O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
1 de 41

Aveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futuras

0

Compartilhar

Baixar para ler offline

No seminário intercalar do Aveiro Empreendedor foram apresentadas as ações que vão ser desenvolvidas ao longo de 2013 pelos vários parceiros do projeto. Este dia marcou também o momento em que o Aveiro Empreendedor passa a contar com 26 entidades parceiras. Queremos com este projeto e ações dar resposta às necessidades dos empreendedores da cidade e região de Aveiro, nas diferentes fases do ciclo de vida de um empreendedor. Este projeto representa também uma mudança no papel que os Municípios do século XXI devem ter.

Aveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futuras

  1. 1. Aveiro Empreendedor Promoção de uma Cultura Empreendedora AÇÕES FUTURAS Seminário Intercalar do Aveiro Empreendedor AUDITÓRIO da AIDA 11 de Dezembro de 2012
  2. 2. Desenvolvimento Económico Local? . É um processo no qual os sectores público, privado e não-governamental trabalham em cooperação . Procuram criar condições para promover o crescimento económico e a criação de emprego . No qual também procuram promover a competitividade de uma região, de um modo sustentável e inclusivo
  3. 3. Desenvolvimento Económico Local? Para melhorar o futuro económico de uma comunidade… devemos seguir estas linhas estratégicas: . Reforçar a competitividade das nossas empresas; . Potenciar a criação de novas empresas; . Assegurar um crescimento inclusivo na nossa sociedade; . Promover o empreendedorismo e a criação de uma cultura empreendedora
  4. 4. Plano de Ação Local – objetivos estratégicos i) Fomento do Empreendedoris mo ii) Apoio a novas PMEs iii) PMEs mais competitivas
  5. 5. Plano de Ação Local – Eixos de Atuação Empreendedorismo Criatividade Inovação
  6. 6. Plano de Ação Local – PARCERIA • Parceria estratégica de 26 entidades • Entidades Estatais: 6 (CMA, DRECentro, IPDJ, IEFP, IAPMEI e CCDR-Centro) • Associações: 5 (AIDA, AGIR, INOVARIA, ACA e AHRESP) • Entidades do Ensino Superior e outras: 5 (UA, IPAM, EPA, AAAUAv e AAUAv) • Banca e outras entidades financeiras: 4 (Banco BPI, MillenniumBCP, Norgarante e ANDC) • Outras Entidades Privadas: 5 (PT Inovação, Invicta Angels, Massivemov , Grupunave e Cáritas) • Comunicação Social: 1 (Radio Terranova)
  7. 7. Ciclo de Vida de Um Empreendedor
  8. 8. EIXO 3 - Empreendedorismo nas Escolas AÇÃO 3.1. Programa AÇÃO 3.3. Empreende- AÇÃO 3.2. Educação de Iniciação ao dorismo no Secundário para o Empreendedo- Empreendedorismo (Ensino Secundário / Rismo (2.º e 3.º CEB) (1.º CEB) Profissional)
  9. 9. EIXO 3 - Empreendedorismo nas Escolas E socorremo-nos de um estudo publicado em Março de 2012 pela União Europeia o “impacto da promoção do empreendedorismo na educação tem 4 dimensões: • Aquisição de competências empreendedoras; • Vontade de ser empreendedor; • Empregabilidade e • Impacto na sociedade e na economia. In: Effects and impact of entrepreneurship programs in higher education, Brussels, March 2012, Entrepreneurship Unit, Directorate-General for Enterprise and Industry, European Commission
  10. 10. EIXO 3 - Empreendedorismo nas Escolas Exemplos de atividades:  Formação de Docentes – Nov.2012  Conversas com Empreendedores locais – Nov. 2012  Atividades com Professores e com Alunos – Dez.’12 a Abril 2013  Atividades Finais – Maio 2013 [Feira do Empreendedor Júnior, Concurso de Ideias, Momentos de Balanço/Avaliação…]
  11. 11. EIXO 3 - Empreendedorismo nas Escolas Desafios para 2012/2013 Temáticas: 2013 - Ano Internacional da Cooperação pela água e 2013 - Ano Europeu dos Cidadãos Pretendemos envolver: + 80 docentes + de 1800 alunos + de 20 escolas e 80 turmas
