Interação gênica 4 e

7.549 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.549
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
313
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Interação gênica 4 e

  1. 1. Interação GênicaAula 7 – 4E
  2. 2. Ocorre quando dois ou mais paresde genes não alelos se associam(interagem) determinando um dadacaracterística. Os genes temsegregação independente, porém nãose manifestam independentemente.
  3. 3. Genética Moderna(Pós-Mendeliana)Tipo de Interação ConceitoGenes complementares Dois ou mais genes não alelos atuam na determinação de um fenótipoEpistasia Um gene inibe a ação de outro geneHerança poligênica ou Genes de efeito aditivo e ação do meio ambiente ( altura do serquantitativa humano)
  4. 4. 1- Genes complementares O homozigoto recessivo para qualquer um dos genes envolvidos gera surdezEx: Surdez hereditária no ser humano- D = forma a cóclea- E = forma o nervo acústico- Normal: D_E_- Surdos: D_ee; ddE_; ddee
  5. 5. Surdez hereditária Fenótipo: Normal:D_E_ = 9/16 Surdo: * = 7/16
  6. 6. Interações Gênicas Genes complementares Genes com segregação independente que agem em conjunto para determinar um fenótipo. Ex.: forma das cristas em galináceos. Fenótipos Genótipos crista noz R_E_ crista rosa R_ee crista ervilha rrE_ crista simples rree
  7. 7. Interações Gênicas 2-Epistasia Interação em que um par de genes inibe a manifestação de outro par não alelo. A epistasia pode ser dominante ou recessiva. O gene inibidor é chamado de epistático e o inibido é o hipostático.
  8. 8. Epistasia dominante:O alelo epistático é dominante.Pode estar em dose dupla (AA) ousimples (Aa). Ex1.: Cor da penas em Fenótipos Genótipos galináceos. Penas Gene C penas coloridas. C_ii coloridas Gene c penas brancas. Penas cc_ _ Gene I epistático brancas C_I_ sobre gene C.
  9. 9. Ex2:.Coloração das penas (a = epistático)Penas vermelhas: A_B_ = 9/16Penas amarelas: A_bb = 3/16Penas brancas: aa__ = 4/16
  10. 10. Ex2.: Comprimentos das asas dedrosófilas.Gene A Asas longas.Gene a Asas curtas.Gene V epistático sobre genes A e a, gerando asas vestigiais. A a V v
  11. 11. Fenóitpos:Asa longa: A_v v = 3/16Asa curta: aa v v = 1/16Asa vestigial: A_V_ e aaV_ = 12/16
  12. 12. Epistasia recessiva Para que o gene espistático consiga inibir a ação do hipostático, ele deve ser homozigoto.Ex1.: Em camundongos, o alelo P é responsável pelacor aguti da pelagem e o alelo p é responsável pela corpreta. Mas a determinação da cor da pelagem dependede outros dois alelos: o alelo A permite a expressão dogene para a cor da pelagem, enquanto o alelo a impedea expressão do gene. Se o camundongo possui osalelos aa ele não produzirá pigmentos e será albino.Genótipo/FenótipoA_P_ AgutiA_pp PretoaaP_ , aapp Albino
  13. 13. Polimeria (4E – AULA 8) Herança Quantitativa onde ocorre efeito aditivo na ação de vários pares de genes. Há uma variação fenotípica gradual e contínua entre um valor mínimo e um valor máximo. Ex.: altura, peso, cor da pele, altura de plantas, produção de leite em bovinos, comprimento de pelos, etc.
  14. 14. Genes Aditivos e não aditivos:Genes Aditivos ou efetivos: apresentamefeito aditivo sobre o fenótipo, contribuindocom a mesma parcela para determinação dacaracterística (Representados por letrasmaísculas ex: A e B).Genes Não Aditivos ou Não efetivos: nãocontribuem para a determinação do fenótipo(Representados por letras minúsculas ex: a eb).
  15. 15. Cor da pele humanaA A Fenótipos Genótipos (cor da pele) 4 ALELOS B B AABB Negro ADITIVOS 3 ALELOS AABb ou AaBB Mulato escuro ADITIVOS AAbb, aaBB ou 2 ALELOS Mulato médio AaBb ADITIVOS Aabb ou aaBb Mulato claro aabb Branco 1 ALELO ADITIVO
