Trabalho de ed.fis

200 visualizações

Publicada em

\szx

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
200
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de ed.fis

  1. 1. Escola Estadual São MiguelEscola Estadual São Miguel Data: 05/11/15Data: 05/11/15 Alunos: Márcio, Jhefferson, Josias e CésarAlunos: Márcio, Jhefferson, Josias e César Série: 1º “A”Série: 1º “A” Profº: RonaldoProfº: Ronaldo Tema:Tema: Trembolona
  2. 2. Sua origemSua origem Os esteróides anabólicos foram descobertos nos anos 1930 e têm sido usados desde então para inúmeros procedimentos médicos incluindo a estimulação do crescimento ósseo, apetite, puberdade e principalmente para o crescimento muscular. Podem também ser usados no tratamento de pacientes submetidos a grandes cirurgias ou que tenham acidentes sérios, situações que em geral acarretam um colapso de proteínas no corpo.
  3. 3. O que é trembolona ?O que é trembolona ? A Trembolona (Trenbolone Hexahydrobenzylcarbonate) foi produzida originalmente sob a marca Parabolan e teve seu inicio de comercialização como um esteroide veterinário, e logo nos anos 80 passou a ser usado no mundo do fisiculturismo pelo seu alto poder anabólico e lipolítico (queima de gordura). Esse anabolizante esteroide consegue ser ainda mais eficaz do que a testosterona. É, sem dúvidas, uma das substâncias mais potentes já inventadas para o ganho de massa muscular.
  4. 4. FuncionamentoFuncionamento A Trembolona aumenta os níveis de IGF-1 nos músculos, que é um grande fator de crescimento que aumenta a síntese proteica, reduz a glicose na corrente sanguínea e gordura. Ela se torna eficaz no processo de hipertrofia pois se liga melhor aos receptores androgênicos do que a própria testosterona.
  5. 5. Como funciona o ciclo deComo funciona o ciclo de trembolonatrembolona O ideal é usar a trembolona com testosterona para evitar alguns efeitos colaterais como a perda da libido. Alguns associam ésteres de meia-vida como o propionato de testosterona (Durateston), Enantato de Testosterona e Stanozolon para potencializar os efeitos colaterais da não retenção hídrica.
  6. 6. BenefíciosBenefícios Em resumo, é um fator de crescimento que aumenta a síntese proteínas, reduz a presen- ça de glicose no sangue e os níveis de gordura e desenvolve a musculatura. Além de todos esses “benefícios” ela consegue aumentar os níveis de hemoglobina do sangue. Isso significa que os tecidos terão mais oxigênio disponível para realizar as suas funções. Dessa forma o desempenho muscular durante os exercícios melhorará já que ele terá mais oxigênio para gastar.
  7. 7. Prejuízos/malefíciosPrejuízos/malefícios Assim como a maioria dos esteróides, o uso da Trembolona também pode afetar no aumento da pressão sanguínea e implicar na ginecomastia que é o aumento da prolactina no organismo do homem além de outros efeitos colaterais indesejáveis, tais como: Perda de libido, atrofia dos testículos, complicações no fígado e nos rins.
  8. 8. RiscosRiscos O uso inadvertido pode causar uma série de consequências drásticas ao organismo. Os órgãos mais prejudicados são fígado e rins. Na literatura médica, são vários os casos associando uso de anabolizantes com câncer hepático. Nosso organismo tem um “termostato” que regula a produção hormonal por um mecanismo de “feedback” negativo, ou seja, se tem muito hormônio circulando na corrente sanguínea, a produção para. Se a produção hormonal en- dógena permanecer parada por mu- ito tempo, ocorre o bloqueio, ou seja, mesmo cessando o uso do hormônio sintético nosso organis- mo é incapaz de retomar a produção natural.
  9. 9. Efeitos colateraisEfeitos colaterais • Acne - Aumento das lesões na pele devido ao desbalanço hormonal e maior oleosidade da pele. • Alterações de humor e agressividade - Alguns estudos sugerem ação supressora nos receptores de serotonina do sistema límbico e córtex cerebral causada pelo uso de anabolizantes. • Doenças cardíacas e alterações no perfil lipídico - Maior risco de morte súbita por infarto, elevação do LDL e diminuição do HDL. • Eritrocitose - Aumento do número de células vermelhas no sangue, o que aumenta a viscosidade e diminui o fluxo sanguíneo. É o contrário da anemia. • Hepatite - Toxicidade hepática levando ao desenvolvimento de inflamação (hepatite), hemorragia e por fim câncer hepático. • Hipertensão arterial - Aumento do edema e da resistência vascular periférica. Há também aumento da frequência cardíaca e débito cardíaco.
  10. 10. Fontes :Fontes : • https://pt.wikipedia.org/wiki/Esteroide_anabolizante • http://www.treinomestre.com.br/trembolona-todas-informacoes- sobre-sua-origem-efeitos-colaterais-e-ciclo/ • http://www.vemmonstro.com.br/trembolona-o-esteroide-do- momento/ • http://wp.clicrbs.com.br/barradecereal/2013/11/08/medico- alerta-para-os-riscos-de-se-ingerir-anabolizantes-veja-dicas/

×