Universidade Federal de Alagoas 
Cidades inteligentes: 
Um novo paradigma da sociedade do conhecimento 
Andre L. L. Aquino...
Estrutura da apresentação 
1 Introdução 
2 Monitoramento inteligente de recursos naturais 
3 Mobilidade inteligente 
4 Pré...
Estrutura da apresentação 
1 Introdução 
2 Monitoramento inteligente de recursos naturais 
3 Mobilidade inteligente 
4 Pré...
Introdução 
Uma cidade inteligente... 
Utiliza a tecnologia de informação para levar 
interatividade na infraestrutura da ...
Introdução 
Elementos sociais que devem ser levados em consideração: 
Aumento da população mundial aliada à crescente 
mig...
Introdução 
Alguns desafios 
Minimizar o consumo de recursos energéticos naturais, promover a 
utilização de energias reno...
Introdução 
Definição 
Uma cidade inteligente pode ser vista como a que utiliza a 
tecnologia para melhorar sua a infraest...
Estrutura da apresentação 
1 Introdução 
2 Monitoramento inteligente de recursos naturais 
3 Mobilidade inteligente 
4 Pré...
Monitoramento de recursos naturais 
O que vem sendo feito? 
De forma artesanal/sofisticada efetuamos o 
monitoramento de p...
Monitoramento de recursos naturais 
Redes de sensores sem fio 
Representação do processo de monitoramento inteligente de 
...
Monitoramento de recursos naturais 
Redes de sensores sem fio 
A sequencia N !V⇤ !V !V0 ! D0 representa o 
processamento d...
Monitoramento de recursos naturais 
Redes de sensores sem fio 
Primeira etapa: Descrição do fenômeno. 
Como modelar fenôme...
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento

368 visualizações

Publicada em

Palestra do Prof. Dr. Andre Aquino no E-poti

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
368
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

E-poti: Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento

  1. 1. Universidade Federal de Alagoas Cidades inteligentes: Um novo paradigma da sociedade do conhecimento Andre L. L. Aquino alla@ic.ufal.br Setembro de 2014 e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  2. 2. Estrutura da apresentação 1 Introdução 2 Monitoramento inteligente de recursos naturais 3 Mobilidade inteligente 4 Prédios inteligentes - Perspectivas 5 Considerações finais e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  3. 3. Estrutura da apresentação 1 Introdução 2 Monitoramento inteligente de recursos naturais 3 Mobilidade inteligente 4 Prédios inteligentes - Perspectivas 5 Considerações finais e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  4. 4. Introdução Uma cidade inteligente... Utiliza a tecnologia de informação para levar interatividade na infraestrutura da cidade e nos serviços públicos em geral. Visa a acessibilidade e eficiência sob o ponto de vista dos cidadãos. Se compromete com o meio ambiente e com a sua herança histórica e cultural. Deve ser equipada com as mais avançadas soluções tecnológicas facilitando a interação do cidadão com os elementos urbanos. e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  5. 5. Introdução Elementos sociais que devem ser levados em consideração: Aumento da população mundial aliada à crescente migração de áreas rurais para centros urbanos. Estima-se que 70% da população mundial estará concentrada em áreas urbanas até 2050. Escassez de recursos naturais, que compromete a oferta global para a população mundial. Problemas relacionados ao meio ambiente e às constantes mudanças climáticas observadas atualmente. e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  6. 6. Introdução Alguns desafios Minimizar o consumo de recursos energéticos naturais, promover a utilização de energias renováveis e reduzir a emissão de CO2. Contribuição imediata O conceito de cidades inteligentes é uma ferramenta poderosa para enfrentar essas mudanças. Visa gerir de forma eficiente a infraestrutura e os serviços atendendo as necessidades da cidade e seus cidadãos. e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  7. 7. Introdução Definição Uma cidade inteligente pode ser vista como a que utiliza a tecnologia para melhorar sua a infraestrutura e serviços.Torna os setores da administração, educação, saúde, segurança pública, moradia e transporte mais inteligentes, interconectados e eficientes. Tecnologias que fortalecem o sistema urbano em geral: Gestão do meio ambiente, por intermédio das redes de sensores sem fio. Integração de veículos “inteligentes” que interagem entre si compartilhando informações importantes. Utilização de dispositivos inteligentes viabilizando prédios inteligentes. e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  8. 8. Estrutura da apresentação 1 Introdução 2 Monitoramento inteligente de recursos naturais 3 Mobilidade inteligente 4 Prédios inteligentes - Perspectivas 5 Considerações finais e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  9. 9. Monitoramento de recursos naturais O que vem sendo feito? De forma artesanal/sofisticada efetuamos o monitoramento de poluentes e das condições climáticas. Limitações Baixa integração Difícil acesso por parte da população Utilização de equipamentos/processos sofisticados e caros Novas iniciativas Utilização de dispositivos baratos com poder de sensoriamento, processamento e comunicação. Tais dispositivos, trabalhando de forma cooperativa, são chamados de rede de sensores sem fio. e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  10. 10. Monitoramento de recursos naturais Redes de sensores sem fio Representação do processo de monitoramento inteligente de recursos naturais N V⇤ V V0 D⇤ D D0 F- ? R⇤ S- ? R - ? R0 N denota o ambiente e o processo a ser medido. F é o fenômeno de interesse, com V⇤ seu domínio espaço-temporal. Temos S sensores produzindo V amostras. Assim, partindo de um conjunto de regras R tomamos decisões D. Os dados são processados por produzindo V0. Assim, novas regras R0 nos conduzem a tomar decisões D0. e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  11. 11. Monitoramento de recursos naturais Redes de sensores sem fio A sequencia N !V⇤ !V !V0 ! D0 representa o processamento de dados com redes de sensores sem fio. O estudo detalhado das aplicações com essas redes consiste das seguintes etapas: Descrição do fenômeno Deposição dos nós Processamento dos dados Reconstrução dos dados e-poti :: Cidades inteligentes Andre L. L. Aquino
  12. 12. Monitoramento de recursos naturais Redes de sensores sem fio Primeira etapa: Descrição do fenômeno. Como modelar fenômenos vs. dados sensoriados? FENÔMENO

×