Mídia B

1.074 visualizações

Publicada em

Apresentação Midia B

Publicada em: Design, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.074
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • O que é Mídia Espontânea; Alcance e penetração das mídias; retroalimentação das pautas. Como mensurar; amostragem.
  • Com resultados ponderados, inicia-se a análise dos conteúdos.
  • Mercado editorial de celebridades cresceu 5%.
  • Mercado editorial de celebridades cresceu 5%.
  • Marca e reputação.
  • Mídia B

    1. 1. Dezembro de 2010 Inteligência e Tecnologia
    2. 2. Jornais e revistas Mercado Comunicação Corportaiva Noticiário Web Telejornais Radiojornalismo Assessorias de Imprensa Agências de Comunicação Mensuração e Análise da Mídia Espontânea
    3. 3. Mercado Mensuração de Resultados Valoração (Método Quantitativo) Verifica-se, em reais, qual foi o montante alcançado pela veiculação com a marca. Para isso, multiplica-se a área, em cm 2 . pela tabela cheia de publicidade. Entrevistas com jornalistas (Método Qualitativo) Tentativa de se criar um indicador de tendências com base no grau de conhecimento dos jornalistas em relação às empresas. Ponderação (Método Quantitativo) Atribuição de pontos à notícia de acordo com a importância dada pela mídia. Veremos mais detalhadamente a seguir. Análise de conteúdos (Método Qualitativo) Atribuição de pontos à notícia de acordo com a importância dada pela mídia. Veremos mais detalhadamente a seguir.
    4. 4. Ponderação e Análise Audiência da Mídia Espontânea
    5. 5. Ponderação Base Teórica Walter Lippmann – Public Opinion , c. 1920 Pioneiro na discussão sobre a interferência da imprensa na formação da opinião pública. Harold Laswell – Mass media , c. 1930 Teria Hipodérmica : toda resposta corresponde um estímulo (behaiviorismo). Paul Lazarsfeld – Peoples choice , c. 1940 Modelo ‘Two Step Flow’ da propagação da informação: a eficácia da notícia depende da credibilidade do comunicador, que tem o poder de sensibilizar os seus receptores. Maxwell McCombs – Agenda Setting , 1968 Estudo mostra que a mídia determina a pauta para a opinião pública ao destacar determinados temas e preterir, ofuscar ou ignorar outros tantos. Wright Mills ” Cada elemento do público é pessoal e diretamente atingido pela mensagem.” “ Cada indivíduo é um átomo isolado que reage isoladamente às ordens e às sugestões dos meios de comunicação de massa.” Análisar os conteúdos da mída corretamente permite saber o que a Opinião Pública pensa. Bernard Cohen "Na maior parte do tempo, [a imprensa] pode não ter êxito em dizer aos leitores o que pensar, mas é espantosamente exitosa em dizer aos leitores sobre o que pensar.” Escola Funcionalista
    6. 6. Ponderação Critérios Circulação O primeiro critério de ponderação pontua os veículos de acordo com a circulação e número de leitores. Segundo esse critério Folha de S.Paulo -SP pontua mais que O Globo -RJ, por exemplo. Folha de S.Paulo* Ciruculação: 315.120 (média) Nº Leitores: 1.498.000 O Globo* Ciruculação: 285.124 (média) Nº Leitores: 671.000 * Informações referentes a outubro de 2009.
    7. 7. Ponderação Critérios Credibilidade O Globo* Ciruculação: 285.124 (média) Nº Leitores: 671.000 Extra* Ciruculação: 308.756 (média) Nº Leitores: 1.164.000 Além da circulação, é levada em conta também a credibilidade do veículo. Neste sentido, os veículos são pontuados de acordo com a relação entre assinaturas e venda avulsa. Por este critério, O Globo -RJ, que tem boa parte da sua tiragem vendida antecipadamente por assinaturas, pontua bem mais que o Extra -RJ, cujas vendas são quase que exclusivamente feitas em banca a cada edição. Se considerássemos apenas o critério de circulação, o Extra -RJ ponderaria mais do que O Globo -RJ. * Informações referentes a outubro de 2009.
    8. 8. Ponderação Critérios Espaço editorial O Estado de S. Paulo Capa  O Estado de S. Paulo Capa de Caderno  Além das ponderações referentes ao peso dos veículos, também é levado em conta em que página a notícia foi publicada de acordo com os ídnices de leitura de cada espaço editorial. Dessa forma, uma nota ou matéria na primeira página do jornal pontua bem mais do que se ela tivesse sido publicada em uma capa de caderno, que por sua vez pontua mais do que no miolo. O Estado de S. Paulo Páginas internas 
    9. 9. Ponderação Critérios Estrutura da notícia Também de acordo com os índices de leitura, aparecer em foto ou ilustração pondera mais do que figurar no título, que conta mais do que o texto da reportagem. A composição destes quatro critérios gera um fator de ponderação que é multiplicado pela área ocupada na publicação (centimetragem quadrada), resultando na pontuação ponderada. Foto  Título  Texto 
    10. 10.  cm p cm 2  • Audiência • Credibilidade • Localização no espaço editorial • Estrutura da notícia Ponderação Pontos de Audiência Centímetros Quadrados de notícia Pontos Ponderados de notícia O Ponto Ponderado (cmP) representa a Audiência da mídia espontânea. Ser valor é o resultado preciso do impacto da notícia e seu alcance .
    11. 11. Produtos Mídia B
    12. 12. Com base nos resultados ponderados é feita a análise dos conteúdos publicados. As análises de conteúdo são dirigidas às necessidades específicas de cada cliente. Acompanhar o relacionamento com a imprensa, elaborar estratégias de comnicação, avaliar a reputação ou a presença das marcas na mídia espontânea são algumas das funcionalidades da Auditoria. Análise de Imagem Monitoramento Auditoria de Imagem Pesquisas temáticas