  12. 12. EIXO 3 - Empreendedorismo nas Escolas Outras Atividades: Empreendedorismo no Pré-Escolar A Educação Pré-Escolar constitui-se, para cada indivíduo, como a primeira etapa do processo de educação ao longo da vida, que se assume como complemento da ação educativa da família e meio promotor do seu desenvolvimento, tendo como objetivo fulcral a sua inserção plena na sociedade. É nesta etapa que a criança desenvolve a sua autonomia e responsabilidade e descobre o seu lugar na sociedade, na interação com os seus pares e com a realidade que a rodeia.
  13. 13. EIXO 3 - Empreendedorismo nas Escolas Primeira fase: Workshop Título da formação: “Ter Ideias para Mudar o mundo” Nome do formador: Carlos Pepê, Destinatários: 70 participantes Data: Janeiro de 2013 Segunda fase: 3 sessões de formação: Terceira fase: Formação creditada aos educadores da rede escolar Destinatários: grupo de 25 formandos Datas: Março a Maio de 2013 Destinatários: Educadores de Infância Data: Junho 2013 1ª sessão da formação em Campo Esta formação será realizada pelo grupo Maior – 7h (2 dias, incluindo viagem) de 25 formadores (da fase 2) e 2ª e 3ª sessões da formação em supervisionada pela UA e Aveiro – 14h CMAveiro.
  14. 14. Ciclo de Vida de Um Empreendedor
  15. 15. EIXO 4 - Cultura Empreendedora
  16. 16. EIXO 4 - Cultura Empreendedora . Empreendedorismo Social – Dezembro 2011 – 16 Formandos! . Empreendedorismo Feminino – Fevereiro de 2012 – 21 Formandos! . Indústrias Criativas e Design – Maio e Junho 2012 – 22 Formandos! . Empreendedorismo Social – Novembro e Dezembro 2012 - 16 formandos!
  17. 17. EIXO 4 - Cultura Empreendedora . Inovação Social – um caminho para a criação do próprio emprego – Janeiro . Workshop “Empreendedorismo Feminino” – Fevereiro e Março . Workshop “Empreendedorismo para Associações” – Março a Maio . Workshop “Projeto Intergeracional” – Março a Maio . Workshop "Indústrias Criativas, Inovação e Design"– Março a Maio
  18. 18. EIXO 4 - Cultura Empreendedora Instrumentos Financeiros e Não- Financeiros de apoio à criação de empresas
  19. 19. EIXO 4 - Cultura Empreendedora Instrumentos Financeiros e Não- Financeiros de apoio à criação de empresas
  20. 20. EIXO 4 - Cultura Empreendedora PREBIZ Trata-se de um Gabinete que tem como missão identificar atempadamente os riscos associados à implementação de uma determinada ideia de negócio para que o promotor possa tomar uma decisão mais ponderada e informada. Mediante sessões de acompanhamento individual, os futuros empreendedores podem validar as ideias junto de especialistas, que por sua vez vão estimular, alertar ou desincentivar a implementação dos projetos em carteira. Através de 4 “consultas” personalizadas apoiam o desenvolvimento do Plano de Negócios.
  21. 21. Ciclo de Vida de Um Empreendedor
  22. 22. EIXO 2 – Empreendedorismo no Ensino Superior IEUA SHARING
  23. 23. EIXO 2 – Empreendedorismo no Ensino Superior IEUA SHARING 2.ª temporada: 7 Janeiro, 4 Fevereiro, 4 Março….e algo mais
  24. 24. EIXO 2 – Empreendedorismo no Ensino Superior Concurso de Ideias IEUA START 1 2 3 4 5 6 7 Workshop Workshop Workshop “Como financiar um “Como fazer um “Como apresentar projeto através do plano de negócios” uma ideia de crowdfunding” negócios em 5 m ” 40 ideias de 20 ideias de 6 ideias que conseguiram captar mais 3 ideias de 1 ideia de negócio negócio negócios financiamento (€ x n.º pessoas) negócios CANDIDATURA CANDIDATURA CRIAÇÃO DO ANGARIAÇÃO DE CRIAÇÃO DO EVENTO DE PROGRAMA DE DA IDEIA DE DA IDEIA DE PROJETO E APOIO PLANO DE APRESENTAÇÃO IMERSÃO EM NEGÓCIO NEGÓCIO LANÇAMENTO FINANCEIRO E DE NEGÓCIOS E DAS IDEIAS SILICON VALLEY NA PLATAFORMA APOIANTES CAPACITAÇÃO FINALISTAS E + 6 MESES DE CROWDFUNDING PARA O PITCH VENCEDORA INCUBAÇÃO IERA Apresentação e lançamento do concurso Seleção e Apoio na elaboração Seleção das ideias de negócios finalistas (3) e Publicitação de todas Início da submissão de candidaturas comunicação das 30 dos Planos de da ideia de negócio vencedora (1) as ideias de negócios ideias de negócios Negócio Evento de apresentação pública das ideias de e do vencedor do Fim do prazo de submissão de candidaturas candidatas negócio candidatas (30) do vencedor, pitch dos concurso de ideias finalistas (3) e do vencedor (1) IEUA Start DEZEMBRO JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL
  25. 25. EIXO 2 – Empreendedorismo no Ensino Superior Concurso de Ideias IEUA START
  26. 26. EIXO 2 – Empreendedorismo no Ensino Superior UA Innovation Clubbing Esta iniciativa, que pretende estabelecer redes de contactos entre empresas e os membros da academia, alargou o seu leque de intervenção, com a inclusão da apresentação das plataformas tecnológicas da UA, em diferentes áreas estratégicas. Estão ainda previstos realizar quatro encontros, que irão coincidir com o lançamento das plataformas tecnológicas: Energia - Janeiro Mar - Março Materiais - Maio TICE - Julho
  27. 27. EIXO 2 – Empreendedorismo no Ensino Superior Consultório de Empreendedorismo A UATEC, em colaboração com a IEUA, irá continuar a prestar apoio personalizado aos potenciais empreendedores, através da realização de encontros/reuniões individuais com investigadores, alunos e empreendedores em geral, fornecendo-lhes toda a informação necessária para a constituição e manutenção de empresas. Inicialmente estavam previstos realizar 20 atendimentos, sendo que até à data foram já realizados 21 atendimentos. Este apoio será mantido até ao final do projeto.
  28. 28. EIXO 2 – Empreendedorismo no Ensino Superior Laboratório de Empreendedorismo À semelhança do que aconteceu em Março de 2012, a UA irá realizar uma segunda edição do LabE - Laboratório de Empreendedorismo, ação que irá incentivar e abrigar iniciativas nacionais, que permitam o desenvolvimento das ideias empreendedoras, de indivíduos que pretendam implementarem os seus projetos empreendedores, com o apoio da UATEC. No decorrer desta ação, os participantes terão a oportunidade de criar uma ideia de negócio e desenvolver um Business Plan/Proposta de Investimento. A segunda edição está prevista para Março de 2013.
  29. 29. EIXO 2 – Empreendedorismo no Ensino Superior Workshops Temáticos A Universidade de Aveiro, através da UATEC, e em colaboração com a IEUA, pretende dinamizar workshops temáticos, direcionados para colmatar eventuais défices de conhecimento/informação sentidos pelos empreendedores, em diversas áreas de atuação. No decorrer de 2013 estão previstos realizar 6 workshops temáticos.
  30. 30. Ciclo de Vida de Um Empreendedor
  31. 31. EIXO 1 - Apoio às PMEs Investor Readiness Arena São sessões de um dia completo, divididas em 2 grandes momentos: O primeiro, da parte da manhã, apresenta uma componente formativa onde se aborda uma metodologia para a elaboração de planos de negócio no sentido de os mesmos serem apresentados a Business Angels, tendo em vista eventuais decisões de investimento. No momento da tarde, convidam-se os promotores a efetuarem uma apresentação sumária (“pitch”), dos seus projetos aos presentes, seguindo-se o feedback dos Business Angels, individualizado a todos, que procura de uma forma construtiva, alertar os participantes para os aspetos de melhoria. Público alvo: empresários; desempregados e jovens empreendedores: 3 sessões ainda por realizar até Julho 2013
