SlideShare uma empresa Scribd logo
Aborto
UMA VISÃO ÉTICA E CRISTÃ
Objetivos
• Definir o que é aborto
• Analisar os tipos de aborto existentes
• Debater por uma ótica cristã se essa prática é correta ou não.
Definindo aborto
 “Feto expulso em parto extemporâneo. Interrupção da gravidez antes da 28.ª semana. “(MICHAELIS).
 “O aborto é a morte de uma criança no ventre de sua mãe produzida durante qualquer momento da
etapa que vai desde a fecundação até o momento prévio ao nascimento. “(ACIDIGITAL)
 “Destruição da vida intrauterina em qualquer estágio do período de gestação.” (MACHADO, Samuel)
Tipos de aborto
• Ameaça de aborto
• Aborto acidental
• Aborto espontâneo
• Aborto frequente
• Aborto induzido
• Aborto completo
• Aborto criminal
• Abortos induzidos legalmente
• Aborto oculto
Ameaça de aborto
• Estado de gestação que ocorre antes da 20ª
semana de gravidez e sugere que possa ocorrer
um aborto espontâneo potencial.
• Neste caso ocorre um sangramento com
possibilidade de aborto oriundo de uma
complicação que ocorre em cerca de 25% das
gestações.
• Apesar do esforço clínico realizado na prevenção
do aborto, o índice de acontecidos ainda é alto:
cerca de 50% dos fetos são abortados.
Aborto acidental
• É a interrupção da gravidez provocada por
causas exteriores e traumáticas, não
constituindo crime.
• Pode acontecer devido a um acidente
qualquer, como exemplo a queda de uma
escada ou um acidente de carro.
Aborto espontâneo
• Ocorre naturalmente, sendo comum durante
a 3ª semana após a fertilização. Cerca de 15%
das gestações no mundo terminam em aborto
espontâneo, com frequência maior durante as
12 primeiras semanas.
• Pacientes com um nível alto de estresse,
ansiedade e medo são mais propensas a
sofrer esse tipo de aborto.
Aborto frequente (ou de repetição)
• Neste tipo de aborto existe a
expulsão espontânea de
um embrião ou de um feto, morto ou
não, em 3 ou mais gestações
seguidas.
• As causas de abortamento são
diversas, podendo ser devido a uma
estatística normal de perda, natural
do ser humano e comum a todas as
mulheres, fato este ligado
principalmente à idade da mulher.
Mesmo aquelas que já tiveram filhos
mas perderam um bebê sem causa
justificada podem ter problemas
específicos que devem ser
investigados.
Aborto induzido
 Neste tipo de aborto ocorre a expulsão do feto com a intenção da
mãe ou de outras pessoas ligadas à gravidez.
 É feito utilizando-se procedimentos cirúrgicos ou então químicos:
CIRÚRGICOS: Consiste em introduzir um aparelho cirúrgico no útero
cortando o feto em pedaços, sendo retirado um a um.
QUÍMICOS: Ocorre pela ingestão de medicamentos provocando a
expulsão do embrião.
Aborto completo
 Há a expulsão (ou retirada) dos produtos restantes da concepção
do útero.
 Significa que o corpo expeliu todos os produtos da gravidez
(sangue, tecido, embrião) e não há necessidade de uma cirurgia
(aspiração por vácuo) subsequente.
Aborto criminal
 Todos os tipos de aborto feitos de forma ilegal:
a. Autoaborto – provocado pela própria gestante, de forma
intencional, em si mesma; ainda que auxiliada por
alguém.
b. Provocado por terceiro com o consentimento da
gestante.
c. Aborto sofrido – provocado por terceiro sem o
