Português "O Rapaz de Pijama às Riscas"

1.979 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.979
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
86
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Português "O Rapaz de Pijama às Riscas"

  1. 1. Autor John Boyne Editora ASA Data da Edição Fevereiro de 2009
  2. 2. Nasceu: 1971 em Dublin (Irlanda) Estudou: Literatura Inglesa e Escrita Criativa  Os seus livros foram publicados em 43 línguas.  O rapaz do pijama às riscas foi o livro mais vendido na Espanha, no Reino unido, na Austrália e em muitos outros países, tendo sido traduzido para 38 idiomas.  Alcançou o primeiro lugar dos Bestsellers do New York Times.  2000 The Thief of Time  2001 The Congress of Rough Riders  2004 Crippen  2006 Next of Kin  2008 Mutiny On The Bounty  2009 The Boy in the Striped Pyjamas
  3. 3.  Bruno, uma criança 8 anos, vivia com os pais e com a sua irmã (Gretel), em Berlim.  O pai de Bruno era soldado, sendo posteriormente foi promovido.  Toda a família teve de deixar a sua casa e mudar-se para outra cidade (Acho Vil), onde Bruno não encontra ninguém com quem brincar.
  4. 4.  A nova casa encontrava-se vedada por um arame.  Através da janela, Bruno via pessoas vestidas com um pijama às riscas.  Facto que lhe despertou a atenção e que iria fazê-lo desobedecer às ordens expressas do pai e investigar até onde ia a vedação.  Nas suas investigações, Bruno, encontra um rapaz (Shmuel) vestido com um pijama às riscas, e com quem começa uma grande amizade.
  5. 5.  A mãe de Bruno consciente do que se passava em seu redor, não se conforma e resolve regressar com os filhos a Berlim.  Certo dia em Acho Vil, Bruno teve a ideia de passar a vedação e ir com Shmuel explorar o campo e ajudá-lo a procurar o pai, que tinha desaparecido. Essa ideia muda por completo o seu destino.  Bruno entrou por baixo da vedação, vestiu uma roupa igual à de Shmuel, deixando a sua do outro lado.  Bruno pensava que iria ver famílias felizes, sorrisos, crianças a brincar, mas desiludiu-se, viu pessoas tristes, magras, com os tais pijamas e mal tratadas.
  6. 6.  De repente viram-se envolvidos involuntariamente num grande grupo, os soldados rodeavam-nos com armas e levaram-nos para uma grande sala.  Subitamente a porta fechou-se, ficou escuro, ouviram-se gritos, mas nunca largou a mão de Shmuel e afirmou que este era o seu melhor amigo para toda a vida.  Quanto Bruno desapareceu começaram buscas para o encontrarem.  O regresso da família a Berlim foi adiado, as buscas não tiveram resultados, Bruno desapareceu, apenas foi encontrado as suas roupas.  O pai de Bruno percebendo toda a situação, mudou drasticamente de atitude, pois ele sabia o sofrimento que se vivia nos campos de concentração, o que se tornou uma realidade para a sua família. Nunca se descobriu o que aconteceu a Bruno e Shmuel unidos pela amizade e pela esperança.
  7. 7. Narrativo «…baixando os olhos, fez uma coisa que não costumava fazer: pegou na mão de Shmuel e apertou-a com muita força. - Agora és tu o meu melhor amigo, Shmuel.»  No livro: Bruno apanha piolhos e por isso tem que rapar o cabelo. Este pormenor tornou mais plausível a sua entrada no campo.  No filme: Bruno não rapa o cabelo.  No livro: O pai só se apercebeu do que aconteceu ao filho passado um ano e a mãe, passados meses, ainda tem esperança de encontrar o filho sentado nas escadas de sua casa em Berlim.  No filme: Tanto o pai como a mãe sabem o que aconteceu ao filho, quando vêem as suas roupas junto á vedação e sentem o cheiro a carne queimada.

×