  32. 32. EIXO 1 - Apoio às PMEs Promoção à Internacionalização e Empreendedorismo Concurso: Eu vou a Silicon Valley com o Aveiro Empreendedor Programa de Imersão em SV Cronograma: Apresentação do concurso – Janeiro de 2013; Período de candidaturas – Fevereiro 2013; Período de seleção – Março de 2013 Programa de Imersão em Silicon Valley – 20 a 27 de Abril de 2013 Sharing da participação – Maio 2013 - Seminário de Empreendedorismo e Internacionalização no dia 15 de Maio
  33. 33. EIXO 1 - Apoio às PMEs Sessões INTER-EMPRESARIAIS ▪ Conceito: reuniões e encontros de empresários e empreendedores, em sessões, workshops e seminários, com temas específicos e relevantes para a realidade empresarial, dinamizados e animados por empreendedores/empresários de sucesso, pela apresentação de casos de insucesso; ▪ Tipo de evento: Sessões/reuniões de capacitação + mentorship + networking; ▪ Público-alvo: Empresários e Empreendedores Alumni UA (preferencialmente antigos alunos da Universidade de Aveiro), outros Empresários e Empreendedores e Gestores e Diretores de Empresas;
  34. 34. EIXO 1 - Apoio às PMEs INQUÉRITOS de CONJUNTURA Trata-se de uma iniciativa, aplicada à Indústria Transformadora, que pretende efetuar uma análise e interpretação da evolução da atividade produtiva e da conjuntura económica empresarial, através do lançamento de inquéritos, a uma amostra de 427 empresas, com periodicidade Semestral. Realização de 4 Sínteses de Conjuntura, para os períodos: 2º semestre 2011 – Síntese Publicada 1º semestre 2012 - Síntese a Publicar 2º semestre 2012 – Janeiro 2013 1º semestre 2013 – Julho 2013
  35. 35. EIXO 1 - Apoio às PMEs BENCHMARK, PROSPECTIVA e ESTRATÉGIA O objectivo é levantar e identificar oportunidades de melhoria no sector empresarial, institucional e do sistema cientifico e tecnológico, ajudando à definição de um programa de acção dirigido e adequado às necessidades do tecido empresarial, quer para o desenvolvimento dos factores de competitividade, quer para a internacionalização, quer para a promoção e adopção de práticas criativas, inovadoras e empreendedoras.
  36. 36. EIXO 1 - Apoio às PMEs ESTUDO SÓCIO-ECONÓMICO Será desenvolvido um trabalho de levantamento e sistematização de informação que permita um conhecimento qualificado dos agentes económicos sobre a própria realidade empresarial. Estudo em curso desde Junho 2012
  37. 37. EIXO 5 - Comunicação ▪ Programa de Rádio “Aveiro Empreendedor “ – RÁDIO TERRANOVA – Janeiro 2013 . Semana Aveiro Empreendedor – Maio 2013
  38. 38. EIXO 5 - Comunicação . Website com nova imagem – Janeiro 2013
  39. 39. Aveiro Empreendedor – Seja a mudança  Fraco ou nulo crescimento económico, conforme diversas instituições preveem para os próximos anos. Necessidade de criar mecanismos de incentivo  Ameaça de desemprego de longa duração, ao empreendedorismo mais grave nos jovens e profissionais de média idade.  Novo papel das Autarquias em Portugal no séc XXI: Depois da fase dos aspetos administrativos e licenciamentos, passou-se para a fase das infra-estruturas e O Ecossistema do Aveiro equipamentos e agora…entra-se na fase do desenvolvimento sustentável (vertente Empreendedor como uma económica, social e ambiental) resposta ao problema!  Falha de mercado no apoio a empreendedores na fase “early stage”
  40. 40. Aveiro Empreendedor – Seja a mudança Principais benefícios na criação de um Ecossistema Empreendedor Oferecer aos Envolver os Professores Oferecer à População um das escolas no Ecossistema Investidores Nacionais conjunto de Instrumentos Empreendedor e Estrangeiros um de apoio à criação de e dotar os Alunos com ambiente estimulante e empresas, desde o ferramentas de fomento da desburocratizado para Microcrédito, Capital de criatividade com o implementação dos Risco e Business Angels Programa Escolas projectos Empreendedoras.
  41. 41. Aveiro Empreendedor – Seja a mudança Obrigado! Contact: aveiroempreendedor@cm-aveiro.pt Web: www.aveiroempreendedor.net

×