consentimento da gestante.
d. Aborto preterintencional – provocado de forma
intencional e qualificado pelo resultado.
Abortos induzidos legalmente
 São abortos justificáveis, eletivos ou terapêuticos. São realizados por
meio de curetagem por sucção ou drogas. Geralmente são
induzidos em mães com doenças físicas ou mentais, ou para
prevenir o nascimento de uma criança com malformações
congênitas graves ou não.
 Só pode ser realizado legalmente nos casos de estupro ou risco de
morte para a mulher. Nos casos de fetos sem cérebro
(anencefalia), a mãe só pode interromper a gravidez com
autorização judicial.
Aborto oculto
 É um caso raro mais acontece, é a retenção
do feto no útero após a morte do feto.
 Pode ser causado por intermédio de pílulas
anticoncepcionais.
Uma visão cristã sobre o aborto
 “Não Matarás” ´(Êx. 20:13)
 O aborto voluntário é contra os princípios bíblicos, pois Deus
é contra toda e qualquer forma de homicídio.
 Segundo a Bíblia, a origem da vida se dá em Deus:
“ Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe...” (Sl 139:16a)
Por que o aborto fere os princípios
da Palavra de Deus?
a) Só Deus tem o direito de tirar a vida, pois é Ele quem a forma ainda no
ventre materno. (Jó 31.15; Is. 49.5)
b) Deus conhece o ser humano quando ainda é um plasma, um ser informe.
(Jr. 1.5)
c) Um ovo informe de quatro semanas (Jesus) foi chamado “Senhor” e um
feto de vinte e quatro semanas (João Batista) pôde ficar cheio do Espírito
Santo. (Lc. 1.39-44)
d) Para Deus, a semente tem tanto valor quanto à arvore, e o óvulo
fecundado é tão importante quanto a criança nascida. (I Co 15.36-38)
Por que a mulher não tem o direito
de abortar?
 A vida é um dom de Deus, é o fruto do ventre, galardão dEle.
 A mãe é apenas o meio pelo qual uma criança vem ao mundo e
não é a dona dela.
O aborto não deve ocorrer em
hipótese alguma?
a) Há apenas uma exceção - Numa intervenção
médica para salvar a vida da mãe.
b) O chamado aborto honroso - Provocado nos
casos de gravidez resultante de estupro e o
aplicado em casos de crianças que poderão
nascer defeituosas ou até sem cérebro não são
exceções, pois não cabe ao ser humano tirar a
vida do próximo.
O aborto não evita problemas
futuros?
 A essa pergunta significa assumir de modo egoísta, e sem
misericórdia que, se fosse preciso, mataríamos até um adulto para
ter paz.
 Portanto não devemos aceitar a pressão do mundo quanto ao
aborto.
Fiquemos com a verdade da Palavra de Deus.
Referências Bibliográficas
MARTINS, Elisa. Tipos de Aborto. Info Escola. Disponível em:
<http://www.infoescola.com/medicina/tipos-de-aborto/> Acesso em 21/10/2015.
Ameaça de Aborto. Família Saúde. Disponível em:
<http://www.farmaciasaude.pt/site/index.php?option=com_content&view=articl
e&id=297:ameaca-de-aborto&catid=53:sintomasdoenca&Itemid=280>Acesso
em: 21/10/2015.
MACHADO, Samuel. Restaurando Relacionamentos. No Prelo.
MICHAELIS: moderno dicionário da língua portuguesa. São Paulo: Companhia
Melhoramentos, 1998-(Dicionários Michaelis).
O que é aborto. Acidigital. Disponível em:
<http://www.acidigital.com/vida/aborto/definicao.htm> Acesso em 21/10/2015.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aborto
AbortoAborto
Aborto
Nokas Silva
 
Aborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestraAborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestra
Rita Jussara
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Ana Santos
 
Apresentacao legislacao em enfermagem 1
Apresentacao legislacao em enfermagem 1Apresentacao legislacao em enfermagem 1
Apresentacao legislacao em enfermagem 1
Rosimeire Areias
 
Aborto slide
Aborto slideAborto slide
Aborto slide
Marcos Silva
 
Aborto: questões éticas
Aborto: questões éticasAborto: questões éticas
Aborto: questões éticas
Samuel Benjamin
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Ylla Cohim
 
Trabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTOTrabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTO
aliandra1
 
Aborto
AbortoAborto
Seminário aborto
Seminário  abortoSeminário  aborto
Seminário aborto
Laíz Coutinho
 
Aborto - História, religião, politica e ética.
Aborto - História, religião, politica e ética.Aborto - História, religião, politica e ética.
Aborto - História, religião, politica e ética.
Ana Santos
 
Aborto
Aborto Aborto
Aborto
SonynhaRegis
 
Aborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legaisAborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legais
Maria Stella
 
Legalização do aborto observatório (1)
Legalização do aborto   observatório (1)Legalização do aborto   observatório (1)
Legalização do aborto observatório (1)
jadertheophilo
 
Parto Normal
Parto NormalParto Normal
Parto Normal
Ministério da Saúde
 
Cartilha HUMANIZAÇÃO do PARTO: NASCE o RESPEITO - MP PE
Cartilha HUMANIZAÇÃO do PARTO: NASCE o RESPEITO - MP PECartilha HUMANIZAÇÃO do PARTO: NASCE o RESPEITO - MP PE
Cartilha HUMANIZAÇÃO do PARTO: NASCE o RESPEITO - MP PE
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Adila Trubat
 
Parto humanizado
Parto humanizadoParto humanizado
Parto humanizado
Lilian Magalhaes
 
Direitos Humanos - O Aborto - Grupo4
Direitos Humanos - O Aborto - Grupo4Direitos Humanos - O Aborto - Grupo4
Direitos Humanos - O Aborto - Grupo4
marleneves
 
Aborto no brasil
Aborto no brasilAborto no brasil
Aborto no brasil
-
 

Mais procurados (20)

Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestraAborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestra
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Apresentacao legislacao em enfermagem 1
Apresentacao legislacao em enfermagem 1Apresentacao legislacao em enfermagem 1
Apresentacao legislacao em enfermagem 1
 
Aborto slide
Aborto slideAborto slide
Aborto slide
 
Aborto: questões éticas
Aborto: questões éticasAborto: questões éticas
Aborto: questões éticas
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Trabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTOTrabalho sobre ABORTO
Trabalho sobre ABORTO
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Seminário aborto
Seminário  abortoSeminário  aborto
Seminário aborto
 
Aborto - História, religião, politica e ética.
Aborto - História, religião, politica e ética.Aborto - História, religião, politica e ética.
Aborto - História, religião, politica e ética.
 
Aborto
Aborto Aborto
Aborto
 
Aborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legaisAborto: questões éticas e legais
Aborto: questões éticas e legais
 
Legalização do aborto observatório (1)
Legalização do aborto   observatório (1)Legalização do aborto   observatório (1)
Legalização do aborto observatório (1)
 
Parto Normal
Parto NormalParto Normal
Parto Normal
 
Cartilha HUMANIZAÇÃO do PARTO: NASCE o RESPEITO - MP PE
Cartilha HUMANIZAÇÃO do PARTO: NASCE o RESPEITO - MP PECartilha HUMANIZAÇÃO do PARTO: NASCE o RESPEITO - MP PE
Cartilha HUMANIZAÇÃO do PARTO: NASCE o RESPEITO - MP PE
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Parto humanizado
Parto humanizadoParto humanizado
Parto humanizado
 
Direitos Humanos - O Aborto - Grupo4
Direitos Humanos - O Aborto - Grupo4Direitos Humanos - O Aborto - Grupo4
Direitos Humanos - O Aborto - Grupo4
 
Aborto no brasil
Aborto no brasilAborto no brasil
Aborto no brasil
 

Semelhante a Aborto

Douglas e leo
Douglas e leoDouglas e leo
Douglas e leo
lurocha63
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Marcos Silva
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
CriseGreg
 
Aborto ronaldo
Aborto ronaldoAborto ronaldo
Aborto ronaldo
Yaneh Viana
 
Aborto ronaldo
Aborto ronaldoAborto ronaldo
Aborto ronaldo
Tatyana Rodrigues
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Ketiele Lima
 
Trabalho sobre O Aborto. Keth
Trabalho sobre O Aborto. KethTrabalho sobre O Aborto. Keth
Trabalho sobre O Aborto. Keth
Alearcos
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Alearcos
 
Fundamentação teórica: Abortamento
Fundamentação teórica: AbortamentoFundamentação teórica: Abortamento
Fundamentação teórica: Abortamento
Patrícia Prates
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
michael-ll
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
AbortoAborto
Aborto
taniaxenxo
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
taniaxenxo
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
AbortoAborto
Ng7-Aborto
Ng7-AbortoNg7-Aborto
Ng7-Aborto
AT
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
Neil Azevedo
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
renata viana
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
SourcerRagna
 
