insuficiência cardíaca (portugues)

4.546 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.546
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
96
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

insuficiência cardíaca (portugues)

  1. 1. Insuficiência Cardíaca CongestivaCurso de pós graduação em Cardiologia Universidade Federal Fluminense Dr Edward Rafael Hernandez
  2. 2. Definição de Insuficiência Cardíaca.• Uma síndrome causada por disfunção cardíaca: – Geralmente resultante da perda ou disfunção miocárdica. – Caracterizado por dilatação ventricular esquerda ou hipertrofia. – Evolui com anormalidades neuro-hormonais, circulatórias e sintomas característicos:  Retenção de flúidos.  Dispnéia.  Fadiga, especialmente ao esforço.• Usualmente progressiva se não tratada .• A severidade dos sintomas clínicos pode variar substancialmente durante o curso da doença e não se correlacionar com função cardíaca.
  3. 3. Definição de Insuficiência Cardíaca.• Embora a IC seja progressiva e as vezes fatal, a disfunção e o remodelamento podem melhorar espontaneamente ou como consequência da medicação.• Em termos fisiológicos, a IC é uma síndrome caraterizada por: – Pressões de enchimento elevadas OU – Déficit de oxigênio periférico em repouso ou durante stress, causado por disfunção cardíaca.
  4. 4. Definição de Insuficiência Cardíaca.• IC com FEVE reduzida: - Acompanhado de crescimento de cavidades.• IC com FEVE preservada. - sem dilatação.
  5. 5. Insuficiência cardíaca Pacientes em risco Tabela 1. Indicações para AvaliaçãoCondições  Hipertensão arterial.  Diabetes mellitus.  Obesidade.  DAC (ex: pós IAM, revascularização).  DAOP, doença cerebrovascular.  Doença valvar.  História familiar.  História de exposição à toxinas cardíacas.  SAOS.Achados nas provas  Arritmias sustentadas.  ECG anormal (ex: SVE, BRE, ondas Q patológicas).  Cardiomegalia ao RX de tórax.
  6. 6. Insuficência cardíaca Pacientes com suspeita de ICTabela 2 . Sintomas Sugestivos para o Diagnóstico de ICSintomas  Dispnéia em repouso ou ao esforço.  Redução na capacidade de exercício.  Ortopnéia.  DPN ou tosse noturna.  Edema.  Ascite ou edema escrotal.Apresentações  Sibilos ou tosse.menos específicas  Fadiga inexplicável.  Saciedade, náuseas/vômitos, desconforto abdominal.  Confusão/fraqueza (esp. em idosos).
  7. 7. Insuficiência cardíaca Pacientes com suspeita de IC Tabela 3 . Sinais para AvaliarAnormalidade Cardíaca Sinais↑ pressões de enchimento  Pressão venosa jugular elevada (turgênciacardíaca e sobrecarega jugular).volumétrica.  Ritmo de galope/B3.  Refluxo hepato-jugular.  Ascite, edema.Crescimento cardíaco.  Desvio lateral do ictus cordis.  Sopros sugerindo disfunção valvar.
  8. 8. Insuficiência cardíaca Pacientes com suspeita de IC Tabela 4 . Sinais para AvaliarAnormalidade cardíaca SinalDébito cardíaco reduzido  Baixa Pressão de pulso.  Extremidades frias.  Taquicardia com pulso alternante.Arritmia  Pulso irregular sugestivo de fibrilação atrial ou ectopia frequente.
  9. 9. Insuficiência cardícaca Paciente com suspeita de IC Tabela 5 . Diagnóstico Diferencial de IC/Sinais e SintomasIsquemia miocárdica. Anemia.Doença Pulmonar Insuficiência hepática.(pneumonia, asma, DPOC,embolia pulmonar, Doença renal crônica.hipertensão pulmonar Hipoalbuminemia.primária). Estase Venosa.SAOS. DepressãoObesidade. Ansiedade e síndrome daDesnutrição. hiperventilação. Hiper ou hipotireoidismo.
  10. 10. Diagnóstico
  11. 11. Insuficiência cardíaca Diagnóstico RXRedistribuição de fluxo.Linhas A e B de Kerley.Derrame pleural.Crescimento de cavidades.Condição de mediastino.Diagnóstico diferencial.Congestão hiliar.
  12. 12. Utilidade de BNP:
  13. 13. Diagnóstico
  14. 14. Impedanciometria:
  15. 15. Impedanciometria:
  16. 16. Tratamento Não farmacológico• Recomendações:• Restrição de líquidos a < 2 litros dia.• Restrição de sódio (2-3 g diários na dieta).• CPAP para SAOS.• Tratar depressão, disfunção erétil.• Vacina para pneumococo.• Suspender AINES, álcool, drogas ilícitas.
  17. 17. Tratamento
  18. 18. Tratamento
  19. 19. Terapia com dispositivos:
  20. 20. Tratamento Quirurgico:• Recomendações:• Transplante.• Reparação isolada de valva mitral.• Procedimento de Batista (ventriculectomia parcial).
  21. 21. TratamentoNovas expectativas:• AHU-377 é uma pró-droga que é ativada em LBQ657, que inibe a enzima neprilysin, a qual é responsável pela degradação de BNP. Schubert-Zsilavecz, M; Wurglics, M (in German). Neue Arzneimittel 2010/2011.
  22. 22. Tratamento: Novas espectativas;Terapia com celulas tronco;
  23. 23. Terapia com celulas tronco:
  24. 24. Tratamento:

×