uso de produtos químicos sintéticos ou alimentos geneticamente modificados, e geralmente adere aos princípios de agricultura sustentável. Tema 4