Gravidez e parto
Gravidez e partoGravidez e parto
Gravidez e parto
Alessandra Vieira da Silva
 

Semelhante a Aborto (20)

Douglas e leo
Douglas e leoDouglas e leo
Douglas e leo
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto ronaldo
Aborto ronaldoAborto ronaldo
Aborto ronaldo
 
Aborto ronaldo
Aborto ronaldoAborto ronaldo
Aborto ronaldo
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Trabalho sobre O Aborto. Keth
Trabalho sobre O Aborto. KethTrabalho sobre O Aborto. Keth
Trabalho sobre O Aborto. Keth
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Fundamentação teórica: Abortamento
Fundamentação teórica: AbortamentoFundamentação teórica: Abortamento
Fundamentação teórica: Abortamento
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Ng7-Aborto
Ng7-AbortoNg7-Aborto
Ng7-Aborto
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Gravidez e parto
Gravidez e partoGravidez e parto
Gravidez e parto
 

Último

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 

Último (20)

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 

Aborto

  • 2. Objetivos • Definir o que é aborto • Analisar os tipos de aborto existentes • Debater por uma ótica cristã se essa prática é correta ou não.
  • 3. Definindo aborto  “Feto expulso em parto extemporâneo. Interrupção da gravidez antes da 28.ª semana. “(MICHAELIS).  “O aborto é a morte de uma criança no ventre de sua mãe produzida durante qualquer momento da etapa que vai desde a fecundação até o momento prévio ao nascimento. “(ACIDIGITAL)  “Destruição da vida intrauterina em qualquer estágio do período de gestação.” (MACHADO, Samuel)
  • 4. Tipos de aborto • Ameaça de aborto • Aborto acidental • Aborto espontâneo • Aborto frequente • Aborto induzido • Aborto completo • Aborto criminal • Abortos induzidos legalmente • Aborto oculto
  • 5. Ameaça de aborto • Estado de gestação que ocorre antes da 20ª semana de gravidez e sugere que possa ocorrer um aborto espontâneo potencial. • Neste caso ocorre um sangramento com possibilidade de aborto oriundo de uma complicação que ocorre em cerca de 25% das gestações. • Apesar do esforço clínico realizado na prevenção do aborto, o índice de acontecidos ainda é alto: cerca de 50% dos fetos são abortados.
  • 6. Aborto acidental • É a interrupção da gravidez provocada por causas exteriores e traumáticas, não constituindo crime. • Pode acontecer devido a um acidente qualquer, como exemplo a queda de uma escada ou um acidente de carro.
  • 7. Aborto espontâneo • Ocorre naturalmente, sendo comum durante a 3ª semana após a fertilização. Cerca de 15% das gestações no mundo terminam em aborto espontâneo, com frequência maior durante as 12 primeiras semanas. • Pacientes com um nível alto de estresse, ansiedade e medo são mais propensas a sofrer esse tipo de aborto.
  • 8. Aborto frequente (ou de repetição) • Neste tipo de aborto existe a expulsão espontânea de um embrião ou de um feto, morto ou não, em 3 ou mais gestações seguidas. • As causas de abortamento são diversas, podendo ser devido a uma estatística normal de perda, natural do ser humano e comum a todas as mulheres, fato este ligado principalmente à idade da mulher. Mesmo aquelas que já tiveram filhos mas perderam um bebê sem causa justificada podem ter problemas específicos que devem ser investigados.
  • 9. Aborto induzido  Neste tipo de aborto ocorre a expulsão do feto com a intenção da mãe ou de outras pessoas ligadas à gravidez.  É feito utilizando-se procedimentos cirúrgicos ou então químicos: CIRÚRGICOS: Consiste em introduzir um aparelho cirúrgico no útero cortando o feto em pedaços, sendo retirado um a um. QUÍMICOS: Ocorre pela ingestão de medicamentos provocando a expulsão do embrião.