  16. 16. Herança QuantitativaCor da Pele em Humanos Fenótipos Genótipos 3 Negro AABB AaBB Mulato Escuro AABb 2 2 Negro Mulato Escuro AaBb Mulato Médio Mulato Médio AAbb Mulato Claro Branco aaBB 1 1 Aabb Mulato Claro aaBb Branco aabb
  17. 17. AaBbxAaBb Gametas AB Ab aB ab AB AABB AABb AaBB AaBb Ab AABb AAbb AaBb Aabb aB AaBB AaBb aaBB aaBb ab AaBb Aabb aaBb aabb Proporções fenotípicas:- Negro: 1/16 - Mulato escuro: 4/16 - Mulato médio: 6/16 - Mulato claro: 4/16 - Branco: 1/16
  18. 18. Qual a proporção fenotípica, para ocruzamento de um homem mulatoescuro(AaBB) e uma mulhermulata clara (aaBb)?
  19. 19. Um mulato escuro casou-se comuma mulher branca. Quais asprobabilidades de esse casal terum filho mulato claro do sexomasculino?
  20. 20. Para saber o número de fenótipos ou quantos pares de genes estão envolvidos são utilizados modelos matemáticos. número de genes = número de fenótipos - 1 número de fenótipos = número de genes + 1Caso não se conheça o número de fenótipos, utiliza-se aseguinte fórmula: 1/4n1= Número de um fenótipo extremo4n= No total de descendentes num cruzamento entre heterozigoton = Número de pares de genes
  21. 21. Tamanho das orelhas de 5cm a 10 cmCruzamentoP) 5cm x 10cmF1) 100% 7,5 cm 7,5cm x 7,5cmF2) 1024 (5cm a 10cm) 4 deles com orelhas de 5cm
  22. 22. QUAL O NÚMERO DE GENES ENVOLVIDOS?? Descendentes com fenótipos extremos 1/4n = 4/1024 Descendentes do cruzamento 1/4n = 1/256 heterozigoto 4n = 256 4n = 44 N = 4 4 PARES ENVOLVIDOS NA HERANÇA5 cm = aabbccdd10 cm = AABBCCDD
  23. 23. CADA ALELO ADITIVO CONTRIBUICOM QUANTOS CENTÍMETROS? 8 ALELOS ADITIVOS = ACRESCEM 5 cm 1 ALELO ADITIVO = ACRESCEM X X = 0,6 cmEX:aaBbCCdd = 3 genes aditivos x 0,6 = 6,8 cm
  24. 24. E a cor do olhos?? Não é totalmente esclarecido! Não devemos considerar como um caso demonohibridismo, estudos recentes indicam se tratar de uma herança com 4 pares de genes!! AABBCCDD
  25. 25. número de fenótipos = número de genes + 1 = 8+1 = 9 Fenótipos 1) Azul claro 2) Azul médio 3) Azul escuro 4) Verde claro 5) Verde escuro 6) Avelão 7) Castanho claro 8) Castanho médio 9) Castanho escuro
  26. 26. Por que seres vivos podem apresentar olhos de cores diferentes? É uma anomalia genética designada por heterocromia.Pode ocorrer no seguimento de uma mutação, numa célula, no início do desenvolvimento embrionário, de um gene responsável pela coloração do olho. Todas as células filhas desta célula mutante possuem a mutação, já que o DNA é sempre copiado a cada divisão..
  27. 27. (UDESC 2008) A cor dos olhos é um exemplo de herança quantitativa. Na tabela abaixo estão relacionados os prováveis genótipos e fenótipos do cruzamento de um casal heterozigoto. Assinale a alternativa correta, quanto aos fenótipos resultantes de um casal cujo homem apresenta genótipo Aabb e a mulher, AABB.A) 25% com olhos azuis e 75% com olhos castanho-escurosB) 25% com olhos verdes e 75% olhos castanho-médioC) 25% com olhos verdes, 25% olhos castanho-médio, 25% castanho-claros e 25% azuisD) 50% com olhos castanho-médio e 50% com olhos azuisE) 50% com olhos castanho-médio e 50% castanho-claros
  28. 28. Pleiotropia Herança em que um único par de genes condiciona várias características simultaneamente. Efeito múltiplo de um gene.Exemplos: Síndrome de Lawrence-Moon: obesidade, polidactilia e hipogonadismo. Síndrome de Marfan: defeitos cardíacos e problemas visuais. Fenilcetonúria: deficiência mental, convulsões, queda de cabelo, urina muito concentrada.

×