O Arquiteto da Informacao

658 visualizações

Publicada em

Artigo sobre o papel do arquiteto de informação

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
658
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Arquiteto da Informacao

  1. 1. Descreve o perfil de um arquiteto da informação, suas principais habilidades e como se tornar um. No ambiente de portais corporativos é fundamental a necessidade de se pensar estrategicamente a seleção, classificação e organização dos conteúdos e serviços de acordo com os perfis de públicos usuários das informações. Este artigo trata dos principais desafios do arquiteto da informação para realizar este importante trabalho de desenvolvimento de websites, intranets, extranets e outras mídias digitais. Venho trabalhando como arquiteto da em quem perguntou. Não pretendo com este informação e especialista em usabilidade artigo dar conceitos definitivos sobre o tema. praticamente desde o início da Internet no Mas acredito que é possível elucidar alguns Brasil. Mas jornalista de formação que sou, de pontos e assim ajudar quem está pensando vez em quando me convidam para falar sobre em entrar para este mercado de os caminhos da minha profissão na era digital. desenvolvimento de portais, websites e mídias Acabo falando muito pouco de produção e digitais. redação de notícias on-line e suas características específicas, para espanto de alguns professores e boa parte dos alunos de O que faz um arquiteto da informação? comunicação. No entanto, cada vez mais venho sendo perguntado sobre o que faz Uma definição simples e direta do que se exatamente um arquiteto da informação e espera do trabalho realizado por um arquiteto como se deu a migração do jornalismo para da informação pode ser a seguinte: “pegar” um este novo trabalho. determinado conteúdo e estruturá-lo de modo a atender as necessidades de um determinado Como se trata de uma ocupação muito nova público que busca informação em uma mídia no mercado, fruto direto do forte crescimento digital (CD-ROM, site, intranet, celular etc). da internet como mídia digital nesta última Parece simples, certo? Mas adicione algumas década, os cursos de graduação tradicionais variáveis importantes, como a quantidade, a oferecem pouca informação a respeito do qualidade e o desafio de manutenção deste assunto. E essa carência contrasta com a conteúdo; os diversos perfis de público sede de informação dos formandos, que vêem (dificilmente um site é voltado para um só tipo na internet uma promissora fonte de sucesso de audiência); as necessidades de design para profissional. É comum ouvir perguntas como: atender estes requisitos; as necessidades O que faz um arquiteto da informação? Quais tecnológicas e de programação para o as habilidades necessárias? Como posso me desenvolvimento dos sistemas previstos; e, tornar um? Aonde estudo isso? E é comum finalmente, o cronograma e os prazos de também ouvir respostas confusas e entrega previstos pelo “dono” do projeto. atrapalhadas, plantando ainda mais dúvidas Temos então uma função absolutamente ©TerraForum Consultores 1
  2. 2. crucial para o sucesso de um projeto de pela equipe alocada para tal projeto. Sendo construção de um website, seja ele um site na assim, é do arquiteto da informação a primeira internet, uma intranet ou uma extranet (ou as pergunta em qualquer projeto de website: três coisas juntas, aquilo que definimos como “Para que você quer um website?”. E será ele portais corporativos). (ou deveria ser, pelo menos) o primeiro a ler as pesquisas, relatórios de log e testes de Quais são as habilidades necessárias? navegação feitos após o lançamento do site. Afinal, o resultado não é algo estático e Em um típico organograma empresarial, o definitivo. Muito pelo contrário. Tenha em arquiteto da informação estaria em algum lugar mente que websites podem ser ajustados sem entre a equipe de desenvolvimento (tanto de tantas dores de cabeça, ao contrário de interface como de programação) e o(s) apartamentos feitos em prédios mal cliente(s) do site que está sendo planejado (os planejados desde o início. E com custos muito editores de conteúdo, os gerentes de projeto, menores, é claro. etc). Por isso é importante que ele tenha fortes ! " # habilidades de comunicação, tanto com a Enfim, é obrigação do arquiteto da informação equipe interna de desenvolvimento como para garantir que o conteúdo relevante para os clientes, sendo que estes podem ser determinado público esteja muito bem representados por uma outra área da própria organizado e apresentado por meio de uma empresa. Também é igualmente importante interface simples e adequada para aquela que ele tenha conhecimentos básicos das situação de uso. tarefas e expertises de ambas as equipes com as quais ele precisa lidar. O arquiteto da Porque é importante ter um arquiteto da informação deve ser capaz de pensar informação em um projeto? estrategicamente o site e também saber quais as melhores práticas de design e Qual a importância de se ter um arquiteto da programação, para que seja factível a informação designado para um projeto? realização do projeto no tempo desejado. Ou Porque não pegar simplesmente um bom seja, versatilidade é muito importante. Assim redator e um designer experiente para