    13. 13. Auditoria de Imagem <ul><li>Itaú é líder isolado em ‘Responsabilidade Social’. Em ‘Institucional’, fica um pouco à frente do Bradesco. </li></ul><ul><li>Santander tem a melhor exposição em ‘Cartões’. </li></ul><ul><li>BB lidera com folga nas demais áreas. </li></ul><ul><li>Crédito Imobiliário, oferta de ações e crédito para micro e pequenas empresas são os destaques do BB. </li></ul><ul><li>Executivos do Itaú discutem atuação do BC em ano eleitoral. </li></ul><ul><li>Itaú Cultural e Fundação Itaú Social ocupam espaços nobres na imprensa. </li></ul><ul><li>Lucro do Bradesco e Trabuco entre as “100 personalidades mais influentes” ( IstoÉ ) elevam exposição do banco. </li></ul>Itaú tem a exposição mais positiva entre os primeiros colocados Itaú e Bradesco dividem quadrante. Itaú tem melhor Cotação. JANEIRO 2010 +10 +5 0 -5 -10 Qualidade * O cmP (centímetro ponderado) é o resultado preciso da importância da notícia por seu alcance. O cálculo da cmP considera a circulação do veículo, a data da publicação, a localização editorial da matéria e a sua estrutura. Alcance (cmP)
    14. 14. Auditoria de Imagem JANEIRO 2010 Edmar Bacha e Ilan Goldfajn refletem sobre a atuação do BC em ano eleitoral. Itaú estuda participação no RBS e Lloyds. Ocupações e artigo de Milú Villela representam 1/3 de ‘Institucional’. Lucro do Bradesco cresce 5%. Luiz Carlos Trabuco aparece entre as “100 personalidades mais influentes” na IstoÉ . Crédito imobiliário do BB é destacado em jornais cariocas. Matérias sobre o banco são ilustradas com foto das agências. Executivos da Itaú Corretora dão depoimentos ao Valor e O Globo . Oferta global de ações do BB gera forte repercussão. Folha publica matéria altamente negativa sobre Bradesco Saúde. Aumento da participação do BB na Brasilcap, e associação com Icatu gera volume positivo para o banco. Fundação Itaú Social ocupa espaços nobres na imprensa. Exposição é 100% positiva Edmar Bacha é destaque em Mercado Aberto ( Folha de S.Paulo ). BB: Crédito para micro e pequenas empresas e portal de comércio exterior são os principais assuntos da área. BB é o mais negativo com foto de cliente insatisfeito em O Globo. Santander tem o melhor desempenho devido a parceria com GetNet para entrada no mercado de processamento. Itaú Unibanco: Cotação negativa na área.
    15. 15. Produtos Análise de Exposição
    16. 16. As informações provenientes de nossas análises apresentam resultados consistentes em ganhos de visibilidade junto ao noticiário. Também durante crises é possivel reagir com prontidão. No longo prazo, é preciso contar com um bom plano de mídia para se atingir metas audaciosas. Nosso know-how nos credencia a elaborar os melhores planos de mídia espontânea do mercado e dar toda assitência aos gestores da Comunicação. Produtos Plano de Mídia
    17. 17. Os rankings semanais e mensais que medem a presença de celebridades da TV no noticiário impresso têm espaço cativo na coluna de Daniel Castro. Além do protal R7 , os resultados circulam por diveros veículos de Web, em blogs e no Twitter. A repercussão atinge grandes jornais e revistas do país, rendendo citações em matérias e colunas na imprensa. Os agentes ou os artistas interessados podem adquirir reports detalhados sobre seus focos de interesse, além de terem acesso on line aos resultados e às matérias da pesquisa. Produtos Mídia Casting
    18. 18. Quanto vale aparecer bem no noticiário? É possível comparar a presença na imprensa versus na publicidade? Esses são alguns dos desafios a serem enfrentados para se poder elaborar um parecer a respeito de retorno de imagem na imprensa. Nosso método de ponderação nos permite estabelecer uma boa base de comparação por estar ancorada no alcance das informações publicadas. Os resultados, apresentados em pontos de audiência ou em moeda corrente, oferecem aos nossos clientes um parâmetro justo para avaliar o valor de sua presença na mídia espontânea. Produtos Retorno de Patrocínio
    19. 19. Muitas das pesquisas desenvolvidas pela Mídia B são de interesse da imprensa, o que pode ser revertido ao cliente como um bom marketing institucional. Marketing Retorno de Patrocínio Revista Veja Coluna Radar Lauro Jardim 01/09/2010
    20. 20. Grandes pesquisas, relevantes do ponto de vista da pauta da mídia trazem grande visibilidade à empresa, reforçando sua imagem institucional; Contribui com informações inéditas sobre a cobertura jornalística e avalia comparativamente os diversos Setores da economia sob um aspecto em comum; Repercute no mercado da comunicação, no meio acadêmico e, cada dia mais, é de interesse dos investidores: Edição 2011 deve contar com o patrocínio da Bovespa; Produto Pesquisas Temáticas
    21. 21. Grandes pesquisas, relevantes do ponto de vista da pauta da mídia trazem grande visibilidade à empresa, reforçando sua imagem institucional; Contribui com informações inéditas sobre a cobertura jornalística e avalia comparativamente os diversos Setores da economia sob um aspecto em comum; Prospecção junto às empresas envolvidas; Repercute no mercado da comunicação, no meio acadêmico e, cada dia mais, é de interesse dos investidores: Edição 2011 deve contar com o patrocínio da Bovespa; Marketing Pesquisas Temáticas Revista Brasil Sustentável
    22. 22. Produtos Modelos de Relatórios

    ×