  • 10. Aborto completo  Há a expulsão (ou retirada) dos produtos restantes da concepção do útero.  Significa que o corpo expeliu todos os produtos da gravidez (sangue, tecido, embrião) e não há necessidade de uma cirurgia (aspiração por vácuo) subsequente.
  • 11. Aborto criminal  Todos os tipos de aborto feitos de forma ilegal: a. Autoaborto – provocado pela própria gestante, de forma intencional, em si mesma; ainda que auxiliada por alguém. b. Provocado por terceiro com o consentimento da gestante. c. Aborto sofrido – provocado por terceiro sem o consentimento da gestante. d. Aborto preterintencional – provocado de forma intencional e qualificado pelo resultado.
  • 12. Abortos induzidos legalmente  São abortos justificáveis, eletivos ou terapêuticos. São realizados por meio de curetagem por sucção ou drogas. Geralmente são induzidos em mães com doenças físicas ou mentais, ou para prevenir o nascimento de uma criança com malformações congênitas graves ou não.  Só pode ser realizado legalmente nos casos de estupro ou risco de morte para a mulher. Nos casos de fetos sem cérebro (anencefalia), a mãe só pode interromper a gravidez com autorização judicial.
  • 13. Aborto oculto  É um caso raro mais acontece, é a retenção do feto no útero após a morte do feto.  Pode ser causado por intermédio de pílulas anticoncepcionais.
  • 14. Uma visão cristã sobre o aborto  “Não Matarás” ´(Êx. 20:13)  O aborto voluntário é contra os princípios bíblicos, pois Deus é contra toda e qualquer forma de homicídio.  Segundo a Bíblia, a origem da vida se dá em Deus: “ Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe...” (Sl 139:16a)
  • 15. Por que o aborto fere os princípios da Palavra de Deus? a) Só Deus tem o direito de tirar a vida, pois é Ele quem a forma ainda no ventre materno. (Jó 31.15; Is. 49.5) b) Deus conhece o ser humano quando ainda é um plasma, um ser informe. (Jr. 1.5) c) Um ovo informe de quatro semanas (Jesus) foi chamado “Senhor” e um feto de vinte e quatro semanas (João Batista) pôde ficar cheio do Espírito Santo. (Lc. 1.39-44) d) Para Deus, a semente tem tanto valor quanto à arvore, e o óvulo fecundado é tão importante quanto a criança nascida. (I Co 15.36-38)
  • 16. Por que a mulher não tem o direito de abortar?  A vida é um dom de Deus, é o fruto do ventre, galardão dEle.  A mãe é apenas o meio pelo qual uma criança vem ao mundo e não é a dona dela.
  • 17. O aborto não deve ocorrer em hipótese alguma? a) Há apenas uma exceção - Numa intervenção médica para salvar a vida da mãe. b) O chamado aborto honroso - Provocado nos casos de gravidez resultante de estupro e o aplicado em casos de crianças que poderão nascer defeituosas ou até sem cérebro não são exceções, pois não cabe ao ser humano tirar a vida do próximo.
  • 18. O aborto não evita problemas futuros?  A essa pergunta significa assumir de modo egoísta, e sem misericórdia que, se fosse preciso, mataríamos até um adulto para ter paz.  Portanto não devemos aceitar a pressão do mundo quanto ao aborto. Fiquemos com a verdade da Palavra de Deus.
  • 19. Referências Bibliográficas MARTINS, Elisa. Tipos de Aborto. Info Escola. Disponível em: <http://www.infoescola.com/medicina/tipos-de-aborto/> Acesso em 21/10/2015. Ameaça de Aborto. Família Saúde. Disponível em: <http://www.farmaciasaude.pt/site/index.php?option=com_content&view=articl e&id=297:ameaca-de-aborto&catid=53:sintomasdoenca&Itemid=280>Acesso em: 21/10/2015. MACHADO, Samuel. Restaurando Relacionamentos. No Prelo. MICHAELIS: moderno dicionário da língua portuguesa. São Paulo: Companhia Melhoramentos, 1998-(Dicionários Michaelis). O que é aborto. Acidigital. Disponível em: <http://www.acidigital.com/vida/aborto/definicao.htm> Acesso em 21/10/2015.