montar como a capacidade de entender diversas tudo e lançar o site? Bem, isso pode até ser formas de comunicação, tanto escrita como feito, desde que pelo menos um dos dois faça visual. o papel do arquiteto da informação. Para o cliente, o que o arquiteto da informação Quais são as obrigações de um arquiteto oferece ao projeto é a garantia de que o site da informação? que está sendo construído seja facilmente mantido e que possa crescer de forma É dever do arquiteto da informação ser a ponte organizada. Ou seja: garanta a escalabilidade entre o que está sendo estrategicamente funcional do mesmo. Isso é particularmente desejado pela empresa (ou pessoa, ou grupo importante em sites de grandes empresas, de pessoas, etc) e o que será desenvolvido onde o trabalho de refazer um site mal ©TerraForum Consultores 2
  3. 3. estruturado e que começa a crescer muito (e profissão é justamente o que faz dela algo tão acredite em mim: irá realmente crescer. E fascinante. Mas é óbvio que um aluno numa velocidade jamais vista pela graduado em alguma faculdade de humanidade no que diz respeito à geração e comunicação (jornalismo, publicidade, disseminação de informações digitais) não tem relações públicas, etc), desenho (design apenas um ônus financeiro direto (gastos para gráfico, desenho industrial, etc), computação contratar recursos de pessoas e máquinas), (análise de sistemas, programação, etc ) ou mas também um alto custo intangível até mesmo um arquiteto, terá mais facilidade representado pela satisfação dos usuários da em lidar com os desafios apresentados por sua informação (pensando num site na esta profissão do que um dentista, biólogo ou internet), pela produtividade dos seus psicólogo. Mas sempre lembrando que funcionários (pensando numa intranet) e pela felizmente existem ótimas exceções para eficácia no relacionamento com seus provar esta “regra”. fornecedores (pensando numa extranet). Além disso, com a presença de um bom arquiteto da Enfim, ser arquiteto da informação requer um informação no projeto, a equipe de grande esforço empreendedor por parte dos desenvolvimento tem uma base sólida e candidatos. Muito estudo e trabalho, robusta para trabalhar. Designers de interface, aprendendo à medida que se trabalha. Não programadores e produtores de conteúdo existe uma cartilha para se chegar ao sucesso, poderão se concentrar nas melhores práticas mas isso não quer dizer que seja um território de suas respectivas expertises na hora de totalmente desbravado, terra de ninguém. Pelo executar seus trabalhos. contrário. A necessidade de desenvolver metodologias, de buscar padrões e Qual o caminho das pedras? vocabulários comuns é fundamental para que a profissão seja finalmente consolidada. Uma Mas como me torno um arquiteto da boa parte do trabalho de um arquiteto da informação? Uma boa dica é buscar ocupar informação ainda é justamente catequizar o posições importantes no projeto de um mercado da necessidade dessa função no dia- website, que podem ser a de designer, de a-dia das empresas que lidam com conteúdo programador ou até mesmo o de gerente do digital nas suas mais diversas mídias. projeto. A partir daí, busque aprender os vários aspectos deste tipo de trabalho, prestando *** atenção não apenas nas suas tarefas e obrigações, mas também em como ela se Carlos Eduardo Franco é consultor interligam com outras tarefas. Se já houver um associado da TerraForum, e trabalha como arquiteto da informação designado para o consultor na criação e reestruturação de trabalho, mais fácil: cole nele e tente entender websites de empresas e organizações o que ele está fazendo, pergunte, avalie, leia interessadas em otimizar os resultados de sua muito, pratique, teste, pesquise e presença na Internet. Seu e-mail é principalmente aprenda fazendo. Não seria carlos@terraforum.com.br mais fácil fazer uma faculdade? Talvez, Mas, infelizmente ainda não existe um curso universitário de arquiteto da informação que te coloque um diploma na mão e qualifique você para entrar neste mercado. O que não é necessariamente ruim. Pelo contrário, na minha opinião. O desafio multidisciplinar desta ©TerraForum Consultores 3
  4. 4. $ % $ & %'$ Portais Corporativos e Gestão de Conteúdo A TerraForum Consultores é uma empresa de A relevância da flexibilidade como característica das ferramentas de TI na consultoria e treinamento em Gestão do Era do Conhecimento Conhecimento (GC) e Tecnologia da Informação. Os clientes da empresa são, em sua maioria, grandes e médias organizações dos setores público, privado e terceiro setor. A empresa atua em todo o Brasil e também no exterior, tendo escritórios em São Paulo, Brasília e Ottawa no Canadá. É dirigida pelo Dr. José Cláudio Terra, pioneiro e maior referência em Gestão do Conhecimento no país. Além disso, conta com uma equipe especializada e internacional de consultores. ( * $-' % $ % & )+ , . % ( Gestão do Conhecimento e E-learning na Prática Portais Corporativos, a Revolução na Gestão do Conhecimento Gestão do Conhecimento - O Grande Desafio Empresarial Gestão do Conhecimento em pequenas e médias empresas Realizing the Promise of Corporate Portals: Leveraging Knowledge for Business Success Gestão de Empresas na Era do Conhecimento ©TerraForum Consultores 4

×